Você está na página 1de 19
PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA LEI Nº 3422, DE 3 DE DEZEMBRO DE 2008 Institui o

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA

LEI Nº 3422, DE 3 DE DEZEMBRO DE 2008

Institui o Plano Municipal de Saneamento Básico destinado à execução dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário no Município de Diamantina

A Câmara Municipal de Diamantina decretou e eu, em cumprimento dos dispositivos do artigo 57, §§ 5º e 7º, da Lei Orgânica, ou seja, expirado o prazo legal para que o senhor Prefeito o fizesse, promulgo a seguinte Lei:

Art. 1º - Esta Lei institui o Plano Municipal de Saneamento Básico, nos termos do Anexo Único, destinado a articular, integrar e coordenar recursos tecnológicos, humanos, econômicos e financeiros para execução dos serviços públicos municipais urbanos de abastecimento de água e esgotamento sanitário no Município de Diamantina, em conformidade com o estabelecido na Lei Federal nº 11.445, de 05 de janeiro de 2007 e Lei Estadual nº 11.720, de 29 de dezembro de 1994.

Art. 2º - O Plano Municipal de Saneamento Básico, instituído por esta Lei, será revisto periodicamente a cada quatro anos, sempre anteriormente à elaboração do Plano Plurianual.

Parágrafo único - O Poder Executivo Municipal deverá encaminhar a proposta de revisão do Plano Municipal de Saneamento Básico à Câmara dos Vereadores, devendo constar as alterações, caso necessárias, a atualização e a consolidação do plano anteriormente vigente.

Art. 3º - A proposta de revisão do Plano Municipal de Saneamento Básico deverá ser elaborada em articulação com a prestadora dos serviços e estar em compatibilidade com as diretrizes, metas e objetivos:

I - das Políticas Estaduais de Saneamento Básico, de Saúde Pública e de Meio Ambiente;

II - dos Planos Estaduais de Saneamento Básico e de Recursos Hídricos.

§ 1º - A revisão do Plano Municipal de Saneamento Básico deverá seguir as diretrizes dos planos das bacias hidrográficas em que estiver inserido.

§ 2º - O Poder Executivo Municipal, na realização do estabelecido neste artigo, poderá solicitar cooperação técnica ao Estado de Minas Gerais.

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA Art. 4º - As revisões do Plano Municipal de Saneamento Básico

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA

Art. 4º - As revisões do Plano Municipal de Saneamento Básico não poderão ocasionar inviabilidade técnica ou desequilíbrio econômico-financeiro na prestação dos serviços delegados,

na prestação dos serviços delegados, CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS GERAIS

CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS GERAIS

devendo qualquer acréscimo de custo, ter a respectiva fonte de custeio e a anuência da prestadora.

Parágrafo único - No caso de descumprimento do estabelecido no caput deste artigo a prestadora dos serviços fica obrigada a cumprir o Plano Municipal de Saneamento Básico em vigor à época da delegação, nos termos do art. 19, § 6º, da Lei Federal nº 11.445,de 05 de janeiro de 2007.

Art. 5º - Será cobrada tarifa básica, no valor de R$ 5,76 (cinco reais e setenta e seis centavos) de todos os usuários dos serviços públicos municipais de abastecimento de água e esgotamento sanitário que consumirem até 6m 3 (seis metros cúbicos) de água por mês, de que trata esta Lei e a Lei n.º 3284, de 14 de novembro de 2007.

Art. 6º -

Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Diamantina (MG), 3 de dezembro de 2008.

Ver. Dijalma Coelho

Presidente

Ver. Miguel Pontes

2º Secretário

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS GERAIS PLANO MUNICIPAL DE

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS GERAIS PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO

CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS GERAIS

PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO

1

INTRODUÇÃO

O presente trabalho constitui o Plano Municipal de Saneamento do município de Diamantina/MG abrangendo a Sede do Município, os Distritos de Senador Mourão, Inhaí e São João da Chapada Conselheiro Mata, Extração, Guinda, Mendanha, Sopa, Desembargador Otoni, Planalto de Minas e os povoados de Morrinhos e Maria Nunes.

