Você está na página 1de 97

Livro Eletrônico

Aula 00

Matemática I p/ EspCEx 2019 (Escola Preparatória de Cadetes do Exército) - Com videoaulas

Professor: Ismael de Paula dos Santos

Aula Demonstrativa
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

AULA 00 Notações Matemáticas; Teoria de Conjuntos


e Intervalos Reais
Sumário
1 Apresentação .................................................................................... 02
2 Notação Matemática............................................................................ 10
1 - Introdução ...............................................................................................................................10
2 - Principais notações ..................................................................................................................10
3 Teoria de Conjuntos ...........................................................................................................15
1 - Introdução ..............................................................................................................................15
2 - Conceitos Básicos ....................................................................................................................15
3 - Descrição e Representação de Conjuntos .................................................................................22
4- Conjuntos Notáveis ...................................................................................................................23
5- Operações entre Conjuntos ......................................................................................................30
6- Cardinalidade da União entre conjuntos ...................................................................................34
4 Intervalos Reais.......................................................................................................... 43
1 - Introdução ..............................................................................................................................43
2 - Intervalos .................................................................................................................................45
3 - Operações entre Intervalos ......................................................................................................49
5 Lista de Questões ....................................................................................................... 82
6 Gabarito ..................................................................................................................... 95

A
medo e nunca se arrepende.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória
(Escola Preparatória dedo
de Cadetes Cadetes
Exércitodo(EsPCEx)
Exército) - Com
2019 Comvideoaulas
Videoaulas 1
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

1 APRESENTAÇÃO
Olá, querido aluno!

Meu nome é Ismael Santos, professor de Matemática do Estratégia Concursos. Estarei com
você nesta caminhada rumo à Escola Preparatória de Cadetes do Exército - EsPCEx. Tenho certeza
que faremos uma excelente parceria, que tem como objetivo: a sua tão sonhada APROVAÇÃO.

Deixe que me apresente: sou servidor público federal há 12 anos, natural do Rio de Janeiro
RJ, Graduado em Gestão Financeira, Graduando em Matemática pela UFF-RJ, Pós-graduado em
Orçamento Público.

Iniciei meus estudos para concursos muito cedo, aos 14 anos. Naquela época, meu objetivo
principal era o certame do Colégio Naval. Essa batalha teve início em 2002. Não foi nada fácil! Tive
muita dificuldade nesta preparação, em especial devido à falta de base sólida de conhecimento
teórico. O resultado já era esperado: REPROVADO em meu primeiro concurso.

Em 2003, consegui focar mais nos estudos. Ver a matéria pela segunda vez foi, certamente,
um facilitador. Neste ano, minha evolução foi muito grande. Estava confiante! Pois bem! Chegou a
prova! Mais uma reprovação! Este resultado não foi o esperado. Foi duro suportar. No entanto, não
podia perder tempo, tinha que voltar a estudar o mais rápido possível, já para o próximo ano.

Chegamos em 2004! Neste ano, além de me preocupar com a parte teórica, resolvi preparar
também minha cabeça (psicológico), para que no dia da prova, não fosse surpreendido. Eis que
chegou a APROVAÇÃO. Neste certame, obtive a 4ª maior nota do Brasil na primeira fase. Dia
inesquecível! Neste mesmo ano, obtive a aprovação também na EPCAr (Escola Preparatória de
Cadetes do Ar).

Já em 2005, tive a oportunidade de prestar outros concursos, os quais obtive aprovação:


EEAr, UFRJ, UERJ, EsSA, CMRJ e UFFRJ.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 2
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Em 2008, fui morar no Paraná. Cidade na qual servi por 5 anos. Ao fim deste período, fui
transferido para o Rio de Janeiro.

Entre os anos de 2014 a 2016, obtive outras aprovações, desta vez, para cargos públicos civis,
tais como: Agente da Polícia Civil RJ, Papiloscopista da Polícia Civil RJ, Técnico da Assembleia
Legislativa RJ e Fiscal de Posturas de Niterói.

No triênio 2015 2017, fui instrutor da ESA (Escola de Sargento das Armas). Neste período,
inclusive, tive a oportunidade de passar duas semanas em competição desportiva na EsPCEx, sua
futura escola, por sinal, de altíssima qualidade.

Ufa! Quanta coisa, não? Pois é! Tudo serviu de experiência! Conhecimento não ocupa espaço!
Nunca pare de estudar!

