Você está na página 1de 78

Página 1

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO PARANÁ


15º Juizado Especial da Fazenda Pública de Curitiba

Processo 0051451-55.2018.8.16.0182

Comarca: Curitiba

Data de Autuação: 03/12/2018 Situação: Público

Classe Processual: 1114 - Execução Contra a Fazenda Pública

Assunto Principal: 9258 - Honorários Periciais

Data Distribuição: 03/12/2018 Tipo Distribuição: Distribuição Automática

Sequencial: 37931 Juiz: Beatriz Fruet de Moraes

Parte(s) do Processo
Tipo: Promovente
Nome: PEDRO EUGENIO PEIL DE OLIVEIRA NETO
Data de Nascimento: 08/02/1971 RG: 42518891 SSP/PR CPF/CNPJ: 782.379.719-49
Filiação: NEIDA PEIL DE OLIVEIRA / ADÃO VILMAR DE OLIVEIRA
Advogado(s) da Parte
74098NPR AMANDA MARQUES BORGES CARNEIRO

Tipo: Promovido
Nome: ESTADO DO PARANÁ
Data de Nascimento: Não cadastrada RG: Não cadastrado CPF/CNPJ: 76.416.940/0001-28
Advogado(s) da Parte
56129NPR LEANDRO PETRY PEDRO

28/08/21 13:21
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 1.0 Página 2
03/12/2018: JUNTADA DE PETIÇÃO DE INICIAL.

Data: 03/12/2018
Movimentação: JUNTADA DE PETIÇÃO DE INICIAL
Por: AMANDA MARQUES BORGES CARNEIRO

Relação de arquivos da movimentação:


- Petição Inicial
- Procuração
- Documentos Pessoais
- Comprovante de Residência
- Certidão de Honorários
- Planilha de Débitos
Página 3

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 1.1 - Assinado digitalmente por Amanda Marques Borges Carneiro Tardivo
03/12/2018: JUNTADA DE PETIÇÃO DE INICIAL. Arq: Petição Inicial

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
ADVOCACIA
Drª. Amanda Marques Borges Carneiro Tardivo – OAB/PR 74.098
_______________________________________________________________________________________

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJXP2 NAA5R DD26H 7SVLR


EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA DO
JUIZADO ESPECIAL DA FAZENDA PUBLICA DE CURITIBA ESTADO DO PARANÁ.

PEDRO EUGÊNIO PEIL DE OLIVEIRA NETO, brasileiro, casado, contador, RG


4.251.889-1 PR e CPF 782.379.719-49 residente e domiciliado na Rua Máximo Asinelli,
680 – Sobrado 01 Uberaba - Curitiba – PR CEP: 81.560-050, vem, respeitosamente
perante Vossa Excelência, propor a presente EXECUÇÃO DE TÍTULO JUDICIAL com
fulcro nos artigos 515 e seguintes do Código de Processo Civil, em face de ESTADO DO
PARANÁ, com endereço no Palácio Iguaçu, Praça Nossa Senhora de Salette, s/n, CEP
80530-909, Centro Cívico, Curitiba/PR, pelos fatos e fundamentos jurídicos a seguir
expostos.

I. DOS FATOS

O exequente prestou serviços como perito do juízo no processo número


0014747-84.2009.8.16.0044. Efetuou os cálculos solicitados pelo juízo e protocolizou no
processo o Laudo Pericial às fls. 276 à 307 dos autos físicos (mov. 1.7), ocasião na qual
frisou que seus honorários seriam requisitados ao final da demanda, tendo em vista a

___________________________________________________________________________________
Avenida Castelo Branco, Nº 1020 – Centro
Telefone: (43) 3472-3155 (43) 9984-4129 Ivaiporã – Paraná
e-mail:
Página 4

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 1.1 - Assinado digitalmente por Amanda Marques Borges Carneiro Tardivo
03/12/2018: JUNTADA DE PETIÇÃO DE INICIAL. Arq: Petição Inicial

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
ADVOCACIA
Drª. Amanda Marques Borges Carneiro Tardivo – OAB/PR 74.098
_______________________________________________________________________________________
concessão da Assistência Judiciária Gratuita para a parte Autora, bem como na Petição

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJXP2 NAA5R DD26H 7SVLR


de juntada do Laudo Pericial Complementar, no mov. 31.1 daqueles autos.

A Sentença daqueles autos foi proferida à movimentação 17.1, na qual restou


determinado o seguinte rateio em relação às custas e despesas processuais:

“Ainda, se houver o trânsito em julgado desta sentença, sem


alterações no que diz respeito à sucumbência, os honorários do
perito deverão ser custeados pelo em razão Estado do Paraná
da sucumbência da parte beneficiária da assistência judiciária
gratuita.” (grifo nosso)

Frise-se, que a sentença foi clara ao determinar que o autor arcasse com os
honorários em questão, no entanto este é beneficiário da Justiça Gratuita e, portanto,
referidos honorários devem ser suportados pelo Estado do Paraná.

Ocorre que o executado se furtou em efetuar o pagamento ao exequente de forma


espontânea, ensejando a propositura da presente demanda como passa a descrever.

II. DO DIREITO

II.1- DO TITULO EXECUTIVO – SERVIÇO PRESTADO

O exequente prestou serviço de auxiliar da justiça ao ser nomeado a elaborar


Prova Pericial no processo nº 0014747-84.2009.8.16.0044, sendo que foram fixados
honorários periciais que restariam fixados a cargo do executado.

O serviço foi efetivamente prestado conforme certidão anexa, sendo requisitados


ao juízo o pagamento dos honorários fixados em determinação judicial.
___________________________________________________________________________________
Avenida Castelo Branco, Nº 1020 – Centro
Telefone: (43) 3472-3155 (43) 9984-4129 Ivaiporã – Paraná
e-mail:
Página 5

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 1.1 - Assinado digitalmente por Amanda Marques Borges Carneiro Tardivo
03/12/2018: JUNTADA DE PETIÇÃO DE INICIAL. Arq: Petição Inicial

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
ADVOCACIA
Drª. Amanda Marques Borges Carneiro Tardivo – OAB/PR 74.098
_______________________________________________________________________________________

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJXP2 NAA5R DD26H 7SVLR


Ocorre que, o executado optou por não efetuar o pagamento de forma espontânea.

Desta forma, requer a execução do valor R$ 2.598,04 (dois mil quinhentos e


noventa e oito reais e quatro centavos), atualizado até esta data, conforme planilha
de débitos em anexo.

III. DO TÍTULO EXECUTIVO EXTRAJUDICIAL

Conforme tratado pelo Código de Processo Civil em seu artigo 515 incisos I e V,
são título executivos judiciais:

“Art. 515 do novo CPC: São títulos executivos judiciais:

I – as decisões proferidas no processo civil que reconheçam a


exigibilidade de obrigação de pagar quantia, de fazer, de não fazer
ou de entregar coisa;

V – o crédito de auxiliar da justiça, quando as custas,


emolumentos ou honorários tiverem sido aprovados por
decisão judicial;

Assim, não há discussão acerca da exequibilidade dos títulos.

Conforme preceituado pelo artigo 783, CPC, a execução deverá ser fundada em
título líquido, certo e exigível.

Título líquido é aquele em que, pela simples aritmética é possível se apurar seu
valor exato. A liquidez do título se identifica quando se sabe o quanto devido, e não
apenas que se é devido.

___________________________________________________________________________________
Avenida Castelo Branco, Nº 1020 – Centro
Telefone: (43) 3472-3155 (43) 9984-4129 Ivaiporã – Paraná
e-mail:
Página 6

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 1.1 - Assinado digitalmente por Amanda Marques Borges Carneiro Tardivo
03/12/2018: JUNTADA DE PETIÇÃO DE INICIAL. Arq: Petição Inicial

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
ADVOCACIA
Drª. Amanda Marques Borges Carneiro Tardivo – OAB/PR 74.098
_______________________________________________________________________________________

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJXP2 NAA5R DD26H 7SVLR


A exigibilidade refere-se ao vencimento da dívida. “Obrigação exigível é, portanto, a
que está vencida”, seja porque se alcançou o termo, seja porque se verificou a condição a
condição a cuja ocorrência a eficácia do negócio jurídico estava subordinada. É após o
vencimento que o credor pode exigir o cumprimento da obrigação; e não sendo atendido,
terá havido inadimplemento do devedor, que é o pressuposto prático ou substancial da
execução forçada.

No caso em tela, o serviço foi solicitado, aceito e entregue nos prazos


determinados. Entretanto, não foram quitados os honorários periciais.

IV. DOS PEDIDOS

Por todo o exposto, requer:

1. A citação do Executado, via Oficial de Justiça, para que no prazo de três


dias efetue o pagamento da dívida e/ou efetue o RPV (Requisição de pequeno
valor) no valor de valor R$ 2.598,04 (dois mil quinhentos e noventa e oito reais
e quatro centavos), valor este atualizado até esta data.
2. Não sendo efetuado o pagamento ou RPV, requer a imediata penhora e
avaliação e intimação dos bens necessários à garantia da execução;
3. Seja o Executado intimado para, em querendo, oferecer embargos no prazo
legal;
4. Seja efetuada a penhora em ativos financeiros do Requerido, através do
convênio BACENJUD, determinando o bloqueio de valores suficientes para o
pagamento da obrigação, em qualquer agência do País;

Dar-se-á à causa o valor de valor R$ 2.598,04 (dois mil quinhentos e


noventa e oito reais e quatro centavos), para os devidos efeitos legais.

___________________________________________________________________________________
Avenida Castelo Branco, Nº 1020 – Centro
Telefone: (43) 3472-3155 (43) 9984-4129 Ivaiporã – Paraná
e-mail:
Página 7

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 1.1 - Assinado digitalmente por Amanda Marques Borges Carneiro Tardivo
03/12/2018: JUNTADA DE PETIÇÃO DE INICIAL. Arq: Petição Inicial

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
ADVOCACIA
Drª. Amanda Marques Borges Carneiro Tardivo – OAB/PR 74.098
_______________________________________________________________________________________
Termos em que,

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJXP2 NAA5R DD26H 7SVLR


Pede Deferimento.

Ivaiporã, 03 de dezembro de 2018.

