Você está na página 1de 7

03/02/2 - Nesta aula foi passado um resumo programático do semestre onde será visto:

011
- Breve histórico: - Arte rupestre | - Gutemberg

- Papel: -Histórico | - Fabricação/Obtenção da celulose | - Tipos revestidos ou não | - Características/Cálculos.

- Teoria das Cores: RGB/CMYK | Tintas: Europa/Pantone

- Pré-impressão: Retícula - Reprodução de tons | - Imposição x Formato

- Seminários - Sistemas de Impressão: (Total de grupos 6)

1- Offset
2- Rotogravura
3- Flexografia/Letterpress
4- Acabamento
5- Enobrecimento/Serigrafia
6- Impressão Digital

No seminário haverá parte escrita mais apresentação, e os grupos deverão visitar editoras para compor seus
trabalhos.

Bibliografia Básica:

- BAER, Lourenzo, Produção 6.º Ed. SENAC


- CARRAMILO, Mário. Produção Gráfica II Global Ed.
- LUNAR DELLI, Américo e Rossi, Sérgio. Acabado Enobrecido Lunar delli Ed.
- História do Livro
- Revista Tecnologia Gráfica - ABTG

OBS: Quando o primeiro grupo apresentar seu trabalho em classe todos os demais deverão entregar seus
trabalhos escritos.
Haverá muitos exercícios de cálculos durante as aulas que valerão pontos.

- Próxima aula em 10/11/2011 deverá ser entregue o nome dos integrantes de cada grupo.

10/02/2 Nesta aula tivemos explicação em sala de aula a partir do texto abaixo escrito na lousa.
011
Livro – Ligado a escrita
Outras mídias – pensamento/linguagem
Liber – Latim/biblos – Grego

Casca de árvore – necessidade – Registro + transmissão representação: Imagem, símbolo.


Pictografia – Pictus = pintado / grafe = descrição.
Ideografia – Abstratos, idéias – ideogramas.

1.º Suporte do livro – Madeira, Argila, osso, tecido (Chineses), conchas e cerâmica (Grego), folha c/ cena
(Índia).
Principais – Papiro e pergaminho.

Papiro – Planta do Nilo.


Miolo em tiras, prensa + calor + cola – escrita 1 lado, pedaços de 15 a 17cm livro dos mortos túmulos.

Hieráticos – textos sagrados dos livros dos mortos/ Emporético mais escuro, embalagens.
Usados até o século XI / só em 1962 encontrado na Grécia.

Em papiro – Livro em rolo, 6 a 10 folhas, desenrolar vertical.

Ramsés III – 40 metros couro, peles de animais – Gregos.

Eumenes II, rei de Pergamo – fuga do monopólio – animal morto carneiro, bezerro, jumento, antílope, bode,
cabra, ect.
Modo de preparo: Lavada, seca, cal na carne, removido o pelo, esticado e empilhado. Lavado e polido.
Maleável, escrita dos 2 lados, possível apagar, alto custo, alta mão de obra e tempo.
Livro de Papiro – Volume / pergaminho.
Codex ou Códice

Códice – Folhas encartadas e dobradas


Mudança física – comportamental
Divulgação do pergaminho – Cristianismo.

Direitos do autor – desconhecido


Editores / possuidores – Auto valor / autores glória e renome.

“Quando entregas um livro de poesia, perdes sobre ele todos direitos. Uma vez publicado um discurso,
pertence a todo o mundo”.

Livro – Único – Vários exemplares – Processo.


Cópias – Escritas – erros + atualizações pelo autor.

Grécia Clássica – Mosteiros – Copistas – Banho e termas.

Exercício em classe identificar o problema exposto no texto passado somente na sala de aula e entregar no
final da mesma.
Trabalho em grupo.

OBS.: O texto do exercício não está publicado nesta página.

- Próxima aula em 17/02/2011continuação das explicações e possivelmente mais exercícios em sala de aula o
qual irá
compor nota no final do semestre.

17/02/2 Nesta aula tivemos explicação em sala de aula a partir do texto abaixo escrito na lousa.
011 E foi definido as datas de entrega dos trabalhos e apresentação dos seminários.

Que ficou assim:

14/04/2011 - Entrega da parte escritas de todos os grupos (sem apresentação).


28/04/2011 - Apresentação do grupo - OffSet.
05/05/2011 - Apresentação do grupo - Rotogravura.
12/05/2011 - Apresentação dos grupos - Flexografia/Letterpress e Impressão Digital.
19/05/2011 - Apresentação dos grupos - Acabamento e Enobrecimento/Serigrafia.

Alguns grupos foram orientados de como deverá ser entregue os trabalhos.

Continuação - (matéria passada na lousa).

