Você está na página 1de 11

ANTAQ 230309 Revisão

BDV_Div_SEFAZ_C_060511_Dia 1/10
1. CONCEITO DE CONTABILIDADE
O aparecimento da contabilidade em nossas vidas
Antes de vermos o conceito de contabilidade, propriamente
dito, devemos saber porque existe a contabilidade ou porque surgiu a
contabilidade.
- A contabilidade surgiu da necessidade de controlar o
patrimônio das pessoas (entidades).

Nosso dia a dia e a contabilidade prática


Todos fazemos, indistintamente, algum tipo de
contabilidade, pois quando recebemos o nosso salário nos obrigamos a
fazer as contas para verificar se a "grana" será suficiente para o aluguel,
água, luz, telefone, condomínio, “o curso”, entre outros compromissos,
estamos de certa forma fazendo uma contabilidade,de forma
desordenada, é verdade, mas estamos a fazer contabilidade.

Por que a contabilidade é sistematizada numa empresa?


Agora imaginem se as empresas fizerem a sua contabilidade da forma
como nós fazemos! Seria o caos, pois ninguém se entenderia. As
informações registradas por uma empresa não seriam entendidas por
quase ninguém, a não ser quem fez
os registros.

As regras da contabilidade
Para evitar que cada pessoa registre as suas contas ao bel
prazer, foi necessário adotar certas regras a fim de uniformizar esse
procedimento. Essa necessidade foi o ponto de partida do
surgimento da contabilidade.

De que se ocupa a contabilidade em linhas gerais?


Por enquanto já sabemos que a contabilidade veio para
controlar o patrimônio, registrando-o de forma organizada, seguindo
uma metodologia para que as pessoas nela interessadas possam extrair
as informações que lhes interessam.
Assim, a contabilidade, na qualidade de ciência econômico-administrativa
se ocupa no estudo dos aspectos inerentes ao
controle, registro e orientação/divulgação.

Qual o conceito clássico e atual de contabilidade?


Neste contexto, durante o 1º congresso brasileiro de contabilidade
ocorrido no Rio de Janeiro, em 1924, foi formulado o seguinte conceito

1
para contabilidade:
“A Contabilidade é a ciência que estuda e pratica as
funções de orientação, de controle e de registro
relativos à administração econômica.”

Por fim, a contabilidade ainda pode ser conceituada


conforme segue:

“Ciência econômico-administrativa que utiliza


metodologia própria para registrar, analisar e
controlar os aspectos relativos ao patrimônio das
entidades, com o objetivo de fornecer informações
aos agentes interessados para subsidiar a tomada
de decisões”.

Exercício 1
� O assunto apareceu em prova da seguinte forma:
1. (ESAF/TTN–1992/SP) O Primeiro Congresso Brasileiro de Contabilidade,
realizado na cidade do Rio de Janeiro, de 17 a 27 de agosto de 1924,
formulou um conceito oficial de CONTABILIDADE. Assinale a opção que indica
esse conceito oficial.
a) Contabilidade é a ciência que estuda o patrimônio do ponto de vista
econômico e financeiro, observando seus aspectos quantitativo e específico e
as variações por ele sofridas.
b) Contabilidade é a ciência que estuda e pratica as funções de orientação, de
controle e de registro relativas à Administração Econômica.
c) Contabilidade é a metodologia especial concebida para captar, registrar,
reunir e interpretar os fenômenos que afetam as situações patrimoniais,
financeiras e econômicas de qualquer ente.
d) Contabilidade é a arte de registrar todas as transações de uma companhia,
que possam ser expressas em termos monetários, e de informar os reflexos
dessas transações na situação econômico-financeira dessa companhia.
e) Contabilidade é a ciência que estuda e controla o patrimônio das entidades,
mediante registro, demonstração expositiva, confirmação, análise e
interpretação dos fatos nele ocorridos.

R: B

Qual o objetivo principal da contabilidade?


2. OBJETIVOS DA CONTABILIDADE
O principal objetivo da contabilidade é fornecer informações
sobre o patrimônio que ela controla aos seus usuários.

Para os usuários, qual a finalidade da contabilidade?


Com base nessas informações os usuários podem tomar
decisões. Desta forma, o administrador de uma empresa, de posse

2
das informações fornecidas pela contabilidade, pode:
 avaliar a situação de sua empresa,
 constatar a ocorrência de lucro ou prejuízo
 e pode redirecionar os rumos da entidade.

