Você está na página 1de 122

Traduzido do Francês para o Português - www.onlinedoctranslator.

com
Omraam Mikhaël Aïvanhov

Harmonia e saúde
6eedição

coleção Izvor
Nº 225

EDIÇÕES PROSVETA
© Edições Prosveta SA
BP12 - 83601 Frejus
Cedex (França)
ISSN 0290-4187
ISBN 2-85566-428-4
Sendo o ensinamento do Mestre Omraam Mikhaël Aïvanhov
estritamente oral, este trabalho, dedicado a um tema escolhido, foi
escrito a partir de palestras improvisadas.
Conteúdo

1. O ESSENCIAL, VIDA
2. MUNDO DE HARMONIA
3. HARMONIA E SAÚDE
4. AS BASES ESPIRITUAIS DA MEDICINA
5. RESPIRAÇÃO E NUTRIÇÃO
6. RESPIRAÇÃO
I. Seus efeitos na saúde
II. Como se misturar à harmonia cósmica
7. NUTRIÇÃO NOS DIFERENTES PLANOS
8. COMO SE TORNAR INCANSÁVEL
9. CULTIVAR O CONTEÚDO
1
O ESSENCIAL, A VIDA

eu

No começo há vida. Observe as criaturas: antes de tudo elas têm


vida, e só muito mais tarde elas conseguem mais ou menos sentir,
pensar, agir efetivamente.

Vida... esta palavra resume todas as riquezas do universo que estão


aí, indiferenciadas, desorganizadas, esperando que uma força venha
e as ordene e as coloque para funcionar. Assim, na palavra "vida"
estão incluídos todos os desenvolvimentos futuros. Numa célula,
todos os órgãos que um dia vão aparecer já estão potencialmente
contidos ali, como numa semente que deve ser plantada, regada,
cuidada para que dê frutos. Então, depois de um tempo, como a
semente, desse magma, desse caos, dessa realidade indeterminada
que é a vida, tudo começa a sair e tomar forma.

É assim que surgiram os órgãos que possuímos agora, e muitos


mais aparecerão no futuro... Uma vez que o corpo físico é feito à
imagem do corpo astral, o corpo astral é a imagem do corpo mental e
assim até o plano divino, como temos cinco sentidos no plano físico,
também temos cinco sentidos no plano astral e no plano mental: tato,
paladar, olfato, audição, visão... Esses órgãos ainda não são
desenvolvido nos outros planos,
mas eles estão lá, esperando o momento de aparecer. Quando eles
forem formados, teremos possibilidades incríveis de ver, cheirar,
ouvir, saborear, agir, movimentar. A vida, o ser vivo, a célula viva, o
microrganismo contêm todas as possibilidades de desenvolvimento,
mas ainda são necessários milhares de anos para que se manifestem
plenamente. Este é o mistério, o esplendor da vida.

Observe os humanos: eles trabalham, brincam, correm para a


direita e para a esquerda, ocupam-se de todos os tipos de ocupações,
e durante esse tempo sua vida enfraquece, declina, porque não se
importam com 'ela'. Eles pensam que, já que têm vida, podem usá-la
para obter tudo o que desejam: riquezas, prazeres, conhecimento,
glória... Então desenham, desenham... .e quando não têm mais nada,
são obrigados a interromper todas as suas atividades. Não faz
sentido agir assim, porque se você perder sua vida, você perde tudo.
O principal é a vida e, portanto, devemos protegê-la, purificá-la,
santificá-la, eliminar o que a impede ou a bloqueia, porque graças a
ela obtemos saúde, força, beleza. , poder, inteligência.

Na palestra sobre as cinco virgens sábias e as cinco


virgens tolas[1], eu expliquei a vocês que o óleo de que Jesus falou é o
símbolo da vida. Quando o homem não tem mais uma gota de vida,
sua lâmpada se apaga e ele morre. O petróleo tem sua
correspondência em todas as áreas: para as plantas, é a água; para
todas as criaturas terrestres é ar, mas para os seres humanos é
especialmente sangue; para negócios, é ouro ou prata; para um
carro, gasolina, etc.

A vida é a matéria primordial, o reservatório do qual brotam a cada


dia novas criações que terão
ramificações infinitas. A partir dessa vida indiferenciada e
inexpressiva que existe como mera possibilidade, a mente cria
constantemente novos elementos, novas formas...

Mas as pessoas cuidam de tudo menos da vida: se pensassem


primeiro na vida, em guardá-la, em protegê-la, em conservá-la na
maior pureza, teriam cada vez mais possibilidades de obter aquilo
que desejam, porque é esta luz , iluminada, intensa vida que pode
dar-lhes tudo. Como não têm essa filosofia, desperdiçam a vida,
pensam que, como estão vivos, tudo lhes é permitido. Todos dizem a
si mesmos: "Enquanto eu tiver vida, algo deve ser feito com ela..."
Mas quantos conseguem alcançar o que desejam? Muito poucos, a
maioria saqueou tudo. É preciso, portanto, de agora em diante, ter
outra filosofia, saber que a maneira como você pensa já age sobre
sua vida, sobre suas reservas, sobre a quintessência de seu ser e que,
se você pensar mal, estraga tudo.

Tomemos um exemplo: um menino que tem um pai muito rico, vai


à escola, trabalha e o pai lhe dá subsídios. Mas agora o filho começa a
fazer coisas estúpidas e a desperdiçar em toda sorte de diversões o
dinheiro que seu pai lhe dá; o pai então corta sua comida, não lhe dá
mais nada... Qual é a culpa do filho? Ele cometeu a maior falta que é
comprometer sua própria vida, isto é, as condições, as energias e as
correntes das quais o dinheiro é aqui o símbolo. E nós, se fizermos a
mesma coisa usando e abusando de nossa existência como bem
entendemos, permitindo-nos transgredir todas as leis, esgotamos
nossas reservas e caímos na miséria, talvez não na miséria material,
física, mas interior. miséria. A vida é a única riqueza que existe, e
seja qual for o nome que lhe seja dado: riqueza, subsídios, petróleo,
energias, quintessência, dá no mesmo, porque a palavra “vida” pode
ser substituída por todos estes termos.
Mas nesta vida, os humanos desperdiçam seu tempo perseguindo
aquisições que não são tão importantes quanto a própria vida.
Trabalham durante anos para satisfazer as suas ambições e
encontram-se um dia tão exaustos, tão cansados, que se pesarmos o
que obtiveram e o que perderam, percebemos que perderam tudo
para ganhar muito pouco. Mas as pessoas são assim: estão dispostas
a perder tudo, porque nunca lhes ensinaram que é mais importante
ter saúde e felicidade - mesmo que você não tenha mais nada - do
que ganhar riquezas que não podem desfrutar porque se esgotaram
perseguindo-os. Um provérbio diz: “Melhor um cão vivo do que um
leão morto”. Mas muitos preferem ser leões mortos...

É, portanto, a verdadeira filosofia que está faltando. Desde a


infância, os humanos devem ser ensinados a não desperdiçar sua
vida para dedicá-la a um propósito sublime; pois é então que a vida se
enriquece, que aumenta em força e intensidade, exatamente como
um capital que se faz frutificar. Você colocou esse capital em um
banco acima, e então ao invés de ser desperdiçado, desperdiçado, ele
aumenta, e como você é mais rico, você tem a possibilidade de se
instruir melhor, de trabalhar melhor. Enquanto se entrega aos
prazeres, às emoções, às paixões, você desperdiça sua vida, porque
tudo o que você obtém tem que pagar por isso, e é com sua vida que
você paga por isso. Você nunca consegue nada sem sacrificar algo.
Como se diz na França: não se faz omelete sem quebrar os ovos. Mas
eu te digo que sim, você pode fazer uma omelete sem quebrar os
ovos. eu
conheça o segredo: coloque seu capital em um banco acima, e
quanto mais você trabalha, mais forte e mais poderoso você se torna.
Sim, em vez de enfraquecer você, você se fortalece porque novos
elementos estão constantemente engolindo você para substituir
aqueles que você perdeu. Mas para isso você deve colocar seu
"dinheiro", seu "capital" em um banco celestial...

Por isso é tão importante que você saiba para que está trabalhando
e para quem, pois dependendo do caso, suas energias vão nessa ou
naquela direção. Se aquele para quem você trabalha é seu pai,
simbolicamente falando, você não só perde nada, mas ganha. Então,
o mais importante é saber a que você dedica sua força, em que
direção você está trabalhando porque seu futuro depende disso: você
fica mais pobre ou fica mais rico.

Inconscientemente, a maioria das pessoas trabalha para um


inimigo escondido dentro de si que as despoja, as empobrece. Um
verdadeiro espiritualista é mais inteligente, trabalha e gasta todas as
suas energias por alguém que é ele mesmo, e vence. Isso é
inteligência: saber ficar rico e não ficar mais pobre. E não é pessoal,
não é egoísta, pelo contrário.

Você decide, por exemplo, não trabalhar para você, mas para a
comunidade... Sim, mas como você está vinculado a essa
comunidade, você faz parte dessa comunidade, quando a
comunidade melhora, fica mais bonita, isso recai sobre cada um
indivíduo na comunidade e, portanto, em você também. Você ganha
porque colocou seu capital em um banco chamado família,
comunidade, humanidade, fraternidade universal, da qual você faz
parte. Considerando que quando você trabalha para si mesmo,
isto é, para seu pequeno eu medíocre, suas energias são
desperdiçadas e nada de bom pode vir para você. Você dirá: “Sim,
mas sim, pois trabalhei para mim mesmo. Não, porque seu eu
pessoal, separado e egoísta é um abismo, e ao trabalhar para isso
você jogou tudo nesse abismo. Esta não é a maneira de trabalhar. Os
individualistas, os egoístas não vêem tudo o que poderiam adquirir
trabalhando para a comunidade; eles dizem: "Eu não sou burro, eu
trabalho para mim, eu me sustento..." e é exatamente assim que eles
perdem todo o seu capital.

Quando digo: a coletividade, não me refiro apenas à humanidade,


mas também ao universo, todas as criaturas do universo, o próprio
Deus. Essa coletividade, essa imensidão para a qual você trabalha é
como um banco e tudo o que você faz por ele um dia recairá
amplificado em você. Como este banco, o universo, está sempre
fazendo grandes negócios e constantemente enriquecido com novas
constelações, novas nebulosas, novas galáxias, toda essa riqueza
voltará para você.

Aqueles que trabalham apenas para si em vez de trabalhar para a


imensidão, esses são empobrecidos; e então ninguém pensa neles,
ninguém gosta deles, nem mesmo sua própria família, porque eles
são muito egocêntricos. Eles nunca pensaram nos outros, por que
alguém pensaria neles? e terminam em decepções, amargura,
tristeza. Mas nunca lhes ocorrerá que talvez fosse sua filosofia que
estava errada... Ah! não, não, eles estavam certos e foram os outros
que foram injustos e perversos. Eles, claro, mereciam ser amados,
ajudados... Merecem, merecem... mas que bem fizeram para merecer
alguma coisa? Enquanto aqueles que são
cheios de amor, bondade, abnegação, mesmo que nos primeiros
momentos os usemos e abusemos, achando-os ingênuos, estúpidos e
estúpidos, quanto mais o tempo passar, mais sentiremos que são
seres verdadeiramente excepcionais, e um dia todos venha
recompensá-los, mimá-los, amá-los. Eles trabalharam por todo o
universo e um dia receberão a recompensa... Mas não
imediatamente, é claro.
Quando você coloca uma quantia em um banco, não é no dia
seguinte que você recebe os juros, você tem que esperar, e quanto
mais você esperar, maiores serão os juros. É exatamente a mesma lei
no reino espiritual. Você trabalha com muito amor, muita paciência,
muita confiança e não obtém resultados no início... Não desanime; se
desanima é porque não decifrou bem as leis que regem o seu dia-a-
dia. Mas sim, você deve conhecer as leis bancárias e administrativas!
Se você os conhece, entenderá que precisa esperar. Então as riquezas
virão de todos os lados e mesmo que você tente se salvar,
impossível!... todo o universo fará chover sobre você riquezas
extraordinárias porque foi você quem as causou. É justiça!

Você vê como a filosofia egocêntrica é estúpida. Nós confiamos na


aparência, mas a aparência é uma mentira, quantas vezes eu já te
disse! Para descobrir a verdade, é preciso olhar além das aparências;
o que é considerado lucrativo e útil no presente, na realidade muitas
vezes é prejudicial para o futuro.

Então, não desperdice sua vida, não a desperdice por nada no


mundo, porque nada, como valor, se compara à vida. Claro, há casos
excepcionais em que os homens deram a vida para salvar os outros,
para defender
algumas ideias. Os profetas, os Iniciados que perderam a vida por
uma ideia, pela glória de Deus, não perderam nada na realidade,
porque então o Céu lhes deu uma nova vida, ainda mais rica e bela,
porque eles sacrificaram suas vidas pelo bem. Não estou dizendo que
é absolutamente necessário salvaguardar a vida; não, há casos
excepcionais...

Quando digo que os humanos não se importam com a vida, que


não trabalham para preservá-la, você pode objetar que não é
verdade, que todos trabalham para prolongar a vida. Sim, prolongá-
lo, mas não espiritualizá-lo, purificá-lo, iluminá-lo, santificá-lo,
divinizá-lo. Procuramos prolongar a vida para poder mergulhar nos
prazeres, no tráfico, nos crimes. Se você acredita que os médicos
pensam em prolongar a vida dos humanos para que possam se
dedicar ao serviço da luz ou para o bem do mundo inteiro... de jeito
nenhum! Então, quando digo que não lidamos com a vida, estou
certo: não lidamos com a vida real, ou seja, não somos capazes de
obter alegria, beleza, poder, riqueza, glória, conhecimento, sem
desperdiçar a vida. O que quer que façamos,

Ao decidir trabalhar exclusivamente para embelezar sua vida,


intensificá-la, purificá-la, santificá-la, você aumenta todas as suas
faculdades. Porque esta vida que é pura, que é harmoniosa, tocará
outras regiões onde atua sobre uma quantidade de outras entidades
que então vêm para ajudá-los, para inspirá-los. Indiretamente, é,
portanto, a vida que cuida
trazer-lhe tudo o mais, mas apenas se for puro e harmonioso.

No dia em que você tiver entendido que o essencial está no modo


de viver, você receberá tudo o que deseja sem precisar pedir. É por
isso que quero dizer exatamente o contrário das palavras de Jesus:
“Não peça e você receberá!... Não procure e você encontrará!... Não
bata e a porta se abrirá para você!... . " Sim, mas quando? Quando
você vai viver uma vida divina. Aqui está ! E será escrito um dia no
novo Evangelho, porque Jesus também o pensou, mas não podia dizê-
lo: no momento em que falava, as pessoas não podiam ter entendido.
Agora, se ele voltasse, ele diria: "Viva uma vida divina e não peça
nada." Você terá tudo! " Por que ? Porque ao viver esta vida divina,
você está dando. Assim você recebe. E mesmo que você não tenha
expressado nenhum desejo, não importa,
II

No dia em que você tiver aprendido a emanar a vida para que ela
faça revelações para você e abra todas as portas para você, você
finalmente saberá o que ela realmente é. Doravante, trabalhe para
intensificar e fazer frutificar esta vida, que pode produzir fenômenos
da mais alta magia nos corações, nas almas, nas inteligências, nas
entidades e forças da natureza e até nos objetos do mundo físico.
Sim, está chegando o tempo em que todos devem compreender
como é miserável desperdiçar uma eternidade inteira de esplendor
em uma existência medíocre que terão passado comendo, bebendo,
dormindo e correndo de um lado para o outro para satisfazer suas
luxúrias; realmente, me diga, é inteligente?

Se os Iniciados conseguiram obter equilíbrio, paz e todas as


bênçãos, é porque se ocuparam da vida, porque compreenderam que
a magia mais poderosa que existe só se encontra na vida e em
nenhum outro lugar. Sim, vida, poder respirar vida, não há magia
maior: animar os seres, estimulá-los, exaltá-los, ressuscitá-los. Quem
não entendeu esta verdade está destruindo as raízes de sua
existência. Ele nunca saberá o que é a vida real!

Por que você come três vezes ao dia, ou mesmo quatro vezes? Você
come, bebe e depois trabalha, lê, etc. Mas por que você come
primeiro? E comendo, você aprende, você
trabalhar? Não, mas você introduz a vida em você e quando ela
começa a se infiltrar, vai por toda parte regando as células dos
braços, das pernas, das orelhas, da boca, do cérebro, etc... que
recebem energias. Então as pernas podem correr e você tem o
primeiro prêmio na corrida. Braços podem bater, você é boxeador ou
algo assim e pronto, mais um prêmio! Então você fala e sua língua, oh
meu Deus, uma metralhadora! e novamente você ganha uma vitória...
E assim por diante com os ouvidos, o cérebro, tudo. Mas se você não
comeu, você não pode correr, chutar ou falar. Então, veja você,
quando você a introduziu em si mesmo, a vida assume a tarefa de
visitar suas células, fortalecê-las, estimulá-las, e todas as suas
faculdades despertam. Então, basicamente,

É da mesma forma que a vida pode nos colocar em contato com o


mundo divino. Acabei de tirar esta conclusão do que acontece na
existência diária. Não estou inventando, é você que não sabe
observar. Seus olhos podem ver e seus ouvidos podem ouvir porque
você comeu. Não coma por vários dias e você não verá ou ouvirá
também. Quando falta a vida, falta todo o resto... veja leis, verdades,
correspondências... Verdadeiros Iniciados não estudam em livros,
eles descobrem no mundo invisível realidades ainda desconhecidas
de filósofos e estudiosos. Eles os percebem porque têm essa vida
superior que anima seus corpos sutis. É ela quem está encarregada
de fazer revelações para eles. A questão é apenas ter esta vida.
Muitos dizem: "Mas eu vivo, eu vivo... eu como, bebo, faço
negócios." Não, eles não vivem, apenas vegetam, ainda não sabem o
que é viver. Porque a vida tem graus, bilhões de graus. É por isso que
Jesus disse: "Eu vim para que tenham vida e a tenham em
abundância". De que vida ele estava falando? Seus discípulos estavam
vivos!... Que vida ele pediu para eles? Na realidade, ele estava falando
de uma outra vida, de um grau de vida tão sutil, tão espiritual, tão
luminoso, tão divino que permite ver, ouvir, cheirar, saborear, tocar o
que não se pode alcançar com um puramente física, vida animal.

Você também conhece esta música do Mestre Peter Deunov: "Sine


moï, pazi jivota: Meu filho, preserve a vida, faísca enterrada dentro de
você..." Isso prova que o Mestre Peter Deunov entendia a importância
da vida da mesma maneira. Sim, e agora precisamos de instrutores,
pedagogos que esclareçam esta questão essencial: a vida.

Você planta uma semente e um dia ela se torna uma árvore com
raízes, tronco, galhos, folhas, flores e frutos. Como poderia a semente
produzir tanta riqueza? A vida cuidou disso. A vida tem todas as
possibilidades, só você tem que lhe dar direção, você tem que
orientá-la como você orienta a água. Se a água não for direcionada
para que passe exatamente onde os vegetais e frutas crescem, não
poderá regá-los e eles perecerão. O jardineiro, que sabe disso,
primeiro cava trincheiras, e depois passa a água que segue o caminho
traçado para nutrir todas as plantas.
Por que você não parou por aí? Você entenderia que deve primeiro
trabalhar na vida, isto é, encontrar a água e depois canalizá-la. E para
o ser humano, canalizá-lo é direcioná-lo para cima, como se faz para
edifícios que têm vinte, cinquenta, cem andares.

Porque o ser humano é comparável a um arranha-céu, mas não são


cento e cinquenta andares, não, são milhares de andares que ele tem
nele e cujos habitantes devem alimentar-se até o último andar, ou
seja, até o último andar. cérebro. E em vez disso, o que eles fazem?
Eles apenas deixam essa água fluir para onde estão os instintos,
paixões e desejos mais baixos, e eles não têm mais nada para
alimentar as células espirituais. Assim, os habitantes dormem, ficam
entorpecidos, paralisados e não podem produzir nada. Sim, no
cérebro vivem entidades cuja função é fazer pesquisas, observações,
enviar mensagens ou captar mensagens, mas são anêmicas — falta
de água! — e não podem fazer seu trabalho nem cumprir seus
deveres.

Se o homem não evolui é porque não pensa em dirigir sua vida


para as regiões sublimes. A vida é aquilo que floresce, que dá frutos.
Quando você planta uma semente, depois de um tempo você vê a
vida começar a se manifestar. A sua linguagem está aí: o
aparecimento de pequenas raízes, pequenas folhas... É a vida: um
embelezamento, um enriquecimento, uma invasão! E para você
também: se você começar a cuidar da sua vida, se você plantar, se
você regar, se você a direcionar para cima, ela florescerá e à medida
que ela florescer, despertará células, faculdades que você nem sabia
existia. Você vê, nutrição explica tudo. Ao comer, você introduz a vida
e esta vida, se você souber direcioná-la, é responsável por se infiltrar
em todos os lugares e lhe trazer alegrias e
estados de consciência de riqueza e esplendor inéditos. Mesmo
poetas e músicos não são capazes de expressar todas as formas,
cores, expressões e melodias através das quais a vida pode se
manifestar.

E por que agora ninguém, mesmo entre os biólogos, sabe o que é a


vida? Eles sabem muitas coisas, podem se pronunciar sobre muitas
combinações químicas, mas quando se trata de vida, eles apenas
dizem: “Esse é o maior mistério. É o maior mistério porque eles nunca
entenderam que é preciso olhar muito mais alto para descobrir o que
é. É acima que se pode conhecer a vida, não abaixo; abaixo, é o
instinto vital, a vida animal, vegetativa, mineral... realmente é.

A vida é o próprio Deus. Fora de Deus não há vida. Foi Ele quem
criou e distribuiu a vida e, se os homens não podem conhecê-la, é
porque em sua consciência permanecem separados de Deus. A vida
tem sua fonte em Deus e somente aqueles que se aproximam da
Divindade podem conhecê-la. Só Deus cria a vida e pode nos ensinar
o mistério da vida.

Pelo menos, pela primeira vez hoje, me entenda e diga: “Vamos


agora direcionar nossa vida em outra direção, harmonizá-la, torná-la
frutífera, consagrá-la, santificá-la. E tudo começará a melhorar: sua
saúde, seu senso de si mesmo e o que mais aparecer em seu caminho
serão de natureza diferente. Mas se você persistir em manter suas
velhas ideias,
pior para você, você vai sobreviver por mais alguns anos e quando
você sair para o outro lado, você vai ver o quão pobre e lamentável foi
sua existência. Mesmo que tenha lido bibliotecas, mesmo que tenha
estudado em cinco ou seis universidades, lhe dirão que viveu como
um animal e retardou enormemente sua evolução.