Amanda Marques Borges Carneiro Tardivo


OAB/PR 74.098

___________________________________________________________________________________
Avenida Castelo Branco, Nº 1020 – Centro
Telefone: (43) 3472-3155 (43) 9984-4129 Ivaiporã – Paraná
e-mail:
03/12/2018: JUNTADA DE PETIÇÃO DE INICIAL. Arq: Procuração
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 1.2 - Assinado digitalmente por Amanda Marques Borges Carneiro Tardivo

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJ5F7 27QXP PQAQT H7KFU
Página 8
03/12/2018: JUNTADA DE PETIÇÃO DE INICIAL. Arq: Documentos Pessoais
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 1.3 - Assinado digitalmente por Amanda Marques Borges Carneiro Tardivo

Página 9
Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJLWD EG6VU HSKYH EGWHD
Página 10

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 1.4 - Assinado digitalmente por Amanda Marques Borges Carneiro Tardivo
03/12/2018: JUNTADA DE PETIÇÃO DE INICIAL. Arq: Comprovante de Residência

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
PEDRO EUGENIO PEIL DE OLIVEIRA NETO
R MAXIMO ASINELLI, 680 - SB 01
Outubro/2018 74989049
UBERABA - CURITIBA - PR - CEP: 81560-050

81210 01 340 127800


CPF 782.379.719-49

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJ5AA JQJAA C6665 KEKW3


07/11/2018 R$ 441,11
FAT-01-20186900069330-60
Responsabilidade da Manutenção de Ilumina Pública: Municipio 156

N° Medidor: MD 0271740117 - TRIFASICO


Reside/Residencial
Leitura Anterior Leitura Atual Medido Constante de Total Faturado Consumo Data de Próxima Leitura
Multiplicação Médio Diário Apresentação Prevista
17/09/2018 17/10/2018 30 dias
34058 34466 408 kWh 1 408 kWh 13,60 kWh 29/10/2018 16/11/2018

Mês kWh Dt.Pgto. Valor


09/2018 282 08/10/2018 308,21 NOTA FISCAL/CONTA DE ENERGIA ELÉTRICA N° 044.741.315- SÉRIE B
08/2018 390 10/09/2018 406,47 Emitida em 17/10/2018
07/2018 356 07/08/2018 317,15 Produto Valor Valor Base Aliq.
Descrição Un. Consumo Unitário Total Cálc. ICMS
06/2018 387 09/07/2018 351,63
ENERGIA ELETRICA CONSUMO kWh 408 0,806078 328,88 328,88 29,00%
05/2018 322 07/06/2018 239,82 ENERGIA CONS. B.VERMELHA P2 kWh 32,40 32,40 29,00%
04/2018 373 07/05/2018 274,71
03/2018 358 09/04/2018 267,35
02/2018 351 07/03/2018 304,17 CONT ILUMIN PUBLICA MUNICIPIO 29,83
01/2018 408 07/02/2018 328,96 DOACAO LBV-0800 0555099 50,00

12/2017 367 08/01/2018 494,72


11/2017 362 07/12/2017 337,78
10/2017 381 07/11/2017 341,75

Conjunto: UBERABA
Mês Ref.: 08/2018
DIC FIC DMIC DICRI EUSD
Realizado: 0,00 0,00 0,00 - (R$)
Limite Mensal: 4,59 3,11 2,52 12,22 85,53
Limite Trimestral: 9,19 6,22 - -
Limite Anual: 18,38 12,45 - - Base de Cálculo do ICMS Valor ICMS Valor Total da Nota Fiscal
Tensão Contratada: 127/220 volts
361,28 104,77 441,11
Limite AdequadoTensão: 117 a 133/202 a 231 volts

O não cumprimento dos indicadores DIC, FIC, DMIC e DICRI definidos pela Composição dos Valores Reservado ao Fisco
ANEEL resulta em compensação financeira ao consumidor pela concessionária no Distribuicao 60,31
faturamento.É direito do consumidor solicitar a apuração destes indicadores Enc. Setoriais 18,72
a qualquer tempo. Energia 137,99
Transmissao 10,44
D741.C56A.8384.5A5D.3028.1023.40C0.2E01
Tributos 133,82
Total 361,28
INCLUSO NA FATURA PIS R$5,18 E COFINS R$23,87 CONFORME RES. ANEEL 130/2005.
FATURA DO MES 09/2018 ARRECADADA POR DEBITO AUTOMATICO
A PARTIR DE 01/10/2018 - PIS/PASEP 1,65% e COFINS 7,60%.
Atraso superior a 45dias sujeita inclusão no cadastro de inadimplentes CADIN/PR
Agora é possível recorrer à Ouvidoria da Copel pelo Site ou Mobile.
A qualquer tempo pode ser solicitado o cancelamento de valores não relacionados
à prestação do serviço de energia elétrica, como convênios e doações.
Periodos Band.Tarif.: Vermelha P2:18/09-17/10

IDENTIFICAÇÃO Mês
74989049 10/2018

Vencimento Valor a Pagar


07/11/2018 441,11

83630000004 6 41110111000 4 00101020186 9 90006933060 4

NAO RECEBER - DEBITO AUTOMATICO - BANCO - 748 - AGENCIA - 0725


Página 11

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 1.4 - Assinado digitalmente por Amanda Marques Borges Carneiro Tardivo
03/12/2018: JUNTADA DE PETIÇÃO DE INICIAL. Arq: Comprovante de Residência

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJ5AA JQJAA C6665 KEKW3

PEDRO EUGENIO PEIL DE OLIVEIRA NETO


R Maximo Asinelli, 680 - Sb 01
Uberaba
CEP: 81560-050 - Curitiba - PR
Página 12

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 1.5 - Assinado digitalmente por Amanda Marques Borges Carneiro Tardivo
03/12/2018: JUNTADA DE PETIÇÃO DE INICIAL. Arq: Certidão de Honorários

PROJUDI - Processo: 0014747-84.2009.8.16.0044 - Ref. mov. 56.1 - Assinado digitalmente por Rogerio Tragibo de Campos:71080414991
14/12/2017: EXPEDIÇÃO DE CERTIDÃO DE HONORÁRIOS. Arq: Certidão de Honorários

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO PARANÁ
COMARCA DE APUCARANA
1ª VARA CÍVEL DE APUCARANA - PROJUDI

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJS8T 9LWDP JTGT7 PN5LB


Tv. João Gurgel de Macedo, 100 - V. FORMOSA - Apucarana/PR - CEP: 86.800-710

Autos nº. 0014747-84.2009.8.16.0044

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJ8QF C4CLR U7HX6 68CLK


Processo: 0014747-84.2009.8.16.0044
Classe Processual: Embargos à Execução
Assunto Principal: Contratos Bancários
Valor da Causa: R$32.522,87
Embargante(s): LUCIANO RICARDO MARTINS PEDROSO (CPF/CNPJ: 744.378.797-91)
Avenida Curitiba, 1602 1 andar, apto 05 - Centro - APUCARANA/PR - CEP:
86.800-005
Embargado(s): FUNDO DE INVESTIMENTO EM DIREITOS CREDITORIOS
NAO-PADRONIZADOS NPL I (CPF/CNPJ: 09.263.012/0001-83)
Avenida Paulista, 1111, 1222 2o. andar - Bela Vista - SÃO PAULO/SP - CEP:
01.311-920

/ C E R T I D Ã O /

Certifico, que a pedido da parte interessada e, revendo em cartório, verifiquei constar que tramitaram nesta
Serventia, os autos de EMBARGOS À EXECUÇÃO sob o nº. 0014747-84.2009.8.16.0044, em que
LUCIANO RICARDO MARTINS PEDROSO move em face de BANCO ABN AMRO REAL S/A. Certifico,
ainda, que foi nomeado perito-contador o Sr. PEDRO EUGÊNIO PEIL DE OLIVEIRA NETO e realizada a
perícia, o feito foi julgado parcialmente procedente o pedido contido na inicial para o fim de revisar os
contratos firmados entre as partes e declarar a ilegalidade da cobrança de juros capitalizados na conta
corrente da parte embargante, determinando-se ainda que o valor de R$4,89 seja compensado com o valor
do débito no processo principal, em razão da sucumbência, mínima da parte embargada, na forma do art. 86,
parágrafo único, do CPC, condeno o embargante ao pagamento das custas processuais e honorários
advocatícios que fixo em 10% sobre o valor atualizado da causa, levando em consideração o grau de zelo do
profissional, o lugar de prestação do serviço a natureza e a importância da causa e o tempo exigido para o
seu serviço, o que faço com fundamento no art. 85, § 2º, do CPC, para cálculo dos honorários, o valor da
causa deverá ser atualizado pela média do INPC/IGP-DI desde a distribuição da ação. Após o trânsito em
julgado, deverá incidir juros de mora de 1% ao mês sobre o valor dos honorários sucumbenciais, cuja a
exigibilidade dos ônus sucumbenciais fica suspensa na forma do art. 98, § 3º, do CPC, e ainda, com o
trânsito em julgado da sentença, sem alterações no que diz respeito à sucumbência, os honorários do perito
(fls. 268/270 – mov. 1.6 – R$2.000,00 – dois mil) deverão ser custeados pelo Estado do Paraná, em razão da
sucumbência da parte beneficiária da assistência judiciária gratuita. Certifico, finalmente, que transitou em
julgado em 08/06/2017 (mov. 46). Era o que tinha a certificar. Eu ( ) Paulo Celso Corrêa Rocha Loures -
Escrivão ( ) Flávia Regina Mendes Lachi - Funcionária Juramentada ( ) Luís Gustavo Monaco Fontana -
Funcionário Juramentado ( ) Silmara Simone Strazzi Barreto - Funcionária Juramentada, que digitei e
subscrevi.
Apucarana, 13 de Dezembro de 2017.

LUÍS GUSTAVO MONACO FONTANA


Funcionário Juramentado
ROGÉRIO TRAGIBO DE CAMPOS
Juiz de Direito Substituto
Página 13

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 1.6 - Assinado digitalmente por Amanda Marques Borges Carneiro Tardivo
03/12/2018: JUNTADA DE PETIÇÃO DE INICIAL. Arq: Planilha de Débitos

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
Página: 1
Data: 03/12/2018

Atualização das Parcelas de Honorários Periciais -


0014747-84.2009.8.16.0044

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJTBM HDHBJ LWCEU WVVGB


Forma do Cálculo:
Parcelas Atualizadas Individualmente
De 31/07/2014 a 03/12/2018 p/ TJPR
Pró-Rata Nominal no 1º mês e Pró-Rata Nominal no último mês
TJPR = Índice do Tribunal de Justiça do Paraná
Obs.: Não foi aplicada correção monetária após 31/10/2018, pois o índice
TJPR não está atualizado até a data final do cálculo.

Data Descrição Valor da Parcela Correção ( % ) Valor da Correção Total Atualizado


31/07/2014 Honorários aprovados pela parte autora R$ 2.000,00 29,902437 R$ 598,04 R$ 2.598,04
às fls. 273

*** Totais: R$ 2.000,00 R$ 598,04 R$ 2.598,04

Valor referente à 100% dos honorários propostos e acatados pela parte Embargante, vide fl. 273 dos autos físicos.

__________________________________________

Pedro Eugênio Peil de Oliveira Neto

Software Ábacus 6.0 - Cálculos Financeiros


PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 2.0 Página 14
03/12/2018: DISTRIBUÍDO POR SORTEIO.

Data: 03/12/2018
Movimentação: DISTRIBUÍDO POR SORTEIO
Complemento: 15º Juizado Especial da Fazenda Pública de Curitiba
Por: SISTEMA PROJUDI
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 3.0 Página 15
03/12/2018: REMETIDOS OS AUTOS PARA DISTRIBUIDOR.

Data: 03/12/2018
Movimentação: REMETIDOS OS AUTOS PARA DISTRIBUIDOR
Complemento: Registro de Distribuição
Por: SISTEMA PROJUDI
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 4.0 Página 16
03/12/2018: RECEBIDOS OS AUTOS.

Data: 03/12/2018
Movimentação: RECEBIDOS OS AUTOS
Por: SISTEMA PROJUDI
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 5.0 Página 17
04/12/2018: JUNTADA DE ANÁLISE DE PREVENÇÃO.

Data: 04/12/2018
Movimentação: JUNTADA DE ANÁLISE DE PREVENÇÃO
Por: Anna Paola Soares Quadros

Relação de arquivos da movimentação:


- Certidão
Página 18

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 5.1 - Assinado digitalmente por Anna Paola Soares Quadros
04/12/2018: JUNTADA DE ANÁLISE DE PREVENÇÃO. Arq: Certidão

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO PARANÁ
COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA - FORO CENTRAL DE CURITIBA
15º JUIZADO ESPECIAL DA FAZENDA PÚBLICA DE CURITIBA - PROJUDI

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJDL9 44GZM BPAM5 7WFER


Avenida Anita Garibaldi, 750 - 2 Andar - Ahú - Curitiba/PR - CEP: 80.540-900 - Fone: (41) 3312-6004

Autos nº. 0051451-55.2018.8.16.0182

Certifico que o Sistema Projudi identificou como suspeita de


prevenção os autos abaixo listados. Diante disso, encaminho os autos conclusos
para deliberações necessárias.