Perceba que minha experiência com concursos militares já vem desde 2002. São mais de 15
anos respirando esta área. Não à toa, é a que mais me identifico para lecionar. Por este motivo
aceitei o convite do Estratégia Concursos para assumir a Matemática das Carreiras Militares. Tenha
certeza que verás esta fascinante matéria com uma linguagem bem acessível. Digo ainda que a
abordagem será totalmente focada no edital seu último concurso - 2018.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

E aí, futuro aluno PREP , animado para saber um pouco mais sobre o nosso curso de
Matemática? Vamos nessa?

A matemática do seu edital foi dividida, didaticamente, da seguinte forma: MAT I, MAT II, e
MAT III.

Em modos gerais, podemos dizer que a Mat I é a nossa querida Álgebra. Já a Mat II, seria a
parte relacionada à Aritmética. Por fim, Mat III, é a que tem uma queda para a Geometria. Esta
divisão irá facilitar seus estudos, no sentido de crescer de forma equitativa (equilibrada) em cada
uma das frentes, não deixando nenhuma delas por último.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 3
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Dentro desta divisão, o seu edital foi particionado de forma que os tópicos dentro de cada
uma das três frentes sejam dependentes entre si. Ou seja, deve ser estudada na forma cronológica
proposta. A organização é 70% do seu concurso. Não dê mole! OK?

Eu, Ismael Santos, estarei responsável por toda Mat I e por parte da Mat II. É isso mesmo!
Pego metade de toda sua Matemática. A outra parte ficará a cargo do Professor Ítalo Marinho, meu
amigo pessoal e de trabalho, com uma didática e um conhecimento absurdo. Certamente irão
gostar!

Que tal darmos uma olhadinha no conteúdo Programático do último edital do seu concurso?
Simbora?

MATEMÁTICA EDITAL EsPCEx

a. Teoria dos Conjuntos e Conjuntos Numéricos: representação de conjuntos, subconjuntos,


operações: união, interseção, diferença e complementar. Conjunto universo e conjunto vazio;
conjunto dos números naturais e inteiros: operações fundamentais, Números primos, fatoração,
número de divisores, máximo divisor comum e mínimo múltiplo; conjunto dos números racionais:
operações fundamentais. Razão, proporção e suas propriedades. Números direta e indiretamente
proporcionais; conjunto dos números reais: operações fundamentais, módulo, representação
decimal, operações com intervalos reais; e números complexos: operações, módulo, conjugado de
um número complexo, representações algébrica e trigonométrica. Representação no plano de
Argand-Gauss, Potencialização e radiciação. Extração de raízes. Fórmulas de Moivre. Resolução de
equações binomiais e trinomiais.
b. Funções: definição, domínio, imagem, contradomínio, funções injetoras, sobrejetoras e bijetoras,
funções pares e ímpares, funções periódicas; funções compostas; relações; raiz de uma função;
função constante, função crescente, função decrescente; função definida por mais de uma sentença;
as funções y=k/x, y=raiz quadrada de x e seus gráficos; função inversa e seu gráfico; e Translação,
reflexão de funções.
c. Função Linear, Função Afim e Função Quadrática: gráficos, domínio, imagem e características;
variações de sinal; máximos e mínimos; e inequação produto e inequação quociente.
d. Função Modular: o conceito e propriedades do módulo de um número real; definição, gráfico,
domínio e imagem da função modular; equações modulares; e inequações modulares.
e. Função Exponencial: gráficos, domínio, imagem e características da função exponencial,
logaritmos decimais, característica e mantissa; e equações e inequações exponenciais.
f. Função Logarítmica: definição de logaritmo e propriedades operatórias; gráficos, domínio, imagem
e características da função logarítmica; e equações e inequações logarítmicas.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 4
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

