Você está na página 1de 18

Unidade 1

Seção 1

Atelier de Projeto de
Arquitetura IV
iStock 2018
Webaula 1
Temática, legislação e normas
técnicas relacionadas a
projetos arquitetônicos de
escolas de ensino infantil.

1
O edifício escolar deve ser visto como
resultado da expressão cultural de uma
Ao longo de sua vida, uma pessoa irá comunidade, que resulta da associação de
passar considerável parcela de diferentes aspectos, como os sociais, os
tempo em escolas, ambientes estes pedagógicos e os arquitetônicos, e suas
que possuem, por essência, o papel adequadas configurações só podem ser
de suporte para o desenvolvimento obtidas por abordagens que englobem os
do processo de ensino e diferentes tipos de usuários (alunos,
aprendizagem. professores, funcionários em geral, entre
outros), as atividades e as práticas
pedagógicas a serem adotadas.

2 iStock 2018
Atualmente, no Brasil, a Lei de Diretrizes e A definição da faixa etária no contexto do
Bases da Educação (LDB) (BRASIL, 1996, projeto arquitetônico é importante, pois
LDB 9.394/96) traz a definição das em cada um desses períodos os usuários
diferentes faixas etárias a serem têm necessidades específicas, que podem
consideradas para cada período escolar da estar atreladas aos aspectos físicos,
educação básica, sendo elas: educação psicológicos, intelectuais e sociais, e que,
infantil (entre 0 e 5 anos), ensino portanto, devem ser previstos seus
fundamental (entre 6 e 14 anos) e ensino atendimentos enquanto estrutura física da
médio (entre 15 e 17 anos). edificação.

Clique aqui para saber mais

3 iStock 2018
O grande marco na educação infantil
brasileira foi a Constituição Federal de
1988 (BRASIL, 1988), a qual definiu
que a criança entre zero e seis anos
tem o direito a educação em creches
e pré-escolas e, ao entender este
como fundamental ao seu
desenvolvimento, atribuiu ao estado a
obrigatoriedade de oferecer esse tipo
de ensino, assim como a necessidade
de terem boa qualidade.

4 iStock 2018
A respeito das pedagogias de ensino, cita-se, a
seguir, alguns exemplos de teorias que
romperam com a educação verbal e
tradicionalista, e que ainda hoje são utilizadas,
entre outros elementos, por seus materiais
didáticos e organização do espaço de ensino,
que traduzem a crença em uma educação
natural dos instintos infantis, na qual a criança
deve ser valorizada e compreendida.

5 iStock 2018
Piaget Imagem de escola com pedagogia piagetiana
Define o pensamento pedagógico da escola
nova, construtivista, considerando que o
desenvolvimento dos processos cognitivos da
criança ocorre em etapas ou estágios, de
acordo com a idade, construído por meio da
sua atividade (física e mental).
Fonte: Dias, (2016, p.108)
Clique na imagem e saiba mais.

6
Vygotsky
É responsável pelo pensamento pedagógico Imagem de escola com metodologia vygotskyana
histórico-cultural.  Considera que o
desenvolvimento infantil é um processo
determinado socialmente, ou seja, depende
da interação do ser humano com o meio
físico e social e está intimanete relacionado
ao contexto sócio-cultural em que a pessoa
está inserida. Fonte: Dias, (2016, p.108)

Clique na imagem e saiba mais.

7
Montessori
Ambiente montessoriano
Criada por Maria Montessori – representante
do movimento da Escola Nova, que buscava a
renovação educacional –, como resultado de
suas preocupações com a saúde mental das
crianças. A teoria defende o oferecimento de
um ambiente apropriado, que respeite a
liberdade e a ação.
Fonte: iStock
Clique na imagem e saiba mais.

