Você está na página 1de 11

UNIVERSIDADE PAULISTA

REBEKA DE SOUZA CORDEIRO

ANA CAROLINA ROSENDO DE MOURA

OLHARES E LEITURAS CONTEXTUALIZADAS EM ESPAÇOS CULTURAIS

SOROCABA

2020
UNIVERSIDADE PAULISTA

REBEKA DE SOUZA CORDEIRO

ANA CAROLINA ROSENDO DE MOURA

OLHARES E LEITURAS CONTEXTUALIZADAS EM ESPAÇOS CULTURAIS

Trabalho apresentado à Universidade

Paulista – UNIP, na disciplina de

Metodologia do Ensino de Arte e

Movimento: Corporeidade Orientador:

Prof Dr. Felipe Soligo Barbosa

SOROCABA

2020
SUMÁRIO

SUMÁRIO 3

1 - INTRODUÇÃO 4

2 - DESENVOLVIMENTO 5
2.1 Sobre o museu 5
2.2 Acervo 5
2.3 Contribuição 5
2.4 Fotos do acervo virtual 6
2.5 ESPECIFICAÇÕES DA VISITA TÉCNICA: Museu da Infância. 8
2.6 Análise 8
2.6.1 Arte na infância: 8
2.6.2 Arte na escola: 9
3 - CONCLUSÃO 10

4 - REFERÊNCIAS 11

3
1 - INTRODUÇÃO

Neste relatório é apresentado uma visita técnica ao Museu da Infância, e tem como

objetivo geral apresentar a importância e a valorização que a arte deve ter na

infância, pois ela tem uma participação na formação cultural e humana. É mostrado

também como a arte é importante para a aprendizagem e que ela deve ser inserida

nos currículos escolares de todas as escolas, pois através do uso da arte na

educação o aluno aprende a interpretar as coisas e o mundo em que vive, e com

esse entendimento ele consegue lidar com a situações do cotidiano. É importante

estimular a capacidade do aluno do fazer, fruir, e refletir sobre alguma determinada

arte, para que ele consiga compreendê-la e descobrir que através das diversas artes

que existe. Podemos adquirir diversos conhecimentos.

4
2 - DESENVOLVIMENTO

2.1 Sobre o museu

O Museu da Infância é um espaço que, desde 2005, preserva, promove e divulga as

coisas feitas ​para crianças (como os brinquedos, por exemplo); a produção ​das

crianças (seus desenhos, pinturas etc.); e também o que é produzido ​sobre a

infância (como filmes, livros teóricos, dentre outros). Em 2006, para que todos

pudessem conhecer melhor o seu acervo, foi lançado o Museu Virtual da Infância​,

​ briu uma
com um Banco de dados​. No início de 2010, o ​Museu Virtual da Infância a

porta voltada principalmente para as crianças: o jogo ​Caixa de brinquedos​, uma

maneira divertida e intrigante de conhecer e interagir com desenhos e brinquedos do

acervo. (museudainfancia, 2006).

O museu encontra-se aberto, horário de funcionamento de Segunda à Sexta das

8:00 às 12:00 e das 13:30 às 17:30. Com entrada gratuita. (museus.cultura, 2019?)

2.2 Acervo

O acervo do Museu da Infância é todo fruto de doações feitas por homens, mulheres

e crianças, brasileiros e estrangeiros, que queiram compartilhar com o público aquilo

que tem guardado consigo, seus “tesouros”. A maior parte do acervo é de ​objetos

para crianças​, principalmente brinquedos. (museudainfancia, 2006).

2.3 Contribuição

Para contribuir com o acervo é necessário ter um objeto de cultura da para ou sobre

a infância, e entrar em contato pelo ​infancia@unesc.net​. (museudainfancia,2006).

5
● 2.4 Fotos do acervo virtual

6
7
2.5 ESPECIFICAÇÕES DA VISITA TÉCNICA: Museu da Infância.

ÁREA DE CONHECIMENTO: Arte

HORÁRIO: 19:00

DATA: 20/05/2020

LOCAL: ​http://www.museudainfancia.unesc.net/

​2.6 Análise

Considerando estudos, compreendemos que:

2.6.1 Arte na infância:

A arte é uma das melhores formas do ser humano se expressar. Por conta disso o

Museu da Infância guarda registros artísticos importantes de crianças do mundo

todo. Resultando na contemplação de diferentes artes infantis. Assim como diz

Kramer (1998, p. 36).