Manuscritos copiados – Oficinas x escravos


Oficinas – Scriptorium – mosteiro ou catedral
Armarius – Monge experiente

Abastecia, dividia, verificava, bibliotecário.


Antes da cópia – delimitação da área – mancha de texto títulos, imagens, decoração.

Pergaminho – caro e raro – presente de príncipes – monges raspavam e apagavam versões antigas ou sem
interesse
da Escrituras Copistas – aperfeiçoamento.

Séc. V ao VIII – Queda do Império Romano – Feudalismo.


Cultura salva pelo Cristianismo e Oriente arado e outros instrumentos de ferro + moinhos tração animal – boi
pelo cavalo.
Ocupação de região ao redor do feudo – Expansão Agricola.

Necessidades – especialistas (oportunidades) – roupas e utensílios domésticos troca do excedente agrícola –


acúmulo
– burgos – novos centros.

Cruzadas – séc. VI ao XIII – aumentaram o comércio. Cruzadas Expedições – Cristãos Europeus x


Muçulmanos.
Nobres – Sem herança – temas no oriente – oportunidade.
Séc XII – expansão comercial

Abadias não mais como centros culturais / Ensino rural x urbano.


Mestres e alunos – autonomia – Universistas – séc. VIII.

Caráter oral – discussão sobre determinado texto – livros para alunos e mestres livreiro – mercador
(oportunista)
– Sistema Peciae – todo ou partes. Desenvolvimento das cidades – juristas/leis.
Literatura de linguagem vulgar – antes oral – comércio de livros não eruditos Carlos V Louvre – 1.200
manuscritos
– aumento/Interesse das coleções privadas.

Ocidente – séc. XI Espanha e séc. XII – Itália – papel – preço inferior + possibilidade de fabricação.
Não substitui de imediato – fins corriqueiros – alunos aumento da necessidade de texto – Peciae morre.

Madeira entalhada – tinta + suporte + pressão. Tecidos – séc IV – Egito para papel – China – séc IX, Europa,
séc XIV opção
– gravar num punção de metal muito duro bater o punção num metal mais mole – forma chumbo + estanho +
centimônio.
Pergaminho – nem liso, nem tão maleável suficiente + raro e caro.
Prensa de vinho adaptada.

1.470 – 10 (prensas)
1.480 – 100 (prensas)
1.500 – 250 (prensas)

Biblia de 42 linhas/páginas, 49 exemplares + fragmentos aproximadamente 1.455 - 1.000 páginas, 290 sinais.

- Próxima aula em 24/02/2011 continuação das explicações e possivelmente mais exercícios em sala de aula o
qual irá
compor nota no final do semestre.

24/02/2 - Não tivemos aula nesta data devido à ausência do professor Lauro Capellari por motivo desconhecido até o
011 fechamento
destas informações.

- Próxima aula em 03/03/2011 continuação dos temas de introdução do curso e possivelmente mais exercício
em sala de aula.

03/03/2 Nesta aula nos foi pedido para preparar uma folha de papel através do método de reciclagem de papel e dito
011 como é o
procedimento que devemos adotar para realização desta tarefa em casa.

Tivemos explicação em sala de aula a partir do texto abaixo escrito na lousa.

“Não compreendo civilização sem papel. Ele se presta aos mais tristes e ignóbeis fins, mas isto não lhe
macula a hora intrínseca” Carlos Drummond de Andrade. Amplo uso.

T’ Sailun – Conselheiro da corte chinesa – 105 A.C. trapos, casca e galhos de amoreira,
redes de pescar cal + desfibramento mecânico – rede – para secagem – 751 D.C. – Samarcanda –
Árabes adquiriram “know-Haw” Europ – séc. XI e XII – Até sec. XVIII – linho algodão e cânhamo 1799 –
Loius – Nicholas Robert + Didot – 1.ª maquina contínua - alto custo – Henry e Sealy Fourdrinier – 1804 –
industrial 1867 – madeira + ácido + pressão + calor / Hoje – alcalina.

- Fibras – determinam características mecânicas rasgo: tração dobra variação dimensional.

- Pasta Mecânica – cavacos de madeira + força mecânica baixa custo, alto rendimento, baixa qualidade.

- Pasta Química – cavacos + soda + calor + pressão em autoclaves alto custo, baixo rendimento (50%),
alta qualidade celulose – composto vegetal natural – fibras lignina – cor marrom – liga fibras.

Revestimento – “Pintura” – tinta a base de látex carbonato de cálcio – fosas/ caulim – brilho.

Gramatura – especificação técnica do papel g/m² - gramas por metro ao quadrado. 75g/m² - 1 folha
com 1m² de área a 23º C e 50% de umidade do ar, pesará 75g.

Bulk ou corpo – relacionado à espessura.


