Você está na página 1de 5

LÍNGUA PORTUGUESA

INTERPRETAÇÃO DE
TEXTOS: TEORIA DAS
DÚVIDAS E DOS ERROS

Nelson Sartori

concursos
Língua Portuguesa
Interpretação de Textos - Teoria das Dúvidas e dos Erros

Apresentação
Professor de Português – Literatura, Gramática, Interpretação de Textos, Redação
Discursiva e Oficial; Formado em Letras e Pós-graduado em Metodologia de Ensino para Terceiro
Grau; 21 anos de experiência na área de concursos públicos e 25 em pré-vestibulares; Professor
de Linguagem Forense e Redação Jurídica; Comunicador de rádio pela Rádio Mundial de São
Paulo; Professional Coach formado pela SLAC – Sociedade Latino Americana de Coaching

Sumário
Interpretação de textos – Teoria das dúvidas e dos erros......................................................... 2

/aprovaconcursos /aprovaconcursos /aprovaconcursos

/aprovaconcursos /aprovaquestoes /aprovaconcursos


Língua Portuguesa
Interpretação de Textos - Teoria das Dúvidas e dos Erros

Interpretação de textos – Teoria das


dúvidas e dos erros

Teoria das dúvidas


1 DÚVIDA = 50% CERTO / 50% ERRADO
2 DÚVIDAS = 25% CERTO / 75% ERRADO
3 DÚVIDAS= 12,5% CERTO / 87,5% ERRADO

Extrapolação
Apresenta informação que não pode ser comprovada pelo texto; nem por dedução lógica,
coerente.

Redução
A informação, neste caso, está no texto, mas o item não apresentará a ideia solicitada na
sua totalidade, como aparece no texto ou na questão.

Contradição
O item apresentará informação contrária à do texto.

Já sobre a fronte vã se me acinzenta


O cabelo do jovem que perdi.
Meus olhos brilham menos.
Já não tem jus a beijos minha boca.
Se me ainda amas por amor, não ames:
Trairias-me comigo.
(Ricardo Reis/ Fernando Pessoa)

1. Responda à questão, assinalando:(RC) resposta correta (E) erro de extrapolação (R) erro de
redução (C) erro de contradição.

O texto nos mostra:


( ) um amante que encontra uma antiga paixão, dos seus tempos de mocidade.
( ) um amante que fica lembrando as emoções no papel e confessa que nunca a esqueceu.
( ) um amante que já está com os cabelos grisalhos em sua fronte.
( ) um amante pedindo que o amor continue, como antes, senão ele vai ser traído.
( ) a autodescrição do amante, revelando o seu envelhecimento e sua perda de vitalidade.
Já sobre a fronte vã se me acinzenta

2
Língua Portuguesa
Interpretação de Textos - Teoria das Dúvidas e dos Erros

O cabelo do jovem que perdi.


Meus olhos brilham menos.
Já não tem jus a beijos minha boca.
Se me ainda amas por amor, não ames:
Trairias-me comigo.
(Ricardo Reis/ Fernando Pessoa)

1. O texto nos mostra:

( ) um amante que encontra uma antiga paixão, dos seus tempos de mocidade.

Já sobre a fronte vã se me acinzenta


O cabelo do jovem que perdi.
Meus olhos brilham menos.
Já não tem jus a beijos minha boca.
Se me ainda amas por amor, não ames:
Trairias-me comigo.
(Ricardo Reis/ Fernando Pessoa)

1. O texto nos mostra:

( ) um amante que fica lembrando as emoções no papel e confessa que nunca a esqueceu.

Já sobre a fronte vã se me acinzenta


O cabelo do jovem que perdi.
Meus olhos brilham menos.
Já não tem jus a beijos minha boca.
Se me ainda amas por amor, não ames:
Trairias-me comigo.
(Ricardo Reis/ Fernando Pessoa)

1. O texto nos mostra:

( ) um amante que já está com os cabelos grisalhos em sua fronte.


Já sobre a fronte vã se me acinzenta

3
Língua Portuguesa
Interpretação de Textos - Teoria das Dúvidas e dos Erros

O cabelo do jovem que perdi.


Meus olhos brilham menos.
Já não tem jus a beijos minha boca.
Se me ainda amas por amor, não ames:
Trairias-me comigo.
(Ricardo Reis/ Fernando Pessoa)

1. O texto nos mostra:

( ) um amante pedindo que o amor continue, como antes, senão ele vai ser traído.

Já sobre a fronte vã se me acinzenta


O cabelo do jovem que perdi.
Meus olhos brilham menos.
Já não tem jus a beijos minha boca.
Se me ainda amas por amor, não ames:
Trairias-me comigo.
(Ricardo Reis/ Fernando Pessoa)

1. O texto nos mostra:

( ) a autodescrição do amante, revelando o seu envelhecimento e sua perda de vitalidade.

Você também pode gostar