Você está na página 1de 2

Cosmovisão Cristã

Cosmovisão é um conjunto de suposições e crenças que alguém usa para interpretar e


formar opiniões acerca da sua humanidade, propósito de vida, deveres no mundo,
responsabilidades para com a família, interpretação da verdade, questões sociais, etc.
Um cristão deveria ver essas coisas, e todas as demais, guiado pela luz que recebe da
Bíblia.
A Bíblia tem muitas coisas a dizer acerca da natureza humana, do mundo, propósito,
verdade, moralidade, etc., como também acerca do mundo. Mais freqüentemente do que
imaginamos, a cosmovisão secular está em conflito com a bíblica. Por exemplo: onde o
mundo nos mostra um homem desenvolvido, a Bíblia diz que ele foi criado e é, em
última instância responsável diante de Deus. Onde o mundo diz que a moral é relativa, a
Bíblia diz que ela é absoluta. Onde o mundo diz que não há necessidade de salvação e
redenção, a Bíblia claramente declara que todas pessoas têm necessidade de confessar
os seus pecados. O contraste é óbvio e profundo. Ambos não podem ser verdadeiros ao
mesmo tempo.
O mundo secular exalta o homem ao ápice do desenvolvimento da evolução, o soberano
acima de tudo, ele domina, embora sendo apenas outro animal. Deus é "relevante" aos
sistemas de crença dos supersticiosos e incultos. Visões tão opostas, no final das contas,
acabarão por se confrontar.
A Condição da Sociedade
O resultado da cosmovisão secular pode ser vista ao nosso redor. Ao observarmos a
sociedade fica evidente que nem tudo vai bem. A televisão tem se degenerado tornando-
se um "bordel" de violência, pornografia "leve", seriados que destroem a família,
comerciais que apelam para a gratificação imediata dos prazares, e desenhos animados
que são cheios de violência, ocultismo, e desobediência aos pais. Eles freqüentemente
retratam pastores como psicóticos, padres como "pedófilos", e pessoas religiosas como
ignorantes, inseguras, e fanáticas.
As notícias são extremamente parciais e quando falam de áreas onde a moral religiosa e
a secular colidem, seguidamente apresentam informações com palavras fortes. Ao invés
de "a favor da vida" nós escutamos "contra o aborto". Ao Invés de "conservador" é
"fundamentalista". Outras palavras são utilizadas tal como "exageros da Bíblia",
"censura", "intolerância", "fanatismo", etc.
"Segundo o Centro de Mídia e Relações Públicas, os telespectadores de meia idade vêem
14.000 referências de sexo e crianças assistem 8.000 assassinatos e 100.000 atos de
violência até o fim do ensino fundamental."
A ilegitimidade está em alta. Em 1970, nenês nascidos fora de casamento eram 10% de
todos os nascimentos. Em 1991, foram 30%. O estupro está aumentando como o crime
violento, as doenças venéreas, uso de drogas, e as prisões.
Em muitas escolas Americanas a série "Impressões" está promovendo a Nova Era e o
ocultismo. Em alguns programas, estudantes são ensinados que eles deveriam decidir se
o uso de drogas é bom ou ruim. Muitos textos de livros escolares ensinam valores "anti-
família", promovem a homosexualidade, ensinam o relativismo moral, encorajam a
conduta sexual, e, certamente, instilam evolução como um fato. Em contradição, eles
condenam a menção da existência de um Deus cristão. Considere o seguinte:
"Quando Raymond Raines de 10 anos curvou sua cabeça e silenciosamente deu graças
no almoço em um refeitótio da escola pública de St. Louis, ele foi posto de castigo por
uma semana e foi-lhe dito que ele iria comer em um quarto sozinho se ele continuasse a
orar.
"Quando 30 estudantes de segundo grau do Texas se reuniram para orar no pátio, uma
manhã antes da aula, a diretora polidamente disse a eles não apenas para irem embora,
mas também para orarem onde não fossem vistos.
"Em Illinois, um diretor de segundo grau chamou a polícia para dispersar um grupo de
oração parecido. Dois estudantes foram detidos."
Obviamente, a América (e o mundo) estão desesperadamente necessitados de mudança
de vida por meio do evangelho de Jesus.
O Progresso do Evangelho
Antes que você fique desencorajado, o evangelho está progredindo. Há mais cristãos no
mundo hoje como nunca houve. Em 1700 menos de 20% da população Americana ia a
igreja, agora está acima 50%. Mais pessoas têm escutado o evangelho do que antes, e
Bíblias são produzidas em massa e estão sendo enviadas para nações por todas as
partes do mundo com uma recepção sem precedentes. O Evangelho é pregado na
televisão e no rádio. Milhões estão vindo a Cristo em países de terceiro mundo e
lentamente os novos cristãos estão acordando e fazendo seus caminhos através da
Rússia e África.
Contudo, a comunidade cristã tem uma grande tarefa para executar. Ao levar a cabo o
plano de vitória do mundo para Cristo, os cristãos devem adotar uma visão bíblica em
todos os aspectos de sua vida e apresentar ao mundo perspectivas bíblicas em todas as
áreas de nossa existência. Isto inclui tudo: educação, medicina, artes, política, ciência,
questões contemporâneas, ética, e tudo mais.