Você está na página 1de 43

3ª Série do Caderno

Ensino Médio
01

Caro estudante,
 Faça suas atividades no prazo e envie ao professor da disciplina.
 O prazo de envio das atividades respondidas é 30/03/2022.
 Tire foto das respostas e envie ao professor.

ATENÇÃO!
Caso NÃO tenha como enviar a foto das respostas ao professor, organize-as em folhas separadas
e deixe na escola.
CETI FRANCISCA TRINDADE
DISCIPLINAS: PORTUGUES LINGUAGENS
PROFESSORA: AMANDA MARIA
ALUNO: TURMA:

Música: Todos os verbos (Zélia Duncan)

Errar é útil E nele sempre cabem de vez


Sofrer é chato Todos os verbos do mundo .
Chorar é triste
Sorrir é rápido Abraçar é quente
Não ver é fácil Beijar é chama
Trair é tátil Pensar é ser humano
Olhar é móvel Fantasiar também
Falar é mágico Nascer é dar partida
Calar é prático Viver é ser alguém
Desfazer é árduo Saudade é despedida
Esperar é sábio Morrer um dia vem
Refazer é ótimo Mas amar é profundo
Amar é profundo
E nele sempre cabem de vez
Todos os verbos do mundo.

01.Entendendo a canção: Você aprendeu que verbo é uma ação. Agora procure na letra da
música todos os verbos e destaque com marca textos, e escreva os a abaixo.

02. Os substantivos primitivos são palavras que não derivam de outras. De acordo com
isso, a alternativa abaixo que contempla um substantivo primitivo e um derivado é:

a) anel - papel
b) pedras - rochas
c) árvores - plantas
d) sapato - sapataria
e) profissão - carreira
03. Assinale a alternativa que apresenta o plural dos substantivos compostos de acordo
com a norma culta.

a) notícia-bomba, notícias-bomba
b) bate-boca, bates-bocas
c) quinta-feira, quintas-feira
d) água-de-colônia, águas-de-colônias
e) tique-taque, tiques-taques

04. Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente, as lacunas:


I. O médico solicitou os resultados dos exames ____ enfermeira.
II. Os resultados já estão disponíveis _____ uma semana.
a) a – a
b) à – há
c) a – há
d) à – a
e) há – há
05. Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente, as lacunas:
I. O paciente está comendo muito ____.
II. ________ há surtos dessa doença?
a) mal – Aonde b) mau – Aonde c) mal – Onde d) mau – Onde e) mau – donde
06. Assinale a alternativa em que todos os vocábulos estejam corretamente acentuados.
a) rítmo, impossível, enjoos, alcatéia.
b) pôquer, sanduíche, seminú, afáveis.
c) sótão, môsca, portátil, coronéis
d) ensaísta, antevéspera, protótipo, orquídea
e) inumeros, calmíssima, cédulas
07 - As palavras “transmissor” e “ocorrência” são separadas em sílabas da seguinte
forma:
a) trans-mi-ssor / oco-rrên-ci-a.
b) trans-mis-sor / o-cor-rên-cia.
c) trans-mis-sor / ocor-rên-cia.
d) trans-miss-or / o-corr-ên-ci-a.
e) trans-mi-ssor / oco-rrên-cia.

08. Assinale a sequência onde a separação silábica está CORRETA:


a) rea-li-za-ção, bra-si-le-i-ra, po-li-ci-al
b) re-a-li-za-ção, bra-si-lei-ra, po-li-ci-al
c) re-a-li-za-ção, bra-si-le-i-ra, po-li-cial
d) rea-li-za-ção, bra-si-lei-ra, po-li-ci-al

09. A vírgula pode ser retirada sem prejuízo para o significado e mantendo a norma
padrão na seguinte sentença:
a) Mário, vem falar comigo depois do expediente.
b) Amanhã, apresentaremos a proposta de trabalho.
c) Telefonei para o Tavares, meu antigo chefe.
d) Encomendei canetas, blocos e crachás para a reunião.
e) Entrou na sala, cumprimentou a todos e iniciou o discurso.
10. Assinale a opção em que o "a" é, respectivamente, artigo, pronome pessoal e
preposição:
a) Esta é a significação a que me referi e não a que entendeste.
b) A dificuldade é grande e sei que a resolverei a curto prazo.
c) A escrava declarou que preferia a morte à escravidão.
d) Esta é a casa que comprei e não a que vendi a ele.
e) A que cometeu a falta receberá a punição.
11. Escreva um texto com no mínimo 20 linhas, abordando os seguintes tópicos:
Quem sou eu? O que mais valoriza na vida? Como se vê no futuro? (Observação: essa
atividade é separada em uma folha única).
“Como é importante nos conhecermos e conhecermos
os outros para nos relacionar melhor. Afinal, somos
diferentes e únicos, e as diferenças podem enriquecer
nossas relações. ”
Bons estudos e até breve...
CETI Deputada Francisca Trindade Inglês Prof. Ducimar Lima

ENGLISH LANGUAGE
TEACHER SIDIMAR LIMA

1. 2.

3.

4.

1. De acordo com as imagens acima, pode-se inferir que:


a) a imagem 1 trata-se de uma notícia.
b) a imagem 2 trata-se de uma narrativa pessoal.
c. As imagens 1 e 4 são cartas.
CETI Deputada Francisca Trindade Inglês Prof. Ducimar Lima

d. A imagem 3 e 4 são narrativas.


e. a imagem 3 trata-se de uma aventura.
Observe os textos abaixo:

CONHECENDO OS TERMOS DO TEXTO


2. É perceptível que os textos acima falam de família, vamos agora conhecer ou lembrar termos dos textos
ACIMA.
1. Traduza as palavras abaixo para a língua portuguesa.
TODAY –
MY FAMILY-
MY MOTHER –
MY FATHER –
ME –
MY BROTHERS –
MY SISTERS –
BIG FAMILY –
THERE ARE FOUR PEOPLE IN MY FAMILY –
HELLO –
I’M TWELVE YEARS OLD –
MY FATHER WORKS AT A HOSPITAL –
MEMBER OF THE FAMILY –
THE OLDEST –
MY PARENTS –
THE YOUNGEST –
JOHN IS FORTY FIVE YEARS OLD-
MONEY –
UNCLE –
CETI Deputada Francisca Trindade Inglês Prof. Ducimar Lima

AUNT –
NEWBORN –
Observe o texto abaixo, é um texto sobre rotina, o famoso “daily routine” em inglês.

3. No texto encontram-se destacados, em vermelho, os verbos que estão no simple present, essa é a
característica principal da daily routine. Pois bem, anote abaixo ou em seu cadernos todos os VERBOS
destacados e traduza-os, analisando o sentido de cada um dentro do texto.
.......................................................................................................................................................................................................................................
.......................................................................................................................................................................................................................................
.......................................................................................................................................................................................................................................
.......................................................................................................................................................................................................................................
.......................................................................................................................................................................................................................................
.......................................................................................................................................................................................................................................
.......................................................................................................................................................................................................................................
.......................................................................................................................................................................................................................................

RELATIVE PRONOUNS

Na imagem, o robot faz uma indagação bem interessante. Percebemos em destaque duas
palavras: WHICH e WHO, esses são pronomes relativos. Referem-se sempre a algum
termo dentro da oração. Nesse caso, ambas se referem a robot, agora a dúvida, qual
pronome deve ser usado WHICH or WHO.
4. Pesquise a tradução e o uso de WHICH E WHO depois responda de acordo com seu
estudo.
CETI Deputada Francisca Trindade Espanhol Prof. Luziana Lima

LEITURA E COMPREENSÃO TEXTUAL


A interpretação de texto envolve a leitura e a compreensão de textos escritos.
Compreender um texto significa ser capaz de fazer uma leitura objetiva e entender o que está escrito de forma
objetiva, decodificando e analisando as sentenças presentes no corpo textual. A compreensão é o momento no qual
você percebe quais são as principais palavras de cada ideia e quais são os dados e as informações possíveis de serem
coletadas.
Nas provas, a compreensão do texto costuma ser cobrada em exercícios que começam com “De acordo com o
texto”, “Segundo a publicação”, “O texto informa que”, “No texto”, "Tendo em vista o texto”. Ou seja: a resposta, aqui,
deverá levar em conta o que está escrito literalmente no texto a ser avaliado.
O que é interpretação de textos?
A interpretação de texto vai um pouco além da compreensão através de uma análise mais subjetiva do que o
autor quis dizer com o que escreveu. Trata-se, portanto, do que o autor deixou subentendido, ou seja, do que podemos
concluir para além do que está escrito.
Uma boa interpretação de texto está diretamente ligada à sua bagagem de leitura, por isso é importante ler
frequentemente a respeito de diversos assuntos, principalmente História, Geografia, Geopolítica, Atualidades, Meio
Ambiente, Economia, Saúde.
Nos enunciados de exercícios de interpretação de texto temos expressões como “Podemos deduzir”, “Ao falar
sobre X, o autor quis dizer que”, “Com o apoio do texto, infere-se que”, “Diante do que foi exposto, pode-se concluir
que”, “O texto nos permite entender que”, “O texto encaminha o leitor para”.
Qual a diferença entre compreensão e interpretação?

Item Compreensão Interpretação

Análise objetiva do conteúdo,


A conclusão subjetiva do texto. É o que
Definição compreendendo frases, ideias e dados
o leitor entende que o texto quis dizer.
presentes no texto.

A informação vai além do que está no


As informações necessárias estão
Informação texto, embora tenha uma relação direta
dispostas no texto.
com ele.

Subjetiva. Pode estar relacionada a


Análise Objetiva. Ligada mais aos fatos.
uma opinião.

Dicas para compreender e interpretar textos


A maior dica de todas é, certamente, a leitura, e já explicamos por que isso é fundamental na hora de compreender e
interpretar textos – e também quando for preciso escrever algum tipo de redação.
Além disso, existem outras coisas que você pode colocar em prática para se dar bem na hora de interpretar textos em
alguma prova. Confira algumas delas a seguir:
• Buscar ao máximo compreender as regras da Língua Portuguesa, seus meandros e sua gramática;
• Compreender figuras de linguagem (hipérbole, ironia, paradoxo, antítese, personificação, metáfora,
catacrese, gradação, sinestesia etc.);
• Diferenciar a linguagem literal da linguagem figurada;
• Saber identificar itens de coesão no texto: portanto, porque, dessa maneira, assim sendo, enfim, além disso
etc.;
• Compreender a coerência: é quando o texto faz sentido, expressa ideias que se relacionam entre si e
consegue fazer com que a lógica do texto flua naturalmente. Por isso, um texto dito incoerente é aquele que
“não tem pé nem cabeça” ou não é pontuado devidamente;
• Sempre que puder, leia textos em voz alta ou balbuciando, pois isso ajuda a compreender melhor o que está
escrito, uma vez que a língua falada nos permite perceber na prática as pausas e outras nuances do texto;
• Leia o texto mais de uma vez, sempre com calma;
• Sublinhe ou circule palavras-chave ou as ideias que fundamentam o texto;
• Diferencie fatos de opiniões.

ATIVIDADE

01. (Enem/2018)
¿Como gestionar la diversidad lingüística en el aula?
CETI Deputada Francisca Trindade Espanhol Prof. Luziana Lima

El aprendizaje de idiomas es una de las demandas de la sociedad en la escuela: los alumnos tienen que finalizar la
escolarización con un buen conocimiento, por lo menos, de las tres lenguas curriculares: catalán, castellano e inglés
(o francés, portugués...).
La metodología que promueve el aprendizaje integrado de idiomas en la escuela tiene en cuenta las relaciones entre
las diferentes lenguas: la mejor enseñanza de una lengua incide en la mejora de todas las demás. Se trate de educar
en y para la diversidad lingüística y cultural.
Por eso, la V Jornada de Buenas Prácticas de Gestión del Multilingüismo, que se celebrará en Barcelona, debatirá
sobre la gestión del multilingüismo en el aula. El objetivo es difundir propuestas para el aprendizaje integrado de
idiomas y presentar experiencias prácticas de gestión de la diversidad lingüística presente en las aulas.
Disponível em www.10.gencat.cat. Acesso em: 15 set. 2010 (adaptado).

Na região da Catalunha, Espanha, convivem duas línguas oficiais: o catalão e o espanhol. Além dessas, ensinam-se
outras línguas nas escolas. De acordo com o texto, para administrar a variedade linguística nas aulas, é necessário.
a) ampliar o número de línguas ofertadas para enriquecer o conteúdo.
b) divulgar o estudo de diferentes idiomas e culturas para atrair os estudantes.
c) privilegiar o estudo de línguas maternas para valorizar os aspectos regionais.
d) explorar as relações entre as línguas estudadas para promover a diversidade.
e) debater as práticas sobre multilinguismo para formar melhor os professores de línguas.

02. (Enem/2018)
El día en que lo iban a matar, Santiago Nasar se levantó a las 5:30 de la mañana para esperar el buque en que llegaba
el obispo. Había soñado que atravesaba un bosque de higuerones donde caía una llovizna tierna, y por un instante fue
feliz en el sueño, pero al despertar se sintió por completo salpicado de cagada de pájaros. “Siempre soñaba con
árboles”, me dijo Plácida Linero, su madre, evocando 27 años después los pormenores de aquel lunes ingrato. “La
semana anterior había soñado que iba solo en un avión de papel de estaño que volaba sin tropezar por entre los
almendros”, me dijo. Tenía una reputación muy bien ganada de intérprete certera de los sueños ajenos, siempre que
se los contaran en ayunas, pero no había advertido ningún augurio aciago en esos dos sueños de su hijo, ni en los
otros sueños con árboles que él le había contado en las mañanas que precedieron a su muerte.
MÁRQUEZ, G.G. Crónica de una muerte anunciada. Disponível em: http://biblio3.url.edu.gt. Acesso em. 2 jan. 2015.

