Você está na página 1de 17

pergunta:Os Estados Teocráticos da Mesopotâmia e do Egito evoluíram acumulando características comuns e peculiaridades

culturais. Os Egípcios desenvolveram a prática de embalsamar o corpo humano porque:


a) se opunham ao politeísmo dominante na época.
b) os seus deuses, sempre prontos para castigar os pecadores, desencadearam o dilúvio.
c) depois da morte a alma podia voltar ao corpo mumificado.
d) construíram túmulos, em forma de pirâmides truncadas, erigidos para a eternidade.
e) os camponeses constituíam categoria social inferior.

resposta:[C]

pergunta:Os clamores da revolta e da destruição de Nínive, registrados na Bíblia, devem-se:


a) ao pacifismo do povo assírio.
b) às soluções arquitetônicas dos sumérios.
c) ao modo de produção asiático dos caldeus.
d) aos atos despóticos e militaristas dos assírios.
e) à religião politeísta dos mesopotâmicos.

resposta:[D]

pergunta:Entre os povos do oriente médio, os hebreus foram os que mais influenciaram a cultura da civilização ocidental, uma vez
que o cristianismo é considerado como uma continuação das tradições religiosas hebraicas. A partir do texto anterior, assinale a
alternativa incorreta:
a) Originários da Arábia, os hebreus constituíram dois reinos: o de Judá e o de Israel na Palestina.
b) As guerras geraram a unidade política dos hebreus. Esta unidade se firmou primeiro em torno de juízes e, depois em volta dos
reis.
c) Os profetas surgiram na Palestina por volta dos séculos VIII e VII aC., quando ocorreu uma onda de protestos dos trabalhadores
contra os comerciantes.
d) A religião hebraica passou por diversas fases, evoluindo do politeísmo ao monoteísmo difundido pelos profetas.
e) Os hebreus se organizaram social e economicamente com base na propriedade da terra, o que deu início à Diáspora.

resposta:[E]

pergunta:Esta questão versa sobre a ESCRITA: ( ) Na sua fase inicial, 3.500 a.C., era um desenho estilizado de um objeto, hoje
denominado de pictograma. ( ) O ser humano, para exprimir graficamente suas ações, criou símbolos representativos a que
chamamos de ideogramas, cuja invenção data mais ou menos de 3.200 a.C. ( ) As sociedades ágrafas encontravam-se na fase da
História Antiga; o conceito de civilização não está relacionado com as sociedades que apresentam um sistema de escrita. ( ) Antes
da invenção da escrita, a humanidade já conhecia o conceito de propriedade privada, de Estado e de classes sociais. ( ) Uma das
primitivas formas de representação gráfica - a escrita cuneiforme - surgiu entre os sumérios, povos que habitavam a Mesopotâmia.

resposta:V V F F V

pergunta:Sobre as civilizações da Antigüidade Oriental, é correto afirmar:


(01) Entre os egípcios, embora a prática de mumificar cadáveres tivesse contribuído para o estudo do corpo humano, o respeito que
essa civilização tinha pelos mortos proibia a dissecação de cadáveres unicamente para estudos.
(02) Entre os hebreus, os escribas constituíam-se num grupo social que, aprendendo a ler e a escrever, desempenhou importantes
funções religiosas, na conversão de fiéis ao monoteísmo.
(04) Os persas acreditavam que o bem e o mal viviam em incessante luta até o dia do juízo final, quando todos os homens seriam
julgados por suas ações.
(08) A invenção do alfabeto pela civilização fenícia esteve ligada à necessidade que seus mercadores tinham de firmar contratos
comerciais com povos distantes. (16) Hamurabi foi um rei babilônico que se tornou famoso por mandar elaborar o primeiro código
jurídico com leis escritas. Soma ( )

resposta:04 + 08 + 16 = 28

pergunta:" ... essencialmente mercadores, exportavam pescado, vinhos, ouro e prata, armas, praticavam a pirataria, e
desenvolviam um intenso comércio de escravos no Mediterrâneo..." O texto refere-se a características que identificam, na
Antiguidade Oriental, os
a) fenícios.
b) hebreus.
c) caldeus.
d) egípcios.
e) persas.
resposta:[A]

pergunta:O cristianismo, na sua origem, está repleto de heranças (em geral modificadas) da religião judaica; mas há, também,
elementos que não são partilhados por essas duas concepções religiosas. Dentre eles, podemos destacar
a) a referência ao Antigo Testamento como escritura sagrada.
b) o conceito de culpa como elemento estruturante da moral religiosa.
c) a fé em um deus único.
d) o alcance universal do ideal de salvação.
e) a adoção de uma moral sexual que valoriza a monogamia.

resposta:[D]

pergunta:Surgido na Antiga Mesopotâmia, é considerado o mais antigo código de leis escritas da humanidade:
a) Lei das Doze Tábuas.
b) Leis Draconianas.
c) Dez Mandamentos.
d) Código de Hamurabi.
e) Lei Tessalônica.

resposta:[D]

pergunta:Politicamente, o Egito Antigo era caracterizado como:


a) Império Teocrático.
b) Monarquia Constitucional.
c) República Teocrática.
d) Império Escravista.
e) Cidades-Estado.

resposta:[A]

pergunta:Desejando reduzir a influência dos sacerdotes sobre a população, o faraó Amenófis IV, no Novo Império, realizou uma
reforma religiosa implantando:
a) o monoteísmo.
b) o antropozooformismo.
c) o politeísmo.
d) o culto a Zaratrusta.
e) o culto a Jeová.

resposta:[A]

pergunta:Na história dos hebreus, corresponde à saída dos hebreus do Cativeiro no Egito, conduzidos por Moisés à Terra
Prometida:
a) Cisma.
b) Diáspora.
c) Êxodo.
d) Cativeiro na Babilônia.
e) Formação de Israel.

resposta:[C]

pergunta:Relaciona-se aos fenícios na Antigüidade, EXCETO:


a) o comércio como principal atividade econômica.
b) a invenção do alfabeto fonético.
c) a organização política em cidades-Estado.
d) o estabelecimento de colônias no Mediterrâneo.
e) o dualismo religioso, baseado no culto aos deuses Ahriman e Aura Mazda.
resposta:[E]

pergunta:Dario I da Pérsia, dividiu seu vasto império em províncias administrativas chamadas ______________, sendo cada uma
delas governada por um ________________, que era vigiado pelos _____________. Completam a frase acima:
a) Tribos - patriarcas - mercenários.
b) satrapias - sátrapa - "olhos e ouvidos do rei".
c) marcas e condados - marqueses e duques - missi dominici.
d) imperiais e senatoriais - pretores - censores.
e) cidades-Estado - patesi - monarcas.

resposta:[B]

pergunta:O Crescente Fértil, expressão que identifica uma área da civilização antiga, refere-se às seguintes civilizações:
a) China, Índia e Japão
b) Grécia, Roma e Egito
c) Irã, Palestina e Mesopotâmia
d) Fenícia, Cartago e Roma

resposta:[C]

pergunta:"- Se um arquiteto constrói uma casa para alguém, porém não a faz sólida, resultando daí que a casa venha a ruir e matar
o proprietário, este arquiteto é passível de morte. - Se, ao desmoronar, ela mata o filho do proprietário, matar-se-á o filho deste
arquiteto." O preceito legal anterior pertence ao seguinte Código:
a) Corpus Juris Civilis
b) Código de Hamurabi
c) Código de Direito Canônico
d) Código Napoleônico

resposta:[B]

pergunta:Filho de Davi, foi um déspota, sábio e bom administrador. Viveu no luxo e no esplendor. Escreveu livros, protegeu as
artes. Desenvolveu o comércio:
a) Moisés
b) Isaac
c) Salomão
d) Jacó
e) Josué

resposta:[C]

pergunta:O soberano dividiu o seu império em províncias, chamadas satrapias, sendo a terra considerada como propriedade real e
trabalhada pelas comunidades. Estas características identificam o
a) império dos persas durante o reinado de Dario.
b) império babilônico durante o governo de Hamurabi.
c) antigo império egípcio durante a dinastia de Quéops.
d) reino de Israel sob o comando de Davi.
e) estado espartano durante a vigência das leis de Dracon.