g. Trigonometria: trigonometria no triângulo (retângulo e qualquer); lei dos senos e lei dos cossenos;
unidades de medidas de arcos e ângulos: o grau e o radiano; círculo trigonométrico, razões
trigonométricas e redução ao 1º quadrante; funções trigonométricas, transformações, identidades
trigonométricas fundamentais, equações e inequações trigonométricas no conjunto dos números
reais; - fórmulas de adição de arcos, arcos duplos, arco metade e transformação em produto; as
funções trigonométricas inversas e seus gráficos, arcos notáveis; e sistemas de equações e
inequações trigonométricas e resolução de triângulos.
h. Contagem e Análise Combinatória: fatorial: definição e operações; princípio multiplicativo e
aditivo da contagem; arranjos, combinações e permutações; e binômio de Newton:
desenvolvimento, coeficientes binomiais e termo geral.
i. Probabilidade: experimento aleatório, experimento amostral, espaço amostral e evento;
probabilidade em espaços amostrais equiprováveis; probabilidade da união de dois eventos;
probabilidade condicional; propriedades das probabilidades; e probabilidade de dois eventos
sucessivos e experimentos binomiais.
j. Matrizes, Determinantes e Sistemas Lineares: operações com matrizes (adição, multiplicação por
escalar, transposição produto); matriz inversa; determinante de uma matriz: definição e
propriedades; e - sistemas de equações lineares.
k. Sequências Numéricas e Progressões: sequências Numéricas; progressões aritméticas: termo
geral, soma dos termos e propriedades; progressões Geométricas: termo geral, soma dos termos e
propriedades.
l. Geometria Espacial de Posição: posições relativas entre duas retas; posições relativas entre dois
planos; posições relativas entre reta e plano: perpendicularidade entre duas retas, entre dois planos
e entre reta e plano; e projeção ortogonal.
m. Geometria Espacial Métrica: poliedros Convexos, Poliedros de Platão, Poliedros Regulares:
definições, propriedades e Relação de Euler; prismas: conceito, elementos, classificação, áreas e
volumes e troncos; pirâmide: conceito, elementos, classificação, áreas e volumes e troncos; cilindro:
conceito, elementos, classificação, áreas e volumes e troncos; cone: conceito, elementos,
classificação, áreas e volumes e troncos; esfera: elementos, seção da esfera, área, volumes e partes
da esfera; projeções; sólidos de revolução; e inscrição e circunscrição de sólidos.
n. Geometria Analítica Plana: ponto: o plano cartesiano, distância entre dois pontos, ponto médio
de um segmento e condição de alinhamento de três pontos; reta: equações geral e reduzida,
interseção de retas, paralelismo e perpendicularidade, ângulo entre duas retas, distância entre
ponta e reta e distância entre duas retas, bissetrizes do ângulo entre duas retas, Área de um
triângulo e inequações do primeiro grau com duas variáveis; circunferência: equações geral e
reduzida, posições relativas entre ponto e circunferência, reta e circunferência e duas
circunferências; problemas de tangência; e equações e inequações do segundo grau com duas
variáveis; elipse: definição, equação, posições relativas entre ponto e elipse, posições relativas entre
reta e elipse; hipérbole: definição, equação da hipérbole, posições relativas entre ponto e hipérbole,
posições relativas entre reta e hipérbole e equações das assíntotas da hipérbole; parábola: definição,
equação, posições relativas entre ponto e parábola, posições relativas entre reta e parábola; e
reconhecimento de cônicas a partir de sua equação geral.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 5
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

o. Geometria Plana: - ângulo: definição, elementos e propriedades; ângulos na circunferência;


paralelismo e perpendicularidade; semelhança de triângulos; pontos notáveis do triângulo; relações
métricas nos triângulos (retângulos e quaisquer); relação de Stewart; triângulos retângulos, Teorema
de Pitágoras; congruência de figuras planas; feixe de retas paralelas e transversais, Teorema de
Tales; teorema das bissetrizes internas e externas de um triângulo; quadriláteros notáveis;
polígonos, polígonos regulares, circunferências, círculos e seus elementos; perímetro e área de
polígonos, polígonos regulares, circunferências, círculos e seus elementos; fórmula de Heron; razão
entre áreas; lugares geométricos; elipse, parábola e hipérbole; linha poligonal; e inscrição e
circunscrição.
p. Polinômios: função polinomial, polinômio identicamente nulo, grau de um polinômio, identidade
de um polinômio, raiz de um polinômio, operações com polinômios e valor numérico de um
T R T DA B -
Ruffinni; relação entre coeficientes e raízes. Fatoração e multiplicidade de raízes e produtos
notáveis. Máximo divisor comum de polinômios;
q. Equações Polinomiais: teorema fundamental da álgebra, teorema da decomposição, raízes
imaginárias, raízes racionais, relações de Girard e teorema de Bolzano.