Consequentemente, como podemos estabelecer o objetivo final da


contabilidade?
Assim, o objetivo da contabilidade é efetuar os registros de
todos os fatos patrimoniais para possibilitar um controle efetivo
deste, de modo que os usuários possam tomar decisões a partir das
informações obtidas. Ou dito de outra forma, poder-se-ia dizer que o
objetivo da contabilidade é permitir o estudo e o controle dos fatos
contábeis decorrentes da administração do patrimônio das empresas ou
entidades econômico-administrativas.

A contabilidade estuda o patrimônio das aziendas. Que se entende por


patrimônio e que tipos de entidade temos?
3. OBJETO
O objeto de estuda da contabilidade é o patrimônio das
aziendas. Entende-se por patrimônio o conjunto de bens, direitos e
obrigações e aziendas são as entidades com ou sem fim lucrativo.
Entidades com fins lucrativos são as empresas, ao passo que sem
fins lucrativos são os entes públicos, as associações, as entidades de
classe, etc.
Desta forma, o objeto de estudo da contabilidade é o
conjunto de bens, direitos e obrigações pertencentes a qualquer
entidade, seja ela pública ou privada e ainda com fins lucrativos ou
não.

Uma vez que temos o conceito de objeto da contabilidade, qual seu


campo de aplicação?
4. CAMPO DE APLICAÇÃO
Se atentarmos ao objeto da contabilidade e ao conceito, fica
fácil para delimitar o seu campo de atuação ou campo de aplicação, visto
que esta é aplicada a todas as entidades que possuem um patrimônio a
ser controlado, ou seja a contabilidade se aplica às aziendas, que são
entidades econômico-administrativas.

Que são entidades econômico-administrativas?


Entidades econômico-administrativas são as entidades que
Reúnem:
 pessoas,
 patrimônio,
 ação administrativa

3
 e finalidade estabelecida.

Quais as diferentes finalidades das entidades?


As finalidades das entidades podem ser:
 econômicas (visam o lucro como as empresas comerciais e
indústrias),
 socioeconômicas (buscam superávit a reverter em benefício de
seus filiados como cooperativas e entidades de classe)
 e entidades com fins sociais, que é caso das entidades públicas
como a União, os Estados e os
Municípios.
� O assunto apareceu em prova da seguinte forma:
2. (ESAF/TTN–1994/vespertino) “... o patrimônio, que a Contabilidade
estuda e controla, registrando todas as ocorrências nele verificadas.”
“... estudar e controlar o patrimônio, para fornecer informações sobre sua
composição e variações, bem como sobre o resultado econômico decorrente
da gestão da riqueza patrimonial.”
As proposições indicam, respectivamente:
a) o objeto e a finalidade da Contabilidade;
b) a finalidade e o conceito da Contabilidade; R:A
c) o campo de aplicação e o objeto da Contabilidade;
d) o campo de aplicação e o conceito de Contabilidade;
e) a finalidade e as técnicas contábeis da Contabilidade.

Como podemos classificar os usuários da contabilidade?


5. USUÁRIOS
Todos nós somos, de certa forma, usuários da
contabilidade. Alguns possuem interesse direto por estarem ligados à
administração de uma empresa (são os usuários internos), ao passo que
outros possuem interesse indireto como os acionistas minoritários, os
investidores, os empregados ou mesmo o fisco (são os usuários
externos).

� O assunto apareceu em prova da seguinte forma:


3. (MEMORIAL/SP/99) O objetivo da utilização da informação contábil pelo
FISCO é:
a) avaliação da informação para tomada de decisões;
b) verificação da liquidez da sociedade;
c) comprovação dos dividendos distribuídos; R: D
d) tributação das atividades da empresa;
e) n.d.a.

Sendo a função da contabilidade econômico-administrativa, defina ambas as funções?


6. FUNÇÕES DA CONTABILIDADE
A função da contabilidade é econômico-administrativa.

4
A função administrativa consiste em controlar o patrimônio
das entidades ao passo que a função econômica está voltada à
apuração do resultado ou rédito (lucro ou prejuízo).

7. TÉCNICAS CONTÁBEIS
A contabilidade é uma ciência e tem por objetivo o registro
dos fatos contábeis, o controle do patrimônio e gerar informações
úteis aos seus usuários. Para que possa alcançar esses objetivos são
utilizadas as técnicas da escrituração, das demonstrações contábeis,
da análise das demonstrações contábeis ou de balanço e da
auditoria.