Obs.: Na revista o papel as fibras devem estar sempre paralela a lombada, a (Apara) de uma resista que é a
sobra na
hora de cortar serve para fazer o (Papel Paraná) e a formula passada em sala de aula foi para quem estave
presente.

- Próxima aula prevista para 10/03/2011 apresentar ao professor a reciclagem de papel feita em casa.

10/03/2 Falta coletiva


011

17/03/2 Nesta aula foi corrigido os exercícios dados na aula passada, recebido pelo professor os trabalhos de papel
011 reciclado e
explicado o seguinte tópico:

Imposição de Páginas:

- Disposição das páginas para que, com um ciclo de máquinas, seja possível imprimir o maior número de
páginas e, quando
dobradas, sigam corretamente a seqüência numérica. É responsável pelo aproveitamento/otimização do
formato de papel
economia $.

Vimos o que é:
- Refilo ou refile (É uma operação de corte que deixa o produto final)
- Corte (Deixa a folha no esquadro)
- OffSet Plana e Rotativa.
- Cutoff (Ciclo de impressão da máquina)
- Calculo de consumo teórico de papel (no nosso caso 57,8 x 87,2cm)

- Próxima aula prevista para 24/03/2011 apresentar ao professor os exercícios prontos que serão divulgado no
site assim que
for recebidos via e-mail pelo professor.

24/03/2 - Nesta aula foi passado exercícios de cálculos sobre aproveitamento de papel e quantidade necessária para
011 imprimir grandes
quantidades para diversas publicações.

- Próxima aula em 31/03/2011 todos deve entregar os cálculos prontos.

31/03/2 - Nesta aula o professor Lauro falou sobre as diferenças entre impressora Plana e Rotativa.
011 Passou uma lista de formatos comerciais de folhas para impressão, como exemplo abaixo:

61 x 91cm
66 x 96cm
70 x 100cm
84 x 113cm
89 x 117cm

E mostrou o endereço na web de um site como o www.suzano.com.br o qual faz o calculo de quanto
papel irá usar de acordo
com o formato a ser utilizado.

Deixou todos terminarem os exercícios solicitado em aula anterior.

- Próxima aula em 07/04/2011 continuação do cronograma de atividades em sala de aula.

07/04/2 - Nesta aula ficou acertada a nova data de entrega dos trabalhos escritos e as apresentações.
011
Foram-nos apresentados também:

Teoria das Cores

- A presença das cores e nossa vida


- Teoria Ondulatória
- Teoria Corpuscula
- Teoria de Newton
Definição de luz:

- A luz é o efeito das radiações visíveis, que formam parte do espectro eletromagnético, composto
pelo conjunto de todas as ondas de energia eletromagnéticas conhecidas que cercam o Universo.

- Nos olhos
- Cor Luz – Síntese Aditiva
- Cor Pigmento – Síntese Subtrativa
- Metameria Geométrica
- Metameria Humana
- Metameria de Luz
- Influência da Luz na cor
- Metameria Geométrica
- Metameria Humana
- Metameria de Luz
- Influência da Luz na cor.

- Próxima aula em 14/04/2011 continuação da apresentação feita pelo professor Lauro sobre cores e luz.

14/04/2 Tintas – 1.º século A.C. – China


011 Europa – tintas em segredo.

Até sec. XIX – 3 a 4 cores mais negro de fumo – combustão de madeiras revestidas.

Tintas = veículo + pigmento


Pigmento – sólido particulado – composição invariável.

Função – passar cor para o impresso


Características – Intensidade – poder colorante teste comparativo.

Poder de absorção/reflexo – cor


Resistência – luz, água, frio, calor, ácidos, álcalis, verniz, etc.

Veículo – parte fluída da tinta na pastosa – melhor verniz.

Função – transportar o pigmento em suspensão e transferir-lo ao suporte.

Secagem – penetração – papéis com baixo grau de colagem.

Evaporação – veículos altamente voláteis.

Evaporação – forçada – uso de secadores.

Oxidação – reação com o O2 do ar.

Polimerização C=C
C–C–C
C
\
C=C C \\
C C– C
|| C
| |
C
C C
Variáveis
“preços”
Polímero

Reação de cura imediata.


Tinta pastosa – verniz + óleo secreto
Verniz determina grau de brilho e resistência do atrito.

Verniz solidifica “aprisionado” o pigmento

Pantone – tintas customizadas sob encomenda.

1963 – cores institucionais – logotipia


- impede a variação tonal
- cores não atingidas com o CMYK
1012 cores chapadas
127 pastel
204 metálicas

Para o fabricante – Pantone recebe modelos, analisa e autoriza o uso do nome.

- Pré impressão – “ Qualquer uma das técnicas de reprodução de imagens e de textos pelas quais se
obtém superfícies impressoras (formas de impressão) fotoquimicamente gravadas em relevo a entalhe
ou em plano, para tiragem por qualquer sistema de impressão” Aurélio.