É crucial que todos - crianças e adultos - possam, de um lado, apropriar-se

dos conhecimentos científicos básicos e, de outro, aprender com a história,

com os livros, com o cinema, com a música, a dança, o teatro, com a

linguagem e a arte, pois a experiência com essas produções constitui a

formação cultural e humana necessária para enfrentar desafios ainda mais

graves da vida contemporânea.

A autora diz que a arte constitui a formação cultural e humana. Portanto a seguir

vejamos com qual elemento extremamente importante da natureza ela relaciona a

cultura. Kramer (1998, p 36).

8
Cultura, que relacionei ao ar que respiramos, para destacar a importância

simultaneamente da tradição cultural de cada grupo, de seus valores, suas

trajetórias, suas experiências, seu saber, e do acesso ao acervo cultural

disponível a cada momento da história.

2.6.2 Arte na escola:

De acordo com Martins, Picosque, Guerra (1998)

A busca de uma aprendizagem significativa em arte, é fazer com que os

alunos tenham uma aproximação física e interação com o material que irá

ser trabalhado na construção da aprendizagem. As experiências de fazer,

fruir, e refletir são três etapas que devem ser trabalhadas para a criação, o

desenvolvimento, e entendimento da linguagem da arte.

O objetivo da arte na escola é proporcionar a experiência de criar formas artísticas,

habilidades, a relação entre perceber, imaginar e realizar um trabalho de arte. A

seguir os autores falam sobre a construção do sentido, através da aprendizagem.

Martins, Picosque, Guerra (1998, p 128).

Aprendemos a pensar sobre as coisas. Como intérpretes do mundo,

construímos interpretantes sobre ele. O que demoramos ou simplesmente

copiamos mecanicamente não fica em nós. É um conteúdo momentâneo,

por isso isso conhecimento vazio que no decorrer do tempo é esquecido.

Não faz parte de nossa experiência.

Os alicerces da aprendizagem significativa em arte. “É com a linguagem da arte que

se trabalha no fazer artístico para abstrair dela uma forma expressiva que será

percebida como imagem sonora, gestual ou visual.” (MARTINS. PICOSQUE,

GUERRA, 1998, p 130).

9
3 - CONCLUSÃO

Conclui-se que a infância é uma fonte muito rica na produção de arte, mas que

infelizmente isso é pouco valorizado. E o Museu da infância tem como principal

objetivo quebrar esse tabu. Tendo um trabalho atípico em comparação aos outros

museus. Ele enaltece essa preciosa fonte de arte, que é a infância. Ao observarmos

o acervo do museu vemos uma enorme diversidade de artes, pois foram produzidas

por crianças de diferentes países, raças, religiões, classe social, e período

cronológico.

Portanto a arte tem uma extrema importância na vida de uma criança, por estar

incutida na formação cultural e humana, assim proporcionado um identidade a cada

criança.

Sendo assim, fica clara a importância não só de visitas em museus, mas com a

apropriação dos pedagogos em aumentar o próprio repertório para agregar o seu

conhecimento. É necessário conscientizar não somente os alunos mas a população

através da educação, a qual está muito ligada ao amor e a dedicação de ambas as

partes. Precisamos despertar este sentimento pela a arte, ensina a valorizar, mostrar

sua importância para a sociedade.

10
4 - REFERÊNCIAS

INFÂNCIA, Museu da Infância. 25 de fevereiro de 2011. Disponível.<

http://www.museudainfancia.unesc.net >. Acesso em: 25 de maio 2020.

KRAMER, Sônia. Infância e Produção Cultural. Books. 22 de out de 2014. Disponível

em:<​https://books.google.com.br/books?hl=pt-BR&lr=&id=n5KQ-byUYyoC&oi=fnd&p

g=PA7&dq=cultura+e+arte+na+infancia​.> Acesso em 25, maio 2020.

MARTINS, Mirian C., PICOSQUE, G. GUERRA, M° T. T. Didática do Ensino da Arte

poetizar. Fluire conhecer arte. São Paulo: FTD 1998.

11

Você também pode gostar