7.1. ESCRITURAÇÃO
É a técnica contábil que se encarrega do registro dos fatos
que alteram o patrimônio de uma entidade, vale dizer, toda vez que
ocorrer alguma alteração nos bens, direitos e obrigações de uma
entidade, essas alterações devem ser registradas por meio da
técnica de escrituração.
O conhecimento de sua ocorrência, resultando, assim, que a
escrituração estará posta em ordem cronológica de dia, mês e ano.
A técnica de escrituração encontra capitulação legal por
meio do artigo 177 da Lei no 6.404/1976 (Lei das S.A.) e pela Lei nº
10.406/2002 (novo Código Civil).
Segundo o dispositivo da Lei das S.A., a escrituração das
empresas deve manter registros permanentes em obediência à
legislação comercial, aos preceitos da referida Lei e aos princípios
contábeis geralmente aceitos.
� O assunto apareceu em prova da seguinte forma:
4. (CONTROLADADORIA/2000) Os fatos contábeis provocam modificações
na estrutura do patrimônio e o seu registro deverá ser feito de maneira
cronológica, selecionando-os em grupos homogêneos e evidenciando seus
aspectos qualitativos e quantitativos. Isso caracteriza a Técnica Contábil
de:
a) controle;
b) planejamento;
c) auditoria; R:D
d) escrituração;
e) demonstrações contábeis.
7.2. DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS
A técnica das demonstrações contábeis está voltada à
elaboração de relatórios resumidos apresentando a situação
patrimonial em determinada data (Balanço Patrimonial), a
demonstração do resultado do exercício, as fontes ou origens de
recursos e suas aplicações, a demonstração dos lucros ou prejuízos

5
acumulados além de outros demonstrativos.
As demonstrações contábeis obrigatórias, segundo a Lei no
6.404/1976 (Lei das S/A.), são:
• BALANÇO PATRIMONIAL
• DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO
• DEMONSTRAÇÃO DOS LUCROS OU PREJUÍZOS
ACUMULADOS
• DEMONSTRAÇÃO DAS ORIGENS E APLICAÇÕES DE
RECURSOS

Oportunamente (no curso de contabilidade intermediária)


estudaremos, detalhadamente, cada uma dessas demonstrações.
Cabe esclarecer que, conforme disposto no § 2º do art. 186 da Lei
das S/A, a Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados fica
dispensada se a empresa elaborar a Demonstração das Mutações do
Patrimônio Líquido, que incluirá aquela. Então, se aparecer na prova
como demonstração obrigatória a Demonstração das Mutações do
Patrimônio Líquido e não estiver presente uma alternativa que
contemple a Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados, a
resposta a ser assinalada é a que contemple a Demonstração das
Mutações do Patrimônio Líquido!
7.3. AUDITORIA → Controle da contabilidade
A contabilidade, já o dissemos, é a ciência que estuda e
pratica as funções de orientação, de controle e de registro das
mutações patrimoniais.
Essas operações estão sujeitas a erros e falhas. Para evitar
que esses erros e falhas persistam, a própria contabilidade está
sujeita a um determinado controle que é exercido pela técnica de
auditoria. Assim, auditoria é a técnica contábil que tem por objetivo
a verificação ou revisão de registros, demonstrações e
procedimentos adotados para a escrituração, e das demonstrações
contábeis.
A auditoria é dividida em duas áreas: A auditoria interna e a
auditoria externa ou independente. A auditoria interna abrange a
auditoria de gestão e contábil e possui o objetivo de verificar a
adequação dos registros contábeis e a prevenção de fraudes e erros
e emitir um relatório para a administração. A auditoria externa ou
independente tem por objetivo analisar as demonstrações
financeiras ou contábeis para verificar a sua adequação quanto às
práticas contábeis adotadas no Brasil a fim de emitir um parecer
sobre as mesmas que será publicada juntamente com as
demonstrações contábeis.

6
7.4. ANÁLISE DE BALANÇO
A análise de balanço ou análise das demonstrações
contábeis ou financeiras é a técnica que utiliza métodos e processos
científicos ou estatísticos, decompondo as demonstrações ou
comparando-as com demonstrações de outros períodos,
interpretando os dados obtidos a fim de obter informações
analíticas, ou seja, mais detalhadas, com o objetivo de avaliar a
situação patrimonial e financeira da empresa como, por exemplo, a
capacidade de pagamento a curto prazo, rentabilidade, garantia de
capitais de terceiros, índice de liquidez, etc.
É oportuno que chamemos a atenção ao fato de que a
Auditoria e a Análise de Balanços, a par de serem técnicas contábeis
são, também, especializações ou ramos da Contabilidade.
� O assunto apareceu em prova da seguinte forma:
5. (TFC/ESAF/96) Decomposição, comparação e interpretação dos
demonstrativos do estado patrimonial e do resultado econômico de uma
entidade é:
a) função econômica da Contabilidade;
b) objeto da Contabilidade;
c) técnica contábil chamada Análise de Balanços; R: C
d) finalidade da Contabilidade;
e) função administrativa da Contabilidade.