Foi elaborado a partir de levantamentos de campo realizados pela Secretaria Municipal de Saúde, com o apoio da equipe técnica da COPASA Serviços de Saneamento Integrado do Norte e Nordeste de Minas Gerais S.A. – COPANOR, procurando-se definir critérios para implementação de políticas públicas que promovam a universalização do atendimento e a eficácia das intervenções propostas.

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA Prevê-se a implantação de instrumentos norteadores de planejamento relativos a

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA

Prevê-se a implantação de instrumentos norteadores de planejamento relativos a ações que envolvam a racionalização dos sistemas existentes, obtendo-se o maior benefício ao menor custo. Com isso, espera-se aumentar os índices de satisfação da população e contribuir para a redução das desigualdades sociais existentes na região.

Na priorização das ações foram consideradas a otimização na aplicação dos recursos e a

necessidade de responder ao desafio de oferecer um serviço público de qualidade.

2 DIAGNÓSTICO DA SITUAÇÃO

2.1 Sistema de Abastecimento de Água

2.1.1 Sede Municipal

A sede do município possui uma população estimada em 37.249 habitantes, sendo o índice de atendimento de 100% em relação ao abastecimento de água. As principais atividades econômicas são o turismo e o comércio e há uma tendência de crescimento na direção sul e sudeste.

No que diz respeito ao abastecimento de água a sede do município conta com sistema

público operado pela COPASA em regime contínuo.

O sistema

características:

de

abastecimento

contínuo. O sistema características: de abastecimento Captação : - Superficial: de água da sede municipal

Captação:

-

Superficial:

de

água

da

sede

municipal

possui

as

seguintes

CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS GERAIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA a) Ribeirão das Pedras – tomada direta em barragem de nível

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA

a) Ribeirão das Pedras – tomada direta em barragem de nível com adução de 54,0 l/s por gravidade até a ETA. Estação elevatória de água bruta (Ponte Ribeirão das Pedras): 8,0 l/s – Potência 1

x 5 cv

Estação elevatória de água bruta (Barraginha Ribeirão das Pedras): 8,0 l/s – Potência 1 x 5 cv

b) Córrego Perpétua - Tomada direta em barragem de nível com adução de 15,0 l/s por

gravidade até a estação elevatória de água bruta Perpétua onde a água é recalcada para

a estação de tratamento de água através de dois conjuntos motobombas de 100 cv e adutora de água bruta DN 125 e DN 150, com extensão de 4.307m. - Subterrânea:

02 poços profundos com vazão total de 6,0 l/s, que abastecem os Bairros Cidade Nova, com conjunto motobomba com potência 4,0 cv e parte do Rio Grande com potência de 12,5 cv. Tratamento: Estação de tratamento de água convencional, com capacidade para 79,4 l/s. Trabalha atualmente 23 horas/dia com vazão média de 72,0 l/s; Elevatórias de Água Tratada:

1. EAT 1 (ETA): 2 x 125 cv

2. EAT Matriz: 2 x 40 cv

3. EAT Bela Vista/linha: 2 x 15 cv

4. EAT Bela Vista: 2 x 2 cv

5. EAT Casas Populares: 2 x 1,5 cv

6. EAT (Booster Rio Grande): 2 x 5 cv

Reservação: Possui 09 reservatórios com capacidade total de 2.680 m³; Distribuição: 108.541 m em tubos de PVC, DEFOFO e FºFº com diâmetros variando de 25 a 150 mm. Ligações prediais: 10.226 unidades.

Obras em andamento

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA Encontra-se em construção uma nova captação no rio Pardinho, onde será

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA

Encontra-se em construção uma nova captação no rio Pardinho, onde será captada a vazão de 66 l/s utilizando uma balsa e duas elevatórias de água bruta, sendo:

uma balsa e duas elevatórias de água bruta, sendo: CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS

CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS GERAIS

Balsa: 3 x 50 cv

EAB 2: 3 X 125 cv

EAB 3: 3 X 125 cv

Adutora de água bruta: 3612 m FºFº DN 250 e 5123 m DEFOFO DN 200 e 7758m

DEFOFO DN 250. Elevatórias de Água Tratada em construção:

1. EAT Bela Vista: 2 x 20 cv

2. EAT Casas Populares: 2 x 15 cv

A capacidade de tratamento da ETA será ampliada para 120 l/s.