0058859-34.2017.8.16.0182 - Execução Contra a Fazenda Pública


0051180-46.2018.8.16.0182 - Execução Contra a Fazenda Pública
0060090-96.2017.8.16.0182 - Procedimento do Juizado Especial Cível
0024751-76.2017.8.16.0182 - Execução Contra a Fazenda Pública
0025488-79.2017.8.16.0182 - Execução Contra a Fazenda Pública
0025515-62.2017.8.16.0182 - Execução Contra a Fazenda Pública
0030588-78.2018.8.16.0182 - Execução Contra a Fazenda Pública
0025525-09.2017.8.16.0182 - Execução Contra a Fazenda Pública
0030582-71.2018.8.16.0182 - Execução Contra a Fazenda Pública
0025472-28.2017.8.16.0182 - Execução Contra a Fazenda Pública
0051401-29.2018.8.16.0182 - Execução Contra a Fazenda Pública
0025505-18.2017.8.16.0182 - Execução Contra a Fazenda Pública
0051423-87.2018.8.16.0182 - Execução Contra a Fazenda Pública
0058762-34.2017.8.16.0182 - Execução Contra a Fazenda Pública
0058869-78.2017.8.16.0182 - Execução Contra a Fazenda Pública
0024234-71.2017.8.16.0182 - Execução Contra a Fazenda Pública
0030662-35.2018.8.16.0182 - Execução Contra a Fazenda Pública
0024513-57.2017.8.16.0182 - Execução Contra a Fazenda Pública
0025586-64.2017.8.16.0182 - Cumprimento de sentença
0025585-79.2017.8.16.0182 - Execução Contra a Fazenda Pública
0024253-77.2017.8.16.0182 - Execução Contra a Fazenda Pública

Curitiba, 04 de dezembro de 2018.

Anna Paola Soares Quadros


Analista Judiciária
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 6.0 Página 19
04/12/2018: CONCLUSOS PARA DECISÃO - DECISÃO INICIAL.

Data: 04/12/2018
Movimentação: CONCLUSOS PARA DECISÃO - DECISÃO INICIAL
Complemento: Responsável: Beatriz Fruet de Moraes
Por: Anna Paola Soares Quadros
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 7.0 Página 20
04/12/2018: JUNTADA DE ANOTAÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO.

Data: 04/12/2018
Movimentação: JUNTADA DE ANOTAÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO
Por: Bruno Rodrigues Barbieri

Relação de arquivos da movimentação:


- Distribuição
Página 21

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 7.1 - Assinado digitalmente por Bruno Rodrigues Barbieri
04/12/2018: JUNTADA DE ANOTAÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO. Arq: Distribuição

DISTRIBUIÇÃO/REGISTRO CUSTAS

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
Distribuição+Baixa R$0.00
Nº: 16652
Contador R$0.00

Data: 03/12/2018 CNCGJ 3.1.15 1x R$0.00

LeiEst.11960/97-Tab.XVI

do Cont.I - Dist.I,IV,V,"c".

VALOR R$0.00

15º J.Esp.Fazenda

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJDVL ZJ77D JKM7J 83FQR


RECEBIDO
______________________

1º Distribuidor
CURITIBA - PARANÁ
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 8.0 Página 22
04/12/2018: RECEBIDOS OS AUTOS.

Data: 04/12/2018
Movimentação: RECEBIDOS OS AUTOS
Complemento: Recebido do(a) DISTRIBUIDOR
Por: SISTEMA PROJUDI
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 9.0 Página 23
04/12/2018: CONCEDIDO O PEDIDO .

Data: 04/12/2018
Movimentação: CONCEDIDO O PEDIDO
Por: Beatriz Fruet de Moraes

Relação de arquivos da movimentação:


- Decisão
Página 24

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 9.1 - Assinado digitalmente por Beatriz Fruet de Moraes:12712
04/12/2018: CONCEDIDO O PEDIDO . Arq: Decisão

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
DECISÃO
1. Cite-se a Fazenda Pública, na pessoa de seu representante judicial, por meio

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJLH4 LTTB4 W4ERF NUTSB


eletrônico, para, querendo, no prazo de 30 (trinta) dias (art. 535 do CPC/2015),
impugnar a execução, bem como dê-se ciência do contido em eventual certidão de suspeita
de prevenção anexada aos autos.

2. Impugnada a execução, intime-se a parte exequente para manifestação em 15 (quinze)


dias.

3. Intimem-se.

Curitiba, data da assinatura digital.

Beatriz Fruet de Moraes


Juíza de Direito Substituta
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 10.0 Página 25
05/12/2018: EXPEDIÇÃO DE CITAÇÃO ONLINE.

Data: 05/12/2018
Movimentação: EXPEDIÇÃO DE CITAÇÃO ONLINE
Complemento: Para ESTADO DO PARANÁ com prazo de 30 dias úteis
Por: Guilherme Gehlen

Relação de arquivos da movimentação:


- Citação
Página 26

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 10.1 - Assinado digitalmente por Guilherme Gehlen
05/12/2018: EXPEDIÇÃO DE CITAÇÃO ONLINE. Arq: Citação

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO PARANÁ
COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA - FORO CENTRAL DE CURITIBA
15º JUIZADO ESPECIAL DA FAZENDA PÚBLICA DE CURITIBA - PROJUDI

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJ8XR 7BAUD RCHB4 3MR5R


Avenida Anita Garibaldi, 750 - 2 Andar - Ahú - Curitiba/PR - CEP: 80.540-900 - Fone:
(41) 3312-6004

Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182
Classe Processual: Execução Contra a Fazenda Pública
Assunto Principal: Honorários Periciais
Valor da Causa: R$2.598,04
Exequente(s): PEDRO EUGENIO PEIL DE OLIVEIRA NETO (RG: 42518891 SSP/PR e
CPF/CNPJ: 782.379.719-49)
Rua Maximo Asinelli, 680 Sobrado 01 - Uberaba - CURITIBA/PR - CEP:
81.560-050
Executado(s): ESTADO DO PARANÁ (CPF/CNPJ: 76.416.940/0001-28)
Praça Nossa Senhora de Salette, S/N Palácio Iguaçu - Centro Cívico -
CURITIBA/PR - CEP: 80.530-909 - Telefone: (41) 3350-2400

Por determinação da MM. Juiz de Direito do 15º Juizado da Fazenda Pública do Foro Central da
Comarca da Região Metropolitana de Curitiba, pelo presente dou ciência a Vossa Senhoria da
decisão proferida e dos termos do pedido inicial, conforme evento 1 do Projudi, ficando a
CITAÇÃO efetivada, nos termos da lei, e a parte requerida intimada para impugnar a execução,
no prazo de 30 (trinta) dias, bem como fica cientificada do contido em eventual certidão de
análise de prevenção anexada aos autos.

Curitiba, 05 de dezembro de 2018.

Guilherme Gehlen
Analista Judiciário
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 11.0 Página 27
15/12/2018: ATO CUMPRIDO PELA PARTE OU INTERESSADO.

Data: 15/12/2018
Movimentação: ATO CUMPRIDO PELA PARTE OU INTERESSADO
Complemento: LEITURA DE CITAÇÃO REALIZADA - Pelo advogado/curador/defensor de
ESTADO DO PARANÁ em 17/12/2018 referente ao evento de expedição seq. 10.
Por: LEANDRO PETRY PEDRO
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 12.0 Página 28
13/01/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE EMBARGOS À EXECUÇÃO.

Data: 13/01/2019
Movimentação: JUNTADA DE PETIÇÃO DE EMBARGOS À EXECUÇÃO
Complemento: Em cumprimento à citação de ESTADO DO PARANÁ
Por: LEANDRO PETRY PEDRO

Relação de arquivos da movimentação:


- Petição
- IN 04/2018 - TJPR
- Res. 154 - TJPR
- Res. 127/2011 - CNJ
Página 29

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 12.1 - Assinado digitalmente por Leandro Petry Pedro:89627369004
13/01/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE EMBARGOS À EXECUÇÃO. Arq: Petição

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
ESTADO DO PARANÁ
PROCURADORIA GERAL DO ESTADO
Procuradoria de Honorários da Gratuidade da Justiça

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJSRK T3UVS XU3XT BYUPY


EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ(A) DE DIREITO DESTA
COMARCA

O ESTADO DO PARANÁ, por seu procurador judicial, vem,


respeitosamente, perante Vossa Excelência, nos autos do processo em epígrafe, opor
EMBARGOS À EXECUÇÃO, com fundamento no artigo 52, inc. IX, da Lei n.º
9.099/1995, art. 535 do Código de Processo Civil c/c art. 27 da Lei n.º 12.153/2009,
requerendo seu recebimento e processamento, pelos fatos e fundamentos que passa a
expor.

1. BREVE RELATO DA DEMANDA


Trata-se de execução em que alega a parte autora ser detentora de
título executivo judicial em face do Estado do Paraná, materializado na forma de
Certidão, em razão de honorários que teriam sido arbitrados em seu favor pela atuação
como perito no processo n° 0014747-84.2009.8.16.0044.

Pelo que se verifica da documentação anexa à inicial, os honorários


foram arbitrados no montante original de R$ 2.000,00, corrigidos para o valor de R$
2.598,04.
Sem razão o exequente.

Rua Paula Gomes, nº 145, Curitiba - PR - Telefone: (41) 3281-6300 1


Página 30

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 12.1 - Assinado digitalmente por Leandro Petry Pedro:89627369004
13/01/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE EMBARGOS À EXECUÇÃO. Arq: Petição

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
ESTADO DO PARANÁ
PROCURADORIA GERAL DO ESTADO
Procuradoria de Honorários da Gratuidade da Justiça

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJSRK T3UVS XU3XT BYUPY


2. MÉRITO
2.1. APLICAÇÃO DA INSTRUÇÃO NORMATIVA 04/2018 – TJPR

No caso dos autos, há que se declarar a inexistência de


responsabilidade do Estado do Paraná. Isso porque, em se tratando de perícia
realizada por particular, em processo cujo vencido era beneficiário da assistência
judiciária gratuita, devem ser observadas as disposições constantes nos atos
normativos próprios. Vale dizer: Resolução 127/2011 do Conselho Nacional de Justiça;
Ofício Circular 75/2013, Instrução Normativa 04/2014 e Resolução 154/2016 do
Tribunal de Justiça do Paraná e Instrução Normativa 04/2018.

Em outras palavras, a verba destinada a custear tais serviços deve


ser retirada do orçamento do Poder Judiciário, que também compõe a noção
ampla de “Estado”, podendo a questão ser resolvida administrativamente no
âmbito do Judiciário, sem nenhuma ingerência do Poder Executivo.

Importante esclarecer que as Leis Orçamentárias Anual dos Exercícios


2017 e 2018, contém previsão específica no orçamento do Tribunal de Justiça da
quantia de R$ 3.600.000,00, destinada ao custeio dos pagamentos de honorários de
perito, tradutor e intérprete nos processos em que for deferido o benefício da justiça
gratuita em 1º grau de jurisdição.

Conforme consta da LOA 2018, referida previsão orçamentária tem o


código 0500.02061434.426 e a especificação “Gestão e Manutenção da Justiça
Gratuita – 1º grau de jurisdição TJ”, com o seguinte detalhamento: “Prover recursos
para pagamento de honorários de perito, tradutor ou intérprete, quando nos
processos em que for deferido o benefício da justiça gratuita em 1º grau de
jurisdição”.