resposta:[A]

pergunta:Em relação aos povos da Antigüidade, é correto afirmar que


a) os assírios foram submetidos por Nabucodonosor, originando o episódio conhecido como o Cativeiro da Babilônia.
b) os fenícios foram os criadores do alfabeto, posteriormente aperfeiçoado pelos gregos e latinos.
c) os hebreus criaram um quadro religioso caracterizado pelo politeísmo e a mumificação.
d) os egípcios estabeleceram, em 300 a.C., o importante Código de Hamurabi, um dos primeiros códigos jurídicos escritos.
e) os persas, após derrotarem as tropas de Alexandre, conseguiram anexar o território grego ao seu império.

resposta:[B]
pergunta:Um império teocrático, baseado na agricultura, na arregimentação de camponeses para grandes obras e profundamente
dependentes das águas de um grande rio. Esta frase se refere aos:
a) fenícios e a importância do Tigre;
b) hititas e a importância do Eufrates;
c) sumérios e a importância do Jordão;
d) cretenses e a importância do Egeu;
e) egípcios e a importância do Nilo.

resposta:[E]

pergunta:A partir do III milênio a. C. desenvolveram-se, nos vales dos grandes rios do Oriente Próximo, como o Nilo, o Tigre e o
Eufrates, estados teocráticos, fortemente organizados e centralizados e com extensa burocracia. Uma explicação para seu
surgimento é
a) a revolta dos camponeses e a insurreição dos artesãos nas cidades, que só puderam ser contidas pela imposição dos governos
autoritários.
b) a necessidade de coordenar o trabalho de grandes contingentes humanos, para realizar obras de irrigação.
c) a influência das grandes civilizações do Extremo Oriente, que chegou ao Oriente Próximo através das caravanas de seda.
d) a expansão das religiões monoteístas, que fundamentavam o caráter divino da realeza e o poder absoluto do monarca.
e) a introdução de instrumentos de ferro e a conseqüente revolução tecnológica, que transformou a agricultura dos vales e levou à
centralização do poder.

resposta:[B]

pergunta:Relacione o texto às proposições a seguir colocadas, assinalando a correta: "Ó senhor de todos! Rei de todas as casas.
Nas decisões mais distantes fazes o Nilo celeste para que desça como chuva e açoite as montanhas, como um mar para regar os
campos e jardins estranhos. Acima de tudo, porém, fazes o Nilo do Egito que emana do fundo da terra. E assim, com os teus raios,
cuidas de nossas hortas. Nossas colheitas crescem, e crescem por ti (...). Tu estás em meu coração. Nenhum outro te conhece, a
não ser teu filho Aknaton."
a) Destaca a função geradora da vida do Deus Amon e do faraó, responsáveis por tudo que existia no Egito.
b) Mostra que o Sol, Áton, era encarnado na terra do faraó Aknaton.
c) Evidencia que o alimento e a vida do homem dependiam do grande Deus Tebano.
d) O texto acima assinala o caráter ideológico na sociedade egípcia, destacando a figura do faraó ligada ao Deus principal e
reforçando seu papel político.
e) Mostra a profunda ligação mística entre o faraó e o Deus que dominou o Egito no Médio Império.

resposta:[D]

pergunta:A arquitetura dos templos do antigo Egito forneceu para a posteridade a mais fértil e expressiva documentação sobre a
cultura egípcia. Entre suas principais características pode-se indicar a
a) ausência de telhados, uma vez que a chuva era muito rara.
b) utilização de tijolos de argila queimada na construção de paredes, escadarias e de colunas.
c) grandeza nas dimensões e construções sólidas.
d) adoção de diversos tipos de materiais, conforme as figuras retratadas.
e) preocupação em atrelar arte e ciência em uma mesma construção.

resposta:[C

pergunta:Relacione a coluna II, que apresenta afirmações relativas a povos da Antigüidade, com a coluna I, que identifica os
mesmos. COLUNA I ( 1 ) Fenícios ( 2 ) Hebreus ( 3 ) Babilônios ( 4 ) Egípcios ( 5 ) Persas COLUNA II ( ) Os sinais de sua escrita
sagrada são conhecidas como hieróglifos. ( ) Buscavam e levavam mercadorias por toda a bacia do Mediterrâneo. ( ) Seu império
era controlado pelo sistema de satrapias. ( ) Os invasores de seu território provocaram a diáspora. ( ) Hamurábi unificou o império,
desde a Assíria até a Caldéia. A sequência numérica correta, de cima para baixo, na coluna II, é
a) 1 - 2 - 5 - 4 - 3
b) 1 - 4 - 3 - 2 - 5
c) 4 - 1 - 5 - 2 - 3
d) 4 - 2 - 5 - 1 - 3
e) 5 - 1 - 3 - 4 - 2

resposta:[C
pergunta:Analise a alternativa que indica semelhança entre o Modo de Produção Primitivo e o Modo de Produção Asiático:
a) O solo pertencia apenas à comunidade.
b) A unidade das diversas comunidades se fazia através do poder do Estado.
c) O trabalho agrícola era realizado para produzir excedentes.
d) Existia o coletivismo na agricultura.
e) O uso da moeda era limitado.

resposta:[D]

pergunta:As sociedades que, na Antigüidade, habitavam os vales dos rios Nilo, Tigre e Eufrates tinham em comum o fato de:
a) terem desenvolvido um intenso comércio marítimo, que favoreceu a constituição de grandes civilizações hidráulicas.
b) serem povos orientais que formaram diversas cidades-estado, as quais organizavam e controlavam a produção de cereais.
c) haverem possibilitado a formação do Estado a partir da produção de excedentes, da necessidade de controle hidráulico e da
diferenciação social.
d) possuírem, baseados na prestação de serviço dos camponeses, imensos exércitos que viabilizaram a formação de grandes
impérios milenares.

resposta:[C]

pergunta:Podem ser consideradas características das civilizações da Antigüidade Oriental:


a) o monoteísmo e uma rígida divisão social
b) o politeísmo e uma sociedade organizada de maneira igualitária
c) o politeísmo e uma rígida divisão social
d) o monoteísmo e uma sociedade organizada de maneira igualitária
e) o politeísmo e uma sociedade de classes

resposta:[C]

pergunta:Na Antigüidade Oriental, o MODO DE PRODUÇÃO ASIÁTICO caracterizou-se fundamentalmente pelo(a)


a) fracionamento da propriedade fundiária em partes entregues a nobres da Casa Real.
b) concentração do controle da produção num partido político.
c) apropriação formal da terra pelo Estado e efetiva pela comunidade camponesa, cujos membros deveriam pagar impostos e
prestar serviços ao Estado.
d) emprego da força de trabalho escravo, com um comércio operoso, controlado por uma burguesia ativa e numerosa.
e) industrialização acentuada, calcada sobre uma farta e barata força de trabalho servil, amplamente dominada pela aristocracia
fundiária.

resposta:[C]

pergunta:Se tomarmos como referência a antigüidade oriental, é correto afirmar-se sobre a sociedade egípcia que 01. os faraós,
apesar de estarem no topo da hierarquia social, deviam obediência aos sacerdotes, que detinham o poder teocrático. 02. a alta
nobreza era constituída pelos parentes do faraó, pelos altos funcionários do palácio, pelos oficiais superiores do exército, pelos
chefes locais da administração e pelos sacerdotes. 04. os escribas, homens letrados, eram considerados os "olhos e ouvidos" do
faraó. 08. os camponeses e os artesãos constituíam uma camada social dinâmica que controlava a economia agroindustrial egípcia.
16. os escravos não recebiam proteção dos seus senhores e eram maltratados em todas as situações.

resposta:F V V F F

pergunta:Em relação à arte do Egito Antigo, assinale a alternativa correta.


a) Visava à valorização individual do artista.
b) Manifestava as idéias estéticas com representações da natureza, evitando a representação da figura humana.
c) Estava destinada à glorificação do faraó e à representação da vida de além-túmulo.
d) Aproveitava os hieróglifos como ornamentação.
e) Era um arte abstrata de difícil interpretação.

