Você está na página 1de 2

Parte 1 – Mecânica

Aula 15. Diagramas Horários (I) 3. Diagramas Horários do M.U.V.


1. Introdução O Movimento Uniformemente Variado (M.U.V.) possui
Conhecendo-se o diagrama horário de uma das as seguintes características:
grandezas de um movimento (espaço, velocidade ou
aceleração), podemos tirar conclusões a respeito das
outras grandezas, bem como construir seus respectivos
diagramas horários.
O quadro a seguir relaciona os diagramas horários com
as informações que podem ser obtidas em cada um deles.
A representação gráfica dessas característica segue
abaixo:

Um movimento pode ser composto por etapas com


características diferentes. Por exemplo, um veículo pode
entrar em movimento, acelerando de modo uniforme
(M.U.V.), e, após certo tempo, passar a manter constante
sua velocidade atingida (M.U.).
Interpretar e construir diagramas horários para esse tipo
de movimento misto, a partir das características já
estudadas de M.U. e M.U.V., são os objetivos deste
módulo.

2. Diagramas Horários do M.U.


O Movimento Uniforme (M.U.) apresenta as seguintes
características:

Tais características são representadas graficamente


assim:

4. Repouso
No estado de repouso: o espaço é constante (pois o
corpo não muda de posição), a velocidade é
constantemente nula e, portanto, não há aceleração. Veja
isso diagramado:

Paulo Victor Araujo Lopes 1


Parte 1 – Mecânica

Resumo c) Nos primeiros 40 s:


Diagrama Horário do Espaço
(constante)
Nos últimos 20 s:

(constante)
Lembrando que a velocidade é nula (repouso), entre os
instantes 40 s e 60 s, temos:

Diagrama Horário da Velocidade

02. A posição x de um veículo, que se move entre dois


semáforos de uma avenida retilínea, é mostrada em
função do tempo t pelo gráfico abaixo. Considere que os
trechos AB e CD do gráfico sejam arcos de parábola, com
Diagrama Horário da Aceleração
vértices respectivamente em A e em D.

Exercícios Resolvidos
01. O gráfico a seguir indica como varia a posição de uma Esboce os diagramas horários da velocidade e da
pessoa em função do tempo, ao longo de uma caminhada aceleração para este movimento.
em linha reta. Resolução
Vamos detalhar o tipo de movimento desenvolvido em
cada trecho e, depois, construir os gráficos.
•AB: M.U.V., com v0 = 0 (vértice em A). Em 3,0 segundos,
o carro desloca 18 metros. Logo:

Com base no gráfico: (constante)


a) O que ocorre com a pessoa entre os instantes t = 40 s • BC: M.U., com v = 12 m/s (a velocidade final do trecho
e t = 60 s? AB) e aceleração nula (a = 0).
b) Qual a distância total percorrida pela pessoa entre os • CD: M.U.V., com a = – 4,0 m/s2, pois as parábolas AB e
instantes 0 e 80 s ? CD são simétricas, sendo CD com concavidade voltada
c) Construa o diagrama horário de sua velocidade escalar. para baixo. Em D, v = 0.
Resolução • DE: Repouso (v = 0 e a = 0).
a) Entre os instantes 40 s e 60 s, a pessoa encontra-se
em repouso (espaço constante).
b) Nos primeiros 40 s, a pessoa caminha em movimento
uniforme progressivo (s cresce linearmente com t) e
desloca: = s – s0 = 60 – 20 = 40 m.
Nos últimos 20 s, a pessoa retrocede, em movimento
uniforme, do espaço 60 m para o espaço 40 m. Logo,
desloca: = 40 – 60 = – 20 m.
Conclusão: d = | |
dTotal = dIda + dVolta = 40 + 20

Paulo Victor Araujo Lopes 2