Os sistemas de abastecimento de água nas comunidades rurais são dotados das seguintes infra-estruturas:

2.1.2 CONSELHEIRO MATA

.

Captação em Poço Profundo

.

600m de adutora de água bruta em tubos PVC DN 50mm

.

posto de cloração com bomba dosadora

.

reservatório ferrocimento apoiado com capacidade para 50,0m3

.

3.162m de rede de distribuição em tubos PVC DN 50mm

. 118 ligações prediais de água Índice de atendimento: 100%

2.1.3 EXTRAÇÃO

.

captação em barragem com tomada d`água direta e por gravidade

.

600m de adutora de água bruta em tubos de PVC DN 75mm

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA . Estação de Tratamento de Água com capacidade para 1,5 l/s

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA

.

Estação de Tratamento de Água com capacidade para 1,5 l/s

.

Reservatório em fibra de vidro apoiado com capacidade para 20M³

.

418m de adutora de água tratada em tubos PVC DN 75mm

.

2.072m de rede de distribuição tratada em tubos PVC DN 50mm

. 138 ligações prediais de água Índice de atendimento: 100%

2.1.4 GUINDA

.

captação em poço profundo

.

posto de cloração com venturi

em poço profundo . posto de cloração com venturi CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS

CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS GERAIS

.

2.100m de rede de distribuição em tubos PVC DN 50mm

.

191 ligações prediais de água

-

Índice de atendimento: 98%

2.1.5 MENDANHA

.

captação em Poço Profundo

.

1.249m de adutora de água bruta em tubos PVC DN 100mm

.

posto de cloração com bombas dosadoras

.

Reservatório de metálico elevado com capacidade para 55M³

.

Construção de 4.254m de rede de distribuição em tubos PVC DN 50mm

.

Execução de 235 ligações prediais de água

-

Índice de atendimento: 100%

2.1.6

MORRINHOS

.

captação em Poço Profundo

.

posto de cloração com venturi

.

Reservatório apoiado em fibra de vidro com capacidade para 20M³

.

318m de rede de distribuição em tubos PVC DN 50mm

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA . 16 ligações prediais de água - Índice de atendimento: 100%

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA

. 16 ligações prediais de água

- Índice de atendimento: 100%

2.1.7 SÃO JOÃO DA CHAPADA

.

captação em 02 Poços Profundos

.

694m de adutora de água bruta em tubos PVC DN 100mm

.

Posto de cloração com bombas dosadoras

.

02 Reservatório metálico apoiado com capacidade para 40,0M³ cada

.

4.259m de rede de distribuição em tubos PVC DN 50mm

.

480 ligações prediais de água

-

Índice de atendimento: 100%

2.1.8 SOPA

.

Captação em Poço Profundo

.

Posto de cloração com bombas dosadoras

.

Reservatório metálico elevado 5,0M³

.

1.528m de adutora de água bruta

elevado 5,0M³ . 1.528m de adutora de água bruta CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS

CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS GERAIS

.

4.854m de rede de distribuição em tubos PVC DN 50mm

.

180 ligações prediais de água

-

Índice de atendimento: 100%

2.1.8 DESEMBARGADOR OTONI

.

Captação em 2 poços profundos

.

300m de adutora de água bruta em tubos PVC DN 50mm

.

01 Reservatório metálico elevado com capacidade para 5,0M³ e 01 reservatório

ferrocimento apoiado com capacidade para 100,0M³

.

Estação Elevatória de Água Tratada com 02 conjuntos motobomba de 12,5 cv

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA . 2.790m de rede de distribuição em tubos PVC DN 50mm

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA

.

2.790m de rede de distribuição em tubos PVC DN 50mm

.

331 ligações prediais de água

-

Índice de atendimento: 97%

2.1.10

INHAÍ

.