O Tribunal de Justiça do Paraná, através da Instrução Normativa nº


04/2018, regulamentou a forma como o pagamento de tais honorários deve ocorrer na
hipótese em que o trânsito em julgado da decisão que arbitrou os honorários tenha
ocorrido até 25/01/2018.

Os documentos trazidos aos autos pela parte exequente demonstram


que as decisões proferidas se enquadram nos limites temporais definidos na IN
04/2018. Logo, a pretensão do ora exequente deverá ser satisfeita administrativamente

Rua Paula Gomes, nº 145, Curitiba - PR - Telefone: (41) 3281-6300 2


Página 31

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 12.1 - Assinado digitalmente por Leandro Petry Pedro:89627369004
13/01/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE EMBARGOS À EXECUÇÃO. Arq: Petição

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
ESTADO DO PARANÁ
PROCURADORIA GERAL DO ESTADO
Procuradoria de Honorários da Gratuidade da Justiça

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJSRK T3UVS XU3XT BYUPY


pelo Tribunal e Justiça, nos termos do que estabelece a Instrução Normativa nº
04/2018.

Sendo assim, de se concluir que o Estado do Paraná é parte ilegítima


para figurar no polo passivo da presente execução também por força do que prevê tal
normativa, razão pela qual pugna-se pela extinção da presente demanda,
determinando-se que o exequente busque a satisfação de seu crédito diretamente nos
autos em que houve o arbitramento de honorários em seu favor, observando o disposto
na Instrução Normativa 04/2018 do TJPR.

2.2. EVENTUALIDADE: DA LIMITAÇÃO DO VALOR DEVIDO PELO PODER


PÚBLICO
Na remota hipótese de este Juízo entender que o Estado do Paraná é
responsável pelos honorários, objeto da execução nestes autos, o que se admite
apenas por apego ao princípio da eventualidade, imperioso que seja limitada a
responsabilidade do ente Público.

Pelo que consta do art. 95, §3º do Código de Processo Civil, há a


necessidade de que sejam observados os limites estabelecidos por tabela do Tribunal
competente ou, em caso de omissão, do Conselho Nacional de Justiça, para fins de
fixação do valor de honorários periciais:

Art. 95. (...)


§ 3o Quando o pagamento da perícia for de responsabilidade de
beneficiário de gratuidade da justiça, ela poderá ser:
I - custeada com recursos alocados no orçamento do ente público
e realizada por servidor do Poder Judiciário ou por órgão público
conveniado;
II - paga com recursos alocados no orçamento da União, do
Estado ou do Distrito Federal, no caso de ser realizada por
particular, hipótese em que o valor será fixado conforme
tabela do tribunal respectivo ou, em caso de sua omissão, do
Conselho Nacional de Justiça.

O valor perseguido pelo exequente nesta demanda, porém, não


observa tais parâmetros.

Nos termos do que restou estabelecido pela Resolução 154/2016 do


TJPR, aplicável ao tempo em que houve o pronunciamento em definitivo no Juízo de

Rua Paula Gomes, nº 145, Curitiba - PR - Telefone: (41) 3281-6300 3


Página 32

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 12.1 - Assinado digitalmente por Leandro Petry Pedro:89627369004
13/01/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE EMBARGOS À EXECUÇÃO. Arq: Petição

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
ESTADO DO PARANÁ
PROCURADORIA GERAL DO ESTADO
Procuradoria de Honorários da Gratuidade da Justiça

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJSRK T3UVS XU3XT BYUPY


origem, o limite remuneratório é de R$ 372,80. Portanto, o valor da pretensão do
exequente não poderá superar tal montante.

Há que se ressaltar que não houve a intimação do Estado do Paraná


naqueles autos, a fim de que pudesse se manifestar quanto à adequação da verba
honorária pretendida. Logo, entende-se por não preclusa tal impugnação.

Caso Vossa Excelência entenda que a Resolução 154/2016 não deve


ser aplicada, porque é posterior à data da realização da perícia nos autos de origem,
então deverá ser observado que a Resolução 127/2011 do CNJ, vigente à época,
limitava a responsabilidade do ente Público pelos honorários periciais a R$ 1.000,00
(mil reais), sendo o que se requer, subsidiariamente.

Outrossim, destaque-se que a Resolução 127 do CNJ prevê


expressamente que, quando os honorários forem fixados em quantia superior à
prevista na Tabela do respectivo Tribunal ou daquele Conselho, o pagamento a ser
realizado pelos cofres públicos estará limitado àqueles valores, cabendo ao interessado
buscar da parte que se beneficiou de seu labor a quantia que exceder (art. 6º).

Nestes termos, cita-se recente precedente do e. Tribunal de Justiça do


Estado do Paraná, de 07.02.2018. Confira-se:

(...) DECISÃO AGRAVADA QUE NÃO TRATA DE


ADIANTAMENTO, E SIM DE EXECUÇÃO DE HONORÁRIOS DA
PERÍCIA JÁ REALIZADA. PERÍCIA DETERMINADA EM
OUTUBRO DE 2013 – APLICAÇÃO DA RESOLUÇÃO Nº
127/2011 DO CNJ E OFÍCIO-CIRCULAR Nº 75/2013 –
HONORÁRIOS PERICIAIS QUE DEVERÃO SER PAGOS PELO
PODER JUDICIÁRIO, CASO HAJA DISPONIBILIDADE
ORÇAMENTÁRIA – RESPONSABILIDADE DO ESTADO DO
PARANÁ QUE REMANESCE NA HIPÓTESE DE INEXISTÊNCIA
DE DISPONILIBILIDADE FINANCEIRA DO TJPR. RECURSO
PARCIALMENTE CONHECIDO E, NA PARTE CONHECIDA,
PARCIALMENTE PROVIDO. (TJPR. Agravo de Instrumento n.º
1.718.632-2. Décima Primeira Câmara Cível. Rel. Des. Mário Nimi
Azzolini. J. 07.02.2018) – grifos acrescidos

Sendo assim, pugna-se para que em caso de procedência da


pretensão da parte autora, seja limitada a responsabilidade do Estado do Paraná a R$
372,80 (Res. 154/2016 – TJPR) ou, eventualmente, a R$ 1.000,00, com base na
normativa supra do CNJ – Res. 127/2011.

Rua Paula Gomes, nº 145, Curitiba - PR - Telefone: (41) 3281-6300 4


Página 33

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 12.1 - Assinado digitalmente por Leandro Petry Pedro:89627369004
13/01/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE EMBARGOS À EXECUÇÃO. Arq: Petição

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
ESTADO DO PARANÁ
PROCURADORIA GERAL DO ESTADO
Procuradoria de Honorários da Gratuidade da Justiça

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJSRK T3UVS XU3XT BYUPY


3. PEDIDOS
Posto isso, o ESTADO DO PARANÁ requer o recebimento e
processamento dos presentes Embargos à Execução e, ao final, o seu julgamento de
procedência nos termos da fundamentação retro.

Termos em que, pede deferimento.

Datado e assinado digitalmente.

Leandro Petry Pedro


Procurador do Estado do Paraná

Rua Paula Gomes, nº 145, Curitiba - PR - Telefone: (41) 3281-6300 5


Página 34

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 12.2 - Assinado digitalmente por Leandro Petry Pedro:89627369004
13/01/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE EMBARGOS À EXECUÇÃO. Arq: IN 04/2018 - TJPR
17/07/2018 20(24
Página 1 de 1

Detalhes do documento

Número:
04/2018
Assunto:
1. Regulamentação 2. Pagamento 3. Perícia 4. Vigência da Resolução 154/2016

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
Data:
20/06/2018
Diário:
2284
Ementa:
Dispõe sobre o pagamento de perícias realizadas durante a vigência da Resolução n°
154/2016, do Órgão Especial.
Anexos:

Referências:
Não há referências
Documento

TRIBUNAL DE JUSTIÇA

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 04/2018

Dispõe sobre o pagamento de perícias realizadas durante a vigência


da Resolução n° 154/2016, do Órgão Especial.

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJS9S QTSQK K6X2D NKW7B


O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ,
no uso de suas atribuições legais, especialmente a autorização contida no
inciso XX do artigo 14 do Regimento Interno do Tribunal de Justiça do Estado
do Paraná.

CONSIDERANDO que a administração pública obedecerá ao princípio da


eficiência, conforme preceitua o artigo 37 da Constituição da República;

CONSIDERANDO as garantias de acesso à Justiça e de assistência integral


e gratuita às pessoas que comprovarem insuficiência de recursos,
asseguradas no artigo 5º, incisos XXXV, LV e LXXIV, da Constituição da
República;

CONSIDERANDO que a formalização de requerimentos neste Tribunal de


Justiça com fundamento na Resolução nº 127, de 15 de março de 2011, do
Conselho Nacional de Justiça, que ao dispor sobre o pagamento de
honorários de perito, tradutor e intérprete, em casos de beneficiários da
justiça gratuita, no âmbito da Justiça de primeiro e segundo graus,
recomenda aos Tribunais que destinem ao pagamento de tais honorários,
sob rubrica específica, parte do seu orçamento;

CONSIDERANDO que o pagamento de honorários de perito, tradutor e


intérprete pelo Tribunal de Justiça não prejudica nem substitui a atuação do
Estado, nos termos do art. 95, § 3º, inciso II, do novo Código de Processo
Civil;

CONSIDERANDO que o novo Código de Processo Civil, no seu artigo 95,


§3º, II, dispõe que “quando o pagamento da perícia for de responsabilidade
de beneficiário de gratuidade da justiça, ela poderá ser paga com recursos
alocados no orçamento da União, do Estado ou do Distrito Federal, no caso
de ser realizada por particular, hipótese em que o valor será fixado conforme
tabela do tribunal respectivo ou, em caso de sua omissão, do Conselho
Nacional de Justiça”

CONSIDERANDO a Resolução nº 196, de 22 de janeiro de 2018, do Órgão


Especial, que revogou a Resolução n° 154/2016-OE;

CONSIDERANDO que o não pagamento dos honorários periciais representa


enriquecimento sem causa por parte do Estado, o que é vedado pelo
ordenamento jurídico;

CONSIDERANDO a crescente demanda por serviços judiciários e a limitação


orçamentária, que demandam medidas de contenção para assegurar os
serviços essenciais aos jurisdicionados:
D E T E R M I N A

Art. 1º. O pagamento dos honorários periciais, nos feitos em que a parte
sucumbente é beneficiária da justiça gratuita, no âmbito do primeiro e
segundo graus de jurisdição do Poder Judiciário do Estado do Paraná, será
realizada pelo Tribunal de Justiça, desde que o transito em julgado da
decisão tenha ocorrido até 25.01.2018, data da cessação da vigência da
Resolução nº 154/2016, do Órgão Especial, nos seguintes casos:

I - nas requisições formalizadas no âmbito deste Tribunal de Justiça, com


fundamento na Resolução nº 127, de 15 de março de 2011, do Conselho
Nacional de Justiça, desde que preenchido os demais requisitos da Resolução
nº 154/2016;

II - nas requisições formalizadas por meio do sistema de “Cadastro de


Auxiliares da Justiça - CAJU”, nos termos do artigo 11 da Resolução nº
154/2016 e da Instrução Normativa nº 07/2016 da Corregedoria-Geral da
Justiça;

III - nos casos não formalizados de requisição de pagamento de honorários


relativos a perícias realizadas entre 24.07.2016 a 24.01.2018, por meio de
requerimento no sistema CAJU, preenchidos os demais requisitos da
Resolução nº 154/2016.