Perceba que os tópicos destacados acima, são referentes a nossa Mat I e parte da Mat II, que
serão repassados por meio de livros eletrônicos + videoaulas, que estão sob minha
responsabilidade. Vale ressaltar que, antes de iniciarmos os pontos efetivos referentes ao edital,
decidimos por bem darmos uma revisada na Matemática Básica, para que você possa relembrar
pontos muito importantes para o bom desempenho do nosso curso. Confie em mim! Tudo fará
diferença na sua aprovação. Leia cada detalhe! Não irá se arrepender.

Os Livros Eletrônicos do Estratégia Militar são materiais completos, com todo o arcabouço
teórico e prático, tudo isso para otimizar seu tempo de estudo. É importante, além de saber estudar
por eles, também ter uma excelente disciplina de estudos. É de suma importância a leitura atenta a
A propostas, que
possuem um grau mais elevado, oriento a fazer os exercícios resolvidos, bem como os exercícios-
modelo. Eles farão você pegar uma base mais sólida.

Além dos Livros que irão explicar cada ponto do edital, na profundidade necessária ao seu
concurso, lembro-vos ainda do acesso às videoaulas. Este material será complementar ao PDF .
Para você que tem uma certa dificuldade em matemática, segue uma dica importante: ASSISTA ÀS
VIDEOAULAS ANTES DE TUDO. Isso facilitará muito sua vida!

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 6
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Além das aulas teóricas gravadas, farei também correção de questões de provas anteriores
bem como de alguns desafios, para que fiquem um nível acima da prova. Tentarei esgotar, ao
máximo, questões do seu certame, no entanto, utilizarei questões de fixação (modelo) e questões
de outros concursos militares, para que tenha uma quantidade razoável de exercícios de cada tópico.

Nossa estratégia é trabalhar com uma teoria simples e aplicada àquilo que sua banca
realmente cobra! Nada de perda de tempo. O negócio é atingir o que cai na prova.

Preparado, futuro “ C ? Sigamos em frente!

Vamos à nossa aula!

O primeiro dos assuntos é: Notações Matemáticas. Por mais que não esteja de forma explícita
em seu edital, esses símbolos matemáticos irão aparecer em todas as questões da sua prova. Por
este motivo, é muito importante saber quais são e o que significa. Isso irá facilitar sobremaneira o
decorrer das outras aulas.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 7
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

DISPONÍVEL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO MATEMÁTICA I - ESPCEX

Aula 00
Notações Matemáticas; Teoria dos Conjuntos e Conjuntos Numéricos: representação
Demonstrativa de conjuntos, subconjuntos, operações: união, interseção, diferença e complementar.
Conjunto universo e conjunto vazio;
Disponível em
09/11/18

Aula 01
Demonstrativa Conjunto dos números naturais e inteiros: operações fundamentais, conjunto dos
números reais: operações fundamentais, módulo, representação decimal, operações
Disponível em com intervalos reais
03/12/18

Aula 02
Números Naturais e Inteiros: divisibilidade, mínimo múltiplo comum, máximo divisor
Demonstrativa comum, decomposição em fatores primos, operações e propriedades;
Disponível em Números Racionais e Reais: operações e propriedades, representação decimal,
desigualdades.
28/12/18

Aula 03
Demonstrativa
Potenciação; Radiciação; Produtos Notáveis; Fatoração; Racionalização.
Disponível em
14/01/19

Aula 04
Demonstrativa
REVISIONAL ESTRATÉGICO
Disponível em
28/01/19

Aula 05 Funções: definição, domínio, imagem, contradomínio, funções injetoras, sobrejetoras


Demonstrativa e bijetoras, funções pares e ímpares, funções periódicas; funções compostas; relações;
raiz de uma função; função constante, função crescente, função decrescente; função
Disponível em definida por mais de uma sentença; as funções y=k/x, y=raiz quadrada de x e seus
18/02/19 gráficos; função inversa e seu gráfico; e Translação, reflexão de funções.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 8
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

DISPONÍVEL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO MATEMÁTICA I - ESPCEX

Aula 06
Demonstrativa Função Linear, Função Afim: gráficos, domínio, imagem e características; variações de
Disponível em sinal; máximos e mínimos; e inequação

11/03/19

Aula 07
Demonstrativa Função Quadrática (parte 1): gráficos, domínio, imagem e características; variações de
Disponível em sinal; máximos e mínimos; e inequação produto e inequação quociente.