Captação em 2 Poços Profundos e uma barragem de nível no alto da serra

.

715m de adutora de água bruta em tubos de PVC diâmetros de 100mm

.

02 Reservatórios elevados metálicos apoiados com capacidade para 40,0M3 cada

.

Estação Elevatória de Água Tratada com 02 conjuntos motobomba de 4 cv

.

730m de Adutora de Água Bruta em tubos PVC DN 100mm

.

Posto de cloração com bombas dosadoras

.

1.678m de rede de distribuição em tubos PVC DN 50mm

.

615 ligações prediais de água

-

Índice de atendimento: 100%

2.1.11 PLANALTO DE MINAS

.

Captação em Poço Profundo

.

1.135m de Adutora de Água Bruta em tubos PVC DN 75mm

.

02 Reservatório sendo 01 Elevado Metálico 30M³ e 01 apoiado em concreto 20M3

.

Posto de cloração com bomba dosadora

.

4.555m de rede de distribuição em tubos PVC DN 50mm

.

256 ligações prediais de água

-

Índice de atendimento: 98%

prediais de água - Índice de atendimento: 98% 2.1.12 SENADOR MOURÃO CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA

2.1.12 SENADOR MOURÃO

CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS GERAIS

.

Captação em uma barragem de nível

.

413m de Adutora de Água Bruta em tubos PVC DN 100mm

.

04 Resevatórios, sendo 02 elevados metálicos 10M³ e 02 apoiados em concreto com

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA capacidade para 50,0M3, reservação total de 120,0M3 . 2 booster com

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA

capacidade para 50,0M3, reservação total de 120,0M3

.

2 booster com 02 conjuntos motobomba de 2 e 3,0cv

.

Estação de Tratamento de Água em Ferrocimento 8 l/s

.

1.244m de rede de distribuição em tubos PVC DN 50mm

. 1018 ligações prediais de água - Índice de atendimento: 97%

2.1.12 MARIA NUNES

.

Captação em poço profundo

.

1.296m de adutora de água bruta em tubos de PVC DN 50mm

.

1 Estação de Tratamento de Água pré-fabricada em fibra de vidro, vazão 1,5 l/s.

.

152 ligações prediais de água

.

3.579m de rede de distribuição em tubos PVC DN 50mm

. Índice de atendimento: 100%

2.2.1 Sistema de Esgotamento Sanitário

2.2.2 Sede municipal

Quanto à coleta de esgotos a sede municipal conta com sistema público operado pela Copasa, sendo o índice de atendimento de 78%.

Ligações prediais: 8.035 ligações em tubos de PVC e manilhas cerâmicas DN 100 mm. Redes Coletoras: 68.003 m em tubos de PVC e manilhas cerâmicas DN 100 e

150.

Tratamento: Inexistente. Esgoto lançado sem tratamento nos pequenos cursos d’água que correm nos fundos de vale de todo perímetro urbano.

Obras em andamento. A ampliação do sistema de esgotamento sanitário constará de:

Redes Coletoras: 37.000 metros

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA Interceptores: 10.000 metros CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS GERAIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA

Interceptores: 10.000 metros

MUNICIPAL DE DIAMANTINA Interceptores: 10.000 metros CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS GERAIS

CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS GERAIS

Estações Elevatórias de Esgoto: 04 unidades

Estações Elevatórias de Esgoto Final: 01 unidade

Linha de Recalque: 2.500 metros

Emissário Final: 1.000 metros

Estação de Tratamento de Esgoto: 01 unidade

Serão construídos 01 tratamento preliminar, 3 Reatores Anaeróbios de Fluxo Ascendente,

2 Reatores Aeróbios de Fluxo Ascendente, sistema de desinfecção com Ultravioleta, leitos

de

secagem e emissário final.

Ligações Prediais: 3.800 ligações

A

principal deficiência do sistema de esgotamento sanitário á a falta de tratamento dos

efluentes, o que será solucionado após a conclusão das obras em andamento.