Agora que vocês já estão cheios de conceitos e se ainda


tiverem “saco” para seguir em frente na busca da aprovação,
resolvam os seguintes exercícios propostos, cujos gabaritos serão
apresentados no final da próxima aula.
GABARITO AULA 01
1. B 8. B 15. E 22. E 29. C
2. A 9. A 16. A 23. C 30. E
3. D 10. EECCE 17. E 24. C 31. B
4. D 11. D 18. A 25. C 32. C
5. C 12. D 19. B 26. C
6. D 13. A 20. D 27. D
7. D 14. E 21. D 28. B

6. Hodiernamente, uma das principais finalidades da Contabilidade é a


de:
a) apurar a base de cálculo do Imposto de Renda;
b) cumprir exigências da Legislação Comercial;
c) refinar a linguagem e os procedimentos adotados no controle do patrimônio;
d) constituir instrumento essencial nas funções de planejamento e controle das
aziendas;
e) apurar o valor dos dividendos dos investidores.
R:D

7
7. O uso da informação contábil pode ser catalogado de várias formas,
porém a mais importante é:
a) controle e mensuração;
b) análise e escrituração;
c) previsão e registros contábeis;
d) econômica e administrativa;
e) política e auditoria.
R: D
8. Com relação à Contabilidade, pode-se afirmar:
a) As entidades públicas estão fora do rol dos interessados na informação
contábil.
b) A contabilidade visa, em última análise, a fornecer informações úteis acerca
da gestão economico-administrativa da azienda.
c) Uma das grandes vantagens da informação contábil é que por meio dela se
obtém a estrutura política de uma S.A.
d) O objeto da contabilidade é o patrimônio das entidades, por isso a sua
finalidade é controlar a riqueza dos sócios de uma empresa.
e) A contabilidade se comunica com os interessados da informação contábil por
meio da imprensa escrita e, em face de sua complexidade, não pode ser
utilizado outro meio de comunicação.
R: B
9. Assinale a opção incorreta.
a) A Contabilidade registra apenas os fenômenos econômicos que afetam as
empresas, desde que afetam o Imposto de Renda.
b) Agentes fiscais, gerentes de bancos, clientes, fornecedores, acionistas,
administradores e investidores têm interesse na informação contábil.
c) Avaliar as decisões e o planejamento, auxiliar o controle e determinar o rédito
de período são objetivos (fins) da Contabilidade.
d) O objeto de estudo da Contabilidade é o patrimônio das aziendas.
e) O campo de aplicação da Contabilidade abrange qualquer tipo de pessoa física
ou jurídica, com finalidades lucrativas ou não, que tenha necessidade de
exercer atividades econômicas para alcançar suas finalidades, desde que
possua um patrimônio.
R: A
10. Quanto à Contabilidade como um todo, analise e julgue os itens
abaixo.
1) É o único meio utilizado para o planejamento eficaz de uma empresa.
2) As leis que disciplinam sua eficácia são veiculadas pelo Conselho Federal de
Contabilidade.
3) Rédito é sinônimo de resultado e este pode ser positivo ou negativo,
conforme lucro ou prejuízo.
4) Um bom controle evita perda de tempo e dinheiro.
5) Gestão é aplicada às aziendas para obtenção de rédito positivo, enquanto que
Administração está voltada para réditos beneficentes.
11. É/são objeto(s) da Contabilidade:
a) os bens, direito e situação líquida;
b) o conjunto dos haveres, direitos e obrigações;
c) o controle da entidade;
d) o conjunto de bens, direitos e obrigações;
e) a evidenciação do patrimônio, para que os bancos possam emprestar dinheiro
às entidades.
R: D