resposta:[C

pergunta:Na Antigüidade, havia diversos padrões de apropriação dos bens e recursos necessários à sobrevivência, entre os quais
se destacava a terra. Sobre tais padrões, julgue os itens abaixo. ( ) Na Mesopotâmia, os camponeses trabalhavam terras que eram
consideradas propriedade dos deuses. Corporações de sacerdotes administravam a produção, a partir de cada uma das cidades-
estado que disputavam entre si as terras cultiváveis. ( ) Durante a expansão romana, os soldados (advindos do campesinato) e a
elite (tanto a aristocracia como os novos ricos) disputavam a propriedade das terras conquistadas. Tais conflitos ficam evidenciados
nas tentativas de reforma dos irmãos Graco e nas disputas de poder nos dois triunviratos. ( ) Em Atenas, a aristocracia de origem
dórica mantinha o monopólio da propriedade territorial, o que exigia uma política de expansão, como o atestam a fundação de
colônias (Tarento) e a conquista do Peloponeso (seus habitantes foram transformados em escravos do Estado). ( ) A mudança na
estrutura da propriedade fundiária (a transformação do camponês romano em escravo) é o principal indício da crise que abalou o
Baixo Império Romano (séculos III, IV e V da nossa era).

resposta:V V V F

pergunta:Entre as civilizações da antigüidade, que tiveram o Mar Mediterrâneo como cenário do seu desenvolvimento, destacaram-
se os hebreus (Judeus, Israelitas), por terem sido o primeiro povo conhecido que afirmou sua fé em um único Deus. As bases da
história, da filosofia, da religião e das leis hebraicas estão contidas na Bíblia, cujos relatos, em parte confirmados por achados
arqueológicos, permitem traçar a evolução histórica e cultural do povo hebreu e identificar suas influências sobre outras civilizações.
Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S) nas suas referências à cultura hebraica. 01. Entre os princípios religiosos contidos na
Bíblia está o politeísmo, isto é, a crença em muitos deuses. 02. O vínculo visível das influências do judaísmo sobre o cristianismo
está na pessoa de Cristo, considerado O Messias pelas duas religiões. 04. Os hebreus destacaram-se em diferentes áreas do
conhecimento humano e nos legaram os livros do Antigo Testamento (Tora). 08. O cristianismo e o islamismo, religiões que têm
hoje milhões de seguidores, receberam influências do judaísmo. 16. O Pentateuco, o Talmud e o Alcorão representam o conjunto
dos escritos que reúnem os preceitos do judaísmo.

resposta:04 + 08 = 12

pergunta:Das alternativas abaixo, a que melhor caracteriza a sociedade fenícia é:


a) a existência de um Estado centralizado e o monoteísmo;
b) o monoteísmo e a agricultura;
c) o comércio e o politeísmo;
d) as Cidades-estados e o monoteísmo
e) a agricultura e a forma de Estado centralizado.

resposta:[C]

pergunta:Em relação à religião no antigo Egito, pode-se afirmar que:


a) a religião dominava todos os aspectos da vida pública e privada do antigo Egito. Cerimônias eram realizadas pelos sacerdotes a
cada ano, para garantir a chegada da inundação e, dessa forma, boas colheitas, que eram agradecidas pelo rei em solenidades às
divindades.
b) a religião no antigo Egito, como nos demais povos da Antigüidade, não tinha grande influência, já que estes povos, para
sobreviverem, tiveram que desenvolver uma enorme disciplina no trabalho e viviam em constantes guerras.
c) a religião tinha apenas influência na vida da família dos reis, que a usava como forma de manter o povo submetido a sua
autoridade.
d) o período conhecido como antigo Egito constitui o único em que a religião foi quase inteiramente esquecida, e o rei como também
o povo dedicaram-se muito mais a seguir a tradição dos seus antepassados, considerados os únicos povos ateus da Antigüidade.
e) a religião do povo no antigo Egito era bastante distinta da do rei, em razão do caráter supersticioso que as camadas mais pobres
das sociedades antigas tinham, sobretudo por não terem acesso à escola e a outros saberes só permitidos à família real.

resposta:[A]

pergunta:A religião estava presente em todos os aspectos da vida no Antigo Egito. A medicina, inclusive, era impregnada de
elementos mágicos e religiosos. A relação entre religião e medicina no Antigo Egito era evidente na medida em que
a) as práticas médicas estavam voltadas apenas para o tratamento dos faraós, cuja imagem era associada aos deuses.
b) as técnicas desenvolvidas na medicina foram estimuladas pela necessidade de preservar o corpo para a vida após a morte.
c) os médicos, recrutados entre as mais altas camadas sociais, acumulavam também a função de promover o culto religioso.
d) os médicos queriam prolongar a existência terrena, estimulados pelas crenças religiosas que negavam a imortalidade da alma.

resposta:[B]

pergunta:Leia os itens abaixo, que contém possíveis condições para o surgimento do Estado nas sociedades da Antigüidade. I-
Gradativa diferenciação da sociedade em classes sociais, impulsionada por uma divisão social do trabalho mais intensa, capaz de
produzir excedentes de alimentos. II- Passagem da economia comunal para uma economia escravista, estimulada por guerras entre
povos vizinhos, propiciando aumento da produção de excedentes e de trocas, com uma divisão do trabalho entre agricultura,
pecuária e artesanato. III- Constituição da propriedade da terra e do regime de servidão coletiva nas sociedades orientais para que
as grandes construções públicas fossem realizadas sob orientação dos grupos dirigentes. Quais dentre eles apresentam efetivas
condições para tal surgimento?
a) Apenas I.
b) Apenas I e II.
c) Apenas I e III.
d) Apenas II e III.
e) I, II e III.

resposta:[E]

pergunta:O mapa a seguir apresenta a região da Mesopotâmia.

A planície do Eufrates e do Tigre não constitui, como o vale do Nilo, um longo oásis no meio do deserto. Ela tem fácil comunicação
com outras terras densamente povoadas desde tempos remotos. Por isso, a história da civilização mesopotâmica está marcada por
uma sucessão de invasões violentas e de migrações pacíficas que deram lugar a um contínuo entrecruzamento de povos e culturas.
Entre esses povos, destacam-se
a) egípcios, caldeus e babilônios.
b) fenícios, assírios e hebreus.
c) hititas, sumérios e fenícios.
d) sumérios, babilônios e assírios.
e) hebreus, egípcios e assírios.

resposta:[D]

pergunta:Entre as transformações havidas na passagem da pré-história para o período propriamente histórico, destaca-se a
formação de cidades em regiões de
a) solo fértil, atingido periodicamente pelas cheias dos rios, permitindo grande produção de alimentos e crescimento populacional.
b) difícil acesso, cuja disposição do relevo levantava barreiras naturais às invasões de povos que viviam do saque de riquezas.
c) entroncamento de rotas comerciais oriundas de países e continentes distintos, local de confluência de produtos exóticos.
d) riquezas minerais e de abundância de madeira, condições necessárias para a edificação dos primeiros núcleos urbanos.
e) terra firme, distanciada de rios e de cursos d água, com grau de salubridade compatível com a concentração populacional.

resposta:[A]

pergunta:Apoiado num oráculo favorável dado por Ashur, meu senhor, eu lutei contra eles e infrigi-lhes uma derrota. No calor da
batalha, eu pessoalmente capturei vivos os aurigas egípcios com seus príncipes e também os aurigas da Etiópia. Ataquei Ekron e
matei os oficiais e patrícios que haviam cometido o crime e pendurei seus corpos em estacas circundando a cidade. (Do Prisma de
Senaqueribe) Jaime Pinsky. "100 Textos de História Antiga." São Paulo: Global, 1980, p.125. Sobre as guerras que envolveram as
civilizações do mundo antigo, pode-se afirmar que ( ) por volta de 1750 a.C., o Egito foi dominado pelos hicsos, povo asiático de
origem semita que conseguiu impor-se por causa de novas técnicas guerreiras, como o carro de guerra e as armas de bronze. ( )
sumérios, babilônicos e assírios sucederam-se como povos hegemônicos na Mesopotâmia; posteriormente, a região caiu sob
domínio persa e macedônio. ( ) os hebreus consolidaram-se como povo comerciante e navegador: fundaram colônias em todo o
Mediterrâneo e sua política expansionista foi denominada talassocracia. ( ) as guerras Médicas, Púnicas e do Peloponeso são
indícios das tensões e dos conflitos que dividiam as civilizações da Antigüidade.