Na introdução do romance, o narrador resgata lembranças de Plácida Linero relacionadas a seu filho Santiago Nasar.
Nessa introdução, o uso da expressão augurio aciago remete ao (à)
a) relação mística que se estabelece entre Plácida e seu filho Santiago.
b) destino trágico de Santiago, que Plácida foi incapaz de prever nos sonhos.
c) descompasso entre a felicidade de Santiago nos sonhos e seu azar na realidade.
d) crença de Plácida na importância da interpretação dos sonhos para mudar o futuro.
e) presença recorrente de elementos sombrios que se revelam nos sonhos de Santiago.

QUINO.Disponível em: http://mafalda.dreamers.com. Acesso em: 27 fev. 2012. (Foto: Reprodução/Enem)

03. A personagem Susanita, no último quadro, inventa o vocábulo mujerez, utilizando-se de um recurso de formação
de palavra existente na língua espanhola. Na concepção da personagem, o sentido do vocábulo mujerez remete à
a) falta de feminilidade das mulheres que não se dedicam às tarefas domésticas.
b) valorização das mulheres que realizam todas as tarefas domésticas.
c) inferioridade das mulheres que praticam as tarefas domésticas.
d) relevância social das mulheres que possuem empregados para realizar as tarefas domésticas.
e) independência das mulheres que não se prendem apenas às tarefas domésticas.

LA INAUGURACIÓN SE CONVIERTE
EN UN HOMENAJE A `QUINO'
Mafalda, reconocida con una plaza en Buenos Aires
CETI Deputada Francisca Trindade Espanhol Prof. Luziana Lima

BUENOS AIRES.- La reconocida


historieta Mafalda, creada por el
dibujante argentino Joaquín Salva-
dor Lavado, "Quino", tiene a partir
de ahora su propia plaza en Buenos
Aires con murales, juegos y frag-
mentos de la tira cómica.(...)
La historieta de "Mafalda", que ha
sido traducida a más de 30 idiomas,
apareció publicada por primera

vez el 29 de septiembre de 1964

en el semanario "Primera Plana" de Buenos Aires.


Esta es la segunda plaza que se inaugura en homenaje
al dibujante, ya que en julio se llevó a cabo un proyecto simi-
lar en la provincia argentina de Mendoza, la ciudad natal del
dibujante, situada a mil kilómetros al oeste de la capital ar-
gentina.
El pasado miércoles, el Legislativo porteño rindió
homenaje al humorista con la entrega de un diploma que le
acredita como ciudadano ilustre.
El dibujante, de 73 años y radicado desde hace
años en Europa, cautivó al público de numerosos países,
entre ellos el español, con la aparición de su reconocida tira.
Quino, que no se arrepiente de haber dejado de dibujar a
"Mafalda" y a los ocho personajes que la acompañaron du-
rante una década, sigue enojándose cuando le acusan de
haber "matado" a la niña que solía mantener conversaciones
con un globo terráqueo.
EFE www.elmundo.es
Domingo, 21 de agosto de 2005.

04. Assinale a afirmação correta, segundo o texto.


a) Mafalda é um desenho de uma reconhecida tira argentina.
b) A praça inaugurada posui murais, jogos e fragmentos das historias...
c) Quino, conhecido em varios países da Europa, vive desde muitos anos na Argentina.
d) Se traduz a historia da "Mafalda" a 30 idiomas.
e) Em Buenos Aires tem varias praças em homenagem a Quino.

05. No último parágrafo, e o termo sublinhado em "...sigue enojándose..." NO corresponde ao significado de:
a) Enraivando-se
b) Aborrecendo-se
c) Nauseando-se
d)Incomodando-se
e) Irritando-se
CETI Deputada Francisca Trindade Educação Física Prof. Jaqueline Marçal

COMPONENTE CURRICULAR: EDUCAÇÃO FÍSICA


CONTEÚDO: Regularidades subjacentes as
modalidades: artísticas, rítmicas, acrobáticas,
aeróbicas, localizadas; -Regularidades subjacentes às
modalidades capoeira, judô, karatê
APOSTILA FASE I PJPA

 Realizar leitura do material de apoio


 Responder a atividade
Ginástica rítmica
 Qualquer dúvida pode me chamar no É aquela que alia movimentos ginásticos, música,
whatssap dança e a manipulação de aparelhos, que pode ser
disputada individualmente e em conjunto (5 ginastas).
Ginástica Artística, Ginástica Rítmica e Ginástica A ginástica rítmica (GR) oficial é exclusivamente
Acrobática. feminina, mas existem algumas competições de GR
Ginástica Artística só para homens no Japão e nos EUA. Além das duas
É a ginástica esportiva disputada por homens e formas competitivas, há a ginástica rítmica de
mulheres em aparelhos. demonstração, em que homens e mulheres podem
Compreende a Ginástica Artística Masculina (GAM) e apresentar-se juntos, utilizando aparelhos oficiais, não
Ginástica Artística Feminina (GAF). Na GAM, os oficiais ou ainda com as mãos livres.
ginastas disputam em seis aparelhos: solo, barra fixa, Aparelhos da ginástica rítmica
cavalo com alças, argolas, barras paralelas e salto -Maça- Bola -Arco -Fita -corda
sobre a mesa; já na GAF, a disputa é nos seguintes
aparelhos: solo, trave, salto sobre a mesa e barras
paralelas assimétricas.
Aparelhos
Ginástica artística masculina
Solo Barra fixa
Cavalo com alças

Ginástica acrobática
Ginástica acrobática integra dança, ginástica artística
e elementos acrobáticos. É um esporte que exige
muita força, flexibilidade, coragem e destreza dos
ginastas, por causa do alto grau de dificuldade na
execução dos elementos corporais.
Argolas Barras paralelas
simetricas Salto sobre a mesa Formas de disputas
A ginástica acrobática pode ser disputada nos
seguintes conjuntos:
- Dupla: Mista, Masculina, Feminina.
-Grupos: Trio feminino, Quarteto masculino.
Função dos ginastas

Na ginástica acrobática, os integrantes da dupla e do


grupo têm funções diferentes na execução das séries.
Vejamos:
 A base: é o indivíduo que sustenta, de
maneira variada, a figura acrobática;
Ginástica artística feminina Características do ginasta base:
Solo Salto sobre a Mesa Barras - Indivíduo responsável que transmite confiança;
Paralelas Assimétricas Trave de Equilíbrio - Biótipo: mediano ou longilíneo;
- Muita força muscular;
CETI Deputada Francisca Trindade Educação Física Prof. Jaqueline Marçal

- Domínio da noção de centro de gravidade e de ponto sistema de produção de energia em que o oxigênio
de equilíbrio; tem participação direta.
- Boa flexibilidade;
- Liderança Ginástica Aeróbica Tem como exemplos de
 O volante: é o integrante do conjunto que exercícios:
executa os movimentos acrobáticos sobre a • Nadar • Correr • Dançar • Patinar entre outros...
base ou intermediário, ou após ser lançado
por ele; Quais os benefícios dessa prática?
Características do ginasta volante:
- Muita coragem;
- Constituição física pequena e principalmente leve; Vale mencionar que a atividade física, em geral, é
- Bom tônus e potência muscular. essencial para manter uma vida saudável. Mas como
 Os intermediários: são os integrantes do trio dito, a Ginástica Aeróbica apresenta muitos
e do quarteto que exercem as funções tanto benefícios. Por exemplo, além do que já foi citada, ela
de base quanto de volante nos exercícios. melhora sua coordenação motora, condicionamento
Características do ginasta intermediário: físico, desempenho cardiovascular e a sua circulação
- Menor que a base e maior que o volante;
sanguínea.
- Força física;
- Flexibilidade;
Ela ainda é ótima para fortalecer os seus músculos,
- Coragem;
- Possuir características de base e volante. aperfeiçoar sua postura, exercitar a respiração e
Movimentos básicos aumentar o ritmo cardíaco. O melhor disso tudo, é que
Equilíbrio: Exercício em que os parceiros formam e todos esses benefícios são “produzidos” por uma
mantêm uma figura por pelo menos três segundos; prática extremamente prazerosa, principalmente se for
Dinâmico: Exercício em que há uma fase de voo do realizada do modo correto.
volante.
Regularidades subjacentes às modalidades
A ginástica localizada capoeira, judô, karatê.

A ginástica localizada consiste em uma série de JUDÔ


exercícios com número elevado de repetições para É uma arte marcial praticada como desporto, fundada
grupos musculares diferentes, com o objetivo de por Jigoro Kano em 1882, no Japão.
moldá-los ou defini-los. É uma das atividades mais Os seus objetivos são fortalecer o físico, a mente e o
espírito de forma integrada, para além de desenvolver
requisitadas nas academias, por pessoas que desejam
técnicas de defesa pessoal. Em Japonês, o nome
melhorar o tônus muscular nas regiões abdominais, “Judô” significa caminho suave
coxas, glúteos, parte posterior de membros . Mais à frente será explicado o que mais
superiores. A ginástica melhora a postura, a especificamente isso quer dizer.
disposição física, auxilia no emagrecimento, Essa arte marcial teve uma grande aceitação em todo
proporciona bem-estar, ajuda a reduzir os riscos de o mundo, pois Jigoro Kano conseguiu reunir a
essência do jiu-jitsu, arte marcial praticada pelos
lesões.
bushi, ou cavaleiros, durante o
O que é ginástica aeróbica e quais são os
período Kamakura (1185-1333), a outras artes de luta
benefícios?
praticadas no Oriente e fundi-las numa única e básica.
Existem várias tipos de Ginástica Aeróbica, no O Judô foi considerado desporto oficial no Japão nos
entanto, de um modo geral ela pode ser resumida finais do século XIX e a polícia nipônica introduziu-o
como uma combinação de ginástica clássica com nos seus treinos. Hoje é praticado em praticamente
dança. Dessa forma, ela junta exercícios físicos com todo o mundo e tornou-se também esporte Olímpico.
algumas danças. Sua técnica utiliza basicamente a força e peso do
As aulas de ginástica aeróbica são repletas de oponente contra ele. De uma forma simples, o criador
músicas e agitação, para que os seus praticantes se do Judô descobriu que qualquer pessoa pode derrubar
envolvam e se sintam bem a cada movimento que é qualquer pessoa sem utilizar uma força muito grande.
feito. É claro que elas precisam ser realizadas por um Para falar a verdade, esse é o sentido do nome dessa
professor qualificado e em um ambiente agradável arte marcial. Judô, como já foi descrito anteriormente,
para que sejam realmente produtivas. Além disso, elas significa “Caminho Suave”. Essa suavidade significa
que não é necessária a utilização de toda a sua força
normalmente são muito divertidas, com muita alegria e
para derrubar um oponente.
cheias de entusiasmo. Ex: Jump, Hits, Zumba, Step. As Técnicas do Judô
Para conseguir derrubar o oponente em um combate é
Ginástica Aeróbica Ginástica Aeróbica São Aqueles necessário primeiramente provocar-lhe um
exercícios que temos condições de suportar por desequilíbrio. Sem desequilibrar uma pessoa não se
períodos prolongados, sem nos sentimos pode derrubá-la. Logo em seguida, o judoca deve usar
desconfortáveis ou fatigados, com predomínio do seu corpo ou parte de seu corpo como uma alavanca.
As diversas possibilidades de se fazer isso consistem
CETI Deputada Francisca Trindade Educação Física Prof. Jaqueline Marçal