2/04/19

Aula 08
Demonstrativa Função Quadrática (parte 2): gráficos, domínio, imagem e características; variações
Disponível em de sinal; máximos e mínimos; e inequação produto e inequação quociente.

22/04/19

Aula 09
Demonstrativa Função Modular: o conceito e propriedades do módulo de um número real; definição,
gráfico, domínio e imagem da função modular; equações modulares; e inequações
Disponível em modulares
13/05/19

Aula 10
Demonstrativa Função Exponencial: gráficos, domínio, imagem e características da função
exponencial, logaritmos decimais, característica e mantissa; e equações e inequações
Disponível em exponenciais.
03/06/19

Aula 11
Demonstrativa Função Logarítmica: definição de logaritmo e propriedades operatórias; gráficos,
domínio, imagem e características da função logarítmica; e equações e inequações
Disponível em logarítmicas.
24/06/19

Aula 12
Demonstrativa
REVISIONAL ESTRATÉGICO
Disponível em
15/07/19

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 9
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

2 NOTAÇÃO MATEMÁTICA

1 INTRODUÇÃO

Na Matemática, a Simbologia tem um papel fundamental. Em diversas questões, por


exemplo, se você não tiver um bom domínio da linguagem matemática, a feitura das mesmas torna-
se praticamente impossível. Costumo dizer que estas notações são uma extensão do nosso alfabeto.

Veremos a seguir algumas das principais notações. Ressalto que não faz sentido trazer todas
as existentes, por fugir do intuito do seu curso.

Não se preocupe em decorar todas num primeiro momento. Este aprendizado vem com o
decorrer do curso, alinhado a muita prática de exercícios. Beleza?

Caso, durante o nosso estudo, apareça algum não mencionado na tabela abaixo, fique
tranquilo, farei o comentário necessário. Ok?

Vamos entender a dinâmica da tabela? Simbora!

2 PRINCIPAIS NOTAÇÕES

A tabela abaixo conta com as principais notações da nossa querida matemática. Vale ressaltar
que a mesma foi dividida em três colunas, a saber:

1ª Coluna - preocupei-me em apresentar a forma simbólica.

2ª Coluna - preocupei-me em descrever o nome da respectiva notação e as possíveis variações.

3ª Coluna preocupei-me em citar em qual tópico da matemática você terá um possível contato.

Veremos agora um esquematizado! Preparado? Vamos nessa, guerreiro!

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 10
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

SÍMBOLO NOMENCLATURA UTILIDADE

Desigual ou
Condições de existência de equações fracionárias.
Diferente

Igual Operações algébricas.

Adição Operações algébricas.

Subtração Operações algébricas.

Multiplicação Operações algébricas.

Divisão Operações algébricas.

Maior que Inequações.

Menor que Inequações.

Maior ou igual Inequações.

Menor ou igual Inequações.

União Teoria dos Conjuntos

Interseção Teoria dos Conjuntos

Equivalente ou
Operações algébricas.
congruente

Aproximadamente Operações algébricas.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 11
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Operador Teoria dos Conjuntos e Raciocínio Lógico.

Operador lógico
Teoria dos Conjuntos e Raciocínio Lógico.

Fatorial Análise Combinatória e Binômio de Newton.

Qualquer, ou para
Teoria dos Conjuntos e Raciocínio Lógico.
todo

Pertence Teoria dos Conjuntos e Raciocínio Lógico.

Não pertence Teoria dos Conjuntos e Raciocínio Lógico.

Existe pelo menos


Teoria dos Conjuntos e Raciocínio Lógico.
Um

I Existe um único Teoria dos Conjuntos e Raciocínio Lógico.

Não existe Teoria dos Conjuntos e Raciocínio Lógico.

Contém Teoria dos Conjuntos e Raciocínio Lógico.

Está contido Teoria dos Conjuntos e Raciocínio Lógico.

Não contém Teoria dos Conjuntos e Raciocínio Lógico.

Não está contido Teoria dos Conjuntos e Raciocínio Lógico.

Operador lógico Se
Teoria dos Conjuntos e Raciocínio Lógico.
então

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 12
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Implicação Teoria dos Conjuntos e Raciocínio Lógico.