resposta:V V F V
pergunta:Entre as transformações havidas na passagem da pré-história para o período propriamente histórico, destaca-se a
formação de cidades em regiões de
a) solo fértil, atingido periodicamente pelas cheias dos rios, permitindo grande produção de alimentos e crescimento populacional.
b) difícil acesso, cuja disposição do relevo levantava barreiras naturais às invasões de povos que viviam do saque de riquezas.
c) entroncamento de rotas comerciais oriundas de países e continentes distintos, local de confluência de produtos exóticos.
d) riquezas minerais e de abundância de madeira, condições necessárias para a edificação dos primeiros núcleos urbanos.
e) terra firme, distanciada de rios e de cursos d água, com grau de salubridade compatível com a concentração populacional.

resposta:[A]

pergunta:Apoiado num oráculo favorável dado por Ashur, meu senhor, eu lutei contra eles e infrigi-lhes uma derrota. No calor da
batalha, eu pessoalmente capturei vivos os aurigas egípcios com seus príncipes e também os aurigas da Etiópia. Ataquei Ekron e
matei os oficiais e patrícios que haviam cometido o crime e pendurei seus corpos em estacas circundando a cidade. (Do Prisma de
Senaqueribe) Jaime Pinsky. "100 Textos de História Antiga." São Paulo: Global, 1980, p.125. Sobre as guerras que envolveram as
civilizações do mundo antigo, pode-se afirmar que ( ) por volta de 1750 a.C., o Egito foi dominado pelos hicsos, povo asiático de
origem semita que conseguiu impor-se por causa de novas técnicas guerreiras, como o carro de guerra e as armas de bronze. ( )
sumérios, babilônicos e assírios sucederam-se como povos hegemônicos na Mesopotâmia; posteriormente, a região caiu sob
domínio persa e macedônio. ( ) os hebreus consolidaram-se como povo comerciante e navegador: fundaram colônias em todo o
Mediterrâneo e sua política expansionista foi denominada talassocracia. ( ) as guerras Médicas, Púnicas e do Peloponeso são
indícios das tensões e dos conflitos que dividiam as civilizações da Antigüidade.

resposta:V V F V

pergunta:A respeito da sociedade fenícia podemos afirmar corretamente que:


a) a Fenícia desconhecia centralização do poder, pois era formada por cidades-estados que tinham ampla autonomia política,
econômica, religiosa e administrativa.
b) a independência política das cidades-estados fenícias foi possível, durante séculos, pelas alianças estabelecidas com os
romanos que, por sua vez, faziam frente à expansão persa.
c) os extensos vales situados entre as montanhas e o mediterrâneo possibilitaram o grande desenvolvimento da agricultura e do
pastoreio e, conseqüentemente, do comércio.
d) de todas as criações fenícias, a mais importante foi a caravela, posteriormente aperfeiçoada pelos gregos.
e) a grande e original contribuição dos fenícios para a história da civilização foi a introdução das vogais no alfabeto criado pelos
gregos e romanos, o que veio tornar a comunicação mais fácil e rápida.

resposta:[A

pergunta:Leia com atenção as afirmativas a seguir sobre as condições sociais, políticas e econômicas da Mesopotâmia. I - As
condições ecológicas explicam porque a agricultura de irrigação era praticada através de uma organização individualista. II - Na
economia da baixa Mesopotâmia, a fome e crises de subsistência eram freqüentes, causadas pela irregularidade das cheias e
também pelas guerras. III - Na Suméria, os templos e ziggurats foram construídos graças à riqueza que os sacerdotes
administravam à custa do trabalho de grande parte da população. IV - A presença dos rios Tigre e Eufrates possibilitou o
desenvolvimento da agricultura e da pecuária e também a formação do primeiro reino unificado da História. Sobre as afirmativas
anteriores, é correto afirmar:
a) I e II são verdadeiras.
b) III e IV são verdadeiras.
c) I e IV são verdadeiras.
d) I e III são verdadeiras.
e) II e III são verdadeiras.

resposta:[E]

pergunta:Os hebreus desenvolveram sua civilização no primeiro milênio antes de Cristo. A respeito dela podemos afirmar,
corretamente que:
a) a importância da história da civilização hebraica se expressa, especialmente, através da formação de um Estado centralizado.
b) a civilização hebraica apresenta traços específicos que decorrem do seu distanciamento frente às demais culturas do Oriente
Próximo.
c) a importância do estudo dos hebreus se justifica pelo monoteísmo ético que surge e se desenvolve entre eles, constituindo-se um
ponto de partida para o cristianismo e o islamismo.
d) os antigos hebreus têm como livro sagrado o Novo Testamento, que compreende vários outros livros, dentre os quais está o
Gênesis, que trata da Criação.
e) a antecedência da civilização hebraica à sumeriana explica a presença de mitos semelhantes nas duas culturas.
resposta:[C]

pergunta:Na antigüidade, aproximadamente na mesma época em que se desenvolveu a sociedade egípcia, outros povos
começaram a despontar. Sobre os aspectos da organização socioeconômica desses povos é correto afirmar: ( ) As primeiras
civilizações: Mesopotâmia, Egito, Índia e China nasceram, respectivamente, em torno do vale dos grandes rios: Tigre e Eufrates,
Nilo, Ganges e Indo e Amarelo. ( ) Nessas sociedades, onde predominava a servidão coletiva, o indivíduo explorava a terra como
membro da comunidade e servia ao Estado, proprietário absoluto dessas terras. ( ) O Estado constituía, nessas sociedades, o
principal instrumento de poder do grupo privilegiado, assegurando e ampliando o predomínio da classe burguesa. ( ) A base
econômica, dos povos dessa região, foi a agricultura. Nessas sociedades, tanto a produção agrícola quanto a artesanal estavam
sob controle do Estado. ( ) O desenvolvimento do modo de produção escravista, característica dessas sociedades, estava
intimamente relacionado ao caráter expansionista desses povos.

resposta:V V F V F

pergunta:Na antigüidade, aproximadamente na mesma época em que se desenvolveu a sociedade egípcia, outros povos
começaram a despontar. Sobre os aspectos da organização socioeconômica desses povos é correto afirmar: ( ) As primeiras
civilizações: Mesopotâmia, Egito, Índia e China nasceram, respectivamente, em torno do vale dos grandes rios: Tigre e Eufrates,
Nilo, Ganges e Indo e Amarelo. ( ) Nessas sociedades, onde predominava a servidão coletiva, o indivíduo explorava a terra como
membro da comunidade e servia ao Estado, proprietário absoluto dessas terras. ( ) O Estado constituía, nessas sociedades, o
principal instrumento de poder do grupo privilegiado, assegurando e ampliando o predomínio da classe burguesa. ( ) A base
econômica, dos povos dessa região, foi a agricultura. Nessas sociedades, tanto a produção agrícola quanto a artesanal estavam
sob controle do Estado. ( ) O desenvolvimento do modo de produção escravista, característica dessas sociedades, estava
intimamente relacionado ao caráter expansionista desses povos.

resposta:V V F V F

pergunta:

(AQUINO, Rubim, FRANCO, Denize, LOPES, Oscar. "História das sociedades: das comunidades primitivas às sociedades
medievais". Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico, 1980. p.111.) A figura representa um zigurate, monumento religioso que servia, ainda,
como armazém e oficina, podendo ser considerado um marco da Revolução Urbana na Mesopotâmia Meridional. O zigurate é uma
unidade de representação econômica e ideológica das primeiras cidades-estado compostas, dentre outras, das seguintes categorias
sociais:
a) sacerdotes - ourives - militares - comerciantes - vestais - camponeses.
b) plutocratas - lapidadores - militares - banqueiros - nobres.
c) prostitutas cultuais - príncipes - comerciantes - reis - artesãos.
d) camponeses - arrendatários - artesãos - assalariados - sacerdotes - nobres.
e) vestais - patriarcas - pastores - sacerdotes - militares.

