Você está na página 1de 16

Nematódeos - infec

Nematódeos ção oral


infecção

• Classificação
– Reino: Animalia
– Filo: Aschelminthes
– Classe: Nematoda
– Ordem: Trichuroidea
– Família: Tricuridae
– Espécie: Trichuris trichiura
Nematódeos - infec
Nematódeos ção oral
infecção

• Características gerais
– Provoca parasitismo com manifestações
discretas
– Diarréia manifesta-se eventualmente
– Prolapso retal pode ocorrer em caso de
infestação grave
Cabeça

Trichuris trichiura adulto


Opérculo
Opérculo

Ovo de T. trichiura
1
2

1- Ovo de T. trichiura; 2- Ovo de ancilostomídeo.


Nematódeos - infec
Nematódeos ção oral
infecção

• Biologia
– Morfologia
• Larva:
– corpo cilíndrico com a metade anterior do corpo
de diâmetro menor que a posterior; aspecto de
“chicote”;
– Tamanho do verme adulto varia 2-5 cm;
• Ovo:
– formato ovóide com um opérculo em cada
extremidade
– Hospedeiro: homem
Nematódeos - infec
Nematódeos ção oral
infecção

• Biologia
– Ciclo (Monoxênico)
• Ovos são eliminados com as fezes:
• O embrionamento dos parasitos é externo;
• A larva infectante forma-se no interior do ovo e aí
permanece;
• Ingestão do ovo com a larva infectante por parte do
homem;
• Desenvolvimento das larvas nas criptas cecais;
• Acasalamento de parasitos adultos e ovipostura.
Nematódeos - infec
Nematódeos ção oral
infecção

• Biologia
– PPP: 70-90 dias
– Nutrição: adultos euritróficos
– Infectividade
• Ovos são infectantes por longos períodos;
• Número de parasitos normalmente é pequeno;
• Peridomicílio é o local importante de infecção em áreas
de alta endemicidade.
Nematódeos - infec
Nematódeos ção oral
infecção
• Patologia
– Inflamação da mucosa intestinal;
– Aumento da motilidade intestinal devido a
liberação de toxinas pela larva;
– Eosinofilia;
– Alteração da permeabilidade celular na
mucosa.
Prolapso
retal
Trichuris
Nematódeos - infec
Nematódeos ção oral
infecção

• Sinais e sintomas
– Indivíduos com tricuríase não apresentam
manifestações claras de infecção;
– A evolução do parasitismo pode levar a dor
abdominal, flatulência e febre moderada;
– Diarréia com perda de peso nas infestações
intensas; pode seguir-se desidratação;
– Constipação e tenesmo;
– Em casos graves pode haver prolapso retal.
Nematódeos - infec
Nematódeos ção oral
infecção
• Diagnóstico
– Exame parasitológico de fezes (EPF)
• Métodos de sedimentação (Lutz (HPJ));
• Flutuação (Willys)
• Tratamento
– Pamoato de Pirantel
– Benzimidazóis
• Mebendazol, Albendazol
Nematódeos - infec
Nematódeos ção oral
infecção

• Epidemiologia
– Parasito cosmopolita;
– Prevalência associada com a ascaríase;
– Bastante freqüente nas áreas rurais e
periferia das grandes cidades sem
saneamento básico adequado.
– Medidas de controle relacionada com
parasitos denominados de “geo-
helmintos”.