exatamente nas técnicas dessa arte marcial. Derrubar Capoeira moderna. Todos originários do período de
o adversário com uma boa postura e uma boa seu nascimento. O principal é o Berimbau, que dita o
velocidade, fazendo-o cair com as costas no tatame, ritmo do jogo na roda. O pandeiro, o atabaque, o
pode definir a vitória de uma luta. agogô e o caxixi são outros instrumentos utilizados em
Em palavras simples, quando a parte do corpo usada uma roda de Capoeira. A música, usada inicialmente
como alavanca é a perna ou o pé, chamamos de como disfarce, hoje envolve e dita o ritmo dos atletas.
técnicas de pé. Algumas delas foram feitas em aula, Naturalmente, os toques dos instrumentos são
quando foi provocado um desequilíbrio para trás e acompanhados por canções, ensinadas pelos mestres
buscou-se atingir a parte de trás do joelho do colega aos alunos, com assuntos dos mais variados: histórias
que estava sendo desequilibrado. de capoeiristas famosos, situações do cotidiano, etc.
Quando a alavanca utilizada para projetar o oponente Existem várias técnicas de ataque e defesa desta arte
é o quadril, chamamos de técnicas de quadril. São marcial, como a cabeçada, o rabo de arraia, as meias-
aquelas técnicas onde desequilibra-se o oponente luas, aú, sanfona, armada, queixada, martelo, etc.
para frente e ele é jogado por cima do corpo de quem Muitas delas, como em qualquer arte marcial, são
joga. É o “golaço” do Judô. São as técnicas as quais letais se aplicadas em velocidade, precisão e força.
os expectadores esperam que aconteça em um Seu ensino deve ser feito com orientação de um
combate. mestre, que deve ter perceber se seus aprendizes
Quando a parte do corpo usada como alavanca para estão prontos para aprendê-las.
projetar o oponente é a mão, chamamos de técnicas Hoje a Capoeira possui dois estilos básicos:
de mão. primeiramente, a Capoeira Angola, que possui o ritmo
Além disso, em uma competição de Judô, a luta pode musical mais lento, golpes jogados mais baixos e com
prosseguir no chão, com os judocas sentados, de muita malícia. Depois, a Capoeira Regional, que é a
joelhos, ou mesmo deitados. É que chamamos de mistura da malícia da Capoeira Angola com o jogo
“Solo”. Isso acontece quando uma técnica usada para rápido, ao som do Berimbau.
derrubar um adversário não é perfeita. O adversário História do Karaté.
não cai de costas, caindo de lado, sentado, ou mesmo Karate ou karate-do é uma forma de budo (caminho
de frente para o tatame. Nas lutas de Solo, podemos do guerreiro). Arte marcial japonesa que tem a sua
fazer três coisas: origem em Okinawa e foi introduzida nas principais
Capoeira ilhas do arquipélago japonês em 1922. O Karate
A Capoeira é uma expressão cultural brasileira que enfatiza as técnicas de ataque (socos e pontapés) ao
mistura luta, dança, cultura popular, jogo, música, invés das técnicas de luta corpo-a-corpo.
esporte e artes marciais. A prática do Karate pode ser dividida em três partes
A história dessa arte marcial está ligada diretamente principais: kihon, kumite e kata.
com a história da escravidão no Brasil. Muitos Kihon é o estudo dos movimentos básicos.
historiadores pesquisaram durante anos para definir Kumite significa luta e pode ser executada de forma
onde a Capoeira surgiu – alguns acreditavam que definida ou de forma livre (randori).
surgiu na África, outros que surgiu no Brasil. Hoje há Kata significa forma e é uma espécie de luta contra
praticamente um consenso entre os estudiosos que um inimigo imaginário expressa em sequências fixas
ela surgiu no Brasil, influenciada pela cultura africana. de movimentos.
O Brasil, a partir do século XVI, foi palco de uma Sokon Matsumura fundiu os três estilos e deu o nome
violência contra um povo. Mais de 2 milhões de de shaolin (em chinês) ou shorin (em japonês), que
negros foram trazidos da África para cá, pelos são as diferentes pronúncias dos ideogramas
colonizadores portugueses, para serem escravos nos (pequeno e bosque). Entretanto os próprios
engenhos. E é claro que os negros não aceitavam a estudantes de Matsumura criaram novos estilos
escravidão e a violência desferida pelos seus adicionando ou subtraindo técnicas ao estilo original.
senhores e pelos capitães do mato. Gichin Funakoshi, um estudante de um dos discípulos
Devido a isso eles fugiam, e refugiavam-se nos de Matsumura, chamado Anko Itosu, foi a pessoa que
quilombos. O Quilombo era uma pequena comunidade introduziu e popularizou o Karate nas ilhas principais
que servia de refúgio aos negros que fugiam das do arquipélago japonês.
plantações. Ficavam escondidos nas matas, em O karate foi popularizado no Japão e introduzido nas
manguezais, em locais de difícil acesso aos brancos. escolas secundárias antes da Segunda Guerra
E além de formar essas comunidades, os negros Mundial.
desenvolveram para si uma forma de luta: a Capoeira. Como muitas das artes marciais praticadas no Japão,
Caracterizada por golpes e movimentos ágeis e o Karate fez a sua transição para o karate-do no início
complexos, utilizando pés, mãos, cabeça, elementos do século XX. O do em karate-do significa caminho,
acrobáticos e um elemento fundamental que a difere palavra que é análoga ao familiar conceito de tao.
das demais artes marciais: A música. Por quê? Como foi adoptado na moderna cultura japonesa, o
A Capoeira, enfim, surgiu como uma luta pela Karate está imbuído de certos elementos do zen
liberdade. Perseguida de início, chegou a ter sua budismo, sendo que a prática do karate algumas
prática proibida em alguns momentos da história. Hoje vezes é chamada de “zen em movimento”. As aulas
é reconhecida como patrimônio cultural brasileiro e frequentemente começam e terminam com curtos
considerada uma das mais importantes expressões períodos de meditação. Também a repetição de
culturais de nosso povo. movimentos, como executado no kata, é consistente
São vários os instrumentos musicais usados na com a meditação zen pretendendo maximizar o
CETI Deputada Francisca Trindade Educação Física Prof. Jaqueline Marçal

autocontrole, a atenção, a força e velocidade, mesmo B) Ginástica rítmica é aquela que alia
em condições adversas. movimentos ginásticos, música, dança e a
O Karaté Como Desporto manipulação de aparelhos, que pode ser
O Karate também pode ser praticado como uma disputada individualmente e em conjunto
modalidade de competição, muito embora não possua praticada por mulheres, mas existe no
status de desporto olímpico como o Judo e o Japão para os homens.
Taekwondo. Isto deve-se ao facto de não haver uma C) Ginástica artística feminina, a disputa é nos
organização centralizadora para o Karate, assim como seguintes aparelhos: solo, trave, salto sobre
não existem regras uniformes entre os diversos a mesa e barras paralelas assimétricas.
estilos. A competição pode ser tanto de kumite como D) A Ginástica acrobática integra dança,
de kata e os competidores podem participar ginástica artística e elementos acrobáticos é
individualmente ou em grupo. um esporte que exige muita força,
flexibilidade, coragem e destreza dos
ATIVIDADE ginastas, por causa do alto grau de
1) A ginástica artística originou-se dos exercícios dificuldade na execução dos elementos
ginásticos realizados na Alemanha no início do corporais.
século XIX, preparando os soldados para a guerra E) Nas olimpíadas a ginastica rítmica e
e tendo aparelhos criados e adaptados para sua praticada por homens.
prática. Atualmente, existem provas realizadas
tanto por homens e mulheres, em qual alternativa 4) Quais são as ginásticas olímpicas
é somente prova masculina?
consideradas competitivas?
A) Solo, trave de equilíbrio, arcos.
B) Salto sobre a mesa, cavalo com alças, solo. A) Contorcionismo, ginástica cerebral,
C) Salto sobre a mesa, solo, barras. ginástica laboral e hidroginástica.
D) Bolas, maças, arcos, cordas e fitas. B) Ginástica de trampolim, ginástica rítmica,
E) Argolas, barras paralelas simétricas, cavalo com ginástica artística e ginástica acrobática.
alças. C) Ginástica cerebral, ginástica artística,
ginástica laboral e ginástica de trampolim.
2) Assinale a alternativa que completa corretamente D) Contorcionismo, ginástica rítmica, ginástica
o texto a seguir. cerebral.
Ginástica artística, também conhecida no Brasil por E) Ginástica rítmica, ginástica artística e
ginástica olímpica, é uma modalidade de ginástica ginástica trampolim.
na qual os atletas realizam um conjunto de
exercícios em aparelhos oficiais. Movimentos estes
5) Ginástica aeróbica é uma combinação de
que revelam força, agilidade, flexibilidade,
ginástica clássica com dança. Observando
coordenação, equilíbrio e controle do corpo. Os
as alternativas abaixo, qual não faz parte
aparelhos da ginástica artística masculina
dessa ginástica?
diferenciam-se dos aparelhos disputados na
A) Salto em distancia
ginástica artística feminina no seguinte aspecto:
enquanto os aparelhos masculinos procuram
B) Jump
demonstrar a força e domínio do ginasta, os C) Zumba
aparelhos femininos dão um destaque maior à D) Hits
vertente artística e à agilidade. Os aparelhos E) Step
exclusivos da categoria feminina
são:________,_________. 6) Conforme a ginástica acrobática explique:
A) Cavalo com alças e argola. base, volante e intermediário.
B) Barras paralelas assimétricas e trave de equilíbrio. R__________
C) Argola e barra fixa.
7) De acordo com a importância da ginastica
D) Salto sobre cavalo e barra fixa. localizada, leia atentamente as alternativas
E) Trave de equilíbrio e argolas. abaixo e indique a questão incorreta.
A) A ginástica localizada consiste em uma
3) As ginásticas artísticas, rítmicas e série de exercícios com número elevado de
acrobáticas, são modalidades repetições para grupos musculares
esportivas disputada em competições mundiais e diferentes
realizada com e sem aparelhos, sendo provas B) Tem o objetivo de moldá-los ou defini-los o
especificas para os homens e mulheres (exceto). corpo.
A) Na ginástica artística Masculina, os ginastas C) É uma das atividades menos requisitadas
disputam em seis aparelhos: solo, barra fixa, nas academias.
cavalo com alças, argolas, barras paralelas e salto D) A ginástica melhora a postura, a disposição
sobre a mesa. física e auxilia no emagrecimento.
CETI Deputada Francisca Trindade Educação Física Prof. Jaqueline Marçal

E) Proporciona bem-estar, ajuda a reduzir os


riscos de lesões.

8) Conceitue as modalidades esportivas


abaixo.
A) Capoeira
R________________
B) Judô
R____________-___
C) Caratê
R________________

9) São características do judô, exceto:


A) Fortalece o físico, a mente e o espírito de
forma integrada.
B) Em Japonês, o nome “Judô” significa
caminho suave.
C) O Judô foi considerado desporto oficial
no Japão nos finais do século XIX.
D) Sua técnica utiliza basicamente a força e
peso do oponente contra ele.
E) Essa suavidade significa que é necessária
a utilização de toda a sua força para
derrubar um oponente.

10) Descreva 5 características da capoeira.

11) Descreva 5 características do karaté.


CETI Deputada Francisca Trindade Arte Prof. Jaqueline Marçal

COMPONENTE CURRICULAR: ARTE conhecimento do instrumento que está tocando para


CONTEÚDO: Identificação dos signos da linguagem conhecer mais afundo tudo sobre a música.
musical. Compreensão da noção de ruídos, sons,
ritmos, movimentos. ATIVIDADE
APOSTILA FASE I PJPA 6) Quais os elementos básicos da musica?
 Realizar leitura do material de apoio R______________
 Responder a atividade
 Qualquer dúvida pode me chamar no 7) Relacione as alternativas conforme o que
whatssap. caracteriza os elementos básicos da musica, e
Capitulo- 1 leitura no livro de artes. marque a alternativa correta.
• Musica e espaço; pag 24 a 32 ( I ) Melodia
( II ) Harmonia
ATIVIDADE ( III )Ritmo
1) O que é musica? ( ) vai ditar o tempo musical e estilo de música
R______________________ ( ) uma sequência de notas musicais
( ) podemos reconhecer as músicas com um
2) Como são produzidos os sons? simples assovio.
R______________________ ( ) Quando dois ou mais sons são reproduzidos
simultaneamente
3) Cite e explique as 4 características do som. ( ) existem diversas vertentes destes pontos
R_______________________ que se ramificam. Para isso é preciso muito estudo e
conhecimento do instrumento que está tocando para
4) Como é possível registrar as diferentes alturas dos conhecer mais afundo tudo sobre a música.
sons de diferentes maneiras? A) I, III,II, I,III
R_______________________ B) III,I,I,II,II
C) III,III,I,II,II
5) Quais os elementos básicos da musica? D) II,II,III,I,II
R_______________________ E) I,II,II,I,II

Conheça a música e seus elementos básicos Elementos básicos do som.


Podemos dividir a música em três elementos básicos: Os Ruídos e os Sons
melodia, harmonia e ritmo. O planeta Terra formou-se há milhões de anos.
Melodia Nessa altura não existia vida a cima do planeta, o qual
A melodia é uma sequência de notas musicais. Com era formado por bastantes vulcões, quase sempre em.
uma sucessão de sons ritmados, que organizados de Como pode imaginar, a Terra produzia o mais variado
forma, proporcionam um sentido musical para quem tipo de ruídos: a erupção de um vulcão, o cair da
está escutando. Através da melodia, podemos chuva, o ruído do vento... Com o passar do tempo
reconhecer as músicas com um simples assovio. foram surgindo os primeiros seres vivos, cada vez
Para se construir uma melodia, é preciso organizar as mais perfeitos e com a capacidade de realizarem
notas musicais com duração, intensidade e altura. várias funções. Entre essas funções destaca-se a
quanto mais simples, mais fácil será a memorização capacidade que alguns deles tinham de produzir sons,
da melodia. que eram usados fundamentalmente para
Ritmo comunicarem entre si.
O ritmo é que vai ditar o tempo musical e estilo de A Evolução da Música
música. Através da duração de cada som e a sua Algum milhar de anos depois do aparecimento dos
duração, é possível dar ritmo para a música. A primeiros seres vivos surgiu o Homem, também ele
acentuação se destaca neste elemento, ela faz capaz de produzir sons e ainda de imitar. Assim, o
marcação regular entre a sucessão de sons fortes e Homem começa, a pouco e pouco, a juntar diferentes
fracos, dividido em porções de valor chamadas sons, articulados entre si, desenvolvendo-se a
compassos. comunicação verbal. A partir do momento em que o
Harmonia Homem associa à sua voz o som dos objetos,
Quando dois ou mais sons são reproduzidos desenvolve-se outra forma de comunicação e
simultaneamente, produzindo um acorde, são expressão, a qual, muito ano mais tarde viria a chamar
chamados de harmonia. Existem duas maneiras de se música.
referir a harmonia: para nos referirmos à seleção de Entretanto, a música passou por um longo processo
notas que compõem determinado acorde (formação), de evolução, o qual está intimamente ligado à
e em sentido amplo, para descrevermos o desenrolar evolução do próprio Homem. Nesta evolução
ou a progressão dos acordes durante toda uma destacam-se as seguintes fases:
composição. Imitação dos sons e sua reprodução através da voz e
De acordo com a Jubi , as manifestações musicais de dos objetos.
qualquer forma dependem destes 3 elementos, mas Construção dos primeiros instrumentos musicais
existem diversas vertentes destes pontos que se semelhantes aos que conhecemos hoje: harpa, lira,
ramificam. Para isso é preciso muito estudo e alaúde, órgão.
CETI Deputada Francisca Trindade Arte Prof. Jaqueline Marçal

