Você está na página 1de 12

Aula
Treinamento e capacitação para líderes e Pastores sobre
aconselhamento Espiritual libertação
Mapeamento espiritual é processo em que se comparam as informações e dados de
uma região ou pessoa, colocando – se sobre um mapa ou gráfico.
As informações colhidas são usadas na guerra espiritual com o fim de arrancar as
pessoas das mãos do inimigo

Porque deve – se mapear uma área?

• Devemos mapear uma área, pois Deus quer que possamos possuir a terra e não
apenas residir nela
(Números 13;1, 2, 17 – 20)

• O Apostolo Paulo fez um reconhecimento espiritual quando chegou a Atenas e


notou que a cidade estava entregue a idolatria. Suas observações lhe
permitiram dirigir- se ao povo e aos líderes e mais tarde evangelizar a região
(Atos 17:16, 22- 23)

Onde operam os espíritos territoriais?

• A escritura deixa bem claro que certos espíritos maus operam sobre certas
regiões ou grupos de pessoas.
• No livro de Juízes, Deus pede a Gedeão que derrube as estatuas de Baal os
deuses que seu pai adorava, estabelecendo aquela área como de Deus (Juízes 6:
24- 26)
Deus levanta seu povo para lutar contra essas forças (Jeremias 51: 20- 21, Tiago 4: 7)

Como formar uma Equipe de Mapeamento espiritual


• No mínimo 12 pessoas
• O mapeamento deve fazer parte de um projeto a longo prazo
• Os membros devem orar uns pelos outros
• Todos devem manter certa disciplina na oração corporativa
• O projeto exigira horas de pesquisa
• Seu projeto requererá pessoas ungidas e dispostas a entra em lugares crente não
entra
• É necessário que cada membro se conscientize da autoridade e da posição
espiritual que tem em Jesus Cristo
• A batalha é intensa, e a equipe precisa de um líder que saiba operar seus dons e
aceitar os dons dos demais do grupo
Laçando os fundamentos
• O mapeamento não é secreto, mais deve ser discreto
• Em um mapa fixar alfinetes coloridos em que cada cor representa certa categoria de
obras malignas
• Cada alfinete tem uma numeração junto anotações, nomes dos lugares e endereço
Ex: Alfinete vermelho - territórios
Alfinete amarelo – prostituição
Alfinetes verde – idolatria

Mapeamento Espiritual da Pessoa

Esse mapeamento é o processo que nos auxilia a encontrar as verdadeiras causas
relativas aos sintomas apresentados.
Esse mapeamento é a estrada que liga sintomas as verdadeiras causas.
A interpretação correta dos sintomas através do mapeamento deve nos levar as causas
espirituais. Quando existe um sintoma evidente de perseguição espiritual ou
maldições, certamente há causa que o sustenta. Falhas nesse processo compromete a
libertação.
É fundamental uma equipe na intercessão para cobrir e liberar o discernimento do
conselheiro a fim de compreender e rastrear a história pessoal, familiar (hereditária),
as feridas, os traumas, pecados repetitivos, valores invertidos que expressa a
identidade do principado ou dominador, alianças quebradas os legados demoníacos,
crimes relevantes e derramamentos de sangue.

Confissão Inteligente

Quanto melhor um sintoma é mapeado, mais inteligente e preciso, torna- se a
confissão. A confissão inteligente é o aspecto mais importante da intercessão
O sucesso de uma libertação depende do acerto do diagnostico

Áreas a serem mapeadas

1) Campo da herança: Nesse campo analisamos tudo o que envolve a história familiar e
pessoal até a idade da razão como abusos, injustiças, cadeias pecaminosas traumas
que obedecem um padrão de atividade e feridas
1a) Passado genealógico numa espera de 3 ou 4 gerações libertação envolve
confronto direto com espíritos malignos que se alojaram na árvore genealógica (Êxodo
20:5)
1b) A história da concepção: é necessário analisar aspectos morais e espirituais. Se a
criança foi planejada ou não, se é fruto de um relacionamento ou bastardia, se é fruto
de incesto, abuso e sem saber o pai biológico. Brechas na concepção delegam aos
demônios direito de perseguição.
1c) A história da gestação: Aqui é necessário analisar aspectos morais e espirituais a
escolha do nome, rejeição ao sexo da criança, palavras de rejeição e intenção de
abortar a criança, se houve consagração da criança a alguma entidade ou santos
1d) Parto: Analisar traumas, durante o parto normal, cesária se usou fórceps, se estava
sozinha, se houve rejeição ao bebê nos 1º minutos, se houve depressão pós-parto
1 e) História da infância a idade razão: Abusos emocionais, abusos sexuais, abandono,
rejeição, consagração (Batismos) a entidades e muitas outras situações extremas que
devem ser consideradas (sexo, roubos, pequenos delitos)