2.2.2 CONSELHEIRO MATA

O Sistema de Esgotamento Sanitário de Conselheiro Mata é composto de ligações prediais

padronizadas, redes coletoras, estação elevatória e uma estação de tratamento de esgotos. O índice de atendimento é de 95%.

2.2.3 EXTRAÇÃO

O Sistema de Esgotamento Sanitário de Extração é Estático, todos os moradores possuem

instalações sanitárias adequadas.

2.2.4 GUINDA

O Sistema de Esgotamento Sanitário de Guinda é composto de ligações prediais

padronizadas, estação elevatória de esgotos, redes coletoras e uma estação de tratamento de esgotos. O índice de atendimento é de 70%.

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA 2.2.5 MENDANHA O Sistema de Esgotamento Sanitário de Guinda é composto

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA

2.2.5 MENDANHA

O Sistema de Esgotamento Sanitário de Guinda é composto de ligações prediais

padronizadas, 02 estações elevatórias de esgoto, redes coletoras e uma estação de tratamento de esgotos.O índice de atendimento é de 98%.

2.2.6 MORRINHOS

O Sistema de Esgotamento Sanitário de Morrinhos é Estático, todos os moradores

possuem instalações sanitárias adequadas.

os moradores possuem instalações sanitárias adequadas. CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS GERAIS

CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS GERAIS

2.2.7 SÃO JOÃO DA CHAPADA

O Sistema de Esgotamento Sanitário de São João da Chapada é composto de ligações

prediais padronizadas, estação elevatória de esgoto, redes coletoras, rede interceptora e duas estações de tratamento de esgotos.O índice de atendimento é de 96%.

2.2.8 SOPA

O Sistema de Esgotamento Sanitário de Sopa é Estático, todos os moradores possuem

instalações sanitárias adequadas.

2.2.9 DESEMBARGADOR OTONI

O Sistema de Esgotamento Sanitário de Desembargador Otoni é composto de ligações

prediais padronizadas, redes coletoras, rede interceptora e uma estação de tratamento de esgotos.O índice de atendimento é de 70%.

2.2.10 INHAÍ

prediais

padronizadas, redes coletoras, rede interceptora e uma estação de tratamento de esgotos.O índice de atendimento é de 97%.

O Sistema

de

Esgotamento

Sanitário

de

Inhaí

é

composto

de

ligações

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA 2.2.11 PLANALTO DE MINAS O Sistema de Esgotamento Sanitário de Planalto

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA

2.2.11 PLANALTO DE MINAS

O Sistema de Esgotamento Sanitário de Planalto de Minas é composto de ligações

prediais padronizadas, redes coletoras, rede interceptora emissário e uma estação de tratamento de esgotos. O índice de atendimento é de 60%.

2.2.12 SENADOR MOURÃO

O Sistema de Esgotamento Sanitário de Senador Mourão é composto de ligações prediais padronizadas, estação elevatória de esgoto, redes coletoras, rede interceptora emissário e uma estação de tratamento de esgotos. O índice de atendimento é de 60%.

2.2.13 MARIA NUNES

O Sistema de Esgotamento Sanitário de Sopa é Estático, todos os moradores possuem

instalações sanitárias adequadas.

os moradores possuem instalações sanitárias adequadas. CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS GERAIS 3

CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS GERAIS

3 IMPACTOS SOBRE O ESTADO DE SAÚDE DA POPULAÇÃO

Os dados obtidos junto a Secretaria Municipal de Saúde foram essenciais para a análise objetiva da situação sanitária local, assim como para a tomada de decisões e para a programação das ações de saneamento básico. A busca de medidas do estado de saúde da

população reflete a preocupação da Prefeitura com a situação local, principalmente no que

se refere ao acesso a serviços, às condições de vida e aos fatores ambientais.

