Você está na página 1de 3

Contabilidade Geral – 1° Simulado Comentado

01- Uma companhia adquire equipamentos industriais, para uso, no valor de 100.000,00, com 20%
de ICMS e 10% de IPI, pagando a um transportador 800,00 de frete, com a incidência de 5%
de ISS, já incluído no preço do serviço. Pela instalação do equipamento, a cia. pagou 500,00 a
um prestador de serviços, sem a incidência de impostos na prestação. Um mês após a
instalação, os equipamentos apresentaram defeito, tendo o reparo custado à companhia
300,00.
O valor lançado na conta que registrou os equipamentos foi de:

a) 89.300,00
b) 89.600,00
c) 91.300,00
d) 91.600,00
e) 111.300,00

02- Indique a alternativa incorreta.

a) A conta Provisão para a Contribuição Social Diferida é classificada no passivo circulante.


b) A conta Pro-labore é de resultado.
c) A conta Empréstimos a Controladas e do ativo realizável a longo prazo.
d) No ativo permanente diferido, são apropriáveis apenas bens incorpóreos.
e) Os bens do ativo permanente imobilizado não estão sujeitos a ajuste ao valor de mercado
quando este valor é inferior ao custo de aquisição.

03- As informações abaixo foram extraídas da contabilidade de uma sociedade anônima.

Capital Social 1.000


Reserva de Ágio na Emissão de Ações 100
Reserva de Subvenções para Investimentos 40
Reserva de Reavaliação 250
Reserva Legal 170
Reserva Estatutária 300
Reserva para Contingências 200
Reserva de Retenção de Lucros 600
Lucro líquido do exercício 1.000

Indique a alternativa correta.

a) A cia. está desobrigada de constituir reserva legal.


b) O total das reservas de lucros é de 970.
c) Nos termos da Lei n° 6.404/76, o excesso das reservas de lucros em relação ao capital
social é de 310.
d) O total das reservas de lucros é de 1.320.
e) O total das reservas de capital é de 310.

04- Com base nos critérios de avaliação dos elementos do ativo, previstos na Lei n 6.404/76,
indique a alternativa correta.

a) Os imóveis classificados como investimentos permanentes são avaliados pelo custo de


aquisição, deduzido de provisão para perdas prováveis na realização de ser valor, ou para
redução do custo ao valor de mercado, quando este for inferior.
b) Os móveis e utensílios de uso são avaliados pelo custo de aquisição, deduzido da provisão
para redução do custo ao valor de mercado, quando este for inferior.
c) As participações permanentes em outras sociedades são avaliadas pelo custo de
aquisição, deduzido da provisão para redução do custo ao valor de mercado, quando este
for inferior.
d) Os imóveis para venda do ativo circulante são avaliados pelo custo de aquisição, deduzido
do saldo da respectiva depreciação.
e) O ativo diferido é avaliado pelo valor do capital aplicado, deduzido do saldo das contas que
registrem a sua amortização ou depreciação.

05- De acordo com o art. 179,I, da Lei n 6.404/76, o ativo circulante é dividido nos seguintes
subgrupos:

a) disponibilidades, contas a receber, estoques e despesas antecipadas


b) disponibilidades, direitos de curto prazo e despesas antecipadas
c) disponível, contas a receber e aplicações de recursos em despesas do exercício social
subseqüente
d) disponível, contas a receber, estoques e aplicações de recursos em despesas do exercício
seguinte
e) disponibilidades, direitos realizáveis no curso do exercício social subseqüente e aplicações
de recursos em despesas do exercício seguinte

COMENTÁRIOS

Questão 01 - A

Em se tratando de equipamento para o ativo fixo (imobilizado), são computados como parte do
custo de aquisição todos os gastos necessários a que o bem seja instalado para uso, incluindo o
gasto com a instalação. Todavia, por ser imposto recuperável, o ICMS não é computado como
parte do custo de aquisição. Como o bem não se destina à comercialização ou industrialização
para posterior venda, o IPI integra a base de cálculo do ICMS (110.000 x 20% = 22.000). Mesmo
no caso da indústria, o IPI relativo à aquisição de bens para o ativo fixo ou uso ou consumo não é
recuperável. O ISS não é imposto recuperável. O gasto com o reparo deve ser lançado como
despesa operacional.

Valor do equipamento 100.000,00


IPI 10.000,00
Frete 800,00
Gasto com instalação 500,00
Total gasto na aquisição e instalação 111.300,00
ICMS recuperável já incluído ( 22.000,00)
Custo de aquisição do bem 89.300,00

Lançamentos contábeis:

D - Equipamentos 89.300,00
D - ICMS a Recuperar 22.000,00
C - Caixa 111.300,00

D - Despesas com Reparos


C - Caixa 300,00

Questão 02 - A -
a) A conta Provisão para a Contribuição Social Diferida é classificada no passivo exigível a
longo prazo. A palavra “Diferida” (adiada, postergada) indica que se trata de longo prazo.
b) A conta Pro-labore é de resultado, despesa.
c) A conta Empréstimos a Controladas é do ativo realizável a longo prazo, pois registro crédito
decorrente de operação não usual com pessoa ligada.
d) No ativo permanente diferido, são apropriáveis apenas bens incorpóreos (despesas diferidas),
sujeitos a amortização.
e) Os bens do ativo permanente imobilizado não estão sujeitos a ajuste ao valor de mercado
quando este valor é inferior ao custo de aquisição. Eles sofrem depreciação, amortização e
exaustão.

Questão 03 - A - Lei n 6.404/76, artigos 182, § 1, e 193 a 199

a) A Cia. está desobrigada de constituir a reserva legal, porque a soma da reserva legal com as
reservas de capital é superior a 30% do capital social: 170 + 100 + 40 = 310.
b) O total das reservas de lucros é de 1270, ou seja: 170 + 300 + 200 + 600.
c) Nos termos da Lei n° 6.404/76, o excesso das reservas de lucros em relação ao capital social é
de 70. Ficam de fora desse cálculo as reservas para contingências e de lucros a realizar, se
houver. Assim o excesso é calculado da seguinte forma: 170 + 300 + 600 - 1.000.
d) O total das reservas de lucros é de 1270.
e) O total das reservas de capital é de: 100 + 40 = 140.

Questão 04 - A - Lei n 6.404/76, art. 183, IV

a) Os imóveis classificados como investimentos permanentes são avaliados pelo custo de


aquisição, deduzido de provisão para perdas prováveis na realização de ser valor, ou para
redução do custo ao valor de mercado, quando este for inferior.
b) Os móveis e utensílios de uso são avaliados pelo custo de aquisição, deduzido de depreciação.
c) As participações permanentes em outras sociedades são avaliadas pela equivalência
patrimonial ou pelo custo de aquisição, deduzido da provisão para perdas prováveis na
realização do seu valor.
d) Os imóveis para venda do ativo circulante são avaliados pelo custo de aquisição ou valor de
mercado, se este for menor. Não sofrem depreciação.
e) O ativo diferido é avaliado pelo valor do capital aplicado, deduzido do saldo das contas que
registrem a sua amortização.

Questão 05 - E - Lei n 6.404/76, art. 179, I. Os direitos realizáveis no curso do exercício social
subseqüente englobam os créditos de curto prazo e os estoques de bens de venda, uso ou
consumo.

Ricardo J. Ferreira

www.editoraferreira.com.br