Você está na página 1de 8

AFONSO DAVID MANJATE

UNIVERSIDADE LURIO
2017
SUMARIO EXECUTIVO

Dimensionamento de Apoios

6.1. Dimensionamento das bases de pilares

6.2. Dimensionamento das bases articuladas

6.2.1. Verificação da tensão no concreto

6.2.2. Dimensionamento da chapa de base

6.2.3. Dimensionamento das bases rígidas

6. Dimensionamento de Apoios

6.1. Dimensionamento das bases de pilares

Video 11 - Ligações Soldadas assista on-line

Antes de falarmos sobre dimensionamento da ligação entre pilares e os elementos de fundação


(bases de pilares), convém comentar uma questão importante, e que muitas vezes não é prevista
pela arquitetura, que são os cuidados com a interface entre os pilares e a fundação. Maior atenção
deve ser dada à possibilidade de ocorrência de umidade e sujeira junto ao pilar, pois elas podem
formar um meio eletrolítico e provocar sua deterioração. Para isso devem ser previstas algumas
soluções tais como: apoio do pilar sobre base de concreto com face superior acima do piso
acabado ou apoio do pilar diretamente sobre a fundação, ficando parte dele enterrada no solo.
Neste caso para evitar o contato direto do pilar com o solo, usa-se uma capa de proteção em
concreto impermeabilizado em volta do pilar. Além da capa deve ser previsto, ao nível do piso
acabado, um rodapé, de pelo menos 5 cm em volta do pilar. Ver figura 50.
AFONSO DAVID MANJATE
UNIVERSIDADE LURIO
2017
AFONSO DAVID MANJATE
UNIVERSIDADE LURIO
2017
AFONSO DAVID MANJATE
UNIVERSIDADE LURIO
2017

6.2. Dimensionamento das bases articuladas


AFONSO DAVID MANJATE
UNIVERSIDADE LURIO
2017
AFONSO DAVID MANJATE
UNIVERSIDADE LURIO
2017
AFONSO DAVID MANJATE
UNIVERSIDADE LURIO
2017
AFONSO DAVID MANJATE
UNIVERSIDADE LURIO
2017