Você está na página 1de 85

Se prepare para o revalida

de maneira correta.

Caderno
de
questões
objetiva

Questões REVALIDA INEP


separado por TEMAS

@REVALIDACRESPA
CADERNO DE
PREVENTIVA
JUNTOS
VOCÊ APRENDE
VENCEREMOS O
PRATICANDO.
INEP
Aproveite e use esse
Aguardo seu
caderno para a sua
depoimento sobre
capacitação.
a sua aprovação.

@REVALIDACRESPA
Como é esse
caderno?

Nesse caderno tem todas as questões da


especialidade citada na contracapa, não
possui as questões anuladas, você terá
acesso a elas através das provas na integra
disponibilizadas na plataforma.

As questões são separadas por temas e logo


embaixo está o seu gabarito

@REVALIDACRESPA
Prova INEP

Índice
SUS ..................................................................................................... 2
Saúde Ambiental/Vigilância Epidemiologica .........................................15
Imunização/Vacinas ............................................................................18
Arbovirose .......................................................................................... 26
Psiquiatria .......................................................................................... 32
Síndrome Demenciais/Geriatria ........................................................... 44
Saúde da família ..............................................................................47
Atestado de Óbito ............................................................................53
Programas de saúde ........................................................................57
Preenchimento da C.A.T...................................................................61
Malária ............................................................................................ 62
Febre Amarela .................................................................................63
Letalidade/Mortalidade/Incidencia ....................................................65
Saúde do trabalhador.......................................................................70
Alcoolismo/Tabagismo .....................................................................72
Intoxicação ......................................................................................75
Processo epidêmico.........................................................................76
Acidente com animais peçonhentos..................................................77
SPIKES ............................................................................................ 78
Cuidados paliativos ..........................................................................79
Afecções perinatais .........................................................................79
Benzenismo .....................................................................................80
Atestado médico ..............................................................................80

1 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

Preventiva
SUS
2012
A prefeitura de um pequeno município do interior contratou profissionais de saúde
para implantar três equipes da Estratégia da Saúde da Família que atuarão junto a
uma Unidade Básica de Saúde (UBS). Para iniciar as suas atividades, essas equipes
precisam definir os territórios de abrangência e a população de cada uma delas,
conforme preconiza a Política Nacional da Atenção Básica. Que estratégias devem
orientar a definição do território?

A) As equipes terão número variável de famílias em territórios estabelecidos pela


prefeitura e sem definição de números mínimos e máximos por equipe
B) O número de famílias de cada equipe dependerá do grau de vulnerabilidade em
cada área, em territórios definidos pelos Agentes Comunitários de Saúde.
C) Todas as equipes terão sob sua responsabilidade 3500 pessoas, definidas em
territórios contínuos dentro da área de abrangência da UBS .
D) Os territórios das equipes serão definidos pelas equipes e o número de pessoas
adscritas a cada equipe vai depender da análise de vulnerabilidade das famílias de
cada microárea.
E) A definição acerca dos territórios e da população sob responsabilidade de cada
equipe da Estratégia da Saúde da Família depende do diagnóstico de
vulnerabilidade feito pelo médico.
Gabarito letra D

2012
Na pesquisa realizada para avaliação da implantação da Estratégia da Saúde da
Família no Brasil, publicada pelo Ministério da Saúde em 2006, a tendência geral
observada foi a melhoria dos indicadores de saúde nos municípios de IDH baixo (<
0,7). Esses dados mostram o cumprimento de qual dos princípios do SUS listados
abaixo?

A) Equidade.
B) Integralidade.
C) Hierarquização.
D) Resolubilidade.
E) Descentralização.
Gabarito letra A

2012
Um médico é contratado para trabalhar em uma unidade de saúde pertencente à
Estratégia de Saúde da Família. Uma vez por semana, a equipe se reúne para
planejamento e avaliação das ações. O coordenador explica ao médico o
funcionamento da unidade de saúde e apresenta os demais membros da equipe. A
equipe é composta pelo médico, o enfermeiro, o técnico de enfermagem, o

2 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

odontólogo, o técnico de higiene dental e seis agentes comunitários de saúde. Na


equipe de saúde, caberá ao médico:

A) participar do gerenciamento dos insumos necessários para o adequado


funcionamento da unidade.
B) mapear a situação vacinal das crianças menores de 5 anos de idade.
C) realizar a prescrição hospitalar dos pacientes de sua área de abrangência.
D) dispensar medicação controlada para os pacientes de sua área de abrangência.
E) realizar o acolhimento das gestantes encaminhadas ao ambulatório de pré-natal.
Gabarito letra A

2012
Os princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS) determinam que o
planejamento e o orçamento em saúde:

A) são prerrogativas da direção nacional do SUS, consultadas as Comissões


Intergestores Tripartite ( CIT) e Bipartite (CIB) e os Conselhos de Saúde.
B) dependem da aprovação dos Conselhos Nacional e Estaduais de Saúde, nos anos
em que não acontecem as Conferências de Saúde.
C) ficam vinculados ao Plano de Saúde, de forma que apenas situações de
emergência ou calamidade pública podem justificar a destinação de recursos não
constante do Plano.
D) iniciam-se no nível local mediante negociação e consenso nos níveis estadual e
federal, podendo os Secretários Municipais, Estaduais e o Ministro da Saúde se
reunirem nas Comissões Intergestores, se avaliarem necessário.
E) passam pela atuação das Comissões Intergestores Tripartite e Bipartite,
instâncias de pactuação consensual entre os entes federativos para definição das
regras da gestão compartilhada do SUS, que serão ouvidas nos anos de elaboração
do Plano de Saúde e nos anos de realização das Conferências de Saúde.
Gabarito letra D

2012
Um médico de família atende uma população de 3.850 pessoas na unidade de saúde
em Caruaru, Pernambuco. Atualmente, tem cerca de 305 pessoas com hipertensão
cadastradas. Reconhece, porém, que esse número não representa a totalidade das
pessoas com pressão arterial alterada. Organiza, em conjunto com a equipe,
atividades de grupo por microárea de cada agente comunitário para identificar
novos casos e avaliar adesão ao tratamento e controle pressórico. Durante as
atividades coletivas, agenda os pacientes recém-diagnosticados para confirmação
em consulta, assim como os pacientes descontrolados. Para os sem adesão ao
tratamento, reforça as orientações para administração dos medicamentos e
mudanças de hábitos. Durante a atividade, toda a equipe participa compartilhando
tarefas e resultados. As pessoas que participam do grupo, mas não aderem ao
tratamento farmacológico ou não farmacológico, estão em qual estágio de mudança
de comportamento, segundo o Modelo Transteórico?

A) Pré-contemplação.

3 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

B) Contemplação.
C) Desmotivação.
D) Preparação.
E) Manutenção.
Gabarito letra D

2012
Uma equipe da Unidade de Saúde da Família (USF) identificou como problema o
grande número de gestações em adolescentes na sua comunidade. Foi decidido,
então, elaborar um Plano de Ações para o enfrentamento do problema, centrado na
busca ativa de pessoas em situação de risco. Buscou-se parceria com as escolas da
área, com as denominações religiosas locais e com a organização não
governamental que ali atua, fomentando atividades esportivas e educação musical
entre adolescentes e adultos jovens. Também foi proposta a solicitação de aumento
da variedade de métodos contraceptivos ofertados na farmácia da USF. Nessa
situação, para elaboração do Plano de Ações, deve-se observar que

A) a definição da situação-objetivo não é indicada, pois a equipe compreenderia,


mas frustraria os usuários em caso de não atingimento de metas.
B) as parcerias precisam ser previstas naqueles casos em que o custeio e (ou)
financiamento das ações depende das entidades e dos indivíduos parceiros.
C) indicar responsáveis por cada atividade não é adequado, pela natureza
transprofissional da Estratégia de Saúde da Família, já que toda a equipe deve ser
solidariamente responsável.
D) o período de execução previsto é um cronograma tentativo, que pode ser
atualizado e adaptado durante a execução de cada ação, conforme o cumprimento
de cada atividade e (ou) atrasos.
E) o princípio da boa-fé dispensa a previsão de meios de verificação para checagem
do cumprimento ou não de ações e atividades, pois parte-se de presunção de que
toda a equipe está genuinamente comprometida com as ações programadas.
Gabarito letra D

2012
A Unidade de Saúde da Família (USF) funciona como campo de prática de
estudantes de graduação, pois para lá são encaminhados alunos de Medicina e de
Enfermagem. Uma estudante ficou surpresa com a quantidade de formulários a
serem preenchidos pela equipe e afirmou duvidar que "tanto papel" servisse para
tomar decisões na prática. Ela ainda defendeu que deveria ser investido menos
tempo com formulários, liberando os profissionais para o efetivo atendimento aos
usuários. Uma atitude adequada da equipe nesse caso é

A) explicar que, caso a Ficha A para Cadastramento das Famílias não fosse
preenchida, não se teria ideia da evolução do quadro de hipertensos e diabéticos,
mas apenas de portadores de tuberculose e hanseníase, que têm Fichas B de
Acompanhamento específicas.
B) ponderar que a Ficha C para Acompanhamento de Crianças torna obrigatório o

4 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

preenchimento do Cartão-Sombra para melhor monitorar o crescimento e


desenvolvimento infantil e o cumprimento do calendário vacinal, quando ocorre
extravio do Cartão da Criança.
C) demonstrar que a Ficha D par a Registro de Atividades, Procedimentos e
Notificações informa à Secretaria de Saúde detalhes sobre a população da área de
abrangência da USF, mas que eventuais usuários atendidos que residam em outras
áreas não são tabulados.
D) argumentar que procedimentos coletivos como reuniões, atividades educativas,
bochechos fluorados e visitas domiciliares só precisam ser registrados, por seus
totais mensais, na Ficha D para Registro de Atividades, Procedimentos e
Notificações, e não individualmente.
E) considerar que as notificações a serem registradas na Ficha D para Registro de
Atividades, Procedimentos e Notificações são apenas aquelas referentes a agravos
de notificação compulsória, que são menos prevalentes.
Gabarito letra D

2012
A Lei n.º 8 080, de 18 de setembro de 1990 dispõe sobre as condições para a
promoção, proteção e recuperação da saúde e a organização e o funcionamento dos
serviços correspondentes. Trata-se do instrumento que, no artigo 4º, cria o Sistema
Único de Saúde. No Capítulo III, prevê as Comissões Intersetoriais, criadas com a
finalidade de

A) articulação de políticas e programas de saúde, cuja execução envolva áreas não


compreendidas no Sistema Único de Saúde (SUS).
B) negociação e pactuação entre gestores quanto a aspectos operacionais,
financeiros e administrativos da gestão compartilhada do SUS.
C) representação dos entes estaduais e municipais incumbidos para tratar de
matérias referentes à saúde.
D) desenvolvimento permanente de ações conjuntas entre municípios e os serviços
que lhes correspondam.
E) integração de recursos técnicos e práticas voltadas para a cobertura total das
ações de saúde.
Gabarito letra A

2013
Considere que um médico é convidado para participar da reunião da Comissão
Intergestores Bipartite (CIB) para explicar sobre o fluxograma de atendimento dos
pacientes diabéticos sem complicações crônicas residentes na capital. Segundo o
Decreto Presidencial n.° 7.508, de 28/06/2011, que regulamentou a Lei Orgânica da
Saúde (Lei n.° 8.080, de 19/09/1990) para garantir o princípio da integralidade, este
grupo de pacientes deverá, no acompanhamento inicial, ser referenciado para a
seguinte porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS):

A) atenção primária.
B) atenção secundária.
C) atenção domiciliar.
D) vigilância de doenças crônicas.

5 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

E) atenção em ambulatório especializado.


Gabarito letra A

2013
A Tuberculose (TB) é um problema de Saúde Pública no Brasil. A identificação
precoce de pessoas com TB é imprescindível para a quebra da cadeia de
transmissão da doença. No Brasil, em 2008, a TB foi a quarta causa de morte por
doenças infecciosas e a primeira causa de morte em pacientes com AIDS. Com o
aumento do número de casos de pacientes com AIDS na população prisional, eleva-
se a quantidade de pacientes com TB. Neste cenário, o indicador que expressa o
número de casos novos da doença nesta população no período de 1 ano é:

A) Letalidade.
B) Incidência.
C) Morbidade.
D) Prevalência.
E) Mortalidade.
Gabarito letra B

2013
Em uma reunião de planejamento com os gerentes das Unidades de Atenção Básica
de um município de médio porte, são avaliados os motivos das falhas nos fluxos dos
usuários em relação aos serviços de Urgência e Emergência locais. Para que essa
discussão seja produtiva, o gestor local esclareceu, para os participantes da
reunião, conceitos importantes sobre Redes de Atenção no Sistema Único de Saúde.
Entre os conceitos apresentados pelo gestor sobre o tema, quais estão previstos
nas normas do SUS?

A) Os pontos de atenção a Urgência e Emergência nas Redes de Atenção à Saúde


são as estruturas hospitalares terciárias, que possuem instrumental tecnológico
apropriado para estas condições, sendo que estes pontos devem estar interligados
com os demais níveis através de um transporte sanitário adequado.
B) As Redes de Atenção à Saúde caracterizam-se pela formação de relações
verticais entre os pontos de atenção, tendo como porta de entrada a Atenção
Primária à Saúde, pois este nível é o responsável pela triagem inicial dos pacientes e
o encaminhamento primário para os pontos de cuidado mais apropriados para cada
caso.
C) Os pontos de atenção a Urgência e Emergência devem estar no centro das Redes
de Atenção à Saúde, pois nesses locais são realizados cuidados essenciais à saúde
das pessoas, assim como a efetiva comunicação e coordenação do cuidado dentro
da Rede por meio do apoio de sistema técnico, logístico e de gestão entre os níveis.
D) As Redes de Atenção à Saúde são definidas como um modelo linear de cuidado
dentro do sistema de saúde. Elas orientam gestores e usuários sobre a porta de
entrada e o escalonamento entre os diversos níveis de densidade tecnológica no
sistema, com os seus objetivos de prestação de serviços singulares.
E) Nas Redes de Atenção à Saúde, todos os pontos de atenção são igualmente
importantes para que se cumpram os objetivos do cuidado integral, que deve ser
realizado por meio de relações horizontais entre os diversos níveis de atenção, que

6 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

diferenciam-se apenas pelas distintas densidades tecnológicas que os


caracterizam.
Gabarito letra E

2013
Homem com 75 anos, casado, empresário, exercendo sua atividade profissional
regular, sem comorbidades, vai à consulta ambulatorial apresentando déficit de
memória e lapsos quando conversa, por dificuldade de lembrar as palavras. A
esposa refere que freqüentemente o paciente não lembra onde guardou suas coisas
pessoais. Em uma ocasião saiu sozinho e foi encontrado parado em via pública por
não recordar o caminho de casa. O exame mini mental mostrou pontuação 19. Os
demais aspectos do exame neurológico são normais. A tomografia computadorizada
do crânio mostra discreta atrofia cortical. A esposa solicita que não seja informada a
provável hipótese diagnóstica ao marido. De acordo com o Código de Ética Médica,
qual deve ser a conduta adotada pelo médico em relação ao pedido da esposa?

A) Informar ao paciente o diagnóstico e orientá-lo sobre a forma de progressão da


doença.
B) Respeitar o desejo da esposa, pois a informação do diagnóstico ao paciente lhe
trará danos.
C) Encaminhar o paciente para outro médico, orientando que este informe o
diagnóstico ao paciente.
D) Traçar um plano de ação com a esposa para que ela informe, progressivamente, o
diagnóstico ao marido.
E) Aguardar a evolução, postergando a informação do diagnóstico ao paciente até
que o quadro clínico tenha se agravado.
Gabarito letra A

2013
Um médico que trabalha em uma comunidade urbana de médio porte foi convidado
para participar de uma entrevista numa rádio local. O objetivo da entrevista era
conscientizar a população sobre o enfrentamento de epidemia da dengue que o
município passava no momento. Quando foi indagado sobre a importância da
Atenção Básica nesse enfrentamento, o médico utilizou os conceitos estabelecidos
na Política Nacional de Atenção Básica do Ministério da Saúde. De acordo com esse
documento, qual das alternativas abaixo está correta em relação ao papel da
Atenção Básica no enfrentamento da dengue?

A) Uma das responsabilidades da Atenção Básica é a vigilância epidemiológica, que,


por meio de seus agentes comunitários de saúde, deve identificar e atuar sobre os
focos do vetor da dengue, realizando a promoção em saúde.
B) A Atenção Básica é o nível de atenção à saúde responsável pela centralidade do
cuidado às pessoas, com atividades de assistência integral à saúde da população,
sendo, por isso, fundamental no enfrentamento da epidemia de dengue.
C) A Atenção Básica utiliza tecnologias de baixa complexidade e alta densidade,
conseguindo solucionar os problemas de saúde mais frequentes e mais relevantes
da população, como na situação da epidemia de dengue.

7 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

D) A Atenção Básica realiza a promoção da saúde e prevenção das doenças e, numa


epidemia de dengue, este nível de atenção serve para realizar a triagem e
encaminhamentos dos casos para os outros níveis.
E) O propósito da Atenção Básica é realizar os procedimentos básicos de cuidado à
saúde de forma individual, atuando na epidemia da dengue através de consultas e
procedimentos médicos.
Gabarito letra B

2014
Leia a notícia abaixo: CAMPINAS – No mesmo dia em que dois representantes do
Ministério da Saúde chegaram a Campinas para avaliar o pedido de ajuda para que a
Força Nacional do Sistema Único de Saúde (FN-SUS) atue no combate da maior
epidemia de dengue vivida na cidade, a Secretaria Municipal de Saúde confirmou
nesta terça-feira, 22/04/2014, a segunda morte provocada pela doença. Faltam
profissionais de saúde para o atendimento na rede de atenção primária e secundária
de saúde da cidade. O secretário municipal de saúde também cogita solicitar auxílio
do Governo do Estado para o envio de profissionais de saúde para esses locais.
Disponível em: <http://noticias.uol.com.br>. Acesso em: 25 de jun 2014 (Adaptado).
Considerando as atribuições das diferentes esferas governamentais no Sistema
Único de Saúde nessas situações, é correto afirmar que
A) executar os serviços de vigilância sanitária e saneamento básico é atribuição do
estado.
B) gerir e executar diretamente os serviços públicos de atenção primária são
atribuições do município.
C) intervir no controle da organização da rede de atenção municipal, na situação
descrita, é atribuição do estado.
D) atender às necessidades coletivas, urgentes e transitórias, decorrentes de
situações de perigo iminente ou irrupção de epidemias é atribuição exclusiva da
União.
Gabarito letra B

2014
O Conselho Local de Saúde (CLS) de uma Unidade Básica de Saúde convocou uma
reunião extraordinária para discutir os problemas enfrentados pelo fornecimento
irregular de medicamentos aos usuários. Na opinião da farmacêutica responsável, o
grande entrave é a falta de critérios para a distribuição de medicamentos no
município. Isso faz com que essa Unidade receba a mesma quantidade de
medicamentos que as demais, apesar de possuir características populacionais
diferenciadas, com um número proporcionalmente maior de idosos. A maioria dos
participantes achou a argumentação correta e aprovou uma proposta de
fornecimento de medicamentos de acordo com a base epidemiológica da população
atendida. Como o CLS deveria proceder para encaminhar corretamente essa
demanda?

A) O CLS deve convocar uma Conferência Municipal de Saúde para inserir o tema
em sua pauta de debates junto à comunidade.

8 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

B) A proposta deverá ser entregue aos Conselhos Municipais de Saúde pelo


representante dos usuários, uma vez que as reuniões plenárias são fechadas ao
público.
C) Para sua resolução, o problema da distribuição de medicamentos e a proposta do
CLS devem ser encaminhados aos membros do Conselho Municipal de Saúde para
discussão plenária.
D) O CLS deve encaminhar a proposta ao Secretário Municipal de Saúde, uma vez
que o planejamento, execução e controle da política municipal de saúde é tarefa
exclusiva do gestor municipal.
Gabarito letra C

2014
No Brasil, de acordo com a legislação sobre fontes de financiamento do Sistema
Único de Saúde para a atenção básica, a União:

A) repassa recursos financeiros aos municípios de forma diretamente proporcional


ao montante que o município arrecada em tributos.
B) aplica no mínimo 10% de sua arrecadação de impostos na área de saúde, sendo
metade na atenção básica, mediante contrato com os municípios.
C) acrescenta recursos à atenção básica de acordo com resultados, acesso e
qualidade, conforme avaliação de programa específico (Programa de Melhoria de
Acesso e Qualidade – PMAQ).
D) é impedida de repassar recursos complementares aos municípios, além daqueles
previstos para atenção básica, mesmo diante de especificidades regionais que
justifiquem necessidade de maior investimento.
Gabarito letra C

2015
Uma famosa modelo profissional de 22 anos, acompanhada de sua mãe, procura um
cirurgião plástico para a realização de um novo procedimento estético que ele
inventou e tem feito extensa divulgação na mídia. Após a cirurgia, o resultado não
agradou e a paciente decidiu processar o médico pelo mau resultado, questionando
a técnica utilizada bem como o fato de ter havido divulgação de suas fotos durante a
sua internação pelos funcionários da clínica. Na sua defesa, o cirurgião alegou que a
paciente foi orientada pela clínica e que assinou o termo de consentimento, tendo
sido prestado por ele toda a assistência necessária. Tendo como base o Código de
Ética Médica, no presente caso:

A) o termo de consentimento esclarece os riscos e a paciente torna-se responsável


pelas eventuais intercorrências, independentemente da ação do médico.
B) O médico não pode se responsabilizar pelas ações de seus funcionários na
exposição de fotos da paciente durante a internação.
C) o procedimento deveria ter passado por fase experimental com obtenção de
resultados que comprovem a não-maleficência e o potencial de beneficência.
D) a prestação de toda assistência pelo médico, os diagnósticos estabelecidos e as
condutas tomadas são de sua livre convicção.
Gabarito letra C

9 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

2015
O gestor de um município com 70 mil habitantes, de baixo índice de desenvolvimento
humano (IDH), recebe a demanda do Conselho Municipal de Saúde relacionada a um
grande número de pacientes com acidente vascular cerebral atendidos na Unidade
de Urgência. Tem sido relatada demora no acesso ao atendimento especializado. A
porta de entrada do sistema se dá por cinco Unidades Básicas de Saúde tradicionais
e duas Unidades de Saúde da Família, com duas equipes em cada uma. Faltam vagas
para internação no hospital regional, que fica em outro município. O local não possui
Núcleo de Apoio à Saúde da Família e tem sido identificada dificuldade em relação
ao acesso aos serviços de Fisioterapia e Fonoaudiologia após a alta dos pacientes.
Considerando a necessidade de organização de uma rede integrada de serviços,
quais seriam as estratégias necessárias para a redução dos casos?

A) Reorganizar a Urgência e Emergência, transformando algumas Unidades Básicas


de Saúde tradicionais em Pronto Atendimento 24 horas, criar protocolos de
atendimento para urgência, além de contratar mais profissionais, facilitando o
atendimento no próprio município.
B) Organizar o sistema de informação em saúde para integrar os serviços, fortalecer
e ampliar o número de Equipes da Estratégia de Saúde da Família, criar Núcleos de
Apoio à Saúde da Família, com equipes multi e interprofissionais e fortalecer a
integração entre diversos pontos da rede de atenção.
C) Ofertar porta de entrada do sistema com acesso direto no nível secundário
ambulatorial, no qual deverá funcionar um Núcleo de Apoio à Saúde da Família com
equipes multi e interprofissionais, para evitar o atraso nas referências da atenção
básica, facilitando o acesso ao nível hospitalar da rede de atenção.
D) Organizar o sistema de informação em saúde, priorizar a ampliação do número de
ambulatórios de especialidades e de serviços de urgência e emergência,
contratando mais especialistas e estabelecendo protocolos de encaminhamentos
para o hospital, além de aumentar o número de ambulâncias e a cota de exames.
Gabarito letra B

2015
Uma mulher de 45 anos de idade, história de diabetes e asma brônquica, estava
internada no Hospital Municipal com quadro de pneumonia comunitária. Ao receber
alta hospitalar foi orientada a procurar uma Unidade Básica de Saúde para solicitar
administração de vacina pneumocócia 23-valente (polissacarídica). Qual o tipo de
prevenção objetivada a partir da ação descrita?

A) Primária.
B) Secundária.
C) Terciária.
D) Quarternária.
Gabarito letra A

2015
O médico de uma Unidade Básica de Saúde da região central de um município de
grande porte é chamado a avaliar uma adolescente, que apresenta ter entre 15 e 18
anos, muito emagrecida. A moça está em precárias condições de higiene, roupas
sujas e rasgadas, descalça. Ela relata estar morando na rua há 6 meses e refere

10 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

estar grávida, sem menstruar há 4 meses. Conta que é usuária de crack e bebida
alcóolica há três anos, mas está em abstinência há 5 dias. Ela não consegue
fornecer muitas informações, não tem documento e pouco fala sobre sua
procedência, mas afirma que não tem família na cidade. Não tem prontuário ou
registro no SUS. Diante do quadro apresentado, qual opção representa um plano
terapêutico inicial apropriado?