Eu lhe disse, o principal é o objetivo para o qual você está


caminhando, o ideal para o qual você está trabalhando. Tudo está
aqui. Pare de acreditar que você tem que viver e pensar desta ou
daquela maneira para ser apreciado pelos outros, porque isso não é a
vida real, apenas o que parece. Esforce-se para viver a vida divina,
como todos aqueles que nunca tiveram medo, que tiveram a audácia
e a paciência de continuar caminhando apesar dos obstáculos e
adversidades, e um dia você terá a força, o poder e a luz.

Obviamente, a aparência sempre lhe dará algumas coisas para


mordiscar, mas, além disso, que tragédias! Aqueles que se contentam
com algumas "mordidelas" não percebem que durante esse tempo
eles próprios estão sendo mordiscados... e como! Ao passo que
aqueles que não se detiveram nas aparências e escolheram a
verdadeira realidade poderão dizer-vos em que riquezas e em que
esplendores vivem. Então, confie neles, siga-os, não fique no caminho
batido; obviamente, como todo mundo já esteve lá, é mais seguro,
enquanto os pequenos caminhos que levam aos cumes talvez sejam
mais arriscados, mas isso não é motivo.

A vida é a água que nutre, que anima, e se você a direcionar para as


alturas para nutrir todos aqueles seres dentro de você que até então
estiveram anêmicos e sonolentos, eles acordarão, retomarão seu
trabalho e, graças aos seus instrumentos,
vai falar sobre o universo, sobre sua vida interior... Você precisa que
eu dê alguns exemplos para mostrar como as pessoas desperdiçam
suas vidas? Olhe para o reino do amor. Quantas pessoas gastam seu
amor no pó em vez de enviá-lo para nutrir os habitantes de seus
cérebros! E ficam mudos, escurecem porque dirigiram suas vidas para
o abismo. Enquanto outros, que se esforçam para sublimar e
transformar essa energia, que a consagraram, tornaram-se gênios,
instrutores, benfeitores da humanidade.

Se você me entendeu corretamente hoje, você pode reconstruir seu


futuro. Por fim, decida vivificar esses seres que habitam você para
que possam fazer seu trabalho. Até agora você não sabia interpretar
os fenômenos que ocorrem todos os dias diante de seus olhos, você
não entendeu que esses são os mesmos fenômenos que ocorrem no
domínio espiritual. E acima de tudo, você não tinha visto que a vida é
uma verdadeira magia, que é a vida que lhe trará a estima, o respeito
e o amor dos humanos e de todo o universo. Se você quer fazer
magia, você pode, mas sem pronunciar fórmulas, sem traçar círculos
ou fazer fumigações e cerimônias: concentre-se apenas em melhorar
sua vida, em torná-la rica, realizada, cheia de amor, abnegação,
pureza, e distribuí-la,

Então, de agora em diante, aceite o que eu digo e não desperdice


mais sua vida. Você dirá: Mas não se deve trabalhar para ganhar
dinheiro, comprar uma casa, um carro, casar, ter filhos? " Eu nunca
disse isso. Só estou dizendo que do jeito que a maioria das pessoas
faz isso, elas exageram e se destroem. Se você trabalha para garantir
sua vida material e tem a
possibilidade de pensar, de meditar, de amar, isso é muito bom. Mas
por que você iria querer engolir tudo isso? Você quer uma coisa,
depois outra, e depois outra... e desperdiça sua vida para obtê-las.
Não, é necessário trabalhar razoavelmente e dedicando este trabalho
a uma ideia divina. Todas essas pessoas que querem se tornar
líderes, presidentes, campeãs disso ou daquilo, são obrigadas a ir
além de certos limites, então obviamente perdem a saúde e o
equilíbrio, e muitas vezes acabam em clínicas ou manicômios. E, no
entanto, essas são as pessoas que o mundo inteiro toma como
modelos!

Quanto à juventude, são as estrelas do cinema ou da música, caïds,


ou drogados, ou anarquistas que ela toma como modelos, e daria
tudo para se parecer com eles. A imprensa, o cinema, o teatro, a
publicidade, tudo contribui para orientá-lo por um caminho
pernicioso. Parece que todos eles juraram a destruição da
humanidade... junto com sua própria destruição, a propósito! Os
humanos galopam em direção aos abismos, mas como esses abismos
não se apresentam imediatamente, não suspeitam deles e continuam
a correr em direção a eles. Se fosse possível vê-los à distância,
poderiam tomar precauções; mas como estão longe e camuflados,
correm, correm... e não conseguem mais parar, caem. Chega um
momento em que é tarde demais, e mesmo quando você vê o abismo
você não pode parar, você não pode voltar, Está acabado. Quantas
pessoas já ouvi dizer: "Vejo o abismo aberto diante de mim, mas não
posso mais evitá-lo!" »

E se agora você me perguntar: “Por que há tão poucos seres que


decidem mudar sua vida, sua maneira de pensar, de sentir, de agir?
Quais são as razões ? Em primeiro lugar, eles não têm uma ideia clara
do
benefícios de tal mudança. Eles acreditam que a vida que todos levam
é a vida real. A prova, eles sempre dizem: "C'est la vie!" Diante de tudo
de triste ou abominável que acontece, repetem: "O que você quer,
velho, é a vida!" Então, como você pode mudar se não estiver
convencido de que existe uma vida melhor? Em segundo lugar, as
pessoas não acreditam que seja possível mudar. E em terceiro lugar,
para a maioria é muito difícil, exige muito esforço, por isso não são
tão determinados. Todo o resto é fácil em comparação: obter
diplomas, ganhar dinheiro, é muito fácil... mas mudar de vida,
transformar-se... oh meu Deus!

É claro que os biólogos procuram maneiras de melhorar a espécie


humana, mas trabalham apenas no plano físico. Eles pensam que,
fazendo mudanças nos cromossomos, eles produzirão gênios de
repente. É possível... mas isso é outra questão, e é verdade que
melhorar é difícil. Mas para mudar sua vida, para transformá-lo,
quantos métodos lhe dei até agora!... e por exemplo como fazer
transplantes. Você tem em casa, vamos imaginar, uma árvore muito
vigorosa, um marmelo que dá frutos muito duros, muito ácidos. Mas
como tem muita seiva, muita força, você pode enxertá-la e obterá
frutos suculentos. Obviamente, como eu expliquei a você, você tem
que entender

esses transplantes[2]no reino interior, psíquico.


Na realidade, não é tão difícil se transformar, depende do desejo
que se tem de alcançá-lo. Quando você está enojado, enojado consigo
mesmo por não conseguir mais se suportar, se você realmente tem
um desejo intenso de mudar, de se tornar um pouco melhor, esse
desejo pode produzir efeitos
extraordinário. Mas as pessoas têm apenas esse desejo intenso?...
Talvez um dia, dois dias, mas depois desistem e todas as suas boas
resoluções fracassam. Você tem que nutrir constantemente esse
desejo, e um belo dia você muda, você se transforma, e isso é a
ressurreição. Muitos imaginam que para serem ressuscitados devem
esperar até o fim dos tempos, quando todos os mortos acordarão e
se levantarão de seus túmulos. É assim que os cristãos entendem as
coisas. E então, que espetáculo, que esplendor! Você não acha?...
todos aqueles mortos que se levantam!... Bem, não, é agora, agora
mesmo, nesta vida, que você tem que ressuscitar.
2
O MUNDO DA HARMONIA

Ao escolher falar com você sobre harmonia, percebo como será


difícil para você me entender, não intelectualmente, é claro, mas
profundamente, com todo o seu ser. Porque não é esta questão que
diz respeito aos humanos. Pelo contrário, seu modo de vida contribui
para arrastá-los para ocupações e atividades tão distantes da
harmonia, especialmente da harmonia como os Iniciados a
concebem!... Mas tentem mesmo assim ouvir-me com atenção.

Pois se você realmente se importa com seu aperfeiçoamento, sua


realização, sua salvação definitiva, você deve trabalhar a harmonia,
ou seja, harmonizar seu ser com todas as forças do universo. Todo o
poder do espírita está justamente em sua vontade de se colocar em
harmonia com o corpo universal, de chegar ao cume e de viver a vida
de Deus.

Existe um mundo de harmonia, um mundo eterno do qual surgiu a


infinita multiplicidade de formas, cores, sons, perfumes, e eu entrei
neste mundo. Anos atrás, o Céu me deu o sabor dessa harmonia: fui
arrancado do meu corpo e ouvi a harmonia das esferas... Nunca mais
experimentei tais sensações, 'tamanha riqueza, tamanha
intensidade... ser comparado a qualquer coisa. É algo indescritível,
quase impossível de suportar, tanto que se tem a sensação de
estender, de expandir no espaço. Foi tão lindo, tão divino
Eu estava com medo... Eu estava com medo desse esplendor, porque
eu sentia que todo o meu ser estava se expandindo a ponto de eu
arriscar me dissolver e desaparecer no espaço. Então eu interrompi
este êxtase e voltei à terra. Agora, me arrependo... Mas pelo menos,
por alguns segundos, vivi, vi, ouvi como o universo inteiro vibrava. As
pedras, as árvores, as montanhas, os mares, as estrelas, os sóis e
todas as criaturas cantavam numa harmonia tão grandiosa, tão
sublime que se diria isso... ser ouvido no plano físico. E eu estava com
medo, porque era tão poderoso, tão intenso que, mais alguns
segundos, e eu ia morrer, me pulverizar. O céu me deu essa
experiência para que eu pudesse ter uma ideia do que é a harmonia
celestial. Pitágoras, Platão e muitos outros filósofos falaram sobre
essa harmonia, mas eu me pergunto quantos deles poderiam
realmente experimentá-la.

E agora, a mera lembrança dessa experiência enche minha alma


como se bastasse para sustentar, sustentar e nutrir toda a minha vida
espiritual. Sim, sabendo como o universo é construído, como vibra
em harmonia pela vontade desta Inteligência cósmica que deu um
som, uma voz a tudo, a cada ser...

Muitas vezes, alguns se surpreendem que todas essas palestras


que venho dando há tantos anos apresentem tamanha unidade, que
nunca houve contradições em minhas palavras, como se tudo viesse
de um mesmo ponto, ali, no centro . Sim, e vou lhe dizer que não foi
porque li livros que conheci esta unidade, mas porque ouvi a música
das esferas. Diante dessa harmonia, entendemos como vive o
universo, como
vibra, qual é a sua estrutura, qual é o seu destino. Muitos imaginam
que é preciso ler, que é preciso estudar para encontrar a verdade.
Não, a verdade é encontrada acima, não abaixo. Durante anos, me
dividi para contemplar essa construção, essa organização que é o
cosmos. Eu contemplei o universo, não como o vemos, vestido de
carne e osso, mas como uma estrutura, no mundo dos arquétipos. Eu
obtive sucesso. Essa harmonia das esferas que eu ouvia era a
culminação de toda minha pesquisa, todo meu trabalho, todos meus
exercícios de divisão. E desde então ficou para mim como um critério,
uma amostra, um modelo, um ponto de referência para entender e
depois situar tudo.

Agora, você saberá, tiro todo meu conhecimento, toda minha


inspiração desta região onde ouvi a harmonia celestial, a música das
esferas. Ela me explica tudo. E, além disso, não há muito o que
explicar. Você percebe essa harmonia e de repente você entende
tudo: você entende a sabedoria de Deus, você entende a paz, você
entende o amor. Quantas vezes alguns de vocês me disseram:
“Ontem, tive a sensação de entender tudo, e agora não entendo mais
nada! Sim, porque eles quebraram essa harmonia. É por isso que
você deve constantemente absorver a palavra "harmonia", não
pensar em outra, mantê-la dentro de você como uma espécie de
diapasão, e assim que você se sentir um pouco preocupado ou
perturbado,

Porque esta região realmente existe, os cabalistas a mencionam na


Árvore da Vida, a Árvore Sefirótica. Cada sephira da Árvore da Vida
expressa um tom de harmonia
divino, mas a sephirah que preside a harmonia das esferas é
Hokmah, onde reina Iah. lah é o nome de Deus nesta sephira. Seu
servo é Raziel, Arcanjo da luz, do conhecimento, da sabedoria, do
poder da Palavra; ele tem sob suas ordens os Ophanim, chamados
Querubins na religião cristã, que sob a autoridade do Verbo velam
pela harmonia cósmica. Seu império é imenso; estende-se ao zodíaco
cujo nome hebraico é Mazaloth.

Se você quer sua felicidade, sua realização, deve pensar em


harmonia, trabalhar para se colocar em harmonia com todo o
universo. Perseverando, um dia você sentirá que, dos pés à cabeça,
tudo dentro de você entra em comunicação e vibra em uníssono com
a vida cósmica. Nesse momento, você entenderá o que é a vida, a
criação, o amor... Antes não. Antes, você não consegue entender.
Intelectualmente, externamente, imaginamos que entendemos
alguma coisa, mas não, a compreensão, a compreensão real não é
feita por algumas células cerebrais; é feito por todo o corpo, até os
pés, os braços, o estômago, o fígado... Todo o corpo, todas as células
devem entender. A compreensão é um sentimento. Você sente, e
então você entende e você sabe, sim,

Nenhuma compreensão intelectual pode se comparar com a


sensação. Quando você sente amor, quando sente ódio, raiva,
tristeza, você sabe o que é. Se você diz: “Eu sei o que é o amor” sem
nunca ter se apaixonado, você está errado. Mas se você já sentiu
amor, você sabe disso. Você pode não ser capaz de explicá-lo ou
expressá-lo, mas você o conhece e realmente o conhece. Isso é
conhecimento, é vibrar em uníssono com tudo o que existe. Quando
todos os seus
corpo vibra em uníssono com uma verdade, com um sentimento, com
um objeto, você os conhece. É por isso que o discípulo deve ter por
preocupação essencial entrar em harmonia com todas as criaturas de
todas as hierarquias celestes para vibrar em uníssono com elas. Se
ele trabalhar assim, noite e dia, por essa harmonia, ele virá a
saborear sensações indescritivelmente belas e preciosas. Ao passo
que aquele que propaga a desordem será um dia completamente
desintegrado, esmagado, porque está trabalhando com forças
negativas, hostis e destrutivas. É preciso, de uma vez por todas,
decidir conhecer as leis da natureza, mas também aprender como o
homem é construído e qual deve ser sua relação com essas leis.

Quando você pode tocar o coração de uma pessoa, você toca todo
o seu ser. Se você tocar seus pés, seus dedos ou suas orelhas, você
não terá muito efeito sobre ela, mas toque seu coração, e todo o seu
ser começa a sentir que é tocado, que é agarrado. Para expressar que
alguém foi profundamente tocado por alguém, costuma-se dizer: “Ele
tocou meu coração. Devemos, portanto, tocar o coração, o coração
dos seres, o coração das coisas, o coração do universo. E o coração do
universo, você só poderá tocá-lo através da harmonia. Graças à
harmonia você atrairá para você todas as qualidades e virtudes; eles
virão até você porque você terá tocado o coração e não apenas a
periferia, em algum lugar lá fora...

E se você quiser tocar o coração do universo, não terá sucesso com


suas pequenas qualidades de nada. Se você é avarento ou generoso,
se você é nervoso ou quieto, se você é terno ou duro, não importa
muito. Existem seres que, com todas as suas virtudes, não
conseguiram tocar o coração do Eterno. Nós não podemos
toque somente entrando em harmonia com Ele, vibrando em
uníssono com Ele. Todo mundo tenta trabalhar uma pequena
qualidade, uma pequena virtude: paciência, indulgência,
generosidade... Isso é bom, mas são apenas recados ao lado dessa
imensidão que é a harmonia. . Obviamente, é bom ser generoso,
indulgente, bom, gentil, humilde; mas muitas pessoas que possuem
essas qualidades ainda vivem em desarmonia, não se tornam
perfeitas com essas qualidades. Devemos, portanto, deixá-los de
lado, não devemos sequer cuidar deles. Você dirá: “Mas é terrível, o
que você está nos aconselhando lá! A religião nunca nos ensinou tais
coisas. Deixe a religião em paz também! Cuide apenas da harmonia,
porque ela o conduzirá a todas as outras virtudes.

Se você trabalha a harmonia para formá-la, vivê-la e propagá-la,


não é necessário que se preocupe com cada virtude, cada qualidade
em particular. Sim, pela primeira vez, eu lhe digo que você não deve
desenvolver uma virtude em particular porque leva muito tempo.
Uma vida inteira pode não ser suficiente, e como você desenvolverá
os outros? Sua existência terá sido gasta tornando-se indulgente,
gentil ou paciente, e as outras qualidades você terá deixado de lado.

Portanto, repito, não se preocupe com esta ou aquela virtude, mas


concentre-se na harmonia e, de uma só vez, brotarão todas as
virtudes de uma vez. É assim que eu faço. deixo todas as virtudes em
paz; Não procuro ser generoso, paciente ou indulgente; não vale a
pena, é perda de tempo. Eu só quero viver em harmonia e percebo
que de repente tenho todas as possibilidades de manifestar as outras
virtudes, porque essa harmonia me obriga a ser inteligente, sábio e
compreensivo.
Enquanto se você estiver em uma bagunça por dentro, tente um
pouco ser sábio ou gentil! Você não terá sucesso, precisamente
porque está em uma terrível desarmonia.

Então, aqui está algo para se pensar. Harmonize tudo dentro de


você e você se tornará capaz de agir com tanta sabedoria, com tanta
perspicácia, com tanta inteligência que você se perguntará: “De onde
vem isso? Sim, você vai consertar situações, vai encontrar soluções,
vai dar conselhos, porque é a harmonia que vai te ensinar. Portanto,
cuidado com a desarmonia como o maior inimigo que você pode
introduzir em si mesmo, porque então tudo está arruinado e
nenhuma virtude pode salvá-lo mais.

A harmonia é, portanto, a síntese de todas as qualidades, de todas


as virtudes unidas. Trabalhando a harmonia, você toca o coração das
coisas, a Alma Universal, o centro, e daí surgem ordens, correntes,
forças que transformam e organizam tudo. Quando não estamos em
harmonia, quando estamos agitados, tensos, irritados, podemos
insistir em ter pelo menos uma qualidade, nada para fazer: tudo o
que temos de ruim em nós está lá para morder, picar, golpear,
desintegrar . Qualquer que seja o esforço que façamos, não
progredimos muito porque negligenciamos a mãe de todas as
qualidades, de todas as virtudes: a harmonia. Em harmonia tudo
floresce: seu olhar, sua expressão são embelezados, seus gestos são
mais medidos, suas palavras mais construtivas, seus pensamentos
mais inteligentes.

Os músicos, é claro, falarão com você sobre harmonia e você ficará


surpreso com a riqueza de suas explicações; milho
eles não revelarão a você o aspecto iniciático da harmonia porque
eles mesmos não o conhecem. Do ponto de vista estritamente
musical, eles vão te ensinar muito, mas a harmonia entendida como
acabo de revelar a você, nenhum músico vai falar sobre isso:
harmonia ligada a todas as virtudes, à perfeição e até à saúde. Sim, à
saúde, pois toda desarmonia mina e corrói a sua saúde. Quem
entende isso só pensa em concordar com todas as entidades e
inteligências divinas, procura criar harmonia e introduzi-la em todas
as suas células.

Somente a harmonia pode abrir para você todas as bênçãos, todos


os tesouros do Céu. O céu cede apenas à linguagem da harmonia. Se
você quiser falar com ele, peça-lhe algo, convença-o a cuidar de você,
saiba que o céu não conhece outra língua. Faça o que fizer, se você o
ameaçar, se você se recusar a ir à igreja supostamente para puni-lo, o
céu permanece impassível. Mas fala-lhe a linguagem da música, isto
é, da harmonia que é música absoluta, música perfeita, música por
excelência, então o Céu te ouve e ouve. No Céu não falamos várias
línguas, mas apenas uma, a da harmonia; e se você sabe falar sua
língua com ele, o Céu responde a você enviando-lhe tudo em
plenitude.

Eu vejo, você se esforça em todos os tipos de áreas acreditando que


elas são mais importantes e que por causa delas você estará seguro,
protegido, feliz e deixando a harmonia para trás. Mas talvez hoje você
me entenda melhor porque toco em seu interesse, mostro que você
tem um grande interesse em trabalhar com harmonia, sem parar,
incansavelmente, sabendo que só isso lhe trará tudo o que você
deseja: amizade, amor e acima de tudo toda a presença divina.
Quando cantamos juntos
à medida que nos aproximamos dessa harmonia perfeita, você já
sentiu a presença de entidades celestes várias vezes... É a harmonia
que as atrai. Eles andam entre nós distribuindo flores e outros
presentes... Você cheira alguma coisa, mas não sabe que são
entidades que vieram. Ainda use todo o seu esforço e toda a sua
vontade até que o Céu venha, e eu lhe asseguro que ele virá. Ele está
conosco, atrás de nós, e você testemunhará manifestações
extraordinárias; você experimentará uma felicidade tão imensa que
nem poderá contê-la, pois correntes tão poderosas passarão por
você, que o farão estremecer e estremecer com o mais puro êxtase.

A harmonia é a base de todo sucesso, de toda realização divina. É


necessário pensar constantemente em introduzir a harmonia em si
mesmo, só com esta condição se poderá começar a realizar obras que
darão resultados na eternidade. Para alcançar esta harmonia, que
trabalho, que vontade, que concentração! Mas quando você chegar
lá, poderá exercer forças prodigiosas para o bem da humanidade.
Você não sente que todo o universo, todas as forças da natureza
concordam comigo e me aprovam? Vá, observe e você verá que toda
a natureza concorda, que sublinha o que estou lhe dizendo.

Esforce-se a cada dia para entrar em harmonia com toda a criação.


