Você está na página 1de 8

UNIVERSIDADE SÃO TOMÁS DE MOÇAMBIQUE

Tema: Tipos de formação


Turma:1L2LGH2
Curso: Gestão de Recursos Humanos 2ᵃano

Docente: Iva Tunes

Discente: Catarina Socovinho

Denise Manjate

Silena Momad

Virgínia Guiamba

Maputo,2021
Introdução

O presente trabalho visa analisar os:Tipos de formação.

formação profissional é mais ou menos esta: um conjunto de actividades feitas para adquirir
conhecimento prático e teórico, através conhecimentos, habilidades e atitudes, responsáveis pelo
bom desempenho do indivíduo em seu local de trabalho e em sua carreira como um todo.

Com tudo, vamos conhecer a evolução do tema a partir dos tópicos abaixo:

• Conceitos;

•Vantagens e Desvantagens;

•Tipos de formação;

•E outros;
Conceitos

Formação é aquilo que faz com que a organização tenha uma boa performance.

Para Ferry (1991), a formação aparece com um significado de “um processo de


desenvolvimento individual destinado a adquirir ou aperfeiçoar capacidades" (1983: p. 36).

O conceito de formação deriva da palavra latina formatĭo. Trata-se da acção e do efeito de


formar ou de se formar (dar forma a/constituir algo ou, tratando-se de duas ou mais pessoas ou
coisas, compor o todo do qual são partes).

A formação é algo que não pode faltar em nenhuma organização pois ajuda aos colaboradores a
terem uma formação sobre o trabalho futuro que será realizado na empresa.

Formação profissional é o conjunto de actividades que visam a aquisição teórica e/ou prática de
conhecimentos, habilidades e atitudes exigidos para o exercício das funções próprias de uma
profissão. A formação profissional apresenta-se como um instrumento de gestão com uma
dimensão estratégica:

é a actividade facilitadora da mudança em sentido lato, que propicia uma melhor adequação dos
recursos humanos aos novos recursos materiais existentes, através da sua qualificação e
reconversão quando necessárias; permitindo assim uma maior flexibilidade das organizações
para fazer face a um futuro difícil de prever.

O conceito de Formação Profissional como o conjunto de actividades que visam a aquisição de


conhecimentos, capacidades, atitudes e formas de comportamento exigidos para o exercício das
funções próprias duma profissão ou grupo de profissões em qualquer ramo de actividade
económica.

formação profissional é mais ou menos esta: um conjunto de actividades feitas para adquirir
conhecimento prático e teórico, através conhecimentos, habilidades e atitudes, responsáveis pelo
bom desempenho do indivíduo em seu local de trabalho e em sua carreira como um todo.

A Formação Profissional é definida, genericamente, no âmbito do Sistema Nacional de


Qualificações (SNQ) (Decreto-Lei nº 396/2007, de 31 de Dezembro, alterado e republicado pelo
Decreto-Lei nº 14/2017, de 26 de Janeiro), como a formação que visa dotar os indivíduos de
competências.

A formação profissional consiste em um conjunto de actividades feitas para adquirir


conhecimento prático e teórico para alcançar um melhor desempenho do profissional.

E com uma formação bem feita é possível, mudar de cargo de um inferior, para um melhorado.

A formação profissional pode também, ser considerada como uma mini preparação que não
temos no mundo académico para o mercado de trabalho.
Vantagens e desvantagens da formação

Vantagens:

• No contexto da melhoria contínua, a aposta na formação profissional dos colaboradores deve


assumir-se como uma estratégia permanente de desenvolvimento organizacional, de forma a
perseguir sustentadamente, a adaptação à mudança e a uma maior capacidade competitiva, numa
economia cada vez mais globalizada;

•Cria estratégias de negocio;

•A formação também favorece a promoção de pessoal não qualificado;

• Permite o ensino a muita gente;

Desvantagens:

• Dificulta o controlo da aprendizagem individual;

• Pode suscitar desinteresse;

• Exige mais tempo;

• Aula centrada nas necessidades e objectivos da empresa;

Tipos de Formação

Formação inicial

É a formação que visa a aquisição de saberes, competências e capacidades indispensáveis

para iniciar o exercício qualificado de uma ou mais actividades profissionais.