Operador lógico
Teoria dos Conjuntos e Raciocínio Lógico.
Se e somente se

Portanto Teoria dos Conjuntos e Raciocínio Lógico.

Porque Teoria dos Conjuntos e Raciocínio Lógico.

Somatório Progressões

Tal que Teoria dos Conjuntos e Raciocínio Lógico.

Negação Teoria dos Conjuntos e Raciocínio Lógico.

Operador lógico Ou
Teoria dos Conjuntos e Raciocínio Lógico.
... ou

Está contido ou
Teoria dos Conjuntos e Raciocínio Lógico.
igual

Contém ou igual Teoria dos Conjuntos e Raciocínio Lógico.

( ) Parênteses Operações Algébricas.

{ } Chaves Operações Algébricas.

[ ] Colchetes Operações Algébricas.

Vazio Teoria dos Conjuntos e Raciocínio Lógico.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 13
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Infinito Intervalos Reais.

Delta ou
Equações Polinomiais.
discriminante

Função ou Aplicação
f: A B Função.
de A em B

AxB Produto cartesiano Teoria dos Conjuntos e Função.

Diferença de
A B= A Teoria dos Conjuntos e Inequações
Conjuntos

Complementar de B
=A B Teoria dos Conjuntos
em A

Complementar em
A AC = ~A Teoria dos Conjuntos
relação ao universo

Nº de elementos do
n(A) Teoria dos Conjuntos
conjunto A

P(A) Partes de A Teoria dos Conjuntos

Ufa! Quanta coisa! Como disse anteriormente: não se preocupe em gravar, neste primeiro
momento. Atenha-se apenas em saber que existe! Ok?

Ressalto que para este capítulo, não selecionamos questões, tendo em vista ser apenas
informações a serem utilizadas nas resoluções de problemas mais à frente.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 14
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

3 TEORIA DOS CONJUNTOS

1 INTRODUÇÃO

Vamos iniciar nossos estudos revendo e reforçando noções de Teoria de Conjuntos. Este
tópico será muito útil na resolução de questões no decorrer do nosso curso, em especial nos tópicos:
função, inequação, probabilidade etc.

Por já termos visto, no capítulo anterior, os símbolos matemáticos mais usados e úteis para o
seu concurso, daqui para frente não irei me preocupar muito em explicá-los. Excepcionalmente, farei
um breve comentário caso determinado símbolo não tenha sido objeto de explicação em momento
anterior. Isso se faz necessário, para que vocês, aos poucos, se acostumem com o linguajar
matemático.

A linguagem de conjuntos é base para a fundamentação de boa parte da matemática, além


de ser um facilitador para a interpretação de problemas matemáticos. Podemos dizer que é uma
espécie de alfabetização matemática.

Por isso, faz-se necessário uma abordagem detalhada, antes de vermos todos os tópicos do
edital em potencial.

2 CONCEITOS BÁSICOS

Noções Primitivas são aquelas aceitas sem uma certa definição formal, ou seja, sua
construção é feita a partir do cotidiano alinhado aos exemplos ilustrativos, que definem suas
principais características.

Em outras palavras, tudo que tem um conceito de caráter primitivo, sua definição é vaga (não
existe). Por este motivo, são feitas convenções para atender esta falta de informação. Não entrarei
em discussões axiomáticas para determinar certas definições, pois isto não cabe ao objetivo do
nosso curso.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 15
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Dentro da Teoria de Conjuntos, a linguagem matemática aceita três conceitos primitivos, são
eles: conjunto, elemento e pertinência de elemento a um conjunto.

Vamos entender cada um deles?

a) Conjuntos:

Por ser um conceito primitivo, ou seja, não possuir uma definição precisa, entendemos que é
toda reunião ou agrupamento de elementos bem definidos. Sua representação matemática,
usualmente, é feita por letras maiúsculas do nosso alfabeto.

Uma outra característica dos Conjuntos, bastante útil na resolução de questões, é o fato de
todos os conjuntos não vazios, ao serem listados, são escritos com um par de chaves em suas
extremidades. Preste bastante atenção: sempre o par de chaves mais ao extremo da representação
é que determinará o conjunto. Em outras palavras, o que estiver entre este par será considerado
elemento.

Imaginemos um determinado conjunto A, formado pelos números naturais maiores que 0 e


menores que 6. Uma das possíveis formas de representação matemática seria:

A = {1, 2, 3, 4, 5}
.