Para isso, você se harmoniza primeiro com o Senhor, o Princípio
criador, a Primeira Causa. Você diz a ele: “Meu Deus, até hoje não fui
sábio nem educado, mas vejo minhas falhas e estou pronto para me
corrigir, peço seu perdão. De agora em diante, quero estar em
harmonia Contigo. Envie-me sua luz para que eu
não transgrida mais Suas leis. Permita-me contemplar Você. Eu Te
obedecerei, farei a Tua vontade. »
Você então se dirige aos Anjos e Arcanjos: "Muitas vezes você veio
para me trazer mensagens do Criador para me avisar ou me iluminar,
mas eu estava no tumulto das paixões e não ouvi sua voz. Por favor,
continue a me enviar luz, pois quero lhe obedecer. Eu sei que vocês
são os maiores servos de Deus, eu os respeito e os amo. »

Então você se dirige aos Mestres, aos benfeitores da humanidade, a


todos aqueles que se sacrificaram até o fim pela Causa divina:
“Mestres, eu não os escutei, porque acreditava que só a ciência
humana contava. Vejo agora que o que você entendeu e descobriu foi
a verdade, o essencial; Eu quero te ajudar e te servir. Envie-me seu
conhecimento e conhecimento. Você então se harmonizará com toda
a humanidade. Você falará assim: “Meus queridos irmãos e irmãs, que
a paz e a harmonia reinem entre nós! Esqueçamos nossas fraquezas e
nossas imperfeições, esqueçamos o mal que causamos uns aos
outros e trabalhemos juntos no campo do Senhor, para transformar a
terra em um jardim de paraíso onde todos viveremos como irmãos. »

Você então falará com os animais: "Você que, no início da criação,


viveu conosco em harmonia e paz, devemos ajudá-lo, pois é nossa
culpa que você tenha se tornado cruel ou que suas condições de vida
sejam difíceis. Eu lhe envio a luz para que você avance rapidamente
no caminho da evolução. »

Você também falará com as plantas: "Ó vocês, árvores, plantas e


flores tão encantadoras que aceitam permanecer na imobilidade e
suportar todo o mau tempo, o que
exemplo você é para nós! Agradeço a comida, a beleza das flores que
você nos dá. Envio-lhe meus melhores pensamentos, quero estar em
harmonia com você. Dê-me seu frescor e sua pureza, e eu te dou meu
amor. »

Você falará para as pedras: "Você que é o suporte da humanidade,


o chão sobre o qual caminhamos, você que por milhares de anos deu
um exemplo de estabilidade, de força, e que nos permite usar você
para construir nossas casas e muitas construções maravilhosas, dai-
nos a vossa força; em troca daremos o nosso para que um dia, no
futuro, você possa acordar... Que a harmonia reine entre nós a partir
de agora! »

Feche os olhos e repita para todo o universo: "Eu te amo, eu te


amo, eu te amo, estou em harmonia com você!" »
3
HARMONIA E SAÚDE

Ao querer viver livre e independente do Senhor, o homem se opõe


à sua vontade e aos seus projetos, repetindo o pecado de Lúcifer e
dos primeiros homens. Esse desejo de se libertar, de ser anárquico,
de se insurgir contra as ordens do Eterno, é a origem de todos os
infortúnios da humanidade. Você tem que entender isso. E é muito
simples, muito claro, podemos até resumir em uma única frase, aqui
está: como os homens queriam cortar o vínculo com a harmonia
celestial, todos os infortúnios começaram a ser desencadeados sobre
eles. E vai ser ainda pior, porque eles estão se afastando cada vez
mais da Fonte, estão se tornando cada vez mais anárquicos, não
respeitam mais nada. Sim, acaba por tomar proporções aterradoras.
Em todos os lugares, mesmo na religião, mesmo nos ensinamentos
espiritualistas,

E até você também deve saber: quanto mais o espírito de anarquia


se instala no mundo, mais o câncer se espalha. Toda doença orgânica
se origina de uma fraqueza ou vício no próprio indivíduo, e são os
humanos que criam a maioria de suas doenças. Quando o
nervosismo aumenta, surge uma doença... Quando a sensualidade
aumenta, é outra doença... Quando aumenta a desarmonia, é uma
terceira doença. Todas as doenças são consequência de uma
determinada desordem, e o câncer é mais particularmente a
consequência da anarquia. Assim,
para se proteger, é preciso trabalhar a harmonia, pensar em
harmonia todos os dias, harmonizar-se com toda a humanidade, com
todo o universo. Claro que não poderemos viver sem interrupção
nesta harmonia perfeita, mas devemos estar sempre atentos,
vigilantes, devemos nos recompor para não mantermos um estado
de desarmonia por muito tempo, pois este estado se espalha em as
células e o organismo têm cada vez mais dificuldade em opor-se à
desordem assim criada nele.

É claro que cada órgão do nosso corpo é especializado e se


preocupa apenas em realizar seu trabalho, sem se interessar pelo que
os outros estão fazendo. Não se pode esperar que um órgão estenda
suas preocupações a todo o corpo. Portanto, para que se respeite a
harmonia e o bem do todo, o Espírito cósmico colocou no ser humano
uma inteligência superior que vigia, que controla.

Graças a essa inteligência, os movimentos de cada órgão são


regulados, sua especialização é utilizada e direcionada para o bom
funcionamento do todo.
O ser humano encontra-se colocado um pouco como um árbitro
entre seus órgãos e essa inteligência que recebeu do Céu, e se dá
preferência a certos órgãos, como o estômago e o sexo, por exemplo,
esquecendo o interesse do todo, a anarquia se instala nele, e ele
desmorona. Mas se der prioridade a esta inteligência que governa,
que equilibra, sentirá um estado de harmonia que lhe permitirá
trabalhar e criar sem parar.

Infelizmente, no momento atual, vemos uma tendência à anarquia


se espalhando por toda parte. Quase se diria que estão se formando
escolas onde ensinam a desorganizar tudo, levando os homens à ira e
à revolta. Em vez de espalhar vírus para desencadear um
guerra biológica — que atrairia as censuras do mundo inteiro —
certos países, para destruir seus adversários, espalham o vírus do
descontentamento e da revolta. E aí vem o câncer!
Inconscientemente, todos os manifestantes e anarquistas se tornam
os condutores desse vírus. Ao contrário, todos os movimentos
espíritas, todas as ordens iniciáticas que trabalham para fazer reinar a
paz, a harmonia, a fraternidade, para que os homens se
compreendam, se unam e se amem, propagam germes que
aniquilam o de Câncer. Se esses centros iniciáticos não existissem,
toda a humanidade já estaria contaminada há muito tempo. Eu sei
que muito poucas pessoas vão aceitar essa ideia. Eles dirão: “Mas do
que ele está falando? Não há conexão entre anarquia e câncer; esta
não é a opinião dos biólogos. Bem, deixe-os ficar com a opinião dos
biólogos! Eu te digo, o câncer é consequência da anarquia que está se
espalhando pelo mundo. Esta é a verdade, e é por isso que devemos
trabalhar constantemente para restaurar a harmonia.

Infelizmente, se compararmos com o imenso número daqueles que


trabalham para a destruição e empilham montanhas de dificuldades e
obscuridades, dificilmente encontraremos um punhado de seres que
entendam que é preciso unir-se para criar harmonia e atrapalhar
tudo. os infortúnios que ameaçam a humanidade: guerras, misérias,
mas também doenças... E esses poucos seres não são fortes o
suficiente para lutar contra a influência nociva de outros. Porque para
conseguir algo na terra, a quantidade é muito importante: a
quantidade daqueles que são bons, puros, iluminados, capazes de
participar da formação de uma fraternidade universal cujas decisões
pesarão nas balanças cósmicas. Em vez de entender e unir para
transformar tudo, em vez de
participam desse trabalho formidável, a maioria dos humanos
permanece lá, individualista, ocupado apenas com seus próprios
interesses.
Um verdadeiro espiritualista, ao contrário, trabalha por uma ideia
divina, e é essa ideia que o sustenta, que o recompensa. Esta ideia,
que está ligada ao Céu, já é um mundo inteiro, e é esta ideia que se
encarrega de lhe trazer alegria, entusiasmo, esperança. Se você não
tem uma ideia divina para a qual trabalha, mesmo que suas outras
atividades lhe tragam muito dinheiro, você não terá alegria ou
felicidade porque não está ligado ao Céu. Mas se você trabalha por
uma ideia, mesmo sem que as pessoas agradeçam, sem que as
pessoas reconheçam o que você está fazendo, você sempre se sentirá
realizado. Você deve entender isso. Coloque uma ideia divina em sua
cabeça, trabalhe por uma ideia divina e você verá o que essa ideia
fará por você: melhorará toda a sua existência,

Então tente entender o poder e a eficiência de uma ideia, como ela


funciona, quão viva ela é!... Nada é mais estimulante, mais
estimulante do que uma ideia divina, acredite! Estou falando com
você aqui sobre o que verifiquei em mim mesmo. Tudo o que lhe
digo, tiro de minhas próprias experiências.

Aqueles que trabalham por uma ideia são seres muito fortes, muito
poderosos, muito sólidos, e o Céu conta com eles. Quanto aos outros,
eles vão andar um dia aqui, um dia ali, e nunca vão entender
realmente nada. Nosso Ensinamento é um ensinamento divino e
devemos trabalhar para isso, para que a ideia do Reino de Deus se
espalhe na terra, a ideia de harmonia e amor. Então até suas doenças
desaparecerão. Sim, e eu vou te dizer que se houver na terra
verdadeiros médicos, verdadeiros curandeiros, são os Iniciados,
porque vão à fonte da doença. Os outros só intervêm quando já é
tarde demais. Os humanos precisam ser tratados antes mesmo de
ficarem doentes. Assim que a desarmonia (isto é, ódio, calúnia,
maldade, ciúme, revolta) começa a penetrá-los, já é a doença que se
instala. Porque uma doença nada mais é do que uma desordem. E
quando uma bagunça encontra outra bagunça, o que você quer, eles
fazem uma boa combinação! Enquanto se a harmonia está em você, a
desordem não pode penetrar, a harmonia a impede. Estas são leis
muito importantes para se estar ciente.

Quantas coisas você faz em desarmonia! Você beija sua esposa,


seus filhos ou seus amigos quando está triste, perturbado, irritado. E
os trabalhos mais importantes, você também os executa fora de
ordem; é por isso que você encontra tantos fracassos.

Todas as manhãs, ao acordar, você deve começar o dia


sintonizando-se com o mundo da harmonia universal. Só então você
pode preparar o almoço, beijar seus filhos, vesti-los, conversar com
eles ou ir trabalhar. Quando você entra em uma casa, seu primeiro
pensamento deve ser: "Que a harmonia e a paz reinem nesta casa!"
Mas quantas pessoas têm esses pensamentos? Entram, e aí já
causaram discórdia entre marido e mulher, entre pais e filhos, etc.
uns aos outros doentes.

Muitos até imaginam que por estarem sempre contra, em desacordo,


estão em processo de afirmação de sua inteligência, de sua autoridade...
Eles se orgulham de ter conseguido perturbar o ambiente,
é para eles uma prova de poder. Bem, não, é muito fácil destruir a
harmonia, é até a coisa mais fácil: dizer uma palavra ofensiva, encará-
la, fazer um gesto ameaçador, quebrar um objeto, e pronto! Mas para
restaurar a harmonia, você precisa de toda uma ciência e que
trabalho!
As leis da harmonia são as leis mais solenes que existem no
universo. Então pense, medite, olhe em que estado você está agindo,
e você entenderá porque em alguns casos você não consegue bons
resultados. Mesmo quando você quer fazer o bem, se não estiver em
harmonia, esse bem não tem condições favoráveis para se
manifestar, e até você perturba algo no mundo invisível. Você nunca
deve fazer nada em desarmonia, e especialmente não a criação de
filhos. Que os pais fiquem atentos: se eles não se unirem em
harmonia para criar um filho, é o inferno que se infiltrará nessa
criança na forma de doenças, defeitos e então, por toda a vida, eles
arrancarão os cabelos. Para as demais atividades, dedicamos dias e
meses, mas para nos colocarmos em harmonia, nem um minuto; não
vemos o sentido disso.

Agora, a harmonia é a melhor arma contra a doença. Se você está


doente, é porque mantém uma desordem em você; você abrigou
certos pensamentos, certos sentimentos, certas atitudes e isso
refletiu na sua saúde. E por que em um órgão e não em outro?
Porque é calculado matematicamente de acordo com as leis que você
infringiu. Agora, se você quer se curar, você tem que pensar apenas
na harmonia: dia e noite se conformando, sincronizando, estando em
sintonia, em sintonia com toda a vida, vida ilimitada, vida cósmica.
Esta é a verdadeira harmonia. harmonizar com
algumas pessoas: sua esposa, seus filhos, seus pais, seus vizinhos,
seus amigos, ainda não é suficiente. É com a vida universal que
devemos concordar. Infelizmente, muitos estão de acordo com
pessoas bastante medíocres, mas em desacordo com a vida universal;
e pouco a pouco essa desarmonia se infiltra, se instala neles, até o dia
em que a doença se declara.

E quando eu disser isso a você, saiba que também estou dizendo isso para mim mesmo; não pense que quero me excluir

desse caso. Se me acontece alguma coisa, se tenho alguma dor em algum lugar, digo a mim mesmo: “Meu velho, veja, é porque

você ainda não conseguiu obter essa harmonia de que fala. Vamos, mãos à obra! Então o que eu digo me diz respeito também.

Você dirá: “Então você também não é tão avançado assim, evoluído? » Nem tanto, nem tanto, é verdade, mas a diferença entre

mim e muitos outros é que percebi a importância da harmonia, e os outros ainda não. Mas que ainda há muitas coisas para

limpar, purificar, transformar, sublimar, vivificar, ressuscitar em mim, claro. Não pretendo ter chegado perfeito a esta terra!... Até

os Iniciados recebem defeitos e faltas. Quando vierem reencarnar, só poderão encontrar famílias que lhes transmitirão toda uma

herança de imperfeições e doenças. Sim, mas então, eles colocam as mordidas duplas, triplas e centenárias para acelerar os

processos: limpeza, purificação, etc... É por isso que eles percebem essa harmonia muito mais rapidamente do que os outros. Isso

é tudo. Não acredite que quando os Iniciados chegam à terra, tudo é absolutamente puro, harmonioso e divino dentro deles. Você

acha!... Conheço a realidade. Mas a questão não está aí: você nunca deve se justificar dizendo que herdou só podem encontrar

famílias que lhes transmitam toda uma hereditariedade de imperfeições e doenças. Sim, mas então, eles colocam as mordidas

duplas, triplas e centenárias para acelerar os processos: limpeza, purificação, etc... É por isso que eles percebem essa harmonia

muito mais rapidamente que os outros. Isso é tudo. Não acredite que quando os Iniciados chegam à terra, tudo é absolutamente

puro, harmonioso e divino dentro deles. Você acha!... Conheço a realidade. Mas a questão não está aí: você nunca deve se

justificar dizendo que herdou só podem encontrar famílias que lhes transmitam toda uma hereditariedade de imperfeições e

doenças. Sim, mas então, eles colocam as mordidas duplas, triplas e centenárias para acelerar os processos: limpeza, purificação,

etc... É por isso que eles percebem essa harmonia muito mais rapidamente do que os outros. Isso é tudo. Não acredite que

quando os Iniciados chegam à terra, tudo é absolutamente puro, harmonioso e divino dentro deles. Você acha!... Conheço a

realidade. Mas a questão não está aí: você nunca deve se justificar dizendo que herdou Não acredite que quando os Iniciados

chegam à terra, tudo é absolutamente puro, harmonioso e divino dentro deles. Você acha!... Conheço a realidade. Mas a questão

não está aí: você nunca deve se justificar dizendo que herdou Não acredite que quando os Iniciados chegam à terra, tudo é

absolutamente puro, harmonioso e divino dentro deles. Você acha!... Conheço a realidade. Mas a questão não está aí: você nunca

deve se justificar dizendo que herdou


este ou aquele defeito de seus pais. Apenas diga: "Se eu merecesse
algo melhor, teria reencarnado em uma família melhor". Então não
são meus pais que têm culpa, sou eu. Agora tenho que arrumar tudo,
limpar tudo, purificar tudo. E depois de algum tempo você está
rejuvenescido, você está luminoso, radiante... Só que você tem que
ser determinado, consciente, você tem que levar as coisas a sério.

E para saber se você conseguiu ou não entrar em harmonia, será


fácil, todo o seu ser lhe dirá. Quando todas as suas células vibram em
uníssono, você não pode deixar de sentir. Se você pode beber quando
está com sede, não precisa que ninguém lhe ensine que está saciado.
Da mesma forma, se você conseguiu obter esse estado de harmonia,
não precisará que ninguém lhe diga: você sentirá que, de todos os
lados, forças formidáveis estão fluindo em sua direção, que sua aura
vibra, que você está regenerado. E se, pelo contrário, estiver em
desordem, em caos, não precisará que ninguém lhe diga em que
estado lamentável está, já o saberá, e supondo que nessa hora
viemos cumprimentá-lo,

Você vê, o mundo invisível quer nos ensinar através de nossa


própria experiência, e ninguém é poupado. Só que os humanos não
entendem essa linguagem, eles não tiram conclusões. No entanto, o
verdadeiro trabalho são precisamente essas experiências sobre as
quais devemos parar e tirar conclusões, para poder ir muito mais
longe no caminho da espiritualidade. Só aqui, por toda a vida,
repetimos as mesmas experiências infelizes e não fazemos nada para
melhorar a situação. Sofremos, claro, não nos orgulhamos, claro, mas
estamos acostumados a todos esses transtornos e não
não reaja, nós vivemos. Não, você tem que entender imediatamente
que você tem que sair de lá. E para sair daí é preciso meditar na
harmonia, desejar, desejar, amar a harmonia, introduzi-la em todos
os lugares, em cada movimento, em cada palavra, em cada olhar. Por
que é tão difícil?
Mesmo com um Ensinamento como o nosso, que pode aproximar
cada ser, cada alma, cada coração deste entendimento luminoso,
muitos ainda não estão tão preparados para compreender estas
verdades. Eles preferem se abrir a todas as correntes de anarquia que
estão se espalhando em vez de trabalhar pela harmonia universal.
Por isso não consigo ser feliz. Não é sobre mim, claro, porque para
mim eu consegui essa harmonia. Mas minha felicidade não é
completa, porque minha verdadeira felicidade visa a sua felicidade e a
de todos os homens. Desde que seja apenas fazer o meu trabalho,
entrar em sintonia com a Divindade, tenho tudo o que preciso, estou
absolutamente feliz, estou em plenitude. Mas minha tarefa não
termina aí. Meu trabalho, não deve ser como muitos religiosos cujo
único objetivo é salvar suas almas. O que consegui para mim mesmo,
devo fazer todos os esforços para que outros também possam
alcançá-lo. Mas eu não posso. Tento puxá-los, arrastá-los, mas eles
não me entendem, não me seguem. Por isso não consigo ser feliz.
Não me foi dada a tarefa de ser eu mesmo feliz, mas a de fazer com
que todos os humanos participem dessa felicidade.

Se você se desse ao trabalho de compreender e aprofundar essas


verdades, você chegaria às mesmas concepções, à mesma luz, à
mesma plenitude, e naquele momento, eu seria amparado, seria
ajudado, e todos juntos poderíamos perturbe toda a terra, faça o bem
ao mundo inteiro. Mas muitos não podem me seguir, eles
não quer me entender, eu posso sentir isso; eles têm todos os tipos
de coisas em suas cabeças ao contrário do que estou dizendo. Essa é
a minha tristeza e minha tristeza, você entende? Não é sobre mim
aqui. Para mim, resolvi muitos problemas. Mas meu trabalho não é
ficar sozinho feliz em cumprir a vontade do Céu, mas também levá-lo
na mesma direção que eu.

Portanto, de agora em diante, em vez de perder seu tempo


pensando em todo tipo de coisas ao lado: suas distrações, seus
negócios, seus pequenos casos de amor, pense em harmonia, em
realizar a harmonia em todo o seu ser para que todas as suas células
vibrem uníssono. Por exemplo, uma orquestra. Todo mundo já ouviu
uma orquestra, todo mundo sabe que se um único intérprete não
toca em harmonia com os outros, ele destrói a harmonia do todo.
Bem, exatamente o mesmo fenômeno ocorre com o corpo físico, com
todo o ser, porque os órgãos são como instrumentos que devem
tocar uma partitura juntos. Tente ler quando tiver enxaqueca, cólica
ou dor de dente... você não entende nada porque essa desarmonia
interna impede você de fazê-lo.

Quantas coisas existem em nossa vida diária para nos fazer


entender a importância da harmonia! Seja uma orquestra, um coral,
um balé ou até mesmo um desfile militar, tudo deve se harmonizar.
Tudo na natureza e na vida está aí para nos instruir no que é
ordenado, harmonioso, estético, mas o homem dentro dele continua
a viver em desordem e cacofonia... Ah! Humanos, não falem comigo
sobre isso! Eles nunca querem se colocar em harmonia com as leis do
universo. Além disso, eles são os únicos que não estão em harmonia.
Os animais, os
insetos, plantas estão em harmonia, e espíritos da natureza, anjos...
todos exceto humanos. Sim, anarquistas...

Então, agora, deixe tudo de lado para pensar apenas nessa ordem
que Deus criou no início do mundo, para restaurar essa harmonia
primordial dentro de você. Todos os dias, por alguns minutos, envie
seu amor a todos os seres luminosos que povoam o universo. Diga-
lhes: “Eu te amo, concordo com você, gostaria de viver para sempre
em sua harmonia. Pouco a pouco essa harmonia irá invadi-lo,
trazendo-lhe luz, alegria, e você se sentirá tão forte e resistente que
nem terá medo da morte. Sim, graças à harmonia você será capaz de
superar a morte.