2º) Campo da responsabilidade Pessoal


Analisar escolhas conscientes que foram de sangue que aconteceram no local onde
reside, suicídios, se foi terreiros ou casas de fraternidade.

Mapeamento ou entrevista Espiritual para cura interior e libertação


Genograma espiritual
A medicina vem desenvolvendo um projeto chamado Genona com objetivo de operar
e curar embriões e jeitos humanos portadores de males hereditários e congênitos, isso
nos fez entender que Deus tem poder para intervir curando males do corpo, alma e
espirito de vidas ainda em formação. Mas cremos que Jesus também pode curar e
restaurar todas as raízes malignas herdadas bem como feridas da alma e espírito da
fecundação, gestação, nascimento, infância, puberdade, juventude e vida adulta de
qualquer pessoa.
Jesus, Deus filho criador, faz novas todas as coisas. Ele é o princípio e o fim de tudo, e
não está limitado ao tempo e espaço (Apocalipse 21:5-6)
Desde modo, a partir do mapeamento de um conjunto de coisas e informações
coletadas nas áreas biogenéticos, culturais, psicológicos e religiosos, fornecidas por
você pretende detectar, na sua formação corporal, mental e espiritual, maldições,
doenças e feridas na lama herdadas ou recebidas e ainda não tratadas. Assim as
ministrações de cura interior e libertação serão mais completas, objetivas e práticas.

Princípios para receber a ministração de cura e libertação


Não existe uma forma padrão o que apresento é uma sugestão, o mais importante é
não contradizer os princípios bíblicos, nem negar o que a bíblia enfatiza claramente

1) Sentir necessidade (Salmos 51:3) a pessoa precisa querer e se entregar
2) A pessoa precisa estar disposta a se arrepender e confessar seus pecados
3) Passe confiança a pessoa a ser ministrada, o medo as amarras e impede a libertação
(2 Timóteo 1:7); o amor de Deus precisar ser apresentado a ela (1 João 4:4)
4) Uma boa equipe de intercessão, pois os demônios vão dificultar a vida delas, o
oriente (Efésios 6:12)
5) Lembrar dos pactos e qualquer nível de envolvimento com o pecado e rejeitá-lo
(Observando a lista)

ORAÇÃO

2º Aula

A Raiz da Depressão

Perguntas fundamentais

1) Já foi ao médico? Doença no físico (corpo)
2) Teve perdas sucessivas? Doença nas emoções (Alma)
Porque a perda sucessiva deprime a alma e afeta as emoções
3) Você fez aborto ou derramou sangue? (Doença no espírito)
Porque o derramamento de sangue destrói gerações (Nações)

Capítulo 1

Quebra de Lei do Descanso

O Descanso ou ´´Shabat`` é uma das leis mais ressaltadas na bíblia. Uma lei tem o
propósito de regular nossas motivações e comportamentos, sintonizando nos com o
proposito original do nosso Criador.
Essa lei estabelece limites que precisam ser conhecidas e obedecidas, caso contrário
sofremos consequências.
A essência do dia do descanso é o descanso, pois o contrário disso a escassez de
descanso traz o stress e a ansiedade que é altamente maléfico para a funcionalidade
humana.
Tanto a preguiça quanto o stress faz adoecer a alma, e é no campo ociosidade que
satanás semeia Deus mais terríveis encarceramentos a personalidade.
A ociosidade, a indiferença, a falta de iniciativa, o comodismo, a apatia são sintomas
da morte emocional. O que indica uma perda de sensibilidade em relação a vida, as
pessoas e aos relacionamentos, algo que começa a apagar.
A sociedade hoje está muito estressada no transito, no trabalho, nos relacionamentos
afetivos, parece que estão em uma arena de competições e a ansiedade atrai a fadiga
e o início da depressão.
O descanso é uma necessidade essencial da vida. O sono é o motor do organismo que
ativa o princípio da Renovação.