A) Acolhimento à paciente, encaminhamento para internação em instituição para


menores e estabelecimento de contato com o Conselho Tutelar para
acompanhamento do caso.
B) Acolhimento à paciente, realização de consulta clínica, iniciar abordagem com
vista à redução de danos, estabelecimento de contato com o Núcleo de Apoio à
Saúde da Família e Equipe de Consultório de Rua para acompanhamento da
paciente.
C) Encaminhamento ao obstetra na Unidade Básica de Saúde , agendamento dos
exames laboratorias, estabelecimento de contato com o Serviço Social do Centro
Regional de Assistência Social para que este ajude a identificar a família da paciente
e assuma o cuidado da menor.
D) Encaminhamento imediato a ambulatório de especialidades para iniciar o
acompanhamento pré-natal, estabelecimento de contato com o Núcleo de Apoio à
Saúde da Famíllia para encaminar o caso e fazer comunicação com o Juizado de
Menores para acompanhamento do caso.
Gabarito letra B

2016
Uma mulher com 28 anos de idade recebe a visita em sua residência de uma Agente
Comunitária de Saúde (ACS), pois está completando 28 semanas de gestação e
ainda não compareceu a nenhuma consulta de pré-natal. Tem outros 2 filhos, um
com 2 anos de idade e outro com 8 anos de idade. Refere que não trabalha e não
comparece ao pré-natal porque não tem com quem deixar os filhos. Diz depender de
doações para sobreviver. No momento da visita, refere disúria e polaciúria.
Posteriormente, em reunião de equipe, a ACS coloca o caso em discussão e a equipe
decide realizar as seguintes ações: visita da auxiliar de enfermagem e enfermeira no
mesmo dia para examinar a paciente e coletar a urina e sangue; visita da médica da
equipe na semana seguinte; acionar o Serviço Social para que oriente a paciente a
respeito de benefícios assistenciais e da possibilidade de inserir a criança de 2 anos
de idade em creche e a de 8 anos de idade em escola. Considerando a situação
apresentada, as ações programadas pela equipe de saúde estão orientadas por qual
princípio do SUS?
A) Integralidade.
B) Regionalização.
C) Descentralização.
D) Participação popular.
Gabarito letra A

2016
Um município de 15 mil habitantes deseja cobrir 100% do seu território com equipes

11 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

de Saúde da Família para organizar a Atenção Básica e melhorar seus indicadores


de saúde. O gestor responsável deve apresentar um projeto para a implantação de
todas as equipes, seguindo os princípios da Estratégia de Saúde da Família. Nessa
situação, o projeto de implantação de equipes deve conter

A) a priorização do atendimento da demanda espontânea, devendo a demanda


agendada priorizar doenças crônicas, gestantes e crianças para Puericultura.
B) a realização de ações de prevenção primária, secundária, terciária e quaternária,
equilibrando as demandas agendadas com o atendimento à demanda espontânea.
C) a priorização do agendamento de atendimento a pacientes com doenças
crônicas, gestantes e crianças para a Puericultura, devendo a demanda espontânea
ser direcionada às Emergências e Unidades de Pronto Atendimento.
D) a realização de ações de prevenção primária e secundária de forma equilibrada
com o atendimento de demanda espontânea, enquanto as ações de prevenção
terciária e quaternária devem ser direcionadas às Emergências e Unidade de Pronto
Atendimento.
Gabarito letra B

2016
Como estratégia de enfrentamento ao grande número de casos de acidente vascular
encefálico nos idosos moradores de uma determinada área de abrangência da
Estratégia de Saúde da Família, propõe-se projeto de intervenção coletiva centrado
na prevenção primária de tal adoecimento. Das ações específicas listadas abaixo,
aquela que deve ser priorizada nesse projeto de prevenção primária é

A) buscar um controle efetivo da hipertenção arterial sistêmica nos pacientes idosos


da região, sendo alvos do tratamento anti-hipertensivo os níveis tensionais menores
ou iguais a 120 x 80 mmHg.
B) realizar palestras e outras atividades educativas, com destaque para a adesão a
um plano dietético mais saudável, pobre em sal e rico em verduras, legumes e
frutas, bem como para o combate ao sedentarismo e o tabagismo.
C) realizar rastreamento primário na população idosa local através da realização de
ultrassonografia com Doppler de artérias carótidas e vertebrais, com o objetivo de
avaliar a ocorrência de placas ateroscleróticas clinicamente silenciosas.
D) prescrever anticoagulação crônica adequada, associada a controle laboratorial
de acordo com o fármaco utilizado, para indivíduos portadores de fibrilação atrial
crônica cuja pontuação no escore CHADS2 seja maior ou igual a 2 pontos.
Gabarito letra D

2017
Observe a figura abaixo, que representa a taxa de mortalidade ajustada pela
população mundial por câncer do colo do útero, nas regiões do Brasil, no período de
1983 a 2013. (Conforme imagem no caderno de questões) A partir de 2014, o
Ministério da Saúde do Brasil ampliou o Calendário Nacional de Vacinação com a
introdução da vacina quadrivalente contra HPV dos tipos 6, 11, 16 e 18, em esquema
vacinal estendido, composto por três doses (0, 6 e 60 meses). Considerando a
relevância em Saúde Pública da prevenção e controle do câncer de colo de útero e a
heterogeneidade dos cenários epidemiológicos nas regiões brasileiras, ilustrada na

12 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

figura acima, é essencial ao planejamento e à estruturação de programas de


prevenção e controle do câncer do colo do útero:

A) Ter, por objeto-fim, a estabilização da incidência de câncer do colo do útero, bem


como a morbidade e a mortalidade por essa doença como parte das ações
prioritárias indicadas no Plano de Ação Global para a prevenção e o controle de
DNTs 2013-2020.
B) Estruturar diferentes grupos de trabalho com foco em elementos gerais do
programa nacional, em face dos desafios mais comuns para o controle e propor
medidas para abordá-los nos níveis secundário e terciário da rede de atenção do
sistema de saúde.
C) Planejar e divulgar os componentes programáticos nos níveis primário,
secundário e terciário, assegurando que os profissionais de saúde sejam mantidos
como elementos estratégicos a serem avaliados e monitorados periodicamente nas
atividades do programa.
D) Planejar atividades de prevenção primária, secundária e terciária (que inclui
tratamento), além de acesso a cuidados paliativos e considerar o monitoramento e a
avaliação componentes essenciais de programas de prevenção e controle do câncer
do colo do útero.
Gabarito letra D

2017
Uma adolescente com 16 anos de idade, após o parto de seu segundo filho, retorna à
Unidade Básica de Saúde (UBS) para consulta de puericultura. O médico, após
examiná-la, orienta-a acerca das opções potenciais de métodos contraceptivos,
alguns deles fornecidos na própria UBS e outros disponíveis na unidade de
referência do programa Saúde da Mulher do município. Essa ação em particular,
centrada nas necessidades das pessoas e articulada nos diversos níveis de
complexidade do sistema de saúde, é a expressão de qual princípio do Sistema
Único de Saúde (SUS) no Brasil?

A) Controle Social.
B) Regionalização.

13 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

C) Integralidade.
D) Equidade.
Gabarito letra C

2020
Em uma reunião da Unidade de Saúde da Família, com a presença dos membros das
cinco equipes de Saúde da Família, incluindo os Agentes Comunitários de Saúde
(ACS), decidiu-se que, em razão do aumento do número de usuários sem cadastro
que passaram a procurar a unidade para atendimento, seria iniciado o processo de
atualização da territorialização, que inclui várias etapas e principia pela fase
preparatória. Considerando-se essa situação, que conjunto de ações e/ou atividades
está incluído na etapa preparatória do processo de territorialização?
(A) Fazer o levantamento dos dados populacionais e socioeconômicos, analisar os
dados, adquirir mapa do território, identificar os equipamentos sociais com base no
tamanho da população e delimitar o território de acordo com os dados obtidos.
(B) Indagar às lideranças comunitárias sobre fatores facilitadores ou dificultadores
do trabalho desenvolvido pela equipe de saúde e acerca do funcionamento da
unidade de saúde, além de obter informações sobre dificuldades de acesso à
unidade.
(C) Realizar entrevistas para levantar informações sobre o território e a vida das
famílias e da comunidade, aspectos geográficos, políticos, econômicos, sociais e
culturais percebidos e de relevância para a comunidade.
(D) Levantar a documentação (incluindo plano diretor do município, projetos e
estudos), dados demográficos, econômicos e sociais; adquirir mapa-base e definir
responsabilidades, principalmente dos ACS (Agente Comunitário de Saúde) e dos
profissionais mais antigos e/ou moradores na área.
Gabarito letra D

2021
Promulgada em 2017, a Política Nacional da Atenção Básica (PNAB) estabelece que
a Territorialização e Adstrição da Clientela permitem o planejamento, a
programação descentralizada e o desenvolvimento de ações setoriais e
intersetoriais com foco em um território específico. A organização da Estratégia da
Saúde da Família está baseada no preceito de responsabilidade sanitária sobre a
população do território definido. Nesse sentido, é correto afirmar que
A) a atualização dos dados de condições socioeconômicas das famílias é feita no
sistema de informação de agravos de notificação, de forma contínua, e sob
responsabilidade dos ACS.
B) a delimitação da população adscrita da equipe, processo realizado por todos os
membros da equipe, obedece estritamente aos limites geográficos e administrativos
dos bairros de grandes cidades.
C) o processo de territorialização finaliza com o cadastramento das famílias da área
e é uma atribuição dos agentes comunitários.
D) a territorialização tem início com a definição do território, área e microárea,
seguida pelo cadastramento de famílias, que é uma responsabilidade de toda a
equipe.
Gabarito letra D

14 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

2021
Uma paciente, de 66 anos de idade, vem em consulta com médico de família e
comunidade de uma equipe de Saúde da Família Fluvial, referindo estar preocupada
com o controle de seu diabetes mellitus. Como a equipe ficou um longo período sem
visitar a comunidade devido a condições climáticas desfavoráveis, a paciente refere
ter associado o uso de algumas plantas medicinais aos medicamentos prescritos em
última consulta. Ela informa que a curandeira da comunidade orientou quais chás ela
deveria tomar. O médico, então, identifica que essas plantas medicinais não
interagem com os medicamentos prescritos, nem pioram o diabetes ou causam risco
à saúde; concorda com seu uso, reforçando a prescrição realizada por ele e solicita
exames para a avaliação do controle do diabetes. Diante do que foi apresentado,
qual atributo da atenção primária é apresentado no caso?

A) Longitudinalidade.
B) Integralidade.
C) Competência cultural.
D) Orientação para a comunidade.
Gabarito letra C

2021
De acordo com a portaria n. 2.436, de 21 de setembro de 2017, que aprovou a
Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes para a
organização da Atenção Básica, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), é
diretriz do SUS e da Rede de Atenção à Saúde a ser operacionalizada na Atenção
Básica

A) regionalização.
B) adaptação.
C) integralidade.
D) determinação.
Gabarito letra A

Saúde Ambiental/Vigilância Epidemiologica


2012
Suponha que uma fábrica de cimento foi instalada na periferia de determinado
município. A população festejou o empreendimento, pois significou desenvolvimento
e novos empregos para a população da área. Após o início do funcionamento da
fábrica, observou-se aumento da incidência de doenças respiratórias e de queixas
de náuseas e vômitos. Sabendo que há emissão de determinadas substâncias pelas
chaminés dessa fábrica, a equipe de Saúde da Família encaminha o problema ao
Setor de Vigilância. Quais são as etapas a serem seguidas para a avaliação de risco
de substâncias específicas?

A) Identificação da periculosidade; avaliação da dose-resposta; avaliação da


exposição; caracterização do risco.

15 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

B) Estabelecimento das frações de exposição; avaliação da dose-resposta;


determinação da prevalência dos fatores de risco.
C) Criação de sistemas de ouvidoria; determinação dos riscos relativos;
estabelecimento de padrões de resposta na população.
D) Determinação da fração de risco populacional; mensuração das taxas de
exposição; classificação das incidências de problemas.
E) Identificação da situação comunitária; determinação da fração total de exposição;
determinação das taxas de risco populacionais.
Gabarito letra A

2016
A Câmara de Vereadores de um município brasileiro solicitou à Secretaria Municipal
de Saúde providências em relação ao surgimento de casos de H1N1 na penitenciária
local. Nessa situação, que ações devem ser instituídas pela Vigilância
Epidemiológica para o controle do agravo?

A) Realizar quimioprofilaxia na população carcerária e em seus familiares,


independentemente de fatores de risco.
B) Realizar quimioprofilaxia na população carcerária, isolar os casos suspeitos em
ambiente hospitalar e vacinar os contactantes.
C) Isolar os casos suspeitos em celas individuais, evitar trânsito de profissionais
entre alas com e sem doentes e programar vacinação anual.
D) Isolar os casos suspeitos em celas individuais e solicitar sorologia para
diagnóstico de influenza em casos suspeitos até a confirmação de três casos.
Gabarito letra C

2016
Um médico de família, ao final do turno de atendimento em uma Unidade Básica de
Saúde, observou terem sido atendidos 12 pacientes, com as seguintes ocorrências:
HIV/AIDS em adulto; varicela em criança sem gravidade; violência doméstica;
intoxicação por agrotóxico; mordedura em mão por cão desconhecido; picada de
escorpião; hanseníase; sífilis primária em adulto; toxoplasmose gestacional;
acidente de trabalho em técnica de enfermagem da Unidade por perfuração com
agulha descartada; coqueluche em adulto; doença aguda pelo vírus zika. Desses
casos, aqueles de notificação compulsória imediata, em menos de 24 horas, são:

A) HIV/AIDS em adulto; varicela em criança sem gravidade; hanseníase.


B) intoxicação por agrotóxico; doença aguda pelo vírus zika; toxoplasmose
gestacional.
C) picada de escorpião; mordedura em mão por cão desconhecido; coqueluche em
adulto.
D) sífilis primária em adulto; violência doméstica; acidente de trabalho com
exposição a material biológico.
Gabarito letra C

16 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

2020
Um homem com 36 anos de idade comparece à Unidade Básica de Saúde queixando-
se de lesão cutânea localizada no membro superior direito. Ele informa que, cerca
de 10 dias após realizar atividades de jardinagem em seu sítio, utilizando a enxertia
de algumas de suas laranjeiras, observou o aparecimento de uma pápula dolorosa
no 1.o quirodáctilo direito. Nos dias subsequentes, essa lesão evoluiu com ulceração
local, surgindo, posteriormente, lesões similares no mesmo antebraço. Durante o
exame, são observadas pápulas ulceradas na região assinalada, havendo aspecto
sugestivo de disseminação linfangítica do processo. O médico suspeita de uma
determinada dermatose de etiologia infecciosa. Com base na apresentação clínica e
considerando a história epidemiológica relatada, o agente etiológico e o meio de
cultura em agar adequado para sua detecção são, respectivamente,

(A) Nocardia asteroides e chocolate.


(B) Sporothrix schenckii e Sabouraud.
(C) Staphylococcus aureus e Sabouraud.
(D) Mycobacterium kansasii e chocolate.
Gabarito letra B

2020
Um homem com 28 anos de idade, residente na área rural coberta pela Unidade
Básica de Saúde, procura atendimento queixando-se de tosse seca, manchas
vermelhas e coceira na pele, cefaleia, dispneia e astenia há 3 dias. Trabalha há 3
meses na carcinicultura (criação de camarões), sem carteira assinada, com a tarefa
de calagem. Informa que, nessa atividade, faz a limpeza do viveiro drenado
espalhando cerca de 1 000 quilos de cal/hectare sobre o solo. Já trabalhou como
agricultor e auxiliar de pedreiro. Além de assistência imediata ao paciente, quais são
as atividades que a equipe de Saúde da Família (eSF) deve exercer?

(A) Encaminhar o caso ao setor de Vigilância em Saúde do Trabalhador para que


seja notificado no Sistema Nacional de Notificação de Agravos e acionar o município
para desencadear as ações pertinentes de promoção, de proteção e de educação
em saúde.
(B) Construir o perfil epidemiológico dos trabalhadores da área adscrita e informar
ao setor de Vigilância em Saúde do Trabalhador do município para que intervenha
com ações de promoção e de prevenção em saúde do trabalhador no território
adscrito à eSF.
(C) Mapear as atividades produtivas desenvolvidas no território para conhecer
riscos potenciais à saúde dos trabalhadores e da população residente e para
identificar situações de vulnerabilidade socioambiental decorrentes dessas
atividades, com vistas ao planejamento e execução das ações de saúde no território.
(D) Realizar a vigilância dos locais de trabalho dos usuários sob sua
responsabilidade, permitindo o planejamento, a programação descentralizada e o
desenvolvimento de ações, com impacto na situação, nos condicionantes e
determinantes da saúde das pessoas e coletividades presentes naquele espaço
adstrito.
Gabarito letra C

17 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

2021
Numa Unidade Básica de Saúde, localizada em cidade de grande porte, são
atendidos, no intervalo de 2 semanas, 3 casos de leptospirose em trabalhadores de
limpeza e desentupimento de esgotos. No que se refere à vigilância ambiental, são
ações previstas pelo Ministério da Saúde durante a investigação dos casos e após
identificação do local provável de infecção

A) antirratização; desratização; e informação, educação e comunicação em saúde.


B) desratização; mutirão de limpeza; controle de comunicantes.
C) informação, educação e comunicação em saúde; busca ativa de casos; vacinação
de bloqueio.
D) drenagem de coleções hídricas; sorologia nos comunicantes; quimioprofilaxia.
Gabarito letra A

2021
No Brasil, a doença diarreica aguda é reconhecida como importante causa de
morbimortalidade, mantendo relação direta com as precárias condições de vida e
saúde dos indivíduos, em consequência da falta de saneamento básico, de desastres
naturais (estiagem, seca e inundação) e da desnutrição crônica, entre outros
fatores, de acordo com dados do Ministério da Saúde de 2019. No sentido de
melhorar o controle das doenças diarreicas agudas, o Ministério da Saúde orienta,
como conduta relacionada à vigilância epidemiológica a ser adotada pela equipe de
saúde da Unidade Básica de Saúde, a

A) monitorização, do tipo sentinela, das doenças diarreicas agudas.


B) notificação compulsória semanal dos surtos de doença diarreica aguda apenas
em crianças.
C) notificação compulsória imediata de caso individual de doença diarreica aguda
em criança.
D) notificação compulsória dos casos isolados de doença diarreica aguda causada
por água e/ou alimento.
Gabarito letra A

Imunização/Vacinas
2012
Um homem de 78 anos de idade procurou a Unidade Básica de Saúde (UBS) por ter
acordado com febre e mal-estar . A médica que o atendeu indagou se ele estava
gripado e ele informou que não. O paciente ressaltou ainda que tinha recebido a
vacina contra a gripe no dia anterior . Ao exame físico foi observado que o paciente
estava com bom estado geral, eupneico, acianótico, anictérico, hidratado, com FR =
18 irpm, FC = 98 bpm, P A = 130 x 90 mmHg, temperatura axilar = 39 C, sem ruídos
respiratórios adventícios e sem linfonodos palpáveis. Qual é a conduta mais
adequada nesse momento?

A) Prescrever dipirona injetável e orientar repouso e hidratação em domicílio.


B) Solicitar hemograma completo e Raio-X de tórax, por se tratar de idoso.
C) Internar em unidade hospitalar para elucidação diagnóstica e tratamento.

18 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

D) Prescrever paracetamol, orientar repouso e hidratação em domicílio e fazer a


notificação compulsória.
E) Encaminhar o paciente para o ambulatório de Geriatria e fazer a notificação
compulsória.
Gabarito letra D

2012
Um lactente de 2 meses de idade é levado ao Pronto-Socorro com história de febre,
recusa alimentar e hipoatividade. Exame físico: hipotônico-hiporresponsivo. A mãe
refere que a criança recebeu, na véspera, as vacinas DPT (difteria, pertussis e
tétano), OPV (pólio oral) e rotavírus. Nessa situação, que conduta deve ser adotada
em relação ao esquema vacinal?

A) Suspender a vacina contra rotavírus.


B) Substituir OPV pela IPV (pólio injetável).
C) Substituir a vacina DPT pela DPT acelular .
D) Manter o esquema vacinal normal, sem alterações.
E) Substituir a vacina DPT pela DPT acelular e a OPV pela IPV (pólio injetável).
Gabarito letra C

2012
Uma criança de 4 anos de idade é trazida à Unidade de Saúde da Família (USF) pela
mãe que refere que, há cerca de 12 horas, seu filho subitamente passou a
apresentar febre e “fraqueza nas pernas”. Ao exame físico, a médica percebe
diminuição importante da força e tônus muscular nos membros inferiores da
criança, conclui que se trata de um quadro de paralisia flácida aguda, suspeita de
poliomielite e preenche a ficha de notificação compulsória. Que outra característica
clínica além das mencionadas é típica da poliomielite?

A) Paralisia do terceiro par de nervos cranianos.


B) Fotossensibilidade, cefaleia e convulsões.
C) Acometimento simétrico dos membros inferiores.
D) Perda da sensibilidade tátil nos membros inferiores.
E) Flacidez e ausência de reflexos profundos nos membros inferiores.
Gabarito letra E

2013
Primigesta com 18 anos de idade, 22 semanas de idade gestacional, comparece à
Unidade Básica de Saúde para realização de vacinação antitetânica. Traz consigo
carteira de vacinação que registra que a última imunização aplicada foi a vacina
dupla para adulto, aos 15 anos de idade. Considerando-se o estado vacinal e a idade
gestacional, deve-se:

A) aplicar pelo menos duas doses de vacina antitetânica durante a gestação, com
intervalo de dois meses.
B) aplicar a dose de reforço da vacina antitetânica, como feito habitualmente
durante a gestação.
C) aplicar uma dose de vacina antitetânica durante a gestação e uma nova dose no
puerpério.

19 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

D) não aplicar vacina antitetânica, pela cobertura vacinal prévia.


E) aplicar a vacina antitetânica, pois cobrir o risco fetal é a prioridade.
Gabarito letra D

2013
Lactente com dois meses de idade foi levado pela mãe à Unidade Básica de Saúde
com história de estar muito apático nas últimas horas. Ao exame físico o médico
observa que a criança está hipotônica, hiporresponsiva, apresentando livedo
reticular, palidez e cianose de extremidades. Ao ser questionada pelo médico sobre
os últimos acontecimentos na vida da criança, a mãe informa à equipe de saúde que
a criança havia recebido a vacina Pentavalente há aproximadamente seis horas.
Considerando a suspeita de evento adverso pós-vacinação, as manifestações
clínicas desta criança sugerem evento relacionado a qual dos componentes vacinais
citados nas alternativas abaixo?

A) Toxoide purificado de tétano.


B) Toxoide purificado de difteria.
C) Suspensão de Bordetella pertussis.
D) Antígenos de superfície de hepatite B.
E) Oligossacarídeos de H. influenzae tipo b.
Gabarito letra C

2013
Adolescente, 16 anos de idade, vai à consulta ginecológica buscando orientação.
Relata estar namorando há três meses, nunca teve atividade sexual, mas pretende
começar a ter relações com o namorado em alguns meses. Considerando a
literatura mais recente, qual medida teria maior impacto na prevenção das lesões
induzidas pelo papilomavírus humano para a paciente em questão, incluindo o
câncer de colo uterino?

A) Realizar vacinação contra o HPV.


B) Realizar captura híbrida anual para HPV.
C) Fazer uso de anticoncepcional combinado oral.
D) Realizar exame citopatológico de colo uterino anual.
E) Recomendar que a paciente oriente o namorado a procurar um urologista para
realização de peniscopia.
Gabarito letra A

2013
Médica com 24 anos de idade, recém-formada em escola do Sudeste brasileiro, foi
convocada pelo Exército para servir, durante o próximo ano, na base da segunda
maior e mais populosa cidade do Acre, na Região Norte do país. Ela comparece à
Unidade Básica de Saúde para se vacinar contra febre amarela. Como o médico
deve orientar a paciente?

A) Como a viagem irá durar mais de seis meses, não está indicada a vacinação
contra febre amarela, somente a adoção de medidas preventivas contra picadas de
insetos, principalmente durante a noite.

20 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

B) Orientação sobre o acesso à rede de serviços de diagnóstico e tratamento da


malária na área onde ela irá morar, além de procurar os serviços de saúde, tão logo
identifique algum sintoma.
C) Não existe indicação de vacinação, e sim de quimioprofilaxia para malária, com
doxiciclina, mefloquina e cloroquina. Iniciar um dia antes da viagem e manter até
quatro semanas após o retorno.
D) Indicar a vacinação contra febre amarela pelo menos dez dias antes da viagem.
Não é necessário tomar a vacina se já foi vacinada nos últimos dez anos. Orientar
sobre a importância de portar cartão de vacinação durante a viagem.
E) Como viverá em área endêmica, deverá receber reforço vacinal a cada cinco
anos. Orientar sobre a importância de portar cartão de vacinação durante a viagem.
Gabarito letra D

2014
Um recém-nascido com três semanas de vida é levado à Unidade Básica de Saúde,
pois a mãe observou ferida no local da aplicação da BCG. Ao exame físico observa-
se lesão pustulocrostosa no braço direito e presença de gânglio satélite em axila
direita, não supurado, medindo 1 cm de diâmetro. Considerando o diagnóstico, a
conduta adequada a ser tomada para esse recém-nascido é:

A) iniciar isoniazida por via oral.