Apenas, é claro, para atrair a harmonia, para construí-la, é preciso


amá-la. Enquanto você não gostar dela, precisar dela, você não vai
atraí-la. Mas sinto que você está começando a gostar... e que está
fazendo esforços sinceros para criar essa harmonia dentro e ao redor
de você. Continue e um dia você sentirá todas as transformações que
estão ocorrendo no mundo por causa do nosso trabalho: em todos os
lugares, graças à nossa existência aqui, estamos limpando a
atmosfera da terra e inspirando um número de pessoas que querem
sair da confusão em que o mundo atual está mergulhado. Sim,
vivendo nesta harmonia, não só começamos a saborear o Reino de
Deus, mas sobretudo enviamos correntes, ondas,
4
AS BASES ESPIRITUAIS
DE MEDICINA

A medicina ocidental, todos os meios que tem hoje com os avanços da


química, da cirurgia, do uso de raios, etc... é ótimo! Mas por que, em vez de
melhorar, as pessoas estão ficando cada vez mais doentes? Alguém se
pergunta se existem duas pessoas saudáveis em toda a terra, e até mesmo
uma ainda descobre novas doenças. Claro, você dirá que essas doenças
sempre existiram, mas nós éramos ignorantes, não as diagnosticávamos,
portanto não as tratamos. É um pouco verdade, mas não exatamente.
Tampouco direi, como muitos outros, que se devem apenas à poluição do ar e
da água ou de alimentos adulterados. É verdade, as fábricas jogam seus
dejetos na água, o ar está sujo com todos os tipos de gases e fumaças,
legumes e frutas são cultivados com fertilizantes químicos, e tudo: óleo,
açúcar, manteiga, pão, tudo é desnaturado, falsificado!... Mas isso é apenas o
aspecto material da questão; as verdadeiras causas da doença estão em outro
lugar, estão no modo de pensar, sentir, agir. E esse aspecto, nunca falamos
sobre isso; nunca se explica que tal pensamento ou tal sentimento produza
fermentações ou envenenamentos. Então a gente tenta sanar as deficiências
com algum remédio para engolir, mas o que a gente nunca falamos sobre
isso; nunca se explica que tal pensamento ou tal sentimento produza
fermentações ou envenenamentos. Então a gente tenta sanar as deficiências
com algum remédio para engolir, mas o que a gente nunca falamos sobre
isso; nunca se explica que tal pensamento ou tal sentimento produza
fermentações ou envenenamentos. Então a gente tenta sanar as deficiências
com algum remédio para engolir, mas o que a gente
não sei é que na realidade são pensamentos e sentimentos que
destroem ou reconstroem.
Há apenas vinte ou trinta anos na Europa, com a medicina
psicossomática, estamos realmente começando a perceber que a
psique tem algo a ver com as doenças e a penetrar finalmente no
lado sutil do homem. Mas sempre houve esse lado sutil! Então, por
que, em muitos casos ainda, os médicos insistem em ver apenas o
lado material, físico? Há quarenta ou cinqüenta anos, só nos
preocupávamos com a quantidade de calorias necessárias ao bom
funcionamento do organismo, só falávamos da quantidade de
proteínas, lipídios, carboidratos e sais minerais que o homem tinha
que absorver em seu corpo. Então, descobrimos as vitaminas, e
começamos a falar apenas de vitaminas que, em pequenas doses,
têm uma ação muito mais poderosa do que proteínas, carboidratos,
etc...

Mas qualquer que seja a sua importância, as glândulas endócrinas


não são responsáveis por tudo o que acontece no corpo: elas apenas
cumprem as ordens que lhes são dadas, e se estão bloqueadas, se
secretam muito, muito pouco ou mal é que dependem outras funções
muito mais sutis que os pesquisadores ainda não descobriram. Sim,
ainda há coisas para descobrir. É o invisível que comanda o visível, o
mundo sutil que comanda o mundo físico, o espírito que comanda a
matéria. Mas os contemporâneos ainda não aceitaram isso. Eles
acreditam que o lado sutil, psíquico, depende da matéria, do corpo
físico, e que os pensamentos, por exemplo, são secretados pelo
cérebro, assim como a bile.
secretado pelo fígado! Na realidade, é exatamente o oposto, porque
os pensamentos são entidades vivas. Mas eu já falei com você sobre
isso e não vou voltar a isso.
O ser humano possui em si os elementos capazes de se opor à
doença. A prova, sabemos de casos em que pacientes que foram
condenados pelos médicos conseguiram se curar. Como? 'Ou' O quê?
Por vontade, por pensamento. Nem todo mundo consegue, é claro,
porque você precisa ter certas faculdades desenvolvidas, mas é
possível. Falei-vos de certas plantas cujas raízes não se fixam no solo
e que vivem suspensas no ar, extraindo da atmosfera a sua vitalidade.
Como conseguiram?... Se as plantas são capazes de absorver todos os
elementos de que necessitam em tais condições, quanto mais os
seres humanos! Os químicos dirão: "Estes são processos químicos,
ainda é química..." Sim, claro, tudo é química, mas a química obedece
à mente! O espírito é capaz de produzir substâncias químicas
curativas. Bem, esses poderes da mente, a medicina ainda não os
reconheceu ou aceitou, e esse é o seu erro.

No entanto, deve-se reconhecer que cada vez mais a medicina está


se conscientizando dos efeitos benéficos da harmonia na saúde; cada
vez mais ela descobre que muitos distúrbios vêm da desarmonia que
se instalou na vida interior do ser humano: desarmonia em seus
pensamentos, em seus sentimentos, etc... A medicina e a psicologia
encontraram para esses distúrbios todo tipo de termos científicos,
enquanto Continuo a ter um vocabulário simples que explica muitas
coisas: chamo isso de desarmonia. Se observarmos como a harmonia
e a desarmonia atuam em todas as áreas, em todas as atividades, em
todos os ramos da sociedade,
quaisquer que sejam as palavras eruditas que usamos para expressá-
lo, sempre se resumirá a esses dois termos: harmonia e desarmonia,
ou então ordem e desordem.
A medicina fez progressos consideráveis durante séculos,
encontrou os meios para vencer a peste, a cólera, o tifo, a
tuberculose, etc... Mas ainda não consegue salvar a humanidade dos
distúrbios do sistema nervoso: ansiedade, angústia, nervosismo,
depressões que agem desfavoravelmente sobre o organismo. E como
você sabe, além disso, as doenças se movem: se antigamente era
uma região do corpo que era mais particularmente afetada, hoje é
outra região: o sistema nervoso ou o coração, por exemplo. Claro que
ainda existem outros. Nem sempre são doenças incuráveis, mas são
muito difundidas e algumas são muito difíceis de curar, como
poliomielite, câncer, etc.

Mas estou muito feliz por saber que, no entanto, há uma reviravolta
nos círculos médicos e que surgem cada vez mais tendências
completamente novas que se aproximam de nosso Ensinamento. E
como as teorias, os pontos de vista que temos dado são os da Ciência
iniciática e existem desde tempos imemoriais, isso prova que a
ciência oficial está voltando às grandes verdades do passado. Tem
havido tantas reações a antibióticos e quimioterapia ultimamente,
algumas das quais foram negativas, que os médicos estão um pouco
confusos. Vários

começar a recorrer à homeopatia[3]porque perceberam que os


médicos alopatas, tratando apenas da doença, esquecem o homem
com suas qualidades individuais, específicas. Também perceberam
que em
Ao matar os micróbios ou vírus que causam a doença, outros
micróbios úteis ao corpo são destruídos.
A medicina também acabou percebendo que as faculdades
psíquicas de que é dotado tornam o homem muito diferente de todos
os outros seres vivos. Ela observou que os mesmos remédios não
agiam da mesma maneira em todos os pacientes e que, portanto, não
era necessário administrar o mesmo remédio a todos os que tinham
a mesma doença. Os bons homeopatas estudam cada pessoa
detalhadamente: seu temperamento, seus desejos, seus estados
psíquicos, e administram-lhe o remédio que lhe convém e que talvez
não convém a outro. Eles observaram que, para cada paciente, deve-
se levar em conta também um conjunto de elementos que eles
chamam de "terreno", enquanto até então a medicina negligenciava o
ambiente onde a doença se espalha para não estudar apenas a
doença em si.

Agora voltamos também aos princípios ensinados por Hipócrates.


Hipócrates foi um médico grego que estudou a ciência médica do
Egito e da Índia. Ele ensinou que é preciso sobretudo dar ao
organismo a possibilidade de se defender, porque o organismo, ou
seja, a natureza, sabe trabalhar suas defesas preparando
espontaneamente elementos químicos capazes de neutralizar os
agentes da doença. Quando um homem desenvolve a resistência de
seu organismo, está tão bem armado que, à vista de todas essas
defesas, o inimigo retrocede. A prova: vimos durante as epidemias
pessoas que circulavam tranquilamente entre os doentes sem nunca
serem afetadas, enquanto outras que tomavam todo tipo de
precaução eram levadas pela doença. Por quê ? Porque, entre os
primeiros, o solo não era favorável à proliferação de micróbios.
Doenças não atacam
o homem quando vêem que o lugar está muito bem defendido.

É por meios naturais, banhos, chás de ervas, exposição ao sol,


descanso, purificação, jejum, etc... que Hipócrates conseguiu
fortalecer o corpo. Considerando que hoje, ao engolir uma série de
remédios que o enfraquecem, as pessoas impedem que seu
organismo se defenda; confiando sempre em remédios externos, eles
não desenvolvem as forças que estão dentro deles.

À menor indisposição, corremos para a medicação; isso não é


razoável. Por que não tentar um método natural primeiro? Por
exemplo, quando você está resfriado e está tremendo, despi-se e
esfregue-se vigorosamente com uma toalha ou um pano seco, ou
mesmo uma luva de crina de cavalo, depois vista-se e beba vários
copos de água morna, envolvendo-se em cobertores. Você vai suar e
assim terá alguma chance de se recuperar. Experimente o meu
método, é simples e já tentei dezenas de vezes. Não faça como a
maioria das pessoas que esperam ficar muito doentes e que, nesse
momento, precisam de todo o arsenal de remédios para se tratar.
Você não precisa esperar.

E então, tenha cuidado, não engula nada, caso contrário, seu corpo
em breve não será mais capaz de lidar com todos os ataques a que
está exposto. Muitas anormalidades aparecem por causa do abuso de
produtos farmacêuticos. É por isso que, em vez de continuarmos a
fazer experimentos muito avançados no domínio químico, devemos
olhar em outras direções; os doentes devem ser colocados em
condições bem diferentes, a fim de despertar os poderes que estão
adormecidos neles. Ser
humano é construído para ser capaz de neutralizar todo o mal nele.
Só falta o conhecimento, falta a vontade, numa palavra, falta tudo de
ordem espiritual.
Agora, além disso, quase todos são unânimes em reconhecer que
os antibióticos e até a radioterapia: raios ultravioleta, infravermelhos,
raios cobalto, etc., têm efeitos colaterais completamente prejudiciais.
Sim, fazemos experimentos sem saber realmente as reações que
vamos desencadear, e é assim que alguns pacientes, sem o seu
conhecimento, servem de cobaias. Ou usamos animais; mas o que é
bom para os animais não é necessariamente bom para o homem.
Como podemos pensar que o que funciona em um rato ou coelho
funcionará em um homem? A estrutura do ser humano é bem
diferente da de camundongos e coelhos! E então não temos o direito
de matar milhares e milhares de animais para fazer experimentos. É
um crime que a humanidade terá que pagar um dia.

Se você ler Gênesis, verá que não foi até os dias de Noé que Deus
permitiu que os homens matassem animais. A Adão e Eva Ele havia
dado apenas ervas e frutas como alimento. Mais tarde, depois de
deixar a arca, como os homens perderam sua inocência e sua luz, eles
foram autorizados a matar animais para comê-los, apenas proibindo-
os de tentar a vida humana porque "o sangue do homem exige
vingança". Bem, acho que até o sangue dos animais clama por
vingança e muitas novas doenças vêm disso. Tanto sangue animal
quanto o homem derramou, tanto sangue humano terá que ser
derramado. É justiça.

Então agora, parte da medicina está começando a voltar para


Hipócrates, para a natureza.
Por exemplo, estamos redescobrindo os benefícios da água do mar
e cada vez mais centros de talassoterapia estão sendo construídos
perto do mar. A água do mar contém todos os elementos necessários
para o corpo, porque os mesmos elementos são encontrados nela
como no sangue. Foi graças à água do mar que os egípcios já haviam
curado Platão; e os babilônios, os chineses, os japoneses também
conheciam essa terapia. Estou absolutamente de acordo com esta
terapia, porque corresponde ao nosso Ensinamento que quer
restabelecer o equilíbrio do homem retirando deste reservatório
inesgotável que é a natureza tudo o que falta ao seu organismo. De
acordo com as últimas descobertas científicas, sabemos agora que,
como todas as criaturas, os seres humanos vêm do mar, todos os
elementos dos quais são encontrados neles. Quando ele mergulha na
água do mar,

Também é muito bom beber água do mar, é como operar uma


verdadeira transfusão; e você também pode fazê-lo com ostras. “Mas,
você dirá, não podemos tomar esses elementos na forma de pílulas
fabricadas em laboratórios? Não, não é a mesma coisa porque, no
mar, esses elementos estão vivos e o corpo os absorve e, portanto, os
assimila melhor. Qualquer coisa feita em uma fábrica ou em um
laboratório por homens não é tão aconselhável. Alguns afirmam que
os minerais da água do mar são trazidos pelas chuvas, rios e todas as
águas que passaram pelas camadas da terra, mas as pesquisas mais
recentes mostraram que o iodo, o boro e outros elementos muito
raros que foram descobertos na mar não são encontrados em terra;

O ideal seria poder tomar banhos em água do mar aquecida, pois


assim a água penetra melhor no sangue
as últimas descobertas científicas mostraram isso. A esta água
poderíamos acrescentar algas porque também têm um grande poder
curativo. Foi assim que minha avó se curou e, portanto, sei há cerca
de sessenta anos que é possível restaurar a harmonia do organismo
tomando banhos de água quente com ervas. Também é bom comer
algas. Os japoneses comem muito e é isso que lhes dá uma
resistência extraordinária. Quando estive no Pacífico, nas ilhas
havaianas, vi lojas que vendiam todo o tipo de mariscos, crustáceos,
peixes e também algas, mas algas de tal forma, de tal consistência e
de tal sabor que nunca comi nada igual . E as pessoas compravam
muito porque havia muito. Ah! se ao menos pudéssemos obter algas!
Eles contêm todos os nutrientes. Claro, você pode encontrá-los em
casas de dieta, mas é preciso tomar precauções, nem sempre se sabe
se são frescos ou em que condições foram preparados. Devíamos
poder apanhar algas nos locais escolhidos, mas não é fácil, o mar está
tão poluído!

Veja como os humanos são inconsistentes... Os defensores da


talassoterapia ficam maravilhados com os resultados da água do mar
e das algas, mas nunca se perguntam de onde vêm essas forças e
energias que o mar transmite. Esquecem sempre o essencial, e o
essencial é o sol! É ele quem dá à água do mar e às algas aquela
vitalidade que os humanos então extraem. É ele quem é o fator
essencial, a água do mar e as algas são apenas transmissores. Se a
água do mar não fosse vivificada pelo sol, não traria benefícios.
É sempre o essencial que falta no raciocínio dos humanos, porque
eles não têm o conhecimento real: eles nunca pensam que tudo o que
existe na terra tem sua origem no sol. Uma árvore, por exemplo, o
que é uma árvore? Nada além de um reservatório de luz solar
condensada. Quando a árvore é queimada, toda essa luz volta ao sol,
deixando alguns gases, vapores d'água e um pouco de cinzas. E o
mar, como a árvore, nada mais é do que um reservatório de luz solar.
O sol olha para o mar, enche-o de vida, e bebendo esta água ou
banhando-nos nela, recebemos a vida que o sol ali depositou.

Fitoterapia e aromaterapia usam plantas. É uma terapia que


também recomendo a você. Por quê ? Porque as plantas também têm
a propriedade de capturar e concentrar em si os elementos que vêm
do sol ou das estrelas. Tenho absoluta confiança em suas virtudes e
se você souber dosá-las e combiná-las, elas não fazem mal nenhum.
Portanto, recomendo que você use plantas o máximo possível.

A Quiropraxia foi redescoberta por um americano e aos poucos se


espalhou por todos os países, mas era uma ciência muito antiga. Aqui
está outra terapia que eu recomendo a você; aliás, muitas vezes
sublinhei a importância da coluna vertebral dizendo-vos que muitas
doenças advêm do facto de ela apresentar algum defeito: um desvio,
um nervo comprimido, uma vértebra esmagada... Como os nervos
nutrem os órgãos, devemos não procure curar os órgãos sem tratar
os nervos dos quais eles dependem e esses nervos passam pela
coluna vertebral. Os órgãos estão indiretamente ligados ao cérebro
através da coluna vertebral; é, portanto, como uma ponte entre o
cérebro e o resto do corpo e, se não funcionar adequadamente,
segue
todos os tipos de anomalias. Portanto, é necessário restaurar a
corrente cuidando dos nervos que passam pela coluna vertebral.
Aqueles que estudaram esta ciência curaram muitas doenças;
conseguiram até curar a surdez, que em alguns casos se deve a uma
anormalidade da coluna.
O magnetismo também é uma terapia e é, com a fitoterapia, uma
das mais antigas. Os iniciados sempre curaram através do
magnetismo. Veja o que é dito nos Evangelhos: Jesus tocou os
enfermos e os curou. Como? 'Ou' O quê? Introduzindo neles uma
força, sua força, um fluido harmonioso e perfeito. Era como se ele
tivesse introduzido a vida. E o que a vida faz? Exatamente o que uma
lufada de ar fresco faz quando você respira, ou uma transfusão de
sangue faz: restaura o equilíbrio do corpo. Quando um Iniciado toca
uma pessoa doente, faz, portanto, uma verdadeira transfusão de
vitalidade, porque vive uma vida harmoniosa, uma vida de plenitude,
uma vida divina. É como se ele estivesse dando seu sangue e o
paciente se recuperasse instantaneamente. O magnetismo é,
portanto, o remédio mais antigo, a dos Iniciados que curavam pelo
contato, ou simplesmente pelo olhar, por algumas palavras, sem
tocar no paciente. Na realidade, é o princípio da injeção, pois consiste
em fazer algo penetrar no corpo.

Ainda existem muitas outras terapias. Alguns, já antes da guerra, se


interessaram pela celuloterapia. Eles curam, prolongam a vida ou
retardam a velhice injetando células esmagadas do baço, fígado,
gânglios, rins, etc. de certos animais no corpo humano. A
celuloterapia já era conhecida há séculos, e Paracelso também a
conhecia. Sabemos que ainda existem tribos na África ou na América
que comem certos órgãos de animais para obter suas qualidades.
Elas
acreditar, por exemplo, que para ter a força e a audácia do leão é
preciso comer seu coração, enquanto quem come o coração de um
coelho fica com medo. Claro, a celuloterapia funciona, mas é uma
forma de magia negra porque envolve o sacrifício de criaturas vivas.
É, portanto, uma terapia que eu não recomendo. Cura, é verdade,
mas temos que encontrar outros meios. Voronoff, por exemplo,
transplantou glândulas de macaco para restaurar a atividade sexual
do homem, mas esse método foi abandonado porque se percebeu
que, ao recuperar sua força sexual por esse método, o homem
também retornava à animalidade. Mas, de qualquer forma, tirar
células de animais para introduzi-las em humanos não é desejável, e
eu não recomendo.

Qualquer coisa que contradiga a ciência que estudei, a ciência


iniciática, eu rejeito. A Ciência Iniciática considera o homem como um
todo e não apenas uma parte de seu ser: o fígado, o baço ou o
coração... Hipócrates já dizia que quando há desordem em uma parte
do corpo, significa que todo o organismo está perturbado . Portanto,
é necessário restabelecer a harmonia geral e a parte doente será
curada pelo próprio organismo. Em todo caso, comprimidos, injeções,
antibióticos, todos os remédios não terão efeito se o ser humano
continuar mantendo a desordem nele por seus pensamentos e
sentimentos.

Tampouco concordo com os métodos que, para estudar os seres e


as coisas, os separam dessa totalidade, dessa unidade que é o
universo, porque os matam. Esta não é a maneira de chegar a noções
corretas. Analisar, dissecar, é um método muito ruim. Tenho dito
muitas vezes que, para estudar as coisas, você não deve cortá-las da
árvore da vida. Se os separarmos, destruímos sua beleza, sua
luz, seu brilho, sua vitalidade, eles são reduzidos ao estado de
cadáveres. E estes são cadáveres que a ciência estuda. Ela ainda não
sabe estudar a vida. Eu também, às vezes faço análises, mas é para te
conduzir melhor à síntese; Não paro na análise, porque a análise
sozinha apenas desintegra.

Ao desmontar um relógio, você pode descobrir todas as peças de


que é feito... só que ele não funciona mais. Os biólogos também
sabem muito bem quais elementos constituem o homem; mas a
partir desses elementos eles são incapazes de criar um ser humano,
um ser que pensa, que vive, que caminha, que age. Os elementos
estão lá, mas falta o essencial: a vida que conhece as doses, as
combinações e todas as condições necessárias para o bom
funcionamento do organismo. Você tem que chamar a vida, porque
só a vida sabe restaurar o equilíbrio no estômago, no cérebro, nos
pulmões, em todos os lugares. E como os biólogos não lidam com a
vida, mas com a matéria, eles não conseguem. Até que eles se livrem
de sua filosofia materialista e mecanicista que separa as coisas da
unidade cósmica, eles não serão capazes de salvar a humanidade da
doença. Claro, seu ideal é muito nobre, eles fazem grandes sacrifícios,
têm inteligência e habilidades extraordinárias, mas sua filosofia está
errada, e é por isso que muitas coisas ainda lhes escapam.

Tudo o que lhe revelo está em harmonia com esta grandiosa


filosofia que me foi transmitida e que o mundo inteiro adotará um
dia. Já a ciência é forçada a retornar cada vez mais às verdades do
passado. Por exemplo, por muito tempo os químicos riram dos
alquimistas que afirmavam transformar chumbo em ouro, e então
descobriram que, como o átomo de chumbo tem 82
elétrons e a de ouro 79, se retirarmos 3 elétrons, 3 prótons e alguns
nêutrons do chumbo, obtemos ouro. Infelizmente, esse ouro não
pode ser fabricado em grandes quantidades, pois ainda é instável e
os processos de fabricação são extremamente caros. A ciência oficial,
portanto, começa a ser abalada, pouco a pouco passa a se interessar
por frenologia, telepatia, radiestesia e logo reconhecerá também a
astrologia. Todas essas verdades que afirmamos há muito tempo, um
dia você as verá, as ouvirá e as lerá em todos os lugares. Cada vez
mais a ciência perceberá que os Antigos, sem telescópios nem
microscópios, fizeram grandes descobertas (quem os instruiu?...),
então ela começará a estudar seriamente tudo o que os Iniciados
ensinaram e isso será uma grande reviravolta. Nesse momento, tudo
será invertido: a ciência da vida, a síntese, será ensinada, e então o
Reino de Deus será possível. Mas até que a fortaleza da ciência
materialista oficial seja derrubada e substituída pela ciência dos
Iniciados, a confusão continuará.

Agora vou mostrar por que a medicina preconizada pela Ciência


Esotérica supera todas as outras. Como os médicos geralmente
estudam em Faculdades que dão sempre o primeiro lugar ao lado
físico, eles negligenciam os pensamentos, sentimentos,
comportamentos, modo de vida, enquanto isso é precisamente o que
deve estar em primeiro lugar. A verdadeira terapia é o nosso modo
de vida; e todos os outros só ficam em segundo, terceiro, quarto
lugar...