BEM Jamin DAY – 1878 – reticula reprodução de cinzas a partir de traços e pontos em preto.
Inicialmente – pontilhados e hachuras – suportes flexíveis e transparentes mais Produto.

Mais tarde – fotografadas com original

Atualmente – RIP – Raster Image Process.

Uma reticula de 20% tem 20% de área coberta.

Reprodução – Lincatura :

- Linhas por polegada LPI


- Linhas por centímetro LPC

Determinam a quantidade de linhas por uma região. Quanto mais linhas, maior a definição e resolução.

No exemplo ao lado 5 linhas/espaços

Na impressão – tinta e contraste


mais ilusão de ótica – variação tonal.

Quanto mais luz, menores os pontos


Retículas Estocásticas

Do grego Stochastikos – bom de mira, adivinhão

Variáveis randômicas – Formam a imagem de acordo com a característica de cores.

Não seguem um padrão.

- Provas não reproduzem


- Maior o controle no processo
- Equipamento em perfeitas condições
- Anula o “moirè” ou roseta
- Melhor resolução e detalhamento
- Cores mais vividas e saturadas

Retículas hibridas

- 50% ao chapado – convencional


- 50% ao claro – fim

Requer Licença para o uso ($).

- Próxima aula em 28/04/2011 entrega dos trabalhos escritos e apresentação do grupo de Off-Set.

28/04/2 - Nesta aula foi entregue todos os trabalhos escritos e iniciou o ciclo de seminários com o grupo de Off-
011 Set composto por:
Marco Durso, Rodrigo Pascoal, Vinicius Araujo, Vivian Aparecida, Viviane Aparecida e Wladas Savickas.

Após a apresentação, o professor Lauro Capellari completou com mais informações sobre o tema e fez suas
observações quanto à apresentação e conteúdo exposto.

- Próxima aula em 05/05/2011 será a vez do grupo de Rotogravura se houver tempo também será
apresentado
o grupo de Flexografia/Letterpress.

05/05/2 - Nesta aula foi apresentado o grupo de Rotogravura e Flexografia/Letterpress.


011
Rotogravura composto por:
Aline Jordana, Leonardo Cavalcante, Leonardo Ribeiro, Mauricio Hiroyuki, Natalha Masiero e Rafael Guimaro.

Flexografia/Letterpress composto por:


Julio Cesar, Larissa Ribeiro, Lucas Zavagli, Natalia Matos, Niara Rodrigues e Rodolfo Santos

Após a apresentação, o professor Lauro Capellari completou com mais informações sobre os temas e fez suas
observações quanto à apresentação e conteúdo exposto de cada grupo.

- Próxima aula em 12/05/2011 será a vez do grupo de Impressão Digital e o grupo de Acabamento.

12/05/2 - Nesta aula foi apresentado o grupo de Impressão Digital e Acabamento.


011
Impressão Digital composto por:
Raphaella Quarterone, Rodrigo Higa, Rodrigo Quinderé, Rubens A. Silva, Stefanie Satake e Victor Pedroza.

Acabamento composto por:


Cesar Passaretti , Jacqueline Quaresma, Tais Forner, Thiago Peres, Valkiria Alencar e Vinícius de Mello.

Após a apresentação, o professor Lauro Capellari completou com mais informações sobre os temas e fez suas
observações
quanto à apresentação e conteúdo exposto de cada grupo.

Obs.: Na apresentação de acabamento a nossa colega Jacqueline Quaresma deixou de fazer a apresentação
de como fazer
uma encadernação a pedido do professor pois assim na próxima aula pois assim todos terão a oportunidade de
aprender a fazê-lo.
Quem for participar levar material necessário para sua confecção.

Material necessário de encadernação manual é:

- 1 agulha
- 1,5m de linha (fio encerado 4mm)
- Papel sulfite já dobrado no tamanho desejado ( quantidade aproximadamente 10 folhas que irá compor 5
cadernos de 2 folhas
com um total de 8 páginas).
- 1 papel de maior gramatura para fazer a capa.

Nota.
Sobre a linha quem for comprar custará em média R$7,00 a R$9,00 que pode ser encontrado em locais de
venda produtos para
a produção de bijouterias.

Exemplo:
Ladeira Porto Geral pode se encontrar mais fácil.

Outra opção é utilizar a linha de Jacqueline, mas para tanto deverá ser entregue a mesma a quantia
de R$1,20 para ter direito ao
tanto necessário para a confecção dos cadernos.

- Próxima aula em 19/05/2011 será a vez do grupo de Enobrecimento/Serigrafia e encadernação por


Jacqueline Quaresma.
ATENÇÃO: Quem for participar da encadernação levar material saiba mais lendo a aula de 12/05/2011.