Perceba que a letra maiúscula A é o nosso conjunto. Observe ainda que o par de chaves
delimita quais elementos pertence a ele. Resumindo:

 A: conjunto.
 Par de chaves: delimita o conjunto dado.
 1, 2, 3, 4, 5: são elementos do conjunto A, que são separados por vírgulas.

Você deve estar se perguntando o porquê dos números 0 e 6


não pertencerem ao conjunto A. Explico da seguinte forma: o
enunciado pediu números naturais maiores que 0, ou seja, o
próximo será o 1, assim como menores que 6, que por
consequência é o 5. Tranquilo?

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 16
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Imaginemos outro conjunto, agora representado pela letra B, formado pelos números
pertencentes ao conjunto dos números inteiros compreendidos no intervalo fechado (quando se diz
fechado, entende-se que inclui as extremidades) de 0 a 5. Assim, uma das possíveis formas de
representação matemática seria:

B = {0, 1, 2, 3, 4, 5}

Perceba que a letra maiúscula B é o nosso conjunto. Observe ainda que o par de chaves
delimita quais elementos pertence a ele. Resumindo:

 B: conjunto.
 Par de chaves: delimita o conjunto dado.
 0, 1, 2, 3, 4, 5: são elementos do conjunto B, que são separados por vírgulas.

Você deve estar se perguntando o porquê dos números 0 e 5, neste caso, pertencerem
ao conjunto. Explico da seguinte forma: o enunciado pediu números naturais
compreendidos no intervalo fechado de o a 5, ou seja, quando se diz fechado, subtende-
se que inclui as extremidades do intervalo. De modo diverso, se a questão pedisse com
base em um intervalo aberto nas extremidades, estes números não entrariam no
cômputo da questão.

b) Elemento:

São os objetos (coisas) bem definidos, que compõe um conjunto não vazio. Comumente, as
representações destes elementos são feitas por letras minúsculas.

Uma outra característica na descrição dos elementos de cada conjunto é a de separá-los por
meio de vírgulas ou ponto e vírgula.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 17
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Perceba, no exemplo abaixo, que o conjunto C é formado por elementos que são as vogais do
nosso alfabeto:

C = {a, e, i, o, u}

Resumindo:

 C: conjunto
 Par de chaves: delimita o conjunto dado
 a, e, i, o, u: são elementos do conjunto C, que são separados por vírgulas.

Deixo aqui uma observação bastante valiosa: um conjunto pode assumir também, a
depender do contexto, a característica de um elemento. Esse é um ponto que muitos dos
alunos escorregam em prova, mas você, aluno do Estratégia, não cairá nessa, certo?
Vamos entender com um exemplo motivacional.

Imaginemos o conjunto abaixo descrito:

D = {2, 3, 5, {7}}

É fácil perceber que o conjunto acima possui quatro elementos, sendo que um deles é
representado com uma característica diferente dos demais, qual seja, está descrito por meio de um
par de chaves. Este elemento é essencialmente um conjunto, que assumiu no exemplo acima, a
característica de um elemento do conjunto D. Resumindo:

 D: conjunto.
 Par de chaves: delimita o conjunto dado.
 2, 3, 5, {7}: são elementos do conjunto D, que são separados por vírgulas.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 18
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

c) Pertinência de Elemento a um Conjunto:

Esta relação serve para verificar se determinado objeto é ou não elemento de um dado
conjunto.

A pertinência de um elemento a um determinado conjunto é representado pelos símbolos


(pertence) ou (não pertence), respectivamente.

Não existe relação de pertinência de subconjunto para conjunto. Esta relação só é


utilizada para avaliações de elemento para conjunto.

A = {1; {3}; 7; 9}

 A A: (Conjunto para Conjunto)


 {3} A: (Elemento para Conjunto)

A partir do exemplo acima podemos extrair as seguintes informações, quais sejam: um


conjunto nunca será elemento dele mesmo e nos casos de um conjunto, por suas características, ser
também elemento de outro conjunto, podemos sim, de forma excepcional e ponderada, fazer a
relação de pertinência.

Vejamos alguns exemplos desta relação muito recorrente em provas, com base nos conceitos
vistos anteriormente, ok?

