Você está na página 1de 2

MUNDI - UNIVERSO EDUCACIONAL Módulo I - Eletricidade Básica

Capítulo 09

CIRCUITOS ELÉTRICOS EM SÉRIE, EM


PARALELO E MISTOS
Serão estudadas as características de tensão, corrente e PT = PR1 + PR2 + PR3 ... + PRn
potência elétrica para os três tipos de configuração.

Circuito em Série Onde:

Abaixo se mostra uma associação em série com três »»PT é a potência fornecida pelo gerador e consumida por
resistores, ligada a um gerador de tensão V. todos os resistores e PR a potência consumida por cada
resistor.
Os resistores estão ligados em série, portanto, sua
resistência equivalente será a soma de suas resistências. »»A potência total PT do circuito é a soma das potências
consumidas por cada resistor.
R = R1 + R2 + R3
Circuito em Paralelo
Pela primeira lei de Ohm, calculamos a corrente i no
circuito:
A seguir tem-se uma associação em paralelo de três
i = V/R resistores conectados a um gerador de tensão V.

Aplicando, novamente a primeira lei de Ohm, teremos a A corrente total i é dividida pelos três resistores. Portanto,
tensão em cada resistor: ié a soma das correntes em cada resistor.

V1 = R1.i i = i 1 + i2 + i3

V2= R2.i Os resistores estão ligados em paralelo, portanto, sua


resistência equivalente será a seguinte.
V3= R3.i
1/R = 1/R1 + 1/R2 + 1/R3
Pela segunda lei de Kirchhoff, temos:
Pela primeira lei de Ohm, calculamos a corrente i no
circuito:
V1 + V 2 + V 3 = V
i = V/R1 + V/R2 + V/R3 = V.(1/R1 + 1/R2 + 1/R3) =
Podemos estender o circuito acima para um circuito
genérico com n resistores em série: V/R

Podemos estender o circuito acima para um circuito


R = R1 + R2 + R3 ... Rn genérico com n resistores em paralelo:

V = V1 + V2 + V3 ... Vn 1/R= 1/R1.1/R2 + 1/R3 ... 1/Rn

Portanto, em um circuito em série, a tensão total do


i = i1+ i2 +i3 + ... + in
gerador é igual à soma das tensões, ou quedas de tensão,
nos vários resistores. Por esse motivo, o circuito em série
é também chamado de divisor de tensão. Para se calcular a potência total e nos diversos
componentes, utilizamos a seguinte expressão:
Para se calcular a potência total e nos diversos
componentes, utilizamos a seguinte expressão: PT = V.i = V(i1+ i2 +i3 + ... + in)
PT = V.i1 + V.i2 + V.i3 + ... + V.in
PT = V1.i + V2.i + V3.i + ... + Vn.i
31
COPYRIGHT © 2007 by@ MUNDI LTDA. PROPRIEDADE INTELECTUAL PROTEGIDA. PROIBIDA SUA REPRODUÇAO TOTAL OU PARCIAL
MUNDI - UNIVERSO EDUCACIONAL Módulo I - Eletricidade Básica

PT = PR1 + PR2 + PR3 + ... PRn Método de análise


Onde:
Quando nao é conhecida nenhuma tensão ou corrente
interna do circuito, o método para a sua análise completa
»»PT é a potência fornecida pelo gerador e consumida por
é 0 seguinte:
todos os resistores e P” a potência consumida por cada
resistor.
1. Calcula-se a resistência equivalente Req do circuito.
»»A potência total PT do circuito é a soma das potências
2. Calcula-se a corrente I fornecida pela fonte de
consumidas por cada resistor.
alimentaçao a resistência equivalente
Podemos verificar que, com relação às potências, as
expressões válidas para o circuito em série, são as
mesmas para o circuito e paralelo.

Associacão mista

A associação mista e composta de resistores ligados em 3. Desmembra-se a resistência equivalente, passo a


série e em paralelo, nao existindo uma equação geral passo, calculando as tensões elou correntes internas do
para a resistência equivalente, pois ela depende da circuito, conforme a necessidade, ate obter as tensões
configuraçao do circuito. e correntes desejadas.
Se o circuito tiver apenas uma fonte de alimentaçao, a sua
análise, isto é, a determinação das correntes e tensães
nos diversos ramos e resistores do circuito pode ser feita
aplicando apenas os conceitos de associação série e
paralela de resistores, e da lei de Ohm.

ANOTAÇÕES

32
COPYRIGHT © 2007 by@ MUNDI LTDA. PROPRIEDADE INTELECTUAL PROTEGIDA. PROIBIDA SUA REPRODUÇAO TOTAL OU PARCIAL

Você também pode gostar