Origem da personalidade viciada na ansiedade

1º) Insegurança familiar: Toda situação crônica de desestrutura familiar instala na
criança ou individuo, um clima de preocupação e medo
Isto abrange abandono, ou ausência de pais, abuso de autoridade, agressividade,
divórcios precoces, situações de penúria e fome. A criança ou individuo cresce debaixo
de uma carga de insegurança que ativa mecanismo de dúvida, medo e ansiedade que
irão mutilar as emoções, deformando- as.

2º) Promessas feitas e não cumprida pelos pais.

´´A esperança demorada faz adoecer o coração; mas o desejo cumprido é arvore
devida. (Provérbios 13:12)
Pessoas alimentam suas esperanças com promessas, que geram expectativas.
As expectativas preenchidas fortalecem a alma que produz segurança, enquanto as
expectativas frustradas geram dúvidas, medo e ansiedade.
Pais que constantemente fazem promessas e não cumprem acabam viciando os filhos
na ansiedade. Eles esperam, esperam e esperam até descobrir que foram enganados.
E qualquer outra promessa gerará em um padrão de angustia e expectativa
desordenada fazendo assim com que desordens psicossomáticas tomem sentido.

3º) Amor condicional: podemos estabelecer condições quando fazemos promessas
aos nossos filhos incentivando a responsabilidade e crescimento em suas vidas. O
amor não pode estar condicionado a algo, ou alguma troca, é comum vermos pessoas
tentando merecer o amor de Deus, algo que é gratuito.
A premissa básica do amor é a aceitação, e quando não existe aceitação, não a
Rejeição. Quando estabelecemos condições para aceitar ou amar alguém produzimos
um clima de medo, rejeição e ansiedade.
O medo de ser rejeitado em funções das exigências gera um senso inatingível de
perfeição nas crianças, e daí surgem distorções como a comparação, o
perfeccionismo, a intolerância personalidade controladora.
A essência desse mecanismo é a ânsia em ser Aceito e Amado.
Todo quadro familiar que submete o indivíduo há um estresse interno acaba
destruindo suas emoções, que mais tarde acabará em um quadro Depressivo.

CAPÍTULO 2

EMOCIONAL

Passividade imposta por espíritos malignos de perversão sexual

´´ Se te mostrares frouxo no dia da angustia, a tua força será pequena´´ (Provérbios
24:10)

A essência da depressão pode ser sintetiza na palavra passividade.
A passividade vitaliza a depressão mortaliza o deprimido, dá vida a doença e mata o
doente. Passividade e apatia são os arqui-inimigos da vida.
Quando lidamos com uma pessoa em Depressão, se não conseguimos remove-la
certamente falhamos em ajuda- lá.
A depressão pode ser definida um quadro clínico na qual a pessoa não consegue reagir
ou pensa que não consegue.

O princípio básico precisa ser: melhoras requer mudança, e para mudar é preciso
decidir e reagir. Não iluda o indivíduo, porque a situação só melhora com a total
participação dele.





1º) O caráter espiritual do sexo

O sexo não é apenas um meio de reprodução, mais um presente de Deus para o
casal desfrutar de intimidade e prazer. Deus estabeleceu o sexo dentro dos
limites do casamento.
Toda relação sexual fora do casamento é espiritualmente irresponsável
pervertida e sujeita a exploração demoníaca. Parece um pouco antigo demais,
mas explica o mar de angustia, decepções, traições e depressões que está
afogando a sociedade.
Alianças no ato sexual são compactuadas pelo Derramamento de sangue, pois o
ato sexual envolve um compartilhamento de sangue que se dá
microscopicamente (Legista) ou até mesmo visivelmente.
O princípio do casamento é tão sagrado que só podemos gerar uma família
através dos pactos de sangue que se dão principalmente no corpo da mulher. Se
a relação é lícita (permitida) este sangue se aprofunda e fortalece laços.
Agora se a relação é ilícita (fora do casamento) este sangue constrói uma aliança
com espíritos de imoralidade, trazendo serias consequências nos termos de
perseguições pessoais e geracionais.