Desenvolvimento destes instrumentos por várias temos a chamada música ligeira, em que muitas vezes
civilizações, nomeadamente a egípcia, grega e a voz aparece ligada a um grupo de instrumentos ou a
romana. uma orquestra e que é muitas vezes influenciada por
Aparecimento e desenvolvimento da escrita musical, estilos e modas estrangeiras. Outra forma musical, ou
ligada à música religiosa. seja, outro estilo de música é aquele cuja
Desenvolvimento da música não religiosa, também interpretação é geralmente feita por orquestras, tendo
chamada profana, com os trovadores, jograis e um caráter menos popular. Para além de todos estes
menestréis. Desenvolvimento da música vocal e estilos, a música portuguesa é também influenciada
instrumental. por toda a música que se nos faz outros países.
Criação de outras formas de arte, ligadas à música, Fontes sonoras
como a ópera e o ballet. A música é uma forma de comunicação e de
Construção de peças musicais mais complexas, expressão artística, cuja linguagem é o som. Ao
usando um número cada vez maior de instrumentos. percorreres o caminho para a escola estás rodeado
Grande variedade de estilos musicais, quer vocais, por vários sons, tais como: o canto dos passarinhos, o
quer instrumentais, quer ainda mistos. Estes estilos ladrar dos cães, a trovoada, a chuva... Para além
vão desde a música clássica até à música tradicional, deste tipo de sons há, também aqueles que você
passando por muitos outros estilos, como o pop e o produzes, como acontece quando, por exemplo, falas
rock, que provavelmente bem conheces. ou quando andas. Assim, podemos dividir os sons em
A Natureza e os seus sons dois tipos: sons naturais e sons humanizados. A maior
Na Natureza encontramos seres vivos e seres não parte dos sons que te rodeiam podem ser identificados
vivos. Da sua relação surgem sons dos mais variados pelos teus ouvidos. No entanto há determinados sons
tipos, uns mais agradáveis que outros. Certamente já que não é possível serem identificados pelo ser
tiveste oportunidade de estar num ambiente natural. humano, em virtude de serem muito fracos.
Certamente, também tiveste oportunidade de escutar Sons naturais
os sons que te rodeavam. Provavelmente ouviste os A todos os sons que são produzidos pela Natureza
pássaros, o bater das folhas das árvores, algum ser damos o nome de sons naturais, como é o caso da
vivo rastejante ou até o ruído da água a bater nas chuva, da trovoada, do ruído do mar a bater nas
rochas ou na areia. Poderás também ter ouvido um rochas ou na areia, do ruído da água dos ribeiros a
"diálogo" de sons produzidos por diversos animais que correr por entre as pedras, dos sons produzidos pelos
comunicavam entre si. animais ou do ruído do vento. Talvez não saibas, mas
O Homem e a Música os animais também usam a música. Vejamos alguns
Desde muito cedo, o Homem sentiu necessidade de exemplos: Os mosquitos machos são atraídos pelo
comunicar. Por isso, começou a produzir sons som do bater das asas das fêmeas. As baleias cantam
utilizando os materiais que a Natureza lhe oferecia. não se sabe por que, mas cada uma tem uma canção
Mais tarde, começou a produzir sons com o seu diferente. Uma canção dura cerca de dez minutos e
aparelho vocal que, aos poucos, se foi desenvolvendo. podem ser repetidas várias vezes durante 24 horas. O
No entanto, a necessidade de comunicar cada vez som viaja bem pela água, de modo que as canções
mais leva o Homem a criar os seus próprios objetos das baleias, principalmente as notas baixas, podem
produtores de som, isto é, instrumentos musicais. Hoje percorrer centenas de quilômetros pelos oceanos.
em dia, para construir esses instrumentos, o Homem Sons humanizados
utiliza não só os materiais naturais mas também A todos os sons que direta ou indiretamente são
materiais sintéticos, dando à música um caráter mais produzidos pelo ser humano damos o nome de sons
diversificado. humanizados, tais como o som produzido pelo
Formas de Expressão Musical trabalhar dos automóveis, o tocar de uma campainha,
Como se sabe, a música foi evoluindo através dos o estalar dos dedos e os sons produzidos pela tua
tempos. Esta evolução foi influenciada por vários voz. Com a boca - Assobios, estalidos com a língua,
fatores, tais como: a cultura dos povos, que engloba sons com os lábios... Com o nariz - Os sons
as suas tradições e costumes, a religião e mesmo a resultantes da inspiração e da expiração... Com as
política. Em Portugal, por exemplo, existem diversas mãos - Bater palmas. Estalar os dedos... Com os pés -
formas de expressão musical, a qual, certamente, já Andar, bater com os pés no chão... Com várias partes
teve ocasião de ouvir. Assim, temos a música do corpo - Bater com as mãos nas pernas, nos
tradicional que, além de ser muito diversificada, é de braços... Muitas vezes, estes e outros sons produzidos
uma verdadeira riqueza cultural, retratando as com o corpo são usados para criar música,
características e personalidade das gentes de cada individualmente ou em grupo. No entanto, para que
uma das regiões de Portugal. Os grupos etnográficos toda a gente pudesse interpretar essas músicas, foi
são uma dessas formas de expressão, que necessário criar um código de símbolos para esses
interpretam o chamado folclore típico de cada região, sons. Código dos sons do corpo humano Os sons do
dando também a conhecer usos e costumes das suas corpo mais usados na música são quatro. Cada um
gentes. A música tradicional surge muitas vezes deles tem um sinal ou expressão que o identifica.
associada a festividades, algumas delas de caráter Assim temos: D - É usado quando é necessário
religioso, e é interpretada por vários tipos de estalar os dedos, isto é, produzir estalidos. M -
agrupamentos, como por exemplo, os coros de Significa 'mãos e usado normalmente quando se
homens e/ou de mulheres, as orquestras típicas, as pretendem palmas. P - Significa "pernas" e
bandas e as tunas. Ainda dentro da música popular normalmente é usado quando se pretende que se
CETI Deputada Francisca Trindade Arte Prof. Jaqueline Marçal

deem palmadas nas coxas. Pé - Indica batimento dos 8) são conhecidos como os primeiros instrumentos
pés. musicais exceto:
Timbre A) harpa
Na unidade anterior percebeste que com o teu corpo B) Lira
podes produzir diferentes sons. Certamente já c) Alaúde
reparaste também que a tua voz é diferente da voz d) Órgão
dos teus colegas, que cada objeto tem um som próprio e) Guitarra
e que na Natureza há uma grande variedade de sons.
Assim, mesmo de olhos fechados, reconhece a voz 9) De exemplos do que se pede nas alternativas
dos teus amigos, o som de uma caneta a cair no chão, abaixo, conforme os sons e musicas produzidos.
o som do bater de uma porta, o ladrar de um cão, o A) Sons produzidos pela natureza
som da chuva a cair... A esta qualidade do som, que R_________________
torna possível a sua diferenciação e a identificação da B) A musica e som produzido pelo homem.
fonte sonora, damos o nome de timbre. Os timbres R_________________
são muito variados, pois existe também uma grande C) Formas de expressão musical
variedade de fontes sonoras. No entanto, o timbre é a R__________________
única qualidade do som que pode ser alterada. D) Sons naturais
Repara que consegues reproduzir com a voz vários R__________________
timbres, imitando, por exemplo, diferentes cantores, ATIVIDADE DO LIVRO DE ARTE
um animal doméstico, etc. O fato de o timbre poder  Leitura pág 78 a 84.
ser tão variado implica que tenha também várias
 Resumo dos principais pontos
características. Se tomarmos como exemplo a voz
humana, podemos ver melhor no que consiste cada sobre:Musica é som em movimento e o
uma destas características do timbre: silêncio soa das pág 78 a 84.
Doce - Voz que demonstra certa ternura.
Suave - Voz que demonstra uma grande calma.
Metálica - Voz que parece ser produzida por um
objeto metálico.
Nasalada - Voz que parece sair do nariz. Baça - Voz
sempre igual, em que às vezes até é difícil a
compreender.
Brilhante - Voz clara, em que se entende facilmente o
que se diz, sendo dada muita entoação às palavras.
Intensidade
Como já sabem, os diversos sons têm características
diferentes. Uma dessas características tem a ver com
a força com que os sons são produzidos. Na
linguagem musical, à força com que o som é
produzido dá-se o nome de intensidade do som.
Assim, há sons muito intensos, outros menos intensos
e outros ainda tão pouco intensos que quase nem da
conta deles. Para ser mais fácil utilizar esta qualidade
do som, tornou-se necessário criar um código:
pp - Significa pianíssimo e refere-se aos sons muito
pouco intensos, isto é, aos sons muito fracos.
p - Significa piano e refere-se aos sons pouco
intensos, isto é, aos sons fracos.
ff - Significa fortíssimo e refere-se aos sons muito
intensos, ou seja, aos sons muito fortes.
f - Significa forte e refere-se aos sons intensos, ou
seja, aos sons fortes.
mf - Significa meio-forte e refere-se aos sons que não
são muito fracos nem são muito fortes, quer dizer, aos
sons intermédios.
A este aspecto da música, que estuda a variação da
intensidade dos sons, dá-se o nome de dinâmica.
Como já sabe, o timbre é uma qualidade do som. Por
isso, podemos dizer que o som que cada instrumento
produz corresponde a um timbre muito próprio, ou
seja, ao timbre característico do instrumento. O timbre
dos instrumentos está relacionado com dois aspectos:
O material de que cada um deles é feito e a dimensão
do instrumento.
CETI Deputada Francisca Trindade Projeto de Vida Prof. Ducimar Lima/Sidimar Lima

A importância do planejamento
Planejamento é uma palavra que significa o ato ou efeito de planejar, criar um plano para otimizar a
alcance de um determinado objetivo. ... O planejamento consiste em uma importante tarefa de gestão e
administração, que está relacionada com a preparação, organização e estruturação de um determinado
objetivo.
Segundo Chiavenato (2004), o planejamento é a função administrativa que determina
antecipadamente as atividades que devem ser desempenhadas, além de quais objetivos serão alcançados,
visando dar condições para que ocorra uma organização a partir de determinadas análises a respeito da
realidade atual e futura que se pretende alcançar.
Planejamento é uma necessidade organizacional, funciona como uma preparação, indispensável em
qualquer ramo de atividade. Especialmente para esse momento atual de mudanças muito rápidas e grandes
incertezas, ter essa carta na manga pode ser extremamente eficaz para atingir metas.
O planejamento é uma ferramenta administrativa, que possibilita perceber a realidade, avaliar os
caminhos, construir um referencial futuro, o trâmite adequado e reavaliar todo o processo a que a
vinculação se destina. Sendo, portanto, o lado racional da ação. Tratando-se de um processo de deliberação
abstrato e explícito que escolhe e organiza ações, antecipando os resultados esperados. Esta deliberação
busca alcançar, da melhor forma possível, alguns objetivos pré-definidos.
Portanto, planejar é decidir com antecedência o que fazer, como faze-lo, quando faze-lo, e quem deve
faze-lo. O planejamento cobre o espaço entre onde estamos e para onde queremos ir. Torna possível a
ocorrência de eventos que, em caso contraio não aconteceriam. Embora o futuro exato não possa ser predito,
e fatores incontroláveis podem interferir com os planos mais bem formulados, a menos que haja planejamento,
os eventos serão deixados totalmente ao sabor do acaso. Planejamento é um processo intelectual exigente;
requer determinação consciente das alternativas de ação e a fundamentação de decisões em finalidades,
conhecimentos e estimativas cuidadosas
Atividade
Diante destas informações imagine que você foi contratado para planeje uma festa de formatura do
Ensino Médio, com a participação dos familiares. Reflita sobre os aspectos práticos relacionados ao evento.

Exercício
01. Responda os seguintes itens sobre o planejamento da festa de formatura.
Como farão a escolha do local?
Quantas pessoas serão convidadas?
Quais serviços serão necessários?
Quanto será gasto?
Como o dinheiro será arrecadado?

02. Após o planejamento do evento faça uma analogia com a construção do projeto de vida.
Reflita e responda os seguintes itens abaixo.
a) É necessário planejar a festa? Por quê?
b) É necessário planejar o futuro? Por quê?
c) Quais as vantagens desse planejamento?
CETI Deputada Francisca Trindade Geografia Prof. Wenceslau
CETI Deputada Francisca Trindade Geografia Prof. Wenceslau
CETI Deputada Francisca Trindade Geografia Prof. Wenceslau
CETI Deputada Francisca Trindade Sociologia

SEGUE RESUMO DO ASSUNTO.


NO LIVRO ESTÁ LOCALIZADO NOS CAPÍTULOS 5, 6 E 8.
Faça a leitura dos capítulos 5, 6 e 8.
Assim você compreenderá sobre os 3 sociólogos.

Marx, Durkheim e Weber


Os pensadores clássicos da sociologia são o filósofo e economista alemão Karl Marx, o sociólogo francês Émile
Durkheim e o sociólogo, teórico político alemão Max Weber. Apesar disso, não podemos deixar de mencionar a
participação honrosa do filósofo francês Auguste Comte, considerado o “pai” da sociologia, por enunciar, pela primeira
vez, a necessidade de uma ciência capaz de entender as bases da sociedade e criar propostas de intervenção para
que ela possa desenvolver-se plenamente.
Com distintas visões sobre o método sociológico e sobre o curso da sociedade, os autores do chamado tripé da
sociologia (Marx, Durkheim e Weber) contribuíram imensamente com o desenvolvimento basilar dessa ciência.

Marx, Weber e Durkheim são considerados os teóricos basilares da sociologia.