Neste sentido, um dos indicadores oficiais utilizados pela Prefeitura foi a componente longevidade do Índice de Desenvolvimento Humano – IDH, publicado pelo IBGE, que mede a expectativa de vida da população. No caso específico do município de Diamantina/MG o IDH-Longevidade 0,728 é inferior ao de outros municípios do mesmo

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA porte como Andradas – 0,851, Arcos – 0,825 e Bom Despacho

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA

porte como Andradas – 0,851, Arcos – 0,825 e Bom Despacho – 0,786. Outro indicador utilizado foi o componente renda do IDH, que no caso do município de Diamantina também deixa a desejar, se comparado com o dos mesmos municípios acima, é de 0,668 contra 0,755 em Andradas, 0,705 em Arcos e 0,729 em Bom Despacho.

Quanto à saúde da população, as informações obtidas junto à Secretaria Municipal de Saúde, indicam um elevado número de internações e atendimentos hospitalares devido a doenças infecto-contagiosas de veiculação hídrica e refletem a vulnerável situação sanitária local, conseqüência da precariedade dos serviços públicos de saneamento básico.

4 OBJETIVOS E METAS

Visando a oferta de serviços públicos de qualidade, foram estabelecidas as seguintes metas:

a) Garantir o abastecimento de água a 100% da população, em um prazo máximo de 4 (quatro) anos, para as seguintes localidades:

Sede do município;

Conselheiro Mata;

Extração;

Guinda;

Mendanha;

Morrinhos;

Extração; Guinda; Mendanha; Morrinhos; São João da Chapada; CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA

São João da Chapada;

CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS GERAIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA Sopa; Desembargador Otoni; Inhaí; Planalto de Minas; Senador Mourão;

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA

Sopa;

Desembargador Otoni;

Inhaí;

Planalto de Minas;

Senador Mourão;

Maria Nunes.

b) Garantir a oferta de serviços de coleta e tratamento de esgotos sanitários a 100% da população, em um prazo máximo de 04 anos, para a sede municipal e para as localidades de Conselheiro Mata, Guinda, Mendanha, São João da Chapada, Desembargador Otoni, Inhaí, Planalto de Minas e Senador Mourão.

5 PROGRAMAS, PROJETOS E AÇÕES

De forma a atingir as metas estabelecidas, propõe-se a elaboração de projetos visando à adequação e/ou implantação dos sistemas existentes, compreendendo:

- Sistemas de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário:

a) Sede do Município:

Água: O sistema de abastecimento de água está operando 23h por dia, ou seja, quase em sua capacidade máxima, não comportando assim a demanda gerada pelo crescimento da cidade, desta forma, a Prefeitura Municipal deverá acompanhar o andamento das obras que estão sendo implantadas pela Copasa - Companhia de Saneamento de Minas Gerais S.A., concessionária dos serviços públicos de abastecimento de água e esgotamento sanitário, visando garantir o abastecimento de água da cidade.

Esgoto: A Prefeitura Municipal acompanhará as obras que estão sendo implantadas pela Copasa - Companhia de Saneamento de Minas Gerais

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA S.A., concessionária dos serviços públicos de abastecimento de água e esgoto,

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA

S.A., concessionária dos serviços públicos de abastecimento de água e esgoto, visando

públicos de abastecimento de água e esgoto, visando CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS GERAIS

CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS GERAIS

garantir que os esgotos da cidade sejam encaminhadas à ETE – Estação de Tratamento de Esgoto e assim, possa despoluir os corpos d`água da cidade.

b) Distritos de Senador Mourão, Inhaí e São João da Chapada e localidades de Conselheiro Mata, Extração, Guinda, Mendanha, Morrinhos, Sopa, Desembargador Otoni, Planalto de Minas e Maria Nunes.

Água e Esgoto: As obras para os sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário em todas as localidades foram concluídas pelo programa Proágua Semi-árido e Projeto Piloto Vida no Vale, desta forma, A Prefeitura Municipal deverá negociar com o Governo do Estado para que a Copasa Serviços de Saneamento Integrado do Norte e Nordeste de Minas Gerais S.A.- Copanor, opere estes sistemas.

- Proteção e conservação de Mananciais

- A prefeitura municipal elaborará, juntamente com a Copasa – Companhia de Saneamento de Minas Gerais S.A. e Copasa Serviços de Saneamento Integrado do Norte e Nordeste de Minas Gerais S.A. - Copanor, um plano de proteção e conservação dos mananciais do município, de forma a proteger os mananciais de abastecimento disponíveis.