1º pacto: de sangue no corpo da mulher ocorre com a perda da virgindade. O
hímen tem o formato de uma aliança que se encaixa com o corpo do homem.
Saber o contexto que envolveu a perda virgindade pode explicar muita coisa
que acontece com a mulher.
Situações crônicas de perseguições, traição, violência sexual, principalmente
quando se repetem na vida dos filhos podem estar ligados a forma da perda da
virgindade se aconteceu de forma traumática e imoral, como por exemplo
incesto, estupro, abuso e etc.
Cada relação sexual constrói e renova uma aliança até a concepção do filho.

2º pacto: Cada filho é o resultado Espiritual de um pacto de sangue. Se for
concebido fora do casamento (bastardia) está sujeito as perseguições
emocionais homossexuais por espíritos malignos de imoralidade, violências
(estudar a história de Jefté).

3º Pacto: Ocorre no corpo da mulher e o parto. O parto é um pacto entre a
mãe e o filho, por isso é tão importante na hora do diagnostico através do
mapeamento observar cada detalhe deste momento da mulher.
Observar: se fez consagração ao nome do filho as entidades religiosas, santos,
orixás se ofereceram em apadrinhamento essa criança as entidades, pois a
partir dessa brecha satanás se coloca entre pais e filhos sustentando diversas
estratégias de orfandade.
A passividade no comportamento humano está relacionada com a perversão
sexual. O sexo tem sido o campo mais explorado por satanás, pois está
encontrando a facilidades cada vez maiores para seduzir, descontrolar,
escravizar, deturpar e destruir o ser humano nesta área.

2) O abuso sexual

Esta é uma das mais profundas feridas da sociedade atual. As estáticas de
abusos, estupros e pedofilia são alarmantes e só crescem.
O abuso sexual ou homossexual é um assassinato a personalidade. Traumatiza a auto-
estima causando sérios danos a identidade sexual.
Todo abusador já foi abusado e seu alvo é sempre uma criança que está
vulnerável, descuidada ou desatenta, ele as da ingenuidade de sua vítima e
sempre oferece algo com muito carinho, sempre faz o oposto do que a criança
tem (agressões e gritos).
O abuso sexual faz com que a alma da pessoa fique acorrentada, ao ódio
amargura, ódio de si mesma, fica dilacerada, refém da vergonha, do medo do
abandono, da humilhação.
Sobre este aspecto a vítima sofre ameaças de seu abusador e fica mais presas a
essa situação e não consegue dizer não as novas investidas. Simplesmente vai se
viciando´´ de tal forma o abusador gera mais um discípulo.
Se o abuso é duradouro, vai se tornando irreversível tornando o indivíduo
mutilado em sua personalidade gerando depressões, sociopatas, psicopatas e
suicidas.

Consequência do abuso e homossexualismo

1) Orfandade Paterna: Ausência e marginalidade do pai em relação ao lar
A orfandade paterna produz a inversão de papeis no casamento, a
marginalização do pai traz a insegurança e as vezes a mãe procura preencher
essa lacuna com a superproteção. Tudo que destrói o referencial de pai, abre
uma grande brecha para que uma terrível carência se instale na vida dos filhos
atraindo assim uma perseguição demoníaca de cunho sexual, pois é o ataque
contra estrutura familiar.
No Brasil a cosmovisão religiosa favorece este esquema de perversão (religiosa)
sexual.
Quando olhamos para uma imagem de conceição temos um retrato espiritual
da família brasileira.
Figura (imagem foto) é uma imensa “ mãe de Deus´´, uma mulher divinizada nos
seus braços, um Jesus pequeno totalmente dependente e não se vê figura
paterna. Por traz dessa estrutura de idolatria existe o espírito de Orfandade,
que é a versão feminina de Moloque que tem como ação anular o referencial
paterno onde a segurança e provisão do lar são substituídas pelo medo e
carência.
O desemprego, a pornografia, o alcoolismo, os vícios em geral, adultérios,
destrói a auto- estima do pai e ele é arremessado fora da família.
E cada vez que o marido se ausenta com suas obrigações resulto final é Maridos
´´ zero à esquerda´´, esposa ´´ um sargento´´ e filhos depressivos e
autodestrutivos.