A medicina psicossomática estuda a ligação entre a psique e o


corpo físico, a maneira como eles reagem um ao outro. A medicina
psicossomática está ganhando terreno, e é maravilhosa, mas será
ainda mais eficaz
quando suas teorias serão baseadas em uma filosofia, em uma visão
global verdadeira. Esta visão global tem como ponto de partida o ser
humano, pois o ser humano é a base de tudo. Nenhum progresso
real pode ser feito em qualquer campo (científico, econômico, social,
psicológico, médico...) enquanto não conhecermos a estrutura do ser
humano, as forças que estão nele, bem como suas relações com o
universo, tantas coisas que a ciência esotérica estudou por milhares
de anos.

Muitos cientistas consideram o homem uma máquina; por muito


tempo compararam-na a uma máquina, sem suspeitar que nela
existem forças, entidades e inteligências absolutamente
desconhecidas, capazes de produzir novos elementos no organismo.
Eles não sabem que o homem tem corpos sutis. Eles não sabem o que
é o pensamento nem a vontade, nem a fortiori a alma e o espírito, e
os poderes que eles contêm. Então, como eles podem imaginar que
com todas essas deficiências vão curar o ser humano? É impossível.
Claro que o plano físico é importante, mas também devemos olhar
mais alto, onde existem outras existências, outras entidades. O que
estou dizendo aqui é baseado em conhecimento real e a humanidade
um dia terá que passar por isso. O ser humano é algo mais do que o
que tocamos e o que vemos; ele não se conhece e a medicina não o
conhece. Sim, nossa medicina ainda está trabalhando em seres que
não conhece; como então ela poderia obter grandes resultados?

A primeira coisa a saber é que além do corpo físico, o homem tem


outros corpos de natureza sutil: o corpo etérico que permeia o corpo
físico e que carrega vitalidade e memória. Então o corpo astral,
isto é, o corpo de sentimentos e emoções. Então o corpo mental... Eu
tenho falado com você muitas vezes desses diferentes corpos:
etérico, astral, mental, causal, búdico,
atmico[4], hoje eu não vou voltar a ele. Tomemos por exemplo alguém
cujo corpo etérico não está mais corretamente conectado ao corpo
físico por seu ponto de fixação: ele sente desconforto e, no entanto,
os médicos não veem nada, porque o corpo físico é perfeitamente
normal. Sim, ainda não sabemos como agir sobre o corpo etérico.
Enquanto os médicos não souberem da existência dos corpos sutis do
homem, não esperam a cura definitiva das doenças!

Portanto, é necessário antes de tudo estudar o ser humano, porque


ele é a chave do universo. Enquanto não possuirmos essa chave,
enfrentaremos problemas insolúveis. Os pesquisadores devem agora
dar ao homem o primeiro lugar e descobrirão toda a sua parte
invisível: sua aura, suas emanações, suas vibrações, as trocas que ele
faz com todas as entidades que povoam a natureza e os diferentes
mundos, o poder que ele tem de se mover no espaço , pegar ondas,
ver e agir à distância... E então, tudo vai mudar. Quando lidamos com
o homem, estamos no centro das coisas, porque o homem é
verdadeiramente a chave de todos os mistérios.

E agora, a qual terapia devemos dar o primeiro lugar? Todos


aqueles que acabei de listar: fitoterapia, talassoterapia, quiropraxia e
até quimioterapia não são os mais eficazes. A melhor terapia é
pensar, sentir e agir em harmonia com as forças e existências
luminosas da natureza e de todo o universo. O homem deve,
portanto, conhecer essas forças, essas existências e concordar com
elas. Este é o primeiro medicamento. Não rejeito os outros, é claro, e
no
caso um paciente esteja em estado muito grave, não é hora de pregar
para ele explicando que ele deve mudar seu modo de vida. Lá, muitas
vezes é necessário agir rapidamente: dar antibióticos, fazer uma
transfusão de sangue ou até operar. Mas você deve saber que o
melhor remédio é praticado todos os dias pelo modo de vida, ou seja,
o modo de pensar, sentir, acreditar, amar, comer...

Por isso é tão importante que em vez de nos concentrarmos


sempre na doença, comecemos a estudar a saúde, os fatores de que
ela é resultado (respiração, nutrição, comportamento) e que as leis
que asseguram sua manutenção sejam ensinadas a todos. Então, não
será mais necessário gastar bilhões para construir laboratórios de
pesquisa ou hospitais que custam tanto, como somos continuamente
obrigados a fazer agora.

Infelizmente, quando ouvimos os médicos entrevistados no rádio,


na televisão, nunca os ouvimos falar sobre o modo de vida: falam de
novos tratamentos, vacinas, radiações, operações, etc... e as pessoas
têm assim a impressão de que eles podem viver de qualquer maneira,
não respeitam nenhuma regra, fazem todos os excessos, o que
importa? a medicina certamente encontrará uma maneira de curá-los
e permitir que continuem sua existência desordenada. É assim que os
governos ainda serão obrigados a gastar quantias fantásticas para
tratar as pessoas... até que finalmente se descubra que o mais
importante era muito simples: era o modo de vida. .

Obviamente, não podemos deixar de admirar certos médicos, suas


descobertas, seus sacrifícios, é extraordinário! No entanto, deve-se
dizer que muitos de seus esforços foram de pouca utilidade, porque
eles não sabiam em que direção olhar. Alguns vão objetar que se
saúde ou doença depende muito do modo de vida, as crianças não
devem ficar doentes, porque não tiveram tempo para ter maus
pensamentos e sentimentos ou fazer más ações. Aparentemente, é
verdade, mas apenas para quem desconhece que os seres humanos
voltam à Terra mais de uma vez. Se uma criança está doente, é pelo
modo como viveu em existências anteriores: mereceu vir a encarnar-
se com pais que lhe transmitiram certas falhas.

Enquanto não se estuda a ciência iniciática, não se raciocina sobre


as verdadeiras causas, portanto se tira conclusões errôneas. Uma
regra é sempre válida: é colocar em primeiro lugar o modo de viver, o
modo de pensar, sentir e agir. Até que você entenda isso, você não
apenas restaurará nada nesta existência, mas também criará
condições muito ruins para suas próximas encarnações. Portanto,
aceite todas essas verdades ensinadas pelos grandes Iniciados. Diga
a si mesmo: “Como há coisas que me escapam, confiarei na ciência
divina e colocarei o modo de vida em primeiro lugar. » Em seguida,
você pode adicionar todas as terapias que desejar. Mas eu insisto, em
primeiro lugar o modo de vida.

Ainda há uma terapia que eu indiretamente


mencionado anteriormente é a terapia do sol[5]. Um dia, toda a
humanidade se voltará para o sol, que é uma fonte inesgotável, e é o
sol que fará as curas mais completas - mas depois do modo de vida
que sempre permanecerá a primeira terapia. Quando a humanidade
viver de acordo com as leis divinas, não precisará mais de clínicas e
hospitais. No momento, estamos falando apenas de construir
novos hospitais, porque há cada vez mais doenças e pessoas doentes.
É que os homens vivem cada vez mais mal, pensam cada vez mais
mal. Eles são cada vez mais educados e instruídos, mas estão cada
vez mais doentes. É preocupante, porque por um lado há uma
evolução, mas por outro... como chamar? um tombo? E não é com
elementos materiais que vamos remediar essa situação, porque Deus
não deu eficiência absoluta à matéria. A matéria é sempre um
paliativo.

Nós damos ao corpo físico a comida e a bebida de que ele precisa,


mas o ser humano não é apenas um corpo: ele é uma alma, ele é um
espírito, e não podemos alimentar a alma e o espírito com carne,
vegetais ou hormônios! Mas como a ciência não forneceu nada para
satisfazer as necessidades da alma e do espírito, eles estão com fome,
com sede, eles sofrem. É por isso que vemos tantas pessoas que
aparentemente não carecem de nada: têm um emprego, uma família,
uma casa, um carro, mas no fundo se sentem insatisfeitas, no vácuo.
Isso prova que eles negligenciaram sua alma, e quanto ao seu
espírito, nem vale a pena falar! A medicina futura será obrigada a
levar em consideração todas as necessidades do ser humano,
incluindo as da alma e do espírito,

Então, entenda-me bem, nosso Ensinamento não lhe dará casas,


nem carros, nem roupas, mas você encontrará lá tudo o que satisfará
sua alma e seu espírito. E quando a alma e o espírito estão satisfeitos,
agem sobre o corpo e desencadeiam novos processos nele. Assim,
mesmo que não esteja muito bem vestido ou que não tenha comido
muito bem, o corpo caminha orgulhoso, com a cabeça erguida. Sim,
nosso
Ensinar lhe dá os elementos mais preciosos e essenciais para seu
equilíbrio e sua felicidade.
Sabemos que muitos doentes podem ser curados com algumas
boas palavras do médico; mas como está com pressa, contenta-se em
receitar e vai embora. Para muitos médicos, amor, esperança,
encorajamento, isso não conta; e até matam certos pacientes
dizendo-lhes que nunca vão se recuperar, que só têm alguns meses
ou alguns dias de vida. Mesmo assim, alguns médicos percebem que
devem ter trocas amistosas com o paciente, pois não são apenas os
remédios que curam. No passado, muitos médicos eram apóstolos,
enquanto hoje são frequentemente mercenários. Acontece até, nos
Estados Unidos, que o paciente não vai ao médico: são as máquinas
eletrônicas que fazem o diagnóstico e, de acordo com os resultados,
o paciente atende ou não atende o médico que envia a receita pelo
correio. Há cada vez menos contato humano, tudo é mecanizado e o
amor vai embora. Mas o que cura, justamente, é o amor.

Mas um dia tudo mudará, e os homens descobrirão que é amor,


confiança, esperança que lhes falta e que o que os adoece são
dúvidas, suspeitas, conflitos, desarmonias. É por isso que eu insisto: o
remédio mais eficaz é a maneira como você vive. Claro, não posso
dizer que funciona tão rápido quanto uma droga. Quando você toma
uma pílula, quase imediatamente você pode sentir os resultados. Mas
esses resultados serão sustentáveis? E o corpo ainda tolerará bem
essas drogas? O remédio que lhe recomendo é lento, mas é o mais
seguro e, a longo prazo, o mais eficaz. Só ela assume que o homem
concorda
uma filosofia justa, verdadeira e abrangente, porque todo o resto
depende do que pensamos.
E quando falo de filosofia me refiro à única filosofia que não é o
resultado de um andaime intelectual, mas que foi descoberta pelos
grandes Iniciados com suas extraordinárias faculdades de
clarividência e duplicação. E posso lhe dizer, o Céu me escolheu para
ser um dos herdeiros desta filosofia divina. Sem ela, não podemos
conhecer o caminho e, façamos o que fizermos, nos perderemos. É
por isso que, em primeiro lugar, coloco esta filosofia que nos explica
como viver em harmonia com todas as forças e todos os mundos para
que não haja mais lutas ou contradições dentro de nós. Também nos
revela como o homem é construído e que trocas sua alma e seu
espírito precisam fazer com as forças da natureza. Como respirar:
respirar também é uma troca indispensável, e se o homem for
privado disso, ele morre. Da mesma forma morrerá se sua alma e seu
espírito não respirarem, ou seja, não fizerem trocas com o cosmos.

Então pense em ligar-se às forças da natureza: então haverá uma


luz que fará você ver o universo como uma construção, um edifício
formidável onde tudo está ligado de cima para baixo, e nesse
momento você poderá para restaurar muitas coisas dentro de você.
Por que você não aprecia o valor das verdades que eu lhe dou?
Porque eu não sou famoso e reconhecido? O que me interessa é
saber a verdade. Dediquei toda a minha vida a isso. O resto, a fama, a
glória não me interessam. Além disso, eles virão sem que eu queira,
porque quando você está na verdade, mais cedo ou mais tarde você
será reconhecido. E se você estiver errado, nós também
eventualmente perceberemos, e mesmo que você tenha recebido
ovações, um dia ou outro nós iremos
vai esquecer. Não, não, eu trabalho por algo que nunca será
esquecido ou substituído.
O mais importante, portanto, é aprender a viver, a pensar, a sentir
e a agir. Em outras palestras, quando lhes expliquei o processo de
formação das plantas ou dos peixes, ou mesmo da criança no ventre
de sua mãe, falei sobre a lei da afinidade e mostrei como o homem,
através de seus pensamentos e sentimentos, liga às regiões,
entidades, forças e elementos do espaço que lhes correspondem, e
como ele acaba

atrair[6]. Sim, o homem atrai aquilo a que está vinculado, é absoluto, e


assim se explica a saúde e a doença, a força e a fraqueza, a
inteligência e a estupidez, a beleza, a feiúra, etc. Estes são elementos
que atraímos.
Portanto, se você está em dificuldade, é sem dúvida porque, no
passado, você perturbou a ordem das coisas por sua ignorância; mas
agora, graças a esta filosofia iniciática que te ensina a trabalhar os
teus pensamentos, os teus desejos, podes ligar-te às entidades e
regiões mais espirituais e construir um corpo com todas as
qualidades que desejas: saúde, força, beleza. ... Esse é o segredo da
ressurreição. Se você concordar em entender e aplicar essa ciência da
vida, terá o poder não apenas de se proteger de doenças, mas de
reconstruir seu corpo como desejar. Claro, ele pode resistir aos seus
esforços no momento, mas isso porque durante séculos, você
trabalhou inconscientemente para deteriorá-lo e agora levará muito
tempo para restaurar sua saúde. Mas o que lhe digo é absoluto. Seis
ou sete anos de estudo são suficientes para obter o diploma de
doutor, mas para possuir a ciência da vida são necessários milhares
de anos, é tão vasto!
Quando tivermos compreendido as necessidades da alma e do
espírito, compreenderemos também que devemos despertá-los para
o trabalho. Todo o resto depende dessa atividade da alma e do
espírito, porque é aí, na alma e no espírito, que estão as causas; todo
o resto são as consequências. Então, quando sabemos que
conseguimos tocar a região das causas (onde as forças são
acionadas), vivemos em paz, com certeza, porque sabemos as
consequências que virão. E é assim que se pode afugentar as doenças
psíquicas: dando ao homem conhecimento, certeza. É porque não se
liga conscientemente, através de sua alma e de seu espírito, às forças
luminosas da natureza, que um ser se sente desorientado, ansioso,
no vazio. Mas quando a luz vem, mostra-lhe que está ligado à
imensidão, à eternidade, que ele possa comungar com as forças
cósmicas, que possa transformar sua vida. E então a certeza e a
alegria a acompanham. Enquanto não esclarecermos as pessoas, é
quase inútil tentar curá-las. Devemos esclarecê-los, e desde a
infância. Os humanos só podem ser ajudados a resolver seus
problemas físicos e psíquicos mostrando-lhes sua verdadeira
natureza, como estão ligados à Árvore da Vida e como podem tirar
forças dela para trabalhar e se transformar.

Portanto, nunca se esqueça: o essencial é a filosofia e o modo de


vida; mas no plano físico, o sol deve ser colocado em primeiro lugar.
Um dia, a ciência estudará como podemos nos curar pelo sol:
quando, por quanto tempo nos expor ao sol, como expor água ao sol
em garrafas de cores diferentes e a que horas beber , como trabalhar
com a luz do sol em todas as suas formas e, com a ajuda de
aparelhos, tirar do sol todos os elementos curativos que ele contém.
este
vai ser incrível! Por enquanto, a ciência ainda não dá muita atenção
ao sol porque só se interessa pela matéria, pelos elementos químicos.
E, no entanto, se a água do mar, as algas, as ervas, as árvores e até as
pedras e os cristais curam, é porque retiram do sol o seu poder
curativo. O sol é o último que apreciaremos, mas quando o
descobrirmos, teremos que dar-lhe o primeiro lugar: nos
alimentaremos do sol, respiraremos o sol e até ouviremos sua música
porque teremos dispositivos capazes de capturá-lo. Sim, a música
mais bonita vem do sol e as melhores mensagens também.
Ouviremos, portanto, as emissões do sol. Você está se perguntando
se estou falando sério? Mas sim, é tudo o que é mais sério.

Então, para mim, a terapia do futuro será a terapia do sol: ver o sol
nascer, criar laços com ele, concentrar-se nele para receber todas as
partículas que ele envia. A ciência ainda não conhece essas partículas
etéricas com as quais os raios do sol estão carregados. No entanto,
embora ainda não tenha reconhecido o lado mais sutil da matéria, a
medicina já descobriu que os imponderáveis são os mais
importantes no organismo e para o organismo. Depois de tentar
curar distúrbios digestivos, circulatórios, respiratórios e eliminatórios
lidando com os próprios órgãos, ela acabou descobrindo que eram as
secreções imperceptíveis das glândulas endócrinas que excitavam ou
bloqueavam as funções dos órgãos.

Mas ainda não acabou. O sistema endócrino não é a descoberta


mais recente, porque as próprias glândulas endócrinas dependem de
centros cada vez mais sutis... até o pensamento. É, portanto, como se,
no pensamento, houvesse glândulas que comandam toda a
Traduzido do Francês para o Português - www.onlinedoctranslator.com

o organismo. Do pensamento aos órgãos, é todo um sistema


hierárquico que a ciência um dia descobrirá. Sim, acho que as
glândulas endócrinas não são as mais importantes, pois ainda
dependem de outras funções. Através de seus pensamentos e
sentimentos o homem age sobre seu sistema glandular, e aqui é seu
organismo que sofre ou se recupera e se continua ou para de crescer,
se emagrece ou engorda, também não são as glândulas endócrinas
as únicas responsáveis por isso.

No entanto, é interessante ver que a ciência está trabalhando agora


com elementos cada vez mais sutis. Na medicina, novamente, a
homeopatia usa remédios até a 31ª diluição centesimal; alguém
poderia pensar que não há mais nada, mas sim, ainda há algo que
age. Os físicos também estão descobrindo aspectos cada vez mais
sutis da matéria: depois de prótons e nêutrons, mésons e neutrinos.
Quando chegarem aos elementos etéricos, descobrirão partículas e
energias ainda desconhecidas que vêm do sol, e toda uma ciência se
desenvolverá em torno dos raios do sol. E ainda, em vez de procurar
vitaminas em farmácias, vamos tomá-las diretamente do sol. As
vitaminas encontradas nas farmácias não podem ser perfeitamente
assimiladas pelo organismo, por isso é melhor tomá-las em frutas e
vegetais onde o sol as depositou. Ainda não conhecemos todas as
propriedades que os vegetais mais comuns possuem como cebola,
alho-poró, rabanete, etc... Até as folhas do rabanete devem ser
consumidas, pois são saborosas e mais nutritivas que os próprios
rabanetes. E os nabos também são excelentes. porque são saborosos
e mais nutritivos que os próprios rabanetes. E os nabos também são
excelentes. porque são saborosos e mais nutritivos que os próprios
rabanetes. E os nabos também são excelentes.

Mas, finalmente, gostaria de lhe dizer que se você sabe respirar,


beber, comer, você
você tomará as vitaminas onde quer que o sol as tenha depositado,
porque o mais importante é o estado psíquico em que você recebe as
coisas. Se você não estiver em bom estado, poderá engolir vitaminas
o dia todo sem poder fortalecer seu corpo. E mesmo você pode
causar distúrbios em algum lugar da digestão ou da circulação. Os
médicos nunca insistem na importância do estado de consciência, da
atitude interior a ter em relação às coisas: é por isso que os
medicamentos que prescrevem ainda perdem sua eficácia. Então aqui
está um ponto essencial: a atitude com que se recebe as coisas.

Muitos me dizem: “Mestre, quando estamos com você, pensamos,


sentimos, agimos diferente, não há mais problemas, tudo vai bem.
Mas assim que nos afastamos por um tempo, não é a mesma coisa:
nos encontramos de volta à realidade prosaica, não temos mais a
mesma convicção, não resta quase nada do que você nos contou. E
respondo que são experiências que eu também tive quando jovem,
com meu Mestre Peter Deunov. Mas se estou agora com você, é para
levá-lo não apenas a aceitar certas verdades, mas a fazer esforços
para mantê-las pelo maior tempo possível. A vida é dura?... A quem
você está contando! Você sempre tem que lutar, sempre enfrentar e
você está cansado. Eu sei, a vida é muito difícil. Eu não vou explicar a
você por que ela está assim no momento.

Então, quando você voltar para casa, esforce-se para manter vivas
dentro de você aquelas verdades que você recebeu, não as esqueça.
Diga a si mesmo: "Eu sei que não
Jamais poderei fugir das realidades da vida cotidiana, mas devo me
manter vigilante quando chegar o dia em que vierem os
contratempos, os desânimos e os maus pensamentos. Aconteça o
que acontecer, não vou ceder, não vou cair, não vou perder minha
chama, meu entusiasmo e minha esperança. Sim, agarre-se às
verdades que eu lhe dou, tome algumas respirações de oxigênio e
então vá encarar a realidade. Nesse momento você se tornará forte e
poderoso, você se tornará uma fonte de vida. Não é melhor?

Quantos dizem: “Ah! Entendi ! Agora eu vou ser forte. Veremos o


que veremos! Mas quando os eventos surgem, eles capitulam. Aí
quando eles voltam aqui, claro, eles ficam com vergonha de terem
sido tão fracos e se endireitam dizendo de novo: “Vamos ver o que
vamos ver! Sim, até a próxima... Então o mais sensato é voltar aqui
até ficar inabalável. Este é o Ensinamento: tornar-se inabalável, e
aconteça o que acontecer, lembre-se de que você é imortal e que
Deus colocou todas as possibilidades em você. Se você esquecer, está
acabado.

Então, me entenda bem!... Você vai dizer: "Nós te entendemos, nós


te entendemos..." Não, você ainda não tem esse entendimento que
eu imagino. Entender-me significa permanecer firme em suas
convicções. Alguns são, sim, mas outros... assim que se encontram
nos turbilhões da existência, deixam-se influenciar pela mentalidade
materialista que pensa apenas em garantir o bem-estar e o sucesso
material sem considerar as necessidades dos alma e o espírito.