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA 6 MECANISMOS DE AVALIAÇÃO SISTEMÁTICA Prevê-se a avaliação sistemática dos

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA

6 MECANISMOS DE AVALIAÇÃO SISTEMÁTICA

Prevê-se a avaliação sistemática dos programas, projetos e ações propostos, consubstanciada na elaboração de relatórios periódicos que meçam a sua eficiência e eficácia ao longo do tempo, estruturando-se e implantando-se os seguintes indicadores:

- Freqüência de análise da qualidade da água Objetivo: atender aos padrões de potabilidade do Ministério da Saúde no aspecto de freqüência de análise da água distribuída;

- Qualidade físico-química da água distribuída Objetivo: mostrar a qualidade físico-química da água distribuída ao usuário do sistema de abastecimento em cada ponto de coleta do município;

- Qualidade microbiológica da água distribuída

- Qualidade microbiológica da água distribuída CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS GERAIS

CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS GERAIS

Objetivo: mostrar a qualidade microbiológica da água distribuída ao usuário do sistema de abastecimento de água do município;

- Índice de perdas do sistema Objetivo: mostrar o índice de perdas do sistema de abastecimento de água do município;

- Atendimento a solicitações de serviços Objetivo: mostrar o percentual de serviços de água e esgoto atendidos fora do prazo previamente estabelecido.

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA - Análise da qualidade da água dos mananciais Objetivo: mostrar o

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA

- Análise da qualidade da água dos mananciais Objetivo: mostrar o nível de sólidos em suspensão, quantidade de produtos remanescentes da utilização de agrotóxicos e remanescentes da atividade industrial ou mineradora presentes na água e quantidade de matéria orgânica.

7

INTERAÇÕES RELEVANTES COM OUTROS INSTRUMENTOS

7.1

Comitê de manejo de bacias hidrográficas

Como não existem planos de manejo das bacias hidrográficas, este Plano Municipal de Saneamento procurou contemplar algumas ações especificas como propor a elaboração do plano de proteção e conservação dos mananciais e estabelecer as metas para os sistemas de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgotos, visando garantir um esquema mínimo de segurança no abastecimento de água à população. Estas ações deverão ser mantidas até que sejam constituídos os Comitês de Bacias Hidrográficas locais, fórum adequado para discussão de um planejamento sobre a utilização sustentável dos recursos hídricos no âmbito dessas bacias.

7.2 Plano Diretor de Desenvolvimento do Município Como não existe Plano Diretor, é de extrema relevância a observação das seguintes diretrizes nas ações do executivo municipal para o alcance dos objetivos deste Plano:

Coibir a ocupação desordenada das bacias que cortam o município por loteamentos clandestinos, granjeiros, mineradoras ou indústrias, evitando-se, dessa forma, o lançamento de efluentes diretamente nos mananciais;

o lançamento de efluentes diretamente nos mananciais; CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS GERAIS

CÂMARA MUNICIPAL DE DIAMANTINA ESTADO DE MINAS GERAIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA Considerar a disponibilidade ou facilidade de implantação dos serviços de saneamento

PREFEITURA MUNICIPAL DE DIAMANTINA

Considerar a disponibilidade ou facilidade de implantação dos serviços de

saneamento ao elaborar projetos urbanísticos;

Coibir a construção de imóveis clandestinos nas proximidades das margens

dos mananciais que cortam a cidade, de modo a permitir a construção futura

de interceptores de esgotos;

Quando da elaboração do Plano Diretor de Desenvolvimento do município, este deverá

considerar o conteúdo do presente Plano de Saneamento. Caso sejam necessárias

mudanças neste Plano, deverá ser consultada a operadora dos serviços de água e

esgotamento sanitário.

8 REVISÕES

Este Plano Municipal de Saneamento deverá ser revisado no prazo máximo de 04(quatro)

anos ou sempre que se fizer necessário.

Diamantina (MG), 3 de dezembro de 2008.

Ver. Dijalma Coelho Presidente da Câmara Municipal