resposta:[D

pergunta:Relacione os povos antigos assinalados na coluna 2 com os respectivos rios indicados na coluna 1. Coluna 1 1 - Azul e
Amarelo 2 - Indo e Ganges 3 - Jordão 4 - Nilo 5 - Tibre 6 - Tigre e Eufrates Coluna 2 ( ) Chineses ( ) Egípcios ( ) Hebreus ( ) Hindus (
) Mesopotâmicos A seqüência numérica correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é
a) 5 - 1 - 2 - 6 - 3.
b) 1 - 4 - 5 - 2 - 6.
c) 2 - 4 - 6 - 5 - 3.
d) 6 - 3 - 4 - 5 - 1.
e) 1 - 4 - 3 - 2 - 6.

resposta:[E]

pergunta:Ao estudarmos os povos antigos, aprendemos acerca da sua cultura, das suas práticas sociais e políticas e da sua
atividade econômica. Os fenícios, por exemplo, se destacaram pela atividade comercial e pela criação do alfabeto. ( ) A criação do
alfabeto entre os fenícios está relacionada à atividade religiosa. Esses povos nos legaram muitos documentos religiosos que
comprovam a estreita relação entre a escrita e a religião. ( ) O comércio desenvolvido pelos fenícios era terrestre. Além do mais, a
insegurança das embarcações antigas fazia com que eles privilegiassem as curtas viagens em que os riscos eram reduzidos. ( ) Os
fenícios foram considerados os maiores navegadores da Antigüidade, em razão do intenso comércio marítimo que desenvolveram.
Esta prática econômica possibilitou que dominassem amplamente a navegação de longa distância. ( ) O alfabeto fenício, em razão
de ser voltado para a atividade comercial, não teve qualquer influência entre os povos da Antigüidade. Era formado de caracteres
próprios, impossíveis de serem utilizados para as atividades cotidianas. ( ) A criação do alfabeto pelos fenícios está relacionada à
atividade comercial. A necessidade de registrar as atividades comerciais com os diferentes povos fez com que a escrita deixasse de
ser uma atividade de especialistas, como no Egito antigo.

resposta:F-F-V-F-V

pergunta:Entre os hebreus da Antigüidade, os profetas eram considerados mensageiros de Deus, lembrando ao povo as demandas
da justiça e da Lei dadas por Javé. Isaías, um dos profetas dessa época, em nome de Javé proclamou: Ai dos que decretam leis
injustas; dos que escrevem leis de opressão, para negarem justiça aos pobres, para arrebatarem o direito aos aflitos do meu povo, a
fim de despojarem as viúvas e roubarem os órfãos! (Isaías 10:1-2) Ai dos que ajuntam casa a casa, reúnem campo a campo, até
que não haja mais lugar, e ficam como únicos moradores no meio da terra! (Isaías 5:8) Esses pronunciamentos do profeta Isaías
estão ligados a uma época da história hebraica em que ocorre
a) a saída dos hebreus do Egito, sob o comando de Moisés, e o estabelecimento em Canaã, conquistando as terras dos povos que
ali habitavam.
b) a imigração para o Egito, quando os hebreus receberam terras férteis no delta do rio Nilo, por influência de José, que exercia ali o
cargo de governador.
c) a formação de uma aristocracia, que enriquecera com o comércio e com a apropriação das terras dos camponeses endividados.
d) a conquista de Jerusalém por Nabucodonosor, quando os judeus foram despojados de suas terras e deportados para a Babilônia.

resposta:[C]

pergunta:O Iraque, recentemente em guerra com os EUA e Inglaterra, já foi palco de uma grande civilização na Antigüidade, a
Mesopotâmia. Desta civilização, inserida na área do Crescente Fértil, é correto afirmar:
a) teve em Senaqueribe seu mais importante rei, que além de transformar a Babilônia num dos principais centros urbanos, elaborou
o 1.o código de leis completo, assentado nas antigas tradições sumerianas.
b) durante o governo de Nabucodonosor foram realizadas grandes construções públicas, merecendo destaque os "Jardins
Suspensos da Babilônia", considerados uma das maravilhas do Mundo Antigo.
c) Nabopalassar, que substituiu Nabucodonosor, não conseguiu manter o império, que foi conquistado por Ciro, o Grande, da
Pérsia.
d) Assurbanípal, rei dos Assírios, depois de dominar a Caldéia, mudou a capital do império para a cidade de Ur.
e) com Hamurábi, os sumerianos, vindos do planalto do Irã, fixaram-se na Caldéia e fundaram diversas cidades autônomas, como
Ur, Nínive e Babilônia.

resposta:[B]

pergunta:Na região onde atualmente se encontra o Líbano, instalou-se, no III milênio a.C., um povo semita, que passou a ocupar a
estreita faixa de terra, com cerca de 200 quilômetros de comprimento, apertada entre o mar e as montanhas. Várias razões os
levaram ao comércio marítimo, merecendo destaque sua proximidade geográfica com o Egito; a costa, que oferecia lugares para
bons portos; e os cedros, principal riqueza, usados na construção de navios. O contido nesse parágrafo refere-se ao povo
a) fenício.
b) hebreu.
c) sumério.
d) hitita.
e) assírio.

resposta:[A]

pergunta:A chamada Revolução Urbana foi antecedida pelos avanços verificados no período neolítico, a saber, a sedentarização
das comunidades humanas, a domesticação de animais e o surgimento da agricultura. Porém, há cerca de cinco mil anos ocorreram
novos avanços, quase simultaneamente, em pelo menos duas regiões do Oriente Próximo: na Mesopotâmia e no Egito. Assinale a
única alternativa que NÃO corresponde a transformações ocorridas nesse período.
a) Diversificação social: ocorreu o surgimento de uma elite social composta por sacerdotes, príncipes e escribas, diretamente ligada
ao poder político e afastada da tarefa primária de produzir alimentos.
b) Expansão populacional: verificou-se o surgimento de grandes cidades, densamente povoadas, especialmente na região
mesopotâmica.
c) Desenvolvimento econômico: a economia deixou de estar baseada somente na produção auto-suficiente de alimentos para
basear-se na manufatura especializada e no comércio externo de matérias-primas ou de manufaturados.
d) Descentralização político-econômica: o controle econômico passou a ser feito pelos poderes locais, sediados nas comunidades
aldeãs, que funcionavam como centros de redistribuição da produção.
e) Surgimento da escrita: foi uma decorrência do aumento da complexidade contábil. Serviu inicialmente para controlar as atividades
econômicas dos templos e palácios, mas depois teve profundas implicações culturais, como o surgimento da literatura.

resposta:[D]

pergunta:A região da Mesopotâmia ocupa lugar central na história da humanidade. Na Antiguidade, foi berço da civilização
sumeriana devido ao fato de
a) ser ponto de confluência de rotas comerciais de povos de diversas culturas.
b) ter um subsolo rico em minérios, possibilitando o salto tecnológico da idade da pedra para a idade dos metais.
c) apresentar um relevo peculiar e favorável ao isolamento necessário para o crescimento socioeconômico.
d) possuir uma área agriculturável extensa, favorecida pelos rios Tigre e Eufrates.
e) abrigar um sistema hidrográfico ideal para locomoção de pessoas e apropriado para desenvolvimento comercial.

resposta:[D]

pergunta:Sobre o Egito antigo, é CORRETO afirmar que:


(01) o rio Nilo foi de suma importância em vários aspectos da vida dos antigos egípcios. Não só a agricultura foi possível devido ao
seu ciclo de cheias, como também a noção de tempo cíclico, base do pensamento egípcio, levou à crença na vida após a morte.
(02) a construção das pirâmides atendia às necessidades da vida após a morte dos faraós. Esse tipo de construção foi
característica da arquitetura funerária durante todo o período do Egito antigo e só foi possível graças à enorme mão-de-obra
escrava existente desde o Antigo Reino.
(04) os egípcios antigos acreditavam em vários deuses que se relacionavam entre si e formavam seu sistema mitológico.
(08) a despeito da influência islâmica, o Egito atual mantém as mesmas crenças religiosas do Egito antigo.