B) manter conduta expectante.
C) solicitar teste tuberculínico.
D) realizar punção do gânglio.
Gabarito letra B

2015
Uma mãe e seu recém-nascido (RN) comparecem à Unidade Básica de Saúde em
busca de orientações quanto à prevenção da febre amarela, pois viajarão para área
endêmica da doença no mês seguinte. A mãe quer informações sobre imunização e
deseja saber se a amamentação poderá ser mantida após ela ter recebido a vacina.
Nessa situação, deve ser esclarecido que

A) a mãe e o recém-nascido deverão ser vacinados e a amamentação deverá ser


suspensa por 8 dias após a vacinação.
B) a mãe deverá ser vacinada antes da viagem e a amamentação deverá ser
suspensa, temporariamente, por 14 dias.
C) a mãe deverá ser vacinada com, no mínimo cinco dias de antecedência em
relação à viagem e a amamentação deverá ser suspensa por 8 dias.
D) a vacina é constituída de fragmentos de vírus mortos, não havendo, portanto,
contraindicações à aplicação no recém-nascido e na puérpera, o que justifica a
manutenção da amamentação.
Gabarito letra B

2015
Um recém nascido (RN) de 10 dias de vida, do sexo masculino, é levado ao Posto de
Saúde para avaliação, uma vez que seu pai acabou de receber o diagnóstico de
tuberculose pulmonar, não tendo ainda iniciado o tratamento. A mãe não possui

21 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

queixas específicas em relação à criança. A gestação e o parto não apresentaram


intercorrências e o aleitamento materno segue sem dificuldades. O RN mostra-se em
bom estado geral, ativo, corado, hidratado e o restante do exame físico é normal.
Nessa situação, qual das condutas seguintes é a mais adequada?

A) Não vacinar o RN com a BCG , iniciar isoniazida e mantê-la por 3 meses. Após
esse período, o recém-nascido deverá realizar PPD. Se o resultado for maior que 5
mm, manter a medicação por mais 3 meses. Se for menor que 5 mm, suspender a
medicação e vacinar com BCG.
B) Não vacinar o RN com a BCG, iniciar isoniazida, rifampicina, pirazinamida e
etambutol, e mânte-los por 3 meses. Após esse período, realizar PPD. Se o resultado
for maiior que 5 mm, manter as medicações por mais 3 meses. Se for menor que 5
mm, suspendê-las e vacinar com BCG.
C) Vacinar o RN com a BCG, iniciar isoniazida, rifampicina, pirazinamida e
etambutol, e mânte-los por 3 meses. Após esse período, realizar PPD. Se o resultado
for maior que 5 mm, manter as medicações por mais 3 meses. Se for menor que 5
mm, suspendê-las e vacinar com BCG.
D) Vacinar o RN com a BCG, iniciar isoniazida e mantê-la por 3 meses. Após esse
período, realizar PPD e radiografia de tórax. Se o resultado for maior que 5 mm e a
radiografia suspeita, manter a medicação por mais 3 meses. Se for menor que 5 mm,
suspender a medicação e vacinar com BCG.
Gabarito letra A

2015
Dois irmãos de, respectivamente, 10 anos e 17 anos de idade deram entrada na
Unidade de Pronto Atendimento (UPA), trazidos por seus pais, com história de
estarem praticando ciclismo radical em um parque da cidade, quando se
acidentaram e caíram ao chão. O irmão mais novo apresentava ferimentos corto-
contusos profundos em membros superior e inferior direitos, contaminados por terra
e, que necessitaram de limpeza exaustiva e suturas. O irmão mais velho apresentava
escoriações em ambos os membros superiores, que necessitaram apenas de
limpeza e curativo para proteção. Os pais foram questionados sobre a situação
vacinal contra o tétano e informaram que seus filhos haviam recebido a última dose
da vacina antitetânica aos seis anos de idade. Em relação à imunização contra o
tétano, qual a orientação correta nesse caso?

A) A vacinação não é necessária para nenhum dos filhos.


B) A vacinação deve ser feita apenas para o filho mais novo.
C) A vacinação deve ser feita apenas para o filho mais velho.
D) A vacinação deve ser feita igualmente para os dois filhos.
Gabarito letra C

2016
Uma mulher com 26 anos de idade, Gesta 2, Para 1, com 22 semanas de gestação;
comparece à consulta de pré-natal para checar resultados de exames e situação
vacinal. Os resultados dos exames revelam VDRL, anti-HIV, HBsAg e anti-HBs
negativos. No cartão de vacinas constam 2 doses de vacina contra hepatite B, com
última dose há 3 anos, 1 dose de vacina contra febre amarela há 12 anos e 3 doses

22 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

de vacina para difteria e tétano (dT), com última dose há 4 anos. Para a atualização
da situação vacinal dessa gestante, deve-se recomendar a aplicação de:
A) 1 dose de vacina contra hepatite B + 1 dose de vacina contra febre amarela + 1
dose de vacina contra influenza, todas nessa consulta.
B) 1 dose de vacina contra hepatite B + 1 dose de vacina contra influenza, ambas
nessa consulta, e uma dose de vacina dTpa entre 27 e 36 semanas de gestação.
C) 3 doses de vacina contra hepatite B, com intervalos de 30 dias entre as doses, e 1
dose de vacina contra influenza + 1 dose de vacina dTpa, ambas nessa consulta.
D) 3 doses de vacina contra hepatite B, com intervalos de 30 dias entre as doses, 1
dose de vacina contra febre amarela, nessa consulta, e 1 dose de vacina dTpa entre
27 e 36 semanas de gestação.
Gabarito letra B

2017
A figura abaixo apresenta a distribuição espacial dos casos de febre amarela
confirmados e em investigação pela Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério
da Saúde do Brasil até o dia 06 de abril de 2017, com início dos sintomas a partir de
1º de dezembro de 2016. (Conforme imagem no caderno de questões) Considerando
a situação epidemiológica da febre amarela apresentada nos mapas, no período
analisado, assinale a opção correta no que se refere às mudanças nas áreas de
recomendação de vacinação.

A) Intensificação das estratégias de vacinação de forma seletiva nos estados de


Minas Gerais e Paraná, anteriormente áreas sem recomendação de vacinação
contra a febre amarela.
B) Determinação do estado de São Paulo como área com recomendação temporária
de vacinação, anteriormente uma área sem recomendação de vacinação contra a
febre amarela.
C) Intensificação da vacinação em municípios afetados pela febre amarela no estado
do Rio de Janeiro, mantido como área com recomendação permanente de
vacinação.
D) Determinação da maioria dos municípios do estado do Espírito Santo como áreas
indicadas para a recomendação temporária de vacinação contra a febre amarela.
Gabarito letra D

23 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

2020
Uma mãe leva seu filho com 2 anos de idade para consulta na Unidade de Saúde da
Família (USF) relatando que a criança apresenta febre não aferida e lesões vésico-
pústulo-crostosas em tronco há 2 dias. Segundo o Programa Nacional de
Imunização, o calendário de vacinação esteve completo somente até os 6 meses de
idade, pois a mãe disse que deixou de vacinar a criança porque passou a trabalhar
em turno integral, não tendo como levá-la à USF. Quais são a vacina que preveniria a
atual doença e a idade para a sua administração?
(A) Vacina tetraviral; 12 meses.
(B) Vacina tetraviral; 15 meses.
(C) Vacina tríplice viral; 12 meses.
(D) Vacina tríplice viral; 15 meses.
Gabarito letra B

2020
Uma menina com 13 anos de idade comparece à Unidade Básica de Saúde
acompanhada da mãe para consulta de rotina. A paciente tem um irmão de 11 anos
de idade. Ao exame físico, não foram observadas alterações dignas de nota. Ao
verificar o cartão de vacinação, constatou-se que a adolescente não havia sido
vacinada contra o HPV. Nesse caso, o profissional de saúde deve

(A) orientar somente a vacinação do irmão.


(B) orientar somente a vacinação da adolescente.
(C) orientar a vacinação da adolescente e de seu irmão.
(D) orientar que não é recomendada a vacinação da adolescente e de seu irmão.
Gabarito letra C

2020
Uma lactente com 10 meses de idade é levada à Unidade Básica de Saúde pela mãe,
a qual demonstra preocupação pelo contato da filha com um tio que, no dia anterior,
chegou de viagem do exterior com sintomas respiratórios e manchas no corpo. Ele
procurou atendimento no pronto-socorro e foi diagnosticado como caso suspeito de
sarampo. A conduta médica indicada para a lactente é administrar a vacina

(A) tetraviral em até 48 horas após o contato com o caso suspeito, sendo essa a dose
1, seguida da segunda dose aos 12 meses.
(B) tetraviral em até 72 horas após o contato com caso suspeito, sendo essa a dose
1, seguida da vacinação habitual aos 12 meses.
(C) tríplice viral em até 48 horas após o contato com o caso suspeito, sendo essa a
dose zero, seguida da segunda dose aos 12 meses.
(D) tríplice viral em até 72 horas após o contato com o caso suspeito, sendo essa a
dose zero, seguida da vacinação habitual aos 12 meses.
Gabarito letra D

2020
Uma escolar com 7 anos de idade foi levada para atendimento no pronto-socorro
após episódio de violência sexual. A criança, no dia anterior, foi deixada aos

24 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

cuidados do primo com 18 anos de idade para que os pais pudessem trabalhar. No
dia seguinte, pela manhã, a mãe notou que a criança estava chorosa e com presença
de sangue em roupas íntimas e de ferimento em região anal. Durante o atendimento,
a criança informou que o seu primo introduziu o pênis em seu orifício anal e que isso
tem acontecido há 1 ano. A caderneta de vacinação da criança encontra-se
completa. Durante o exame físico, a criança mostra-se em bom estado geral, mas
bastante assustada, com sinais vitais estáveis e presença de laceração em região
anal. Após o atendimento inicial, são realizados exames laboratoriais e o resultado
do anti-HBs da criança é negativo. O primo da criança encontra-se foragido.
Segundo a linha de cuidado para a atenção integral à saúde de crianças em situação
de violências, para a profilaxia para hepatite B, recomenda-se realizar

(A) nova série de vacinação Anti-hepatite B (3 doses).


(B) acompanhamento clínico, sem medidas específicas.
(C) duas doses de imunoglobulina humana Anti-hepatite B.
(D) uma única dose de imunoglobulina humana Anti-hepatite B.
Gabarito letra A

2021
Lactente, com 6 meses de idade, está sendo atendido na Estratégia da Saúde para
puericultura. A médica identifica o registro no cartão apenas da vacina Influenza,
que foi feita na rede particular de imunização. As demais vacinas a serem
administradas até o 5.o mês estavam todas registradas na caderneta. Nesse caso,
quais são as vacinas recomendadas para a idade conforme o Programa Nacional de
Imunização?

A) Pentavalente (DTP+Hib+Hep B) e Vip (vacina inativada para poliomielite).


B) Pentavalente (DTP+Hib+Hep B) e Pneumococia 10.
C) Pentavalente (DTP+Hib+Hep B), Pneumococia 10 e Rotavírus.
D) Pentavalente (DTP+Hib+Hep B), VIP (Vacina inativada para poliomieiete) e
Pneumocócica 10.
Gabarito letra A

2021
Quanto ao vírus HPV, suas formas de imunização e diagnóstico, podemos afirmar
que

A) a vacina anti-HPV quadrivalente consegue imunizar contra quatro tipos virais de


alto grau, o que a torna indicada para pessoas de até 45 anos de idade.
B) a vacina anti-HPV quadrivalente, apesar de proteger contra os tipos não
oncogênicos 6 e 11 do HPV, tem a mesma eficácia que a bivalente na prevenção das
lesões intraepiteliais do colo uterino.
C) as mulheres vacinadas contra o HPV não têm mais a necessidade de realizar o
exame de Papanicolau, pois, mesmo que tenham contato com o vírus, elas não
desenvolvem a doença.

25 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

D) uma desvantagem da pesquisa do DNA-HPV é a necessidade de profissional


treinado na coleta, o que dificultaria o acesso a mulheres com dificuldades
geográficas e resistentes à coleta por profissional de saúde.
Gabarito letra B

Arbovirose
2012
A dengue é considerada a mais importante arbovirose que acomete o homem e,
desde 1986, vem se destacando como agravo à saúde prevalente no país, com
registro considerável da forma hemorrágica e de óbitos. Na vigência de episódios
epidêmicos de dengue, qual a medida adequada de vigilância epidemiológica?

A) Aplicar inseticida como aerodispersoide.


B) Divulgar precocemente o índice de infestação dos domicílios pelo Aedes aegypti.
C) Observar rigorosamente a responsabilidade médica envolvida no tratamento
diferenciado imediato.
D) Adotar protocolos para tratamento da doença, construídos cuidadosamente ao
longo do episodio epidêmico.
E) Capacitar seletivamente os profissionais de saúde a ser em mobilizados na
atenção aos suspeitos de dengue.
Gabarito letra B

2012
Homem de 48 anos de idade, agricultor , procedente de zona rural, vem à consulta
no ambulatório com queixa de ferida na perna surgida há cinco semanas. Nega
traumatismo no local e relata já ter feito curativos com pomadas de vários tipos
nesse período, sem sucesso. Ao exame físico, encontra-se em bom estado geral,
corado e hidratado. Presença de lesão ulcerada e única em membro inferior direito,
medindo aproximadamente dois centímetros no maior diâmetro, com bordas
elevadas e hiperemiadas, fundo granuloso, úmido e com fibrina, levemente dolorosa
ao toque. Com base no quadro acima, qual a principal suspeita diagnóstica e a
conduta para o caso?

A) Úlcera cutânea traumática; prescrever curativo diário em Unidade Básica de


Saúde.
B) Úlcera varicosa; encaminhar a um especialista cirurgião vascular para
tratamento médico.
C) Infecção por bactéria resistente; colher cultura e antibiograma para
antibioticoterapia dirigida
D) Leishmaniose cutânea; realizar pesquisa de parasita através de
raspado/curetagem ou de biópsia da lesão.
E) Hanseníase em sua forma virchowiana; investigar presença de bacilos álcool-
ácido resistentes por pesquisa direta ou biópsia da lesão.
Gabarito letra D

26 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

2012
Um homem de 39 anos de idade é trazido à Unidade de Pronto Atendimento por
familiares, com história de febre há quatro dias, que cedeu nas últimas doze horas,
bem como cefaleia, astenia e vômitos. Refere sangramento gengival ao escovar os
dentes. Entre os exames sol i ci tados, o resultado do hematócrito é 47% (valor de
referência: 47 ± 7%) e a prova do laço é positiva. Frente a esse quadro, a conduta
mais adequada é

A) proceder à hidratação oral vigorosa, pois há fortes indícios de dengue com


complicação.
B) pesquisar sinais de alerta como dor abdominal intensa e contínua, hipotensão
postural, hipotensão arterial, pressão diferencial < 20 mmHg (P A convergente),
hepatomegalia dolorosa, extremidades frias, cianose, pulso rápido e fino e, se
presente algum, instalar hidratação com solução de reidratação oral copiosa
supervisionada.
C) indicar tratamento ambulatorial com hidratação oral, antitérmicos e analgésicos,
se necessários, orientar sobre sinais de alerta para o retorno, a fim de repetir
exames laboratoriais.
D) manter o paciente em leito de observação, iniciar hidratação oral supervisionada
e repetir exames laboratoriais após quatro horas de hidratação.
E) notificar a Vigilância Epidemiológica e indicar tratamento ambulatorial com
hidratação oral, antitérmicos e analgésicos, pois se trata de caso grave de febre
hemorrágica da dengue.
Gabarito letra C

2013
Homem com 26 anos de idade procura atendimento na Unidade Básica de Saúde
por apresentar, há três dias, febre alta, mialgia, astenia e náuseas. O paciente não
relata comorbidades e nega uso de qualquer medicação. O paciente nega viagens
recentes, contato com vetores ou com água potencialmente contaminada. O
calendário vacinal está em dia. Exame físico: temperatura axilar = 38°C, estado geral
bom, acianótico, anictérico, normocorado, pressão arterial sentado e deitado = 120
x 80 mmHg, freqüência cardíaca = 106 bpm e peso = 70 kg. Apresenta exantema com
padrão maculopapular, associado a prurido cutâneo generalizado, sem
comprometimento da região palmar. Prova do laço apresenta resultado negativo. A
região em que reside o paciente teve epidemia de dengue no ano anterior. A conduta
mais adequada para esse paciente é:

A) solicitar coleta de sangue para realização de hemograma e para sorologia, com


isolamento viral no momento do atendimento.
B) mantê-lo em observação na Unidade de Saúde para repetir a prova do laço após
seis horas, a fim de afastar dengue hemorrágica, e realizar hidratação oral de 2,5
litros de líquidos por dia.
C) encaminhá-lo para internação por um período mínimo de 48h. Colher hemograma
completo, realizar dosagem de albumina sérica e transaminases. Fazer reposição
volêmica endovenosa. Notificar imediatamente o caso e orientar retorno após a alta.
D) orientá-lo a realizar tratamento em regime ambulatorial, com reavaliação clínica
diária na Unidade de Saúde e hidratação oral de 2 litros de líquidos por dia.

27 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

Preencher cartão de acompanhamento de dengue; prescrever sintomáticos e


repouso; notificar o caso e orientar retorno.
E) liberá-lo para o domicílio, com orientação de ingerir 5 a 6 litros de líquidos/dia,
sendo 1/3 com solução salina e os 2/3 restantes de líquidos caseiros (água, suco de
frutas, soro caseiro, chás, água de coco, etc.). Prescrever sintomáticos e repouso;
notificar o caso e orientar retorno.
Gabarito letra E

2013
Mulher com 68 anos de idade foi trazida à Emergência por apresentar quadro de
febre de até 39°C, mialgias, cefaleia, tosse seca, dispneia e piora do estado geral há
três dias, com piora nas últimas seis horas. Ao exame encontra-se acordada,
orientada, com frequência respiratória = 30 irpm, pressão arterial = 100 x 60 mmHg,
frequência cardíaca = 115 bpm, oximetria digital = 86%, em ar ambiente. Sem outras
alterações ao exame físico. A radiografia de tórax mostra infiltrado intersticial
bilateral. A paciente foi transferida para a Unidade de Terapia Intensiva em quarto
privativo e foi iniciada reposição volêmica. Qual a conduta inicial indicada para esta
paciente?
A) Iniciar oxigenoterapia, colher três amostras de hemocultura aeróbia e iniciar
azitromicina.
B) Colher secreção respiratória para PCR viral, prescrever oxigenoterapia e
oseltamivir.
C) Iniciar ventilação mecânica não invasiva, colher material para exame
bacteriológico e iniciar oseltamivir.
D) Iniciar ventilação mecânica invasiva com circuito fechado como medida de
isolamento respiratório e prescrever zanamivir.
E) Colher material para PCR para H1N1 e prescrever medidas de suporte, já que a
paciente apresenta sintomas há mais de 48 horas.
Gabarito letra B

2015
Em uma unidade de saúde da família, um adolescente de 16 anos de idade procura
atendimento. Ele conta que há 3 dias está com febre de 37,9ºC e dores no corpo,
especialmente na região abdominal. Hoje ficou assustado, pois teve importante
sangramento gengival. O exame físico no momento está normal. O teste do laço é
negativo. Qual deveria ser a conduta adotada em relação a esse paciente?

A) Orientar repouso domiciliar e hidratação oral, pois ainda não existe sinal de
alarme.
B) Solicitar hemograma, pois o quadro de leucocitose indicará a gravidade da
doença na fase aguda.
C) Solicitar internação hospitalar, pois a fragilidade capilar associada à dor
abdominal indica gravidade da doença.
D) Solicitar sorologia para dengue e aguardar o resultado para instituir o tratamento,
orientando o repouso e hidratação oral em casa.
Gabarito letra C

2016
Em um município foram registradas epidemias de dengue em 2004, 2010 e 2014,
associadas à introdução do vírus dengue (DEN-V) dos tipos 3, 2 e 4,

28 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

respectivamente. Em 2016, há notificação de casos de Zika e Chikungunya. Na


unidade básica de saúde desse município, foi atendida uma mulher com 23 anos de
idade e 16 semanas de gestação relatando febre não medida, cefaleia e mialgia de
início abrupto e com piora progressiva de intensidade até a manhã do dia do
atendimento, quando acordou melhor e notou a pele avermelhada; o quadro teve
início há 4 dias. Não apresenta queixa de artralgia, sangramentos ou qualquer outro
sinal de alarme. Relata ter tido dengue clássica há 4 anos. Nega comorbidades e uso
recente de medicamentos. O cartão vacinal da paciente encontra-se em dia. Ao
exame físico, apresenta-se afebril e com discretos exantemas maculopapulares por
todo o corpo, sem outras alterações; a prova do laço teve resultado negativo. O
resultado dos exames revela: hematócrito = 41% (valor de referência: 33,0 a 47,8%);
hemoglobina = 13,1 g/dl (valor de referência: 12,0 a 15,8 g/dl); plaquetas =
108.000/mm³ (valor de referência: 130.000 a 450.000/mm³); leucócitos = 4.800/mm³
(valor de referência: 3.600 a 11.000/mm³); eosinófilos = 3% (valor de referência: 0 a
7%); segmentados = 53% (valor de referência: 40 a 70%), linfócitos = 35% (valor de
referência: 20 a 50%), monócitos = 9% (valores de referência: 3 a 14%); AST = 43 U/L
(valor de referência: inferior a 34 U/L); ALT = 38 U/L (valor de referência: 10 a 49
U/L); ureia = 43 mg/dl (valor de referência: 19 a 49 mg/dl); creatinina = 1,1 mg/dl
(valor de referência: 0,53 a 1,00 mg/dl). No exame de ultrassonografia, observa-se
que o feto está ativo e normal. Esse caso deve ser notificado à vigilância
epidemiológica e a mãe deve ser tranquilizada com a informação de que está tudo
bem com ela e com o feto, que apenas uma minoria dos recém-nascidos é afetada
nesses casos e que a equipe de saúde da família irá acompanhá-la durante toda a
gestação. Que outras condutas devem ser adotadas pelo médico?

A) Devem ser coletadas amostras para isolamento viral de Zika e dengue, além de
internar a paciente para observação e orientar hidratação endovenosa até a
normalização das plaquetas.
B) Devem ser coletadas amostras para isolamento viral de Zika e Chikungunya, além
de orientar hidratação oral, repouso relativo, acompanhamento laboratorial e
retorno em caso de piora dos sintomas.
C) Devem ser coletadas amostras para isolamento viral de Zika, dengue e
Chikungunya, além de internar a paciente para observação, prescrever
medicamentos sintomáticos e orientar hidratação endovenosa até a realização de
novos exames, em 12 horas.
D) Devem ser coletadas amostras para isolamento viral de Zika, dengue e
Chikungunya, além de orientar hidratação oral, prescrever medicamentos
sintomáticos e agendar retorno da paciente em até 48 horas para realização de
novos exames, ou no caso de surgimento de sinais de alarme para dengue.
Gabarito letra D

2017
Uma mulher com 32 anos de idade procura unidade básica de saúde com queixa de
dores intensas nas articulações das mãos e dos pés associadas à rigidez matinal,
com duração de cerca de 15 minutos e prejuízo funcional. Relata que os sintomas
começaram há 3 meses, quando, ao passar as férias de verão em outro estado,
apresentou quadro de febre alta, além de manchas vermelhas no rosto, nos braços e
no tórax, que persistiram por cerca de 10 dias. Informa que não procurou

29 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

atendimento médico na ocasião, passando a fazer uso de dipirona para alívio da dor,
com melhora não satisfatória. O exame clínico atual da paciente evidencia edema e
dor nas articulações interfalangianas distais, bilateralmente, e em tornozelos, não
sendo observados no momento, lesões de pele mucosas ou nódulos subcutâneos.
Os resultados do hemograma completo e do exame de urina de rotina revelaram-se
normais. Diante desse quadro, qual é o diagnóstico e o tratamento adequado?

