1

GERMINAL
Resenho do filme O filme germinal caracteriza perfeitamente o processo de produção do trabalho do modelo capitalista, a expansão do chamado capital, mostrando assim de uma forma bem clara os opostos entre as necessidades humanas e as materiais. O filme se passa na França d século XIX e transmite muito bem aquele o determinado momento histórico e seu contexto social, econômico e politico e é claro cultural e para obtermos uma analise satisfatória se trona necessário o conhecimento dos antecedentes da revolução industrial presentes nele. O filme é baseado no romance de Émile, Édouard, Carles, Antoine Zola. No inicio do filme um dos personagens não me lembro o nome ao certo, talvez o personagem de maior expressão devido ao seu espírito contestador e revolucionário, está desemp regado e chega até a companhia de mineração a fim de conseguir empregar-se, se depara com um outro senhor o qual é pai do personagem de Gerard D epardieu, quena verdade não é tão senhor assim, mais devido às condições de vida as quais foi exposto desde os 8 anos de idade trabalhando na mina possui uma saúde bastante debilitada, pode-se observar isso pela sua tosse constante e pela visível intoxicação, toda a sua família trabalha também na mesma mina; o personagem recém chegado a procura de emprego se choca com as dificuldades das condições de trabalho, constituída de pura exploração e pobreza, o personagem de Gerard d epardieu por ser um funcionário mais antigo e respeitado consegue arranjar-lhe uma vaga devido à morte de uma outra companheira de trabalho. Todos os membros das famílias trabalham, desde crianças até os mais idosos, porque precisam de míseros salários para assim juntos conseguirem a subsistência de todos, sendo assim necessário quando acontece uma morte substituírem rapidamente o membro perdido no trabalho, pois, mesmo sendo uma só renda perdida reflete-se no sustento de todos os outros. Só os bem pequeninos não trabalham. A pobreza dos personagens é evidente, a situação em que vivem é quase calamitosa, a cozinha não tem nada de comer, as crianças pedem comida, pão, a água causava -lhes cólicas devido às condições precárias as quais era armazenada. A mina aparenta sem bem profunda, tipo mais de quatrocentos metros, os vagonetes dela descem com cinco operários, as condições de trabalho são de enojar, vivem em regime de exploração constante, as mulheres ficam desesperadas por não terem o que dar de comer as crianças, e se endividam com um comerciante inescrupuloso e espertalhão, este nem sempre esta disposto a permitir crédito, devido o pagamento frequentemente estar atrasados, mas costuma aceitar favores sexuais em troca de comida, as mães desesperadas com a fome aceitam tal aproveitamento cedendo suas filhas ou a elas mesmas ao promíscuo e depravado comerciante. Aparentemente, a região possui 13 minas, as quais não se conhecia os seus donos, estes não estavam preocupados com o que acontecia aos operários, e sim com a economia, com a política afetando seus lucros, e com a eclosão de greves demonstrando a lógica capitalista da acumulação. O personag de em D epardieu foi multado por não ter escorado perfeitamente um possível desabamento, mesmo não tendo sido proporcionado a ele condições satisfatórias para um trabalho bem feito. Além de terem sido multados devido ao escoramento mal feito, os salários haviam sido diminuídos devido ao escoramento mal feito, os salários haviam sido diminuídos devido à suspensão dos pedidos de ferro para exportação e essa situação é repassada injustamente os trabalhadores. O trabalhador recém chegado estimula os outros a começarem um fundo de reserva a fim de iniciarem uma greve reivindicando aumento de salários e melhores condições, cada um dando uma determinada contribuição para isso, e encorajam-se a iniciar a greve. Eles tentam falar sobre as suas reivindicações com o diretor geral da mina, não obtendo sucesso, pois este arruma várias desculpas para justiçar a permanência do funcionamento delas (as minas) pondo as companhias como se estivessem na mesma situação de precariedade dos seus trabalhadores a partir da exposição das situações de ´´quebra`` delas, desejando que eles culpem os fatos e a conjuntura econômica pelas suas situações.