resposta:01 + 04 = 05

pergunta:Na Antigüidade, durante o reinado de Ciro I (559-529 a. C.), os persas construíram um vasto império e governaram
diferentes povos, adotando uma política que respeitava as diferenças culturais e religiosas. Esse modo de proceder está
exemplificado no fato de
a) incorporarem a cultura sumeriana, especialmente os registros da nova língua semítica em caracteres cuneiformes.
b) arregimentarem entre os caldeus, após a conquista da Babilônia, os sátrapas, administradores encarregados das províncias
imperiais.
c) libertarem os judeus cativos na Babilônia, que retornaram à Palestina e reconstruíram o templo de Salomão e o culto a Iavé.
d) difundirem no Egito o culto de Ahura-Mazda, que, integrando-se às idéias religiosas egípcias, deu origem ao maniqueísmo.

resposta:[C]

pergunta:O nome do rei egípcio Amenófis IV (c.1377 a.C. - c.1358 a.C.) está ligado à reforma religiosa que substituiu o culto de
Amon-Rá por Áton e determinou o fim do politeísmo. Além do caráter religioso, essa reforma buscava:
a) limitar a riqueza e o poder político crescentes dos sacerdotes.
b) reunificar o Egito, após as disputas promovidas pelos nomarcas.
c) pôr fim às revoltas camponesas motivadas pelos cultos antropomórficos.
d) reunir a população, por meio da religião, para fortalecer a resistência aos hicsos.
e) restabelecer o governo teocrático, após o crescimento da máquina administrativa.

resposta:[A]

pergunta:"Bagdá - O famoso tesouro de Nimrud, desaparecido há dois meses em Bagdá, foi encontrado em boas condições em um
cofre no Banco Central do Iraque em Bagdá, submerso em água de esgoto, segundo informaram autoridades do exército norte-
americano. Cerca de 50 itens, do Museu Nacional do Iraque, estavam desaparecidos desde os saques que seguiram à invasão de
Bagdá pelas forças da coalizão anglo-americana. Os tesouros de Nimrud datam de aproximadamente 900 a.C. e foram descobertos
por arqueólogos iraquianos nos anos 80, em quatro túmulos reais na cidade de Nimrud, perto de Mosul, no norte do país. Os
objetos, de ouro e pedras preciosas, foram encontrados no cofre do Banco Central, em Bagdá, dentro de um outro cofre, submerso
pela água da rede de esgoto. Os tesouros, um dos achados arqueológicos mais significativos do século 20, não eram expostos ao
público desde a década de 90. Uma equipe de pesquisadores do Museu Britânico chegará na próxima semana a Bagdá para
estudar como proteger os objetos." ("O ESTADO DE SÃO PAULO". Versão eletrônica. São Paulo: 07 jun. 2003. Disponível em
www.estadao.com.br.) Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S) em relação às sociedades que se desenvolveram naquela
região na Antigüidade.
(01) A região compreendida entre os rios Tigre e Eufrates, onde hoje se localizam os territórios do Iraque, do Kweite (Kwait) e parte
da Síria, era conhecida como Mesopotâmia.
(02) Na Mesopotâmia viveram diversos povos, entre os quais podemos destacar os sumérios, acádios, assírios e babilônios.
(04) A religião teve notável influência na vida dos povos da Mesopotâmia. Entre eles surgiu a crença em uma única divindade
(monoteísmo).
(08) Os babilônios ergueram magníficas construções feitas com blocos de pedra, das quais são exemplos as pirâmides de Gisé.
(16) Os povos da Mesopotâmia, além da significativa contribuição no campo da Matemática, destacaram-se na Astronomia e entre
eles surgiu um dos mais famosos códigos de leis da Antigüidade, o de Hamurábi. (32) Muitos dos povos da Mesopotâmia possuíram
governos autocráticos. Entre os caldeus surgiu o sistema democrático de governo.

resposta:01 + 02 + 16 = 19

pergunta:Numere a coluna 1 de acordo com a coluna 2: COLUNA 1:

(1) Local em que viveu o patriarca bíblico Abraão.


(2) Mastabas e hipogeus, exemplos de arquitetura funerária.
(3) Ormuzd e Ariman - princípios do bem e do mal.
(4) Politeísmo, deuses com paixões e virtudes humanas.
(5) Sacrifícios humanos em culto a seus deuses, em especial a Moloc. (6) Condução dos espíritos dos mortos em combate a
Walhala, através das Valquírias. COLUNA 2 ( ) Suméria, sul da Mesopotâmia. ( ) Civilização grega. ( ) Civilização fenícia. ( ) Tribos
germânicas. ( ) Civilização persa. ( ) Civilização egípcia. A seqüência correta é:
a) 1; 4; 5; 6; 3; 2.
b) 4; 3; 6; 5; 2; 1.
c) 1; 4; 5; 3; 6; 2.
d) 2; 4; 1; 6; 5; 3.
e) 3; 4; 6; 5; 1; 2.

resposta:[A]

pergunta:Os hebreus construíram uma forte identidade cultural através da sua religião, desde os tempos das suas histórias mais
remotas. Em certo período, observa-se uma maior preocupação com a ética e as críticas às desigualdades sociais, por parte dos
profetas Oséias, Amós, Isaías e Miquéias. Estamos nos referindo: ( ) ao período em que Moisés tinha grande liderança política,
livrando os hebreus da dominação egípcia. ( ) à época em que os hebreus estiveram dominados pelos caldeus e construíram o
início do culto a Iavé. ( ) ao período histórico em que a religião hebraica seguiu os rituais semelhantes aos da religião persa,
cultuando o deus Mazda. ( ) ao crescimento do significado político da religião, quando ela ajudou os imperadores hebreus a
construírem seus impérios. ( ) ao período em que Iavé tornou-se Deus de todos os homens, e a religião ganhou um conteúdo ético
importante.

resposta:F - F - F - F – V

pergunta:O atual Iraque abrigou territorialmente a maior parte da Antiga Mesopotâmia ("terra entre rios") berço de ricas civilizações.
Entre essas civilizações encontram-se os sumerianos, os quais se caracterizavam por
a) apresentar uma comunidade constituída por clãs familiares independentes, onde a administração política descentralizada era
exercida pelos patriarcas das aldeias.
b) constituir um império duradouro e unificado, imune, graças a suas defesas naturais e a seus grandes exércitos, aos perigos
inerentes às migrações de sociedades nômades.
c) representar uma sociedade liderada pela oligarquia mercantil e pelos proprietários de navios, cujo poder e riqueza advinham
sobretudo do comércio e do domínio dos mares do Oriente Médio.
d) provocar uma ruptura embrionária entre a dimensão divina e a dimensão humana da figura real, dado que o "Patesi" não era o
seu próprio Deus, como no Egito, mas apenas seu representante.
e) formar um povo economicamente auto-suficiente, que não praticava relações comerciais com o exterior.

resposta:[D]

Entre os tesouros encontrados no túmulo de Tutankhamon (faraó que reinou entre 1332 e 1322 a.C.), acha-se este baixo-relevo em
ouro representando uma cena da vida privada da família real: a esposa do faraó esfregando óleo perfumado no corpo do marido.
Dos artesãos e trabalhadores em geral que produziram o túmulo e suas riquezas, não se acharam vestígios. Sobre essas figuras
anônimas, pode-se afirmar: I. Eram cidadãos do Estado teocrático egípcio e, como tais, tinham direitos semelhantes aos dos seus
reis e patrões. II. Serviram aos soberanos egípcios e garantiram a sobrevivência dos valores deles por meio de obras artísticas. III.
Eram operários das obras funerárias dos reis e aristocratas e tinham seus direitos garantidos por severa legislação do Código de
Hamurabi. IV. Eram homens e mulheres que entregavam o trabalho e a vida para que a grandeza do Estado egípcio se perpetuasse
no tempo. Está(ão) correta(s)
a) apenas I.
b) apenas I e II.
c) apenas II e IV.
d) apenas III e IV.
e) I, II, III e IV.

resposta:[C]

pergunta:No esquema a seguir, os algarismos I, II, III e IV correspondem às civilizações da Antigüidade.