A) Osteoartrose; acetaminofeno.
B) Artrite reumatoide; metotrexato.
C) Chikungunya; hidroxicloroquina.
D) Lúpus eritematoso sistêmico; prednisolona.
Gabarito letra C

2017
Uma mulher com 25 anos de idade, provinda de região Nordeste do Brasil, na 16 ª
semana de sua primeira gestação, é atendida na Unidade Básica de Saúde (UBS)
para a realização de pré-natal , referindo discreto exanterna com prurido há 2 dias,
acompanhado de um episódio de febre de 38 ºC, além de poliartralgia discreta. Ao
exame físcio, apresenta temperatura axilar = 37,8 ºC , hiperemia conjuntival,
freqüência respiratória = 18 irpm, frequência cardíaca = 80 bpm, com exanterna
difuso discreto. Realizada a prova do laço, o resultado mostra-se negativo. Não se
constataram visceronegalias e outros sinais ou achados ao exame físico.
Considerando a hipótese provável de infecção viral e realizada a Notificação
Compulsória da suspeita clínica de infecção por Zika vírus e dengue, a conduta
médica indicada é:

A) solicitar a paciente o retorno diário a UBS, com monitoramento domiciliar da


temperatura, para acompanhar evolução clínica e laboratorial com realização de
hemograma completo e funções hepática e renal sequenciais.
B) solicitar imediatamente pesquisa para infecção por Zika vírus (por RT-PCR) e
dengue (por NS-1), além de recomendar à paciente a adoção de medidas de
proteção pessoal e familiar para minimizar a exporsição ao vetor.
C) encaminhar a paciente ao serviço de saúde referência para gestação de alto
risco, sugerindo investigação das hipóteses de infecção por Zika vírus ou dengue e
soliciar exame ultrassonográfico obstétrico.
D) solicitar avaliação complementar e sequencial de plaquetas em Unidade de
Pronto Antendimento e sorologia para infecção por Zika Vírus no sexto dia dos
sintomas, orientando a paciente acerca dos sinais de alerta.
Gabarito letra B

2017
Uma adolescente com 16 anos de idade é atendida em uma unidade de pronto
atendimento com história de febre de 38,5°C, cefaleia, mialgia e dor retro-orbitária
há 4 dias. Nega vômitos ou sangramentos. Ao exame físico, evidencia-se prova do
laço com surgimento de 23 petéquias na área demarcada; pressão arterial e
frequência cardíaca normais. O hemograma apresenta: hematócrito = 49% (valor de
referência: 42 ± 6%), hemoglobina = 16 g/dl (valor de referência: 13,6 ± 2,0 g/dl) e
plaquetas = 6.000/ml (valor de referência: 130.000 a 370.000/ml). Considerando o
quadro clínico apresentado, a conduta adequada é:

30 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

A) Reposição volêmica endovenosa com 20 ml/kg de soro fisiológico em 20 minutos;


repetição do exame de hematócrito em 2 horas; internação da paciente em leito de
terapia intensiva até sua estabilização.
B) Reposição volêmica endovenosa com 10 ml/kg de soro fisiológico na primeira
hora; repetição do exame de hematócrito em 2 horas; acompanhamento da paciente
em leito de internação até sua estabilização.
C) Hidratação oral da paciente com 60 ml/kg/dia, sendo 1/3 com solução de
reidratação oral e o restante com líquidos caseiros; tratamento da paciente em
regime ambulatorial com reavaliação diária do quadro clínico.
D) Hidratação oral da paciente com 80 ml/kg/dia, sendo 1/3 com solução de
reidratação oral e o restante com líquidos caseiros; tratamento da paciente em
regime ambulatorial com reavaliação após melhora da febre.
Gabarito letra B

2020
Uma adolescente com 13 anos de idade é atendida no pronto-socorro por
apresentar “perda de força nas pernas”. Segundo a mãe, a adolescente está doente
há mais de um mês; na primeira semana da doença, teve febre alta que durou 5 dias,
dor de garganta, dores no corpo e cansaço extremo. Ela informa, ainda, que a filha
foi diagnosticada com amigdalite, recebeu amoxicilina por 7 dias e que, durante esse
tratamento, apresentou manchas vermelhas levemente pruriginosas pelo corpo. A
mãe relata também que, após desaparecimento da febre, a adolescente persistiu
com desânimo por cerca de 3 semanas e, quando parecia estar se recuperando,
começou a queixar-se de dor e formigamento nos pés e pernas, com dificuldade
progressiva para caminhar e que, hoje, não havia conseguido levantar-se da cama.
Ao exame físico, a paciente apresenta paraparesia simétrica e diminuição de força
muscular em membros superiores, reflexos osteotendinosos diminuídos em
membros superiores e abolidos nos membros inferiores. Em relação a esse quadro
clínico, quais são as principais hipóteses diagnósticas?

(A) Dengue; meningite asséptica.


(B) Dengue; síndrome de Guillain-Barré. (
C) Mononucleose infecciosa; meningite asséptica.
(D) Mononucleose infecciosa; síndrome de Guillain-Barré.
Gabarito letra D

2020
Uma pré-escolar com 4 anos de idade é atendida no pronto-socorro com história de
febre alta (40 o C) há 3 dias, indisposição e dores no corpo, vômitos e diarreia. No
momento, queixa-se de dor abdominal intensa e contínua. Em seu exame físico, os
resultados foram os seguintes: FC = 120 bpm, FR = 25 irpm, temperatura axilar = 37,5
o C, mucosas úmidas, coradas, anictéricas; ausculta cardíaca e respiratória
normais, abdome levemente distendido, doloroso difusamente à palpação, sem
sinais de irritação peritoneal, fígado palpável a 3 cm do rebordo costal direito. Há
petéquias esparsas e exantema máculo-papular em face, tronco, membros
superiores e inferiores, incluindo palmas das mãos. Suas extremidades estão
aquecidas e bem perfundidas. Foi realizado hemograma que apresentou os
seguintes valores: Ht = 45 % (valor de referência: 37 a 40 %); Hb = 15,2 g/dL (valor de

31 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

referência: 12,6 ± 1,5 g/dL), leucócitos totais = 3 500/mm3 (valor de referência: 5 000
a 12 000/mm3 , bastões = 2 %, segmentados = 50 %, linfócitos = 30 %, monócitos = 10
%, eosinófilos = 8 %, plaquetas = 50 000/mm3 (valor de referência: 150 000 a 450
000/mm3 ). Quais são, respectivamente, o diagnóstico e a conduta médica inicial
adequados?

(A) Chikungunya; observação e a hidratação parenteral com soro fisiológico 0,9 %.


(B) Zika; internação hospitalar e hidratação parenteral com soro fisiológico 0,9 %.
(C) Dengue grupo B; observação e hidratação oral com a reavaliação clínico-
laboratorial.
(D) Dengue grupo C; internação hospitalar e hidratação parenteral com soro
fisiológico 0,9 %.
Gabarito letra D

2021
Um escolar de 7 anos de idade, de sexo masculino, é admitido no pronto
atendimento com queixa de febre há 5 dias, acompanhada de cefaleia, dor retro-
orbital, mialgia, prostração e anorexia. Hoje, houve aparecimento de exantema
maculopapular pruriginoso por todo corpo. Foi realizada Prova do Laço com
presença de 15 petéquias no local examinado. Pesquisa do antígeno NS1 com
resultado reagente. Com base no quadro apresentado, esse paciente apresenta
dengue com qual classificação?

A) Grupo A: acompanhar ambulatorialmente com orientação de reidratação oral e


sintomáticos.
B) Grupo A: solicitar hemograma e orientar retorno em 24 horas para checagem do
resultado.
C) Grupo B: solicitar hemograma e manter em observação até obtenção do resultado
do exame.
D) Grupo B: solicitar hemograma e manter em leito de internação por pelo menos 48
horas
Gabarito letra c

Psiquiatria
2012
Mulher de 48 anos de idade, obesa, procura ambulatório de Clínica Médica,
acompanhada da irmã, com queixas de sentir-se cansada, sem ânimo e interesse
para suas atividades corriqueiras e sociais, apresentando constante vontade de
dormir , sem conseguir concentrar-se nas suas atividades. Seu peso aumentou de 75
para 82 kg em um mês. A irmã relata que a paciente "está fazendo as coisas de
maneira lenta", passa os dias em um quarto escuro e verbalizou vontade de morrer.
Exame físico: IMC = 31 kg/m (valor de referência < 25 Kg/m ), sem outras alterações.
A paciente tem histórico de arritmia cardíaca. Avaliação recente de função
tiroideana revelou resultados normais para TSH, T3 e T4. No caso descrito acima,
qual a conduta terapêutica mais adequada?

32 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

A) Indicação de psicoterapia de apoio e de antidepressivo tricíclico.


B) Indicação de psicoterapia cognitivo-comportamental e inibidor da mono-
aminooxidase.
C) Prescrição de antidepressivo inibidor seletivo da recaptação de dopamina.
D) Indicação de psicoterapia e antidepressivo inibidor seletivo da recaptação de
serotonina.
E) Prescrição de associação de antidepressivo inibidor de serotonina e
antipsicótico.
Gabarito letra D

2012
Uma mulher de 47 anos de idade encontra-se em tratamento de longa data para
transtorno do humor. Comparece ao ambulatório com queixa de astenia, sonolência,
alteração na fala, intolerância ao frio, constipação intestinal e déficit de memória. Ao
exame, nota-se frequência cardíaca = 55 bpm, pele seca e descamativa, reflexos
tendinosos diminuídos bilateralmente. O quadro clínico apresentado está
relacionado a efeito adverso do tratamento com

A) lítio.
B) fluoxetina.
C) paroxetina.
D) amitriptilina.
E) inibidores da mono-amino-oxidase.
Gabarito letra A

2012
Uma estudante de 14 anos, sem vida sexual ativa, veio à consulta ginecológica na
Unidade de Saúde pois não estava conseguindo realizar as suas tarefas escolares
devido à intensa irritabilidade, insônia, mastalgia e ansiedade antes do período
menstrual, sintomas que melhoraram com o início da perda sanguínea. Qual a
indicação mais adequada para melhora dos sintomas dessa paciente?

A) Diurético e antidepressivo.
B) Benzodiazepínico e gestrinona.
C) Psicoterapia e bromoergocripitina.
D) Dieta balanceada e estrogenioterapia.
E) Atividade física e inibidores das prostaglandinas.
Gabarito letra E

2013
Mulher com 30 anos de idade é atendida por um médico numa Unidade de Saúde da
Família na comunidade em que reside. Há três meses vem se sentindo muito
cansada, com desânimo e desinteresse para fazer todas as suas tarefas diárias,
inclusive sem vontade de comer (emagreceu 3 kg nesse período) ou de sair de casa.
Não está dormindo direito e sente "que não serve para mais nada" . Além do
acolhimento de forma contextualizada, por meio de um relacionamento médico-
paciente humanizado, quais devem ser, respectivamente, o diagnóstico e a
conduta?

33 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

A) A paciente não preenche critérios para episódio depressivo e deve-se investigar


anorexia nervosa.
B) A paciente preenche critérios para diagnóstico de episódio depressivo e deve ser
encaminhada para um psiquiatra.
C) A hipótese diagnóstica é de anemia e deve-se solicitar dosagem de hemoglobina e
iniciar reposição medicamentosa.
D) A paciente preenche critérios para diagnóstico de episódio depressivo e deve-se
iniciar tratamento.
E) Deve-se realizar investigação das funções tireoidianas, pois a história clínica é
característica de distúrbios deste órgão.
Gabarito letra D

2013
Paciente com 17 anos de idade, primípara, encontra-se no 7º dia pós-parto e
permanece internada no alojamento conjunto, acompanhando seu recém-nascido,
em tratamento de sepse neonatal. Nesse período, a paciente começa a apresentar
quadro de insônia, delírios de grandeza, alternados com manifestações paranoides.
Diz que ouve vozes e vê sombras que querem pegá-la e trocar seu bebê. Durante o
dia, apresenta agitação psicomotora ininterrupta. Ela não apresenta nenhum
sintoma associado a infanticídio ou ideário negativo em relação à sua maternidade,
mas diz que prefere morrer a ser "pega pelas sombras". A família nega qualquer
quadro anterior semelhante. Baseado na sintomatologia apresentada, o diagnóstico
é:

A) disforia pós-parto.
B) psicose pós-parto.
C) depressão pós-parto.
D) transtorno de ansiedade.
E) transtorno bipolar (psicose maníaco-depressiva).
Gabarito letra B

2013
Estudante, com 9 anos de idade, vem apresentando dificuldades de aprendizagem e
atos de indisciplina freqüentes em relação aos professores, principalmente aos
novos, que tiveram de ser substituídos por três vezes nos últimos dois meses, por
problemas de saúde. A escola solicitou que a mãe procurasse um "neurologista"
para o menino, esta levou a criança inicialmente ao pediatra, referindo que ele tinha
boa índole, ajudava nas tarefas de casa e tomava conta do irmão com 5 anos. Notou
que tem apresentado notas mais baixas e reclama muito dos professores
ultimamente. Nega atos indisciplinares que não sejam próprios da idade. O menino
não gosta de ficar na rua, costuma brincar em casa e jogar futebol no final de
semana com os amigos e primos. Em casa não tem computador e a mãe acha que
esse é o motivo do mau desempenho escolar. A criança perdeu o pai há um ano,
vítima de atropelamento. Ao exame físico, o pediatra não encontrou alterações. Com
base nessa narrativa, a suspeita clínica e a conduta do pediatra devem ser:

A) transtorno de distúrbio de comunicação (provavelmente linguagem); encaminhar


para avaliação com o neurologista infantil.
B) déficit de atenção e hiperatividade; encaminhar para avaliação com o
neurologista e com o psiquiatra infantil.

34 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

C) comportamento aceitável para a idade; avaliar melhor com seguimento e então


decidir se encaminha ao psiquiatra infantil.
D) comportamento antissocial decorrente da perda familiar; encaminhar de imediato
para avaliação com o psiquiatra infantil.
E) transtorno de conduta (comportamento desafiador opositor); encaminhar para
avaliação com o psiquiatra infantil.
Gabarito letra C

2014
Uma mulher com 55 anos de idade e longa história de episódios depressivos é
trazida à Unidade Básica de Saúde por um Agente Comunitário de Saúde por
apresentarse delirante há várias semanas. Já na sala de espera, o quadro agrava-se
progressivamente para franca agitação psicomotora, com a paciente tentando
agredir outro usuários e a equipe de trabalho, por quem diz estar sendo perseguida.
Nessa situação, além de realizar a contenção física da paciente, está indicado
administrar

A) sertralina por via oral.


B) diazepam por via oral.
C) haloperidol por via intramuscular.
D) prometazina por via intramuscular.
Gabarito letra C

2014
Uma mulher com 44 anos de idade procura a Unidade Básica de Saúde com queixas
de diminuição do apetite, insônia terminal e fraqueza. Relata que as queixas tiveram
início há dois meses e são diárias, embora em alguns momentos consiga se sentir
bem. Informa pouca concentração no trabalho e não apresenta mais interesse em
cuidar de sua primeira e única filha de nove meses. Relata ainda fazer uso de duas
taças de vinho nos finais de semana. Paralelamente não tem se relacionado bem
com o marido desde que a filha nasceu, falta muito ao trabalho e tem deixado a filha
sob os cuidados da mãe. Assinale a alternativa com a hipótese diagnóstica correta e
a conduta indicada para essa paciente.

A) Transtorno depressivo orgânico (depressão pós-parto); prescrição de


antidepressivo tricíclico.
B) Transtorno de ajustamento (reação depressiva breve); encaminhamento para
fazer psicoterapia.
C) Episódio depressivo (depressão maior); prescrição de inibidor de receptação de
serotonina.
D) Transtorno de humor (depressivo) induzido pelo álcool; recomendação para se
abster do uso de álcool.
Gabarito letra C

2015
Uma senhora de 85 anos de idade, tem visita domiciliar da Equipe de Saúde da
Família (ESF) solicitada por sua cuidadora, pois há dois dias tem apresentado
comportamento estranho. Fala coisas desconexas, teve alucinação visual e

35 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

comporta-se de forma agressiva algumas vezes. A paciente faz seguimento regular


com a ESF há 10 anos, atualmente com assistência domiciliar, pois está restrita ao
lar, após uma queda sofrida há quatro anos. A médica da equipe conhece a paciente
e sabe que ela nunca teve problemas cardiovasculares, cognitivos ou de saúde
mental, e que não faz uso de medicamentos contínuos. No exame físico, mostra-se
desorientada em relação ao tempo. A hipótese diagnóstica mais provável e a
conduta adequada são, respectivamente:

A) quadro depressivo; tratamento medicamentoso com tricíclico e avaliação por


psicólogo.
B) quadro infeccioso agudo; solicitação de raio X, exame de urina e hemograma para
melhor avaliação.
C) demência de Alzheimer; encaminhamento para neurologista para realização de
exames de imagem.
D) distúrbios de comportamento por transtorno psicótico; prescrição de
antipsicótico e encaminhamento para psiquiatra.
Gabarito letra B

2015
Um menino de 7 anos de idade, filho de genitor desconhecido, presenciou a morte da
mãe. Desde então, passou a apresentar alterações do sono, com terror noturno. Na
escola, mudou seu comportamento, passou a se isolar das brincadeiras com os
colegas, desmonstrando alteração no humor. Além disso, desistiu das aulas de
violão que antes gostava de frequentar. A tia materna, que assumiu sua criação, o
levou ao ambulatório em busca de ajuda. Nesse caso, além da intervenção
multiprofissional, qual a conduta adequada?

A) Suspender as atividades escolares, com retorno progressivo, e prescrever


clonidina.
B) Sugerir a manutenção da rotina diária e ingresso em terapia cognitiva
comportamental.
C) Sugerir aumento da ingestação de cálcio e ingresso em psicoterapia individual e
em grupo.
D) Instruir que as atividades escolares sejam desempenhadas em casa, e prescrever
sertralina.
Gabarito letra B

2016
Um homem com 21 anos de idade foi atendido na emergência hospitalar referindo
ver insetos subindo em suas pernas. Relata que os sintomas começaram há cerca de
2 horas, quando participava de uma festa, e que nunca havia tido tais sintomas
anteriormente. Informou ter usado cocaína e LSD durante a festa e que fazia uso
eventual dessas substâncias. Na admissão, mostrou-se muito ansioso, agitado,
taquilálico, hipovigil e hipotenaz. Foi tratado com antipsicótico intramuscular (1
ampola), com remissão dos sintomas em algumas horas. Não apresentou sinais e
sintomas de tolerância ou de abstinência. O atendimento ocorreu em hospital
localizado em cidade polo de uma macrorregião de saúde, sendo referência para
internação dos municípios ao redor. O paciente é residente em um município menor
e que não dispõe de dispositivos especializados em saúde mental (Centro de

36 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

Atenção Psicossocial ou ambulatórios). Considerando a situação descrita, o plano


terapêutico pós-alta apropriado para esse paciente é:

A) Prescrever medicação antipsicótica e agendar retorno do paciente ao hospital em


30 dias para consulta com um especialista, a fim de avaliar a persistência de
sintomas psicóticos.
B) Encaminhar o paciente à Unidade Básica de Saúde do seu município, indicando
acompanhamento quanto aos riscos, abordagem motivacional e apoio da equipe do
Núcleo de Apoio à Saúde da Família.
C) Encaminhar o paciente para atendimento no Centro de Atenção Psicossocial -
Álcool e Drogas do município sede da macrorregião, indicando sua introdução em
um grupo terapêutico e prescrição de terapêutica antipsicótica.
D) Prescrever medicação antipsicótica de depósito, em razão dos indícios de
esquizofrenia, informar à família do paciente sobre os riscos atribuídos ao uso de
drogas e encaminhar para acompanhamento na Unidade Básica de Saúde do seu
município.
Gabarito letra B

2016
Uma mulher com 30 anos de idade comparece à consulta de rotina em Unidade
Básica de Saúde. Refere que há 30 dias vem se sentindo desanimada, sem energia,
com hiporexia, dificuldade de concentração e perda de prazer ao realizar atividades
antes consideradas prazerosas. Relata também episódios de mal-estar súbito e uma
"bola na garganta", com dificuldade de engolir, quando muito ansiosa. Diz trabalhar
e cumprir com suas obrigações com dificuldade. Nega antecedentes clínicos e
psiquiátricos, bem como o uso de medicações, álcool, tabaco e outras drogas.
Diante desses sintomas, assinale a alternativa em que são apresentadas a principal
hipótese diagnóstica e a conduta adequada ao caso.

A) Transtono de pânico; orientar a realização de atividade física e oferecer


psicoterapia.
B) Transtorno depressivo leve; orientar a realização de atividade física e oferecer
psicoterapia.
C) Transtorno somatoforme; encaminhar ao gastroenterologista para
esclarecimento de disfagia.
D) Transtorno de ansiedade generalizada; prescrever benzodiazepínicos e oferecer
psicoterapia.
Gabarito letra B

2016
Durante reunião do Conselho Municipal de Saúde de um município de 200 mil
habitantes, a Equipe de Saúde da Família responsável pelos atendimentos de uma
Unidade Básica de Saúde foi informada que, nos últimso 8 meses, constatou-se
aumento de 40% nas taxas de suicídio e de tentativa de suicídio naquela localidade.
Que medidas de intervenção coletiva são indicadas para esse município?

A) Criar grupos de apoio terapêutico e incentivar a criação de grupos de convívio em

37 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

escolas municipais e outros espaços públicos.


B) Realizar novas contratações de médicos psiquiatras e psicólogos e encaminhar
pacientes com ideação suicida para internação compulsória.
C) Estimular a divulgação detalhada dos eventos de suicídio e tentativas de suicídio
que ocorrerem na cidade através dos meios de comunicação disponíveis.
D) Realizar campanhas entre os profissionais da atenção básica para que evitem
perguntar aos pacientes sobre suicídio, já que isso pode incentivar o
comportamento suicida.
Gabarito letra A

2017
Uma mulher com 25 anos de idade, em uso de fluoxetina 40 mg ao dia há 16 meses
devido a transtorno de ansiedade generalizada leve, documentado em prontuário,
procura a Unidade Básica de Saúde (UBS) porque acabou de descobrir que está
grávida e deseja iniciar o pré-natal. Diz que a ansiedade está bem melhor há quase
um ano e que não sente mais sintomas que eram comuns quando começou o
tratamento. Relata ter muito medo de que algo ruim aconteça com o bebê, pois sabe
que o uso de alguns medicamentos pode prejudicar o desenvolvimento do feto e
gostaria de saber se o uso de fluoxetina é seguro. Diante dessa situação, a conduta
indicada é:

A) trocar o uso de fluoxetina pelo da amiltriptilina, um antidepressivo triciclico, para


maior segurança do feto e da mãe durante a gestação.
B) suspender gradualmente o uso de fluoxetina e substituí-la por benzodiazepínico,
dado menor risco de efeitos colaterias destes sobre o feto.
C) aumentar a dose de fluoxetina, já que essa substância não apresenta quaisquer
riscos durante a gestação que cursa com descompensação de problemas
psiquiátricos prévios.
D) suspenser o uso de fluoxetina e incentivar a paciente a retornos frequentes à
UBS, com posterior reavaliação do caso e da necessidade de reiniciar a medicação
ou proceder a intervenção não farmacológica.
Gabarito letra D

2017
Um homem com 65 anos de idade encontra-se internado no hospital, no
pósoperatório imediato de uma herniorrafia inguinal à direita. Seus exames pré-
operatórios apresentaram-se sem alterações. Às 2 horas da madrugada, a técnica
de enfermagem recorre ao médico plantonista, pois o paciente é encontrado nu,
recusa-se a colocar novamente as roupas, fala coisas sem sentido e não reconhece
familiar que o acompanha. Sua cirurgia foi realizada na manhã anterior, sem
intercorrências, tendo ele recebido meperidina após o procedimento cirúrgico e
metoclopramida devido a náuseas. Não se alimentou o dia todo e, ao exame físico,
não se apresentaram alterações. O exame do seu estado mental mostra
desorientação; ele não atende pelo nome e não sabe onde está, além de estar
hipotenaz e um pouco sonolento. Diante desse quadro, o médico plantonista deve

A) prescrever um benzodiazepínico endovenoso para a sedação do paciente e


avaliar complicações pós-operatórias.

