Você está na página 1de 9

ÍNDICE

Introdução..........................................................................................................................2
Objectivos..........................................................................................................................3
Objectivo Geral.................................................................................................................3
Objetivos Específicos........................................................................................................3
Metodologia.......................................................................................................................4
Psicologia: Conceito, Objeto, Origem E Divisões............................................................5
Gestão De Recursos Humanos..........................................................................................5
A Importância Da Gestão De Recursos Humanos............................................................6
Rotinas Do Rh Do Grupo Adservi.....................................................................................6
Segue As Práticas Das Atividades Do Setor Estudado:....................................................6
Conclusão..........................................................................................................................8
Referências........................................................................................................................9
INTRODUÇÃO
Como se trata da disciplina de Psicologia Geral, este caderno é uma introdução ao
estudo de Psicologia. Por isso, aborda aspectos relevantes para um conhecimento básico
dessa ciência, sem privilegiar essa ou aquela teoria.

Em cada unidade, você encontrará atividades que foram elaboradas para que você
reflita, tanto sobre o conteúdo exposto, quanto sobre aspectos do seu cotidiano. Aqui,
você encontrará cinco unidades.

A primeira expõe a disciplina e seus objetivos, caracteriza a Psicologia enquanto


ciência, tratando do seu conceito, origem, objeto de estudo e divisões; a segunda
unidade retrata a evolução histórica e as influências teóricas que a Psicologia recebeu; a
terceira apresenta três grandes movimentos da Psicologia científica, o Behaviorismo, a
Psicanálise e a Fenomenologia, consideradas fundamentais para o pensamento
contemporâneo; a quarta expõe a relação existente entre a Fisiologia e o
comportamento, demonstrando não haver dissociação entre o psíquico e o físico; a
quinta e última unidade apresenta alguns fenômenos psicológicos que podem enriquecer
o conteúdo das primeiras unidades.

Estes procedimentos foram pensados para que você venha aprender Psicologia Geral e
empregue o conhecimento na sua vida cotidiana e na sua formação profissional. E o
presente estudo tem como objetivo geral de estudo de gestão de recursos humanos numa
empresa. Como objetivos específicos pretende-se caracterizar o trabalho, caracterizar a
empresa em estudo, caracterizar o Departamento de Recursos Humanos, identificar as
funções do responsável de Recursos Humanos e enunciar e caracterizar as práticas de
gestão de recursos humanos existentes na empresa.

2
OBJECTIVOS

OBJECTIVO GERAL
Um dos primeiros objetivos da psicologia é simplesmente descrever o comportamento.
Ao descrever o comportamento de humanos e outros animais, podemos entendê-lo
melhor e ter uma perspectiva melhor sobre o que é considerado normal e “anormal”.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS
 Identificar teorias, conceito e práticas de Gestão de Recursos Humanos na
organização.
 Levantar o perfil dos funcionários.
 Descrever as atividades e rotinas na área de Recursos Humanos.
 Analisar os controles internos adotados na área de Recursos Humanos da
empresa pesquisada.
 Descrever as práticas de Gestão de Recursos Humanos na organização.
 Mostrar a importância do acordo coletivo de trabalho.

3
METODOLOGIA
O objetivo fundamental da ciência é chegar à veracidade dos fatos por meio de um
método que permita atingir determinado conhecimento. Define-se método como o
caminhopara se chegar a determinado fim. E método científico como o conjunto de
procedimentos intelectuais e técnicos adotados para se atingir o conhecimento.

A pesquisa de campo utilizada para fins de realização deste trabalho na empresa foi do
tipo exploratória e, teve, como metodologia de coleta de dados, um levantamento
através da aplicação de questionários aplicados pessoalmente aos funcionários da
empresa, visando ter contato direto com os profissionais.

4
PSICOLOGIA: CONCEITO, OBJETO, ORIGEM E DIVISÕES
É provável que em algum momento de sua vida você tenha levantado questionamentos
sobre si mesmo, sua natureza humana, seu comportamento, emoções, entre tantas outras
questões. Essa não é uma preocupação somente sua, pois a necessidade de conhecer o
homem, ou melhor, a subjetividade humana, tem sido constante desde os primórdios da
humanidade. As pessoas vêm tentando dar respostas às suas dúvidas de diferentes
maneiras e a partir de diferentes cosmovisões. Com muita freqüência ouvimos as
pessoas dando opiniões e versões próprias sobre o comportamento ou sobre a atitude de
outras
pessoas. Por exemplo, ouvimos que fulano é inteligente, pois herdou essa característica
de seus pais. Esta afirmação, simples, traz a crença de que a hereditariedade é um fator
determinante na inteligência das pessoas.

Na maioria das vezes não conseguimos precisar a maneira pela qual crenças como essas
são construídas, porém sabemos que vão sendo transmitidas social e historicamente,
chegando, em determinado momento, a fazer parte da sabedoria popular ou daquilo que
chamamos de senso comum. A sabedoria popular é, então, uma maneira de explicar os
fenômenos que compõem o universo das pessoas ou, como neste caso, os conteúdos da
subjetividade humana. Sabemos, no entanto, que existem outros meios de compreender
e explicar os fenômenos como, por exemplo, através da religião, da Filosofia bem como
da ciência.