2) Imoralidade e perversão dos Pais

A imoralidade dos pais desprotege espiritualmente os filhos (pornografias, sexo
pervertido, adultérios) abrem portais para entrada de demônios. Enquanto os
pais gozam dos prazeres da imoralidade, os filhos sofrem perseguições de cunho
emocional e sexual.

3) Bastardia

O filho bastardo já é a vítima do espírito de imoralidade e violência desde sua
concepção. Filho bastardo em sua maioria sofre rejeição, por uma das partes,
quando não é as duas (pai e mãe). Cada vez que é rejeitada um espírito a adota
e começa a perseguir com masturbações precoces, trejeitos homossexuais,
violências e agressividade excessiva.

4) Abuso e Incesto

Quando já existe na linhagem vários casos de abusos e incestos na família, isto
intensifica mais ainda as ações satânicas.

5) Consagração do nome do filho as entidades: Na ignorância e devido a
motivos religiosos ou circunstâncias (doenças e mortes) os pais consagram seus
filhos e seus nomes a entidades, isso impõe uma dura perseguição espiritual.

6) Rejeição do sexo dos filhos pelos pais
Sempre que uma criança é rejeitada ou pelo pai ou mãe por seu sexo ser
diferente do que queria, abre-se uma porta para o espírito de homossexualismo
e lesbianismo se infiltrar e se instalar

Capítulo 3

Pactos de Sangue

“ E quase todas as coisas segundo a lei, se purificam com sangue e sem
derramamento de sangue não há remissão’’ (Hebreus 9:22)

Como é inevitável a consequência do pecado é a morte, a remissão depende do
derramamento de sangue de um substituto vida por vida, alma por alma;
sangue por sangue. Nisto reside a essência da expiação do pecado. Sem o
derramamento de sangue não existe justiça, e sem justiça não existe perdão.
Essa é a base do sacrifício de Jesus que nos reconcilia com Deus.
Por sua vez satanás faz uso de forma a reverter em sua vantagem, torcendo os
para seu próprio interesse aprisionar.
O sangue é um elemento altamente espiritual. Todo sacrifício está ligado a um
altar.
O sangue estabelece uma ligação entre o mundo físico e o espiritual todo. Todo
altar está ligado a um trono. E todo trono ligado a um sacerdócio, seja de
origem divina ou demoníaca
Hebreus 10:10-12 Biblicamente os sacrifícios de animais se fundaram com o
sacrifício definitivo de Jesus.
Portanto qualquer sacrifício envolvendo sangue se legaliza a uma perseguição
maligna (Provérbios 28: 17)
Não existe neutralidade espiritual quando se trata de sacrifícios. Todo
fornecimento de qualquer tipo de sangue a entidades com intuito de manipular
recursos financeiros, saúde, sentimentos, bens, posições ou qualquer outro
favor constrói pactos e ligações espirituais de natureza iníqua (Ezequiel 36:18)
Isto inclui, os crimes onde sangue inocente é derramado (abortos) Salmos 51:23
Todos esses rituais onde envolve pactos de sangue invocam sofrimento,
depressão e morte (Salmos 16:4) e essas entidades invocadas possuem caráter
de morte
(Mateus 27:25) geracionais.
Jesus também reforçou essas consequências ligados ao derramamento de
sangue inocente (Mateus 25:35)

1) Aborto, ou legado de aborto nas gerações

O aborto é um ato físico espiritual de assassinato de nações (descendências)
onde reproduz esterilidade, perdas, falências e depressão na linhagem.
Deus se relaciona com gerações (Mateus 22:32)
Eu sou o Deus de Abraão, Isaac e Jacó.
Uma mentalidade individualista e egoísta nos tira da visão espiritual.
O aborto é o principal estopim para identificar causas associadas a imoralidade
(Ezequiel 36:16)
O aborto é um crime Hediondo porque é o assassinato do próprio filho pessoa
que deveríamos expressar alto nível de amor, aceitação, proteção e respeito, na
verdade não se pode matar alguém sem também morrer.
A depressão é o sintoma evidente desta morte!
Levítico 20:2-5
Abortar não é o mero fato de remover células e sangue, na verdade é se
prostituir com Moloque vendendo sua própria descendência. Torna-se culpa do
sangue e refém do espírito de morte!
Remédio- Confissão (Tiago 5:16), pois estes espíritos se alimentam e se
esconde no silêncio. Precisa retirar a mordaça.
Quando mais a pessoa se cala mais refém de torna; e isto adoece a alma e fere
o espírito!
Se perdoe também não tente ser mais justo que Deus, que te perdoa de
imediato após confissão e arrependimento