Acredite em mim, livre-se dessa materialista porque elafilosofia


vai te
enfraquecer, ela vai te entorpecer. O
prova, veja: quando você introduz na cabeça de um homem que ele é apenas matéria, que a alma
não existe, que não há vida após a morte, o que você pode esperar dele? Ele cometerá qualquer
crime e isso não é surpreendente. O mais grave é que com essas ideias tiramos dele a vontade de
fazer algo sublime, destruímos nele o poder do espírito. Então nós o matamos. Ao passo que se
conscientizarmos esse homem de que ele tem um espírito, que é um espírito e que, dando-lhe a
possibilidade de se manifestar, conseguirá fazer grandes coisas, estamos dando-lhe poderes
reais: seu corpo começa a obedecer ele, para cumprir suas decisões e não sucumbir mais às
privações, infortúnios, doenças; ele está avançando, ele é forte, ele é poderoso e está liderando o
mundo inteiro! Mas se ele adota a filosofia materialista, ele não é nada. Este é o perigo de dar o
primeiro lugar ao corpo físico, à matéria, ao lado externo, objetivo. É claro que a extensão do mal
não aparece imediatamente, mas aos poucos o ser humano enfraquece e morre. Releia a
conferência sobre a força do espírito, você encontrará todos os elementos para seguir em frente
e superar as dificuldades. Sim, é a filosofia da mente que devemos adotar agora. Não dê ouvidos
aos fracos e idiotas que o arrastam para o pó. É verdade, somos matéria, pó, mas apenas em
parte: a outra parte é celeste. a extensão do mal não aparece imediatamente, mas pouco a pouco
o ser humano enfraquece e morre. Releia a conferência sobre a força do espírito, você encontrará
todos os elementos para seguir em frente e superar as dificuldades. Sim, é a filosofia da mente
que devemos adotar agora. Não dê ouvidos aos fracos e idiotas que o arrastam para o pó. É
verdade, somos matéria, pó, mas apenas em parte: a outra parte é celeste. a extensão do mal não
aparece imediatamente, mas pouco a pouco o ser humano enfraquece e morre. Releia a
conferência sobre a força do espírito, você encontrará todos os elementos para seguir em frente
e superar as dificuldades. Sim, é a filosofia da mente que devemos adotar agora. Não dê ouvidos
aos fracos e idiotas que o arrastam para o pó. É verdade, somos matéria, pó, mas apenas em
parte: a outra parte é celeste.

A única coisa que me interessa é essa filosofia que eu passo


pacientemente para você e que lhe dá todas as possibilidades de se
desenvolver ad infinitum. Todas as filosofias que não reconhecem no
homem esta possibilidade de evoluir para o infinito não podem dar-
lhe o verdadeiro sentido da vida. Portanto, afaste-se dessas filosofias.
5
RESPIRAÇÃO E NUTRIÇÃO

A vida terrena do homem começa com a respiração, a primeira


inspiração. É graças à primeira inspiração que os pulmões se enchem
de ar, começam a se movimentar e acionam a vida. E anos e anos
depois, quando se diz que alguém deu seu último suspiro, todo
mundo entende que está morto. A respiração é o começo e o fim. A
vida começa com uma inspiração e termina com uma expiração.

Portanto, vale a pena parar neste processo de respiração para


refletir, entender que a base de nossa existência está aí e praticar
para que ela seja realizada cada vez melhor. Na maioria dos humanos
esse processo é dificultado, diminuído ou envenenado. É por isso que
eles devem aprender a trabalhar com o ar para animar, purificar e
intensificar a vida neles.

Agora, para entender melhor o fenômeno da respiração e suas leis,


podemos compará-lo com o que acontece na nutrição.

O que fazemos quando comemos? Antes de enviar o alimento para


o estômago, ele é mastigado. A boca é como uma pequena cozinha
onde preparamos a comida: cortamos, cozinhamos, temperamos com
um pouco de óleo, ou seja, saliva, e são certas glândulas que cuidam
desse trabalho. É por isso que é aconselhável mastigar os alimentos
por muito tempo até que se tornem quase líquidos. sim
é engolido sem mastigar o suficiente, não está bem preparado e o
corpo não consegue assimilá-lo, o que produz muitos resíduos. Se o
alimento chega ao estômago insuficientemente mastigado, o
organismo é obrigado a despender muita energia para transformá-lo
e isso é a causa de muitos cansaços.

Não pense que a fadiga sempre vem de trabalhar demais. Não,


muitas vezes vem de um desperdício de força. E precisamente,
quando você engole o alimento sem tê-lo mastigado bem, mas
também sem tê-lo impregnado suficientemente com seus
pensamentos e sentimentos, é mais difícil digerir e o corpo tem
grande dificuldade em assimilá-lo.
Você deve saber que para realizar um trabalho espiritual em boas
condições, é necessário proteger seu organismo, não impondo gastos
inúteis de energia sobre ele. Alguns acreditam que para ser saudável,
ativo, resiliente, você precisa comer muito. Não, é um erro. Você pode
até ter essa experiência um dia: mastigue cada pedaço de comida o
maior tempo possível, até vários minutos, até que desapareça
completamente na boca, você descobrirá que, embora tenha comido
muito pouco, absorveu força para algumas horas. Se estou contando
a vocês sobre essa experiência, é porque eu mesma tive muitas vezes
na minha juventude, na Bulgária. Quando eu era estudante, era
muito pobre e muitas vezes tinha muito pouco para comer, mas
percebi que mastigando a comida por muito tempo, eu me sentia
mais nutrido do que se eu comesse na velocidade normal. Mostrou-
me que a comida tem energias que ainda não aprendemos a liberar e
usar.

Sobre este assunto, eu acrescentaria que é melhor não sair da


mesa completamente satisfeito, mas ainda ter um pouco
sensação de fome. Por quê ? Deixar o trabalho para o corpo etérico.
Sim, para preencher esse pequeno vazio que você deixou, o corpo
etérico é solicitado a buscar um pouco mais de nutrição nas regiões
mais sutis e, depois de alguns momentos, você não apenas não está
mais com fome, mas se sente energizado. também energias
psíquicas, e você sente que seu cérebro funciona melhor. Ao passo
que se você está saciado, você paralisa a atividade do corpo etérico e
isso é muito ruim para a sua saúde, porque todo o seu organismo fica
assim ameaçado pela estagnação.

O corpo etérico, você não deve paralisá-lo, mas sempre dar-lhe o


desejo de ser ativo, de ter algo para fazer, de buscar. É por meio
dessa atividade do corpo etérico que você mantém a boa saúde. E
para forçar o corpo etérico a se tornar ativo, não se deve saturar o
corpo físico; pelo contrário, é esta ligeira privação sentida pelo corpo
físico que incita o corpo etérico a trabalhar.

Mas voltemos às analogias que existem entre respiração e nutrição.

As mesmas leis regem ambos os processos. Não é bom respirar


rápido, porque o ar não tem tempo de descer profundamente nos
pulmões para enchê-los, inflá-los, expandi-los. Você tem que respirar
devagar, profundamente e até mesmo de vez em quando segurar o
ar em seus pulmões por alguns segundos antes de liberá-lo. Por quê ?
Para "mastigá-lo". Sim, os pulmões podem mastigar o ar como a boca
pode mastigar alimentos.

Quando a boca mastiga a comida, ela já age como um estômago,


mas cuida da parte sutil da comida. Ainda não foi estudado direito. O
A boca é um estômago sutil e espiritual, onde o trabalho mais
importante é feito. O estômago, por outro lado, recebe a parte mais
grosseira do alimento, uma vez que a boca absorveu toda a parte
etérica, sutil. Podemos verificar. Aqui está um paciente que foi
obrigado a jejuar por vários dias; obviamente ele se sente muito
fraco. Você lhe dá uma fruta: mal começou a mastigá-la, antes mesmo
de ingeri-la, já sente sua força voltar. Isso prova que existem células
na boca, glândulas que são as primeiras a saber extrair do alimento o
que ele contém de mais energético, de mais vivo. Em seguida, os
elementos mais grosseiros são atendidos pelo estômago.

As pessoas que comem muito e gulosamente mandam para o


estômago quantidades de comida mal mastigada, da qual a boca não
conseguiu extrair os elementos mais sutis; eles podem ter ossos
fortes, músculos fortes e um pouco mais de sangue, mas seu sistema
nervoso não será nutrido. A saúde do sistema nervoso depende do
trabalho que é feito na boca. Se você quer ter uma reserva
inesgotável de forças nervosas, poder dominar seu corpo físico, suas
emoções, seus sentimentos, mastigue suavemente, devagar,
conscientemente e com amor. Faça o experimento, você verá que
aumentará consideravelmente a força do seu sistema nervoso. A
maioria das pessoas come rapidamente, engole sem mastigar e fica o
dia todo inquieta, nervosa. A auto-educação deve começar com uma
alimentação consciente, sensato. Aquele que respeita as leis da
nutrição se sentirá calmo, tranquilo e obterá maestria, domínio, paz.
Você quer dominar seus nervos? Comece pela nutrição.

Agora podemos entender por analogia como as leis da nutrição são


encontradas no
processo respiratório. O ar que respiramos é como uma "mordida",
um bocado cheio de uma força incrível. Se for rejeitado muito
rapidamente, os pulmões não podem "cozinhá-lo", "digerir", assimilá-
lo o suficiente para que o corpo se beneficie das forças que ele
contém. É por isso que tantas pessoas estão cansadas, nervosas,
irritadas: não sabem se alimentar adequadamente de ar, não o
"mastigam", rejeitam-no imediatamente. Eles só respiram com o topo
de seus pulmões, e o resultado é que o ar viciado não pode ser
forçado a sair e substituído por ar limpo. A respiração profunda é um
exercício magnífico que você deve se lembrar de praticar, pois renova
as energias.

Olha, você tem um carro ou uma moto; você lhes dá comida líquida:
gasolina. Quando a faísca do motor acende a gasolina, esta se
transforma em gás (isto é, em elemento ar). Em seguida, libera uma
energia, e é graças a essa transformação geradora de energia que os
veículos motorizados podem funcionar. Bem, é a mesma coisa
quando comemos: à medida que os alimentos se decompõem em
nossas bocas, em nossos estômagos e assim por diante, eles passam
sucessivamente por vários estados e isso libera energia a cada vez. .

Em nosso corpo, a comida é, portanto, forçada a se transformar,


passando por estados cada vez mais sutis. Quando o mastigamos,
torna-se líquido, então emite um certo poder, porque o elemento
gasoso se liberta dessa matéria líquida onde estava comprimido,
aprisionado: precisa expandir, expandir e, ao se libertar, desencadeia
certos processos. Então, o elemento gasoso, por sua vez, libera um
elemento etérico, que novamente libera um poder ainda maior,
destinado a nutrir outros
regiões e vão desencadear outros movimentos. Este é o segredo da
vida.
Por que comemos? Liberar do alimento a força que nele se
concentra. E de onde vem essa força? Do sol. Sim, é o sol que
comprimiu suas energias nos vegetais e frutas que comemos. Ele
envia suas energias para a terra, e todas as plantas e vegetais as
absorvem de forma etérica e as condensam em um volume muito
pequeno. Quanto às criaturas, quando comem, fazem a operação
inversa, porque comer é desintegrar a matéria para liberar as forças
que o sol armazenou lá em cima.

Sim, o sol introduziu sua força em toda a natureza. Até as pedras


estão cheias dele. Por isso, se ficar na serra ou no campo durante os
dias de sol, procure grandes pedras planas bem aquecidas pelo sol e
deite-se sobre elas; é um meio curativo muito poderoso.

O sol derrama uma energia considerável em toda a natureza, que


os seres capturam e absorvem. Essa energia também é encontrada
no ar na forma do que os hindus chamam de prâna. O melhor
momento para receber o prana são alguns minutos antes do
aparecimento do sol. É então que se capta o elemento mais sutil e
poderoso do prana. Então vá olhar o sol quando ele nasce: é tão
macio, tão macio que dá vontade de beber... as ocupações do dia a
dia.

O mais importante não é absorver uma grande quantidade de


alimento, líquido ou ar, mas assimilá-los bem. E para isso, é preciso
retê-los por tempo suficiente, para extrair tudo o que eles contêm.
Você sabe quanta energia contém um pedaço de pão?... O que você
acha?
?... Bem, energia suficiente para fazer um trem de cem vagões girar
três vezes ao redor da terra! Então, por que esse trem que estamos a
poucos metros com uma mordida? Porque não conseguimos extrair
toda a energia que contém.

O mesmo vale para o ar que respiramos. Para extrair o máximo de


suas riquezas do ar, ele deve ser comprimido, retido nos pulmões.
Durante esta compressão o corpo funciona: provoca o equivalente às
fases de ignição e explosão de um motor. Como o ar não pode
escapar, a natureza abre caminhos muito pequenos para que ele
circule no corpo. Se você a rejeitar imediatamente, se a deixar
escapar, toda a energia que ela contém se perde. Através da
retenção, essa energia segue todos os pequenos canais que a
natureza fez para ela. Ela disse: “Vem cá! Passa!...” e ao longo do
caminho da energia, a natureza dispôs milhares de engrenagens que
devem ser tocadas para começar a se mover.

Da mesma forma, se, enquanto assiste ao nascer do sol, você não


se lembra de reter seus raios, se você os deixa passar sem fazer nada,
eles permanecerão inutilizados e ineficazes. Mas se você os pegar
conscientemente, se os acumular e os comprimir dentro de você,
você abre uma saída para eles em sua mente. Eles fluem como uma
força formidável, acionando centros poderosos e você se sentirá às
vezes tornando-se como um redemoinho de fogo.

Mesmo uma bebida, você tem que mantê-la um pouco na boca.


Nos primeiros anos em que fui discípulo do Mestre Peter Deunov,
meu fígado não funcionava muito bem... Um dia perguntei ao Mestre
o que deveria fazer para me curar. Foi o que ele me respondeu: "Você
vai tomar alguns goles de água na boca, vai segurá-los e vai tentar
engolir essa água devagar, com delicadeza, pensando nela, sentindo
seu gosto... Faça isso várias vezes durante o dia e você se recuperará.
- Oh, oh, eu disse a mim mesmo, que história é essa? Beba alguns
goles de água enquanto pensa nela e eu me recupero? Eu não podia
acreditar, era tão simples, mas o Mestre não me deu mais
explicações. Só depois entendi. É claro que distúrbios hepáticos
graves não são curados apenas bebendo água como essa, mas
fazendo esse exercício de vez em quando, ele só pode ter um efeito
benéfico para você.

Você vê, o grande segredo é sempre levar os elementos a um grau


maior de sutileza: tornar os elementos sólidos líquidos, tornar os
elementos líquidos gasosos, tornar os elementos gasosos etéricos.
Quem é capaz de fazê-lo possui o segredo de extrair eternamente da
Fonte. Todos os seres já o fazem um tanto inconscientemente, por
isso estão vivos, mas não o fazem integralmente, fazem-no
mecanicamente, sem pensar. No entanto, o processo não é realizado
da mesma maneira, dependendo se a pessoa está consciente ou não.

Refinar a matéria é liberar a energia que ela contém. Tudo o que é


grosso, compacto, pesado, representa matéria desorganizada na qual
a energia permanece aprisionada. Quanto mais energia prendemos
em nós mesmos, como grandes comedores, por exemplo, mais nos
machucamos. Pelo contrário, é necessário liberar a energia. E este é
também o papel da respiração durante as refeições: permite libertar
melhor as energias contidas nos alimentos. Eu lhes disse muitas
vezes: nutrição é combustão; no entanto, o fogo sempre precisa de ar
para ser reavivado, por isso sopramos nele. Se você tomar algumas
boas respirações
comer, a combustão dos alimentos é melhor. Basta parar três ou
quatro vezes durante uma refeição para respirar profundamente: a
comida libera mais energia.

Nossa tarefa não é condensar, materializar a energia, ela já está


suficientemente condensada. O que temos que fazer é liberá-lo,
liberá-lo. Os grandes Iniciados que conhecem esta lei da
desintegração da matéria desintegram alguns milésimos de
miligramas de seu cérebro e, graças à energia assim liberada,
realizam milagres. Eles provocam essa desintegração através do
pensamento. É um segredo que eles sabem há milênios. Eles aplicam
a fissão do átomo ao seu próprio cérebro, que é uma questão de
riqueza inesgotável.

Alguém dirá: "Mas eu também sei desintegrar a matéria: tive uma


febre de quarenta, perdi três quilos!" Não, de uma verdadeira
liberação de energia você deve extrair força. A febre, pelo contrário,
enfraquece você, destrói muitas células e você perde matéria sem
ganhar força. Enquanto o meditador quebra, através da
concentração, algumas minúsculas partículas de matéria que liberam
energia, e é ainda mais benéfico e salutar que outras partículas mais
puras e luminosas venham substituí-las. Este não é o caso durante
uma doença ou qualquer outro gasto de energia. Você tem que
conseguir discernir, entre o gasto de energia, aqueles que o
enriquecem e aqueles que o empobrecem.

Para liberar os elementos etéricos do ar, é necessário, portanto,


como eu lhes disse, "mastigar" o ar. Os pulmões consistem em várias
regiões: uma é comparável à boca, outra ao estômago, mas com uma
inversão de baixo para cima. Aliás, veja o
pulmões: não parecem uma árvore tombada com o tronco, galhos e
folhas? A árvore tem suas folhas no topo enquanto os pulmões têm
suas "folhas", os alvéolos, na parte inferior. Através de suas folhas, a
árvore faz trocas com a atmosfera gasosa externa, enquanto os
pulmões permitem a entrada de ar através do “tronco” e dos “galhos”.

Agora, se quisermos levar a observação adiante, veremos que a


parte inferior dos pulmões funciona como uma boca e a parte
superior como um estômago. Quando comemos, colocamos a comida
na boca para mastigar, depois ela desce para o estômago. Quando
respiramos, é o contrário: uma respiração profunda enche os
pulmões de ar até o fundo, até o fundo dos alvéolos, e estes
“mastigam” o ar como uma boca; caso contrário, a respiração
permanece superficial, o ar fica retido na parte superior dos pulmões
(seu "estômago") sem ser mastigado. Você tem que praticar a
respiração profunda, a respiração ventral: se você não traz o ar para o
fundo dos pulmões, você só absorve as partículas mais grosseiras.
Mas se mandarmos o ar para baixo, a ponto de pressionar o
diafragma,

Mas para extrair do ar os elementos sutis que ele contém, é


necessário não apenas reter o ar inspirado, mas trazê-lo lentamente
do fundo dos pulmões para cima. Lá, ele exerce pressão sobre as
células dos lobos superiores, que estão preparadas para um trabalho
completamente diferente das células dos lobos inferiores. A ciência
verificará mais tarde essas realidades, pois todas as células do
organismo, mesmo dentro de um
mesmo órgão, são diferenciados, especializados e distribuídos de
acordo com suas funções. As células na parte inferior dos pulmões
são projetadas para absorver o ar de uma maneira completamente
diferente daquelas na parte superior. É por isso que é tão prejudicial
à saúde respirar superficialmente quanto engolir alimentos sem
mastigá-los. Os respiradores profundos realmente se alimentam,
enquanto os respiradores superficiais apenas se mantêm vivos, mas
não se alimentam.

Para nos ajudar a entender melhor a importância da respiração,


Mestre Peter Deunov uma vez nos lembrou do episódio bíblico da luta
de Jacó com o Anjo. Depois de derrotar Jacó, o Anjo lhe disse: “Deixe-
me ir porque a aurora está nascendo. Mas Jacó respondeu: "Eu não
vou deixar você ir até que você me abençoe". E o Mestre explicou:
"Aqui, você tem que fazer o mesmo com o ar: receba-o, encha seus
pulmões com ele e não o rejeite até que ele tenha lhe dado todos os
benefícios que ele traz. »... Você acha isso? foi violência por parte de
Jacó? Não, é um zelo, um ardor espiritual, e devemos fazer o mesmo.
Até que o ar nos dê todas as bênçãos que contém, não devemos
rejeitá-lo. Este é o segredo da plenitude.
6
RESPIRANDO
I. Seus efeitos na saúde

A ciência da respiração tem sido particularmente desenvolvida na


Índia há milênios, com técnicas muitas vezes muito complexas. Essa
ciência é tão vasta que levaria anos, séculos para estudá-la. Os
yogues, os ascetas, compreenderam a importância da respiração, não
só para a vitalidade, mas também para o funcionamento do
pensamento, porque foram muito longe em suas pesquisas e
puderam apreender que todos os ritmos de nosso organismo se
baseiam em uma base cósmica. ritmo.

Agora, é claro, não aconselho você a se aventurar em exercícios


complicados, você não é iogue indiano e, se não for cuidadoso e
razoável, corre o risco de perder o equilíbrio, prejudicando sua saúde,
como aconteceu com muitos.

Os exercícios respiratórios que praticamos em nossa Escola são


muito simples. Aqui estão eles :
1. Você fecha a narina esquerda e inala o ar
profundamente pela narina direita contando quatro batidas.
2. Você prende a respiração por dezesseis contagens.
3. Você fecha a narina direita e expira pela
narina esquerda contando oito batidas.
Você começa o exercício novamente invertendo:
1. Você fecha a narina direita e inala o ar através do
narina esquerda contando quatro batidas.
2. Você prende a respiração contando até dezesseis.
3. Você fecha a narina esquerda e expira pela
narina direita contando oito batidas.
Você repete o exercício seis vezes para cada narina.
Quando você fizer este exercício com facilidade, poderá dobrar os
tempos, ou seja, oito, trinta e dois, dezesseis, mas não aconselho a ir
além.
Na vida de um espírita, a respiração tem um papel capital a
desempenhar, razão pela qual ele deve organizar sua agenda para
poder fazer seus exercícios todas as manhãs com o estômago vazio.
Depois do café da manhã não é a mesma coisa, os pulmões ficam
prejudicados em seus movimentos e é até prejudicial. Os exercícios
respiratórios devem sempre ser feitos com o estômago vazio ou
quatro ou cinco horas depois de comer.
Acrescento que quando você respira fundo – com as duas narinas
desta vez – você não deve inalar o ar bruscamente. Sempre inspire
lenta e longamente, mas depois, para expirar, você pode soprar o ar
de uma só vez e com força.

Respire devagar, ritmicamente, prestando toda a atenção ao ar que


entra em você. Pense que ele carrega elementos benéficos que
contribuirão para sua saúde. Alguém dirá: “Ah, eu faço exercícios
respiratórios todos os dias há anos sem resultados. » O que ele sabe?
Ele pode não estar perfeitamente saudável, mas em que estado
estaria se não tivesse feito esses exercícios? E então, ele tem certeza
de que durante esses exercícios ele concentrou seus pensamentos na
cura desejada? Não pensou nas compras que ia fazer à tarde, ou na
última discussão com a mulher ou o patrão? Neste momento,
nenhum resultado é possível.