Art. 2º. Fica estabelecido o prazo de 60 (sessenta) dias para a regularização


das requisições de pagamento de honorários por meio do sistema de
“Cadastro de Auxiliares da Justiça - CAJU”, que deverá seguir o disposto na
Resolução nº 154/2016 e na Instrução Normativa nº 07/2016, observados
os seguintes procedimentos:

I - as unidades judiciárias de 1° e 2° graus deverão entrar em contato com


os peritos que oficiaram nos feitos de suas respectivas competências em que
a parte sucumbente é beneficiária da justiça gratuita para que as requisições
sejam formalizadas junto ao Cadastro de Auxiliares da Justiça (CAJU), com a
documentação necessária, nos termos da Instrução Normativa nº 07/2016;

II - após o devido cadastro, os magistrados deverão expedir requisição


eletrônica de pagamento diretamente no sistema CAJU, conforme disposto
no artigo 11 da Resolução nº 154/2016.

Art. 3°. O Departamento Econômico e Financeiro deverá elaborar lista das


requisições formalizadas por meio do sistema de “Cadastro de Auxiliares da
Justiça - CAJU”, nos termos dos artigos 11 e 12 da Resolução nº 154/2016,
com posterior apresentação ao Presidente do Tribunal.

Art. 4°. Nos casos de não formalização do pedido de pagamento de


honorários relativos às perícias, nos feitos em que a parte sucumbente é
beneficiária da justiça gratuita, cujo trânsito em julgado tenha ocorrido entre
26.04.2016 a 25.01.2018, o Juízo da causa deverá expedir requisição
eletrônica de pagamento no ambiente do sistema CAJU, conforme estabelece
o artigo 11 da Resolução nº 154/2016.

Art. 5º. Os honorários periciais, nos casos dispostos no artigo 1° desta


Instrução Normativa, serão pagos de acordo com as tabelas constantes da
Resolução n° 154/2016.

Art. 6°. O Departamento de Planejamento deverá informar, supervisionar e


auxiliar as unidades judiciais sobre as solicitações e procedimentos de
pagamentos de perícias nas requisições formalizadas no expediente
administrativo nº 375.942/2011.

Art. 7º. O Departamento Econômico e Financeiro procederá a conferência e


declaração da regularidade das requisições de pagamento de honorários
periciais.

Parágrafo único. Eventuais dúvidas quanto a aplicação desta Instrução


Normativa serão objeto de análise pela Assessoria Jurídica do Departamento
Econômico e Financeiro.

Art. 8°. Ocorrendo o trânsito em julgado da decisão que encerra o processo,


nos casos em que a parte sucumbente é beneficiária da assistência judiciária
gratuita, após a vigência da Resolução nº 154/2016, a requisição de
pagamento de honorários seguirá o disposto no artigo 95, §3°, inciso II, do
Código de Processo Civil.

Art. 9º. Não sendo possível a aplicação do disposto na Resolução nº


154/2016, do Órgão Especial, o Juízo da causa, na fixação dos honorários
periciais, deverá observar a Resolução nº. 232, de 13 de julho de 2016, do
Conselho Nacional de Justiça.

Art. 10. Os casos omissos serão resolvidos pelo Presidente do Tribunal de


Justiça.

Art. 11. Esta Instrução Normativa entra em vigor na data de sua publicação.

Curitiba, 19 de junho de 2018.

PUBLIQUE-SE. CUMPRA-SE.

DES. RENATO BRAGA BETTEGA


Presidente do Tribunal de Justiça
13/01/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE EMBARGOS À EXECUÇÃO. Arq: Res. 154 - TJPR
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 12.3 - Assinado digitalmente por Leandro Petry Pedro:89627369004

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJLUV 4EP9A PP3AJ 5VHXB
Página 35
13/01/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE EMBARGOS À EXECUÇÃO. Arq: Res. 154 - TJPR
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 12.3 - Assinado digitalmente por Leandro Petry Pedro:89627369004

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJLUV 4EP9A PP3AJ 5VHXB
Página 36
13/01/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE EMBARGOS À EXECUÇÃO. Arq: Res. 154 - TJPR
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 12.3 - Assinado digitalmente por Leandro Petry Pedro:89627369004

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJLUV 4EP9A PP3AJ 5VHXB
Página 37
13/01/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE EMBARGOS À EXECUÇÃO. Arq: Res. 154 - TJPR
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 12.3 - Assinado digitalmente por Leandro Petry Pedro:89627369004

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJLUV 4EP9A PP3AJ 5VHXB
Página 38
13/01/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE EMBARGOS À EXECUÇÃO. Arq: Res. 154 - TJPR
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 12.3 - Assinado digitalmente por Leandro Petry Pedro:89627369004

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJLUV 4EP9A PP3AJ 5VHXB
Página 39
13/01/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE EMBARGOS À EXECUÇÃO. Arq: Res. 154 - TJPR
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 12.3 - Assinado digitalmente por Leandro Petry Pedro:89627369004

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJLUV 4EP9A PP3AJ 5VHXB
Página 40
13/01/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE EMBARGOS À EXECUÇÃO. Arq: Res. 154 - TJPR
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 12.3 - Assinado digitalmente por Leandro Petry Pedro:89627369004

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJLUV 4EP9A PP3AJ 5VHXB
Página 41
Página 42

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 12.4 - Assinado digitalmente por Leandro Petry Pedro:89627369004
13/01/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE EMBARGOS À EXECUÇÃO. Arq: Res. 127/2011 - CNJ

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJ5QU 7CQKC LTNSU U3NMB
RESOLUÇÃO N° 127, DE 15 DE MARÇO DE 2011

Dispõe sobre o pagamento de


honorários de perito, tradutor e
intérprete, em casos de beneficiários
da justiça gratuita, no âmbito da
Justiça de primeiro e segundo graus.

O PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA, no uso de


suas atribuições constitucionais e regimentais,

CONSIDERANDO a necessidade de observância do princípio da


eficiência administrativa pelo Poder Judiciário, inserto no artigo 37, caput, da
Constituição Federal;

CONSIDERANDO a necessidade, em muitos processos, de produção de


prova pericial para demonstração da procedência da pretensão posta em juízo
e a regra geral vertida no art. 19 do Código de Processo Civil, de antecipação
da despesa do ato pela parte que o requer;

CONSIDERANDO os incisos XXXV, LV e LXXIV do artigo 5o da


Constituição Federal, garantidores do amplo acesso à Justiça e da assistência
judiciária integral e gratuita às pessoas que comprovarem insuficiência de
recursos pelo Estado;

CONSIDERANDO a existência de regulamentação da matéria nas


esferas trabalhista e federal, a teor das Resoluções 35/07 do Conselho
Superior da Justiça do Trabalho e 558/07 do Conselho da Justiça Federal;

CONSIDERANDO a necessidade de regulamentar o pagamento de


honorários periciais, na esfera cível, no âmbito da Justiça Estadual de primeiro
Página 43

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 12.4 - Assinado digitalmente por Leandro Petry Pedro:89627369004
13/01/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE EMBARGOS À EXECUÇÃO. Arq: Res. 127/2011 - CNJ

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJ5QU 7CQKC LTNSU U3NMB
e segundo graus, quando o responsável pelo pagamento destes é contemplado
com a assistência judiciária gratuita;

CONSIDERANDO a missão de planejamento estratégico do Poder


Judiciário cometida constitucionalmente ao Conselho Nacional de Justiça, nos
moldes do art. 103-B, § 4o, I, da Constituição Federal, com o escopo de
uniformizar os procedimentos com relação ao tema;

RESOLVE:

Art. 1o Recomenda-se aos Tribunais que destinem, sob rubrica


específica, parte do seu orçamento ao pagamento de honorários de perito,
tradutor ou intérprete, quando, nos processos de natureza cível, à parte
sucumbente no objeto da perícia for deferido o beneficio da justiça gratuita.
Art. 2° Os Tribunais poderão manter banco de peritos credenciados,
para fins de designação, preferencialmente, de profissionais inscritos nos
órgãos de classe competentes e que comprovem a especialidade na matéria
sobre a qual deverão opinar, a ser atestada por meio de certidão do órgão
profissional a que estiverem vinculados.
Art. 3o As Presidências dos Tribunais ficam autorizadas a celebrar

convênios com profissionais, empresas ou instituições com notória experiência


em avaliação e consultoria nos ramos de atividades capazes de realizar as
perícias requeridas pelos juizes.
Art. 4o A designação de perito, tradutor ou intérprete é cometida
exclusivamente ao juiz da causa, sendo-lhe vedado nomear cônjuge,
companheiro(a) e parente, em linha reta ou colateral, até o terceiro grau, de
magistrado ou de servidor do juízo.
Parágrafo único. Poderá o juiz, ainda, substituir o perito, tradutor ou
intérprete , desde que o faça de forma fundamentada.
Art. 5o São requisitos essenciais para a percepção dos honorários
periciais, de tradutor ou intérprete, nas hipóteses em que a parte responsável
pelo pagamento, porque sucumbente no objeto da perícia, é beneficiária da
Página 44

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 12.4 - Assinado digitalmente por Leandro Petry Pedro:89627369004
13/01/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE EMBARGOS À EXECUÇÃO. Arq: Res. 127/2011 - CNJ

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJ5QU 7CQKC LTNSU U3NMB
justiça gratuita, a fixação deles por decisão judicial e o trânsito em julgado da
decisão.

Art. 6o O valor dos honorários periciais, de tradutor ou intérprete, a


serem pagos pelo Poder Judiciário em relação a pleito de beneficiário de
gratuidade de Justiça, será limitado a R$ 1.000,00 (um mil reais),
independentemente do valor fixado pelo juiz, que considerará a complexidade
da matéria, os graus de zelo profissional e especialização do perito, o lugar e o
tempo exigidos para a prestação do serviço e as peculiaridades regionais.
§ 1o O montante que eventualmente ultrapassar o valor previsto no caput
poderá vir a ser cobrado pelo perito, nos termos do art. 12 da Lei 1.060/50.
§ 2o Ainda que haja processos incidentes, tais honorários deverão ser
fixados em valor único, em razão da natureza da ação principal.
§ 3o A fixação dos honorários de que trata este artigo, em valor maior do
que o limite estabelecido neste artigo, deverá ser devidamente fundamentada,
podendo o juiz ultrapassar em até 5 (cinco) vezes o limite máximo definido
neste artigo.
Art. 7o Poderá haver adiantamento de despesas iniciais de perito, em
valor equivalente a R$ 350,00 (trezentos e cinqüenta reais), se este,
comprovadamente, demonstrar a necessidade de valores para a satisfação de
despesas decorrentes do encargo recebido, efetuando-se o pagamento do
saldo remanescente após o trânsito em julgado da decisão.
Parágrafo único. Havendo reversão da sucumbência, quanto ao objeto
da perícia, caberá ao Executado ressarcir o erário dos honorários periciais
adiantados, sob pena de execução específica da verba.
Art. 8o Se vencida na causa entidade pública, o perito, tradutor ou
intérprete serão pagos conforme ordem de pagamento apresentada ao Tribunal
respectivo.
Art. 9o O pagamento dos honorários periciais, de tradutor ou intérprete
efetuar-se-á mediante determinação do presidente do Tribunal, após requisição
expedida pelo juiz do feito, observando-se, rigorosamente, a ordem cronológica
de apresentação das requisições e as deduções das cotas previdenciárias e
Página 45