2) Vítimas das tentativas de aborto sobrevivente
Uma pessoa que foi vítima direta ou indireta de um aborto passa a estar
debaixo das consequências impostas pelos próprios pais contra sua existência.
As palavras e ações autoriza (Libera) uma influência espiritual na sua natureza.
O veneno da palavra de alguma forma nata de diversas formas, traz um legado
de não completar nada vida, tudo é interrompido prematuramente, destruição
de um futuro emocional, financeiro, espiritual não concretiza nada trabalhos,
relacionamentos e estudos.
As coisas começam bem, mas não terminam, abre-se a frustação e a tristeza, e
claro depressão.
O remédio através do mapeamento identificar as tentativas da mão, pai e até os
avós em confessar intercessoriamente desligando a tentativa e anulando os
argumentos declarados pela autoridade de sangue (pais). E claramente se
destravará no mundo espiritual.

3) Útero contaminado por abortos
Números 35:33
Todo derramamento de sangue contamina a terra, e seu corpo fica
espiritualmente profanado, comprometendo outras gestações. E como se a
criança que está sendo gerada, está se gerando no local de assassinato e túmulo
do seu irmão.
Ela está herdando os espíritos de morte invocados pelos pais.
Remédio: através da intercessão ir ao túmulo do irmão, pedindo perdão,
retirando o sangue dos altares dos espíritos de morte, cancelando toda aliança,
perdoando os pais e devolvendo o sangue a Deus.
4) Suicídio ou Legado geracional
Ezequiel 22:4

Hoje temos em média
Este é um problema que não podemos negar, o suicídio é o atestado de fracasso
e desistência pessoal e geracional.
O suicídio é um Pacto de sangue envolvendo um auto- sacrífico humano que
deixará para a família uma terrível herança de depressão e morte.
Remédio: Buscar através da intercessão as dimensões geracionais, pois não se
trata só apenas da lei da responsabilidade pessoal.

5) Homicídio ou legado geracional
Gênesis 6:9
Números 35:19 / 35: 33

O Homicídio deixa um legado depressivo com características bem próprias como
perda da perspectiva de vida, tendência ao crime, uma raiva incontrolável,
desejo de matar, uso compulsivo de drogas.
Toda essa carga suicida é manipulada pelo espírito de morte e depressão.

6) Tatuagens, marcas e mutilações do corpo

Hoje em dia é tão comum ver até cristãos com piercing, tatuagens, alargadores,
e tem inspirado dúvidas e até conflitos na igreja.
Biblicamente falando as marcas e mutilações do corpo está ligado à uma
situação de escravidão.
De acordo com a lei mosaica, um cidadão Judeu não podia ser escravo por mais
de 6 anos a não ser que ele queria (voluntariamente)
Êxodo 21:5-6

Observe o Pacto
Umbral da porta (entrada) sua orelha era furada
(Dar ouvidos)
A perfuração significava o pacto de sangue que voluntariamente daria ouvidos
(obedeceria) o seu senhor.
Desta forma se aprisionava para o resto da sua vida. Todo pacto estabelece
aliança pela motivação que o levou a fazer.
Se a motivação é doentia (mostrar o que pensa, ou se mostrar), ficara escrava
daquilo para sempre carência, rebelião e sensualidade.

A tatuagem hoje sempre quer expressar algo
Nome dos Pais- orfandade
Coringa- criminalidade, psicopatia
Palhaço- assassinatos
Carpa- luxúrias, dinheiro e fama







Referências
Neuza Itioka
Valnice Milhomens
Jocum
Silc
CTL
Experiencia e algumas reportagens atual

Você também pode gostar