Você está na página 1de 8

Inovação nos Negócios: Ser Conta mais do que

Representar

Olá, Estudante!
Esta versão é destinada para o consumo do conteúdo de forma off-line. Vale lembrar, que
este arquivo contém o mesmo conteúdo visto on-line. No entanto, recomendamos que
acesse o conteúdo disponibilizado em seu ambiente virtual de aprendizagem para
aproveitamento completo das funcionalidades e ferramentas.
Desejamos bons estudos!

Introdução da Unidade

Orientações para Leitura Obrigatória

Material Complementar
1/3

Introdução da Unidade

No mundo corporativo, é bastante comum, e até mesmo valorizada, a prática de usar máscaras,
representar um autocontrole constante, deixando emoções, ideias criativas e qualquer tipo de gesto
autêntico em segundo plano.

Embora saibamos que no mundo organizacional não é realmente possível dar vazão a cada uma de
nossas emoções, é importante ressaltar que existe uma diferença abismal entre saber calar na hora
certa para evitar conflitos desnecessários e viver um personagem durante 8 ou 10 horas por dia,
durante meses ou até mesmo anos de trabalho em uma empresa.

Por mais que muitas vezes aquele que representa consiga até transmitir uma imagem social mais
elegante ou de sucesso, apenas quem é pode inspirar a própria vida e carreira. Apenas quem é pode
inspirar outras pessoas a se motivarem e a construírem trajetórias de vida e profissionais cada vez
mais significativas.

Líderes e grandes profissionais são. Cada vez mais, compreendemos que certos formalismos mais
atrapalham do que ajudam no dia a dia de uma organização.

As relações estão cada vez mais horizontalizadas e as pessoas gradativamente começam a se


destacar mais ou menos na rotina de uma empresa por meio de seus méritos, por meio da sua
capacidade de trazer novas soluções para problemas antigos.
2/3

Orientações para Leitura Obrigatória

Leitura
Quais os Tipos de Liderança – Conheça alguns deles
MARQUES, J. B. Quais os Tipos de Liderança – Conheça alguns deles.

Clique no botão para conferir o conteúdo.

ACESSE

O atual artigo, de forma sucinta e didática, defende uma importante tese: liderança é ação, e não
posição. É preciso treinar e desenvolver as qualidades necessárias, como em qualquer outra carreira
de sucesso.

Não existe talento que dê conta de alavancar e manter uma carreira de sucesso sem muita
dedicação e olhar para o outro.

O artigo levanta as características de um líder e apresenta duas listagens: quais são as teorias e os
tipos de liderança.

A primeira listagem engloba as teorias da liderança situacional, dos traços, comportamentos, dos
estilos de decisão, da atribuição e de carisma.

A segunda listagem, intitulada "Tipos de Liderança" divide-se em Liderança Autocrática (Foco no


Chefe), Líder Democrático (Foco no Líder e na Equipe), Líder Liberal (Foco na Equipe), Liderança
Situacional (Foco nas Situações e no Nível de Maturidade dos Profissionais) e Líder Coach (Foco nas
Pessoas e nos Resultados).

No final do artigo, há o incentivo ao desenvolvimento da liderança por meio da opção líder coach,
pois há enfatização nas características e benefícios.

Embora o artigo tenha um viés questionável, no sentido de induzir o leitor a contratar o serviço de
um coaching, por outro lado ele elucida de forma bastante simples e objetiva algumas questões
importantes que merecem ser pensadas com cuidado no nosso dia a dia. Questões que extrapolam o
artigo e nos convidam a um aprofundamento por meio de outras leituras.
Cada vez mais, precisamos de líderes que abram espaço às ideias e ao potencial alheio, capazes de
delegar, confiar, compartilhar e criar pontes por meio da eliminação do excesso de formalismos.

Precisamos de líderes que "são" e mais do que isso: que permitam que as outras pessoas também
"sejam". Que criem um ambiente confortável, onde a expressão seja bem-vinda, contanto que seja
feita de forma assertiva.

A assertividade engloba a capacidade de se expressar de forma direta, porém respeitosa. Se nos


perdemos em meias palavras, somos passivos. Se dizemos as nossas verdades sem filtros, somos
agressivos.

Outra ressalva que vale a pena fazer em relação ao tema é que o líder de verdade é o capaz de
inspirar.

Qual é a tua obra? Inquietações propositivas sobre gestão, liderança e

ética.
CORTELLA, M. S. Qual é a tua obra? Inquietações propositivas sobre
gestão, liderança e ética.