Nascimento da sociologia: contexto histórico


Antecedentes históricos
Desde o século XIV, a Europa presenciava uma ascensão cada vez maior de uma nova classe social:
a burguesia. A Reforma Protestante, ocorrida no século XV, e uma nova visão de mundo, menos dominada pela lógica
católica medieval, permitiram o crescimento ainda maior dessa nova classe social. Os séculos XVI e XVII presenciaram
diversas mudanças sociais, como as revoluções científicas e a Revolução Inglesa.
No século XVIII, a independência das Treze Colônias, que resultou na fixação do antigo território inglês como os
Estados Unidos da América, um país republicano democrático, e a Revolução Francesa deram os indícios práticos da
falência do Antigo Regime (o absolutismo). O iluminismo francês — movimento filosófico e político representado por
Montesquieu e Voltaire, por exemplo — também deu sinais de que o povo europeu não aceitava mais o absolutismo
como um regime político legítimo.
Na passagem do século XVIII para o XIX, a Europa viu-se diante de uma crise política e social: a França estava
sob instabilidade e caos político deixados pela revolução, além do que a Revolução Industrial causou uma intensa
mudança na configuração espacial da Europa, em especial da Inglaterra, que saiu à frente na industrialização. Houve
um intenso e repentino êxodo rural em cidades agora industrializadas, o que causou caos social por conta da onda de
miséria, do alastramento de doenças e da consequente violência crescente nos centros urbanos.

Surgimento da sociologia
Principais sociólogos clássicos e suas teorias
Segue-se um resumo das teorias dos principais teóricos clássicos da sociologia:
Karl Marx
O materialismo histórico dialético de Marx compreende que a história da humanidade é baseada numa relação
dialética entre classes sociais. No caso do capitalismo, a divisão dá-se entre burguesia e proletariado. A produção
material, resultado do trabalho, é o principal elemento constitutivo da sociedade.
Para Marx, a relação entre as duas classes é injusta, e é necessário, em sua visão, que haja uma revolução da
classe proletária para dominar os meios de produção por meio do estabelecimento de uma ditadura do proletariado.
Essa ditadura, de cunho socialista, tenderia a eliminar de vez a diferenciação de classes sociais, resultando no
comunismo. Para saber mais sobre esse teórico e sua teoria, acesse: Karl Marx.

Émile Durkheim
A sociedade é um todo complexo ordenado por fatos e regido por funções que são os motes para entendê-la.
Segundo Durkheim, além da compreensão das funções, deveria haver, por parte do sociólogo, uma compreensão dos
fatos que regem as diferentes sociedades, pois eles são fixos. Nas suas palavras, tais fatos são externos ao indivíduo,
coercitivos e generalizantes, o que faz com que sejam a única opção de entendimento concreto e científico da
sociedade. Conheça mais sobre esse sociólogo lendo o texto: Émile Durkheim.

Max Weber
O sociólogo alemão Max Weber discordou de maneira veemente da teoria sociológica de Durkheim. Para aquele,
não existem fatos sociais, mas ações sociais que são individuais. O papel do sociólogo é compreender o funcionamento
da sociedade pelo entendimento das ações sociais individuais via método compreensivo.
CETI Deputada Francisca Trindade Sociologia

Para que não houvesse uma falta de rigor científico na análise, seria necessário compreender uma espécie
de padrão esperado de comportamento social. A esses padrões, Weber chamou de tipos ideais, que são o padrão de
entendimento social. Aprofunde um pouco mais seus conhecimentos nesse autor e em seus conceitos acessando: Max
Weber.

ATIVIDADE DE SOCIOLOGIA
1-Marx, Durkheim e Weber, os três autores clássicos da sociologia, tiveram, cada um a seu modo, uma vida política
intensa e fizeram reflexões importantes sobre o Estado e a democracia de seu tempo.
TOMAZI, Nelson Dácio. Sociologia para o ensino médio. São Paulo: Saraiva, 2010, p. 179.

É sabido que cada autor clássico da sociologia, apontado no texto acima, buscou um objeto para que pudesse, com
seu método, observar a realidade social. Nesse sentido, enumere a segunda coluna a partir da primeira e,
posteriormente, marque a alternativa correta:

1) Karl Marx ( ) Fatos Sociais


2) Êmille Durkheim ( ) Classes Sociais
3) Max weber ( ) Ação Social

A) 1, 2, 3; B) 1, 3, 2; C) 2, 3, 1; D) 2, 1, 3; E) Nenhuma das alternativas.

2- Émile Durkheim, Karl Marx e Max Weber são pensadores clássicos, pois contribuíram, sociologicamente, para a
sociedade compreender o social. Sobre suas contribuições, é correto afirmar que:

A) Desenvolveram a teoria funcionalista, a teoria crítica e a teoria das relações complexas, cujos conceitos e categorias
resultaram na sociologia como disciplina acadêmica.
B) Os autores priorizaram a análise crítica e objetiva da sociedade.
C) Desenvolveram teorias que se tornaram as bases de interpretação da sociedade capitalista: a sociologia
funcionalista, a teoria crítica e a teoria compreensiva.
D) Consideravam a sociedade emergente positiva, por romper com os laços feudais.
E) Foram os responsáveis pelas teorias: positivista mecanicista e marxista.

3- A crescente intelectualização e racionalização não indicam um conhecimento maior e geral das condições sob as
quais vivemos. Significa a crença em que, se quiséssemos, poderíamos ter esse conhecimento a qualquer momento.
Não há forças misteriosas incalculáveis; podemos dominar todas as coisas pelo cálculo. Tal como apresentada no
texto, a proposição de Max Weber a respeito do processo de desencantamento do mundo evidencia o(a)

A- progresso civilizatório como decorrência da expansão do industrialismo.


B- extinção do pensamento mítico como um desdobramento do capitalismo.
C- emancipação como consequência do processo de racionalização da vida.
D- afastamento de crenças tradicionais como uma característica da modernidade.
E- fim do monoteísmo como condição para a consolidação da ciência.

4- Faça um resumo com suas palavras sobre os sociólogos Marx, Durkheim e Weber com no mínimo de 8 linhas
CETI Deputada Francisca Trindade Matemática Prof. Romário

Relações trigonométricas no triângulo retângulo


Definição de seno, cosseno e tangente por meio de semelhança de triângulos
Se ABC é um triângulo retângulo em A, temos:

• a é a medida da hipotenusa (lado oposto ao ângulo reto);


• b e c são as medidas dos catetos (lados que formam o ângulo reto);
• 𝐵̂ e 𝐶̂ são ângulos agudos;

• AC
̅̅̅̅ é o cateto oposto ao ângulo B;

• AB
̅̅̅̅ é o cateto adjacente ao ângulo B.

Consideremos agora um ângulo AȎB = θ (0° < θ < 90°) e tracemos, a partir dos pontos C, E, G, etc. da
semirreta OA, as perpendiculares CD, EF, GH, etc., à semirreta OB.

Os triângulos OCD, OEF, OGH, etc. são semelhantes por terem os mesmos ângulos. Podemos, portanto,
escrever:

Essa relação depende apenas do ângulo θ (e não do tamanho do triângulo retângulo do qual θ é um dos
ângulos agudos). Ela é chamada seno de θ e escrevemos:

De modo análogo, da semelhança de triângulos obtemos as relações:


CETI Deputada Francisca Trindade Matemática Prof. Romário

1 Revisão sobre resolução de triângulos retângulos


Antes de abordar novos conceitos e relações da Trigonometria, vamos revisar o que foi estudado nos
anos anteriores. Faça dupla com um colega e tentem resolver os exercícios a seguir.
Quando necessário usem a tabela da página 22 ou uma calculadora científica.
Observação: Usaremos AB . ora para designar segmento de reta AB, ora para Segmento de reta: parte da
designar medida do segmento de reta AB. Pelo contexto da situação saberemos reta compreendida entre
dois de seus pontos distin-
quando está sendo usado um significado e quando está sendo usado o outro. tos, denominados extremos.

ATENÇÃO!
Não escreva
Exercícios no seu livro!

1. Nesta figura, as retas paralelas r e r’ representam as 5. Um poste na posição vertical tem sua sombra
margens de um rio. Determine a largura , desse rio. projetada em uma rua horizontal. A sombra tem
C ø = 10 3 m 12 metros. Se a altura do poste é de 12 metros,
r
então, qual é a inclinação dos raios solares em
relação à rua horizontal? 458
,

30⬚ r⬘ 6. Determine a medida de CD . na figura abaixo. CD . é


A B
30 m a projeção ortogonal de AB . sobre um eixo.
CDu  3,9 cm
2. Calcule os valores das medidas x e y: B
4 cm
a) b) y 158
458 20 A
16
x 608
y 5 20 3
x 58 2
C D
3. Dois níveis de uma praça estão ligados por uma ram-
pa de 2 metros de comprimento e 308 de inclinação,
7. Determine a área da região triangular abaixo.
conforme representa a figura. Devem-se construir, A  4,8 cm2
sobre a rampa, 8 degraus de mesma altura. Encontre C
a altura de cada degrau. 12,5 cm 4 cm
h
208
A 7 cm B
2m
8. Um observador, no ponto B A
308 da figura representada ao la-
do, vê um prédio de modo
4. Observe a figura: que o ângulo ABC é de 1058. Se
B
y esse observador está situado
Ilustrações técnicas desta página: Banco de imagens/Arquivo da editora

8m
a uma distância de 8 m do
prédio e a uma altura de 8 m, C 8m
qual é a altura do prédio? 21,6 m
v=
vy=
a x 9. Calcule as medidas x, y, z e w indicadas nas figuras.
vx=
a) w 5 50 3 B b)
Dizemos que vx- e vy - são as componentes retangu-
x z
lares do vetor v .- w 12
Considerando o módulo de v - igual a 10 cm e o ân- 608 308
308 y
gulo a de 308, determine os módulos de vx- e v y - . A 100 C
x 5 24; y 5 16 3 e z 5 8 3
|vx-| 5 5 3 cm e |vy-| 5 5 cm
Aproveite esta revisão para perceber o nível de conhecimento dos alunos. Se necessário, retome com eles os conceitos de seno, cosseno e tangente no
triângulo. Estimule-os a memorizar o valor do seno, do cosseno e da tangente de 308, 458 e 608 (ângulos notáveis); isso facilitará e agilizará os cálculos
abordados neste capítulo.
12 Capítulo 1
CETI Deputada Francisca Trindade Matemática Prof. Romário

2 Seno e cosseno de ângulos obtusos


Neste capítulo precisaremos, em alguns momentos, saber os valores de senos e cosse-
Ângulo obtuso:
nos de ângulos obtusos. Como esse assunto ainda não foi estudado — não existem ân- ângulo cuja me-
gulos obtusos nos triângulos retângulos —, abordaremos neste momento apenas como dida está entre
908 e 1808.
lidar com eles na prática, e deixaremos a parte teórica, que fundamenta o que estudaremos
agora, para outro capítulo.

Inicialmente, é necessário saber que:

• sen 908 5 1 e cos 908 5 0

• senos de ângulos obtusos são exatamente iguais aos senos dos suplementos Fique atento!
desses ângulos: Lembre-se de que
ângulos
sen x 5 sen (1808 2 x) suplementares são
dois ângulos que
têm a soma de suas
• cossenos de ângulos obtusos são opostos aos cossenos dos suplementos desses medidas igual a 1808.
ângulos:

cos x 5 2cos (1808 2 x)

Exemplos:
a) sen 1208 b) cos 1208
O suplemento de 1208 é 608, portanto: 1
cos 1208 5 2cos (1808 2 1208) 5 2cos 608 5 2
3 2
sen 1208 5 sen (1808 2 1208) 5 sen 608 5
2

Exercícios
10. Obtenha o valor de: 11. Determine o valor de x em:
2 1
a) sen 1358 c) sen 1508 a) x 5 sen 208 2 sen 1608 1 cos 448 1 cos 1368 0
2 2
2 3
b) cos 1358 − d) cos 1508 − b) x 5 sen 108 ? cos 508 1 cos 1308 ? sen 1708 0
2 2

3 Lei dos senos


Acompanhe a seguinte situação-problema:
Uma empresa de fornecimento de energia, ao instalar a rede elétrica em uma fazenda, precisou colocar
dois postes em lados opostos de um lago para permitir a passagem da fiação. Com isso surgiu um pequeno
problema: para fazer o projeto da rede, seria necessário saber a distância entre os postes, e a presença do
lago impedia a medição direta dessa distância.
Um dos engenheiros posicionou-se em um local onde era possível visualizar os dois postes e medir a
distância entre eles. Com um aparelho apropriado, o teodolito, ele mediu o ângulo entre a linha de visão
dele e os postes, obtendo 1208. Um auxiliar mediu a distância entre o engenheiro e o poste mais afastado e
obteve 100 m; outro auxiliar mediu o ângulo entre a linha do poste mais próximo do engenheiro e a linha
entre os postes, obtendo 458. Com essas informações, o engenheiro ficou satisfeito, pois ele já conseguiria
calcular a distância entre os postes. Vamos descobrir como a seguir.

Trigonometria: resolução de triângulos quaisquer 13


CETI Deputada Francisca Trindade Matemática Prof. Romário

Realidade Modelo matemático


Dam d'Souza/Arquivo da editora

Banco de imagens/Arquivo da editora


A

100 m

d
O
1208

458

O triângulo AOB é obtusângulo, e a resolução desse problema consiste em determinar a medida do


t Para resolvê-lo, vamos estudar a lei dos senos, cujo enunciado vem a seguir.
lado AB.

Em qualquer triângulo ABC, as medidas dos lados


são proporcionais aos senos dos ângulos opostos,
ou seja: a b c
= =
sen ˆ s B sen Cˆ
n A sen ˆ

Acompanhe a seguir a demonstração da lei dos senos para um triângulo acutângulo.