Assinale a alternativa que denomina corretamente as civilizações indicadas, respectivamente, por I, II, III e IV.
a) Fenícia, Hebraica, Egípcia e Persa.
b) Egípcia, Fenícia, Persa e Hebraica.
c) Persa, Fenícia, Hebraica e Egípcia.
d) Egípcia, Persa, Fenícia e Hebraica.
e) Hebraica, Egípcia, Fenícia e Persa.

resposta:[B]

pergunta:"Bernardo conversa em rã como quem conversa em Aramaico. Pelos insetos que usa ele sabe o nome das chuvas." ("O
guardador de águas", de Manoel de Barros.) Bernardo, a personagem de "O guardador de águas", vive num território pantanoso
(provavelmente no Mato Grosso do Sul), como a região entre os rios Tigre e Eufrates, berço da civilização sumeriana. Aproximando
os dois ambientes naturais, analise as seguintes afirmações: I. Nesse espaço geográfico, as sociedades se organizam a partir do
ciclo das águas, e o tempo das cheias marca a vida econômica. II. Na antiga Mesopotâmia, o controle das cheias foi fundamental
para o desenvolvimento da agricultura e das cidades-estados. III. A paisagem aquática serve para elaborações poéticas, como
evidenciam a lenda do Dilúvio, na antiga Mesopotâmia, e a poesia de Manoel de Barros, na cultura mato-grossense. IV. Na região
do Pantanal, os fazendeiros se ajustaram às cheias e desenvolveram uma pecuária semi-extensiva, semelhante à da Campanha
Gaúcha. Está(ão) correta(s)
a) apenas I.
b) apenas II.
c) apenas I, II e III.
d) apenas III e IV.
e) I, II, III e IV.

resposta:[E]

pergunta:Cronologicamente, a Idade Antiga se estendeu desde as primeiras formas de desenvolvimento das civilizações humanas
(formação de classes sociais, Estado e divisão social do trabalho), por volta de 4000 anos antes de Cristo, até o ano de 476 d.C.,
com a queda do Império Romano do Ocidente. Sobre esse período é INCORRETO afirmar que:
a) no campo das ciências, os mesopotâmios desenvolveram a astronomia, elaborando cartas astronômicas e estudando as
diferenças entre estrelas e planetas e fixaram os doze signos do zodíaco.
b) o Zend-Avesta, o Livro dos Mortos e o Pentateuco foram textos considerados sagrados, respectivamente, pelos persas, egípcios
e hebreus.
c) os romanos assimilaram muitos aspectos da cultura dos povos vencidos, principalmente dos gregos. Dotados de notável senso
prático, souberam reelaborar essas influências, nas quais introduziram inovações que levaram à formação de uma cultura original.
d) com a criação da democracia e da filosofia, os gregos nos deram as principais bases do pensamento científico, além dos mais
importantes fundamentos da arte ocidental.
e) a civilização fenícia estruturou-se em bases agrícolas, constituindo um Estado centralizado e teocrático.

resposta:[E]

pergunta:"(...) Ea situação sempre mais ou menos / Sempre uns com mais e outros com menos / A cidade não pára, a cidade só
cresce / O de cima sobe e o de baixo desce / (...)" Este trecho da música do pernambucano Chico Science (1966-1997) e grupo
Nação Zumbi nos remete à vida em cidades, processo que passou a ser significativo na história, a partir do 4¡. milênio a.C., na
Mesopotâmia. Sobre esse processo, é correto afirmar:
a) Com o surgimento e crescimento das cidades, houve um progressivo aumento da especialização do trabalho e da igualdade
social, enfraquecendo o poder político.
b) A diminuição da produção agrícola assegurou excedentes para a manutenção de especialistas, desenvolvendo a urbanização em
cidades-Estado socialmente desiguais.
c) Apesar da urbanização e das novas tecnologias de irrigação, mantém-se um Estado de caráter exclusivamente político e que não
intervém na economia, conservando a ordem social hierarquizada.
d) A sedentarização do homem, o desenvolvimento de cidades, a especialização do trabalho e uma sociedade socialmente desigual
levaram à constituição de pólos de poder como o Templo e o Palácio.
e) Mesmo se legitimando através de conquistas militares ou como mediadores entre o mundo terreno e o mundo divino, os
soberanos separaram a esfera política da religiosa no intuito de conservar uma sociedade desigual.

resposta:[D]

pergunta:Observe atentamente as colunas a seguir sobre a História do Egito e as relacione: 1 ヘ Coluna

(1) Período Pré-Dinástico


(2) Antigo Império
(3) Médio Império
(4) Novo Império 2 ヘ Coluna ( ) expansão territorial com anexação da Etiópia, Síria e Fenícia. ( ) unificação do Alto e do Baixo Egito
efetuada pelo faraó Menés. ( ) formação dos nomos. ( ) invasão dos hicsos. A ordem que relaciona corretamente a segunda coluna,
em relação à primeira, é a seguinte:
a) 1, 2, 3, 4.
b) 3, 1, 4, 2.
c) 2, 4, 1, 3.
d) 4, 2, 1, 3.
e) 4, 3, 2, 1.

resposta:[D

pergunta:As relações entre o Estado e a religião, existentes entre os povos da Antiguidade, caracterizaram diferentes formas de
organização político-social. Sobre essas relações, é correto afirmar que
a) o politeísmo implantado pelas monarquias hebraicas restringia a concepção do rei como ser humano, tornando-o, ungido de
Deus.
b) a teocracia egípcia, concepção divina de poder, personificada no faraó como próprio Deus, limitou-se ao período do Novo
Império.
c) a monarquia teocrática, no Egito antigo, ocorria através da personificação de Deus e do Estado na figura do faraó.
d) o Código de Hamurábi era um manual de orientação espiritual, que autorizava os fiéis a fazer justiça com as próprias mãos.

resposta:[C]

pergunta:Analise a charge e o texto a seguir.

Heródoto, historiador grego do século V antes de Cristo, dizia que o Egito era um presente do Rio Nilo. Durante os meses de cheias,
suas águas inundavam as terras e as cobriam de adubos naturais. Mas isso não era o bastante, como dizia um documento
provavelmente escrito por volta do ano 2000 antes de Cristo: Desejamos a inundação, nela achamos vantagem. Mas nenhum
campo lavrado cria-se por si mesmo . De fato, eram muitas e árduas as tarefas que os camponeses tinham de realizar para criar os
campos lavrados e eram os movimentos do Nilo que regulavam suas atividades durante todo o ano. (AQUINO, Rubin; MOURA,
Maria Bernadete; AIETA, Luiza. "Fazendo a História". Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico S.A. Edição Revisada, 1993) Quanto à
relação do Nilo com o trabalho dos camponeses, é válido argumentar que os camponeses
a) podiam se ocupar com as atividades de lazer, quando o rio voltava ao seu leito e, então, o trabalho agrícola cessava.
b) precisavam construir diques, represas e canais de irrigação, para armazenar e distribuir as águas do rio para diferentes regiões.
c) semeavam e colhiam, durante os meses em que ocorriam as inundações, aproveitando-se do solo úmido, fertilizado e amolecido.
d) eram recrutados pelos faraós para o trabalho artesanal e doméstico nos palácios, durante os períodos de vazante.
e) constituíam a camada social mais privilegiada, devido à importância atribuída ao seu trabalho.

resposta:[B]

pergunta:Dentre os povos da Antigüidade Oriental, um se destacou como de exímios navegadores e excelentes comerciantes.
Eram os fenícios, cuja principal contribuição legada às civilizações posteriores foi o (a):
a) alfabeto fonético.
b) organização estatal centralizada.
c) formação de um exército e de uma marinha de guerra profissionais.
d) religião monoteísta.
e) organização política democrática.

