Você está na página 1de 1

NOTA

E.E. JORGE DUPRAT FIGUEIREDO


TRABALHO 2 DE BIOLOGIA 2° BIMESTRE – 1° ANOS E.M.
NOME: DATA: Nº:SÉRIE:
1 – Os organismos vivos morrem e decompõem-se. O resultante da decomposição é absorvido por bactérias de vida livre que vivem no solo ou por
outras que vivem em simbiose nas raízes das leguminosas. As bactérias incorporam, assim, os produtos da decomposição ao solo, permitindo que
sejam utilizados pelos vegetais superiores (mais evoluídos, possuindo flores e frutos). O texto acima se refere:

(A) às relações entre seres vivos. (B) às relações entre produtores e consumidores. (C) ao ciclo da água.
(D) ao ciclo do oxigênio. (E) ao ciclo do nitrogênio.

2 – O efeito estufa é um fenômeno natural, que contribui para reter parte do calor que a superfície terrestre irradia. Qual é o gás que participa da
ocorrência deste efeito?

(A) gás carbônico. (B) gás hélio. (C) gás oxigênio. (D) gás xenônio. (E) gás nitrogênio.

3 – A camada de ozônio é uma “capa” desse gás que envolve a Terra e a protege de vários tipos de radiação, sendo que a principal delas, a
radiação ultravioleta, é a principal causadora de câncer de pele. No último século, devido ao desenvolvimento industrial, passaram a ser utilizados
produtos que emitem clorofluorcarbono (CFC), um gás que ao atingir a camada de ozônio destrói as moléculas que a formam (O3), causando assim
a destruição dessa camada da atmosfera. Sem essa camada, a incidência de raios ultravioletas nocivos à Terra fica sensivelmente maior,
provocando uma série de problemas ambientais. Em relação a este problema ambiental e suas consequências, são feitas as seguintes afirmações:
I. Uma das consequências da destruição da camada de ozônio será o grande aumento da incidência de câncer de pele, desde que os raios
ultravioletas são mutagênicos.
II. Os substitutos atuais dos CFC são os chamados HCFC. Estes são melhores, mas não são a solução ideal, porque também contêm cloro
(embora menos) em sua molécula.
III. Um outro problema associado a redução da camada de ozônio, é morte em grande escala de algas que vivem na superfície oceânica, o que
pode comprometer parte das cadeias alimentares.
IV. O aumento da incidência de raios ultravioleta contribui para a formação de chuva ácida em grandes centros urbanos.
Marque a alternativa correta.

a) I, II e IV são verdadeiras. b) II, III e IV são verdadeiras. c) II e IV são verdadeiras.


d) I, II e III são verdadeiras. e) Todas são verdadeiras.

4 – Ciclo do Nitrogênio
O processo pelo qual o nitrogênio circula através das plantas e do solo pela ação de organismos vivos é conhecido como ciclo do
nitrogênio. O ciclo do nitrogênio é um dos ciclos mais importantes nos ecossistemas terrestres. O nitrogênio é usado pelos seres vivos para a
produção de moléculas complexas necessárias ao seu desenvolvimento tais como aminoácidos, proteínas e ácidos nucleicos. O principal
repositório de nitrogênio é a atmosfera (78% desta é composta por nitrogênio) onde se encontra sob a forma de gás (N2). Outros repositórios
consistem em matéria orgânica nos solos e oceanos. Apesar de extremamente abundante na atmosfera o nitrogênio é frequentemente o nutriente
limitante do crescimento das plantas. Isto acontece porque as plantas apenas conseguem usar o nitrogênio sob duas formas sólidas: íon de amônio
e íon nitrato, cuja existência não é tão abundante. Estes compostos são obtidos através de vários processos tais como a fixação e nitrificação. A
maioria das plantas obtém o nitrogênio necessário ao seu crescimento através do nitrato, uma vez que o íon de amônio lhes é tóxico em grandes
concentrações. Os animais recebem o nitrogênio que necessitam através da cadeia alimentar. Tendo em vista a saúde e a fertilidade do solo e sua
relação com o ciclo do nitrogênio, erramos ao afirmar que:

a) a nitrificação é um dos passos para a síntese da forma de nitrogênio assimilável pelos organismos.
b) um dos principais efeitos nocivos das queimadas é a destruição das populações de bactérias fixadoras de nitrogênio do solo, o que diminui a sua
fertilidade.
c) as plantas leguminosas são capazes de absorver, pelas folhas, o nitrogênio atmosférico, a partir do qual sintetizam nitratos.
d) a rotatividade de culturas com plantas leguminosas, como soja, fava e feijões, por exemplo, enriquece o solo com compostos nitrogenados
contribuindo para a redução dos gastos do agricultor com adubação.
e) os animais, por serem incapazes de absorver compostos nitrogenados diretamente do solo e nitrogênio molecular do ar, obtêm nitrogênio através
das cadeias alimentares.

5 – Sobre a camada de ozônio


Entre 10 e 50 quilômetros da superfície da Terra, encontra-se a Camada de Ozônio, um cinturão de gases com alta concentração de
Ozônio (O3). Ela funciona como uma proteção natural contra a radiação dos raios ultravioleta emitidos pelo Sol. Sem esse filtro formado ao longo
de milhares de anos, teria sido impossível o desenvolvimento das incontáveis e variadas formas de vida encontradas no planeta. Apesar da sua
relevância, a Camada de Ozônio começou a sofrer os efeitos da poluição crescente com a industrialização mundial. Seus principais inimigos são
produtos químicos como Halon, Tetracloreto de Carbono (CTC), Hidrofluorcabono (HCFC), CFC(Clorofluorcarbono) e Brometo de Metila,
substâncias que figuram entre as SDOs. Quando liberadas no meio ambiente, deslocam-se atmosfera acima, degradando a Camada de Ozônio. Os
CFCs foram largamente usados até o fim da década de 1980 e meados dos anos 1990 como propelentes na fabricação de aerossóis, como
expansores de espumas, na fabricação de equipamentos de refrigeração e de plásticos. Esses poluentes também contribuem para o aquecimento
global. Por tudo isso, o uso indiscriminado de SDOs colocou o mundo em alerta. (http://www.mma.gov.br/sitio/index.php?ido=conteudo.monta&idEstrutura=130)
O enfraquecimento sistemático da camada de ozônio em função dos diferentes poluentes liberados pela ação antrópica:

a) bloqueia completamente a passagem de raios ultravioleta, o que, por sua vez, impede que os processos geradores de diversidade genética,
como as mutações, ocorram de forma normal.
b) bloqueia a passagem dos comprimentos de onda azul e vermelho que são fundamentais no processo de fotossíntese.
c) ativa mecanismos genéticos de autodestruição em algas do fitoplâncton.
d) permite uma passagem maior de radiações ultravioleta, aumentando as taxas de mutações no DNA dos seres vivos em geral.
e) permite uma maior síntese de CO2 e contribui para uma maior retenção de calor no planeta, o que, por sua vez, contribui para aumentar o
aquecimento global.

NÃO SERÁ ACEITO RASURA. NÃO PREENCHER DE CANETA VERMELHA, NEM A LÁPIS.
1