Consideremos o nABC acutângulo e duas de suas alturas: AHt 1 e BH
t 2. A

Banco de imagens/Arquivo da editora


• No nACH1, retângulo em H1, temos: H2

• sen CB 5 hb ⇒ h1 5 b ? sen CB
1
c
b

h1
• No nABH1, retângulo em H1, temos: h2

• sen BB 5 hc ⇒ h1 5 c ? sen BB
1
B H1 a C

Comparando, temos: Para refletir


b c Verifique que a demonstração vale também para
b ? sen CB 5 c ? sen BB ⇒ 5 I
sen Bˆ sen Cˆ o nABC obtusângulo e para o triângulo retângulo.

• No nBCH2, retângulo em H2, temos: A


H2
h1 c b
h h2
• B 5 2 ⇒ h2 5 a ? sen C
sen C
a
B H1 B a C

• No nABH2, retângulo em H2, temos:


Banco de imagens/Arquivo da editora

• sen AB 5 hc 2 B
⇒ h2 5 c ? sen A b
a

Comparando, temos:
A c B
a c
B 5 c ? sen BA ⇒
a ? sen C 5 II Lembre-se: sen a 5 sen (1808 2 a).
ˆ
sen A sen Cˆ
Veja a demonstração no Manual do Professor.
De I e II concluímos que:
a b c
5 5
n Aˆ
sen ssen Bˆ sen Cˆ

14 Capítulo 1
CETI Deputada Francisca Trindade Matemática Prof. Romário

Observações:
medida do lado a
1a) Pode-se provar que a razão é constante e igual a 2R, em que R é o raio da
seno do ângulo oposto a a
circunferência circunscrita ao triângulo considerado. A mesma relação vale para os outros dois lados
do triângulo.

c
a b c
b = = = 2R
n Aˆ ssen Bˆ sen Cˆ
sen
R

B a C

2a) Quando o enunciado de uma questão se refere a um triângulo ABC, devemos colocar o lado a oposto ao
ângulo A, o lado b oposto ao ângulo B, e o lado c oposto ao ângulo C, como na figura abaixo:
A

b c

C a B

Agora temos condições de resolver a situação-problema apresentada na página 13. Leia-a novamente e
acompanhe a resolução a seguir.
Retomando o modelo matemático, temos:
Ilustrações técnicas desta página: Banco de imagens/Arquivo da editora

100 m

O d
1208

458

Pela lei dos senos, temos:


100 d 100 d
5 5 5 ⇒ 2d 5 100 3 ⇒
sen 458 sen 1208 2 3
2 2

100 3 100 3 ⋅ 2 100 6


⇒d5 5 5 5 50 6 . 122,47
2 2⋅ 2 2

Então, a distância entre os postes é de, aproximadamente, 122,47 metros.

Trigonometria: resolução de triângulos quaisquer 15


CETI Deputada Francisca Trindade Matemática Prof. Romário

Exercícios resolvidos
1. Em um triângulo isósceles, a base mede 6 cm e o 2. Em um triângulo ABC, temos BC 5 5 cm, AB 5 488 e
ângulo oposto à base mede 1208. Calcule a medida B B 5 258. Calcule a medida aproximada do lado AB
w
dos lados congruentes do triângulo. (use a tabela da página 22 ou uma calculadora
científica).
Resolução:
x 1208
Veja a Pela lei dos senos:
308 308 resolução no
Manual do BC AC AB ,
6 cm Professor. 5 5
n BA
sen s BB
sen sen C
B
Resolução: Para refletir B 5 1808 2 (488 1 258) 5 1078.
sendo C
Pela lei dos senos, temos: Em um triângulo
Fique atento!
isósceles, a altura
6 x Com a tabela obtemos sen 1078  0,956,
5 ⇒ relativa à base é
procurando sen 738.
sen 1208 sen 308 também mediana e
bissetriz. Use esse fato Substituindo:
6 x
⇒ 5 ⇒ e resolva este exercício
3 1 de outra forma. 5 AB 5 AB
5 ⇒ 5 ⇒
2 2 n 488
sen ssen 1078 0,743
7 0,9
956
6 6 3 6 3 5 · 0,956
⇒ 3 x 56 ⇒ x 5 5 5 52 3 ⇒ AB 5 . 6, 4
43
3 3? 3 3 0,7743
Cada um dos lados congruentes mede 2 3 cm. t é 6,43 cm.
Portanto, a medida aproximada do lado AB

Se achar conveniente, comente com os alunos que a maioria das questões que são resolvidas pela lei dos senos relaciona dois ângulos e um lado de um triângulo.

Exercícios
12. Observe a figura abaixo e calcule o valor da medida x. 15. Em um triângulo ABC, são dados AB 5 458, B
B 5 308 e
x a 1 b 5 2 1 1. Calcule o valor de a. a5 2
1058
100 x 5 100 2 16. Use a tabela da página 22 ou uma calculadora cientí-
458 fica e determine os valores de x (aproximadamente):

a)
13. Observe o triângulo abaixo e calcule o valor da
x . 9, 151
medida x. 768
5

x 3 2
x 52 3 328
x
608 458
b)
14.
Ilustrações técnicas desta página: Banco de imagens/Arquivo da editora

Em cada triângulo a seguir, calcule o valor da medida x.


278 x . 5,959
a) 10
x =5 3 x
5 2 758 x
308
458
c)
b) x . 458
458 4
x=4 2 3
x

308 708 x
8

16 Capítulo 1
CETI Deputada Francisca Trindade Matemática Prof. Romário

4 Lei dos cossenos


Voltemos ao nosso engenheiro e seu problema em medir a distância entre os postes, sugerido no início
do item 3. Se tivesse encontrado alguma dificuldade para obter o ângulo de 458, ou mesmo que não qui-
sesse obtê-lo, o engenheiro poderia ter pedido ao seu segundo auxiliar que medisse a distância do local
onde ele estava até o poste mais próximo. Assim, além do valor do ângulo (1208) que o engenheiro já havia
medido e da distância entre o poste mais afastado e ele (100 metros), o engenheiro teria obtido a nova
distância, de 36,60 metros, entre o poste mais próximo e ele. Essas informações também permitiriam cal-
cular a distância desejada. Observe as representações novamente.

Realidade Modelo matemático


Dam d'Souza/Arquivo da editora

Banco de imagens/Arquivo da editora


100 m

O d
1208

36,60 m

Pela representação, observamos que o problema consiste em determinar a medida de um lado de


um triângulo, quando conhecemos as medidas dos outros dois lados e do ângulo oposto ao lado cuja
medida queremos encontrar.
Para resolvê-lo, precisamos estudar a lei dos cossenos, enunciada a seguir:

Em qualquer triângulo ABC, o quadrado da medida de um


lado é igual à soma dos quadrados das medidas dos outros dois
lados menos duas vezes o produto das medidas desses lados
pelo cosseno do ângulo que eles formam, ou seja:
A
Banco de imagens/
Arquivo da editora

c b

B C
a

• a2 5 b2 1 c2 2 2bc ? cos AB
• b2 5 a2 1 c2 2 2ac ? cos BB
• c2 5 a2 1 b2 2 2ab ? cos CB
Ângulo agudo:
ângulo cuja
Vamos provar apenas a primeira das relações acima, considerando o ângulo A agudo; medida é menor
a demonstração das outras relações é análoga. do que 908.

Trigonometria: resolução de triângulos quaisquer 17


CETI Deputada Francisca Trindade Matemática Prof. Romário

O ângulo agudo A pode estar em um triângulo acutângulo, retângulo ou obtusângulo.

B B B
Ilustrações técnicas desta página:
Banco de imagens/Arquivo da editora

c
a h c h
c a
a5h

C H b A
H C b A

C;H b A

Vamos demonstrar a lei dos cossenos usando o triângulo acutângulo.


Para refletir
• Verifique que a relação
Traçando a altura tBH, obtemos os triângulos retângulos ABH e CBH. vale para A
B agudo no
triângulo retângulo e
no triângulo
• No nABH, temos: obtusângulo.
• Podemos considerar o
 ˆ AH ˆ
teorema de Pitágoras
cos A 5 c ⇒ AH 5 c ⋅ cos A (a2 5 b2 1 c2) como um
 caso particular da lei
 2
( )
2 2 2 dos cossenos (pois
c 5 h 1 AH ⇒ h 5 c 2 AH ⇒ h 5 c 2 c ⋅ cos Aˆ ⇒ h 5 c 2 c ⋅ cos Aˆ I
2 2 2 2 2 2 2 2 2
cos 908 5 0).

Veja comentários deste Para

• No nCBH, temos:
refletir no Manual do Professor.

2
B )2 ⇒
a2 5 h2 1 CH ⇒ a2 5 h2 1 (b 2 AH u )2 ⇒ h2 5 a2 2 (b 2 c ? cos A
B 2 c2 ? cos2 A
⇒ h2 5 a2 2 b2 1 2bc ? cos A B II

• De I e II temos:

B 2 c 2 ⋅ cos2 Aµ = c 2 − c 2 ⋅ cos2 Aµ ⇒
a2 2 b2 1 2bc ? cos A a2 5 b2 1 c2 2 2bc ? cos A
B

Agora estamos em condições de resolver a situação-problema colocada no início deste item.


Retomando o modelo matemático, temos:
A

100 m

d
O
1208

36,60 m

Pela lei dos cossenos, temos:

d2 5 1002 1 (36,6)2 2 2 ? 100 ? 36,6 ? cos 1208 ⇒ d2 5 15 000 ⇒ d 5 15 000 5 50 6 . 122, 47 m

Observe que esse valor é o mesmo encontrado na página 15.

18 Capítulo 1
CETI Deputada Francisca Trindade Matemática Prof. Romário

Exercício resolvido passo a passo: exerc’cio 3

Se achar conveniente, comente com os alunos que a maioria das


questões que são resolvidas com a lei dos cossenos relaciona dois lados e 2. Planejando a solução
Resolvido passo a passo um ângulo do triângulo.
A partir das informações do enunciado podemos
3. (Unesp) Um professor de geografia forneceu a seus montar um triângulo obtusângulo que representa
alunos um mapa do estado de São Paulo que infor- o que se pede na questão:
mava que as distâncias aproximadas em linha reta
Guaratinguetá
entre os pontos que representam as cidades de São

Banco de imagens/Arquivo da editora


Paulo e Campinas e entre os pontos que representam
as cidades de São Paulo e Guaratinguetá eram, res-
pectivamente, 80 km e 160 km. Um dos alunos ob-
servou, então, que as distâncias em linha reta entre
160 km
os pontos que representam as cidades de São Paulo, d
Campinas e Sorocaba formavam um triângulo equi-
látero. Já um outro aluno notou que as distâncias em 150
linha reta entre os pontos que representam as cidades São Paulo
de São Paulo, Guaratinguetá e Campinas formavam
um triângulo retângulo, conforme mostra o mapa. 80 km

Sorocaba
Banco de imagens/Arquivo da editora

Assim, a distância d pode ser calculada pela lei dos


cossenos, pois conhecemos a medida de dois lados
SP e de um ângulo do triângulo.
Guaratinguetá
Campinas
3. Executando o que foi planejado
Pela lei dos cossenos temos:
80 km 160 km d2 5 802 1 1602 2 2 ? 80 ? 160 ? cos
142150
43° ⇒
cos 150° 52cos 30°
Sorocaba São Paulo
 3 
⇒ d2 5 6 400 1 25 600 2 25 600 ? 2 ⇒
2 
⇒ d2 5 32 000 1 12 800 3 ⇒
⇒ d 5 32 000 1 12800 3 ⇒
Com essas informações, os alunos determinaram ⇒ d 5 5 ? 80 2 1 2 ? 80 2 ? 3 ⇒
que a distância em linha reta entre os pontos que
representam as cidades de Guaratinguetá e Soro-
caba, em km, é próxima de:
⇒d5 ( )
5 1 2 ? 3 ? 80

a) 80 ? 2 1 5 ? 3 d) 80 ? 5 1 3 ? 2
4. Emitindo a resposta
b) 80 ? 5 1 2 ? 3 e) 80 ? 7 ? 3 A resposta é a alternativa b.
c) 80 ? 6
5. Ampliando o problema
1. Lendo e compreendendo a) Uma empresa privada de transporte coletivo faz
a) O que é dado no problema? o percurso entre algumas cidades do estado de São
Um mapa com as distâncias entre algumas cida- Paulo, como Sorocaba, Guaratinguetá, Campinas e
des, a informação de que as distâncias em linha a própria capital. Sabe-se que essa empresa cobra
reta entre os pontos que representam as cidades uma taxa fixa de R$ 20,00 e uma taxa de R$ 1,50 por
de São Paulo, Campinas e Sorocaba formavam um quilômetro rodado. Dado isso, qual é o percurso
triângulo equilátero e que as distâncias em linha mais caro para os passageiros? Quanto esse per-
reta entre os pontos que representam as cidades curso custa?
de São Paulo, Guaratinguetá e Campinas forma- Guaratinguetá → São Paulo; R$ 260,00

vam um triângulo retângulo. b) Discussão em equipe


b) O que se pede? Troque ideias com seus colegas sobre o sistema de
A distância em linha reta entre os pontos que re- transportes no Brasil. Quais ações podem ser adota-
presentam as cidades de Guaratinguetá e Sorocaba, das para priorizar a utilização de meios de transpor-
em quilômetros. te que causem menos impacto ao meio ambiente?