38 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

B) avaliar a necessidade das medicações em uso, colocar o paciente em um quarto


com boa iluminação e prescrerver-lhe um antipsicótico, se constatada agitação
psicomotora.
C) conter fisicamente o paciente e iniciar sedação com midazolam endovenoso,
enquanto aguarda avaliação psiquiátrica.
D) manter conduta expectante, dado que esses quadros regridem espontaneamente
em poucas horas, e prescrever um benzodiazepínico, se constatada agitação
psicomotora.
Gabarito letra B

2017
Uma mulher com 38 anos de idade procurou atendimento em Unidade Básica de
Saúde (UBS) por apresentar, há 4 meses, ganho de peso, fadiga, sonolência
excessiva e irritabilidade. A paciente relata sentir-se muito triste, desanimada e com
baixa autoestima. Ao exame físico apresentou frequência cardíaca = 58 bpm, pele
seca e áspera e edema palpebral bilateral. Os demais aspectos do exame físico
estavam inalterados. Os resultados dos exames solicitados indicaram dosagem
sérica do hormônio estimulante da tireoide (TSH) = 34 mUI/L (valor de
referência:0,45 a 4,5 mUI/L), tendo sido repetidos e confirmado o resultado, tiroxina
sérica (T4 livre) = 0,3 ng/dL (valor de referência: 0,7 a 1,8 ng/dL). Diante desse
quadro, foi iniciado tratamento com levotiroxina 100 mcg/dia. Após 6 semanas, foi
solicitada a repetição dos exames com os seguintes resultados: TSH = 2,5 mUI/L e T4
livre = 1,2 ng/dL. Nessa ocasião a paciente referiu melhora quase completa dos
sintomas apresentados. Cinco meses depois, essa paciente volta à UBS para
consulta expondo a suposição de que a tireoide piorou de novo. Afirma estar
tomando corretamente sua medicação. Novos exames realizados nessa ocasião
indicam TSH = 2,3 mUI/L e T4 livre = 1,2 ng/dL. Questionada, a paciente informa
apresentar muita tristeza, desânimo, falta de concentração e fadiga. Ao exame
físico, constata-se que não houve ganho de peso e que não há alteração na tireoide
da paciente. Nessa situação, a conduta adequada é:

A) informar à paciente que o seu quadro clínico é compatível com tireotoxicose e que
a dosagem do seu medicamento deverá ser reduzida; agendar retorno em 6 meses
para reavaliação de TSH.
B) informar à paciente a necessidade de aumentar a dose de levotiroxina até a
resolução completa dos sintomas, independentemente dos valores de TSH e T4 livre;
agendar retorno em 6 meses para reavaliação de TSH.
C) fazer a avaliação para transtorno depressivo como diagnóstico deiferencial e,
caso confirmado, discutir o início de tratamento para essa nova comorbidade;
manter acompanhamento dos níveis séricos de TSH.
D) informar à paciente que, mediante os indícios de que a terapia com levotiroxina
não está sendo efetiva, faz-se necessário estender a investigação, procedendo-se à
realização de biópsia da tireoide com agulha fina.
Gabarito letra C

2017
Durante plantão em enfermaria de um hospital, o médico plantonista é chamado pela
equipe de enfermagem porque um homem, com 38 anos de idade, que aguarda para
realização de uma herniorrafia eletiva, apresenta uma crise. Chegando ao quarto, o

39 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

médico se depara com o paciente referindo dor torácica, taquicardia, dispneia,


tontura e sudorese de início súbito. Imediatamente o médico avalia o paciente que
refere medo de estar tendo um ataque cardíaco e de "estar ficando louco". Não
possui antecedentes de doença dignos de nota. Ao exame físico, apresenta
frequência cardíaca = 110 bpm e frequência respiratória = 32 irpm, sem evidenciar
outras alterações. Avaliações cardiológica, metabólica e pulmonar de emergência
também apresentam resultados normais. O paciente não tem histórico de doenças
cardíacas nem apresenta fatores de risco cardiovascular. O médico chega á
hipótese diagnóstica de crise de pânico. Considerando esse quadro clínico e
correspondente hipótese diagnóstica, o médico plantonista deve:

A) Prescrever imediatamente prometazina 25 mg via intramuscular, repetir a


aplicação com dosagem, se necessário, e cancelar a cirurgia por necessidade de
encaminhamento do paciente para a psiquiatria de emergência.
B) Tranquilizar o paciente, orientá-lo par que respire devagar e profundamente e
considerar o uso de benzodiapínicos em caso de crise muito prolongada ou grave.
C) Iniciar tratamento com inibidor seletivo da recaptação de serotonina e agendar
visita do psicólogo do hospital para uma avaliação do paciente em 2 dias, período
em que este deve ficar internado.
D) Prescrever imediatamente haloperidol 5 mg via intramuscular, conter fisicamente
o paciente e manter a data da cirurgia, pois a medicação anestésica pode reverter o
quadro e aliviar os sintomas.
Gabarito letra B

2017
Um homem com 75 anos de idade, acompanhado da filha, é atendido em consulta no
ambulatório de Geriatria. A filha revela estar preocupada com os problemas de
memória do pai que, segundo ela, tem estado desatento nas últimas 2 semanas,
incapaz de lembrar seus compromissos, além de ter se perdido ao dirigir, ter sido
incapaz de utlizar o telefone celular e de não ter certeza do próprio endereço. A filha
informa que o paciente faz uso de vários medicamentos, não sabendo informar o
nome deles. O paciente não apresenta sintomas depressivos cormóbidos e não tem
história pregressa de uso de tabaco ou álcool. Ao exame físico, o paciente mostra-se
normal. Considerando a situação descrita, a medida incial apropriada para a
elucidação diagnóstica é:

A) Excluir a possibilidade de delirium por uso de medicações, pedindo à filha que


traga a lista completa de medicações em uso pelo paciente.
B) Iniciar o diagnóstico diferencial de demências mediante a solicitação de
ressonância magnética do cérebro.
C) Avaliar a possibilidade de tumor cerebral e solicitar tomografia computadorizada
do cérebro.
D) Investigar a possibilidade de neurocisticercose e solicitar tomografia
computadorizada do cérebro.
Gabarito letra A

40 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

2017
Uma adolescente com 14 anos de idade, com história de perda de peso associada a
irritabilidade há 6 meses, é atendida em Unidade Básica de Saúde da Família. A
paciente refere que deixou de praticar esportes porque se sente cansada, que não
consegue se concentrar nos estudos e que dorme mais que o habitual. Diz não ter
energia para fazer nada, além de estar sem apetite. Informa que, quando acordada,
seu entretenimento é observar as redes sociais em seu celular. Em face desse
quadro, a conduta médica adequada é:

A) encaminhar a paciente a endocrinologia.


B) solicitar eletroencefalograma para diagnóstico.
C) considerar comportamento comum à faixa etária.
D) iniciar tratamento com fluoxetina e/ou psicoterapia.
Gabarito letra D

2017
Um homem com 33 anos de idade, com diagnóstico de esquizofrenia há 8 anos, em
tratamento regular no Centro de Atenção Psicossocial, faz uso de quetiapina 600
mg/dia e encontra-se estável em relação aos sintomas psiquiátricos. Ele comparece
à Unidade de Saúde da Família para reavaliação periódica; refere ganho de peso de
1,5 kg em 3 semanas, polifagia e polidipsia sem outros sintomas. Em face desse
caso, qual deve ser a conduta adotada?

A) Referenciar o caso à atenção especializada para investigação adicional e manejo


adequado do quadro clínico atual.
B) Encaminhar o paciente para internação, considerada recurso terapêutico e
instrumento do Projeto Terapêutico Singular.
C) Aumentar a dose de quetiapina para 800 mg/dia, considerando-se interações
medicamentosas, para otimização do tratamento.
D) Avaliar glicemia em virtude do risco de complicações metabólicas decorrentes do
controle do quadro glicêmico em função do tratamento medicamentoso para
esquizofrenia.
Gabarito letra D

2017
Uma adolescente com 16 anos de idade é trazida à Unidade Básica de Saúde (UBS)
pela mãe, apresentando quadro de tristeza e amenorreia há 4 meses. A mãe relata
que o comportamento da adolescente tem mudado desde que ela passou a
frequentar o grupo de dança da comunidade onde mora, há um ano. Informa que,
desde então, a filha vem perdendo peso e tem se alimentado apenas com frutas e
verduras, recusando-se a participar dos eventos familiares e se isolando de amigos
da escola, embora continue a frequentar com assiduidade o grupo de dança. Ao
exame físico, a adolescente mostra-se triste e pouco interativa, está hipocorada,
hidratada, eupneica. Apresenta índice de massa corporal = 15 kg/m²; pressão
arterial = 90 x 50 mmHg; frequência cardíaca = 55 bpm. Observa-se discreto
aumento do volume das parótidas bilateralmente. Exames laboratoriais realizados
na UBS mostram anemia normocrômica/normocítica, elevação de
aminotransferases, hiponatremia, normocalemia e nível de creatinina normal. Diante

41 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

do quadro clínico apresentado, o diagnóstico e a conduta mais apropriada a ser


tomada pelo médico de família são:

A) quadro de depressão na adolescência, de grau grave; encaminhar a paciente


para internação psiquiátrica e orientar a família acerca do risco de suicídio e
comprometimento do desenvolvimento psicomotor.
B) quadro provável de depressão na adolescência, de grau leve a moderado;
prescrever inibidor da recaptura da serotonina na UBS e orientar a família a respeito
dos aspectos normais da adolescência.
C) quadro provável de transtorno alimentar moderado; solicitar a realização de
recordatório alimentar, com acompanhamento na UBS, e orientar a família a respeito
da alimentação saudável na adolescência.
D) quadro de transtorno alimentar grave; encaminhar para a unidade hospitalar de
referência e orientar a família acerca da importância da busca de ajuda
especializada e seguimento do tratamento na UBS após internação.
Gabarito letra D

2017
Uma criança do sexo masculino com 8 anos de idade é atendida em consulta com
médico de Unidade Secundária de Saúde para avaliação de transtorno de
comportamento. A mãe relata que o filho perde material escolar com frequência,
costuma esquecer as tarefas do dia-a-dia e demora a atender quando chamado pelo
nome. Informa, ainda, que a criança é repreendida na escola por não parar no
mesmo lugar, levantar-se o tempo todo da cadeira, falar demais e intrometer-se na
conversa alheia, além de ter notas ruins. O exame clínico evidencia anormalidades.
O diagnóstico e a conduta adequados ao caso são

A) desenvolvimento normal, com comportamentos comuns na infância; orientar a


família.
B) transtorno de déficit de atenção/hiperatividade; iniciar tratamento com
risperidona.
C) transtorno de espectro autista; encaminhar o paciente para atendimento
especializado.
D) transtorno de déficit de atenção/hiperatividade; iniciar tratamento com
metilfenidato.
Gabarito letra D

2020
Uma mulher com 35 anos de idade exerce prostituição há 8 anos em hotéis da cidade
para seu sustento e de seus filhos. Em virtude da pandemia da COVID-19, há 6
meses não trabalha e vem apresentando grave dificuldade financeira. Ao consultar
na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro, queixa-se de preocupações
excessivas, nervosismo, tremores, palpitações e tonturas. Nesse caso, qual é a
conduta adequada do médico de família e comunidade?
(A) Investigar o uso de drogas ilícitas, prescrever benzodiazepínico e encaminhar
para psiquiatria.
(B) Evitar prescrever medicamentos, recomendar uso de chás e o abandono
definitivo da atividade profissional.

42 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

(C) Oferecer escuta ativa, pactuar plano terapêutico singular e agendar retorno
programado na UBS.
(D) Prescrever benzodiazepínico e antidepressivo tricíclico e agendar retorno em 30
dias.
Gabarito letra C

2020
Um homem com 19 anos de idade, motorista de aplicativo, procura a Unidade de
Saúde da Família (USF) por tristeza e insônia há uma semana, desde que sua mãe
faleceu por acidente ciclístico. O pai faleceu em um acidente de moto há 5 anos.
Relata que tem estado muito preocupado com o futuro, pois agora está morando
apenas com sua irmã de 15 anos de idade. Nos últimos dias, ele tomou 3
comprimidos de diazepam que achou na bolsa da mãe e pede uma receita para
pegar mais dessa medicação na USF. Nega histórico de transtornos mentais. Nesse
caso, a conduta médica inicial deve ser
(A) suspender benzodiazepínico e encaminhar ao psiquiatra.
(B) manter o uso da medicação e orientar o paciente a fazer a redução gradual.
(C) oferecer escuta ativa, técnicas de higiene do sono e terapia cognitivo-
comportamental.
(D) trocar por um benzodiazepínico em gotas para facilitar a redução gradual da
medicação.
Gabarito letra C

2020
Uma mulher com 69 anos de idade, hipertensa, em uso de enalapril 40 mg/dia e de
hidroclorotiazida 25 mg/dia, tem palpitações, tremores de membros superiores e
dispneia que começaram há cerca de 30 minutos, logo após ter sido assaltada. Está
orientada, corada, sem déficits motores focais, FC = 110 bpm, PA = 200 x 120 mmHg
em membros superiores. Ausculta cardíaca: bulhas normofonéticas, ritmo regular
em 2 tempos, sem sopros. Pulsos radiais e femorais amplos, bilateralmente, FR = 24
irpm, sem esforço respiratório. Ausculta pulmonar normal. Oximetria de pulso de 99
% (em ar ambiente). O eletrocardiograma mostra taquicardia sinusal e sinais de
sobrecarga ventricular esquerda. A abordagem inicial adequada para essa paciente
é administrar
(A) nifedipina de liberação rápida por via oral ou sublingual, repetindo a medicação
se PA permanecer acima de 180 x 100 mmHg após 60 minutos.
(B) ansiolítico por via oral, mantendo-a em observação em local tranquilo e
reavaliando os níveis pressóricos num intervalo de 30 a 60 minutos.
(C) nitroglicerina por via endovenosa contínua, ajustando a dose a cada 5 minutos
até alcançar níveis pressóricos inferiores a 160 x 90 mmHg.
(D) metoprolol em bolus por via endovenosa, repetindo a medicação se PA
permanecer acima de 180 x 100 mmHg após 10 minutos.
Gabarito letra B

43 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

Síndrome Demenciais/Geriatria
2012
Um homem de 75 anos de idade é trazido pela filha com história de comportamento
anormal há sete dias. Havia chegado da fazenda, onde administra suas
propriedades; dormiu e acordou desorientado. Passou a perambular pela casa sem
reconhecer pessoas, dirigindo-se à porta da rua para sair . Apresentou evacuações
e diurese sem ir ao banheiro e dificuldade para despir-se, necessitando ser
higienizado pela filha. Morando no andar superior da casa, passou a apresentar
algum grau de dificuldade ao descer as escadas, tendo de ser ajudado. Come com
lentidão, necessitando que o alimento lhe seja dado. É hipertenso e toma
medicações há 13 anos. Teve retenção urinária há 10 dias, por hipertrofia
prostática, necessitando de sondagem de alívio. Não refere febre. Ao exame físico:
paciente vígil, porém desatento, sem alterações aparentes de humor , responde com
lentidão às perguntas, o hesita ao deambular e sentar . Temperatura = 37,5 C, pulso
radial = 110 bpm, pressão arterial = 140 x 80 mmHg. Exame neurológico: hesitação
aos movimentos e tremores finos, ausentes em repouso e desencadeados pelo
movimento. Sem rigidez. Marcha hesitante. Reflexos osteotendíneos sem alterações.
Demais aspectos do exame físico inalterados. O diagnóstico mais compatível com o
quadro é

A) demência vascular.
B) doença de Alzheimer.
C) doença de Parkinson.
D) estado confusional agudo.
E) demência por déficit de Vit B12.
Gabarito letra D

2016
Durante consulta clínica na Unidade Básica de Saúde, uma mulher com 86 anos de
idade está sendo acompanhada por sua filha, que externa preocupação com o risco
da ocorrência de acidentes domésticos que envolvam a sua genitora. A filha informa
que sua mãe vem apresentando declínio progressivo de várias de suas funções
cognitivas, tendo recebido o diagnóstico, há cerca de um ano, de doença de
Alzheimer. Ultimamente, relata a filha, a mãe vem esquecendo o fogão aceso,
deixando o gás do banheiro ligado e cometendo outros esquecimentos. Menciona
ainda o problema de quedas frequentes, tendo sido a paciente classificada como
"idosa frágil", portadora de significativa sarcopenia. A filha acrescenta que a família
está preocupada, buscando auxílio no sentido de obter orientações quanto às
medidas que devem ser tomadas para a prevenção de acidentes domésticos e de
proteção à paciente. Entre as intervenções voltadas ao controle de fatores
extrínsecos relacionadas à ocorrência de quedas desse paciente idosa, a
recomendação mais efetiva é:

A) Utilizar calçados abertos com solado de couro, pois diminuem o atrito ao


caminhar e a chance de tropeços.

44 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

B) limitar práticas corporaris e atividades físicas rotineiras, posto que a fadiga


induzida predispõe ao risco de quedas.
C) Evitar luzes acesas durante a madrugada, o que torna o sono mais instável,
facilitando o despertar nesse período.
D) Evitar a colocação de tapetes soltos, especialmente os de tecido, pois não
permitem firmeza do idoso ao caminhar.
Gabarito letra D

2020
Um homem com 55 anos de idade é encaminhado para esclarecimento diagnóstico
de déficit cognitivo associado a transtornos do movimento com suspeita de
síndrome de Parkinson. Nesse caso, qual é o achado semiológico que contribui para
esse diagnóstico?
(A) Reflexos patelares exaltados associados à presença de clônus de rótula e de
pés.
(B) Tremor em repouso, de baixa frequência e algo assimétrico (predominando na
mão direita).
(C) Diminuição da sensibilidade vibratória e da propriocepção consciente nos
membros inferiores.
(D) Presença de oftalmoplegia internuclear com alterações graves na mirada
conjugada horizontal.
Gabarito letra B

2020
Um médico presta atendimento domiciliar a um paciente de 69 anos de idade, já
acompanhado há um ano, com hipertensão e diabete melito compensados, com
hemiplegia direita por acidente vascular encefálico (AVE) isquêmico há 10 anos,
parcialmente independente para as atividades de vida diária e em uso de andador. A
filha e cuidadora do idoso refere que o pai está apresentando noctúria há alguns
meses e que isso a preocupa devido ao risco de queda. O paciente nega incômodo
com a noctúria e não refere outros sintomas urinários. Nega emagrecimento e não
tem história familiar de câncer de próstata. Ao exame físico, o idoso apresenta-se
lúcido, orientado e com diminuição de força à direita. Ao ser questionado, ele se
recusa a realizar exame de toque retal e Antígeno Prostático Específico (PSA) para
investigar a possibilidade de câncer de próstata. Entretanto, sua filha insiste na
realização de exames, afirmando “receio de ser algo mais grave”. Considerando a
situação descrita, qual é a conduta médica adequada?

(A) Explicar ao paciente a necessidade do rastreamento de câncer de próstata (PSA


e ultrassonografia de vias urinárias), pelo risco da neoplasia, pois o diagnóstico
precoce comprovadamente diminui a mortalidade por essa doença, e solicitar
anuência da filha, responsável pelo paciente, para realização dos exames de
rastreamento.
(B) Explicar ao paciente e à filha que a noctúria se deve ao AVE isquêmico prévio e
ao envelhecimento; orientar ser desnecessário o rastreamento de câncer de
próstata e recomendar que o paciente evite, à noite, a ingesta hídrica e o consumo

45 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

de cafeína; avaliar suspensão de diuréticos e prescrever medicação para aumento


do tônus vesical.
(C) Explicar ao paciente que o câncer de próstata é o mais prevalente em homens,
com alta mortalidade e que somente seu diagnóstico precoce evita complicações e
óbitos; convencer o paciente a realizar o toque retal e encaminhá-lo ao urologista; se
o toque retal e o PSA se mostrarem alterados, encaminhá-lo para realização de
biópsia prostática.
(D) Explicar ao paciente e à filha que o rastreamento de câncer de próstata depende
de uma decisão compartilhada entre médico, paciente e família; oferecer
explicações, em linguagem acessível, sobre os benefícios e riscos desse
rastreamento; respeitar a decisão compartilhada com o paciente para
prosseguimento ou não do rastreamento.
Gabarito letra D

2021
Em reunião de equipe da Estratégia de Saúde da Família, o médico expõe sua
preocupação com o aumento no número de atendimentos de cuidadores de idosos,
em virtude de problemas de saúde decorrentes de estresse físico e emocional.
Sugere que seja realizada intervenção de apoio e suporte aos cuidadores e para isso
propõe aplicar escala que tem por objetivo “avaliar a sobrecarga dos cuidadores de
idosos”. Trata-se da

A) Escala de Zarit.
B) Escala de Barthel.
C) Escala de Desempenho de Karnofsky.
D) Escala de Avaliação Multidimensional do Idoso.
Gabarito letra A

2021
Um paciente masculino, com 62 anos de idade, vem a consulta médica na atenção
secundaria ambulatorial, encaminhado por tremor. O paciente conta que há alguns
meses teve início com tremor no braço direito e que, agora, parece ter progredido
para ambos os braços e ambas as pernas. O paciente diz que o tremor piora quando
ele “está nervoso”, mas que parece melhorar quando faz alguma atividade, como
cozinhar ou comer. Entretanto, o paciente conta que é difícil para ele levantar-se da
posição sentada e começar a andar. Também refere que perde o equilíbrio quando
está caminhando e “muda de rota”, e tem dificuldade para parar de caminhar,
relatando duas quedas no mês anterior à consulta. Com base no que foi
apresentado, o diagnóstico desse paciente é

A) tremor essencial.
B) paralisia supranuclear progressiva.
C) doença de Huntington.
D) doença de Parkinson.
Gabarito letra D

46 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

Saúde da família
2012
Primigesta, 14 anos de idade, na 12ª semana de gestação, comparece à Unidade de
Saúde da Família acompanhada por seu namorado. Queixa-se de cólicas intensas
em baixo ventre e sangramento vaginal, em grande quantidade, há 2 horas. Após
exame clínico, o médico constata que a paciente apresenta sinais de instabilidade
hemodinâmica em virtude de um abortamento incompleto e indica sua transferência
imediata para o serviço hospitalar especializado, para realização de curetagem
uterina. A paciente concorda com a indicação do médico, pede para que a situação
seja mantida em sigilo, pois seus pais não sabem que ela está grávida. Teme que
possam expulsá-la de casa ao saber do ocorrido. Explica que seu namorado é maior
de idade e irá acompanhá-la ao hospital. Diante dessa situação, o médico deve

A) manter o sigilo profissional, pois o mesmo somente pode ser quebrado com a
autorização da paciente.
B) manter o sigilo profissional, pois a paciente apresentou um responsável maior de
idade para acompanhá-la ao hospital.
C) manter o sigilo profissional, pois a paciente demonstra capacidade para avaliar
seu problema e de conduzir-se por seus próprios meios para solucioná-lo.
D) comunicar o Conselho Tutelar , que será responsável por revelar a situação de
saúde da paciente aos seus pais e intermediar os conflitos que possam surgir .
E) comunicar os pais da paciente, após explicar a ela os motivos que fundamentam a
quebra do sigilo profissional.
Gabarito letra E

2013
Em uma pequena cidade, de oito mil habitantes, foi iniciada uma nova gestão
Municipal, que buscou implementar o modelo de Estratégia de Saúde da Família. A
população, entendendo que o atendimento poderia piorar, reagiu negativamente. A
fim de sensibilizar a população em prol da consolidação do modelo, uma equipe da
Secretaria Estadual de Saúde foi mobilizada. Para alcançar este objetivo, durante
uma reunião com a comunidade, a equipe explicitou os princípios do novo modelo.
Entre os argumentos apresentados abaixo, qual seria o CORRETO para a equipe
utilizar?

A) A realização da territorialização possibilitará a identificação das fortalezas e


fragilidades dos equipamentos da comunidade.
B) No processo de adscrição da clientela, as famílias que não forem previamente
cadastradas não serão atendidas pela equipe de saúde.
C) A mudança de um modelo assistencial preventivo para um curativo será positiva,
pois beneficiará as pessoas com doenças crônicas.
D) Com a implementação desta estratégia, o atendimento será hierarquizado, isto é,
antes da consulta médica haverá a consulta de enfermagem.
E) O novo modelo terá como objetivo realizar promoção e prevenção à saúde, o que
praticamente elimina a necessidade de atendimentos individuais.
Gabarito letra A

47 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

2013

Em relação aos indicadores da Rede


Cegonha, as equipes da Estratégia de
Saúde da Família da sua cidade
apresentaram o gráfico acima (VER
IMAGEM). A meta da gestão é alcançar
80% de gestantes cadastradas. O
consultor da Secretaria de Saúde, que
tem recursos financeiros limitados,
recomenda uma oficina de sensibilização
e treinamento, a fim de reverter o
panorama atual. Dentre os componentes das equipes, qual o público alvo
preferencial para a oficina surtir mais efeito?

A) Médicos.
B) Enfermeiros.
C) Agentes Comunitários de Saúde.
D) Auxiliares e Técnicos de Enfermagem.
E) Coordenadores das Unidades de Saúde.
Gabarito letra C

2013
A Equipe de Saúde da Família foi chamada para realizar visita domiciliar a um
paciente idoso que acaba de retornar de uma internação hospitalar. O paciente tem
80 anos, apresenta-se ativo e é portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus
tipo II que, devido à falta de adesão ao tratamento proposto, teve sua condição
crônica agudizada, evoluindo para a amputação distal de falanges do pé direito por
complicações vasculares. O esquema medicamentoso na alta hospitalar era
composto por insulina NPH 100 - 22 UI ao dia e hidroclorotiazida - 25 mg uma vez ao
dia. Com o propósito de organizar o cuidado deste idoso, o procedimento da equipe
de saúde nesse momento deve ser:

A) realização de curativo, avaliação e observação da ferida cirúrgica, e supervisão


no uso de medicamentos com visitas diárias da equipe de enfermagem.
B) atuação na prevenção quaternária, evitando a supermedicalização, visto que a
prevenção terciária foi falha.
C) realização de avaliação multifuncional do idoso, com o objetivo de identificar
fragilidades e realizar intervenção precoce.
D) solicitação de transporte de ambulância para que possa ser feito o curativo e
avaliação médica diária na Unidade de Saúde.
E) orientação à família para fazer o curativo da ferida cirúrgica e solicitar transporte
para aplicação diária da insulina na Unidade de Saúde.
Gabarito letra A

2014
Um paciente com 75 anos de idade, casado, com história de acidente vascular
cerebral recente é avaliado pela Equipe de Saúde da Família (ESF). O paciente
apresenta grande incapacidade física (acamado, recebendo alimentação através de
sonda nasoentérica), tem relativa preservação cognitiva e necessita de diversos

48 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

cuidados contínuos, tais como: uso de várias medicações, desobstrução da sonda,


manutenção de hidratação adequada, movimentação no leito, cuidado com escaras
e orientação aos cuidadores. O planejamento do cuidado à saúde deste idoso deve
ser baseado em

A) visitas domiciliares diárias da equipe para oferecer integralmente os cuidados,


considerando o grande estresse a que são submetidos os cuidadores.
B) preparação da família para encaminhar o idoso para uma instituição de longa
permanência, considerando a necessidade de cuidados intensivos.
C) decisões compartilhadas entre a ESF, os familiares e o idoso sobre as suas
necessidades, considerando a atuação integrada de todos.
D) restrição de cuidados médicos e de procedimentos de média e alta complexidade,
como recomendam os princípios da referência e contrarreferência.
Gabarito letra C

2014
O pai de um jovem com 18 anos de idade, portador de síndrome de Down, procura o
Ambulatório de Pequena Cirurgia, solicitando a realização de vasectomia no seu
filho. Considerando as questões éticas e jurídicas, relacionadas ao procedimento de
contracepção cirúrgica em pacientes com Síndrome de Down, recomenda-se que a
vasectomia:

A) não deve ser realizada, pois o caso do paciente não preenche os critérios da lei
que regula a contracepção cirúrgica.
B) não deve ser realizada, por se tratar de um caso que fere a autonomia do paciente
e traz indícios de eugenia.
C) deve ser realizada, através do instrumento de autorização judicial,
regulamentada na forma de lei.
D) deve ser realizada, através do consentimento expresso do paciente, da parceira e
dos pais.
Gabarito letra C

2016
Um homem com 58 anos de idade é atendido no ambulatório de cirurgia, após ser
encaminhado pelo clínico para realização de colecistectomia e exploração de vias
bilares. Esteve internado recentemente com quadro de pancreatite biliar aguda
(microcálculos na vesícula biliar), resolvida clinicamente. No último ano, o paciente
já apresentou 3 episódios dolorosos semelhantes. É tabagista por 30 anos e
portador de Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) moderada, pouco
responsiva ao broncodilatador. Ao exame fisico, o paciente apresenta-se lúcido,
consciente e orientado, com dispneia leve, e sibilos e roncos na ausculta pulmonar.
O cirurgião confirma a indicação da cirurgia devido ao risco de novo episódio de
pacreatite, que pode ser grave e comprometer a vida do paciente. Ao tomar
conhecimento dos riscos apresentados no termo de consentimento, o paciente se
recusa a realizar o procedimento por medo das complicações decorrentes da DPOC
e por ter a sensação de que vai morrer, caso se submeta à cirurgia. Considerando

49 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

essa situação e os aspectos éticos e legais que regem a profissão médica, qual deve
ser a conduta da equipe médica?