como no caso do filme. esse dá origem a profundas contradições e injustiças. estavam ainda ligados às formas de produção anteriores. a necessidade de manter operários ao redor das máquinas criou a situação de ter que sair para o trabalho . vale a pena lembrar que mesmo estando expostos a possíveis acidentes d trabalho. pois a companhia contrata trabalhadores da Bélgica e ameaça despedi los caso a greve permaneça. acabem ocorrendo mortes. causando a necessidade do trabalho infantil para as famílias conseguirem sobreviver. O novo processo de produção utilizando as máqu9inas. pois desde o inicio do capitalismo. na França nessa época. ocasionando a revolução comercial. para conseguirem sobreviver. organizando um controle social. estando também assim presos aos donos dos meios de produção. a miséria a que eram expostos. pela escolta da mina a qual eles desejavam paralisar também. Dai os grevistas vão até as minas em funcionamento. não satisfeita. a relação deles com as máquinas. nota-se também que o noivado é quase como um negócio.2 Pode-se observar o contraste de situações. muitas pessoas viviam do trabalho manual. o mutila. tendo assim que vender a sua força de trabalho. as mulheres também se revoltam com a situação e a mais estimulada com a causa é a esposa do personagem de Gerard D epardieu. no inicio da revolução industrial. pode-se ver de forma explicita no filme o inicio das revoltas populares.. o que causa a necessidade para os proprietários das minas de segurança. como nos demais países europeus. Essas questões sociais são etapas históricas. homens mulheres e crianças inclusive e ainda se tornavam mais presos a seus patrões pelo fato de suas casas pertencerem a eles. bombas etc. A situação se agrava. marcadas pela forma de como era explorada brutalmente a mão de obra operaria inclusive infantil sem oferecer direitos. muito bem expressos em questões corográficas pois mostra muito bem o inicio das revoltas na França que estavam se expandindo pela Europa durante o mesmo . além das relações de interesse mantidas entre o``burgueses´´ até entre seus familiares. ainda n século XVI já havia empesas capitalistas promovendo o comercio europeu mundialmente. comida farta. uma das mulheres que havia sido humilhada por ele e tomada de fúria e desespero. este fobe par o telhado e acaba caindo. e foram obrigadas a habituar-se com as novas condições. o trabalho vira mercadoria. demonstrando muito bem a revolta contida no interior dessas pessoas. alegria e tranquilidade. estes conflitos também causam a morte do personagem de Gerard. isto é. foi em cheio na organização familiar operária em respeito econômico. as destroem. isto é organizar em partes. do capitalismo comercial. o surgimento de greves e do sindicalismo. sistemas sócio-econômico-políticos alternativos. esses foram acontecimentos mostrados no filme. além de também não receberem quaisquer tido de benefícios.. com o decorrer desta situação o que era escasso. que se segue da primeira fase da revolução industrial em meados do século XVIII segue até o século XX. vão até a mercearia do aproveitador e a saqueiam. a organização de sindicatos e tec. as inutilizam temporariamente com a paralisação de elevadores. sendo. pois é gaseado no interesse de fusão de capitais. pois a esposa do dono da mina mantém um caos extraconjugal com o sobrinho do seu marido. A revolução industrial foi um processo construído com o tempo. entre patrões (donos dos meios de produção) e empregados (trabalhadores-mercadoria) a partir de um jantar de noivado que acontece no decorrer do filme na família de um dos donos. a mão-de-obra. que para a compreensão do filme é necessária uma analise das relações de trabalho. A partir destas passagens do filme posso concluir. além de agredirem os que permanecem trabalhando. apenas para garantir a dominação do capital sobre o trabalho. Devido aos chamados acercamentos e de outros fatores os trabalhadores migram para os centrosonde expandiam as indústriasafim de conseguirem se empregar. o que com certeza fez eclodir a partir dos mais conscientizados as tensões sociais. da sua implantação lá no século das grandes navegações. anarquismo e socialismo. a relação entre capitalistas e operários. gerando conflitos seguidos. cortando seus órgãos genitais com uma faca. se tronou excedente daí a desvalorização do trabalho que expunha os trabalhadores as condições mostradas no filme de precariedade e salários inaceitáveis com cartas horárias desgastantes de 16 horas ou mais diárias. alguns trabalhadores temerosos e famintos querem retornar ao trabalho outros tão engajados preferem morrer a abandonar a causa. os trabalhadores não recebiam seguro e não recebiam se ficasse sem trabalhar devido a estes. isto é. este sistema fabril apareceu para organizar o processo de trabalho.