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 12.4 - Assinado digitalmente por Leandro Petry Pedro:89627369004
13/01/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE EMBARGOS À EXECUÇÃO. Arq: Res. 127/2011 - CNJ

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJ5QU 7CQKC LTNSU U3NMB
fiscais, sendo o valor líquido depositado em conta bancária indicada pelo
perito.
§ 1o As requisições deverão indicar, obrigatoriamente: o número do
processo, o nome das partes e respectivos CPF ou CNPJ; o valor dos
honorários, especificando se de adiantamento ou se finais; o número da conta
bancária para crédito; natureza e característica da perícia; declaração expressa
de reconhecimento, pelo Juiz, do direito à justiça gratuita; certidão do trânsito
em julgado e da sucumbência na perícia, se for o caso; endereço, telefone e
inscrição no INSS do perito.
§ 2o O valor dos honorários será atualizado pelo IPCA-E ou outro índice
que o substitua, a partir da data do arbitramento até o seu efetivo pagamento.
Art. 10 Os valores de que trata esta Resolução serão reajustados
anualmente, no mês de janeiro, por meio de Portaria do Presidente do Tribunal,
com base na variação do IPCA-E do ano anterior ou outro índice que o
substitua, desde que haja disponibilidade orçamentária.
Parágrafo único. O disposto nos arts. 6o e 7o desta Resolução será
aplicado aos honorários periciais devidos pelo Instituto Nacional de Seguro
Social em ações de acidente de trabalho.
Art. 11 Os Tribunais farão controle informatizado dos dados da ação, da
quantidade de processos e de pessoas físicas assistidas, bem como do
montante pago aos peritos.
Art. 12 Caberá às Corregedorias dos Tribunais acompanhar o
cumprimento desta Resolução no âmbito de suas competências
Art. 13 A presente resolução entra em vigor 60 (sessenta) dias após a
sua publicação.

£
Ministro Cezar Peluso
Presidente
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 13.0 Página 46
14/01/2019: EXPEDIÇÃO DE INTIMAÇÃO.

Data: 14/01/2019
Movimentação: EXPEDIÇÃO DE INTIMAÇÃO
Complemento: Para advogados/curador/defensor de PEDRO EUGENIO PEIL DE OLIVEIRA
NETO com prazo de 15 dias úteis - Referente ao evento JUNTADA DE PETIÇÃO DE
EMBARGOS À EXECUÇÃO (13/01/2019)
Por: Ricardo Alexei Gardini Rodrigues Parigot de Souza
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 14.0 Página 47
25/01/2019: ATO CUMPRIDO PELA PARTE OU INTERESSADO.

Data: 25/01/2019
Movimentação: ATO CUMPRIDO PELA PARTE OU INTERESSADO
Complemento: LEITURA DE INTIMAÇÃO REALIZADA - (Pelo advogado/curador/defensor de
PEDRO EUGENIO PEIL DE OLIVEIRA NETO) em 24/01/2019 com prazo de 15 dias úteis
*Referente ao evento (seq. 12) JUNTADA DE PETIÇÃO DE EMBARGOS À EXECUÇÃO
(13/01/2019) e ao evento de expedição seq. 13.
Por: SISTEMA PROJUDI
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 15.0 Página 48
08/02/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE MANIFESTAÇÃO DA PARTE.

Data: 08/02/2019
Movimentação: JUNTADA DE PETIÇÃO DE MANIFESTAÇÃO DA PARTE
Complemento: Cumprimento de intimação - Referente ao evento JUNTADA DE PETIÇÃO DE
EMBARGOS À EXECUÇÃO (13/01/2019)
Por: AMANDA MARQUES BORGES CARNEIRO

Relação de arquivos da movimentação:


- Petição
Página 49

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 15.1 - Assinado digitalmente por Amanda Marques Borges Carneiro Tardivo
08/02/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE MANIFESTAÇÃO DA PARTE. Arq: Petição

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA
DO JUIZADO ESPECIAL DA FAZENDA PUBLICA DE CURITIBA ESTADO DO

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJDN2 RLMA6 Q867N 2HXMB


PARANÁ.

Autos nº 0051451-55.2018.8.16.0182

PEDRO EUGÊNIO PEIL DE OLIVEIRA NETO, já devidamente


qualificado nos autos da Ação de EXECUÇÃO DE TÍTULO JUDICIAL, através
de sua advogada signatária, respeitosamente vem, à presença de Vossa
Excelência, apresentar a sua IMPUGNAÇÃO AOS EMBARGOS À EXECUÇÃO
apresentados ESTADO DO PARANÁ, pelos fatos e fundamentos jurídicos a
seguir expostos.

I. DA GARANTIA INTEGRAL DO JUIZO – PRESSUPOSTO


ESSENCIAL

O artigo 53, § 1º, da Lei dos Juizados Especiais (Lei n.º 9.099/1995),
preceitua que a admissibilidade dos embargos à execução fica condicionada à
garantia do juízo ou à penhora. Esse pressuposto encontra-se explicitado no
Enunciado n.º 117 do FONAJE, segundo o qual: “É obrigatória a segurança do
Juízo pela penhora para apresentação de embargos à execução de título judicial
ou extrajudicial perante o Juizado Especial. ”
Página 50

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 15.1 - Assinado digitalmente por Amanda Marques Borges Carneiro Tardivo
08/02/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE MANIFESTAÇÃO DA PARTE. Arq: Petição

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
Há precedentes jurisprudenciais que ressaltam esta normatização
própria do microssistema processual especial, senão vejamos:

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJDN2 RLMA6 Q867N 2HXMB


JUIZADOS ESPECIAIS. EXECUÇÃO DE
TÍTULOEXTRAJUDICIAL. EMBARGOS À EXECUÇÃO.
GARANTIA DO JUÍZO. NECESSIDADE NO ÂMBITO DOS
JUIZADOS ESPECIAIS. PROCEDIMENTO PRÓPRIO.
ART. 53, § 1.º, DA LEI N.º 9.099/95.SENTENÇA
CASSADA. RECURSO CONHECIDO E PROVIDO PARA
DETERMINAR A RETOMADA DO CURSO
PROCESSUAL. 1. Trata-se de Recurso Inominado
interposto pela parte autora contra a sentença que julgou
procedente os embargos à execução propostos pela
ré/recorrida, extinguindo a execução, declarando
inexistente o crédito executado. 2. Sustenta a recorrente
que os embargos oram interpostos em discordância com
as regras processuais aplicáveis à espécie, uma vez que o
art. 53, § 1º, da Lei n. 9099/95, exigem a garantia do juízo
ou a indicação de bens à penhora, como condição de
procedibilidade, razão pela qual deve a r. sentença ser
cassada, determinando-se a retomada do curso
processual. 3. Recurso regular, próprio e tempestivo.
Contrarrazões pela manutenção da sentença (fls.80/83). 4.
Nos termos estabelecidos na Lei n.º 9.099/95, para
oferecer embargos à execução, a parte executada deverá
garantir o juízo oferecendo bens suficientes para saldar a
dívida executada. Após efetivada a penhora dos bens
indicados pelo executado, ou daqueles localizados pelo
oficial de justiça suficientes para garantir o juízo, será
designada audiência de conciliação e, não havendo
acordo, serão apreciados os embargos. Procedimento
previsto no artigo 53 da Lei n.º 9.099/95. (...) 6. Recurso
conhecido e provido. Sentença cassada para determinar a
retomada do curso processual. (TJ-DF –2ª TR/JE – ACJ:
Página 51

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 15.1 - Assinado digitalmente por Amanda Marques Borges Carneiro Tardivo
08/02/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE MANIFESTAÇÃO DA PARTE. Arq: Petição

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
20131210053422 – Rel.: Arnaldo Corrêa Silva – Julg.:
21/07/2015 – Publ.: DJE : 27/08/2015 . Pág.: 357).

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJDN2 RLMA6 Q867N 2HXMB


EXECUÇÃO - TÍTULO EXECUTIVO EXTRAJUDICIAL -
EMBARGOS DO DEVEDOR - AUSÊNCIA DE GARANTIA
DO JUÍZO - APLICAÇÃO DO ART. 53, §1º DA LEI
9.099/95. NULIDADE RECONHECIDA DE OFÍCIO -
SENTENÇA ANULADA. EMBARGOS NÃO RECEBIDOS.
Recurso prejudicado. (TJPR - 1ª TRU - 0000280-
14.2011.8.16.0147/0 – Rel.: Andréa Fabiane Groth Busato
– Julg.: 05.12.2011- Publ.: 06/12/2011).

Perfilhando o entendimento supra, não há como apreciar o mérito dos


presentes embargos, porquanto ausente pressuposto indispensável à sua
admissibilidade, consistente na garantia do juízo.

II. DA APLICAÇÃO DA INSTRUÇÃO NORMATIVA04/2018 – TJPR

(ILEGITIMIDADE DO ESTADO DO PARANÁ)

Alega a parte embargante que o Estado do Paraná é parte ilegítima para


custear os honorários em discussão e pleiteia em seus embargos pela
declaração de inexistência de responsabilidade do estado do Paraná.

No entanto, de acordo com o novo Código de Processo Civil, o


pagamento da perícia de responsabilidade de beneficiário de gratuidade da
Justiça, quando feita por particular, pode ser com recursos da União, do
estado e do Distrito Federal, consoante assevera o artigo 95, parágrafo 3,
inciso II, senão vejamos.

Art. 95. Cada parte adiantará a remuneração do assistente


técnico que houver indicado, sendo a do perito adiantada
pela parte que houver requerido a perícia ou rateada
Página 52

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 15.1 - Assinado digitalmente por Amanda Marques Borges Carneiro Tardivo
08/02/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE MANIFESTAÇÃO DA PARTE. Arq: Petição

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
quando a perícia for determinada de ofício ou requerida por
ambas as partes.

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJDN2 RLMA6 Q867N 2HXMB


§ 3º. Quando o pagamento da perícia for de
responsabilidade de beneficiário de gratuidade da
justiça, ela poderá ser:

II - paga com recursos alocados no orçamento da


União, do Estado ou do Distrito Federal, no caso de ser
realizada por particular, hipótese em que o valor será
fixado conforme tabela do tribunal respectivo ou, em caso
de sua omissão, do Conselho Nacional de Justiça. (Grifo
nosso).

Restou fixado que, em face da situação financeira, bem como da justiça


gratuita que, o réu efetuasse o pagamento dos honorários periciais conforme
despacho/decisão abaixo:

“Ainda, se houver o trânsito em julgado desta sentença, sem alterações no


que diz respeito à sucumbência, os honorários do perito deverão ser
custeados pelo em razão Estado do Paraná da sucumbência da parte
beneficiária da assistência judiciária gratuita.” (grifo nosso)

Desta forma, não há que se falar em ilegitimidade, tendo em vista que


restou claro na certidão de que seria a responsabilidade do Estado do Paraná o
pagamento dos honorários periciais em questão, sendo que o magistrado é o
melhor conhecedor destas e outras determinações legais, que deveriam,
inclusive, ter sido especificadas quando da nomeação e da prolação da
sentença.

Outrossim, não pode o perito ser penalizado em virtude de regulamentos


que sequer foram levados ao seu conhecimento.

III. DOS FATOS


Página 53

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 15.1 - Assinado digitalmente por Amanda Marques Borges Carneiro Tardivo
08/02/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE MANIFESTAÇÃO DA PARTE. Arq: Petição

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
O exequente prestou serviços como perito do juízo no processo número
0014747-84.2009.8.16.0044. Efetuou os cálculos solicitados pelo juízo e

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJDN2 RLMA6 Q867N 2HXMB


protocolizou no processo o Laudo Pericial bem como a requisição de pagamento
de honorários.