A) Solicitar ao paciente que procure outro médico, com base na quebra de confiança
da relação médico-paciente, fundamentada no princípio de não causar dano, que,
em casos específicos, sobrepuja e se opõe ao princípio da autonomia do indivíduo.
B) Respeitar a vontade do paciente, considerando o princípio da autonomia da
vontade, que impede que o médico efetue qualquer procedimento médico sem o
esclarecimento e o consentimento prévios do paciente ou de seu representante
legal, exceto em caso de iminente perigo de vida.
C) Denunciar o paciente à Comissão de Ética do hospital considerando quebra do
princípio da beneficiência e não maleficiência do ato médico, ancorado nas
evidências científicas da medicina, pois caracterizou-se o risco elevado de novo
episódio de pancreatite aguda grave com risco de morte.
D) Conversar com a familia sobre a necessidade de ser realizada tal cirurgia,
explicando os riscos e os benefícios para o paciente, caso seja operado ou não, e
solicitar que ela autorize a cirurgia, mesmo contra a vontade do paciente, com base
no princípio da ação persuasiva e no da beneficiência e não maleficência do ato
médico.
Gabarito letra B

2016
A Equipe de Saúde da Família (ESF) de uma Unidade Básica de Saúde observou
aumento no número de crianças com atraso do desenvolvimento neuropsicomotor
no seu território de atuação. Uma pesquisa mostrou que 90% desses casos são
representados por filhos de imigrantes latinos, de língua espanhola, que trabalham
em oficinas de costura. Após diversas visitas a essas oficinas de costuras, a equipe
da ESF concluiu que o atraso do desenvolvimento neuropsicomotor é causado por
falta de estímulo adequado: os pais trabalham ininterruptamente e não têm tempo de
dispensar atenção e estímulo necessários a essas crianças, que ficam muito tempo
deitadas, ao lado dos pais, enquanto eles costuram. Considerando os fatores
ambientais, sociais e ocupacionais que prejudicam a saúde das crianças que vivem
nessas condições, a ESF deve

A) encaminhar as crianças ao CAPS-infantil para iniciar tratamento medicamentoso.


B) notificar o Conselho Tutelar e denunciar à Policia local os maus tratos recebidos
pelas crianças.
C) encaminhar as crianças ao Serviço de Neurologia infantil de referência para
exames complentadores de imagem.
D) realizar abordagem nas oficinas, envolvendo os membros da comunidade, a fim
de conscientizá-los da falta de estímulo adequado às crianças e construir possíveis
soluções.
Gabarito letra D

2020
Uma mulher com 35 anos de idade exerce prostituição há 8 anos em hotéis da cidade
para seu sustento e de seus filhos. Em virtude da pandemia da COVID-19, há 6

50 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

meses não trabalha e vem apresentando grave dificuldade financeira. Ao consultar


na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro, queixa-se de preocupações
excessivas, nervosismo, tremores, palpitações e tonturas. Nesse caso, qual é a
conduta adequada do médico de família e comunidade?
(A) Investigar o uso de drogas ilícitas, prescrever benzodiazepínico e encaminhar
para psiquiatria.
(B) Evitar prescrever medicamentos, recomendar uso de chás e o abandono
definitivo da atividade profissional.
(C) Oferecer escuta ativa, pactuar plano terapêutico singular e agendar retorno
programado na UBS.
(D) Prescrever benzodiazepínico e antidepressivo tricíclico e agendar retorno em 30
dias.
Gabarito letra C

2020
Um homem com 19 anos de idade, motorista de aplicativo, procura a Unidade de
Saúde da Família (USF) por tristeza e insônia há uma semana, desde que sua mãe
faleceu por acidente ciclístico. O pai faleceu em um acidente de moto há 5 anos.
Relata que tem estado muito preocupado com o futuro, pois agora está morando
apenas com sua irmã de 15 anos de idade. Nos últimos dias, ele tomou 3
comprimidos de diazepam que achou na bolsa da mãe e pede uma receita para
pegar mais dessa medicação na USF. Nega histórico de transtornos mentais. Nesse
caso, a conduta médica inicial deve ser

(A) suspender benzodiazepínico e encaminhar ao psiquiatra.


(B) manter o uso da medicação e orientar o paciente a fazer a redução gradual.
(C) oferecer escuta ativa, técnicas de higiene do sono e terapia cognitivo-
comportamental.
(D) trocar por um benzodiazepínico em gotas para facilitar a redução gradual da
medicação.
Gabarito letra C

2020
A Agente Comunitária de Saúde (ACS) visitou a casa de uma moradora de 26 anos de
idade com suspeita de sofrer violência intradomiciliar pelo companheiro há 6 meses.
Na ocasião da visita, o companheiro estava no trabalho, a mãe das crianças negou
problemas e disse que elas estavam dormindo, entretanto, os vizinhos têm ouvido
brigas frequentes do casal, cujos filhos de 2 e 3 anos de idade choram e gritam
muito, além de apresentarem manchas roxas pelo corpo. Após o relato da ACS para
a médica da equipe, qual é a conduta adequada para esse caso?

(A) Orientar a ACS a acionar a polícia visando ao encaminhamento das crianças a


uma delegacia especializada pelos indícios de violência e pelo risco de
revitimização.
(B) Registrar no Sistema Nacional de Notificação de Agravos e encaminhar as
crianças ao Centro de Atenção Psicossocial Infantojuvenil.

51 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

(C) Programar visita domiciliar, notificar suspeita de violência, acionar o Conselho


Tutelar considerando as evidências de agressões.
(D) Respeitar a autonomia da mãe, direito fundamental garantido pelo Estatuto da
Criança e do Adolescente.
Gabarito letra C

2020
Uma mulher de 45 anos de idade comparece à Unidade de Saúde da Família do seu
bairro pedindo atendimento de urgência devido a fortes dores nos braços e costas.
A paciente já realiza acompanhamento regular por quadro depressivo de difícil
controle, iniciado há 4 meses. Foi referenciada a um Centro de Atenção
Psicossocial, porém, ainda não conseguiu agendamento. Em seu exame físico,
constatou-se a presença de hematomas e de escoriações em membros superiores e
na região lombar. Ao final da consulta, confidencia sofrer agressões físicas
frequentes pelo marido. Nesse caso, a conduta médica indicada será

(A) acionar a polícia sobre violência intradomiciliar à mulher e planejar uma


intervenção familiar.
(B) realizar encaminhamento à psiquiatria, pois na Atenção Primária à Saúde não é
possível manejar esse caso.
(C) solicitar avaliação pela equipe do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF),
que decidirá o melhor plano terapêutico.
(D) agendar consulta compartilhada com a equipe do NASF para decisão de
abordagens interprofissionais.
Gabarito letra D

2021
Uma equipe de saúde da família atua em uma unidade básica de saúde situada na
zona periférica de uma cidade com mais de 800 000 habitantes. No último mês, foi
evidenciado aumento no número de casos de diarreia entre crianças de 2 a 5 anos
que frequentam a creche pública de um bairro. A equipe de saúde da família desse
local analisa que, no último ano, têm sido recorrentes os casos de diarreia entre
crianças da área, inclusive, em alguns casos, com necessidade de internação
hospitalar. Dentre os casos, observam que eles se concentram naquelas famílias
que não são da área de cobertura da equipe de saúde da família. No bairro onde se
localiza a creche, 20% dos domicílios possuem abastecimento de água tratada, 10%
com esgoto sanitário, sem coleta regular de lixo nos domicílios, sendo os esgotos e
lixos acumulados das casas ou jogados no córrego, a céu aberto, que corta o bairro.
Em relação à situação acima descrita, assinale a alternativa correta em relação ao
processo saúde-doença e os determinantes de saúde envolvidos no caso.

A) O aumento no número de casos de diarreia na creche tem como principal fator a


virulência da bactéria e, por se tratar de um caso recorrente, a equipe de saúde da
família poderia atuar com medidas medicamentosas profiláticas direcionadas ao
agente etiológico.

52 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

B) A educação em saúde na creche, com os profissionais da educação e com a


comunidade, teria papel importante na melhoria das condições sanitárias da
comunidade; é uma estratégia suficiente para o combate de surtos.
C) A falta de acesso aos serviços de saúde e de acompanhamento regular com a
equipe de saúde da família é um fator associado ao desfecho desfavorável dos
casos, com aumento de quadros graves de diarreia com necessidade de internação
hospitalar.
D) A adoção de medidas como uso de hipoclorito na água e de filtros nos bebedores
escolares é a principal medida para combate à transmissão dos agentes etiológicos
que cursam com quadros de diarreia, diminuindo assim a incidência de casos na
creche.
Gabarito letra C

2021
Atuando como médico da equipe de Estratégia de Saúde da Família, durante a
pandemia da COVID-19, e seguindo o “Protocolo de Manejo Clínico do Coronavírus
(COVID-19) na Atenção Primária à Saúde”, publicado pelo Ministério da Saúde,
adotou-se o “Fast-Track para Síndrome Gripal”, sendo este um método derivado de
protocolo de triagem em emergências. Com relação a esse protocolo,

A) o médico deve classificar a gravidade e verificar condições clínicas de risco que


indicam encaminhamento do paciente para centro de referência/atenção
especializada.
B) deve ser adotado por Unidades Básicas de Saúde ou Unidades de Pronto
Atendimento, que são referências para atendimento de sintomáticos respiratórios,
com objetivo de avaliar indicação de internação em Unidade de Terapia Intensiva.
C) ele substitui o protocolo de Manchester, devendo ser utilizado no acolhimento
pelos profissionais de enfermagem, a fim de definir o acesso do paciente à Unidade
Básica de Saúde ou seu encaminhamento para Unidade de Pronto Atendimento.
D) trata-se de fluxograma de uso exclusivo de médicos e enfermeiros, visando a
avaliar a gravidade do paciente, a indicação de isolamento com precaução de
contato e a necessidade de encaminhamento para atenção hospitalar de referência.
Gabarito letra A

Atestado de Óbito
2012
A declaração de óbito é um documento do Sistema de Informações sobre
Mortalidade e tem por objetivo cumprir as exigências legais de registro de óbitos,
cumprir os princípios de cidadania e servir como fonte de informações estatísticas
de saúde. A declaração de óbito compõe os serviços de Vigilância em Saúde. Em
qual das seguintes situações será necessária investigação compulsória pela equipe
de vigilância de óbitos, por meio de comitê específico para esse fim, em conjunto
com a equipe da atenção primária?

A) Adolescente com óbito por uso de drogas.


B) Idoso vítima de violência domiciliar .
C) Criança que morreu no domicílio.

53 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

D) Adulto no ambiente de trabalho.


E) Mulher em idade fértil.
Gabarito letra C

2013
Mulher com 81 anos de idade, fumante há 60 anos, deu entrada em hospital geral
com quadro de dispneia intensa, que evoluiu para óbito dois dias após a internação.
Na admissão, fez-se o diagnóstico de embolia pulmonar e trombose venosa profunda
em membro inferior direito. O preenchimento adequado da declaração de óbito é
(VER IMAGEM):

A) Parte I: a. embolia pulmonar; b. trombose venosa profunda; c. tabagismo. Parte II:


(sem preenchimento).
B) Parte I: a. dispneia intensa; b. trombose venosa profunda; c. tabagismo. Parte II:
embolia pulmonar.
C) Parte I: a. embolia pulmonar; b. trombose venosa profunda. Parte II: tabagismo.
D) Parte I: a. dispneia intensa; b. trombose venosa profunda. Parte II: tabagismo.
E) Parte I: a. trombose venosa profunda. Parte II: embolia pulmonar.

Gabarito letra C

2013
Homem com 76 anos de idade, portador de insuficiência cardíaca terminal e doença
coronariana, é acompanhado pelo médico da Equipe de Saúde da Família há dois
anos, com visitas domiciliares periódicas. Durante o seu turno de trabalho na
Unidade de Saúdecda Família, os familiares procuram o médico e informam que o
paciente acabara de falecer em seu domicílio. O procedimento em relação à emissão
da declaração de óbito e ao preenchimento da causa básica do óbito é:

A) preencher a declaração e entregar aos familiares, identificando insuficiência


cardíaca congestiva como causa básica do óbito.
B) acionar o IML (Instituto Médico Legal); o legista deverá declarar “falência múltipla
de órgãos” como causa básica do óbito.
C) acionar o SVO (Sistema de Verificação de Óbitos); o legista deverá declarar
insuficiência coronariana como causa básica do óbito.
D) acompanhar os familiares ao domicílio e constatar o óbito o mais breve possível;
declarar miocardiopatia isquêmica como causa básica do óbito.

54 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

E) acionar o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência); o médico deverá


declarar “causa da morte desconhecida” como causa básica do óbito.
Gabarito letra D

2013
Mulher com 18 anos de idade, solteira, primigesta, decidiu interromper sua gravidez
indesejada, procurando uma clínica clandestina de aborto. Após o procedimento, a
paciente foi liberada para casa com fortes dores pélvicas. Não procurou
atendimento imediato com medo de ser discriminada, ou mesmo presa, por ter feito
um aborto ilegal. Após três dias, com febre alta e fortes dores, procurou a
Maternidade, onde foi internada com diagnóstico de abortamento infectado. A
despeito do tratamento antimicrobiano, o quadro clínico da paciente deteriorou e ela
evoluiu em 48 horas para um quadro de abdome agudo. Foi realizada laparotomia
exploradora, sendo evidenciadas diversas perfurações em alças intestinais, com
presença de material fecaloide e purulento em cavidade peritoneal, sendo a
paciente tratada com sutura intestinal e limpeza exaustiva da cavidade.
Encaminhada à Unidade de Terapia Intensiva, a paciente não teve melhora, tendo
sido submetida à histerectomia abdominal total dois dias após. No pós-operatório,
evoluiu com choque séptico, necessitando da introdução de drogas vasoativas.
Permaneceu mais 50 dias internada, evoluindo com insuficiência renal e falência
múltipla de órgãos, vindo a falecer 60 dias após a realização do aborto. Ao analisar
esse óbito, o médico responsável pelo Comitê de Prevenção e Controle da
Mortalidade Materna deve atestar que:

A) se trata de morte materna de causa evitável decorrente de erro médico, devido a


perfurações uterinas, que causam peritonite e sepse.
B) não é caso de morte materna, pelo fato de o óbito ter ultrapassado 42 dias após o
término da gestação.
C) se trata de morte materna de causa obstétrica indireta devido a complicações
infecciosas na gravidez.
D) se trata de morte materna de causa obstétrica direta devido a complicações do
abortamento.
E) se trata de morte materna de causa inevitável devido a quadro séptico
generalizado.
Gabarito letra D

2014
Um homem com 76 anos de idade, professor aposentado, residente numa cidade do
interior do Ceará, a 200 km da capital, Fortaleza, é portador de câncer do reto, com
metástases para fígado e pulmão, após dois anos de evolução da doença. Fez
tratamento na capital, onde foi submetido a duas cirurgias e quimioterapia,
finalizada há cerca de três meses. Desde então, vem recebendo atendimento médico
domiciliar em sua cidade de origem, pela equipe de Unidade Básica de Saúde (UBS)
local. A família procura o médico da Unidade informando que, após sua última visita,
o paciente evolui com piora gradativa de falta de ar, vindo a falecer no domicílio há
poucas horas. O atestado de óbito desse paciente deve ser fornecido pelo

A) Instituto Médico Legal.

55 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

B) Serviço de Verificação de Óbito.


C) médico da UBS que atendeu o paciente na fase terminal da doença.
D) médico oncologista que conduziu o tratamento no Serviço de Oncologia da
capital.
Gabarito letra C

2014
Um homem, com 36 anos de idade, era acompanhado há vários meses na Unidade
Básica de Saúde em decorrência de tuberculose. Nesse período, foi também
diagnosticado com o vírus HIV. Não houve nenhuma outra manifestação até dez
meses atrás, quando começou a apresentar febre, emagrecimento intenso e muita
tosse. Com a piora da sintomatologia há três dias necessitou de internação
hospitalar com urgência apresentando quadro de broncopneumonia confirmado
radiologicamente. Com o agravamento progressivo do quadro clínico, entrou em
insuficiência respiratória, vindo a falecer após sucessivas paradas
cardiorrespiratórias. Não foi realizada autópsia. Qual causa básica da morte deve
constar na declaração de óbito desse paciente? (Causas da Morte - Parte I - item d)?

A) Insuficiência respiratória.
B) Broncopneumonia.
C) Tuberculose.
D) AIDS.
Gabarito letra D

2015
Uma mulher de 23 anos de idade foi admitida na Emergência em trabalho de parto,
com ruptura de bolsa uterina. Ela estava na 40ª semana de gestação e com pressão
arterial 170 x 100 mmHg. Duas horas após o parto, apresentou crise convulsiva,
sendo controlada com medicação. Uma hora depois, apresentou nova crise
convulsiva, que evoluiu para coma, seguido de parada cardíaca irreversível e óbito.
A figura a seguir apresenta o formulário relativo ao atestado de óbito. (VER IMAGEM)
Como se deve preencher adequadamente o atestado de óbito?

A) Parte I: a- coma; b- crise convulsiva; c- crise hipertensiva. Parte II: (sem


preenchimento).

56 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

B) Parte I: a- parada cardíaca ; b- coma ; c- edema cerebral; d- crise convulsiva.


Parte II: eclâmpsia.
C) Parte I: a- parada cardíaca ; b- coma; c- crise convulsiva; d- crise hipertensiva.
Parte II: hipertensão
D) Parte I: a- coma; b- edema cerebral; c- crise convulsiva; d- eclâmpsia no
puerpério. Parte II: gestação de 40 semanas.
Gabarito letra D

2015
Um paciente de 32 anos teve trauma raquimedular após mergulho em água rasa,
ficando tetraplégico. Esteve internado por mais três meses na Unidade de Terapia
Intensiva devido à dependência da ventilação mecânica. Nos cem dias de
internação, teve diversos quadros de infecção hospitalar por bactérias e fungos
tratados adequadamente. No último quadro, a hemocultura mostrou Klebsiella
pneumoniae multi-resistente (KPC) e o paciente evoluiu com insuficiência múltipla de
órgãos e faleceu. Em meio à grande comoção familiar e dos amigos, o médico decide
conversar sobre o atestado de óbito e descobre que o desejo do paciente era ser
cremado. A orientação correta nesse caso é:

A) liberar o corpo diretamente para o crematório mediante Constatação do Óbito.


B) solicitar o encaminhamento do corpo para o Serviço de Verificação de Óbito para
averiguação da causa principal da morte.
C) solicitar o encaminhamento do corpo para o Instituto Médico Legal, pois a morte
ocorreu em decorrência de uma causa externa.
D) liberar o corpo para funerária com a assinatura do atestado de óbito tendo como
causa principal a insuficiência de múltiplos órgãos e sistemas.
Gabarito letra C

2016
Um médico da Unidade Básica de Saúde recebeu do Agente Comunitário de Saúde o
comunicado de óbito de um paciente que o médico acompanhava, vítima de
atropelamento. No local do ocorrido, já estava presente uma equipe do Serviço de
Atendimento Móvel de Urgência. Nessa situação, o atestado de óbito deve ser
preenchido pelo médico

A) do hospital de referência.
B) da Unidade Básica de Saúde.
C) do Instituto Médico Legal local.
D) do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência.
Gabarito letra C

Programas de saúde
2014
Um paciente com 21 anos de idade, servente de pedreiro, vem à Unidade Básica de
Saúde (UBS) acompanhado pela mãe, que refere estar preocupada com o
comportamento do filho. No acolhimento pela enfermeira, a mãe informa que o filho
tem chegado em casa embriagado, o que ocasiona faltas no trabalho. O filho, que
apresenta hálito alcoólico, minimiza o relato da mãe e afirma que isso acontece

57 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

poucas vezes. O paciente não apresenta sinais de alteração da marcha ou da fala.


Considerando as diretrizes gerais do Sistema Único de Saúde (SUS), as atribuições
da atenção básica e a Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), nesse momento, o
paciente deveria ser submetido à avaliação:

A) no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) AD (álcool e Drogas).


B) no Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF).
C) na Unidade de Pronto Atendimento (UPA).
D) na própria Unidade Básica de Saúde.
Gabarito letra D

2014
No Brasil, de acordo com a Política Nacional de Atenção Básica, compete
especificamente ao médico:

A) realizar atividades programadas e de atenção à demanda espontânea.


B) acompanhar, por meio de visitas domiciliares, todas as famílias que procuram a
Unidade Básica de Saúde.
C) planejar, gerenciar e avaliar as atividades desenvolvidas pelo Agente Comunitário
de Saúde.
D) cadastrar todas as pessoas de sua área no território e manter os cadastros
atualizados.
Gabarito letra A

2013
Rapaz com 15 anos de idade, portador de cirrose biliar primária, com classificação
MELD igual a 32, encontra-se na fila de transplantes do Sistema Único de Saúde
(SUS). Seu pai, com 40 anos de idade, saudável, deseja antecipar o transplante. A
orientação adequada para essa situação é:

A) não há possibilidade de acelerar o transplante, pois o paciente é menor de idade


e tem uma avaliação de menor gravidade clínica.
B) o transplante somente poderá ser antecipado se houver um doador com morte
cerebral comprovada e consentimento da família.
C) o transplante poderá ser acelerado, pois o quadro clínico do paciente é grave e a
doação intervivos pelo pai é consentida.
D) em hipótese alguma o transplante poderá ser antecipado, pois, para a fila do SUS,
os critérios são bem definidos e éticos.
E) o transplante poderá ser antecipado somente com doador falecido HLA idêntico
ou semi-idêntico.
Gabarito letra C

2015
A equipe de gestão de uma Secretaria Municipal de Saúde, ao implantar uma
Unidade de Saúde da Família (USF) em uma área de vulnerabilidade social, reuniu-se
para organizar sua agenda de modo a cumprir a Política Nacional de Atenção Básica
(PNAB). Considerando os aspectos organizativos e de gestão dessa política, são
responsabilidades do trabalho dessa equipe:

58 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

A) garantir que o horário diário de funcionamento das Unidades de Saúde da Família


tenha o mesmo padrão em todos os territórios.
B) dialogar com a comunidade acerca das características e organização do serviço,
de modo a estabelecer sua efetiva implantação.
C) garantir atendimento e cadastramento a todos os indivíduos que procuram a USF,
independentemente do seu local de moradia.
D) oferecer serviços com densidade tecnológica variada e de baixa complexidade,
capazes de captar usuários mais resistentes e garantir resolutividade.
Gabarito letra B

2015
Em razão do aparecimento de casos autóctones de febre amarela em um município,
foi necessário realizar vacinação de bloqueio para evitar a disseminação da doença.
A aplicação da vacina foi feita por técnicos do Ministério da Saúde, as seringas e
vacinas foram adquiridas com recursos do município e o Estado ao qual pertence o
município participou com a garantia da realização de análises laboratoriais de
interesse da Vigilância. Analisando esse evento, segundo as atribuições de
participação dos entes federativos no SUS (Lei n° 8.080, de 19 de setembro de 1990
e Portaria n° 1.378, de 9 de Julho de 2013), é correto afirmar-se que

A) as participações do Município, Estado e União estão de acordo com os princípios,


diretrizes e legislação do SUS.
B) apenas a participação do Município na campanha de vacinação está de acordo
com os princípios, diretrizes e legislação do SUS.
C) apenas a participação da União na campanha de vacinação está de acordo com
os princípios, diretrizes e legislação do SUS.
D) apenas a participação do Estado na campanha de vacinação está de acordo com
os princípios, diretrizes e legislação do SUS.
Gabarito letra D

2016
A Organização Mundial de Saúde lançou, em 2004, o programa Aliança Mundial para
a Segurança do Paciente, que conclama todos os países-membros a adotarem
medidas para assegurar a qualidade e a segurança da assistência prestada nas
unidades de saúde. Nesse contexto, assinale a alternativa em que é apresentada
orientação do Protocolo de Segurança na Prescrição, Uso e Administração de
Medicamentos.