Durante os exercícios respiratórios, deve-se deixar de lado todos os


cuidados da vida diária, não admitir dispersão, mas fazer este
trabalho com toda a mente, com toda a
sua fé. A fé é um sentimento divino que desperta no homem forças
insuspeitas de pensamento e ação, razão pela qual é a base de todas
as curas. Mesmo que não seja o que produz a cura, é a condição
essencial.
Exercícios respiratórios feitos regularmente melhoram a saúde.
Existe um método para todos que ele deve encontrar ouvindo seu
médico interior. Porque todos nós temos um médico interior e quem
não o escuta um dia será obrigado a contar com médicos externos.
Ouça o seu médico interior, ele lhe dirá como respirar, quantas vezes
ao dia e quando fazer esses exercícios, pois difere de pessoa para
pessoa, e cada um deve encontrar seu próprio ritmo.

No que diz respeito aos médicos, seria melhor se eles cuidassem


das pessoas antes de adoecer, mesmo que apenas para ensiná-las a
respirar. Além disso, no futuro, os médicos não cuidarão mais dos
doentes. Você está surpreso? Mas sim, eles vão cuidar dos saudáveis
para ensiná-los a se manterem em boa saúde, enquanto atualmente
eles são usados principalmente para consertar potes quebrados, e
mesmo assim... quando conseguem fazê-lo! Respirar profundamente
é um poderoso remédio preventivo e curativo. E mesmo que você
tenha que tomar um remédio, ele funcionará muito melhor para você
se, ao tomá-lo, você também envolver uma respiração profunda e
consciente.

Ao respirar profundamente, pense com toda a convicção que está


recebendo bênçãos divinas através do ar. Muitos de vocês acham
difícil acreditar, tão novo para eles é que Deus colocou no ar todos os
elementos úteis e necessários para nossa saúde. Bem, eles têm que
estar convencidos disso e fazer um esforço para absorvê-lo. Você dirá:
“Mas como fazer isso? "É simples, você
respire concentrando-se na ideia de que está ingerindo os elementos
de que necessita: cálcio, iodo, magnésio, etc. Sim, porque o corpo
sabe muito bem o que lhe falta, abriga toda uma equipe de químicos
perfeitamente competentes que sabem extrair do ar as substâncias
mais necessárias. Claro, isso certamente não vai evitar que você vá à
farmácia para obter remédios. Mas você terá menos necessidade de
tomar produtos farmacêuticos se souber captar os elementos
necessários à sua saúde através da respiração. A única criatura na
terra capaz de respirar conscientemente, pelo menos por enquanto, é
o ser humano: é por isso que dizemos do homem que ele é uma alma
vivente. Portanto, esteja ciente de que, ao respirar, você está
absorvendo a vida divina.

Essa vida divina, essa quintessência muito preciosa contida no ar,


os iogues indianos a chamavam de prana. Prana é a base de todas as
energias do cosmos. É mais abundante na parte da manhã ao nascer
do sol. Ao passar conscientemente o ar pelas narinas, a pessoa ativa
certas fábricas no corpo que começam a trabalhar para extrair essa
quintessência. Uma vez capturada, essa quintessência começa a
circular pelos nervos. Os yogues, os sábios da Índia que estudaram o
sistema nervoso, compreenderam que esse prana muito sutil circula
como fogo nas ramificações nervosas localizadas em ambos os lados
da coluna vertebral. Assim como o sangue circula pelas veias, artérias
e capilares, esse fluido muito sutil, o prana, circula pelo sistema
nervoso. É um alimento que aumenta a vitalidade, o equilíbrio, a
lucidez. Mas, obviamente, você tem que ser muito exercitado para
conseguir capturar o prana.
A respiração também influencia a função cerebral. É bom ler,
estudar, meditar, mas é preciso saber que o funcionamento do
cérebro depende do resto do corpo e em particular dos pulmões. É
claro que os pulmões não têm ação direta sobre o cérebro, mas são
um fator muito importante na purificação do sangue. E quando o
sangue é puro, irriga o cérebro depositando nele os elementos que
facilitam o trabalho de compreensão, de meditação.

Acostume-se também a respirar fundo algumas vezes ao longo do


dia, colocando a palma da mão esquerda contra o plexo solar e a
direita em cima da esquerda. Durante este exercício, você deve sentir
a expansão e a contração do diafragma. A respiração afeta a
circulação e é importante para todos os órgãos do corpo que isso
ocorra nas melhores condições.

Sobre o diafragma, você sabe que ele também desempenha um


papel importante na respiração. Durante o movimento de inspiração,
quando os pulmões se expandem, o diafragma desce, e durante o
movimento de expiração, quando se contraem, o diafragma sobe.
Algumas doenças digestivas ou pulmonares são devidas a uma má
posição ou a uma contratura do diafragma. O diafragma é um
músculo poderoso que deve permanecer flexível. Enquanto respira,
você precisa monitorar a posição da coluna para mantê-la o mais reta
possível. A coluna é de suma importância para a saúde: tudo depende
dela. Se não for reta, que desordens isso pode produzir no organismo
e na vida psíquica!

Também fazemos exercícios de ginástica todos os dias e é desejável


harmonizar a respiração com os movimentos realizados. Temos que
inalar quando nos levantamos
os braços, segure o ar por um momento e só expire quando se
abaixar; portanto, inspire quando o corpo se estica e expire quando
ele se curva. Ao vincular corretamente os gestos e a respiração, você
encontrará melhor seu significado e terá melhores resultados.

A respiração pode ser usada para remediar certos inconvenientes.


Suponha que eu esteja em um lugar onde faz frio e não tenho meios
de me aquecer. Em seguida, inspiro profundamente e retenho o ar o
maior tempo possível: envio assim para a periferia do corpo o sangue
quente que está dentro; como é quente, combate o frio lá fora. É
assim que me protejo.

Acostumar-se a fazer exercícios respiratórios melhora a saúde, o


equilíbrio, a clareza do cérebro e até a força de vontade. Experimente:
se você tiver uma carga para levantar, fará isso com mais facilidade
depois de respirar fundo. E se você está com problemas, por que não
pede ajuda aos pulmões? Eles estão lá para ajudá-lo. Por dois ou três
minutos, inspire e expire profundamente e você recuperará a
compostura. Você precisa de ajuda, e isso é normal, mas por que você
está sempre procurando por ela fora quando ela está dentro de você?

Você tem que aprender a respirar conscientemente, ou seja, ligar o


pensamento à respiração para poder tocar as forças ocultas no
subconsciente. Em vez de tomar suas respirações todas as manhãs
automaticamente e simplesmente ocupar sua mente contando as
vezes em que você deve respirar, use suas mãos para contar, mas
limpe sua mente, encha-a de idéias e imagens mais brilhantes, você
fará um trabalho magnífico. A respiração consciente e profunda traz
bênçãos incalculáveis para a vida intelectual, para o
vida emocional e para a vida física. Você deve observar seus bons
efeitos em seu cérebro, em sua alma, em todas as suas faculdades; é
um fator muito importante para todas as áreas da vida. Nunca deixe
essa questão de lado.

Nos pequenos fatos da vida cotidiana, em seus relacionamentos


com os outros, lembre-se também de respirar, isso permitirá que
você se controle. Antes de uma entrevista, por exemplo, para que a
discussão não degenere em discussão, ou quando você tem que
repreender ou punir uma criança. Você deve afugentar tudo o que
pode incomodá-lo, ajudando-o com uma respiração profunda: os
pensamentos se tornarão mais leves e claros.

Estude a si mesmo, observe-se quando você experimenta o


sofrimento, quando está prestes a ceder à raiva ou à sensualidade:
sua respiração perde sua regularidade, sua profundidade, torna-se
espasmódica, ofegante. A respiração irregular desperta forças
negativas. Bastaria respirar apenas cinco minutos dessa forma para
desencadear forças negativas em você... e vice-versa.

Você já reparou como a respiração fica mais lenta durante o sono?


Como, durante o sono, não agimos mais, gastamos apenas uma
quantidade muito pequena de materiais, então precisamos apenas de
muito pouco ar para alimentar a combustão. Veja, ao contrário, no
estado de vigília e principalmente durante certas atividades, a taxa de
respiração acelera porque é necessária uma maior quantidade de
combustíveis. Os pulmões permitem que o gasto de energia ocorra
sem que o homem pereça. Se ele não respirasse, não receberia nada
do ar ambiente para reavivar suas energias e desmoronaria como
uma vela derretida. É por isso que eu digo que os humanos são
cegos e ignorantes quando afirmam ser capazes de se entregar a
todas as efervescências sexuais sem se esgotarem. O ritmo de sua
respiração durante essas efervescências prova-lhes, ao contrário, que
estão gastando enormes quantidades de energia.

Na parte posterior do cérebro estão localizados os centros do


amor: amor da família, amigos, faculdade de troca, de comunicação
com os humanos e, mais abaixo, no cerebelo, o centro do amor
sexual. Além disso, quando o sangue flui um pouco abundantemente
neste último, você é empurrado para dar rédea solta à sua
sensualidade. Para escapar dessa tentação, você deve respirar
profundamente: você se manifestará de uma maneira mais feliz e
benéfica.

A boa respiração harmoniza as trocas. Tomemos um caso concreto.


As pessoas apertam sua mão para cumprimentá-lo; um com calor
para expressar o quanto ele te aprecia, outro com suavidade, outro
com negligência para te mostrar que esse gesto não significa muito
para ele, outro esmaga seus dedos... Em um punhado de mão é
necessário que uma corrente benéfica passa, caso contrário este
gesto é inútil. Bem, se você não respirar corretamente,
profundamente, não poderá dar um bom aperto de mão a um amigo.
Antes de entrar em contato com alguém, respire fundo... (com
discrição, é claro) e faça o mesmo antes de entrar na casa de alguém
para visitá-lo, para que sua entrevista com ele seja mais tranquila.

Você recebe exercícios, pratique-os, eles o fortalecerão e permitirão


que você enfrente melhor as dificuldades. O que importa é quanta
atenção e concentração você coloca nisso; Eu verifiquei tantas vezes!
II. Como se misturar à harmonia
cósmica
Inspiração e expiração, esses dois movimentos de fluxo e refluxo
que alternadamente enchem e esvaziam nossos pulmões, são o que
nos faz viver. É uma lei universal: na natureza tudo respira, animais,
plantas e até a terra. Sim, uma vez que a terra está viva, ela também
precisa inspirar e expirar. Claro, ela não faz dezoito respirações por
minuto como nós; seu ritmo se estende por muitos anos, por isso é
imperceptível. Mas também se expande e se contrai, suas dimensões
nunca são exatamente as mesmas, e talvez seja por causa de suas
expansões e contrações que ocorrem rupturas, erupções vulcânicas e
muitos outros fenômenos. A terra está viva, respira e as estrelas
também respiram... Sim, elas inspiram e expiram,

Tudo respira, árvores, oceanos, até pedras. “Mas, você dirá, não se
pode conceber esse fenômeno de respiração fora dos pulmões. " Por
que não ? A vida não precisa necessariamente dos mesmos órgãos
para realizar as mesmas funções. Olhe para a árvore: ela não tem
pulmões, nem estômago, nem fígado, nem intestinos, e mesmo assim
respira, se alimenta, assimila, se reproduz... E muitas vezes até vive
mais do que os humanos. ! Resiste ao mau tempo, dá flores e frutos
perfumados. Enquanto o homem, apesar de toda a sua inteligência, é
tão frágil que nada pode destruí-lo.
Ao estudar a respiração e suas ligações com os ritmos do universo,
os Iniciados descobriram que para poder comungar com tal entidade
ou região do mundo espiritual, é necessário encontrar um certo ritmo
e se apropriar esse ritmo como chave, assim como fazemos quando
procuramos um comprimento de onda específico para captar uma
transmissão de rádio. O comprimento de onda é um fator muito
importante para entrar em comunicação com tal ou tal estação
transmissora. Bem, é o mesmo para a respiração: é preciso saber que
ritmo respirar para entrar em contato com esta ou aquela região do
universo.

A respiração pode, assim, revelar-nos grandes mistérios, mas desde


que saibamos acompanhá-la com um trabalho de pensamento. Ao
expirar, pense que você consegue se estender até tocar os confins do
universo, então ao inspirar volte para você, para o seu ego que é
como um ponto imperceptível, o centro de um círculo infinito.
Novamente, você expande, e novamente, você contrai... Você
descobrirá assim esse movimento de fluxo e refluxo que é a chave
para todos os ritmos do universo. Ao tentar tornar este movimento
consciente em si mesmo, você entra em harmonia cósmica e há uma
troca entre o universo e você, porque ao inspirar você recebe
elementos do espaço, e ao expirar você projeta em retorno algo do
seu coração e alma.

Aquele que sabe harmonizar-se com a respiração cósmica entra na


consciência divina. Mas quantos de vocês ainda estão longe de
compreender a dimensão espiritual da respiração! Se você sentisse
essa dimensão, trabalharia toda a sua vida para inspirar a força e a
luz de Deus, para então dar essa luz ao mundo inteiro. Porque
esta é também a exalação: distribuir a luz que se conseguiu extrair de
Deus.
Inspire, expire... Inspire, expire... Você deve saber que a respiração
diz respeito a todas as manifestações da vida espiritual. A meditação
é um sopro, a oração é um sopro, o êxtase é um sopro, toda
comunicação com o Céu é um sopro. A respiração revela a
intensidade da troca. Quando você comunga com o Céu, respira
profundamente como se estivesse abraçando o ser que ama...

A natureza colocou em todos os lugares os meios para desvendar


esses mistérios. É certo que se os filósofos praticassem uma
respiração consciente, encontrariam a solução de certos problemas
que ainda são enigmas para eles e sobre os quais, por enquanto,
continuam a falar e escrever sem entender muito sobre isso. Além
disso, a capacidade de pensar está ligada à respiração. Aquele que
respira mal, seu cérebro já escurece.

Quem compreendeu o profundo significado da respiração aos


poucos sente sua própria respiração se fundindo no sopro de Deus.
Pois Deus também respira: Ele expira e o mundo aparece, Ele inspira
e o mundo desaparece. É claro que as inspirações e expirações de
Deus ocorrem ao longo de bilhões e bilhões de anos. Isto é o que
dizem os Livros Sagrados da Índia: um dia Deus inspirará, e este
universo será engolido e voltará ao nada... Então, novamente, Deus
expirará, e uma nova criação aparecerá para durar mais bilhões de
anos .anos. Através do homem, Deus respira mais rápido, mas no
cosmos sua respiração é muito longa. Então, quanto mais longa
nossa respiração, mais perto chegamos da respiração de Deus...
Agora, um dos melhores exercícios que posso aconselhar é se
acostumar todos os dias, várias vezes ao dia, a respirar leve. Você
escolhe um lugar tranquilo onde ninguém o incomoda, faz uma pose
confortável e respira. Você inala imaginando que está atraindo a luz
cósmica, essa luz infinitamente mais sutil que a luz do sol, essa
quintessência impalpável, invisível, que penetra tudo. Você faz essa
luz penetrar dentro de você para que ela circule por todas as suas
células, todos os seus órgãos... Então, ao expirar, você a faz sair de
você, você a projeta para iluminar, iluminar, ajudar o mundo inteiro. É
um exercício extraordinário, porque do ponto de vista cabalístico,
você se torna a letra Aleph. Aleph, a primeira letra do alfabeto
hebraico, é o símbolo do ser que recebe a luz celestial com uma mão
e que, com a outra, a distribui aos humanos. Você não pode se tornar
Aleph se pensar apenas em si mesmo, se guardar tudo para si
mesmo. Aleph é o ser que pensa apenas em dar, aquecer, iluminar,
vivificar, sem se preocupar consigo mesmo. Ele é um criador, um
salvador da humanidade, um filho de Deus.

Quem aprende a respirar conscientemente ilumina seu intelecto,


aquece seu coração, fortalece sua vontade, mas também prepara
melhores condições para suas futuras encarnações. Porque
respirando com a consciência desperta, ele entra em harmonia com
entidades altamente evoluídas, atrai-as, cria um vínculo com elas.
Então essas inteligências luminosas concordam em vir trabalhar nele,
e um dia, quando ele deixar a terra, ele encontrará nos outros
mundos esses “amigos” com os quais ele já aprendeu a trabalhar.
Nunca esqueça que sua organização forma uma sociedade cujos
membros se esforçam para manter a unidade. Por enquanto
você ainda não conhece esses associados que moram lá, dentro de
você, mas no dia em que você for para o outro mundo, você os
conhecerá e saberá que eram amigos que moravam em sua casa e
que você os encontrará em uma próxima encarnação. Esta é uma
pergunta muito importante para quem quer se manifestar
corretamente e cumprir a missão divina para a qual desceu à terra.

E agora aqui está outro ponto que você nunca pensou. Ao inalar
retiramos o ar da atmosfera e é graças ao oxigénio que contém que
podemos continuar a viver; ao expirar, rejeitamos elementos
poluídos, dióxido de carbono, etc. Todos sabem disso e pensam que é
uma situação definitiva. Mas não, por que o homem deve sempre
pegar materiais puros e vivificantes do universo e rejeitar impurezas
e venenos? Claro, enquanto por dentro ele ainda não conseguiu viver
uma vida pura, é o que acontecerá, mas o dia em que ele conseguir
pensar, sentir e agir divinamente, não são mais as impurezas que ele
rejeitará: ele inspirará vida pura e exalará vida pura. Você vai dizer
que é impossível. Sim, é possível, houve santos, Iniciados que se
purificaram tanto que tudo o que rejeitaram, tudo o que exalaram,
embalsamaram a atmosfera. Esta vida divina que receberam, não a
sujaram em si por causa de suas impurezas, de sua maldade, mas a
projetaram tão límpida, luminosa, benéfica quanto a receberam. Você
tem que praticar fazendo isso.

Ao estudar a primeira letra do alfabeto hebraico: aleph, você


entenderá que essa letra nada mais é do que o símbolo das trocas:
receber e dar. Vocês
recebe luz e dá luz, recebe pureza e dá pureza, recebe amor e dá
amor. É por isso que Cristo diz: “Eu sou Aleph. Pois é o único que
torna a luz tão pura quanto a recebeu.

Eu sei que estou levando você para regiões quase inacessíveis, mas
se você tomar como seu ideal dar luz, amor divino e pureza como
você os recebeu, você está preparando o terreno para que um dia
tudo o que você emana, seja o que for projeto, seja pura luz. Para
realizar este ideal, só há um caminho: trabalhar para que a ideia de
fraternidade se espalhe no mundo, para que o Reino de Deus e sua
Justiça venham à terra. É então que o ar que você rejeitará será uma
respiração revigorante.
7
NUTRIÇÃO EM
OS DIFERENTES PLANOS

Quem não percebeu? Depois de comer bem, você diz a si mesmo:


“Ah, a vida é bela! ao passo que se você não tem nada para comer, a
vida perde todo o seu sentido!... Mas você já se viu pelo menos uma
vez na situação de não poder comer nada? Para a maioria de vocês,
não, certamente; então você não pode entender, você não pode
sentir com todo o seu ser que a nutrição é a base da vida.

E como a nutrição é a base da vida, é importante prestar atenção ao


que você come. Eu não vou falar sobre este tópico em detalhes. Há
cada vez mais livros que tratam de dietas, dietética. Eu, é sobretudo
na forma de comer que sempre parei e que vou continuar a insistir. A
questão da nutrição é extremamente ampla. Como alimentar? Tudo
está aqui. Boa

claro, eu defendo o vegetarianismo[7]e alimentação saudável: evite


álcool, alimentos quimicamente tratados e principalmente excessos.
Por algum tempo os médicos ficaram alarmados porque as pessoas
estão consumindo muito açúcar, muito sal, muita gordura. Uma das
primeiras qualidades a adquirir é a prudência, a moderação. É por
isso que não aprovo nenhum daqueles que dão uma importância
exagerada à dietética. Para alguns, deve-se comer apenas cereais,
para outros, apenas frutas, etc., nunca
beba uma gota de vinho, chá ou café. Não, é excessivo. Você tem que
ser razoável, isso é tudo. Um vinho excepcionalmente pequeno não
pode fazer mal a ninguém, exceto, é claro, se sua saúde for
particularmente ruim. Quanto ao café, atua favoravelmente no plexo
solar e, se você beber uma xícara pela manhã antes de meditar,
sentir-se-á estimulado.

Mas cabe a cada um ver, de acordo com seu temperamento e seu


estado de saúde, o que precisa. Eu, não é realmente meu papel
aconselhar você detalhadamente nessa área, outros são mais
qualificados. Mais e mais pessoas estão considerando a questão da
nutrição, mesmo em nosso
Fraternidade, e isso é importante[8], mas para mim, o principal é
entender que essa questão não se limita ao corpo físico. Pois se o
corpo físico precisa de alimento para subsistir, o coração, o intelecto,
a alma e o espírito também precisam de alimento e foi a ignorância
desta verdade que fez com que os humanos perdessem o sentido da
vida.
A vida nada mais é do que uma troca ininterrupta entre o universo
e esse pequeno átomo que cada um de nós representa em algum
lugar. A vida cósmica entra no homem que o impregna com suas
próprias emanações, depois o envia de volta ao universo. Novamente
ele absorve esta vida, novamente ele a envia de volta. É esta troca
permanente entre o homem e o universo que se chama nutrição, que
se chama respiração e que também se chama amor. A vida é uma
troca entre dois mundos, e quem não troca morre. Você tem que
negociar com a terra para viver no plano físico; é preciso fazer trocas
com a água para viver no plano astral, o coração; é preciso fazer
trocas com o ar para viver no plano mental, no intelecto; você tem
que negociar com
calor e luz para poder viver na alma e no espírito.

Mas eu me pergunto se você pode imaginar o que esse processo de


nutrição estendido a todo o cosmos representa: o ser humano
encontrando nas diferentes regiões do espaço o alimento que
convém aos seus diferentes corpos. Tente entender e você começará
a sentir o universo como uma enorme sinfonia.

Não devemos mais limitar a noção de comida apenas ao nível físico.


Comer não é suficiente. A prova: quantas pessoas que comem duas,
três, quatro vezes por dia reclamam: “Eu me sinto engraçado, não
estou no meu prato. Você vê, é o prato de novo! Impossível sair da
mesa, é sempre uma questão de prato!...

A nutrição deve estar em primeiro lugar, mas em todas as regiões:


para trocar não só com o lado denso, mas também com o lado sutil
do universo. No entanto, para que essas trocas ocorram, os meios de
comunicação devem ser gratuitos. Quando as estradas estão
entupidas, a circulação é ruim e os problemas aparecem: as energias
ficam bloqueadas. É como canos entupidos. Eu tenho que desobstruí-
los. E como ? Por limpeza. No plano físico, quando há obstrução no
organismo, jejuamos, fazemos expurgos ou enemas. No plano
psíquico, essas obstruções são remediadas pela purificação.