Trigonometria: resolução de triângulos quaisquer 19


CETI Deputada Francisca Trindade Matemática Prof. Romário

Observação: Neste primeiro capítulo sobre Trigonometria, estudaremos a trigo-


nometria do triângulo. Neste caso, as funções seno e cosseno têm como domínio
o conjunto A de todos os ângulos do plano, menores do que ou iguais a dois
ângulos retos. Tais funções são independentes da forma de como se medem os
ângulos. Logo, dispensam a consideração de arcos de circunferência, radianos,
etc. Isso merecerá atenção especial quando estudarmos, no capítulo 3, sen x e Ângulo reto: ângulo de
cos x como funções reais de uma variável real. medida igual a 908.

Exercícios
Atividade Atividade
em dupla em equipe

17. No triângulo da figura abaixo, calcule a medida x. 25. (FCMSCSP) Considerando a figura abaixo, qual
o valor de sen a?
x5 7 3 7
sen a 5
3 x 8
r

a 3r
608 O
2
1
r
18. No triângulo da figura abaixo, determine x.
A
5
x57 26. DESAFIO Física
B 608 x Duas forças de intensidade F1 5 8 N e F2 5 12 N formam
entre si um ângulo de 608. Qual é a intensidade R
resultante dessas duas forças? R 5 4 19 N
8

C F2 R

19. Em um triângulo ABC são dados: A B 5 308, b 5 2 3 e 608


c 5 3. Calcule a medida do terceiro lado do triângulo. F1
a5 3
20. Considere o triângulo ABC com: AB 5 458, a 5 4 e 27. Considere uma circunferência de raio r e , a medida
b 5 4 2 . Determine o lado c. c54 do lado de um decágono regular inscrito nessa circun-
21. No triângulo abaixo, AC
t 5 3, tBC 5 4, AB t 53e
B 5 a. Determine o valor de cos a. cos a 5 1
BAC
ferência. Determine , em função de r. a 5
3608
n ( )
9
A r 2(1 − cos368)
a O

r a r
B
Ilustrações técnicas desta página: Banco de imagens/Arquivo da editora

C ø

22. Dois lados de um triângulo medem 10 cm e 6 cm e 28. DESAFIOResolva no caderno o triângulo abaixo. Use
formam entre si um ângulo de 1208. Calcule a me-
sua calculadora se precisar.
dida do terceiro lado. 14 cm "Resolver um triângulo" é
encontrar os valores de todas
23. Em um triângulo ABC são dados AB 5 458, b 58 2 as medidas do triângulo
688
(3 lados e 3 ângulos).
e c 5 10. Calcule a medida do terceiro lado. 2 17 y a 5 628;
x x  4,13;
24. Dois lados consecutivos de um paralelogramo y  4,76.
medem 14 cm e 10 cm e formam um ângulo de 608. 508
Calculem as medidas de suas diagonais. a
5
BD 5 2 39 cm;  AC 5 2 109 cm

20 Capítulo 1
CETI Deputada Francisca Trindade Matemática Prof. Romário

Tabela de razões trigonométricas

Ângulo sen cos tan Ângulo sen cos tan


18 0,017 1,000 0,017 468 0,719 0,695 1,036
28 0,035 0,999 0,035 478 0,731 0,682 1,072
38 0,052 0,999 0,052 488 0,743 0,669 1,111
48 0,070 0,998 0,070 498 0,755 0,656 1,150
58 0,087 0,996 0,087 508 0,766 0,643 1,192

68 0,105 0,995 0,105 518 0,777 0,629 1,235


78 0,122 0,993 0,123 528 0,788 0,616 1,280
88 0,139 0,990 0,141 538 0,799 0,602 1,327
98 0,156 0,988 0,158 548 0,809 0,588 1,376
108 0,174 0,985 0,176 558 0,819 0,574 1,428

118 0,191 0,982 0,194 568 0,829 0,559 1,483


128 0,208 0,978 0,213 578 0,839 0,545 1,540
138 0,225 0,974 0,231 588 0,848 0,530 1,600
148 0,242 0,970 0,249 598 0,857 0,515 1,664
158 0,259 0,966 0,268 608 0,866 0,500 1,732

168 0,276 0,961 0,287 618 0,875 0,485 1,804


178 0,292 0,956 0,306 628 0,883 0,469 1,881
188 0,309 0,951 0,325 638 0,891 0,454 1,963
198 0,326 0,946 0,344 648 0,899 0,438 2,050
208 0,342 0,940 0,364 658 0,906 0,423 2,145

218 0,358 0,934 0,384 668 0,914 0,407 2,246


228 0,375 0,927 0,404 678 0,921 0,391 2,356
238 0,391 0,921 0,424 688 0,927 0,375 2,475
248 0,407 0,914 0,445 698 0,934 0,358 2,605
258 0,423 0,906 0,466 708 0,940 0,342 2,747

268 0,438 0,899 0,488 718 0,946 0,326 2,904


278 0,454 0,891 0,510 728 0,951 0,309 3,078
288 0,469 0,883 0,532 738 0,956 0,292 3,271
298 0,485 0,875 0,554 748 0,961 0,276 3,487
308 0,500 0,866 0,577 758 0,966 0,259 3,732

318 0,515 0,857 0,601 768 0,970 0,242 4,011


328 0,530 0,848 0,625 778 0,974 0,225 4,332
338 0,545 0,839 0,649 788 0,978 0,208 4,705
348 0,559 0,829 0,675 798 0,982 0,191 5,145
358 0,574 0,819 0,700 808 0,985 0,174 5,671

368 0,588 0,809 0,727 818 0,988 0,156 6,314


378 0,602 0,799 0,754 828 0,990 0,139 7,115
388 0,616 0,788 0,781 838 0,993 0,122 8,144
398 0,629 0,777 0,810 848 0,995 0,105 9,514
408 0,643 0,766 0,839 858 0,996 0,087 11,430

418 0,656 0,755 0,869 868 0,998 0,070 14,301


428 0,669 0,743 0,900 878 0,999 0,052 19,081
438 0,682 0,731 0,933 888 0,999 0,035 28,636
448 0,695 0,719 0,966 898 1,000 0,017 57,290
458 0,707 0,707 1,000
Fonte: Dados experimentais.

22 Capítulo 1
CETI Deputada Francisca Trindade Biologia Prof. Ducimar Lima

Conteúdo: Taxonomia e classificação; vírus e bactérias; botanica.

1ª (Vunesp) No ano de 1500, os portugueses já se referiam ao Brasil como a “Terra dos


Papagaios”, incluindo nessa designação os papagaios, as araras e os periquitos. Estas aves
pertencem a uma mesma família da ordem Psittaciformes. Dentre elas, pode-se citar:

a) 3 espécies e 3 gêneros.O grupo de aves relacionadas compreende:


b) 9 espécies e 3 gêneros.
c) 3 espécies de uma única família.
d) 9 espécies de um mesmo gênero.
e) 3 espécies de uma única ordem.

2ª (PUC-RJ) Um entomólogo estudando a fauna de insetos da Mata Atlântica encontrou uma


espécie cujos caracteres não se encaixavam naqueles característicos dos gêneros de sua
família. Isso levará o cientista a criar:
a) uma nova família com um novo gênero.
b) somente uma nova espécie.
c) um novo gênero com uma nova espécie.
d) uma subespécie.
e) uma nova ordem com uma nova família.

3ª (Enem/2020 – Digital) Alterações no genoma podem ser ocasionadas por falhas nos
mecanismos de cópia e manutenção do DNA, que ocorrem aleatoriamente. Assim, a cada ciclo
de replicação do DNA, existe uma taxa de erro mais ou menos constante de troca de
nucleotídeos, independente da espécie. Partindo-se desses pressupostos, foi construída uma
árvore filogenética de alguns mamíferos, conforme a figura, na qual o comprimento da linha
horizontal é proporcional ao tempo de surgimento da espécie a partir de seu ancestral mais
próximo.

Qual espécie é geneticamente mais semelhante ao seu ancestral mais próximo?


A) Cavalo
B) Ovelha
C) Veado
D) Porco
E) Vaca

4ª (Unifeso/2014) O esquema a seguir mostra um modelo de divergência entre espécies de


alguns primatas representados pelos números à direita do esquema.
CETI Deputada Francisca Trindade Biologia Prof. Ducimar Lima

Considerando que o modelo seja correto, a maior diferença genética será encontrada na
sequência de bases nitrogenadas do DNA das seguintes espécies:
A) 1 e 2
B) 4 e 5
C) 6 e 7
D) 8 e 9
E) 10 e 11

5ª (FATEC/2014) Na filogenia estão representadas, de acordo com as propostas mais aceitas


atualmente para a evolução dos Vertebrados, as relações evolutivas entre alguns grupos de
animais.

De acordo com as informações contidas na filogenia, é correto afirmar que


A) os répteis possuem um ancestral exclusivo não compartilhado com nenhum outro grupo de
animal.
B) os lagartos são tão próximos evolutivamente dos crocodilos quanto são das tartarugas.
C) as tartarugas são mais próximas evolutivamente dos mamíferos do que das aves.
D) os peixes e os anfíbios compartilham um ancestral único e exclusivo.
E) as aves são o grupo mais próximo evolutivamente dos crocodilos.

6ª (Unesp) Os vírus são organismos obrigatoriamente parasitas, uma vez que só se


reproduzem quando no interior de seus hospedeiros. Sobre os vírus, é correto afirmar que
a) apresentam características fundamentais dos seres vivos: estrutura celular, reprodução e
mutação.
b) são seres maiores que as bactérias, pois não atravessam filtros que permitem a passagem
de bactérias.
c) são formados por uma carapaça protéica envolvendo o retículo rugoso com ribossomos
utilizados na síntese de sua carapaça.
d) são todos parasitas animais, pois não atacam células vegetais.
e) podem desempenhar funções semelhantes aos antibióticos, ocasionando "o lise bacteriano",
e impedir a reprodução das bactérias.
CETI Deputada Francisca Trindade Biologia Prof. Ducimar Lima

7ªUece) Com relação ao modo de transmissão de algumas doenças virais correlacione as


colunas abaixo:
I. Sarampo ( ) Picada de inseto
II. Poliomielite ( ) Mordedura, lambedura ou arranhadura por animal infectado
III. Raiva ( ) Contato direto, pelo ar, com pessoas doentes
IV. Febre amarela ( ) Contaminação por via digestiva
A sequência correta, de cima para baixo, é:
a) I, II, III e IV
b) IV, III, I e II
c) IV, I, II e III
d) I, IV, III e II
e) II, III, I, IV

8ª (Ufv) Impressionados com a notícia do poder arrasador com que o vírus Ebola vem
dizimando uma certa população na África, alguns alunos de um colégio sugeriram medidas
radicais para combater o vírus desta terrível doença. Considerando-se que este agente
infeccioso apresenta características típicas dos demais vírus, assinale a alternativa que
contenha a sugestão mais razoável:
a) descobrir urgentemente um potente antibiótico que possa destruir a sua membrana nuclear.
b) alterar o mecanismo enzimático mitocondrial para impedir o seu processo respiratório.
c) injetar nas pessoas contaminadas uma dose maciça de bacteriófagos para fagocitar o vírus.
d) cultivar o vírus "in vitro", semelhante à cultura de bactérias, para tentar descobrir uma
vacina.
e) impedir, de alguma maneira, a replicação da molécula de ácido nucleico do vírus.

9ª De acordo com a classificação dos seres vivos em cinco reinos, o reino Monera é aquele que
inclui todos os organismos:
a) unicelulares
b) coloniais
c) procarióticos
d) eucarióticos
e) autotróficos

10ª Uma classificação dos seres vivos muito conhecida e difundida é a em cinco reinos. De
acordo com esse sistema, todos os seres vivos estão agrupados nos reinos: Monera, Protista,
Fungi, Animalia e Plantae. No reino Monera, estão incluídos:
a) protozoários e algas
b) plantas e animais
c) algas e arqueas
d) bactérias e vírus
e) bactérias e arqueas

11ª Um grupo de estudantes realizou uma aula de campo com seu professor de Biologia para
aprender na prática sobre os grupos de planta. Ao chegar ao local, um aluno observou uma
espécie e disse que se tratava de uma angiosperma. Que característica pode ter dado ao aluno
a certeza de que se tratava desse grupo de planta?
a) Presença de sementes.
b) Presença de vasos condutores, o que garante que essas plantas sejam maiores.
c) Presença de folhas e outros órgãos com tecidos verdadeiros.
d) Presença de frutos envolvendo a semente.
e) Presença de raízes.

12ª Observe atentamente o nome das plantas abaixo e marque a alternativa que indica
corretamente um representante das pteridófitas.
a) Musgos.
b) Pinheiros.
c) Mangueiras.
CETI Deputada Francisca Trindade Biologia Prof. Ducimar Lima

d) Milho.
e) Avenca.

13ª (Umesp-SP) Atualmente, encontram-se catalogadas mais de 320 mil espécies de plantas,
algumas de estruturas relativamente simples, como os musgos, e outras de organizações
corporais complexas, como as árvores. Assim sendo, a alternativa que melhor explica a
classificação dos vegetais é:
a) Gimnospermas: plantas avasculares, com raízes, caule, folhas, flores e frutos, cujas sementes
estão protegidas dentro desses frutos. Ex.: arroz.
b) Briófitas: plantas de pequeno porte, vasculares, sem corpo vegetativo. Ex.: algas cianofíceas.
c) Angiospermas: plantas cujas sementes não se encontram no interior dos frutos. Ex.: pinheiros.
d) Gimnospermas: plantas avasculares; possuem somente raízes, caule, plantas de pequeno
porte. Ex.: musgo.
e) Pteridófitas: plantas vasculares, sem flores; apresentam raízes, caule e folhas; possuem maior
porte do que as briófitas. Ex.: samambaias.

