Você está na página 1de 2

Parte 1 – Mecânica

Aula 45. Teorema da Energia Cinética Resumo


Energia Cinética
1. Introdução
A função da grandeza trabalho é medir a quantidade de energia
transferida ou transformada por uma força.
Dessa forma, quando colocamos um corpo em movimento a
partir do repouso, estamos transferindo a ele, via trabalho Teorema da Energia Cinética
executado, uma certa quantidade de energia. Essa energia
associada à velocidade adquirida pelo corpo é denominada
energia cinética.

2. Energia Cinética Exercícios Resolvidos


01. Numa pista de provas, um carro de massa 1,20 t parte do
Suponha que um corpo de massa m, inicialmente em repouso,
repouso e acelera até atingir a velocidade de 108 km/h. Qual a
seja posto em movimento através de uma força resultante , energia cinética adquirida pelo carro?
suposta constante. Após um deslocamento d, o corpo atinge Resolução
uma velocidade escalar v, como indica a figura a seguir. Usando as unidades do Sistema Internacional, temos:
• m = 1,20 t = 1 200 kg
• = 108 km/h = 30 m/s
Logo:

Para medirmos a quantidade de energia cinética (Ec) cedida ao


corpo, vamos calcular o trabalho total realizado por , em Ec = 540 · 103 J
função da velocidade adquirida pelo corpo.
• Pela equação de Torricelli (MUV), vem:
V2 = 2 · a · d 02. Um livro de massa 0,50 kg é lançado sobre uma mesa
horizontal com velocidade inicial de 2,0 m/s. Devido
• Como a = (2a lei de Newton), exclusivamente ao atrito com a mesa, o livro desliza
1,0 m até parar.
Determine:
a) o trabalho total realizado pela força de atrito sobre o livro;
• Portanto: b) a intensidade dessa força de atrito.
Resolução
a) A força de atrito corresponde à resultante das forças atuantes
no livro. Logo, usando o teorema da energia cinética nesse
No Sistema Internacional (SI), a unidade de medida das
grandezas energia e trabalho é o joule (J). deslizamento, temos:

3. Teorema da Energia Cinética


Considere um corpo de massa m submetido a uma força
resultante , suposta constante, ao longo de um deslocamento
d, onde suas velocidades escalares, inicial e final, são v0 e v. b) Lembrando que o trabalho do atrito dinâmico é negativo, pelo
fato dessa força ser oposta ao deslocamento, vem:

Pelas expressões de Torricelli (MUV) e 2a lei de Newton, Note que o trabalho negativo da força de atrito nesse
associadas a esse movimento, temos: deslizamento representa a quantidade de energia cinética que o
atrito retirou do livro. Essa energia dissipada pelo atrito (1,0 J)
é, nesse processo, transformada em energia térmica (calor).

03. Um pequeno bloco de massa 2,0 kg encontra-se em


repouso num ponto O. A força resultante que passa a agir no
bloco, o faz mover-se ao longo de um eixo Ox. A intensidade da
força resultante varia com a posição (x) do bloco, conforme o
gráfico. Qual o módulo da velocidade atingida pelo bloco
quando ele passa pela posição x = 2,0 m?

Observações
• Embora a demonstração acima tenha sido feita para uma força
resultante constante, o teorema da energia cinética é válido em
situações em que a força resultante é variável.
• Convém lembrar que o trabalho da força resultante
corresponde ao trabalho total, ou seja, à soma dos trabalhos de
todas as forças atuantes.

Paulo Victor Araujo Lopes 1


Parte 1 – Mecânica

Resolução
1) A área do triângulo, sob o gráfico dado, representa o trabalho
realizado pela força resultante nos 2,0 m iniciais de percurso do
bloco. Ou seja:

2) Pelo teorema da energia cinética, temos:

Paulo Victor Araujo Lopes 2