A oração, a meditação, o êxtase também representam uma forma


de nutrir-se. Graças a eles, você prova a comida celestial, a ambrosia,
a comida da imortalidade. É alimento imaterial, mas para os
alquimistas também existia no plano físico e o chamavam de elixir da
vida imortal. Sim, podemos dizer que existe no
plano físico difundido por toda a natureza, e é o sol que o distribui. Se
vamos durante a primavera e o verão para ver o nascer do sol todas
as manhãs, é justamente para poder beber essa quintessência da
vida, essa ambrosia que o sol distribui por todo o universo e da qual
as rochas, as plantas, os animais, os homens recebem partículas .
Mas essas partículas que todos os seres vivos capturam
inconscientemente, os humanos devem aprender a capturá-las
conscientemente nesse fluido que é o fogo, a luz do sol.

Na nova cultura que está chegando, os humanos aprenderão a se


nutrir com essas partículas sutis. Eu sei que muitos de vocês ficarão
surpresos ao ouvir essas coisas; mas esta nova forma de comer faz
parte da ordem natural das coisas. Não devemos nos contentar com
alimentos espessos, pois esses alimentos sempre deixam resíduos
que acabam entupindo e envenenando o organismo. Se alguém se
alimenta de luz, não há desperdício; só a luz não deixa resíduos
porque é pura. Quando você queima lenha ou carvão em um fogão,
no dia seguinte, antes de acendê-lo novamente, retire as cinzas. O
mesmo vale para o organismo. Se, depois de comer e beber, você não
descartar o lixo, você morrerá. A doença se origina de certos
produtos residuais que não puderam ser rejeitados. Sim, doença
pode ser definida como materiais que o corpo não foi capaz de
eliminar. Considerando que a saúde é o resultado de transformações
tão rápidas e sutis que nada de impuro permanece no corpo.

Quando você souber absorver essa quintessência pura que o sol


propaga, você sentirá sua saúde melhorando, sua inteligência
clareando, seu coração se expandindo e sua vontade
fica forte. Você dirá: “Sim, mas durante meses, durante anos,
contemplei o sol sem obter nenhum resultado! É porque você não
sabia como fazê-lo corretamente. Os resultados dependem de como
você faz as coisas, não de quanto tempo você dedica. Cada vez que
você souber tomar alguns goles dessa fonte inesgotável que é o sol,
sentirá grandes melhorias ocorrendo dentro de você.
8
COMO SE TORNAR
INCANSÁVEL

Quantas vezes você ouve as pessoas dizerem: "Estou cansado!" Sim,


todos estão cansados. E, apesar disso, vemos pessoas se
movimentando, correndo para a direita e para a esquerda sem parar
um minuto. É bom querer ser ativo. Mas para poder permanecer
sempre ativo sem se cansar, é preciso saber relaxar, e não basta uma
ou duas vezes por dia, mas dez, quinze, vinte vezes, nem que seja por
um minuto todas as vezes. Assim que você tiver um momento livre,
em qualquer lugar, em vez de perder seu tempo ou ficar chateado
por ficar esperando, aproveite esta oportunidade para se acalmar e
recuperar o equilíbrio: você retomará suas atividades com novas
forças.

O que tanto prejudica nossos contemporâneos é essa febre, essa


tensão contínua em que vivem e que leva a danos em sua vida
psíquica, porque essa precipitação não só impede que suas
qualidades se manifestem, mas também provoca todo tipo de
anormalidades em sua vida psíquica. comportamento. Às vezes eu
digo para algumas pessoas: “Você deixa suas “torneiras de água e
gás” abertas o dia todo, e está fluindo, está fluindo o dia todo. Então,
no final, seus reservatórios estão vazios, seu sistema nervoso está
exausto. Se você pensasse em parar por alguns minutos para “fechar
as torneiras”, nunca ficaria esgotado. »
De vez em quando, pense em se colocar voluntariamente em um
estado de passividade. Não apenas qualquer passividade, é claro. A
passividade de que estou falando é um estado em que você deve
conseguir se recarregar, mas com a condição de que seja controlada
de forma inteligente, caso contrário, não são as forças do Céu, mas as
correntes negativas que você atrairá. Este é, aliás, um ponto muito
importante que diz respeito a toda a vida psíquica do homem e que
os seres receptivos, como os médiuns, por exemplo, devem estudar
bem. Se não estivermos atentos e vigilantes, atrairemos o bem e o
mal indiscriminadamente e, infelizmente, mais frequentemente o mal
do que o bem. Por isso é importante aprender a se tornar médiuns
conscientes, capazes de se colocar em estado de passividade sem
atrair nada de negativo.

Para se tornar infatigável, deve-se praticar o trabalho com os dois


princípios, masculino e feminino, emissivo e receptivo. É impossível
estar ativo o dia todo. Assim, no momento em que você cessar sua
atividade, coloque-se conscientemente em um estado de
receptividade, mas ligando-se ao Céu para atrair apenas energias
puras e luminosas.
Não é fácil aprender a poupar as forças. As pessoas são avarentas,
mas não parcimoniosas. Ser parcimonioso não é necessariamente ser
egoísta; como ser pródigo, não é necessariamente ser generoso, é
antes provar a falta de discernimento. Sim, é preciso saber distinguir:
considera-se generoso quem desperdiça energias e joga tudo pela
janela. Não, é imprudência, ou vaidade, ou estupidez, o que você
quiser, mas não generosidade. Para poder ser generoso é preciso
conhecer a arte da economia, senão o que restará para distribuir
quando tiver desperdiçado tudo? E ser parcimonioso,
é gastar tudo no seu tempo, no seu lugar, o quanto for necessário, e
nada mais.
Você não pensa o suficiente em se colocar em um estado de
passividade; você sempre se deixa levar por essa febre que agora se
tornou a atmosfera normal e que é muito prejudicial ao equilíbrio dos
humanos. A partir de agora, você deve cuidar melhor do seu sistema
nervoso, relaxando-o de vez em quando. Aqui, quinze minutos por
dia, quinze vezes por minuto, pense bem, não será tempo perdido,
pelo contrário, você verá tudo o que ganhará. Você dirá: "Sim, mas
tenho muito o que fazer!" Está entendido, mas você ainda pode
encontrar tempo para se retirar para um quarto silencioso, lá você se
deita de bruços em uma cama ou no chão no tapete, braços e pernas
relaxados, você se deixa levar como se estivesse afundando em um
oceano de leve, sem se mover,

É isso, é tudo, é uma coisa pequena, mas é muito importante.


Aplique frequentemente este método que estou lhe dando aqui, e
você verá, durante todo o dia você terá força. Caso contrário, mesmo
sem fazer nada, você ficará cansado. Além disso, você deve ter
notado: às vezes você não fez nada e está cansado; mesmo depois de
descansar por três horas em uma espreguiçadeira, você ainda está
exausto. Por quê ? Porque por dentro você não conseguiu fechar as
torneiras: em vão você descansa, sua força está indo inutilmente para
ninguém sabe para onde. É uma pena porque, devido ao cansaço,
você é forçado a negligenciar atividades essenciais.

Ao falar com você sobre relaxamento, é claro que estou deixando


de lado os pontos elementares. É óbvio que para se sentir bem
disposto, você deve comer e dormir o suficiente, e também respirar
bem. Se você não come nada há muito tempo, pode relaxar, não é
esse relaxamento que lhe dará forças. Quando eu aconselho você a
relaxar, quero dizer que você primeiro

respirava, comia e dormia adequadamente[9], estas são condições


essenciais. Mas mesmo que você tenha acumulado muita energia, é
possível que você a perca muito rapidamente se não souber como se
recarregar. Portanto, sono, nutrição e respiração são apenas
preliminares essenciais; quanto ao relaxamento, é um meio psíquico
de distribuir bem a energia, de retirá-la regularmente e de recarregar
as baterias depois.

É claro que existem yogues, iniciados que chegaram a tal domínio


de seu pensamento que, mesmo que não tenham comido, nem
bebido, nem dormido, são capazes de sintonizar tão intensamente
com os grandes reservatórios de forças cósmicas, que chegam a
assim capturar energias extraordinárias e transformá-las em energias
para o corpo físico. É possível, existem tais seres, mas são muito
raros; você tem que ser excepcionalmente treinado para chegar a
esse nível, e nenhum de vocês chegou lá ainda.

Então, você vê, eu coloco tudo no seu lugar, eu aponto o que é


essencial e o que não é, o que é possível e o que não é.

Cabe agora a você me entender bem e aplicar corretamente os


métodos que apresento a você.
Agora, vou acrescentar que o maior segredo para conseguir
manter a atividade nas melhores condições é aprender a trabalhar
sempre com amor. Pois é o amor que fortalece, que vivifica, que
ressuscita... Amor!
Quando você não tem esse amor e trabalha apenas por dinheiro,
para ganhar a vida, não dá bons resultados. É claro que ganhamos
alguns centavos, mas ficamos nervosos e nossa saúde se deteriora.
Trabalhe por horas com amor e você não se sentirá cansado; mas
trabalhe apenas alguns minutos sem amor, com raiva e revolta, tudo
ficará bloqueado dentro de você e você estará no chão. Atualmente
existem ideologias que espalham revolta e descontentamento entre
os trabalhadores de todo o mundo, e que estão tendo resultados
fantásticos, porque são faíscas que acendem tudo. É muito fácil:
decida espalhar a revolta, você terá sucesso. Mas diga às pessoas que
o descontentamento é prejudicial e que, ao contrário, é preciso
trabalhar com amor, você não terá sucesso.

Devemos entender a eficácia, o poder do amor. Tudo o que você


faz, faça com amor... ou não! Porque tudo que você faz sem amor te
cansa, até te envenena e por isso não se surpreenda depois de ficar
exausto, doente. Faça tudo com amor! Experimente, depende de
você. Alguém me perguntou um dia como me tornar infatigável; Eu
lhe disse: "Quero lhe contar o segredo, mas você será capaz de
realizá-lo?... O segredo é sentir um grande amor por tudo que você
faz, porque esse é o amor que desperta todos os poderes em homem.
»

Vocês estão em uma Escola divina onde são ensinados a se


reconstruir. Você ainda não mediu a importância dessa tarefa, mas
regozije-se, pois tem a perspectiva de finalmente poder endireitar sua
existência.
9
CULTIVAR CONTEÚDO

Não costumamos falar sobre a importância de se sentir feliz,


satisfeito, e poucas pessoas medem a nocividade desse hábito que
têm de estar insatisfeitos com tudo e com todos e de perturbar a
harmonia em todos os lugares. E o que é ainda mais grave é que em
nosso tempo tendemos a considerar o contentamento como um sinal
de ingenuidade, estupidez e insatisfação, pelo contrário, como um
sinal de inteligência.

Claro, se você apenas fingir estar um pouco infeliz para aumentar


seu prestígio, o dano não será muito grande, mas se o
descontentamento realmente tomar conta de você, é catastrófico e
você deve tomar precauções. Devemos analisar as causas do
descontentamento persistente. Muitas vezes eles são encontrados
em um mau raciocínio ou em uma educação defeituosa.

Do ponto de vista intelectual, um descontentamento prolongado,


mantido consciente ou inconscientemente, sempre prejudica algo no
homem.
Quem culpa constantemente o Senhor, a existência e toda a
humanidade deve saber que essa atitude perniciosa lhe dará muitos
maus conselhos por dentro. Como não pode impedir que seus
sentimentos sejam expressos e manifestados, a pessoa insatisfeita
tem um rosto embotado, um olhar sombrio, uma voz áspera, gestos
bruscos que
tornar os outros antipáticos. Porque se é verdade que tendemos a
achar os descontentes mais inteligentes que os outros, não achamos
agradável conviver com eles e nos afastamos deles. Como ficar com
aqueles que constantemente reclamam e fedem a atmosfera com
suas queixas e recriminações? O descontentamento é uma fumaça
negra que invade a alma, e quem a mantém acaba se destruindo.
Obviamente, bom humor, a alegria não pode se instalar
permanentemente da noite para o dia. O bom humor é muitas vezes
a expressão de um temperamento determinado, e nada é mais difícil
de mudar do que o próprio temperamento. No entanto, através do
pensamento, através do amor e da vontade, pode-se conseguir
modificar seus estados internos.

Se as pessoas fossem honestas, lúcidas, descobririam que, na


realidade, o lado positivo da vida é sempre mais importante em
quantidade e qualidade. Um exemplo muito simples e comum: na
Côte d'Azur há mais dias ensolarados no ano do que dias chuvosos,
mas ao menor aguaceiro, todos reclamam do mau tempo; as pessoas
esquecem que o tempo está bom há semanas. Bem, fazemos isso em
todas as áreas da vida. Estar insatisfeito é admitir que não se quer ter
uma visão clara da realidade. Devemos pelo menos ter a honestidade
de ver os dois lados.

Aquele que sempre se mostra satisfeito, otimista também não tem


razão, mas sim ficar com raiva porque fulano disse algo que não te
agradou, porque você pagou mais por um objeto do que esperava,
porque aquela sopa é demais salgado ou que seu jornal foi
extraviado, e reagir a esses pequenos inconvenientes como se
fossem catástrofes, isso cria em você um estado que o destrói. Agora
tente equilibrar todos os detalhes da vida diária que o irritam com o
fato de você ter
braços, pernas com os quais você pode fazer tantas coisas
maravilhosas; e você também tem olhos, ouvidos, nariz e boca que
lhe permitem ver, ouvir, cheirar, respirar, saborear, falar, admirar...
Você também tem um emprego, uma casa, amigos... E por um
pequeno aborrecimento, você está pronto para esquecer todas essas
riquezas inestimáveis e perturbar a vida de sua família e toda a
sociedade? Esta é a prova de que você não tem inteligência.

Sim, use este método de comparação: coloque frente a frente os


pequenos aborrecimentos da existência e todos os bens que a
Providência amplamente distribuiu a você e tire conclusões. Muitas
vezes fazemos o contrário: comparamos o pouco que temos com
tudo o que nossos vizinhos têm: “Ah, ah! aquele, ele já tem carro, e eu
ainda ando de bicicleta!... Ah, ah! este tem diamantes e eu tenho
pérolas falsas! São comparações ruins! Se realmente queremos fazer
comparações, por que não ver todas as vantagens que temos sobre
tantas outras pessoas pobres, infelizes ou doentes? Esta constante
ingratidão e insatisfação por parte dos humanos é um sinal de falta
de inteligência: em vez de ver as bênçãos com que o Céu os derrama,

Você me dirá que tem boas razões para ser infeliz, porque só
encontra fracassos, não tem futuro pela frente... vai vê-lo subir e tudo
vai sorrir para você. “Sim, alguns dizem, mas já estou velho, o que
posso esperar? "Você não sabe que um dia você vai voltar para
novamente na terra como uma criança a quem todas as esperanças
serão permitidas e que você começará uma nova vida, enriquecida
pelas experiências do passado?
Existem respostas para todas as objeções da tristeza e do
desânimo. Você ainda tem que concordar em olhar as coisas de
maneira diferente, raciocinar de maneira diferente: antes de cada
evento, cada situação, pare por um momento para considerar os dois
aspectos: negativo, mas também positivo. É claro que não devemos
nos iludir dizendo que tudo está bem, mas também devemos nos
recusar a parar apenas no lado sombrio da vida. Você pensa: “Ah! já
sabemos tudo isso. Bem, então, fazê-lo se for tão simples! Observe a
si mesmo, você descobrirá que muitas vezes esquece essa regra e
cede ao descontentamento e ao pessimismo. E então, não apenas
você não raciocina mais corretamente, mas impede que sua alma
floresça e decole. É assim que você se destrói espiritualmente e até
fisicamente. Por que dizemos na linguagem corrente de uma pessoa
que está sempre preocupada e insatisfeita que ela “desvia o sangue”,
ou mesmo que “se come” ou “roe o fígado”?

O descontentamento só é aceitável se a pessoa estiver insatisfeita


consigo mesma. Não se deve ficar satisfeito consigo mesmo, mesmo
que alcance grandes resultados espirituais. Por quê ? Porque corre-se
o risco de se tornar presunçoso, complacente e, assim, interromper
seu progresso, impedir sua melhoria. Se você está infeliz consigo
mesmo, esse sentimento o estimulará, o fará trabalhar, o melhorará.
Mas para que esse descontentamento não se torne uma obsessão
destrutiva, devemos restaurar o equilíbrio sendo felizes com os
outros. Essa atitude interior impedirá que você caia em um estado
excessivamente negativo que poderia levá-lo
completamente desanimado. Procura o belo e o bom em todos os
seres e particularmente naqueles que contribuíram com o seu génio,
com as suas virtudes para a evolução da humanidade: assim ficarás
sempre maravilhado, não correrás o risco de afundar no desespero.

Houve músicos, poetas, pintores de gênio que, num período de


desânimo, destruíram suas obras. Simplesmente porque estavam
enclausurados em sua solidão, não sabiam ver além de seu próprio
caso e encontrar o que havia de bom nos outros: isso os protegeria,
impedindo-os de voltar seu descontentamento contra si mesmos e
contra suas criações. Os Iniciados não estão felizes consigo mesmos,
mas estão felizes com as obras de Deus, ficam maravilhados com os
servos de Deus. Dessa forma, eles remediam a insatisfação com suas
próprias imperfeições.

Quem percebe que é incapaz de manifestar as qualidades que


esperava possuir, não deve desanimar nem se rebelar. Se ele está
desanimado e zangado consigo mesmo, ou com os outros, ou com o
Senhor, é muito ruim para ele; ele deve ser mais humilde, senão isso
prova que seu raciocínio não está certo, e que ele ainda está sujeito à
sua natureza inferior que conseguiu se infiltrar em um momento em
que encontrou condições muito favoráveis. É como se o céu tivesse
dito a certas pessoas ou circunstâncias: "Vá mordê-lo um pouco, ou
diga algumas palavras para ele e veja o que acontecerá". E o que
acontece é uma comoção que prova que ele não estava preparado
para enfrentar as provas. Bem, mesmo assim ele não deve ficar triste
e desanimado,
ele, e se ele não corrigir a situação, ele vai acabar se destruindo. É
permitido ficar triste, mas apenas pelos fracassos ou infortúnios dos
outros, não pelos próprios desejos e ambições não realizados. Que
aqueles que freqüentemente caem neste estado saibam que não são
altamente evoluídos, pois sua tristeza está ligada a causas inferiores.

Para resumir esta questão, podemos dizer, portanto, que há uma


corrente de vida e uma corrente de morte, e o primeiro grau de
morte é o descontentamento. Sim, porque se você não tomar
precauções, o descontentamento vira dor, a dor vira dor. Essa dor,
que a princípio afeta apenas o plano psíquico, acaba atingindo o
plano físico. Um dia fica doente e a doença leva à morte. Entre o
descontentamento e a morte, obviamente, há muitas etapas, mas
pouco a pouco uma leva inevitavelmente à outra. O contentamento,
pelo contrário, coloca você no fluxo da vida. Quem está contente
sente-se cheio de gratidão ao Céu e vive em paz; esta paz lhe dá
força, a força lhe traz plenitude e ele começa a saborear a Vida
Eterna...

Aquele que aspira à perfeição, que quer que os espíritos da


natureza o ajudem em seu trabalho, deve ser grato por tudo o que
tem e trazer algo positivo aos outros. De agora em diante, portanto,
saiba se contentar, e precisamente com as coisas que você desprezou
e negligenciou. Todos os dias tente encontrar pelo menos uma coisa
que o surpreenda e coloque-a em seu coração e em seu intelecto. Se
você agradecer ao Senhor todos os dias, se estiver feliz com tudo que
ele lhe dá, você possuirá o segredo mágico que pode transformar sua
vida, e até os espíritos luminosos da natureza se aproximarão de você
para ajudá-lo.
Notas bibliográficas

1. Uma tese médica inspirada no ensino


por Omraam Mikhaël Aîvanhov estuda a ação do sol no homem e as
consequências práticas dessa ação em sua saúde. André MASSON: "O
sol, o homem e a saúde" (Éditions Prosveta)

2. O interesse atual em um
uma alimentação mais natural não deve ofuscar a necessidade de
uma alimentação equilibrada e variada. Veja Claire BON: “105 receitas
vegetarianas”
“As 4 estações da cozinha vegetariana” “Doces sem
açúcar...” (Éditions Prosveta)
Depósito legal: outubro de 1997

Nº de impressão: 2442
Impresso na França
Impressão Prosveta
ZI du Capitou,
BP 12 -83601 Frejus
Cedex, França
Mestre Omraam Mikhaël Aïvanhov (1900-1986),
filósofo e pedagogo francês de origem búlgara, veio
para a França em 1937. O que chama a atenção
desde o início em sua obra é a multiplicidade de
aspectos sob os quais esta questão singular: o
homem e seu aperfeiçoamento. Seja qual for o
assunto
abordada, é invariavelmente tratada de acordo com o uso que o
homem pode fazer dela para uma melhor compreensão de si mesmo
e uma melhor condução de sua vida.

“Se você está doente, é porque mantém uma desordem dentro de


você: você nutriu certos pensamentos, certos sentimentos, certas
atitudes e isso acabou se refletindo na sua saúde. A melhor arma
contra a doença é a harmonia: dia e noite, lembre-se de se
sincronizar, de se colocar em harmonia, em harmonia com toda a
vida, vida ilimitada, vida cósmica. Esta é a verdadeira harmonia.
Harmonizar com algumas pessoas: sua esposa ou marido, seus filhos,
seus pais, seus vizinhos, seus amigos, ainda é insuficiente. É com a
vida universal que devemos concordar. » Omraam Mikhaël Aïvanhov
[1]
Veja “A Parábola das Cinco Virgens Sábias e das Cinco Virgens Tolas” em “
Nova luz sobre os Evangelhos”, coleção Izvor. [2]

Veja “O enxerto” em “O trabalho alquímico ou a busca pela perfeição”


(coleção lzvor).
[3]
Esta conferência data de 1970.
[4]
Ver coleção Izvor: “Vida psíquica: elementos e estruturas”, o capítulo
III: “Muitas almas e muitos corpos”. [5]

Ver nota bibliográfica no final do volume.


[6]
Veja a coleção Izvor: "Homem para conquistar seu destino", capítulo V: "
A lei das correspondências”. [7]

Um vegetarianismo em sentido amplo que, portanto, não exclui nem ovos, nem laticínios, nem
até o peixe. Veja sobre este assunto na coleção Izvor “O yoga da nutrição”, capítulo V.

[8]
Ver nota bibliográfica no final do volume.
[9]
Sobre o sono ver Obras Completas, volume 13, capítulo II: “O programa
do dia - Preparação para dormir. »

Você também pode gostar