Você está na página 1de 2

ESTADO DE MATO GROSSO

PODER JUDICIÁRIO
CORREGEDORIA-GERAL DA JUSTIÇA

Cia n.: 0026081-08.2020.8.11.0000 - (Favor mencionar este número)


Solicitante: Alonso Alves Filho

Vistos.

Trata-se de expediente encaminhado pela Sr. Alonso Alves Filho, no qual requer
providências em face do Cartório do 2º Ofício da Comarca de Barra do Garças/MT, ante
supostas irregularidades no ato de reconhecimento de firma.

Pois bem.

Acerca da delimitação da competência na seara extrajudicial, os artigos 4º e 8º da

Para validar a(s) assinatura(s) ou baixar o original acesse http://cia.tjmt.jus.br/publico/ValidarDocumento e utilize o código EN9TSYN
Consolidação das Normas Gerais da Corregedoria-Geral da Justiça - Foro Extrajudicial
(CNGCE/MT) estabelecem que:

“Art. 4º A atividade correicionalserá exercida pelo Corregedor-Geralda Justiça e


nos limites da Comarca, pelo respectivo Juiz, compreendendo a orientação,
fiscalização e inspeção constante das serventias.

[...]

Art. 8º A competência para fiscalização administrativa dos Serviços Notariais e de


Registro é do Juízo da Direção do Foro da Comarca (nominado Corregedor
Documento assinado digitalmente por: Edleuza Zorgetti Monteiro da Silva
Permanente), sem prejuízo das atribuições do Corregedor-Geral da Justiça,
entendido este como autoridade competente, nos termos do art. 31 da Lei Estadual
n. 4.964/85 (COJE/TJMT) e do art. 38 da Lei nº 8.935/94. ”

Infere-se da normativa que o Juiz Diretor do Foro exerce com primazia as funções
administrativas de orientação, fiscalização e disciplinares que envolvam sua Comarca, de modo
que não havendo nos autos informações de que o expediente já fora objeto de apreciação pelo
Juiz Diretor do Foro da respectiva Comarca, não há como este órgão se manifestar, sob pena de
supressão de instância, podendo ser supedâneo para futuras causas e alegações de nulidade.

Pelo exposto, encaminhe-se o presente expediente à Diretoria do Foro da Comarca


ESTADO DE MATO GROSSO
PODER JUDICIÁRIO
CORREGEDORIA-GERAL DA JUSTIÇA

de Barra do Garças/MT para apuração do feito no prazo de 30 (trinta) dias.

Por medida de celeridade e economia processual, a cópia da presente decisão


servirá como ofício, nos termos da Ordem de Serviço n. 01/2016-CGJ.

Cuiabá/MT,14 de julho de 2020.

(assinado digitalmente)
Juíza EDLEUZA ZORGETTI MONTEIRO DA SILVA
Auxiliar da Corregedoria-Geral da Justiça

Para validar a(s) assinatura(s) ou baixar o original acesse http://cia.tjmt.jus.br/publico/ValidarDocumento e utilize o código EN9TSYN
Documento assinado digitalmente por: Edleuza Zorgetti Monteiro da Silva

Você também pode gostar