Você está na página 1de 2

2-1

A ética ganha mais credibilidade quando se


projeta sua "imagem" de acodo com as exirgências sociais
do que com a natureza do coptalismo(NASH ,
1993,p.19).Como resume NASH (1993), o impacto dessa
mudança não é apenas econômico.Elas significam perigo
para capacidade moral das empresas e dos que nelas
participam.Não atender a certas exirgências se torns danoso
para a imagem social da empresa. A tecnologia ea
complexidade finaceira, as fraldes recorrentes,as novas
preocupações ambientais e legislações mais rígidas, a
educação de consumidores es clarecidos pela qualidade dos
produtos, o turbilhão das economias ea competitividade que
chega a feichar empresas e corporações, e a desmoralizar
administradores, enfim, sobretudo ofotor de confiança ao
qual os consumidores chega a depositar nas empresas
avaliando suas funçães do ponto de vista moral, tudo isso
somando a outras questões dão origem a uma necessidade
de discussão e de "ètica" sobre o risco de serem
penalizados por desvios cometidos. A ética é tão
fundamental para a sobrevivência de empresas pela simples
necessidade de se alto preservarem no mundo das
transações comerciais.A sede pela ética se justifica para os
administradores devido aos enfrentamentos complexos que
suas escolhas e decisões podem causar. O trabalho do
administrador esta sujeito, sem dúvida, a avaliações que a
julga-lo moralmente. se sua postura moral não estiver de
acordo com o que a opinião pública considera como padrão
de conduta moral legítima, então a vida de seu
empreendimenrto es tara comprometida, mesmo que isso se
faça por meio de uma midia que denuncia sem
fundamentos e injustamente uma causa, como foi o caso
que ocorreu com os administradoeres de uma
escola.Vejamos: Basta citar o famoso caso base,no bairro da
aclimação em são paulo,em março de 1994, quando os
donos do estabelecimento foram acusado, de maneira
infundada, de estarem em pratica de abuso sexual de
crianças (...) Mesmo sem provas concretas, o delegado e das
mães de um aluno passaram informações à mídia que
divulgou sem prévia apuração da veracidade dos fatos. Em
rasão da exploração sensacionalista das denúncias,a
repercução foi devastadora. Os acusados chegaram a temer
linchamento, apesar de se declararem inocente(...). três
meses depois, as novas investigações provaram que tudo
não passou de uma serie de erros das mães, do delegado
eda imprensa, noticiou a versão que lhe foi passada sem
questiona -la, chegando até a incentivar a violência física
contra os acusados . A casa onde funcionava a escola foi
depredada na época das denuncias; oa indiciados perderam
seu negócio etiveram de reformar o imovel que era alugado,
tomando dinheiro emprestado. por fim, com repuções
destroçadas não conseguiram reconstruir suas vidas cinco
anos depois do epsódio, apesar do fato, em desembro de
1999 o tribunal de justiça de são paulo ter fixado uma
indenização de cem mil reais por dano moral para cada uma
das vítimas(a serem acrescido de juros e correção
monetária).

Interesses relacionados