A) Quando a ordem verbal for absolutamente necessária, o prescritor deve falar o


nome, a dose e a via de administração do medicamento de forma clara e quem
receber a ordem verbal deve repetir em voz alta o que foi dito e receber confirmação
do prescritor antes de administrar o medicamento.
B) Deve ser utilizada a abreviatura NI (não identificado) na prescrição de pacientes
que são admitidos nas unidades de saúde sem possibilidade de identificação, como
em casos de emergências e situações de catástrofe.
C) A prescrição de medicamentos de uso crônico pode ser feita, desde que a doença
já esteja bem controlada, com acréscimo da expressão "uso contínuo", sem a
necessidade de indicação da duração do tratamento.

59 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

D) Nas prescrições ambulatoriais, deverão ser registradas todas as orientações


acerca do modo de utilização do medicamento, podendo as recomendações não
farmacológicas serem realizadas de forma verbal.
Gabarito letra A

2017
A segurança dos pacientes nos sistemas nacionais de saúde é uma importante
preocupação mundial. A Organização Mundial de Saúde (OMS) criou, em 2004, a
Aliança Mundial pela Segurança do Paciente. No Brasil, o Ministério da Saúde
instituiu, em 2013, o Programa Nacional de Segurança do Paciente. Com relação a
esse tema, é correto afirmar que

A) a cultura da segurança é uma filosofia institucional que parte do pressuposto de


que a notificação de erros durante a assistência prestada aos pacientes é a
condição necessária ao desenvolvimento da política pública.
B) os chamados erros latentes são atos inseguros, cometidos por quem está
atuando em contato direto com o sistema, enquanto erros ativos são atos ou ações
evitáveis dentro do sistema a partir do processo de gestão.
C) o sistema de notificação de incidentes da segurança do paciente, para ser
efetivo, deve apresentar características como: ser não punitivo, confidencial,
independente e orientado para a solução dos problemas identificados.
D) a formulação de planos de segurança para o paciente durante a prestação dos
serviços de saúde demanda a criação de novos instrumentos para medir a
segurança em cada estabelecimento médico.
Gabarito letra C

2020
Uma paciente com 45 anos de idade apresenta queixa de astenia, mal-estar e tosse
seca persistente. Ela procurou assistência médica em Unidade Básica de Saúde. Em
seu exame físico, notou-se adenomegalia cervical bilateral, sem outros achados. Foi
realizada a radiografia de tórax,
conforme exibido na imagem. No
atendimento ambulatorial, foi
realizada a biópsia de um dos
nódulos que revelou células
gigantes, multinucleadas em
aspecto de “olhos de coruja” e do
subtipo esclerose nodular.
Radiografia de tórax De acordo com
os achados radiográficos e
histopatológicos, a conduta indicada
é encaminhar a paciente para

(A) rede UNACON/CACON de


assistência oncológica.
(B) hospital terciário para
tratamento especializado em
Infectologia.

60 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

(C) hospital terciário para tratamento especializado em Cirurgia Torácica.


(D) hospital terciário para tratamento especializado em Cirurgia de Cabeça e
Pescoço.
Gabarito letra A

2021
Em 2006, foi implantada a Política Nacional de Práticas Integrativas e
Complementares (PNPIC) no SUS. De acordo com essa política, é correto afirmar
que

A) o seu campo de atuação envolve sistemas médicos simplificados com a utilização


de recursos terapêuticos simples.
B) estimula mecanismos naturais de tratamento de algumas doenças e recuperação
da saúde com utilização de tecnologias frágeis e nem sempre seguras.
C) limita o acesso à tecnologia de ponta e aumenta o número de atendimentos nas
unidades, contribuindo para ampliar a resolubilidade do sistema.
D) compartilha da visão ampliada do processo saúdedoença e a promoção global do
cuidado humano, especialmente do autocuidado.
Gabarito letra D

Preenchimento da C.A.T.
2013
Maquinista de ferrovia, com 36 anos de idade, comparece à Unidade Básica de
Saúde com história de lombalgia há seis meses, de início insidioso, com piora
progressiva e, mais recentemente, irradiação para o membro inferior esquerdo. Ao
exame, notam-se discreta claudicação, supradesnivelamento da escápula esquerda,
contratura muscular subescapular e lombar ipsilateral, limitação da flexoextensão
da coluna, com retorno lento à ortostase após fácies de dor. O sinal de Lasègue é
positivo. Perguntado sobre suas atividades profissionais, informa que trabalha em
ambiente muito quente (próximo à caldeira da locomotiva) e ruidoso, e que a sua
tarefa mais frequente é alimentar a caldeira com movimentos repetidos, quando
permanece com o tronco abaixado. Sobre a responsabilidade de emissão de
Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) neste caso, é correto afirmar que:

A) o médico da Unidade Básica de Saúde deve emitir a CAT.


B) o médico da Unidade Básica de Saúde deve elaborar relatório detalhado, que
permita ao médico do trabalho da ferrovia emitir a CAT.
C) o médico do trabalho da ferrovia já teria emitido a CAT, se houvesse indicação,
portanto o médico da Unidade Básica de Saúde nada tem a acrescentar.
D) a emissão da CAT pode ser assumida pelo médico da Unidade Básica de Saúde,
desde que uma ressonância nuclear magnética comprove patologia discal lombar
ocupacional.
E) o perito médico previdenciário do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é
competente para emitir a CAT, e o médico da Unidade Básica de Saúde deve
elaborar relatório para encaminhamento à Previdência Social.
Gabarito letra A

2014
Uma mulher com 31 anos de idade, auxiliar de cozinha, comparece à Unidade Básica

61 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

de Saúde necessitando de ajuda para solicitar o auxílio-doença ao Instituto Nacional


de Seguridade Social (INSS). Informa que há três dias fraturou o ombro direito, no
trabalho, quando escorregou no piso que estava lavando e caiu sobre o referido
braço. Na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), seu braço e ombro foram
imobilizados. A empresa em que trabalha negou a emissão de Comunicação de
Acidente do Trabalho (CAT) por julgar que o acidente ocorreu por negligência da
paciente. Com base nessas informações, o médico que atua na Atenção Primária à
Saúde (APS):

A) não poderá emitir atestado médico para a concessão de benefícios


previdenciários, por não ter competência de médico-perito.
B) poderá emitir atestado médico para a concessão de benefícios previdenciários e
deverá fazê-lo após o exame direto do paciente.
C) poderá emitir a CAT e o atestado médico para a concessão de benefícios
previdenciários, que deverão ser completamente acatados pelo médico-perito do
INSS.
D) não poderá emitir atestado médico para a concessão de benefícios
previdenciários, por não ter atendido a paciente no momento do acidente, sendo a
emissão da CAT de responsabilidade da empresa empregadora.
Gabarito letra B

Malária
2013
Homem com 29 anos de idade reside em cidade de grande porte da região Sudeste,
onde trabalha como administrador de empresas. No próximo final de semana, vai
viajar para um município da região Norte. Preocupado com as informações sobre a
ocorrência de malária na região, procurou a Unidade Básica de Saúde para receber
orientações quanto à profilaxia da malária. Na consulta com o médico, não relatou
nenhum problema de saúde e informou que iria permanecer no município por dez
dias. O médico da Unidade Básica de Saúde explicou a ele a forma de transmissão
da malária, os sintomas da doença e orientou quanto à profilaxia. A orientação
adequada a esse usuário é:

A) Não viajar, uma vez que a quimioprofilaxia deve ser iniciada uma semana antes da
chegada na zona de transmissão de malária e não haveria tempo hábil para que a
quimioprofilaxia fosse capaz de oferecer proteção no dia de sua chegada.
B) Especificar as medidas de proteção individual e prescrever a quimioprofilaxia
com a combinação de atovaquona + proguanil para reduzir o risco de efeitos
colaterais.
C) Orientar quanto às medidas de proteção individual e prescrever a
quimioprofilaxia com mefloquina, 250 mg semanalmente, iniciando imediatamente o
uso do medicamento.
D) Informar sobre as medidas de proteção individual e prescrever quimioprofilaxia
com dois comprimidos de cloroquina por semana durante o período em que
permanecer na área com transmissão de malária.
E) Orientar quanto às medidas de proteção individual como: não se aproximar de
áreas de risco após o entardecer e logo ao nascer do dia; usar roupas claras e de

62 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

mangas longas; aplicar repelentes nas partes do corpo expostas e utilizar


mosquiteiro para dormir.
Gabarito letra E

2014
Um homem com 24 anos de idade, geólogo, irá viajar em expedição na Amazônia
Legal daqui a 20 dias, onde deverá passar cerca de dois meses em localidades
diferentes, coletando amostras de solo para sua tese de doutorado. Ele procurou a
Unidade Básica de Saúde do seu bairro para orientações sobre a profilaxia da
malária. Qual é a conduta adequada neste momento para garantir a segurança do
paciente?

A) Solicitar ao paciente o seu itinerário e pedir que ele retorne em dois dias para que
seja informado acerca da conduta adequada, pois a estimativa do risco do viajante
adquirir malária no destino deve levar em consideração a Incidência Parasitária
Anual (IPA).
B) Orientar o paciente a vacinar-se pelo menos dez dias antes da viagem, tendo em
vista que, apesar de a malária ser uma doença grave sem tratamento específico,
possui uma vacina segura e eficaz. Informar que não é necessário tomar a vacina se
ele já foi vacinado nos últimos dez anos e orientá-lo a levar o cartão de vacinação na
bagagem.
C) Orientar o paciente a tomar as seguintes medidas de proteção contra picadas de
mosquitos: uso de roupas claras e com manga longa; uso de mosquiteiro
impregnado com piretroides e uso de repelentes à base de dietilmetaloamida
(DEET), principalmente ao amanhecer e ao pôr do sol.
D) Informar ao paciente que a medida de prevenção mais segura contra a malária é a
quimioprofilaxia (QPX), que consiste no uso de drogas antimaláricas em doses
subterapêuticas. O esquema não previne, no entanto, infecção pelo Plasmodium sp
ou recaídas por P. vivax ou P. ovale.
Gabarito letra A

Febre Amarela
2013
Médica com 24 anos de idade, recém-formada em escola do Sudeste brasileiro, foi
convocada pelo Exército para servir, durante o próximo ano, na base da segunda
maior e mais populosa cidade do Acre, na Região Norte do país. Ela comparece à
Unidade Básica de Saúde para se vacinar contra febre amarela. Como o médico
deve orientar a paciente?

A) Como a viagem irá durar mais de seis meses, não está indicada a vacinação
contra febre amarela, somente a adoção de medidas preventivas contra picadas de
insetos, principalmente durante a noite.
B) Orientação sobre o acesso à rede de serviços de diagnóstico e tratamento da
malária na área onde ela irá morar, além de procurar os serviços de saúde, tão logo
identifique algum sintoma.

63 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

C) Não existe indicação de vacinação, e sim de quimioprofilaxia para malária, com


doxiciclina, mefloquina e cloroquina. Iniciar um dia antes da viagem e manter até
quatro semanas após o retorno.
D) Indicar a vacinação contra febre amarela pelo menos dez dias antes da viagem.
Não é necessário tomar a vacina se já foi vacinada nos últimos dez anos. Orientar
sobre a importância de portar cartão de vacinação durante a viagem.
E) Como viverá em área endêmica, deverá receber reforço vacinal a cada cinco
anos. Orientar sobre a importância de portar cartão de vacinação durante a viagem.
Gabarito letra D

2015
Uma mãe e seu recém-nascido (RN) comparecem à Unidade Básica de Saúde em
busca de orientações quanto à prevenção da febre amarela, pois viajarão para área
endêmica da doença no mês seguinte. A mãe quer informações sobre imunização e
deseja saber se a amamentação poderá ser mantida após ela ter recebido a vacina.
Nessa situação, deve ser esclarecido que

A) a mãe e o recém-nascido deverão ser vacinados e a amamentação deverá ser


suspensa por 8 dias após a vacinação.
B) a mãe deverá ser vacinada antes da viagem e a amamentação deverá ser
suspensa, temporariamente, por 14 dias.
C) a mãe deverá ser vacinada com, no mínimo cinco dias de antecedência em
relação à viagem e a amamentação deverá ser suspensa por 8 dias.
D) a vacina é constituída de fragmentos de vírus mortos, não havendo, portanto,
contraindicações à aplicação no recém-nascido e na puérpera, o que justifica a
manutenção da amamentação.
Gabarito letra B

2017
A figura abaixo apresenta a distribuição espacial dos casos de febre amarela
confirmados e em investigação pela Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério
da Saúde do Brasil até o dia 06 de abril de 2017, com início dos sintomas a partir de
1º de dezembro de 2016. (Conforme imagem no caderno de questões) Considerando
a situação epidemiológica da febre amarela apresentada nos mapas, no período
analisado, assinale a opção correta no que se refere às mudanças nas áreas de
recomendação de vacinação.

64 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

A) Intensificação das estratégias de vacinação de forma seletiva nos estados de


Minas Gerais e Paraná, anteriormente áreas sem recomendação de vacinação
contra a febre amarela.
B) Determinação do estado de São Paulo como área com recomendação temporária
de vacinação, anteriormente uma área sem recomendação de vacinação contra a
febre amarela.
C) Intensificação da vacinação em municípios afetados pela febre amarela no estado
do Rio de Janeiro, mantido como área com recomendação permanente de
vacinação.
D) Determinação da maioria dos municípios do estado do Espírito Santo como áreas
indicadas para a recomendação temporária de vacinação contra a febre amarela.
Gabarito letra D

Letalidade/Mortalidade/Incidencia
2013
No final do ano passado, um médico foi contratado pela Secretaria Estadual de
Saúde para trabalhar numa Unidade de Saúde dentro do presídio da capital. Para
estabelecer uma estratégia de controle da tuberculose, solicitou os dados
registrados no Ambulatório da unidade. Os dados encontrados revelam que, em
julho de 2012, existiam 240 casos de tuberculose em tratamento e ao longo do
período foram notificados 60 novos casos, 12 óbitos e 40 pacientes obtiveram alta
por cura. A população prisional no ano de 2012 era de cerca de 2.400 presos. Nesse
cenário, qual a taxa de letalidade de tuberculose, em 2012, nesse presídio?

A) 1,0%.
B) 4,2%.
C) 5,0%.
D) 6,0%.
E) 10,0%.
Gabarito letra C

2015
O gráfico a seguir mostra a evolução da mortalidade infantil em determinada região,
ao longo do tempo, discriminando seus dois compontentes: a mortalidade infantil
neonatal e a mortalidade infantil pós-neonatal ou tardia. (VER IMAGEM). A análise do
gráfico revela o padrão de evolução de uma região:

65 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

A) em desenvolvimento, com queda da mortalidade infantil representada pela linha


verde, às custas do componente neonatal (linha azul) e pós-neonatal (linha
vermelha).
B) desenvolvida, com estabilização da mortalidade infantil representada pela linha
azul, às custas dos componentes neonatal (linha verde) e pós-neonatal (linha
vermelha).
C) em desenvolvimento, com queda da mortalidade infantil representada pela linha
vermelha, às custas do componente neonatal (linha verde) e pós-neonatal (linha
azul).
D) desenvolvida, com a mortalidade infantil representada pela linha vermelha, às
custas dos componentes neonatal (azul) e pós-neonatal (linha verde).
Gabarito letra A

2015
Na Enfermaria de um quartel militar constatou-se um aumento súbito de casos de
afecções entéricas. Foram identificados 180 indivíduos adultos, do sexo masculino,
que apresentaram às 14h (mediana do tempo de início dos sintomas) do dia 13 de
janeiro de 2015, quadro de diarreia frequente e não volumosa, contendo pus ou
sangue, dores abdominais intensas e febre. Não foram detectados casos de maior
gravidade. Todos os doentes haviam participado de um jantar comemorativo
ocorrido no quartel no dia anterior. Estavam presentes no jantar 220 pessoas. Após
a investigação, o fato foi considerado um Surto de Doença Diarreica Aguda por
transmissão alimentar. Duas possíveis fontes de infecção foram identificadas,
conforme tabela a seguir: (VER IMAGEM) Analisando os dados do surto epidêmico e
a tabela acima, é correto concluir-se que:

A) a ingestão de frango associada à ingestão de ovos diminuiu a probabilidade de


adoecimento durante o surto epidêmico avaliado.
B) o ovo pode ser apontado como o alimento com maior probabilidade de ser a fonte
de contaminação do surto epidêmico descrito
C) a ingestão de frango associada à ingestão de ovos aumentou a probabilidade de
adoecimento durante o surto epidêmico avaliado.
D) o frango pode ser apontado como o alimento com maior probabilidade de ser a
fonte de contaminação do surto epidêmico descrito.
Gabarito letra B

2016
O gráfico a seguir (VER IMAGEM) mostra a evolução da taxa de incidência de sífilis
congênita em menores de 1 ano de idade, por mil nascidos vivos, no Brasil e em suas
regiões, entre 2004 e 2013. Considerando os dados epidemiológicos apresentados
no gráfico acima e a realidade brasileira no período avaliado, é correto afirmar que a
sífilis congênita no país apresenta

66 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

A) Taxas de incidência crescentes devido à busca ativa de gestantes para o pré-


natal e, consequentemente, ao diagnóstico precoce da doença na gestante.
B) Taxas de incidência crescentes devido ao baixo índice de tratamento adequado à
gestante durante o pré-natal, o que reflete na manutenção da cadeia de transmissão
vertical da doença.
C) Situação epidemiológica controlada, sendo o aumento verificado na taxa de
incidência da doença nos últimos anos devido à melhora no sistema de notificação
compulsória da doença.
D) Situação epidemiológica controlada, sendo o aumento verificado na taxa de
incidência da doença nos últimos anos devido ao aumento na captação e diagnóstico
das gestantes a partir da expansão da cobertura de atenção primária.
Gabarito letra B

2016
Em 1993, a tuberculose passou a ser reconhecida pela Organização Mundial da
Saúde como uma emergência global, tendo sido inserida nas políticas da saúde
internacionais. Em 2000, a
meta de reduzir o coeficiente
de incidência da doença até
2015 foi contemplada nos oito
Objetivos de Desenvolvimento
do Milênio (ODM) da
Organização das Nações
Unidas. O gráfico abaixo
apresenta a evolução do
coeficiente de incidência de
tuberculose, no período de
1990 a 2013, no Brasil e em
alguns outros países (VER
IMAGEM). Assinale a
alternativa que apresenta a
correta análise do gráfico
acima, no contexto da série
de dados apresentada.

67 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

A) O Brasil e mais 4 países alcançaram a meta dos ODM, tendo sido Cuba o país com
maior percentual de queda de incidência da tuberculose.
B) O Brasil e mais 4 países alcançaram as metas dos ODM, tendo sido o Japão o país
o país com maior percentual de queda de incidência da tuberculose.
C) O Brasil e mais 5 países alcançaram as metas dos ODM, tendo sido o Equador o
país com maior percentual de queda de incidência da tuberculose.
D) O Brasil e mais 5 países alcançaram as metas dos ODM, tendo sido Portugal o
país com maior percentual de queda da incidência de tuberculose.
Gabarito letra C

2020
O quadro a seguir apresenta os dados sobre a mortalidade nas capitais brasileiras
por COVID-19 e a população que vive com menos de US$ 5,5 por dia, faixa que define
a linha da pobreza, segundo o Banco Mundial.

Com base nas informações do quadro apresentado, assinale a alternativa correta.

(A) As capitais com as maiores taxas de mortalidade por COVID-19 possuem maior
população estimada, indicando maior concentração demográfica e, portanto, maior
risco de contágio.
(B) Não há associação entre a mortalidade por COVID-19 e a taxa de população mais
pobre, pois a ocorrência de morte pela doença se relaciona à idade e à presença de
comorbidades.
(C) Há grande diferença na mortalidade por COVID-19, sendo mais elevada onde é
maior a proporção de pessoas mais pobres, o que reforça a determinação social da
saúde.

68 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

(D) As capitais com maiores taxas de mortalidade por COVID-19 apresentam


menores proporções de pessoas com rendimento familiar abaixo da linha da
pobreza.
Gabarito letra C

2021
A figura a seguir apresenta a mortalidade proporcional por alguns grupos de causa
no sexo masculino e em grupos etários selecionados

Com base nos dados demonstrados nos gráficos, concluise que

A) as agressões e as causas externas de intenção indeterminada são responsáveis


por pelo menos 50% dos óbitos ocorridos na faixa etária de 15 a 29 anos.
B) na faixa etária dos 60 anos e mais, a mortalidade proporcional por doença
isquêmica do coração é menor do que a faixa etária de 30 a 59 anos.
C) as doenças respiratórias, na faixa etária de 60 anos e mais, causam mais óbitos
do que as doenças do aparelho circulatório.
D) atividades educativas visando reduzir o consumo excessivo de bebidas alcoólicas
teria menor impacto nos indicadores de mortalidade relativos às faixas etárias de 15
a 59 anos que na faixa etária de 60 anos ou mais.
Gabarito letra A

69 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

2021
Segundo a Política Nacional da Atenção Básica (2017), como atribuição comum a
todos os membros das equipes que atuam na Atenção Primária em Saúde, inclusive
ao médico, consta: “Realizar busca ativa de internações e atendimentos de
urgência/emergência por causas sensíveis à Atenção Básica, a fim de estabelecer
estratégias que ampliem a resolutividade e a longitudinalidade pelas equipes que
atuam na Atenção Básica”. Considerando as causas sensíveis e o perfil de
mortalidade por causa da população brasileira, aquelas estratégias com maior
impacto para a redução dessas causas de morte na população de 50 anos e mais
são ações de

A) controle da hipertensão arterial e do diabetes mellitus.


B) educação no trânsito e de denúncia e prevenção de violência.
C) orientação aos trabalhadores, visando reduzir acidentes de trabalho e doenças
ocupacionais.
D) rastreamento de câncer de mama e câncer de próstata.
Gabarito letra A

Saúde do trabalhador
2014
Um paciente com 66 anos de idade, trabalhador rural, vem à consulta devido à lesão
de pele que não cicatriza há várias semanas. Ao exame apresenta lesão de 1,5 cm
em pescoço, nodular rósea e perolada nos bordos, com sinais de telangectasias,
levemente ulcerada no centro, com depressão central, não pruriginosa, sem sinais
de infecção, sem sinais de queratose actínica. Para a paciente acima, o fator de
risco mais importante é

A) predisposição genética.
B) exposição crônica a agrotóxicos.
C) exposição crônica a radiação ionizante.
D) exposição solar cumulativa prolongada.
Gabarito letra D

2015
Um homem de 23 anos de idade procura a Unidade de Saúde da Família mais
próxima da fazenda em que trabalha com queixa de forte dor de cabeça, náuseas,
dor abdominal em cólica e salivação excessiva. Apresenta-se prostrado e relata
quatro episódios de vômitos. Ao exame clinico, o paciente apresenta dispneia e
sudorese de intensidade leve a moderada após a pulverização da lavoura. Diante do
caso de intoxicação por organofosforado que deve ser notificado à vigilância, qual a
gravidade do caso e a conduta mais apropriada?

A) Intoxicação aguda grave; atendimento inicial pela equipe, que estabiliza o


paciente, solicita exames laboratorias (hemograma completo com reticulócitos e
dosagem da acetilcolinesterase) e acompanha o paciente no ambulatório.
B) Intoxicação aguda moderada; atendimento inicial pela equipe, que administra
hidratação oral e antiemético, para, então, encaminhá-lo ao Serviço de Urgência

70 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

para diagnóstico clínico-laboratorial (incluindo a dosagem plasmática da


acetilcolinesterase) e tratamento.
C) Intoxicação aguda leve; atendimento inicial pelo médico da equipe, que
prescreverá antiemético e solicitará exames laboratorias (dosagem plasmática da
aceilcolinesterase e glicemia de jejum), recomendando retorno breve para
acompanhamento na Unidade de Saúde da Família.
D) Intoxicação crônica leve; atendimento inicial pelo médico da equipe, que
administra hidratação oral e antiemético, para, então, encaminhá-lo ao ambulatório
especializado de referência em saúde do trabalhador para diagnóstico clínico-
laboratorial (incluindo a dosagem de acetilcolinesterase) e tratamento.
Gabarito letra B

2016
Durante uma campanha de prevenção de acidentes ocupacionais em ambiente
hospitalar, uma mulher com 32 anos de idade, auxiliar de enfermagem, foi submetida
à sorologia para hepatite C, por teste rápido presencial, revelando-se reativa. Está
ansiosa, pois não entende bem o que tal resultado significa, já que "não sente nada"
e "não tem ideia de como foi contaminada". É referenciada ao Serviço de Apoio ao
Trabalhador (SAT), no ambulatório do hospital, onde trabalha. Na primeira etapa de
investigação, além de responder às dúvidas que a paciente apresentar durante o
atendimento, é necessário que o médico do SAT priorize:

A) A avaliação das provas de função hepática.