A ciência, na tentativa de explicar os fenômenos, de modo geral, e de maneira mais


específica os fenômenos humanos, procura pautar as suas explicações sobre a
observação do real, com métodos de pesquisa específicos, partindo de teorias e
conhecimentos já existentes, e se expressando com linguagem científica rigorosa.

GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS


A Gestão de Recursos Humanos, sendo reconhecida pelos gestores como algo
fundamental para o sucesso de qualquer organização, deverá ser analisada como algo
que se torna cada vez mais importante se for defendida a ideia de que o recurso
principal de qualquer organização são as pessoas. Chiavenato (1999) coloca a grande
importância dos seres humanos no contexto organizacional, sendo a questão básica

5
tratá-los como recursos organizacionais ou como na visão de Toledo (1999), pode ser
definida como a área de estudos e atividades que lida com os aspectos relativos ao
elemento humano em geral, nas organizações. Ou seja, a área que trata dos problemas
de pessoal, de qualquer agrupamento humano organizado.

Assim, pode-se dizer que a Gestão de Recursos Humanos consiste no planejamento da


organização, no trabalho com pessoas, em ter sensibilidade no ato de gerenciar as ideias
dos colaboradores com benefícios do trabalho da empresa. É uma área multidisciplinar
que envolve vários conhecimentos em diversas áreas. A missão do órgão de Recursos
Humanos, que era predominantemente servir de “amortecedor” das insatisfações de
pessoal e ser um órgão técnico-administrativo relativamente isolado da direção de
empresa, passa a ser encarada como atividade contribuidora para a modernização
constante das organizações como um todo.

A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS


Quando se observa a história de recursos humanos, percebe-se que a função de RH tem
sido caracterizada por uma postura de adaptação frente às situações que se apresentam.
Sua história deixou evidente que se trata de uma área sensível e influenciável pelas
transformações vividas pelo sistema social.

ROTINAS DO RH DO GRUPO ADSERVI


Ao RH compete manter organização nas atividades a serem desenvolvidas durante o
mês corrente e programação das atividades futuras. O RH do Grupo Adservi segue uma
rotina de atividades a fim de manter organização sincronizada com as outras áreas da
empresa, como controladoria e financeiro, para evitar atrasos nos pagamentos, evitando
desta forma as multas, possibilitando assim o exato valor do montante desembolsado
para este setor.

Segue as práticas das atividades do setor estudado:


 Para o pagamento de vale alimentação, refeição e vale-transporte, é feito
agendamento online todo dia 16 de cada mês, e estão disponíveis aos
colaboradores dois dias antes de acabar o mês, para utilização no mês seguinte;

6
 É encaminhado à contabilidade o resumo da folha de pagamento, com valores de
salários e descontos todo dia 20 de cada mês para a confecção de folha. Depois
disso, retorna ao RH para a conferência um a um dos holerites e posteriormente
ao financeiro para pagamento das guias. ativa do entrevistador na busca dos
porquês com mais profundidade.

7
CONCLUSÃO
O problema da pesquisa resume-se em apenas uma questão: “Quais eram os processos,
atividades e controles necessários na área de recursos humanos?”. Verificou-se que a
empresa tem todo o cuidado em se manter atualizada ao mercado de trabalho atual,
garantindo aos colaboradores a parceria de se trabalhar para alcançar o objetivo final,
tratando-os como parceiros e não somente como mão-de-obra.

A sociedade contemporânea vem atravessando uma fase de transição e de transformação


na sociedade e na economia, uma transformação que envolve a transferência de
importância do capital financeiro para o capital intelectual, que resultam num processo
de reestruturação produtiva.

Neste ambiente de intensa competição, o modo como se faz Administração de Recursos


Humanos está sendo modificado de maneira brusca. Até certo tempo o foco do
departamento de recursos humanos era de realizar atividades burocráticas, atualmente é
de administrar juntamente com os colaboradores, os tratando como parceiros e não mais
como recursos.

8
REFERÊNCIAS
ALBUQUERQUE, L. G. A gestão estratégica de pessoas. 7 ed. São Paulo: Gente,
2002.
ARAÚJO, L. C. Gestão de pessoas. São Paulo: Atlas, 2006.
BECKER, B. Gestão estratégica de pessoas com scorecard.10 ed. Rio de Janeiro:
Campus, 2001.
BOHLANDER, G.; SNELL, S.; SHERMAN, A. A administração de recursos
humanos. São Paulo: Pioneira
Thomson Learning, 2005
CHIAVENATO, I. Gestão de pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas
organizações. 10ed. Rio de
Janeiro: Campus, 1999.
FERREIRA, A. Fatores de motivação no trabalho: o que pensam os líderes.
Dissertação (mestrado) –
Universidade federal Rural do Rio de Janeiro, Instituto de Ciências Humanas e Sociais,
2006.
VILAS BOAS, A. A. Gestão de pessoas – Vol. II. Rio de Janeiro: Cederj, 2008.
FISCHER, A. L. As pessoas na organização. 9 ed. São Paulo: Gente, 2002.
FRANCO, S. Recrutamento e Seleção: a hora da verdade. São Paulo: Gente, 2002.

Você também pode gostar