Começa com Etienne que chega à mina procurando emprego e conhece Boa Morte. que este dinheiro arrecadado logo acaba. e a disseminação dessas ideias comunistas. Germinal Trabalhadores despertos "Germinal" refere-se ao processo de gestação e maturação de movimentos grevistas e de uma atitude mais ofensiva por parte dos trabalhadores das minas de carvão do século XIX na França em relação à exploração de seus patrões. roubado. 15 ou 16 hora s. exceto as crianças menores e a mãe que precisa cuidar deles. que praticamente marca o início do movimento operário. A forma contundente como as ações ocorrem no filme tornam a crueza dos acontecimentos extremamente chocante para os espectadores. entre os quais a França. mesmo tendo em vista as desgraças que isso poderia causar naquele contexto específico). As condições de trabalho na mina são desumanas. Vilipendiado. palco das ações descritas no romance e representadas no filme. nesse período alguns países passavam a integrar o seleto conjunto de nações industrializadas ao lado da pioneira Inglat erra. e com os patrões ameaçando demitir a todos e trazer outros trabalhadore para lá. esse discurso um tanto quanto agressivo por parte do diretor Berri tem o firme propósito de conclamar os espíritos da audiência e chamar a atenção para as dificuldades e a rudeza do mundo operário do século XIX. onde praticamente todos trabalham na mina. o filme é um da mais belas adaptações s literárias da história do cinema. bem como Marx disse: era necessário uma consciência de classe para o início de uma real revolução por parte do proletariado . sindicalistas. sujo. que para contá-la foi trabalhar em uma mina de carvão na França. trabalhando em condições totalm ente impróprias. recebendo salários baixíssimos e tendo que ver sua família toda se encaminhar para o mesmo tipo de trabalho e péssimas condições. criando uma situação de mais tensão ainda. no entanto. Germinal História escrita por Emile Zola. Etienne fica muito amigo da família de Boa Morte. acompanhado por uma passagem em filosofia pelas obras dos intelectuais que abordaram os temas das lutas de classes e uma elucidativa aula . por isso há menções a Marx e Engels e também ao anarquismo (um dos personagens centrais da trama assume o discurso dos pensadores que propuseram o anarquismo até as últimas consequências. e para isto decidem fazer um fundo de reserva. para não passarem fome durante o período da greve. pois os salários são miseráveis. pois quanto mais gente trabalhando mais dinheiro para comprar o pão. assim nos é mostrado o proletariado francês nas telas. socialistas pelo mundo. cumprindo jornadas de 14. sendo uma aventura diária ter de descer às suas profundezas. como a maioria das famílias da região. nem sempre bem aceitas pelo próprio proletariado temerosos com as suas consequências.3 período. Etienne começa a incitar os operários a fazerem uma greve. O filme retrata o processo de gestação e maturação de movimentos grevistas e de uma atitude mais ofensiva por parte dos trabalhadores das minas de carvão do século 19 na França em relação à exploração de seus patrões. Baseado na obra de Emile Zola. Acontece. Um trabalho paralelo envolvendo a leitura de trechos selecionados do livro sendo monitorado pelos professores da área de literatura. assim chamado devido a inúmeras vezes que sobreviveu a acidentes na mina. esgotado. Inserido na escuridão das minas de carvão. A obra literária é do período que marca o surgimento da Internacional Comunista. sujeito a acidentes que podem ceifar-lhe a vida ou decepar lhe um braço ou uma perna. pouco resta aos trabalhadores senão a luta contra aquelesque os oprimem. inseguro. como no caso do marido da filha da personagem de Gerard que quando conseguir uma melhor colocação na companhia abandonou a causa. e descreve uma greve muito sangrenta. alguns grevistas s começam a querer retornar ao trabalho para não passarem fome.

que também trabalhou em outros importantes filmes com temática histórica como "Danton ..França.. Maigrat Frédéric van den Driessche . Como obra que procurou ser fiel aos acontecimentos do período em que foi escrita. o filme retrata o processo de gestação e maturação de movimentos grevistas e de uma atitude mais ofensiva por parte dos trabalhadores das minas de carvão do século XIX na França em relação à exploração de seus patrões... Souvarine Bernard Fresson . a perspectiva para os operários não é das melhores. criar condições de sobrevivência para os trabalhadores tendose em vista que uma greve poderia se prolongar por um longo período de tempo. O contraste também é proposital.. então.. por isso. Chaval Gérard Depardieu . grandes refeições.. 1993 Sinopse: Baseado na obra máxima de Émile Zola. Rasseneur Jacques Dacqmine . Victor Deneulin Jean-Pierre Bisson . do fenômeno da confrontação entre patrões e empregados fosse melhor assimilada pelos estudantes.. consequentemente. Uma boa reprodução de época... O primeiro passo dessa dupla passa a ser. que se encontra nas mencionadas condições de miséria e penúria listadas nos parágrafos anteriores. vivido pelo grandalhão Gerárd D¶epárdieu (considerado um dos melhores atores franceses de todos os tempos. acompanhada por atuações convincentes. Léon Grégoire ... Philippe Hennebeau Anny Duperey . tem por objetivo acirrar os ânimos de quem assiste e fazer com que as pessoas tomem partido (obviamente dos trabalhadores).. Toussaint Maheu Laurent Terzieff . criam uma caixa de resistência.. com a qual todos os operários deveriam contribuir... A diminuição dos salários e o pouco caso dos patrões em relação à segurança e a saúde dos trabalhadores aumenta ainda mais as tensões. que já possui vivência em termos de criação e fomentação de movimentos reivindicatórios..A Conquista do Paraíso") se vê então obrigado a tomar providências e para isso é estimulado pela chegada de um novo operário.o processo da revolução" e "1492 . Madame Hennebeau Gérard Croce .. Paul Négrel AnnickAlane ... Étienne Lantier Jean Carmet . Assistam! Ficha Técnica: País/Ano de produção:..4 sobre as condições em que se desenvolveu o movimento trabalhista ao longo do século XIX na Europa por parte do professor de história fariam com que a compreensão do filme e.. Elenco: Miou-Miou . Madame Grégoire Pierre Lafont . A história do filme gira em torno de uma família...Maheude Renaud . a escolha acertada das locações onde o filme foi produzido e a excelente trama que se desenvolve paralelamente as disputas entre burgueses e trabalhadores tornam o filme uma ótima pedida para facilitar o estudo dessa difícil e complicada questão. Catherine Maheu Jean-Roger Milo .. por isso. luxuosas residências e total descaso em relação ao mundo que existe além dos seus portões. deve -se destacar quando se trabalhar esse filme... o chefe dessa família. a questão ideológica.. Paralelamente a história dos trabalhadores podemos acompanhar a burguesia e seu cotidiano de brioches. Vincent MaheuditBonnemort Judith Henry ...

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful