Você está na página 1de 69
Proceso n.” Origem Assunto Parecer n” Local e Data Procurador 1, RELATORIO nade Sea! 3a POEISEPLAG reo HO pa Governo do Estado de Mato Grosso PGE - Procuradoria Geral do Estado 450909/2020 PGE net 2020.02.008439 Secretaria de Estado de Planejamento e Gestio g Consulta a respeito de relatérios da CGE e da SEPLAG | a respeito do Contrato de Concession" = 062/2017/SEPLAG q 3.347/SGAC/PGE/2020 aa Cuiaba/MT, 27/11/2020 sf Leonardo Vieira de Souza : : DIREITO. ADMINISTRATIVO. . CONCESSAOx 3 ADMINISTRATIVA. PARCERIA _ PUBLICO-PRIVADAS 5 GANHA TEMPO, — OCUPACAO_—_—_—PROVISORIAS DETERMINADA JUDICIALMENTE. RELATORIOS DES 2 AUDITORIAS DA CONTROLADORIA GERAL DO ESTADO Es & DA SECRETARIA GESTORA DO CONTRATO. ILiCITOS3 § CONTRATUAIS —_ REITERADOS. — APLICAGAO _DES PENALIDADES. | DESCUMPRIMENTO — CONTRATUALS CONTUMAZ. INTERVENGAO. _ DESNECESSIDADE.23 POSSIBILIDADE EM CASO DE CESSAGAO DA OCUPACAOS 2 PROVISORIA E AUSENCIA DE REGULARIZAGAO POR® PARTE DA CONCESSIONARIA, EXTINCAO CONTRATUAL... CADUCIDADE. — REQUISITOS. COMPETENCIA DO! CONSELHO GESTOR DE PPP. PROCEDIMENTOS PREVIOS? IMPRESCINDIVEIS. RISCO DE CONTENDA ARBITRAL E/OU JUDICIAL. AVALIACAO_—- DOS __- VALORES INDENIZATORIOS PELA CGE. INSTAURACAO DE PAR. COMUNICAGAO AO MINISTERIO PUBLICO E TRIBUNAL. DE CONTAS DO ESTADO. Cuida-se de consulta formulada pelo Sccretério de Estado de Planejamento e Gestdo, por meio da Cl n° 219/2020/GAB/SEPLAG, a Unidade Setorial da 2020.02,008439 1de38 ‘Ay, Repiblica do Libano, 2.258, Jardim Monte Libano www,pge.mt..gov.br Cuiabé, Mato Grosso, CEP 78.048-196 fis.2 Governo do Estado de Mato Grosso PGE - Procuradoria Geral do Estado Procuradoria-Geral do Estado na Secretaria de Estado de Planejamento ¢ Gestio SEPLAG, relativamente ao Contrato de Concessio Administrativa n° 062/2017/SETAS (Parceria Publico-Privada do Programa Ganha Tempo), a respeito do Relatério de Irregularidades ef Condutas, elaborado pela Unidade de Gestio do Ganha Tempo, e do Relatério de Auditoria n° 057/2020, da Controladoria Geral do Estado CGE, ¢ sobre os procedimentos auc podem/devem ser adotados diante da situagao contratual verificada, bem assim para que se Ihes vwolauzer' ‘28878 informe as exigéncias legais, requisitos e riscos juridicos envolvidos dos procedimentos que eventualmente possam/devam ser tomados. bse. ar zg srt por Le Ip pasta pge mt.gov br a260autentcdeccunentaabrrCanferenciaDocumento do, nome o processo @ 0c Na Cl, esclarece-se que foi deferida medida cautelar pela 7° Va Criminal da Comarea de Cuiab&/MT, no Processo n° 17172-45.2020.81 1.0042, que deflagrot a operagiio “tempo é dinheiro” ¢ determinou a ocupacio proviséria judicial das unidades di Ganha Tempo. Nessa decisio, determinou-se a apresentagio de relatério minucioso dand conta de todas as irregularidades encontradas durante todo 0 periodo contratual, bem com: todas as condutas que pudesse evidenciar abuso ou crime por integrantes da concessiondria n -onkaeoo ern De Souzskor1 execugiio do contrato, com detalhamento do prejuizo causado ao cririo, podendo solicitar apoio 4 DECCOR e CGE; determinou-se, ainda, que o Estado de Mato Grosso avi justificadamente e por escrito, a necessidade e viabilidade de intervengio na concessio nos! termos do art. 32 da Lei n® 8.987/95. Diante disso, especialmente tendo em conta a complexidade do eto oral assnado aitaimante contrato © a gravidade das apuragdes contidas nos relatérios, foram os autos enviados a esta! Procuradoria para analise juridica a respeito da situagao posta ¢ orientagdo juridica acerea do: procedimentos possiveis ao administrador. Este document oi 2, FUNDAMENTACAO JURIDICA 2020,02.008439 2de 38 Av. Repiiblica do Libano, 2.258, Jardim Monte Libano www. pgemt..gov.br Cuiabé, Mato Grosso, CEP 78,048-196 Governo do Estado de Mato Grosso PGE - Procuradoria Geral do Estado 2.1, DOS LIMITES E ALCANCE DO PARECER JURIDICO Cumprindo delinear os limites 0 alcance da atuagio desta consultoriay Juridica, tem-se que o parecer juridico exarado pela Procuradoria-Geral do Estado veiculag opiniao estritamente juridica, desvinculada dos aspectos téenicos que envolvam a presente! demanda, a exemplo de informagSes, documentos, especificagdes téenicas, justificativas, e8 valores, 0s quais so presumidamente legitimos ¢ verdadeiros, em razio, inclusive, dos principios da especializagio ¢ da segregagdo de fungdes, regentes da atuagaio administrativa. parecer, portanto, é ato administrativo formal opinativo exarado em prol da seguranca juridica da autoridade assessorada, a quem incumbe tomar a decisao final dentro da margem de discricionariedade conferida pela lei. 2.2. RESUMO DAS OBSERVAGOES E CONCLUSOES DO RELATORIO DE: AUDITORIA N° 0057/2020, DA CONTROLADORIA GERAL DO ESTADO LEONARDO VIEIRA DE SOUZA.07Tbe16BH41. Pare vauaizaro| relatério de auditoria considerou todo o tempo de execugao, ante po contratual, de janeiro de 2018 a 31 de agosto de 2020, dia imediatamente anterior a! oi deflagrago da operagao policial Brin! ass ‘Apontou que houve restrigdes em face de inexecugdes contratuais ja Foo Fit. dpata pe mov br 8200/atentedade dacimentoiabriCanlereesDocumento. de, informe 9 processo #0 ceo 28BE7A apontadas em auditorias anteriores ¢ no solucionadas pela empresa, com destaque para a: auséncia de gravago de dudio dos atendimentos (item 3.3.2 do RA n° 25/2019), 0 que prejudicou a confirmagao quanto 4 efetiva realizago dos atendimentos computados pela st? documento € Bop concessionéria. Isso foi mitigado, pela auditoria, com a utilizago de outras fontes disponiveis, como sistemas corporativos dos érgdos parceiros ¢ estimativas baseadas em evidéncias de” anomalias constatadas nos registros da concessionaria. Pontuou-se que o trabalho se concentrou prioritariamente sobre os 2020.02.008439 3de38 Ay. Repiiblica do Libano, 2.258, Jardim Monte Libano www. pgeumt..gov.br Cuiabé, Mato Grosso, CEP 78.048-196 fe 4 Governo do Estado de Mato Grosso PGE - Procuradoria Geral do Estado pontos de maior impacto ¢ relevancia econémica ¢ financeira com maior potencial lesivo aos coftes piiblicos ¢ de maior gravidade, significando que a auditoria ndo esgotou todas as irregularidades possivelmente perpetradas pela concessionaria. Wocesse 0 site A auditoria foi dividida em quatro partes: (1) irregularidade vinculadas 4 gestiio dos atendimentos; (2) quantificagao do dano provado por desequilibrio aro igi contratual decorrente de conduta abusiva ¢ irregular da concessiondria; (3) evidéncias! adicionais constituidas por fendmenos anormais que estéo implicados nas condutas ¢: irregularidades descritas nos itens 3.1. a 3.7. da auditoria; (4) quantificagio total da extens’io do dano provocado pela: if x @ P & & a é : a f & z 8 5 Quanto aos atendimentos, verificou-se que: iRa De souznorteare6s4? Pa ito pestappe mt gov br ezediavientsse‘ocumentaabnrConerenceDocumento co, nfome o precesso © 0 658" 30BE7A a) houve, entre janeiro de 2018 e agosto de 2020, 79.958 (setenta nove mil novecentos € cinquenta e oito) atendimentos irregulares 1R0O Vie para os servigos de atendimento para solicitagiio de carteira di identidade, entrega da carteira de identidade, emissao/remissaio daj CTPS © habilitagdes de seguro desemprego; reputaram-se irregulares, também, mais 1.762 (mil setecentos e sessenta ¢ dois) atendimentos registrados sob a designacio “Retorno para os servigos da POLITEC”; b) houve, entre abril de 2019 ¢ fevereiro de 2020, 29.849 (vinte : nove mil oitocentos e quarenta ¢ nove) atendimentos irregulares' para os servigos de negociagao de débitos referentes a divida ativa' (PGE), emissao de documentos de arrecadagaio de impostos € taxas' ste Pocono ¢ Sota 1500 onginal ssid Tgeaumsht pe (SEFAZ) ¢ emissio de certidaio negativa; ¢) houve, ao longo de todo o periodo contratual, 186.394 (cento ¢ oitenta © seis mil trezentos ¢ noventa ¢ quatro) atendimentos 2020,02.008439 4de38 Av. Repiiblica do Libano, 2.258, Jardim Monte Lit Cuiabé, Mato Grosso, CEP 78.048-196 no www pge.mt. gov.br Governo do Estado de Mato Grosso PGE d) ) - Procuradoria Geral do Estado indevidos por replicagio de CPF, porque vinculados a senhas miiltiplas emitidas para um mesmo usudrio numa mesma data; foram indevidos os valores pagos ou devidos a consi cotrespondentes as senhas com 7 ou mais atendimentos e que. superam os limites de tolerincia indicados na metodologiat utilizada pela CGE no quantitative de 131.999 (cento ¢ trinta © um& mil novecentos ¢ noventa € nove) atendimentos, entre abril de 2019 ¢ fevereiro de 2020; eevoo4s1.Pard sul deveriam ser descontados dos valores pagos ou devidos concessionaria 0 equivalente a 10.252 (dez mil duzentos cinquenta ¢ dois) atendimentos, entre abril de 2020 ¢ agosto d 2020, relativamente as senhas que contam com 4 ou mais atendimentos ¢ que superam os limites de tolerincia indicados n: metodologia utilizada pela CGE: eonatbo vieina SE solzaatie hippest ge mt gob €280¢atetexcade-decumentorbnrCanfrencDocumanta do, irfome o proceseo @ 0 codigo 38BE7A sao Shtaimbte por deveriam ser descontados dos valores pagos ou devidos concessionaria 0 equivalente a 8.853 (oito mil oitocentos ¢ cinguenta ¢ trés) atendimentos, sendo 6..557 (seis mil quinhentos ¢ cinquenta e sete) atendimentos, no més de margo de 2020, relativos as senhas que contam com 3 ou mais atendimentos e que: Fel oS ona superam os limites de tolerincia indicados na metodologia’ ct utilizada pela CGE, ¢ 2.296 (dois mil duzentos ¢ noventa ¢ scis) 13 atendimentos relativos as senhas correspondentes a CPF outliers’; Este document foram considerados irregulares 31.672 (trinta ¢ um mil seiscentos setenta ¢ dois) atendimentos realizados em CPF invailidos, em todo " Explicagdo nos itens 101 © 102 do Relatério de Ausitoria n° 057/2020, da Controladoria Geral do Estado CGE. 2020.02.008439 5de 38 Ay. Repiiblica do Libano, 2.258, Jardim Monte Libano www, pge.mt..gov.br Cuiabé, Mato Grosso, CEP 78.048-196 fis.6 Governo do Estado de Mato Grosso PGE - Procuradoria Geral do Estado © periodo contratual; h) entre 15/12/2019 ¢ 31/08/2020, foram computados 37.922 (trinta e, sete mil novecentos € vinte © dois) atendimentos sem qualquer informagaio correspondente a0 CPF do usudrio-demandante do na servigo, 0 que a CGE considerou indevido face a obrigagdo® contratual da concessionéri bem assim diante de relatério del auditoria anterior e notificagao para corregao realizada pela’ SEPLAG; Pad sree ‘nto pestappe.mt gor 8280autrocer“ocumenofsbr/ConferenceDocumenta. co, nome o pocsss0 2 0 cid ABE i) foram realizados atendimentos mil Jos para uma mesma senha entre janeiro de 2018 ¢ agosto de 2020, num total de 25.683 (vint soliza i e cinco mil seiscentos ¢ oitenta ¢ trés) finalizagdes de atendimentos (itens 120 a 127 do RA n* 057/2020 da CGE); Be i) devem ser descontados dos pagamentos feitos ou devidos .EONARDO VIEIRA empresa 0 valor equivalente a 114.227 (cento e quatorze mil duzentos € vinte e sete) atendimentos, sendo 110.828 (cento e dez! mil oitocentos ¢ vinte ¢ oito) porque registrados em tempo irrisério’ (até 30 segundos), entre janeiro de 2018 margo de 2019, ¢ 3.399) (trés mil trezentos ¢ noventa ¢ nove) entre abril de 2019 ¢ agosto’ de 2020; ia do ong assisbc0 tale pa Bp k) foram reputados irregulares, entre janeiro de 2018 ¢ margo d ari 6 2019, 55.443 (cinquenta e cinco mil quatrocentos ¢ quarenta ¢ trés) atendimentos por terem tempo de espera em proporgao anormal te tu com periodos anteriores. Considerou-se, ainda, que houve descumprimento contratual por parte da concessionria em face da sua reticéncia em implementar a exigéncia contratual 2020,02.008439 6de38 Av. Repiiblica do Libano, 2.258, Jardim Monte Libano www pge.mt..gov.br Cuiabé, Mato Grosso, CEP 78,048-196 Governo do Estado de Mato Grosso PGE - Procuradoria Geral do Estado de haver sistema de gravagio dos atendimentos ¢ manuais operacionais das unidades ¢ servigos, instrumentos ¢ obrigagdes que constariam desde 0 termo de referéncia do objeto s, jd teria sido objeto de notificagdo pela SETAS (gestora dos licitado ¢ contratado, 0 que, al contrato inicialmente) ¢ pela propria CGE no Relatério de Auditoria n° 025/2019. Ainda sobre 0 assunto, verificou-se que houve 4.720 (quatro mil setecentos ¢ vinte) atendimentos considerados invalidos por terem sido realizados em: unidades do Ganha Tempo distintas em uma mesma data, a exemplo de um atendimento, i Para ovale o Grgnal, acess realizado ds 10h03 em Barra do Gargas e outro as 15h03 em Caceres, cidades distantes 739. km entre si Quanto a0 desequilibrio contratual que resultou em beneficios indevidos concessionaria, verificou-se que fora apontado no Relatério de Auditoria n 022/2019 a existéncia de diversos eventos de desequilibrio contratual em decorréncia do vigina 08 solza.o71681664: quais haveria impacto injusto em favor da concessionaria na ordem de dezenas de milhdes d da Orientago Técnica n° 02/2019, d SEPLAG e da CGE, que determinaria a reducio do valor por atendimento. Registrou-se, Fonasbo nt. pasta pga mt gov br 2280 entcidade-documentvebivCoderencebecumente do, nore oprocesso #0 cOdg0 268678 reais, do que teria resultado, em 2019, na elaborai quanto a isso, que a SEPLAG relatou recorrentemente conduta nao colaborativa da’ concessionaria, do que resultou a nao assinatura do termo aditivo que engendraria 0; reequilibrio contratual apontado como necessario. A CGE considerou que esse desequilibrio deve ser considerado como beneficio indevido ou prejuizo anormal ou injusto resultante de conduta da concessionéria, devendo resultar em supressio retroativa ao inicio da execugao do contrato, Citou, como exemplos das ocorréncias, a nao implantagio da Unidade Central de Gestio ¢ Operagio do! cocaments ols fe ab ongnal assis ageaents po Ganha Tempo, 0 possivel cmputo de atendimentos prestados por agentes piblicos para este recebimento de contraprestagZo indevida relativamente a outros servigos além daqueles apontados no item 3.4. do RA 22/2019. No que tange a apuragdo do dano ao erario publico (pela quantificagao 2020,02,008439 Tide 38 Ay, Republica do Libano, 2.258, Jardim Monte Libano www pge:mt..gov.br Cuiaba, Mato Grosso, CEP 78.048-196 fe.8 Governo do Estado de Mato Grosso PGE - Procuradoria Geral do Estado dos atendimentos irregulares e danos decorrentes do desequilibrio contratual), a CGE apresentou o seguinte quadro de irregularidades, quanto aos atendimentos: inconssténias nos quantitativos de alendimentos computados (ACH 3.1) 111.568 Mittplas seahas para um mesmo osuirio (CPF) em na mesma data (ACH S 3 122216 inconsisténcias na frnguncia de atendineatos repstrados para um messne CPF (ACH 3)" 67.306 ‘omeros de Cadasro de Pesson Fisica (CPF) svaidos (ACH. 17.688 wséncis de informario do mero do CPF dos demandantesapos da datalimate (ACH 3.5) 28 | [itiplasfalizapSes ent uma mesma senha (ACH 3.6) 18.744 Atendimentos (TA~TD) registrados em tempo initio (ACH 7-1) 39.286 | Anoralia em tempos de espera (TE) supenores atria minutes (ACH 3.72) 22.553 Toa mst Valor no crumulac o &cada andere esi conpuaade 386E7A medidas efetivadas e os resultados obtidos até entio. De mais relevante, afora aspectos pontuais ¢ de problemas difrios de gestilo, vale destacar as seguintes irregularidades apontadas nos relatérios: Este docu 6 coi a) constatacao da existéncia de 29 (vinte e nove) rescisdes contratuais realizadas em 27/08/2020, langadas no sistema do SINE como justa causa por inciativa do empregador, mas que, ao que se reputa 2020,02.008439 la de 38 Av, Repiiblica do Libano, 2.258, Jardim Monte Libano ‘www pge.mt..gov.br Cuiabé, Mato Grosso, CEP 78.048-196 is. 15 Governo do Estado de Mato Grosso PGE - Procuradoria Geral do Estado verificar na documentagao enviada pelo representante da empresa, ‘ocorreram sem justa causa; a b) localizagao de notas fiscais, recibos ¢ boletos vencidos ¢ a vencerg i espalhados na unidade de gestiio © sem previsio de pagamento,= 0 Sql uma vez que eram organizados por unidade e remetidos & empresa’ PRO-JECTO em Sao Paulo; tose ge mt gou br 6200 eutentcdade cocumentaebniGonferenciacocumento ce, informe o proceso €0 io SEBE7A ©) recebimento pela equipe de ocupagio proviséria de diversas not Bea, fiscais ¢ recibos para pagementos de varios fornecedores que} estavam em atraso, com a possibilidade de paralisacdo do; oFeor fornecimento do servigo; 4) recebimento de informagio de funcionirio da empresa continua a 8 por LEORIAROS Vicia DE SOUZA: desempenhar suas fungées na unidade do Ganha Tempo Caceres, contrariando determinagaio judicial, o que foi informad 4 policia civil; ©) recebimento de requerimento do representante da empresa de’ apuragaio da conduta de servidores da Administragio e revisio do: relatorio de faturamento do més de setembro de 2020. 2.5. SITUACAO CONTRATUAL E POSSIBILIDADES JURIDICAS A GESTAO DO: CONTRATO DIANTE DAS CONCLUSOES EXARADAS PELOS RELATORIOS DA CGE E DA UNIDADE DE GESTAO DO GANHA TEMPO ste aocuriente€ pa fl do ongmnalassinade oipsiments © ceme desta consulta reside na apreciagio das informagées alinhavadas nos relatérios formulados por CGE e Unidade de Gestio do Ganha Tempo em decorréncia de determinagiio judicial no bojo da Operagilo “Tempo é Dinheiro”, especialmente 2020,02.008439 15 de38 Av. Republica do Libano, 2.258, Jardim Monte Libano www pgeamt..gov.br Cuiabi, Mato Grosso, CEP 78.048-196 fis. 16 Governo do Estado de Mato Grosso PGE - Procuradoria Geral do Estado quanto 4 tomada de decisdes quanto aos importantes fatos que foram verificados admi rativamente € sao objeto também de investigagao policial te Atualmente, 0 contrato encontra-se sendo executado por meio de: ocupagio proviséria determinada judicialmente ¢ assim deve permanecer ao menos até que’ Sanat outra Ihe sobrevenha, tendo sido fixado ao Estado que apresentasse, em 90 (noventa) dias, ai safaro) necessidade ¢ a viabilidade de intervengdo na concessio administrativa, editando, se for 0! caso, 0 respectivo decreto interventivo. 4s, Para views A despeito da determinagio judicial para tomada de decisto a respeito; de uma intervengdo no contrato, a ser informada ao juizo no prazo de 90 (noventa) dias, propria gravidade dos fatos, por si s6, também determina que o gestor piiblico avalie Be sobizaoFiear “ecumentfabirCanferenciaDecumanto de, infme o roceeso 0 08" BETA situago posta, entenda os caminhos possiveis de serem trilhados e tome a decisio mais just possivel © que preserve os interesses da Administragtio sem prejudicar os particulare: envolvidos. ‘LEONARDO VIEIRA As conclusées da CGE, que identificou e mensurou o prejuizo aos; oF te cofres piiblicos em toda a execugao contratual em R$ 13.107.916 (treze milhdes cento ¢ sete’ mil novecentos ¢ dezesseis re ), ¢ da Unidade de Gestio do Ganha Tempo, que relatou todo: © histético de incorregdes, dificuldades inexecugdes contratuais em decorréncia de falhas! imputadas & empresa, no permite que haja a simples retomada da execugio contratual, sem medidas para apuragao efetiva de eventuais outros prejuizos ¢ irregularidades no contrato, ¢ também para enfrentamento definitivo dos problemas de execugito, A consultoria juridica, de posse das informagées faticas que’ instruem os presentes autos, incumbe informar e esclarecer ao gestor piiblico quais as Este Boamstto 6 copia fl dS ongialassieco tat he:/best ge mt gov br e200eutenicae solugdes juridicas que Ihe esto ao alcance numa situacio como esta. A tomada de decisio, por dbvio, depende da opgao do gestor publico, havendo mais de uma que revele a preservagio do interesse piiblico, No presente caso, alis, 2020.02.008439 16 de 38 ‘Av, Repiiblica do Libano, 2.258, Jardim Monte Libano www pgeamt..gov.br Cuiaba, Mato Grosso, CEP 78.048-196 8.17 Governo do Estado de Mato Grosso PGE - Procuradoria Geral do Estado ha diversos caminhos previstos nas leis que regem a matéria c também no contrato de concessao firmado com a empresa que podem ser seguidos pelo administrador. a Quanto a tais possibilidades, registro que a aplicagio de penalidadess de qualquer contrato administrativo, tendo aplicagdo também, joo aces ao particular é cléusula essen no bojo das parcerias piiblico-privadas, 0 que, alias, jd vem sendo exercido pelay Administragiio de maneira reiterada. Fara visutior 0 Isso porque, como jé relatado, ha diversas penalidades ja aplicadas a particular na execugaio contratual, diversos outros procedimentos em tramite para apuragao de eventual irregularidade e consequente aplicagio de penalidade e 0 relatério da CGE indica, ainda, prejuizos de grande monta ao eritio piiblico Em decorréneia desses tltimos fatos, aclarados pelos relatérios que’ eis DE SOUZA T6616 ensejam a presente consulta, poderia resultar, a um s6 tempo, a necessidade/possibilidade dc ROO aplicagdio de penalidades contratuais, caducidade do contrato © ressarcimento ao erari LEONA nip. past oye mgov b €260aterticxage documentalariConferenciDecumenta do, ifm processo ¢ 0 do SEBETA piiblico, sem prejuizo de outras sangdes, de natureza civel ¢ criminal. No atual estigio do contrato, assolado por um relatério da CGE que: indica prejuizo ao Estado de RS 13.107.916 (treze milhdes cento € sete mil novecentos © dezesseis reais), por um relatério da unidade gestora do contrato que indica inexecugdes contratuais desde a origem do contrato, relata a existéncia de situagtio aparentemente’ insustentivel na relago juridica entre as contratantes, carregada de descumprimentos, contratuai nexecugdes penalizadas, recalcitriincia na condugdo de atos conjuntos ¢ indicios: 6 Zp 2 do Spine Sasnat dgtimente por de fraudes de cunho criminal pela empresa contratada c, ainda, por uma investigagao penal em que se determinou, por decisio judicial, buscas ¢ apreensdes e a ocupagdo provisoria di Este Estado no contrato, desta tiltima, alias, resultando os relatérios citados, no parece plausivel ventilar a possibilidade de seguir a execucio contratual com a mera abertura de mais procedimentos para apuragdo das inexecucdes contratuais e aplicagio de mais penalidades cabiveis a contratada. 2020,02,008439 I7de 38 Ay, Replica do Libano, 2.258, Jardim Monte Libano www,pgemt.gov.br Cuiabé, Mato Grosso, CEP 78.048-196 fe. 18 Governo do Estado de Mato Grosso PGE - Procuradoria Geral do Estado A situagao ¢ bastante grave, seja do ponto de vista do que se apurou apés a determinagao judicial, seja por conta do histérico do contrato, recheado de problemas ¢ inexecugdes, parecendo que nao ha outra solugio possivel para preservar 0 interesseS piiblico que niio a avaliagao do encerramento antecipado da concessio. ‘Nessa linha, os caminhos contratuais e legais & disposigdo do gestos so basicamente dois: (1) i 2.5.1. INTERVENCAO NA CONCESSAO ADMINISTRATIVA, ATINGIMENTO D! SEUS EFEITOS NA OCUPACAO PROVISORIA JUDICIAL E SEGURANGA JURIDICA. PARA O CASO DE RETORNO DO PARCEIRO PRIVADO A intervengao € prevista no art. 32 a 34 da Lei n° 8,987/95: 2020.02,008439 tervencao e (2) extingdo da concessio por caducidade. rial, acess alec Pa vista (ARDO VIEIRA DE SOUZA Art, 32. O poder concedente poderd intervir na concessio, cot i © fim de assegurar a adequagio na prestago do servigo, bem como 0 fiel cumprimento das normas _contratuais, regulamentares ¢ legais pertinentes. ato di Pardgrafo tinico. A intervengao far-se-4 por decreto do poder’ concedente, que conterd a designagao do interventor, 0 prazo d orginal intervengao e os abjetivos ¢ limites da medida, Art, 33, Declarada a intervencao, o poder concedente deverd, no’ prazo de trinta dias, instaurar procedimento administrativo para comprovar as causas determinantes da medida e apurar responsabilidades, assegurado o direito de ampla defesa. § I° Se ficar comprovado que a intervengo no observou os: pressupostos legais regulamentares seri declarada suai nulidade, devendo o servigo ser imediatamente devolvido a concessionéria, sem prejuizo de seu direito 4 indenizagio. § 2 © procedimento administrative a que se refere © caput deste artigo deverd ser concluido no prazo de até cento e oitenta dias, sob pena de considerar-se invalida a interveneao, tater pot LEC ‘nttpasta pge mt gov.bra28aautentices” ‘ecumartoaon/CanferenciDocumente do, iiome processo e 0 cor JaBE7A "te dBeumenis En fl ao I8 de 38 ‘Av. Repiiblica do Libano, 2.258, Jardim Monte Libano wow. pge.mt..gov.br Cuiabé, Mato Grosso, CEP 78.048-196 intervengao: 28. 28.1 Governo do Estado de Mato Grosso PGE - Procuradoria Geral do Estado Art. 34, Cessada a intervengao, se ndo for extinta a concessio, a administragao do servigo. seré devolvida & concessionéria, precedida de prestagio de contas pelo interventor, que responder pelos atos praticados durante a sua gestdo. 4 i © contrato em referéneia traz a seguinte previsio a respeito da DA INTERVENGAO Som prejuizo das sancées cabiveis @ das responsabilidades incidentes, 0 PODER CONCEDENTE podera intervir na CONCESSAO ADMINISTRATIVA, 2 qualquer tempo, com o fim de assegurar a adequada prestacao dos SERVIGOS, bem come © fie! cumprimento das normas legais, regulamentares e contratuais, 28.2 A intervengao sera deciaraca por decreto do PODER CONCEDENTE, que designaré o interventor, o prazo da intervencao e os objetives e limites da medida, 28.3. No prazo de 30 (tinta) dias contado da declaracao da intervengao, sera instaurado procedimento administrativo com a finalidade de comprovar as causas determinantes da medida, bem come de apurar responsabilidades, assogurando-se & CONCESSIONARIA amplo diroito do detesa. 2020.02.008439 Av. Reptiblica do Libano, 2.258, Jardim Monte Lfbano 10.3.1.1_ © procedimento administrative de intervengéo deve ser conciuide no prazo maximo de 180 (cento e oitenta) dias. 10.3.1.2 interventor devera observar o cronograma de pagamento dos financiamentos contraidos pela CONCESSIONARIA. 10.3.1.3 A intervengao sera deciarada nula se restar comprovado que nao foram observados os pressupostos legais © regulanentares para a sua devretacao, devendo os SERVIGOS e@ os bens vinculados 4 CONCESSAO ADMINISTRATIVA retornar imediatamente a CONCESSIONARIA, sem prejulzo da prestagao de contas por parte do interventor e da recomposicao do equilibrio econémico-financeiro do CONTRATO. Cuiaba, Mato Grosso, CEP 78,048-196 19 de 38 Este documento # copia fel do orginal asia cgtaiments or LEONARDO VIEIRA DE SOUZAOT 168165447. Pare visualize 0. np dpstapge mt gov br #28Da.tentetade-documentoebniConerenciaDocumenta do, ifrme @process0 # 6 ciao S8SE7A woww,pgeamt..gov.br fs. 20 Governo do Estado de Mato Grosso PGE - Procuradoria Geral do Estado Para realizar a intervengao, portanto, seria necessaria a edigao de decreto do poder concedente, com designagiio do interventor, prazo da intervengiio © os objetivos ¢ limites da medida; no prazo de 30 (trinta) dias, seria instaurado procedimento para’ apuragaio dos fatos ¢ a intervencio seria concluida em até 180 (cento c oitenta) dias. Essa aparente solugdo serviria ao objetivo nfo de encerrar 0} contrato, mas de garantir, por situagdes extraordinirias, a continuidade da prestacio asuaizaro Sainal, acess dos servigos com o cumprimento das normas legais ¢ contratuais. Por sis, a intervengao parece nada agregar a situacao atual de. Para especialmente se manejada de mancira isolada. A uma, porque, atualmente, j4 hd determinagio judicial de ocupagao proviséria, com efeitos semelhantes ao que se daria num: Be soliea ofisei intervengao; a duas, porque nao parece traduzir eficiéncia ¢ celeridade a instaurag&o de uma Viena intervengao a essa altura, quando os efeitos previstos para tal intervengao ja foram aleancados pela ocupacio proviséria determinada judicialmente; a trés, porque nfo parece haver uEONaRbO nto pasta ge mt gov br2200autanisae” ‘ocumenta/seerConfrenciDecuments Ge, forme opoesssa e 0 car 3OBETA necessidade de intervengdo temporaria no contrato simplesmente para garantir sua observinciz © a continuidade da prestago dos servigos piiblicos, jd que a situagdio, aos olhos da: Admi tragio, parece conduzir 4 necessidade de medidas para extingao do contrato. A verdade ¢ que a situagio atual do contrato, ao qual se impés um! regime bastante semelhante ao de uma intervengdo, em decorréncia da determinagao judicial’ de ocupacio provisoria, garante que haja a continuidade dos servigos puiblicos pela assungio, direta da gestio da parceria piiblico-privada pelo ente piblico. O procedimento de intervengio, uma vez encerrado, aleangaria uma de’ duas conclusdes: ou seria concluido pela inadequagao do concessionario para prestar 0} ste ecambito cba fel oS engina setado digtalmante por s servigo, fato que acarretaria a extingao da concessdo; ou nenhuma culpa se teria apurado! contra cle ¢, em tal hipétese, a concessionaria teria sua gestiio ¢ execugao restauradas. Os efeitos que adviriam da intervengao, como se vé, parece que jé 2020,02,008439 20 de 38 ‘Av. Repiblica do Libano, 2.258, Jardim Monte Libano vwoww,pge.mt..gov.br Cuiabi, Mato Grosso, CEP 78.048-196 8.21 Governo do Estado de Mato Grosso PGE - Procuradoria Geral do Estado foram alcangados pela determinagao judicial, pois o servigo nao foi interrompido, houve a averiguagao das falhas na execugdo contratual desde 0 seu nascedouro (relatério da CGE € SEPLAG) a equipe de ocupagdo proviséria também identificou falhas, corrigiu defeitos ¢& 3 tem apresentado resultados da gestio no periodo. Tudo isso conduziu ao que ora se verifica,g no sentido de que hé uma situacdo de aparente fragilidade contratual que determina a ex io do contrato em face de falhas atribuidas & concessionéria. Apesar disso, caso cessem os efeitos da determinagio judicial de Par ular ocupacao provisoria, o gestor deverd decidir se determina uma intervengio formalment foes ht Jpasta pga m gov b €280/asontcdade documentorbrrCanfrencsDocumento a, ifome 9 processo e eco SEBETA ou se devolve a concessionaria a gestio e execucio do contrato. Esta ultima hipdtese, no; entanto, s6 parece segura a Administragao se houver a corregao de todas as falhas 1 apontadas nos relatérios formulados ao longo da ocupagio proviséria, em situacio dai qual se deduza que a execugio contratual poder, a partir dali, ter um formato distinto; do que foi relatado pela CGE e SEPLAG. ‘vaRoO ViEIRR OE SoU Isso ganha ainda mais relevo quando se tem em conta o que se expord u no préximo tépico, a respeito do que se sugere faga o Estado: inicie procedimento para \Go contratual por caducidade. E que, caso a Administragaio entenda que é 0 caso de; ° guir 0 contrato, tera sido feita uma das opgdes a que se destina a intervengao®, e tal procedimento estari em tramite, parecendo mais razodvel que se mantenha o status de ocupagio proviséria ji determinada judicialmente Se assim nao for, repita-se, ¢ inarredavel que ou a Administragao’ “cis fl do origina eSsinado digtsment por empreende medidas para garantir a continuidade do contrato pelo parceiro privado, com a cessagio de todas as falhas apontadas e com a seguranga juridica que foi afastada pelos relatorios confeccionados durante a ocupagio, ou a decretagio da intervencio se 68 aooament mostrar como a Gnica medida vidvel. 2 [Lei n® 8987/95] Art. 34, Cessada a intervengdo, se no for extinta a concessio, a administragao do servigo seri devolvida concessionaria, precedida de prestaglo de contas pelo interventor, que responderé pelos atos praticados durante a sua gestio. 2020.02,008439 aide 38 Ay. Reptiblica do Libano, 2.258, Jardim Monte Libano www pgemt.gov.br Cuiabii, Mato Grosso, CEP 78.048-196 fe, 22 Governo do Estado de Mato Grosso PGE - Procuradoria Geral do Estado Caso a decretago da intervengao venha a ocorrer em algum momento, devem ser observados os requisitos do art, 32 ao art. 34 da Lei n° 8.987 e o item 28 do contrato celebrado entre as partes, com a idas_adaptagdes face aos trabalhos ja concluidos de verificagio da _situaco_contratual, dos efeitos _e _conclusdes, sendof imprescindivel, de todo modo, a observincia da parte final do caput do art. 33 da Lei ni Em arremate, vale registrar que, de qualquer modo que seja, ao fim da’ ocupagao proviséria, deve haver a prestacao de contas pela equipe de gestio no periodo: assinalado, tanto no que concerne aos aspectos de gestiio quanto aos aspectos econdmico- Aor rosteeasT Part veualzro ok financeiros, e tanto ao juizo que determinou a ocupacio proviséria quanto ao parceiro privado. Nessa toada, aglutinando os problemas © buscando uma solugao} eficiente ¢ razoavel, recomenda-se: a) a desnecessidade de decretagio da intervengao, face ao’ ite poF LEONARDO VIEIRA DE SOU atingimento de seus efeitos pela ocupagio provisoria, afinal, tal ‘hippest pge mt gos br 8200aulertcda” “ocumentorterConerencaDocumenta do, ioe oprovesso 2 0 C6" S8BETA procedimento i manutengao da prestag’o do servigo cor seguranga ¢ verificagdo prévia da (in)viabilidade da continuidade’ asshoao. do contrato como incialmente pactuado; 15 co ong b) a cientificagao do juizo criminal, que determinou manifestagao do; Spa Estado a respeito da intervengao, acerca da desnecessidade dess procedimento no atual estigio contratual, sendo admissivel, por outro lado, que nao cessem os efeitos da ocupago proviséria, ste acum & especialmente em face das recomendagdes do t6pico seguinte; ©) que, em qualquer caso de cessa i¢dio dos efeitos da medida cautelar judicial, a Administragao somente permita o retorno do particular & 2020.02,008439 Rader Ay. Repibliea do Libano, 2.258, Jardim Monte Libano ‘www. pge.mt..gov.br Cuiabi, Mato Grosso, CEP 78,048-196 fis. 23 Am, Els So Governo do Estado de Mato Grosso PGE - Procuradoria Geral do Estado gestio © & exccugto direta do contrato se se valer de todas as precaugdes necessérias para que cessem as irregularidades apontadas nos relatérios confeccionados durante a ocupagao’ proviséria; caso contririo, que decrete a intervengdo no contrato,p na forma acima delineada e com as ressalvas existentes quanto ao fato de ja terem sido executados os trabalhos de averiguagao das ro intercorréncias contratuais. 2.5.2. EXTINGAO CONTRATUAL POR CADUCIDADE: DEMONSTRACAO Dt INTERESSE PUBLICO SUBJACENTE E CUMPRIMENTO DOS REQUISITOS E RIT¢ PROCESSUAL PARA GARANTIA DOS DIREITOS DO PARTICULAR oSta ota. Pr vst tp Jpcta ge mé gov br £260 autentsdadedocumenteobriConerenelaDacumenta.do, informs o rocessa # 0 c6dga S8BE7A ‘A coneessdio pode ser extinta pela caducidade, na forma do art, 35, IIL 200 VIEIRA DE da Lei n° 8.987/95, quando houver inexecugao total ou parcial do contrato, Situagdes como: of esta permitem a aplicagaio de penalidades ao particular ou, como medida mais drastica, a extingdo do contrato. 1a cigtalmento po Le No final das contas, trata-se de decisio do gestor piblico optar por: uma ou por outra medida, Essa decisio, no entanto, tem limitagzo légica: deve corresponder: a ao interesse piiblico subjacente. No presente caso, essa liberdade de escolha do gestor apresenta-s bem limitada em face dos acontecimentos verificados pela propria Administragio Publica e contidos nos relatérios que instruem os presentes autos. ‘ste document ct el 0 ong Ha prejuizo aos coffes piblicos mensurado em mais de 13 (treze) milhdes de reais. Foram considerados irregulares mais de 400 (quatrocentos) mil atendimentos realizados e pagos pela Administracdo na execugiio contratual. fi como se o equivalente a 77% (Setenta e sete por cento) da populagio de Cuiaba tivesse comparecido uma vez a uma unidade 2020.02.008439 Bde 38 Ay. Reptiblica do Libano, 2.258, Jardim Monte Libano ‘www. pge-mt..gov.br Cuiabi, Mato Grosso, CEP 78.048-196 Governo do Estado de Mato Grosso PGE - Procuradoria Geral do Estado do Ganha Tempo de mancira fraudulenta/inidénea, A propria unidade de gesttio do contrato da SEPLAG enumera muitas. situagdes de descumprimento contratual, intimeras penalidades ja aplicadas, processos deg inexecugao contratual em trimite ¢ incontaveis situagdes de recalcitrincia do particular na® gestio das atividades concedidas e na relagao com a Administracao. 2020.02.008439 Av, Repiblica do Li Cuiab’, Mato Grasso, As situag&es enquadram-se perfeitamente na previsao contida no art 38, § 1°, I, Te VI, da Lei n® 8.987/95: Art, 38. A inexecugdo total ou parcial do contrato acarretara, a 165166461. Pare vsvaizoro onginal procesen echt 7 2AGE7A critério do poder concedente, a declaragio de caducidade dat aor Suz concessiio ou a aplicagdio das sangdes contratuais, respeitadas disposigdes deste artigo, do art. 27, e as normas convencionadas IRA DE entre as partes, § 1° A caducidade da concessio poderi ser declarada pel poder concedente quando: Roo view T- 0 servigo estiver sendo prestado de forma inadequada ou: deficiente, tendo por base as normas, critérios, indicadores: € pardmetros definidores da qualidade do se 05 II ~ a concessioniria descumprir cliusulas contratuais ow disposigdes legais ou regulamentares concernentes concessi tl oo ong 8 asSado etalon for LEONA tp. Jpasta pe mov br 82@./autentcte”“ocumento/aberConterencaDocumento do. informe o, IMT - a concessionéria paralisar 0 servigo ou concorrer para’ oop tanto, ressalvadas as hipéteses decorrentes de caso fortuito o Ee forga maior; TV - a concessioniria perder as condigdes econémicas, técnicas' ste documento ts ‘ou operacionais para manter a adequada prestago do servigo' concedido; \V ~ a concessionéria nao cumprir as penalidades impostas por infragdes, nos devidos prazos; de 38 10, 2.258, Jardim Monte Libano www.pge.mt..gov.br "EP 78,048-196 fis. 25 Governo do Estado de Mato Grosso PGE - Procuradoria Geral do Estado s relatérios apontam que ha inadequagdes na prestagao dos servicos: pela concessiondria, que cla tem descumprido reiteradamente cléusulas contratuais ¢ que nao; vem atendendo as intimagées do poder concedente no sentido de regularizar a prestagao do: servigo. ‘A quantidade de problemas, a reiterag’io das falhas ¢ a gravidade dos: acontecimentos, como ja se disse, conduzem a impossibilidade de se seguir tratando tais irregularidades pela via da penalizagdo ordinaria da concessionaria, levando o administrador: a0 caminho mais restrito de preservagao do interesse ptiblico pela extingdo do contrato. Como se nota na parte final do caput do art. 38, da Lei n° 8.987/95, para a extingZio por caducidade, também devem ser observadas as normas convencionadas’ entre as partes, que também refletem aspectos da situagZo contratual verifieada: 2020.02,008439 VI - a concessionaria nfo atender a intimagio do poder concedente no sentido de regularizar a prestagio do servigo; ° 2 Vit - a concessiondria nao atender a intimagéo do poderg concedente para, em 180 (cento ¢ oitenta) dias, apresentar documentagio relativa a regularidade fiscal, no curso da’ concessdo, na forma do art, 29 da Lei n® 8.666, de 21 de junho de 1993. Red: ela Lei n? 12.767, de 2012) “Southors60160441. Par psipesta age mt gov br 8220autentscade-docomentfaberConferenciaDocurenta do, forme oprocesso © 0 cidigo 29BE7A ste documento ¢ cde fel Go onifinalassinado digtmerte por LEONARDO vieiRA DE wde38 Av, Reptiblica do Libano, 2.258, Jardim Monte Libano www pge.mt.gov.br Caiabi, Mato Grosso, CEP 78.048-196 fs. 25 Governo do Estado de Mato Grosso PGE - Procuradoria Geral do Estado 29.6.2.A caducidade da CONCESSAO ADMINISTRATIVA poderd ser

Você também pode gostar