resposta:[A

pergunta:O Império Babilônico dominou diferentes povos como os sumérios, os acádios e os assírios. Para governar povos tão
diferentes, o rei Hamurábi organizou o primeiro código de leis escritas, o Código de Hamurábi. - Se um homem acusou outro de
assassinato mas não puder comprovar, então o acusador será morto. - Se um homem ajudou a apagar o incêndio da casa de outro
e aproveitou para pegar um objeto do dono da casa, este homem será lançado ao fogo. - Se um homem cegou o olho de outro
homem, o seu próprio será cegado. Mas se foi olho de um escravo, pagará metade do valor desse escravo. - Se um escravo bateu
na face de um homem livre, cortarão a sua orelha. - Se um médico tratou com faca de metal a ferida grave de um homem e lhe
causou a morte ou lhe inutilizou o olho, as suas mãos serão cortadas. Se a vítima for um escravo, o médico dará um escravo por
escravo. - Se uma mulher tomou aversão a seu marido e não quiser mais dormir com ele, seu caso será examinado em seu distrito.
Se ela se guarda e não tem falta e o seu marido sai com outras mulheres e despreza sua esposa, ela tomará seu dote de volta e irá
para a casa do seu pai. Assinale a alternativa correta:
a) As leis aplicavam-se somente aos homens livres e que possuíssem propriedades.
b) Estabeleceu o princípio que todos eram iguais perante a lei e por isso um escravo teria os mesmos direitos que um homem livre.
c) O Código de Hamurábi representava os ideais democráticos do Império Babilônico.
d) O código tinha como princípio a "pena de talião" resumida na expressão "olho por olho, dente por dente".
e) O Código considerava a mulher propriedade do homem e sem direitos.

resposta:[D]

pergunta:Os hebreus se constituíram inicialmente em um pequeno grupo de pastores nômades, organizados em clãs, chefiados
por um patriarca. Conduzidos por Abraão, deixaram a cidade de Ur, na Mesopotâmia, e se fixaram na Palestina ("Canaã", a Terra
Prometida), por volta de 2000 a.C. Todavia, entre os povos da Antiguidade Oriental, os hebreus foram um dos que mais
influenciaram a cultura da civilização ocidental, uma vez que o cristianismo é considerado uma continuação das tradições religiosas
hebraicas. Sobre esse povo, assinale a alternativa INCORRETA.
a) As guerras geraram a unidade política dos hebreus. Esta unidade se firmou primeiro em torno de juízes e, depois, em volta dos
reis.
b) A religião foi uma das bases da cultura hebraica e sua principal característica sempre foi a crença em vários deuses, entre os
quais o principal era Jeová que, segundo a tradição, morava no monte Sinai junto a outros deuses e semi-deuses.
c) Durante o domínio romano na Palestina, o nacionalismo dos hebreus foi sufocado pelos imperadores romanos e o auge da
repressão aconteceu com a destruição do templo de Jerusalém, quando os hebreus, então, dispersaram-se por várias regiões do
mundo. Esse episódio ficou conhecido como Diáspora.
d) A Palestina era uma pequena faixa de terra que se estendia pelo vale do rio Jordão. Limitava-se ao norte com a Fenícia, ao sul,
com as terras de Judá, a leste, com o deserto da Arábia e, a oeste, com o mar Mediterrâneo.
e) Os hebreus eram um povo de origem semita, assim como os árabes.

resposta:[B]

pergunta:Observe a imagem:

A pintura egípcia pode ser caracterizada como uma arte que


a) definiu os valores passageiros e transitórios como forma de representação privilegiada.
b) concebeu as imagens como modelo de conduta, utilizando-as em rituais profanos.
c) adornou os palácios como forma de representação pública do poder político.
d) valorizou a originalidade na criação artística como possibilidade de experimentação de novos estilos.
e) elegeu os valores eternos, presentes nos monumentos funerários, como objeto de representação.

resposta:[E]

pergunta:"Subitamente, entreabria-se o quadro sonoro para irromper o coro das lamentações. Acabavam no ar, lucíolas extintas, os
derradeiros sons da harpa de David; perdia-se em ecos a derradeira antístrofe de Salomão; [...]. Clamavam as imprecações do
dilúvio, os desesperos de Gomorra; flamejava no firmamento a espada do anjo de Senaqueribe; dialogavam em concerto tétrico as
súplicas do Egito, os gemidos de Babilônia, as pedras condenadas de Jerusalém." (POMPÉIA, Raul. "O Ateneu". São Paulo: Ática,
1990. p. 37.) Sobre os hebreus e os judeus, é CORRETO afirmar que:
(01) David foi considerado o primeiro patriarca hebreu.
(02) Senaqueribe foi o rei responsável pela retirada dos hebreus de Jerusalém para a Babilônia, fato este conhecido como Êxodo.
(04) no século XX, após a Segunda Guerra Mundial, com a criação do Estado de Israel pela ONU, os judeus voltaram a se reunir
em um território.
(08) no primeiro milênio a.C., os hebreus foram retirados à força de Canaã pelos egípcios, que os levaram ao vale do rio Nilo e os
fizeram escravos. (16) o dilúvio, narrado no Antigo Testamento, provavelmente foi inspirado em um relato muito mais antigo,
conhecido pelos sumérios. (32) a construção do Templo de Jerusalém por Salomão foi um marco na centralização política dos
hebreus durante o período monárquico. (64) a religião dos hebreus não teve qualquer importância na construção da identidade
daquele povo.

resposta:4 + 16 + 32 = 52

pergunta:Os sumérios foram os primeiros habitantes da Mesopotâmia. Eles se autodenominavam "as cabeças negras" e a região
na qual habitavam denominavam de "terra de Sumer". Sobre este povo, assinale o correto.
a) Eram nômades, voltados para a guerra e a conquista de novos territórios. Ao contrário de outros povos, repudiavam o comércio,
não possuíam uma cultura definida ou uma religião organizada, com um panteão e seu ritos.
b) Oriundos de diversos grupos étnicos, vindos do deserto da Síria, começaram a penetrar aos poucos nos territórios da região
mesopotâmica em busca de terras agricultáveis. Eram conhecidos pela sua habilidade no comércio.
c) Eram sedentários. Agricultores, realizaram obras de irrigação e canalização dos rios. Construíram as primeiras cidades
fortificadas que funcionaram como cidades-estados. Utilizavam técnicas de metalurgia e a escrita.
d) Eram, sobretudo, comerciantes e artesãos. Sem nenhuma aquisição cultural significativa. Fundaram um império unitário com um
regime político único. Descendentes dos semitas, foram os primeiros a buscar uma religião monoteíta.

resposta:[C]
pergunta:"A estada dos filhos de Israel no Egito durou quatrocentos e trinta anos. No mesmo dia que findavam os quatrocentos e
trinta anos, os exércitos de Iahweh saíram do país do Egito". (Ex. 12,40). Sobre o "exílio" dos hebreus no Egito, assinale o correto.
a) Algumas tribos hebraicas deslocaram-se para a zona do delta do Rio Nilo, para fugir da grave carestia que assolou a Palestina
em meados de 1.700 a.C.
b) O povo hebreu, após inúmeros combates e disputas, foi derrotado pelos egípcios e conduzido em regime de escravidão para a
terra dos faraós.
c) Os hebreus se organizaram como mercenários e em atividades comerciais, ocupando as vias das caravanas no deserto, a
serviço do faraó egípcio.
d) Quando os "hyksos" invadiram o Egito levaram consigo algumas tribos hebraicas e arregimentaram os homens como soldados
mercenários em seus exércitos.

resposta:[A]

pergunta:Entre as principais características da Civilização Hebraica, merecem destaque especial:


a) A religião politeísta em que as figuras mitológicas de Abraão, Isaac e Jacó formavam uma tríade divina.
b) A criação de uma federação de cidades autônomas e independentes (cidades-estado) controladas por uma elite mercantil.
c) A criação de um alfabeto (aramaico) que seria incorporado e aperfeiçoado pelos egípcios, tornando-se conhecido como escrita
hieroglífica.
d) As práticas religiosas caracterizadas pela crença na existência de um único Deus (monoteísmo) e no messianismo, pois
acreditavam na vinda de um messias libertador do povo hebreu.
e) As inovações tecnológicas desenvolvidas na agricultura, possibilitando grande crescimento da produtividade agrícola na região
palestina.

resposta:[D]