B) A pesquisa de coinfecções pelo vírus HBV e HIV.
C) A realização de teste de genotipagem para o HCV.
D) A solicitação de teste de quantificação de carga viral do HCV.
Gabarito letra D

2016
Um homem de 45 anos de idade procura a Unidade Básica de Saúde, queixando-se
de redução da libido, dificuldade de concentração, perda de memória e
formigamento nos braços e mãos. Relata também fadiga, cefaleia e constipação
crônicas e afirma fazer tratamento para hipertensão arterial sistêmica e gota há 5
anos. Informa que trabalha com reforma de baterias de automóveis há mais de 30
anos, na garagem da sua casa, com pouca ventilação e espaço reduzido e que
nunca fez uso de equipamentos de proteção. Com base nas informações
apresentadas, a hipótese diagnóstica mais provável e os exames complementares
necessários para confirmá-lo são

A) mercurismo; dosagem de mercúrio sérico e hemograma completo.


B) manganismo; dosagem de manganês sérico e hemograma com contagem de
plaquetas.
C) saturnismo; dosagem de chumbo sérico e de ácido delta aminolevulínico (ALA-U)
na urina.
D) benzenismo; dosagem de metahemoglobina sérica e de ácido transmucõnico
(AttM-U) na urina.
Gabarito letra C

71 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

2020
Um homem com 27 anos de idade busca atendimento, pela primeira vez, na Unidade
de Estratégia de Saúde da Família (ESF) do bairro onde reside, pois apresenta
constantemente crises de falta de ar, com tosse e “chiadeira” no peito. Durante a
consulta, afirma que, desde a infância, tem o diagnóstico de asma, porém, as crises
se exacerbaram após ter iniciado o trabalho na câmara fria de um frigorífico da
cidade. O paciente relata ter comunicado ao seu chefe sobre seu estado de saúde,
mas seu superior respondeu que, se ele não quisesse trabalhar, haveria muitas
pessoas interessadas no emprego e que deveria, portanto, “pedir as contas”.
Considerando o texto, assinale a alternativa que indica o que compete ao médico da
ESF, além do tratamento da asma.

(A) Fornecer declaração médica determinando a troca de função pelo empregador.


(B) Aconselhar o paciente a pedir demissão, tal como sugerido pelo empregador.
(C) Encaminhar o paciente ao centro de referência em saúde do trabalhador.
(D) Encaminhar o paciente à perícia médica no INSS.
Gabarito letra C

Alcoolismo/Tabagismo
2016
Um homem com 46 anos de idade procura a unidade básica de saúde queixando-se
de "mal-estar súbito", na véspera da consulta, que o impossibilitou de comparecer
ao trabalho. Relata já ter se ausentado outras vezes do trabalho por essa mesma
razão e visa obter atestado médico. Queixa-se de problemas com sua chefia
imediata e diz correr o risco de perder o emprego. Informa que, no momento, está
separado de sua esposa. Queixa-se de insônia quase todas as noites, dor de
estômago ocasional, diarreia eventual, dormência nos pés e tremores nas mãos. À
ectoscopia, mostra-se cansado, apresenta olhos hiperemiados, parótidas de volume
aumentado e telangiectasias no nariz. A ausculta cardíaca e pulmonar não
apresentam anormalidades. Pressão arterial = 140 x 90 mmHg; frequência cardíaca
= 100 bpm; fígado palpável a 2 cm do rebordo costal direito; leve edema perimaleolar
bilateral. Assinale a alternativa em que é apresentado o conjunto de alterações em
exames laboratoriais compatível com esse caso clínico:

A) Leucocitose no hemograma; amilase e lipase séricas elevadas.


B) Policitemia no hemograma; alfafetoproteína sérica baixa e hipoxemia.
C) Hipocromia no hemograma; tiroxina e triiodotironina séricas aumentadas.
D) Macrocitose no hemograma; gama GT e transaminases séricas aumentadas.
Gabarito letra D

2016
Um homem com 36 anos de idade, alcoolista crônico, ao ser atendido em um
hospital, foi submetido a lapatoromia exploradora, em razão de úlcera gástrica
prépilórica perfurada. Realizaram-se biópsias das bordas da úlcera, rafia da lesão e
limpeza da cavidade. Foi iniciada antibioticoterapia com ciprofloxacino e
metronidazol e reposição hidroeletrolítica adequada. No 1º dia pós-operatório,
evoluiu com taquicardia (frequência cardíaca = 123 bpm) associada a agitação

72 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

psicomotora, confusão mental, tremores de extremidades e dor abdominal leve à


palpação profunda. Nesse caso, a hipótese diagnóstica mais provável e a conduta
indicada são:

A) Deiscência de gastrorrafia; realizar laparotomia exploradora imediata com


antrectomia e vagotomia seletiva.
B) Síndrome de abstinência alcoólica; administrar benzodiazepínicos, indicar
reposição de tiamina e pactuar com o paciente - e familiares, caso o paciente esteja
de acordo – os cuidados para desintoxicação.
C) Sepse abdominal; ampliar o espectro da antibioticoterapia e, caso não haja
melhora em 24 horas, indicar nova laparotomia exploradora para limpeza e
drenagem da cavidade abdominal.
D) pancreatite aguda alcoólica; indicar hidratação vigorosa, jejum oral e a realização
de exames laboratoriais e tomografia computadorizada para avaliar a necessidade
de nova intervenção cirúrgica e prognóstico.
Gabarito letra B

2016
Um homem de 50 anos de idade, sedentário, tabagista há 20 anos, com consumo
médio de 1 maço de cigarros por dia e índice de massa corporal = 29 kg/m², inicia
acompanhamento na Unidade Básica de Saúde (UBS). Relata ter sido avaliado há 5
meses por cardiologista, o qual solicitou exames e prescreveu sinvastatina 20
mg/dia e ácido acetilsalicílico (AAS) 100 mg/dia. Além disso, o cardiologista
recomendou perda de peso e cessação do tabagismo. O paciente afirma ter tentado
parar de fumar, sem êxito. Na consulta na UBS, verifica-se pressão arterial = 150 x
96 mmHg. Os resultados de exames laboratoriais realizados há 5 meses revelam:
colesterol total = 200 mg/dL (valor de referência limítrofe: 200 a 239 mg/dL);
colesterol HDL = 36 mg/dL (valor de referência desejável: superior a 60 mg/dL);
triglicerídeos = 300 mg/dL (valor de referência limítrofe: 150 a 199 mg/dL); glicemia
de jejum = 120 mg/dL (valor de referência normal: 70 a 99 mg/dL). Considerando o
quadro clínico exposto acima e a relação entre a UBS e o Núcleo de Apoio à Saúde
da Família (NASF), assinale a alternativa em que é descrito o plano terapêutico
adequado ao paciente.

A) Manter a terapia farmacológica vigente e discutir o plano de ação com a equipe


do NASF.
B) Manter a terapia farmacológica vigente e encaminhar o paciente aos profissionais
da equipe do NASF.
C) Aumentar a dose de sinvastatina, associar anti-hipertensivo e discutir plano de
ação com a equipe do NASF.
D) Aumentar a dose da sinvastatina, associar anti-hipertensivo e encaminhar o
paciente aos profissionais da equipe do NASF.
Gabarito letra A

2017
Um homem com 25 anos de idade, vítima de agressão em via pública, é levado pela
viatura da Polícia Militar até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Apresenta-se
com agitação psicomotora, fala arrastada, incoordenação motora com ataxia,

73 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

lúcido, orientado no tempo e espaço e hálito etílico. Apresenta ferimento corto-


contuso na região frontal, de aproximadamente 2 cm, sem sangramento ativo.
Mostra-se bastante agressivo, ameaçador e não permite ser submetido à avaliação
dos sinais vitais, ao exame físico é à sutura do ferimento. Demonstra intensão de
fugir da UPA e ameaça agredir os membros da equipe de saúde. Nessa situação, a
conduta médica deve incluir as seguintes ações:

A) Indicar contenção física e mecânica do paciente a ser realizada pela equipe de


saúde; aplicar haloperidol 5 mg via intramuscular, realizar sutura do ferimento;
manter o paciente em observação na UPA e solicitar ao Serviço Social o contato com
seus familiares.
B) Indicar contenção física e mecânica do paciente a ser realizada pela equipe de
saúde; aplicar prometazina 25 mg via intramuscular, realizar sutura do ferimento e
transferir o paciente para hospital geral de referência.
C) Indicar contenção física e mecânica do paciente a ser realizada pelos policiais;
aplicar diazepam 10 mg via endovenosa, realizar sutura do ferimento e transferir o
paciente para unidade de referência psiquiátrica.
D) Indicar contenção física e mecânica do paciente a ser realizada pelos policiais;
administrar glicose a 50% ( 60 a 100 ml, diluída a 50%) via endovenosa em bolus e
diazepam 10 mg via endovenosa; realizar sutura do ferimento; manter o paciente em
observação na UPA e solicitar ao Serviço Social o contato com seus familiares.
Gabarito letra A

2017
Um recém-nascido com 12 dias de vida, nascido de parto vaginal a termo, sem
intercorrências, está internado desde o nascimento por apresentar dificuldade de
sucção, tremores, apneia, irritabilidade e hipotonia. A mãe não realizou o pré-natal.
Ao exame físico, o recém-nascido apresenta fissuras palpebrais pequenas, lábio
superior vermelho e fino, filtro plano e narinas antevertidas; peso, comprimento e
perímetro cefálico abaixo do Z escore - 3. A tomografia computadorizada e a
ressonância magnética de crânio apresentam resultados normais. Nesse caso, a
hipótese diagnóstica mais provável é:

A) Sífilis congênita.
B) Síndrome de Turner.
C) Síndrome alcoólico-fetal.
D) Hipotireoidismo congênito.
Gabarito letra C

2020
Um médico de uma equipe de Saúde da Família atende muitas pessoas tabagistas e
opta por implantar um grupo operativo de enfrentamento ao tabagismo como
intervenção coletiva de educação em saúde. Segundo o Consenso sobre Abordagem
e Tratamento do Fumante do Instituto Nacional do Câncer, está correto o médico

(A) prever inicialmente seis sessões semanais e recomendar, ao grupo, uma


redução progressiva do número de cigarros fumados por dia.
(B) planejar palestras nas sessões com imagens demonstrando as consequências
maléficas do tabagismo para a saúde.

74 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

(C) realizar o teste de Fagerström durante a primeira sessão do grupo para


avaliação da gravidade da dependência nicotínica.
(D) indicar farmacoterapia sem contraindicações clínicas para fumantes que já
tentaram parar de fumar somente com terapia cognitivo comportamental.
Gabarito letra D

Intoxicação
2016
Uma menina com 4 anos de idade, pesando 18 kg, é trazida pelos pais ao Pronto
Atendimento após detectarem que ela ingeriu 6 comprimidos de 750 mg de
paracetamol há aproximadamente 3 horas. No momento da consulta, a criança
apresenta náuseas e dor abdominal. Diante desse quadro, a conduta imediata é:

A) Administrar piridoxina.
B) Administrar N-acetilcisteína.
C) Administrar xarope de ipeca.
D) Realizar lavagem gástrica.
Gabarito letra B

2015
Um homem de 23 anos de idade procura a Unidade de Saúde da Família mais
próxima da fazenda em que trabalha com queixa de forte dor de cabeça, náuseas,
dor abdominal em cólica e salivação excessiva. Apresenta-se prostrado e relata
quatro episódios de vômitos. Ao exame clinico, o paciente apresenta dispneia e
sudorese de intensidade leve a moderada após a pulverização da lavoura. Diante do
caso de intoxicação por organofosforado que deve ser notificado à vigilância, qual a
gravidade do caso e a conduta mais apropriada?

A) Intoxicação aguda grave; atendimento inicial pela equipe, que estabiliza o


paciente, solicita exames laboratorias (hemograma completo com reticulócitos e
dosagem da acetilcolinesterase) e acompanha o paciente no ambulatório.
B) Intoxicação aguda moderada; atendimento inicial pela equipe, que administra
hidratação oral e antiemético, para, então, encaminhá-lo ao Serviço de Urgência
para diagnóstico clínico-laboratorial (incluindo a dosagem plasmática da
acetilcolinesterase) e tratamento.
C) Intoxicação aguda leve; atendimento inicial pelo médico da equipe, que
prescreverá antiemético e solicitará exames laboratorias (dosagem plasmática da
aceilcolinesterase e glicemia de jejum), recomendando retorno breve para
acompanhamento na Unidade de Saúde da Família.
D) Intoxicação crônica leve; atendimento inicial pelo médico da equipe, que
administra hidratação oral e antiemético, para, então, encaminhá-lo ao ambulatório
especializado de referência em saúde do trabalhador para diagnóstico clínico-
laboratorial (incluindo a dosagem de acetilcolinesterase) e tratamento.
Gabarito letra B

75 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

Processo epidêmico
2015
Em uma cidade, ocorreram vários casos de uma doença de notificação compulsória,
suficientes para ultrapassar o limite endêmico superior em determinado período. A
equipe da Vigilância Epidemilógica, após realizar investigação, elaborou o gráfico
ilustrado a seguir, que considera a distribuição do número de casos (eixo vertical)
em função do tempo (eixo horizontal), alé4m do período máximo de incubação desta
doença (linha mais espessa, abaixo do eixo horizontal). (VER IMAGEM) Com base nos
dados apresentados, como deveria ser caracterizada essa epidemia?

A) Exposição maciça, de forte comum e prolongada.


B) Exposição maciça, de fonte comum, curta duração ou explosiva.
C) Exposição múltipla, epidemia progressiva ou propagada.
D) Exposição maciça, de fonte múltipla, seguida de casos secundários.
Gabarito letra B

2015
Uma análise histórica de alguns indicadores brasileiros referentes às últimas
décadas tais como a distribuição etária da população, o coeficiente de fecundidade
e mortalidade, o perfil epidemiológico das doenças mais prevalentes e os hábitos
alimentares predominantes, permite inferir que houve:

A) redução de consumo de alimentos tradicionais da dieta brasileira (arroz e feijão),


associada a aumento do consumo de alimentos ultraprocessados.
B) aumento dos coeficientes de fecundidade associado à redução do coeficiente de
mortalidade, com consequente aumento da expectativa de vida.
C) aumento da prevalência das doenças crônicas e não transmissíveis,
acompanhado de aumento das doenças transmissíveis e de deficiências
nutricionais.
D) redução da desnutrição infantil em quase todo o país, exceto na região do Norte,
onde houve aumento da prevalência de desnutrição crônico associada a déficit de
estatura para a idade.
Gabarito letra A

2017
A figura abaixo representa as fases da Influenza Pandêmica de 2009 estabelecidas
pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Atualmente, a fase de alerta pandêmico
para H1N1 é a de pós-pandemia (conforme imagem no caderno de questões).
Considerando a figura e as informações apresentadas, assinale a alternativa correta
sobre o estado de preparação e resposta à pandemia de H1N1.

76 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

A) Na fase 3, a transmissão direta de pessoa a pessoa do vírus recombinante já é


suficiente, segundo a OMS, para sustentar surtos em comunidades.
B) Na fase 4, a OMS realiza o desenvolvimento e a distribuição de insumos voltados
para a produção de vacinas específicas para controle da pandemia.
C) Na fase 5, a maioria dos países está sob risco de ocorrência dessa doença e, por
essa razão, ela é considerada como pandêmica pela OMS.
D) Na fase 6, a OMS agiliza todo o processo de revisão da disseminação do vírus, por
meio de transmissão direta, para controle de pandemia.
Gabarito letra B

Acidente com animais peçonhentos


2015
Um menino de 6 anos de idade é levado ao Pronto Socorro em razão de uma picada
de aranha na face dorsal da mão esquerda, ocorrida há cerca de 24 horas. Os pais
relatam que, inicialmente, a criança queixou-se de dor local, que melhorou com
analgesia oral. Por essa razão, a família não havia buscado atendimento. Hoje pela
manhã, no entando, os pais observaram o surgimento de bolha com piora da dor. A
criança descreve que "é como se queimasse". A aranha não foi coletada, mas a mãe
descreve que ela era pequena e "amarronzada". Ao exame físico, além da lesão
descrita, observa-se palidez e temperatura axilar de 39°C. Qual aracnídeo está
associado ao quadro descrito e qual seria uma conduta adequada?

A) Loxosceles; debridamento imediato, pois a lesão pode evoluir para necrose.


B) Phoneutria; tratamento tópico da lesão, sendo dispensável a soroterapia.
C) Phoneutria; soroterapia devido a manifestações sistêmicas, tais como a febre.
D) Loxosceles; realização de exames laboratoriais para avaliação de hemólise
intravascular.
Gabarito letra D

2020
Um adolescente com 13 anos de idade é atendido no pronto-socorro devido à picada
de escorpião no dedo indicador esquerdo. Em exame físico, apresenta sinais vitais
estáveis, dor intensa, hiperemia e formigamento no local da picada, associados a
náuseas, vômitos, sudorese e sialorreia discretos. Além do alívio da dor, a conduta
recomendada é
(A) observação domiciliar por 6 a 12 horas.
(B) observação hospitalar por 6 a 12 horas.

77 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

(C) soro anti-escorpiônico (2 a 3 ampolas).


(D) soro anti-escorpiônico (4 a 6 ampolas).
Gabarito letra C

SPIKES
2021
Paciente masculino, 50 anos, notou aparecimento de nódulo endurecido em fossa
supraclavicular esquerda. Foi realizada biópsia que evidenciou linfonodo
metastático de adenocarcinoma de provável origem gastrointestinal. Realizou
endoscopia digestiva alta que mostrou lesão gástrica compatível com linite plástica.
A biópsia teve como resultado histopatológico adenocarcinoma gástrico pouco
diferenciado. Os familiares agendaram consulta com o cirurgião, informando ao a
ele que o paciente não tem conhecimento dos resultados desses exames. Como o
cirurgião deve abordar o paciente e/ou seus familiares?

A) Manter apenas os familiares informados sobre o diagnóstico, pois, tais


informações, além de não mudarem o prognóstico do paciente, podem desencadear
quadro depressivo em um momento no qual ele deverá se manter otimista para lidar
com sua doença. É conhecido o fato de que pacientes deprimidos têm menor
sobrevida relacionada ao câncer.
B) Preparar o local e o momento adequados, perguntar ao paciente o que ele sabe
e/ou percebe acerca de sua condição atual, perguntar ao paciente se ele deseja
saber sobre o diagnóstico ou se prefere que seja comunicado a sua família em um
primeiro momento. Caso deseje saber, o médico deve informar e acolher as reações
do paciente.
C) Informar que, pelo fato de o paciente já possuir metástase à distância, nada pode
ser feito do ponto de vista terapêutico. Informar que o paciente tem, baseado em
dados estatísticos, cerca de 6 meses de vida. Tal informação é de suma importância
para que o paciente possa tomar medidas legais acerca de seu falecimento.
D) Dizer inicialmente para o paciente que existem chances reais de cura no intuito
de o manter engajado e otimista. Revelar ao paciente sobre seu prognóstico
somente quando este vier apresentar sinais e/ou sintomas relacionados ao estágio
avançado da doença. Quanto maior o período sem o paciente saber de sua doença,
menor será o sofrimento.
Gabarito letra B

2021
Uma criança com 7 anos de idade, moradora de zona rural, relata acidente por
animal desconhecido há 4 horas. No momento, refere formigamento no local da
picada, boca seca, diplopia, dificuldade de deglutição, dores musculares
generalizadas, oligúria e urina com coloração vermelha escura. Ao exame físico,
apresenta ptose palpebral bilateral e midríase. O resultado do exame de urina rotina
evidenciou mioglobinúria. Exames de sangue ainda em processamento. Com base
nesses dados, qual a soroterapia específica indicada ao quadro?

A) Soro anti-botrópico.
B) Soro anti-escorpiônico.

78 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

C) Soro anti-crotálico.
D) Soro anti-elapídico.
Gabarito letra C

Cuidados paliativos
2017
Uma mulher com 75 anos de idade, aposentada há 15 anos, reside em uma
instituição de longa permanência de idosas conveniada à prefeitura local. Ela
perdeu contato com sua família, apresenta demência grave, síndrome da
imobilidade e cognitiva, vive restrita ao leito e com dependência completa de outra
pessoa para realização de todas as atividades da vida diária na instituição. Tem
histórico de três internações hospitalares prolongadas no último semestre devido a
pneumonia por aspiração e está em uso regular de haloperidol 2 mg/dia para
controle de episódios de agitação psicomotora frequentes. A referida instituição
localiza-se na área de abrangência de uma Unidade Básica de Saúde, cujo médico
de família é chamado para discutir a conduta com o novo responsável pela
instituição. Nessa situação, o médico de família deve:

A) construir novo plano de cuidado para os cuidadores, com ajuste medicamentoso.


B) discutir e implementar cuidados paliativos junto aos cuidadores e responsáveis
na instituição.
C) construir genograma e ecomapa para estabelecer plano terapêutico orientado
aos cuidadores da paciente na instituição.
D) aplicar miniexame do estado mental para estabelecer o grau de
comprometimento mental da paciente e as condutas adequadas.
Gabarito letra B

Afecções perinatais
2017
Na tabela a seguir, são apresentadas as distribuições, por regiões do Brasil, dos
óbitos de crianças com até um ano de vida, segundo faixa etária, para o ano de 2013.
(Conforme imagem no caderno de questões) Considerando os dados apresentados
nessa tabela, assinale a alternativa que apresenta a faixa etária com maior taxa de
mortalidade no Brasil, em 2013, e as principais causas de óbito a ela associadas.

A) Entre 0 e 6 dias, por anomalias congênitas e afecções perinatais.


B) Entre 7 e 27 dias, por doenças infecciosas e de origem nutricional.
C) Entre 0 e 6 dias, por doenças infecciosas e fatores socioambientais.

79 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

D) Entre 28 e 364 dias, por causas relacionadas à assistência direta ao parto.


Gabarito letra A

Benzenismo
2017
Um homem com 45 anos de
idade, casado, procura a
Unidade Básica de Saúde
queixando-se de que, há 6
meses, tem sentido cansaço
e fadiga progressivos, com
cefaleia intermitente,
embaçamento visual e
vertigem. Relata que, há 9
meses, mudou de emprego e,
atualmente, trabalha em
posto de gasolina. No
prontuário do paciente,
observa-se que houve
diagnóstico anterior de
anemia, tendo-lhe sido prescrito sulfato ferroso por 3 meses. Com relação a esse
episódio, o paciente refere ter aderido ao tratamento, sem melhora da
sintomatologia. Ao exame físico, não são encontradas alterações adicionais. Foi-lhe
solicitado novo hemograma e agendado retorno após uma semana, quando o
paciente trouxe o exame com os seguintes resultados (conforme figura no caderno
de questões). Diante desse quadro clínico, o diagnóstico e o plano terapêutico
adequados são:

A) benzenismo, afastar o paciente do trabalho e realizar dois hemogramas com


intervalo de 15 dias.
B) intoxicação por organofosforados; afastar o paciente do trabalho a referenciar o
caso ao neurologista.
C) síndrome mielodisplásica; solicitar novo hemograma em 7 dias e encaminhar o
paciente ao hematologista.
D) anemia aplásica; encaminhar o paciente ao serviço de pronto atendimento como
uma emergência médica.

Gabarito letra A

Atestado médico
2017
Um homem com 42 anos de idade, servidor público, motorista do SAMU 192 (suporte
avançado) há 22 anos, consultou-se com ortopedista de sua própria equipe,
queixando-se de forte dor em região lombar havia 3 meses, com irradiação para a
região medial dos membros inferiores. O ortopedista receitou-lhe analgésico e
entregou-lhe um relatório no qual sugeria afastamento do trabalho para investigação
diagnóstica, fisioterapia e repouso por 15 dias. O servidor foi encaminado ao
departamento de saúde do trabalhador para realização de perícia médica, tendo seu

80 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Prova INEP

pedido de licença negado sob a alegação de que deveria primeiramente realizar os


exames indicados para diagnóstico e tratamento adequados. Diante dessa situação,
o motorista avisou à sua equipe que faltaria ao plantão por 2 semanas. A equipe
informou o fato à sua chefia imediata, que apontou falta injustificada ao motorista e
aplicou-lhe advertência. Nesse caso, o motorista deveria:

A) ajuizar ação contra a sua equipe, por falta de relacionamento ético-profissional,


solicitando reparação por danos morais.
B) ter se comunicado primeiro com a própria equipe de trabalho; não ter faltado aos
plantões e ter acertado a adaptação do seu assento.
C) ajuizar ação contra a sua chefia imediata, para a obtenção de mandado de
segurança, a fim de ser ressarcido dos dias descontados do seu salário.
D) ter comunicado o fato ao setor de recursos humanos e a sua chefia imediata e
aguardado o posicionamento deles antes de comunicar sua ausência à equipe.
Gabarito letra D

81 @revalidacrespa

Licensed to Aminadaber De Paula Santos - soarespy@outlook.com - HP155916463976917


Aguardo o seu feed Back !
Obrigada pela confiança.
E tenho certeza, que
você vai arrasar na sua prova.

Você também pode gostar