Clique no botão para conferir o conteúdo.

ACESSE
Indicado em outra disciplina como leitura complementar, na atual o livro Qual é a tua obra?
Inquietações propositivas sobre liderança, gestão e ética, do professor e filósofo Mário Sérgio
Cortella, surge como obra de referência. 

Cortella nos convida para uma jornada de autoconhecimento, indo muito além dos limites altamente
restritivos de uma obra de autoajuda, que tem como pretensão vender uma receita a todos os
leitores. 

Qual é a tua obra? é um livro filosófico, denso, profundo e necessário. 

Por outro lado, a sua linguagem é fluida e acessível. Cortella faz diferenciações importantes e
trabalha exaustivamente o conceito de ética, muitas vezes provocando o leitor a se questionar.

O livro Qual é a tua obra? nos convida a fazermos de nossa carreira uma grande obra. Mais do que
isso: fazer uma carreira que seja a própria vida. Uma vida orientada nos sentidos do importante e do
essencial. 

Para o professor e filósofo Mário Sérgio Cortella, o trabalho não precisa nem deve ser algo penoso,
que gera sofrimento, algo desconectado da vida 

Tal conceito combina muito bem com o olhar do sociólogo italiano Domenico De Masi, que criou o
importante conceito de ócio criativo, trabalhado em outra disciplina.

O pensamento de Cortella também se conecta com o título da atual unidade. Só pode inspirar e ser
feliz no trabalho e permitir que as outras pessoas também se realizem no trabalho quem é. 

Cada vez mais, adentramos no território da ética e abandonamos o da moral. Cada vez mais,
percebemos que o essencial vale mais do que o fundamental e o importante é bem melhor do que
o urgente. 
Cada vez mais, percebemos que apenas líderes que valorizam a criatividade e a inovação, que
valorizam o ser, que possuem inteligência emocional, podem trazer soluções, podem promover
mudanças que tornem a vida de todos mais significativa.

É sobre este tipo de líder que Cortella fala em sua obra, ao mesmo tempo concisa e extensa. 
3/3

Material Complementar

Indicações para saber mais sobre os assuntos abordados nesta disciplina:

 LIVROS 
A Alma Imoral: Traição e Tradição Através dos Tempos
BONDER, N. A alma imoral: traição e tradição através dos tempos. Rio de Janeiro: Ed: Rocco, 1998.

 FILMES 
Chocolate
HALLSTRÖM, L. Chocolate. USA/UK. 2001
Chocolate mostra a trajetória de uma irreverente mulher que abre uma lojinha de chocolates em
uma austera cidade rural da França, durante o período da Quaresma.

Enquanto o padre local incentiva o jejum e a penitência, a protagonista deste poético filme,
interpretada por Juliette Binoche, incentiva a alegria e o prazer. Sua conexão com as pessoas é tão
forte, que Vianne consegue descobrir qual é o tipo de chocolate favorito de cada um. Vianne é
perseguida por alguns moradores mais conservadores, mas, por outro lado, desperta emoções
inusitadas em outras pessoas, que passam a vê-la como uma líder.

Clique no botão para conferir o trailer.

ASSISTA
Simplesmente Martha
NETTELBECK, S. Simplesmente Martha. Alemanha, 2001.
Neste instigante filme alemão sobre uma sistemática chefe de cozinha, percebemos que não basta
ter talento e organização para conduzir um restaurante e a vida. É preciso ter paixão.

Martha precisa cuidar da sobrinha após a morte da irmã, mas ela não consegue se conectar com uma
criança que passou recentemente por uma perda terrível. Porém, ao conhecer um charmoso e
espontâneo cozinheiro italiano, Martha começa gradativamente a ver o mundo com um pouco mais
de leveza.

Clique no botão para conferir o trailer.

ASSISTA

Sem Reservas
HICKS, R. S. Sem Reservas. Estados Unidos, 2007.
Remake americano do filme alemão Simplesmente Martha.

Kate Armstrong é a chef de um sofisticado restaurante em Manhattan e leva seu trabalho muito a
sério, o que intimida as pessoas ao seu redor. Com a contratação de Nick, um animado chef que tenta
animar a todos na cozinha, o perfeccionismo e seriedade de Kate é colocado à prova, além de
aprender a lidar com sua sobrinha de 9 anos Zoe, que chega de repente e tenta se adaptar à rotina
da tia.

Clique no botão para conferir o trailer.

ASSISTA

Você também pode gostar