8
Waldorf Imagem de escola com pedagogia Waldorf

Essa teoria educacional associa-se


especialmente à sociedade antroposófica e
teosófica. Nesta teoria o ensino é sempre
acompanhado pelo prático, com grande
enfoque nas atividades corporais (ação),
artísticas e artesanais, de acordo com a idade
dos estudantes.
Clique na imagem e saiba mais. Fonte: Alvares (2010, p. 60)

9
Legislação aplicada à
temática

A respeito da legislação brasileira que Complementando a Lei de Diretrizes e


envolve as escolas de ensino infantil e Bases da Educação Nacional (BRASIL,
que devem ser atendidas no projeto 1996, LDB 9.394/96), que garante a
desse tipo de escola, cita-se em inclusão de todos os alunos na rede
primeiro lugar a Lei Federal regular de ensino (BRASIL, 1998; 2013)
12.796/2013 (BRASIL, 2013), que e define que creches e pré-escolas
define a faixa etária para cada período devem atender crianças,
escolar, e que tornou obrigatório o independentemente da sua condição
ingresso de crianças a partir dos seis física, visual ou intelectual, ou seja, é
anos de idade no primeiro ano do definido que a escola esteja preparada
ensino fundamental e a partir dos para receber alunos com deficiências
quatro anos de idade na educação diversas.
básica.

10 iStock 2018
Quando focamos o projeto arquitetônico Outros documentos importantes e que
especificamente, deparamo-nos com o estão relacionados ao local da construção
Referencial Curricular Nacional para são os códigos Sanitário e o de Obras, que
Educação Infantil (BRASIL, 1998), o qual podem ser da cidade, ou, quando esta não
define que os espaços físicos devem ser tiver, do estado.
arranjados de acordo com as necessidades
e características de cada faixa etária, É importante termos em mente, ao
levando-se em conta os diversos projetos desenvolver tais projetos, que devemos
pedagógicos e atividades que estão sendo nos atentar a escala da criança. Por
desenvolvidos. exemplo, os banheiros devem ter vasos
sanitários direcionados ao uso pelas
Clique aqui para saber mais crianças.

11
Paralelamente à legislação e normas
brasileiras, para o projeto de escolas
da rede pública são estabelecidos O FNDE tem o papel de definir
alguns documentos específicos que padrões arquitetônicos a serem
buscam a padronização e a seguidos, cujos projetos devem levar
orientação dos edifícios de creche e em conta as necessidades de
pré-escola. Como exemplo, os desenvolvimento físico, psicossocial,
Parâmetros nacionais de qualidade intelectual e social dos estudantes,
para a educação infantil (BRASIL, em combinação com a diversidade
2006b) e os Parâmetros básicos de do país nos aspectos ambientais,
infraestrutura (BRASIL, 2006a), do geográficos e climáticos.
Fundo Nacional de Desenvolvimento
da Educação (FNDE).

12
Programa de necessidades de
edifícios
O programa de necessidades pode ser
entendido, de uma maneira generalista,
como a descrição do conjunto de
necessidades que o projeto deve atender, ou
seja, os requisitos funcionais que devem estar
dispostos na nova edificação.
Clique na imagem e saiba mais.

13 iStock 2018
Para exemplificar os itens, ou
ambientes, a serem contemplados ao
estruturar um programa de
necessidades de uma escola de
ensino infantil, cita-se as definições
feitas pelo FNDE, que podem ser
observadas no quadro a seguir.
Clique no quadro para expandi-lo.

Fonte: adaptado de Brasil (2017b, p. 11-14).

14
Nesta webaula, aprendemos sobre projetos
arquitetônicos voltados para escolas do
ensino infantil, abordando temas, técnicas e
legislação.

15 iStock 2018
Você já conhece o Saber?
Aqui você tem na palma da sua mão a biblioteca digital para
sua formação profissional.
Estude no celular, tablet ou PC em qualquer hora e lugar
sem pagar mais nada por isso.
Mais de 450 livros com interatividade, vídeos, animações e
jogos para você.
Android: 
https://goo.gl/yAL2Mv

iPhone e iPad - IOS:


https://goo.gl/OFWqcq

16
Bons estudos!
17

Você também pode gostar