Devido à ausência de recursos financeiros das partes, o juízo determinou


que o executado efetuasse o pagamento dos honorários periciais conforme
CERTIDÃO abaixo:

...Ainda, com o trânsito em julgado da sentença, sem alterações no que diz


respeito à sucumbência, os honorários do perito (fls. 268/270 – mov. 1.6 –
R$2.000,00 – dois mil) deverão ser custeados pelo Estado do Paraná, em razão
da sucumbência da parte beneficiária da assistência judiciária gratuita.

Ocorre que o executado se furtou em efetuar o pagamento ao exequente


de forma espontânea, ensejando a propositura da presente demanda como
passa a descrever.

IV. DO DIREITO

IV.1 – DO TITULO EXECUTIVO – SERVIÇO PRESTADO

O exequente prestou serviço de auxiliar da justiça ao ser nomeado a


elaborar cálculos no processo nº 0014747-84.2009.8.16.0044, sendo que foram
fixados honorários periciais.
O serviço foi efetivamente prestado conforme certidão anexa a exordial.
Ocorre que, o executado optou por não efetuar o pagamento de forma
espontânea, o que ensejou a presente demanda.
O Valor do débito atualizado até a data da propositura da Ação, totaliza
o importe de R$ 2.598,04 (dois mil quinhentos e noventa e oito reais e quatro
centavos), conforme planilha constante da inicial.

Conforme tratado pelo Código de Processo Civil em seu artigo 515


incisos I e V, são título executivos judiciais:
Página 54

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 15.1 - Assinado digitalmente por Amanda Marques Borges Carneiro Tardivo
08/02/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE MANIFESTAÇÃO DA PARTE. Arq: Petição

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
“Art. 515 do novo CPC: São títulos executivos judiciais:

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJDN2 RLMA6 Q867N 2HXMB


I – as decisões proferidas no processo civil que
reconheçam a exigibilidade de obrigação de pagar quantia,
de fazer, de não fazer ou de entregar coisa;

V – o crédito de auxiliar da justiça, quando as custas,


emolumentos ou honorários tiverem sido aprovados
por decisão judicial; (Grifo nosso).

Assim, não há discussão acerca da exequibilidade dos títulos.

Conforme preceituado pelo artigo 783, CPC, a execução deverá ser


fundada em título líquido, certo e exigível.

Título líquido é aquele em que, pela simples aritmética é possível se


apurar seu valor exato. A liquidez do título se identifica quando se sabe o quanto
devido, e não apenas que se é devido.

A exigibilidade refere-se ao vencimento da dívida. “Obrigação exigível é,


portanto, a que está vencida”, seja porque se alcançou o termo, seja porque se
verificou a condição a condição a cuja ocorrência a eficácia do negócio jurídico
estava subordinada. É após o vencimento que o credor pode exigir o
cumprimento da obrigação; e não sendo atendido, terá havido inadimplemento
do devedor, que é o pressuposto prático ou substancial da execução forçada.

No caso em tela, o serviço foi solicitado, aceito e entregue nos prazos


determinados, porém até a presente data não foram quitados os honorários
periciais.

V. EVENTUALIDADE – LIMITAÇÃO DO VALOR DEVIDO PELO


PODER PÚBLICO

Pleiteou a parte embargante que a remota hipótese de o Juízo entender


que o Estado do Paraná é responsável pelos honorários objetos da execução
nestes autos, que este seja limitado ao importe de R$ 372,80 (trezentos e setenta
Página 55

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 15.1 - Assinado digitalmente por Amanda Marques Borges Carneiro Tardivo
08/02/2019: JUNTADA DE PETIÇÃO DE MANIFESTAÇÃO DA PARTE. Arq: Petição

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
e dois reais e oitenta centavos) ou, eventualmente, à R$ 1.000,00 (Um mil reais),
com base na resolução supra.

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJDN2 RLMA6 Q867N 2HXMB


Entretanto, foi anexado aos autos proposta de honorários periciais, na
qual constava o valor a ser cobrado pelo serviço que seria prestado.

Ademais, conforme já explanado acima, não pode o perito ser


penalizado em virtude de regulamentos que sequer foram levados ao seu
conhecimento. Outrossim, restou claro na certidão de que seria a
responsabilidade do Estado do Paraná o pagamento dos honorários periciais em
questão, não havendo, portanto, que se falar em ilegitimidade ou limitação do
valor a ser custeado pelo Estado do Paraná.

VI. DOS PEDIDOS

Por todo o exposto, requer sejam julgados TOTALMENTE


IMPROCEDENTES os Embargos à Execução do Executado.

Termos em que,
Pede Deferimento.

Ivaiporã, 08 de Fevereiro de 2019.

Amanda Marques Borges Carneiro Tardivo


OAB/PR 74.098
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 16.0 Página 56
08/02/2019: CONCLUSOS PARA SENTENÇA.

Data: 08/02/2019
Movimentação: CONCLUSOS PARA SENTENÇA
Complemento: Responsável: Beatriz Fruet de Moraes
Por: Mariane Mayer Cordeiro
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 17.0 Página 57
11/02/2019: PROFERIDO DESPACHO DE MERO EXPEDIENTE.

Data: 11/02/2019
Movimentação: PROFERIDO DESPACHO DE MERO EXPEDIENTE
Por: Beatriz Fruet de Moraes

Relação de arquivos da movimentação:


- Despacho
Página 58

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 17.1 - Assinado digitalmente por Beatriz Fruet de Moraes:12712
11/02/2019: PROFERIDO DESPACHO DE MERO EXPEDIENTE. Arq: Despacho

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO PARANÁ
COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA - FORO CENTRAL DE CURITIBA
15º JUIZADO ESPECIAL DA FAZENDA PÚBLICA DE CURITIBA - PROJUDI
Avenida Anita Garibaldi, 750 - 2 Andar - Ahú - Curitiba/PR - CEP: 80.540-900 - Fone: (41) 3312-6004

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJSGL UYHFN S5GW4 JAWQK


Autos nº. 0051451-55.2018.8.16.0182

Vistos.

Encaminhe-se o presente feito à juíza leiga para elaboração do projeto de sentença.

Curitiba, data da assinatura digital.

Beatriz Fruet de Moraes

Juíza de Direito Substituta


PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 18.0 Página 59
15/02/2019: CONCLUSOS PARA DECISÃO.

Data: 15/02/2019
Movimentação: CONCLUSOS PARA DECISÃO
Complemento: Responsável: Rosângela Arizza Manjon Mancini
Por: Gustavo Salomão Cambi
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 19.0 Página 60
21/02/2019: PROFERIDA DECISÃO POR JUIZ LEIGO.

Data: 21/02/2019
Movimentação: PROFERIDA DECISÃO POR JUIZ LEIGO
Complemento: JUNTADA DE PROJETO DE SENTENÇA
Por: Rosângela Arizza Manjon Mancini

Relação de arquivos da movimentação:


- projeto de sentença
Página 61

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 19.1 - Assinado digitalmente por Rosangela Arizza Manjon Mancini
21/02/2019: PROFERIDA DECISÃO POR JUIZ LEIGO. Arq: projeto de sentença

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PARANÁ
15º JUIZADO ESPECIAL DA FAZENDA PÚBLICA DO FORO CENTRAL DA COMARCA
DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA
Avenida Anita Garibaldi, 750 – 2º andar
ESTADO DO PARANÁ Ahú – Curitiba - PR – CEP 80540-900 – Fone 3312-6004

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJ8WF EW3N6 NNP3J NXSFB


AUTOS: 0051451-55.2018.8.16.0182
Vistos e Examinados estes Autos nº 0051451-55.2018.8.16.0182, que
figuram como partes:

EXEQUENTE: PEDRO EUGENIO PEIL DE OLIVEIRA NETO

EXECUTADO: ESTADO DO PARANÁ

1. RELATÓRIO

Relatório dispensado nos termos do artigo 38 da Lei 9.099/95.

2. FUNDAMENTAÇÃO

Trata-se de impugnação oferecida pelo Estado do Paraná em face de


Pedro Eugenio Peil de Oliveira Neto.

O exequente pretende a execução de honorários periciais fixados em


decisão judicial.

O executado defende ser parte ilegítima. Invoca a aplicação da Instrução


Normativa 04/2018 do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná.

Pois bem.

O executado arguiu preliminar de ilegitimidade passiva sustentando


que o ônus ao pagamento dos honorários recaiu ao Poder Judiciário, legítimo
devedor e não ao Estado do Paraná.

Com efeito, a Instrução Normativa nº 04/2018 do Tribunal de Justiça


do Estado do Paraná, publicada em 19/06/2018, estabelece sistema no
âmbito administrativo destinado ao cadastro de requerimento para pagamento
de honorários periciais:

“Art. 1º. O pagamento dos honorários periciais, nos feitos em que a


parte sucumbente é beneficiária da justiça gratuita, no âmbito do
primeiro e segundo graus de jurisdição do Poder Judiciário do Estado
do Paraná, será realizada pelo Tribunal de Justiça, desde que o trânsito
em julgado da decisão tenha ocorrido até 25.01.2018, data da cessação

1
Página 62

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 19.1 - Assinado digitalmente por Rosangela Arizza Manjon Mancini
21/02/2019: PROFERIDA DECISÃO POR JUIZ LEIGO. Arq: projeto de sentença

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PARANÁ
15º JUIZADO ESPECIAL DA FAZENDA PÚBLICA DO FORO CENTRAL DA COMARCA
DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA
Avenida Anita Garibaldi, 750 – 2º andar
ESTADO DO PARANÁ Ahú – Curitiba - PR – CEP 80540-900 – Fone 3312-6004

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJ8WF EW3N6 NNP3J NXSFB


AUTOS: 0051451-55.2018.8.16.0182
da vigência da Resolução nº 154/2016, do Órgão Especial, nos seguintes
casos:

I - nas requisições formalizadas no âmbito deste Tribunal de Justiça,


com fundamento na Resolução nº 127, de 15 de março de 2011, do
Conselho Nacional de Justiça, desde que preenchido os demais
requisitos da Resolução nº 154/2016;

II - nas requisições formalizadas por meio do sistema de “Cadastro de


Auxiliares da Justiça - CAJU”, nos termos do artigo 11 da Resolução nº
154/2016 e da Instrução Normativa nº 07/2016 da Corregedoria-Geral
da Justiça;”

Os honorários periciais estabelecidos em favor do exequente foram


fixados em decisão judicial transitada em julgado em data anterior a 25 de
janeiro de 2018 (evento 1.5).

Em que pese o executado defender sua ilegitimidade e oferecer


impugnação ao valor fixado em decisão judicial, segundo a Instrução
Normativa 04/2018, faz-se necessária requisição administrativa específica
direcionada ao Poder Judiciário, que possui autonomia financeira e reserva em
seu orçamento destinada ao pagamento postulado.

Nesse sentido:

“EMENTA: RECURSO INOMINADO. EXECUÇÃO. HONORÁRIOS PERICIAIS.


INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 04/2018-TJPR. RESPONSABILIDADE DO
PODER JUDICIÁRIO. PREVISÃO DE PAGAMENTO NO ÂMBITO
ADMINISTRATIVO. REQUISIÇÃO ESPECÍFICA ATRAVÉS DO SISTEMA
CAJU. AUSÊNCIA DE PRETENSÃO RESISTIDA. FALTA DE INTERESSE
PROCESSUAL. PRECEDENTE STJ. EXTINÇÃO DA EXECUÇÃO QUE SE
IMPÕE. RECURSO PREJUDICADO.” (TJPR - 4ª Turma Recursal dos Juizados
Especiais - 0028199-23.2018.8.16.0182 - Curitiba - Rel.: Manuela Tallão
Benke - J. 15.02.2019)

“EMENTA: AÇÃO INDENIZATÓRIA EM FASE DE CUMPRIMENTO DE


SENTENÇA. HONORÁRIOS PERICIAIS. PARTE BENEFICIÁRIA DA
GRATUIDADE PROCESSUAL. DECISÃO QUE ATRIBUI AO ESTADO DO
PARANÁ A OBRIGAÇÃO PELO PAGAMENTO. INVIABILIDADE. DEVER DO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA POR MEIO DE REQUISIÇÃO ESPECÍFICA.
INSTRUÇÃO NORMATIVA 04 DE 19/06/2018. RECURSO PROVIDO.”
(TJPR - 8ª C.Cível - 0021930-29.2018.8.16.0000 - Londrina - Rel.: Luiz Cezar
Nicolau - J. 05.07.2018)

2
Página 63

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 19.1 - Assinado digitalmente por Rosangela Arizza Manjon Mancini
21/02/2019: PROFERIDA DECISÃO POR JUIZ LEIGO. Arq: projeto de sentença

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
PODER JUDICIÁRIO
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PARANÁ
15º JUIZADO ESPECIAL DA FAZENDA PÚBLICA DO FORO CENTRAL DA COMARCA
DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA
Avenida Anita Garibaldi, 750 – 2º andar
ESTADO DO PARANÁ Ahú – Curitiba - PR – CEP 80540-900 – Fone 3312-6004

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJ8WF EW3N6 NNP3J NXSFB


AUTOS: 0051451-55.2018.8.16.0182
Assim, a responsabilidade pelo pagamento da verba ora postulada é do
Poder Judiciário e não se verifica resistência à pretensão do exequente quanto
ao pagamento dos honorários periciais.

Registre-se que não há notícia que o Poder Judiciário vem se furtando


do pagamento de honorários periciais, de maneira que inexiste conflito que
evidencie a presença de interesse processual por parte do exequente.

Embora o ordenamento jurídico, em regra, não condicione a


propositura da ação ao esgotamento da via administrativa, a lei processual
exige pretensão resistida para configurar interesse processual, condição da
ação prevista no artigo 17, do Código de Processo Civil.

E nesse aspecto, o exequente insiste na inaplicabilidade da Instrução


Normativa 04/2018 (evento 15).

Deste modo, reconheço de ofício a falta de interesse de agir do


exequente e julgo extinta a execução sem resolução de mérito.

3. DISPOSITIVO

Diante do exposto, com base nos artigos 17 e 485, inciso VI, do Código
de Processo Civil julgo EXTINTA a execução promovida por PEDRO
EUGENIO PEIL DE OLIVEIRA NETO em face do ESTADO DO PARANÁ, nos
autos 0051451-55.2018.8.16.0182, nos termos da fundamentação.

Isentos do pagamento de custas e honorários advocatícios, nos termos


do artigo 55 da Lei 9.099/95.

Encaminhe-se o presente parecer para análise da MMª. Juíza de Direito


Supervisora do 15º Juizado, nos termos do artigo 40 da Lei 9.099/95.

Após, Publique-se. Registre-se. Intimem-se.

Curitiba, em 21 de fevereiro de 2019.

Rosângela Arizza Manjon Mancini

Juíza Instrutora

3
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 20.0 Página 64
21/02/2019: CONCLUSOS PARA SENTENÇA - HOMOLOGAÇÃO DECISÃO JUIZ LEIGO.

Data: 21/02/2019
Movimentação: CONCLUSOS PARA SENTENÇA - HOMOLOGAÇÃO DECISÃO JUIZ LEIGO
Complemento: Responsável: Beatriz Fruet de Moraes
Por: Rosângela Arizza Manjon Mancini
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 21.0 Página 65
21/02/2019: EXTINTO O PROCESSO POR AUSÊNCIA DAS CONDIÇÕES DA AÇÃO.

Data: 21/02/2019
Movimentação: EXTINTO O PROCESSO POR AUSÊNCIA DAS CONDIÇÕES DA AÇÃO
Complemento: Registro em 22/02/2019 sob nº 1.056.986.334
Por: Beatriz Fruet de Moraes

Relação de arquivos da movimentação:


- Sentença
Página 66

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 21.1 - Assinado digitalmente por Beatriz Fruet de Moraes:12712
21/02/2019: EXTINTO O PROCESSO POR AUSÊNCIA DAS CONDIÇÕES DA AÇÃO. Arq: Sentença

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO PARANÁ
COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA - FORO CENTRAL DE CURITIBA
15º JUIZADO ESPECIAL DA FAZENDA PÚBLICA DE CURITIBA - PROJUDI
Avenida Anita Garibaldi, 750 - 2 Andar - Ahú - Curitiba/PR - CEP: 80.540-900 - Fone: (41) 3312-6004

Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJDRU RARXB ET94W EQ58A


Autos nº. 0051451-55.2018.8.16.0182

Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182
Classe Processual: Execução Contra a Fazenda Pública
Assunto Principal: Honorários Periciais
Valor da Causa: R$2.598,04
Exequente(s): PEDRO EUGENIO PEIL DE OLIVEIRA NETO
Executado(s): ESTADO DO PARANÁ

Vistos.

I- Com fulcro no art. 40 da Lei nº. 9.099/95 homologo, por sentença, para produzir seus jurídicos e legais
efeitos a decisão proferida pela d. Juíza Leiga que julgou EXTINTA a presente execução.

II- Publique-se. Registre-se. Intime-se.

Curitiba, data da assinatura digital.

Beatriz Fruet de Moraes

Juíza de Direito Substituta


PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 22.0 Página 67
01/03/2019: EXPEDIÇÃO DE INTIMAÇÃO.

Data: 01/03/2019
Movimentação: EXPEDIÇÃO DE INTIMAÇÃO
Complemento: Para advogados/curador/defensor de PEDRO EUGENIO PEIL DE OLIVEIRA
NETO com prazo de 10 dias úteis - Referente ao evento EXTINTO O PROCESSO POR
AUSÊNCIA DAS CONDIÇÕES DA AÇÃO (21/02/2019)
Por: Gustavo Salomão Cambi
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 23.0 Página 68
01/03/2019: EXPEDIÇÃO DE INTIMAÇÃO.

Data: 01/03/2019
Movimentação: EXPEDIÇÃO DE INTIMAÇÃO
Complemento: Para advogados/curador/defensor de ESTADO DO PARANÁ com prazo de 10
dias úteis - Referente ao evento EXTINTO O PROCESSO POR AUSÊNCIA DAS CONDIÇÕES
DA AÇÃO (21/02/2019)
Por: Gustavo Salomão Cambi
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 24.0 Página 69
01/03/2019: ATO CUMPRIDO PELA PARTE OU INTERESSADO.

Data: 01/03/2019
Movimentação: ATO CUMPRIDO PELA PARTE OU INTERESSADO
Complemento: LEITURA DE INTIMAÇÃO REALIZADA - (Pelo advogado/curador/defensor de
ESTADO DO PARANÁ) em 01/03/2019 com prazo de 10 dias úteis *Referente ao evento (seq.
21) EXTINTO O PROCESSO POR AUSÊNCIA DAS CONDIÇÕES DA AÇÃO (21/02/2019) e ao
evento de expedição seq. 23.
Por: LEANDRO PETRY PEDRO
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 25.0 Página 70
01/03/2019: ATO CUMPRIDO PELA PARTE OU INTERESSADO.

Data: 01/03/2019
Movimentação: ATO CUMPRIDO PELA PARTE OU INTERESSADO
Complemento: RENÚNCIA DE PRAZO DE ESTADO DO PARANÁ - Referente ao evento
EXTINTO O PROCESSO POR AUSÊNCIA DAS CONDIÇÕES DA AÇÃO (21/02/2019)
Por: LEANDRO PETRY PEDRO
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 26.0 Página 71
02/03/2019: ATO CUMPRIDO PELA PARTE OU INTERESSADO.

Data: 02/03/2019
Movimentação: ATO CUMPRIDO PELA PARTE OU INTERESSADO
Complemento: LEITURA DE INTIMAÇÃO REALIZADA - (Pelo advogado/curador/defensor de
PEDRO EUGENIO PEIL DE OLIVEIRA NETO) em 06/03/2019 com prazo de 10 dias úteis
*Referente ao evento (seq. 21) EXTINTO O PROCESSO POR AUSÊNCIA DAS CONDIÇÕES DA
AÇÃO (21/02/2019) e ao evento de expedição seq. 22.
Por: AMANDA MARQUES BORGES CARNEIRO
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 27.0 Página 72
02/03/2019: ATO CUMPRIDO PELA PARTE OU INTERESSADO.

Data: 02/03/2019
Movimentação: ATO CUMPRIDO PELA PARTE OU INTERESSADO
Complemento: RENÚNCIA DE PRAZO DE PEDRO EUGENIO PEIL DE OLIVEIRA NETO -
Referente ao evento EXTINTO O PROCESSO POR AUSÊNCIA DAS CONDIÇÕES DA AÇÃO
(21/02/2019)
Por: AMANDA MARQUES BORGES CARNEIRO
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 28.0 Página 73
08/03/2019: TRANSITADO EM JULGADO EM 04/03/2019.

Data: 08/03/2019
Movimentação: TRANSITADO EM JULGADO EM 04/03/2019
Complemento: Para o processo.
Por: Mariane Mayer Cordeiro
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 29.0 Página 74
08/03/2019: REMETIDOS OS AUTOS PARA DISTRIBUIDOR.

Data: 08/03/2019
Movimentação: REMETIDOS OS AUTOS PARA DISTRIBUIDOR
Complemento: Baixa
Por: Mariane Mayer Cordeiro
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 30.0 Página 75
11/03/2019: JUNTADA DE ANOTAÇÃO DE BAIXA DEFINITIVA.

Data: 11/03/2019
Movimentação: JUNTADA DE ANOTAÇÃO DE BAIXA DEFINITIVA
Por: Nilson de Jesus Saldanha

Relação de arquivos da movimentação:


- Baixa
Página 76

PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 30.1 - Assinado digitalmente por Nilson de Jesus Saldanha
11/03/2019: JUNTADA DE ANOTAÇÃO DE BAIXA DEFINITIVA. Arq: Baixa

Documento assinado digitalmente, conforme MP nº 2.200-2/2001, Lei nº 11.419/2006, resolução do Projudi, do TJPR/OE
Validação deste em https://projudi.tjpr.jus.br/projudi/ - Identificador: PJ5H9 Z2C7D GY7HP B63QD
1º OFÍCIO DO DISTRIBUIDOR, CONTADOR E PARTIDOR

Em atendimento ao contido no r. despacho, foi procedida a BAIXA na distribuição.

Nilson de Jesus Saldanha

Curitiba, 11 de março de 2019.


PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 31.0 Página 77
11/03/2019: RECEBIDOS OS AUTOS.

Data: 11/03/2019
Movimentação: RECEBIDOS OS AUTOS
Complemento: Recebido do(a) DISTRIBUIDOR
Por: SISTEMA PROJUDI
PROJUDI - Processo: 0051451-55.2018.8.16.0182 - Ref. mov. 32.0 Página 78
11/03/2019: ARQUIVADO DEFINITIVAMENTE.

Data: 11/03/2019
Movimentação: ARQUIVADO DEFINITIVAMENTE
Por: Marcus Ehalt Lopes Junior

Você também pode gostar