8
12. O campo de aplicação e o objeto da Contabilidade:
a) confundem-se;
b) são distintos, pois o primeiro é o patrimônio e o segundo é a azienda;
c) podem ser dissociados, pois o primeiro independe da existência do segundo;
d) são distintos, pois o primeiro é a azienda e o segundo é o patrimônio;
e) são a identificação das receitas e a apuração do resultado.
R: D
13. A função econômica da Contabilidade é:
a) apurar lucro ou prejuízo;
b) controlar o patrimônio;
c) evitar erros e fraudes;
d) efetuar o registro dos fatos contábeis;
e) verificar a autenticidade das operações.
R: A
14. Assinale a alternativa correta.
a) Os elementos essenciais da azienda são patrimônio, administração e
Contabilidade
b) A função principal da Contabilidade é organizar o orçamento da empresa.
c) O objeto da Contabilidade é o patrimônio, que ela estuda e pratica,
registrando as ocorrências que lhe afetam a estrutura qualitativa.
d) Contabilidade é a ciência que estuda e pratica as funções de registro, de
auditoria e de coordenação dos atos da administração econômica.
e) O campo de atuação e o objeto da Contabilidade são distintos um do outro,
pois o primeiro é a azienda e o segundo é o patrimônio.
R: D
15. A palavra AZIENDA é comumente usada na Contabilidade como
sinônimo de fazenda, na acepção de:
a) conjunto de bens e haveres;
b) mercadorias;
c) finanças públicas;
d) grande propriedade rural;
e) patrimônio, considerado juntamente com a pessoa que tem sobre ele poderes
de administração e disponibilidade.
R: E
16. As demonstrações financeiras obrigatórias são:
a) Balanço patrimonial, demonstração do resultado do exercício, demonstração
de lucros ou prejuízos acumulados, demonstração das origens e aplicações de
recursos.
b) Demonstração dos lucros ou prejuízos acumulados e demonstração do
resultado do exercício.
c) Demonstração do resultado do exercício e demonstração das origens e
aplicações de recursos.
d) Demonstração das origens e aplicações de recursos.
e) Balanço Patrimonial, Demonstração do Fluxo de Caixa, Demonstração do
Valor Agregado e Demonstração do Resultado do Exercício.
R:A
17. Para alcançar os seus objetivos a Contabilidade utiliza certas
técnicas. São elas:
a) escrituração, planejamento, coordenação e controle;
b) escrituração, balanços, inventários e orçamentos;
c) contabilização, auditoria, controle e análise de balanços;
d) auditoria, análise de balanços, planejamento e controle;

9
e) auditoria, escrituração, análise de balanços e demonstrações.
R: E
18. Além de serem técnicas contábeis, são também considerados ramos
da Contabilidade:
a) a auditoria e a análise de balanço;
b) a fiscalização e a auditoria;
c) o planejamento e a análise de balanço;
d) o controle e a auditoria;
e) a meteorologia e a escrituração.
R: A
19. Julgue os itens abaixo e assinale o correto.
a) A função econômica da Contabilidade é a obtenção de fluxo de caixa, isto é,
rédito positivo.
b) O interesse dos acionistas na Contabilidade da entidade está voltado mais à
liquidez e ao fluxo de pagamentos dos dividendos.
c) Um empregado de qualquer entidade não tem interesse na Contabilidade da
mesma se estiver recebendo o seu salário em dia.
d) Empresa que paga seus tributos normalmente não desperta interesse do fisco
em sua Contabilidade.
e) As técnicas contábeis são: escrituração, balancete, demonstrações contábeis
e aziendas.

R: B

E daí, acharam fácil?!


Se por acaso haja alguma dúvida, por favor nos escrevam. Teremos a maior
satisfação em dirimir as dúvidas de todos vocês. Ademais, o fato de terem
dúvidas já é um bom começo, é sinal de que está havendo esforço para a
compreensão do assunto!!!

Já é hora de seguirmos em frente, de falarmos algo sobre a


constituição das empresas e, neste particular, sabemos que uma
empresa começa sua atividade pelo registro do contrato social ou do
estatuto na junta comercial.
Nesse contrato social ou estatuto estará apresentado o valor do
capital social com que a empresa irá buscar os seus objetivos
sociais. Entretanto, a expressão capital assume diversas outras
conotações as quais passaremos a estudar.

Parei na página 23 PDF Misaglia e Velter Pontos para concurso

Gabarito das Questões dp Misaglia e Velter


Aula 1
GABARITO AULA 01
1. B 8. B 15. E 22. E 29. C
2. A 9. A 16. A 23. C 30. E
3. D 10. EECCE 17. E 24. C 31. B
4. D 11. D 18. A 25. C 32. C
5. C 12. D 19. B 26. C

10
6. D 13. A 20. D 27. D
7. D 14. E 21. D 28. B

11