14ªAs plantas podem ser classificadas de diferentes formas. No grupo das traqueófitas, por
exemplo, estão inclusas
a) briófitas e pteridófitas.
b) briófitas, pteridófitas e gimnospermas.
c) briófitas, gimnospermas e angiospermas.
d) briófitas, pteridófitas e angiospermas.
e) pteridófitas, gimnospermas e angiospermas.

15ª (MACK) Alternância de gerações ou ciclo haplôntico-diplôntico, isto é, uma geração haploide
que produz gametas (gametófito) e uma outra diploide que produz esporos (esporófito), ocorre:
a) apenas em angiospermas.
b) apenas em gimnospermas e em angiospermas.
c) apenas em pteridófitas, em gimnospermas e em angiospermas.
d) apenas em briófitas, em pteridófitas, em gimnospermas e em angiospermas.
e) em algumas algas, em briófitas, em pteridófitas, em gimnospermas e em angiospermas.

Observação: Os conteúdos para a resolução das atividades da apostila você encontra no livro
didático da segunda serie.
CETI Deputada Francisca Trindade Química

Processo de oxidação e redução;


Potencial de oxidação e de redução;

OXIDAÇÃO E REDUÇÃO
A oxidação e redução são termos relacionados com a transferência de elétrons entre átomos e/ou íons de determinadas
substâncias.
A oxidação e a redução são processos contrários e que ocorrem simultaneamente em uma reação química em que há transferência
de elétrons. Esse tipo de reação é denominado de reação de oxidorredução (ou redox).
A oxidação ocorre quando a espécie química perde elétrons para outra, ficando com a carga mais positiva, isto é, o seu Nox (Número
de oxidação) aumenta.
A redução, por outro lado, é o ganho de elétrons de uma espécie química, com a consequente diminuição do Nox.
Visto que os átomos e/ou íons de certas substâncias só sofrem a redução porque a outra espécie química reagente perdeu elétrons
(sofrendo oxidação), esses átomos ou íons são então chamados de agentes oxidantes (pois foram eles que causaram a oxidação da
outra substância).
O contrário também é verdadeiro, a espécie química que oxidou causou a redução da outra, por isso, ela é denominada de agente
redutor. Resumidamente, temos:

Conceitos envolvidos na oxidação e redução


Consideremos um exemplo de reação em que ocorre uma oxidação e uma redução simultaneamente. Quando colocamos uma lâmina
de zinco em uma solução de sulfato de cobre (de cor azul), notamos, com o passar do tempo, que a solução fica incolor e forma-se
uma camada avermelhada sobre a lâmina:

Reação de oxirredução com lâmina de zinco em solução de sulfato de cobre

Isso acontece porque a cor azul da solução era originada pelos íons Cu2+ que estavam dissolvidos. Mas esses íons ganham elétrons,
isto é, sofrem redução e transformam-se em cobre metálico. Esse cobre formado deposita-se sobre a lâmina.
Redução (ganho de elétrons): Cu2+ (aq) + 2e- → Cu (s)

Cálculo do potencial de uma pilha


O cálculo do potencial de uma pilha ocorre pela diferença entre os potenciais de redução ou dos potenciais de oxidação dos metais
presentes no dispositivo.
O cálculo do potencial de uma pilha é realizado quando se deseja saber com antecedência (antes da montagem) qual será a
voltagem, fem (força eletromotriz) ou ddp (diferença de potencial) que uma determinada pilha gerará a partir de dois metais com
características diferentes.
O termo com antecedência foi utilizado porque, se quisermos medir a voltagem de um dispositivo qualquer, tanto de uma pilha
quanto de uma bateria, basta utilizar um multímetro.
Cada um dos metais que participam da composição do ânodo e do cátodo da pilha apresenta diferentes capacidades para sofrer
oxidação (capacidade de perder elétrons) e redução (capacidade de ganhar elétrons). Essa capacidade de oxidar ou reduzir é chamada
de potencial. Assim sendo, os metais que compõem o eletrodo de uma pilha podem apresentar:
• Potencial-padrão de redução (E red ): é a capacidade que o eletrodo apresenta de sofrer o fenômeno da redução. Esse potencial é
medido em volts (V) e seu valor é o mesmo para o potencial-padrão de oxidação, mas com sinal oposto.
CETI Deputada Francisca Trindade Química

• Potencial-padrão de oxidação (E oxi ): é a capacidade que o eletrodo apresenta de sofrer o fenômeno da oxidação. Esse potencial é
medido em volts (V) e seu valor é o mesmo para o potencial-padrão de redução, mas com sinal oposto.
OBS.: Um potencial-padrão pode ser influenciado pela temperatura e pela concentração das soluções utilizadas na montagem da
pilha.
Para realizar o cálculo do potencial de uma pilha, devemos conhecer os valores dos potenciais-padrão, seja de oxidação, seja de
redução, e aplicar na seguinte equação matemática:
ΔE = E red (maior) - E red (menor)
ou
ΔE = E oxi (maior) - E oxi (menor)
• ΔE = variação do potencial de uma pilha (fem ou ddp).
Essa equação utiliza a variação do potencial porque, como no dispositivo ocorrem a oxidação e a redução, a medida do potencial
será dada simplesmente pela subtração do potencial de cada um dos eletrodos (metais).
OBS.: Só podemos afirmar que estamos trabalhando com uma pilha quando o cálculo do potencial resulta em um valor positivo.
Acompanhe agora alguns exemplos de questões que abordam o cálculo do potencial de uma pilha:
Exemplo 1: (UFSC-SP) Dadas as semirreações:
2 Fe+2 → 2 Fe+3 + 2 e E oxi = - 0,77 V
2 Cl-1 → 1 Cl2 + 2 e E oxi = - 1,36 V
Calcule o potencial da reação abaixo (pilha) e diga se ela é espontânea ou não, assinalando a opção correta:
2 Fe+2 + Cl2 → 2 Fe+3 + 2 Cl-1
a) – 0,59V, não é espontânea
b) 0,59 V, não é espontânea
c) 0,59 V, é espontânea
d) – 2,13 V, não é espontânea
e) 2,13 V, é espontânea
Resolução:
Como o exercício pede para determinar o valor do potencial da pilha, basta analisar os potenciais de oxidação fornecidos para julgar
qual deles é o maior e qual é o menor:
2 Fe+2 → 2 Fe+3 + 2 e E oxi = - 0,77 V (Esse é o maior)
2 Cl-1 → 1 Cl2 + 2 e E oxi = - 1,36 V (Esse é o menor)
Em seguida, basta aplicar na fórmula do cálculo do potencial de uma pilha:
ΔE = E oxi (maior) - E oxi (menor)
ΔE = - 0,77 - (-1,36)
ΔE = - 0,77 + 1,36
ΔE = + 0,59 V
Como o potencial encontrado apresenta um valor positivo, temos um processo espontâneo. Letra c).

QUESTÕES DE QUÍMICA
1- (UFMS) Considere as semirreações, abaixo indicadas, com seus respectivos potenciais- padrão de redução, em volt (V):
Ag+ + e → Ag E red = 0,80 V
Cu+2 + 2 e → Cu E red = 0,34V
Calcule o potencial da reação abaixo (pilha) e diga se ela é espontânea ou não, assinalando a opção correta:
Cu + 2 Ag+→ Cu+2 + 2 Ag
a) – 4,6 V
b) – 0,46 V
c) + 0,46 V
d) + 1,14 V
e) - 1,14 V
2- Com base no que foi estudado, responda:
a) O que é processo de oxidação?
b) o que é processo de redução?

3- (Udesc) Analise a pilha Feº; Fe2+ // Cu2+; Cuº, cujos potenciais-padrão de redução são:

Fe2+ + 2 e- → Feº Eº = -0,44V

Cu2+ + 2 e- → Cuº Eº = + 0,34V

A alternativa que indica a ddp (ΔEº) para essa pilha é:

a) 0,78V
b) 0,10V
c) -0,10V
CETI Deputada Francisca Trindade Química

d) 1,56V
e) 0,20V

4- julgue verdadeiro ou falso


a) ( ) Quando uma substância sobre oxidação ela ganha elétrons
b) ( ) Quando uma substancia tem seu nox diminuído, significa dizer que sofreu redução
c) ( ) o agente redutor sofre oxidação e o agente oxidante sofre redução

5- Explique o que é o processo redox.


6- O que é potencial padrão de redução e de oxidação ?
7- Em uma pilha eletroquímica sempre vai ocorrer:

a) Redução no ânodo.
b) Movimentação de elétrons no interior da solução eletrolítica.
c) Passagem de elétrons, no circuito externo, do cátodo para o ânodo.
d) Reação de neutralização.
e) Uma reação de oxirredução.
CETI Deputada Francisca Trindade Física Prof. Me. Marcel Cardoso

Ondas
Propriedades das ondas
Para a Física, a onda é uma perturbação que se
propaga no espaço ou em qualquer outro meio. Elas
são classificadas em relação à natureza, direção e
energia de propagação.
De acordo com a sua natureza, as ondas podem ser
classificadas em dois tipos:
Ondas mecânicas: são as ondas que se propagam em
meios materiais. Por exemplo: as ondas Representação gráfica de uma onda
marítimas, ondas sonoras, ondas sísmicas etc. A O comprimento de onda, que pode ser representado
descrição do comportamento desse tipo de onda é pela letra λ, é a distância entre valores repetidos em
feita pelas Leis de Newton. uma forma de onda. É calculado com a equação:
Ondas eletromagnéticas: são resultado da Sendo:
combinação de campo elétrico com campo
magnético. A sua principal característica é que não
precisam de um meio material para propagar-se. São
exemplos desse tipo de onda a luz, raio X, micro- λ – o comprimento de onda;
ondas, ondas de transmissão de sinais, entre outras. c – velocidade da luz no vácuo (possui valor igual a
Elas são descritas pelas equações de Maxwell. 3.108m/s);
f – frequência da luz.
A partir de λ, podemos calcular a velocidade de uma
onda com a seguinte fórmula:
Sendo:

v – velocidade da onda;
λ – comprimento da onda;
Campos magnético (B) e elétrico (E) combinados na formação das ondas
T – Período.
eletromagnéticas O período é definido como o espaço de tempo
necessário para uma onda caminhar um
Outra classificação das ondas é feita considerando- comprimento de onda.
se a direção de vibração. De acordo com essa A frequência é o inverso do período:
característica, uma onda pode ser definida como:
Transversal: quando as partículas do meio de
propagação vibram perpendicularmente à direção
de propagação da onda. Um exemplo desse tipo de a velocidade de propagação da onda pode ser dada
onda é a luz. por:
Longitudinais: quando as partículas do meio de
propagação vibram na mesma direção em que a
onda se propaga, como é o caso das ondas sonoras. Exercício
Por fim, quanto à direção de propagação, as ondas 1º) Sobre as ondas sonoras, é correto afirmar que
podem ser classificadas em: não se propagam:
unidimensionais: quando se propagam em apenas a) na atmosfera.
uma direção, como a onda em uma corda; b) na água.
bidimensionais: se a propagação ocorre em duas c) no vácuo.
direções, que é o caso da onda gerada por uma d) nos meios metálicos.
perturbação na água; ondas tridimensionais: que se
propagam em três dimensões, como as ondas 2º) Marque a alternativa correta a respeito da
sonoras. velocidade de propagação das ondas sonoras.

1
CETI Deputada Francisca Trindade Física Prof. Me. Marcel Cardoso

a) O som pode propagar-se apenas em meios


gasosos.
b) Em meios líquidos, a velocidade do som é maior
do que em meios sólidos.
c) A velocidade de propagação do som no aço é
maior do que na água.
d) A velocidade de propagação do som na água é
maior do que no aço.
e) O som, assim como as ondas eletromagnéticas, Calcula-se que a velocidade de propagação dessa
pode ser propagado no vácuo. “onda humana” é 45 km/h e que cada período de
oscilação contém 16 pessoas, que se levantam e
3º) A respeito das características das ondas, marque sentam organizadamente distanciadas entre si por
a alternativa errada. 80 cm. Nessa ola mexicana, a frequência da onda, em
a) Ondas sonoras e ondas sísmicas são exemplos de hertz, é um valor mais próximo de?
ondas mecânicas.
6º) Uma onda senoidal que se propaga por uma
b) A descrição do comportamento das ondas
corda (como mostra a figura) é produzida por uma
mecânicas é feita pelas leis de Newton.
fonte que vibra com uma frequência de 150 Hz. O
c) As ondas eletromagnéticas resultam da
comprimento de onda e a velocidade de propagação
combinação de um campo elétrico com um campo
onda são?
magnético.
d) A descrição das ondas eletromagnéticas é feita
por meio das equações de Maxwell
e) Quanto à direção de propagação, as ondas
geradas em um lago pela queda de uma pedra na
água são classificadas como tridimensionais.

4º) Diante de uma grande parede vertical, um garoto 7º) Uma emissora de rádio FM opera na frequência
bate palmas e recebe o eco um segundo depois. Se a de 100MHz. Admitindo que a velocidade de
velocidade do som no ar é 340 m/s, o garoto pode propagação das ondas de rádio no ar seja de
concluir que a parede está situada a uma distância 300.000km/s, o comprimento de onda emitida por
aproximada de: essa emissora é, aproximadamente, de
a) 17 m
b) 34 m a) 3,0 m
c) 68 m b) 3,0 dm
d) 170 m c) 3,0 cm
e) 340 m d) 3,0 mm
e) 3,0 nm
5º) Uma manifestação comum das torcidas em
estádios de futebol é a ola mexicana. Os
espectadores de uma linha, sem sair do lugar e sem
se deslocarem lateralmente, ficam de pé e se
sentam, sincronizados com os da linha adjacente. O
efeito coletivo se propaga pelos espectadores do
estádio, formando uma onda progressiva, conforme
ilustração.

Você também pode gostar