Formação contínua

É a formação que se realiza após a saída do sistema de ensino ou após o ingresso no

mercado de trabalho, visando aprofundar competências profissionais e relacionais, tendo

em vista o exercício de uma ou mais actividades profissionais, uma melhor adaptação às

mudanças tecnológicas e organizacionais e o reforço da empregabilidade.

Esta formação visa:

• Promover o desenvolvimento e a adequação da qualificação do trabalhador, tendo em vista

melhorar a sua empregabilidade e aumentar a produtividade e a competitividade da empresa.


•Assegurar o direito a informação e consulta dos trabalhadores e dos seus representantes.

•Reconhecer e valorizar a qualificação adquirida pelo trabalhador.

Formação na empresa

A formação na empresa é mais rentável para os colaboradores:

• Evita custos de deslocação: atendendo a que a formação decorre na própria empresa, os

colaboradores não têm gastos adicionais ao nível da deslocação;

• Evita a perda adicional de tempo com viagens: os colaboradores podem fazer uma melhor

gestão do seu tempo e dedicar horas que, por norma, seriam gastas nas viagens para o respectivo

local de formação fora da empresa, no desenvolvimento de novas actividades;

Formação a medida

A formação à medida permite desenvolver os conteúdos de acordo com a expectativa da

empresa:

• Os custos são mais reduzidos, pois permite centrar apenas sobre o pretendido: a

intervenção à medida das necessidades e expectativas da empresa permite que os

investimentos levados a cabo sejam estratégicos;

• Possibilidade de escolher o formador mais adequado: mediante demonstração de

capacidades por parte dos formandos, é manifestamente mais fácil perceber qual o

que melhor se enquadra no respectivo perfil.

Formação por catálogo

A formação por catálogo é útil para responder a necessidades muito concretas de competências.

•Serve mais adequadamente para casos em que o número de formandos é

reduzido: a formação por catálogo apenas é possível quando o número de formandos

é reduzido, para que a intervenção seja a mais personalizada possível;


• Normalmente apresentam uma estrutura programática de menor dimensão

horária: uma vez que o foco nos conteúdos relevantes é maior, a quantidade

programática é menor face a outros tipos de formação.

Importância da formação

A formação é importante porque é a partir da mesma que o colaborador pode aprender


novas coisas, ou seja:

A formação profissional deve ser vista, não só como um meio de aquisição de novas
competências e de valorização de currículo mas também como uma nova oportunidade de
qualificação. Devemos ainda ter em conta que, para além daqueles que estão empregados, os
desempregados devem ver na formação profissional uma oportunidade de reposicionamento no
mercado de trabalho, podendo assim, dar um passo em frente na sua situação. .A formação
possibilita descobrir e desenvolver aptidões humanas e prepara o indivíduo para uma vida mais
activa e melhor. Além de ser uma fonte de reconhecimento social, através da aquisição de novos
conhecimentos, melhora também a nossa personalidade, facilitando a obtenção de princípios que
preparam e qualificam para o exercício da função.
Conclusão

A sociedade contemporânea vem atravessando uma fase muito difícil e de bastantes


transformações nas organizações ocasionadas pelo covid 19, motivo pelo qual exige muita
inovação com intuito de gerir recursos financeiros, assim sendo, pode concluir-se que a
formação profissional, é muito importante para as organizações, esta ajuda aos gestores na
administração eficaz das organizações, sejam elas de pequeno ou grande porte.

Referencias bibliográficas
Significado.Br Brasil 2002.

Chander, A.strategy and structure. M.a: mit press, 1962.

Cannon, j.t business strategy and policy. New York: harcout, brace e world, 1968.

Alguns trechos feitos por nos.

Você também pode gostar