1. (Exercício - Modelo)
Coloque V (verdadeiro) ou F (falso) nas sentenças abaixo sabendo-se que
A = {1, 2, 3, 4},
B = {4, 5, 6},
C = {{1}, {2, 3}, {1, 2, 3, 4}},
D = {1, 2, 3, 4, 5, 6}

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 19
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

a) 1D( )
b) 3B( )
c) 1C( )
d) 4A( )
e) {1}  C ( )
f) {2, 3}  C ( )
g) {{1}} C ( )
h) {1}  D ( )
i) {4,5}  D ( )
j) 5B( )

Comentários:
Observe que a questão nos traz assertivas com relações de pertinência, ou seja, análises de
elementos para conjuntos. Desta forma,
conjuntos apresentados.

Na letra a, temos: assertiva verdadeira, tendo em vista que o elemento 1 está de fato descrito
no conjunto D, ou seja, pertence ao conjunto mencionado.

Na letra b, temos: assertiva verdadeira, tendo em vista que o elemento 3 de fato NÃO está
descrito no conjunto B, ou seja, não pertence ao conjunto mencionado.

Na letra c, temos: assertiva falsa, tendo em vista que o elemento 1 NÃO está descrito no
conjunto C. Observe ainda, que o elemento 1 é diferente de {1}. Este último sim, é elemento do
conjunto mencionado.

Na letra d, temos: assertiva verdadeira, tendo em vista que o elemento 4 está de fato descrito
no conjunto A, ou seja, pertence ao conjunto mencionado.

Na letra e, temos: assertiva verdadeira, tendo em vista que o elemento {1} está de fato
descrito no conjunto C, ou seja, pertence ao conjunto mencionado. Fique atento que apesar do
elemento aparecer com um par de chaves, ele possui característica de elemento, por estra descrito,
separado por um par de vírgulas e possuir um par de chaves mais ao extremo, que delimita o
conjunto C.

Na letra f, temos: assertiva verdadeira, tendo em vista que o elemento {2,3} está de fato
descrito no conjunto C, ou seja, pertence ao conjunto mencionado.

Na letra g, temos: assertiva falsa, tendo em vista que o elemento {{1}} NÃO está descrito no
conjunto C, ou seja, não pertence ao conjunto mencionado. Observe que o elemento {1} que
pertence ao conjunto. Digo ainda que {{1}} é subconjunto de C, mas este ponto será apresentado
mais à frente.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 20
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Na letra h, temos: assertiva falsa, tendo em vista que o elemento {1} NÃO está descrito no
conjunto D, ou seja, não pertence ao conjunto mencionado. Observe que o elemento 1 que pertence
ao conjunto. Digo ainda que {1} é subconjunto de D, mas este ponto será apresentado mais à frente.

Na letra i, temos: assertiva falsa, tendo em vista que o elemento {4,5} NÃO está descrito no
conjunto D, ou seja, não pertence ao conjunto mencionado. Observe que os elementos 4 e 5 que
pertencem ao conjunto. Digo ainda que {4,5} é subconjunto de D, mas este ponto será apresentado
mais à frente.

Na letra j, temos: assertiva falsa, tendo em vista que o elemento 5 de fato está descrito no
conjunto B, ou seja, pertence ao conjunto mencionado.

Gabarito: a) V b) V c) F d) V e) V f) V g) F h) F i) F j) F

2. (Exercício - Modelo)
Dado o conjunto P  0,0 ,, , considere as afirmativas:
I) 0 P
II) 0  P
III)  P

Com relação a estas afirmativas conclui-se que:


a) todas são verdadeiras.
b) apenas a I é verdadeira.
c) apenas a II é verdadeira.
d) apenas a III é verdadeira.
e) todas são falsas.

Comentário:

Observe, abaixo, quais dados podemos inferir do enunciado da questão.

 P é o conjunto a ser analisado

 0, {0}, , { } são elementos do conjunto P

Já sabemos que para fazer relações de elemento para conjunto deve-se utilizar a PERTINÊNCIA.

Passaremos analisando cada item, ok?

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 21
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

No item I, temos: assertiva verdadeira, tendo em vista que o elemento {0} está de fato
descrito no conjunto P, ou seja, pertence ao conjunto mencionado.

No item II, temos: assertiva verdadeira, tendo em vista que o elemento {0} está contido no
conjunto P, ou seja, ele é um subconjunto. Perceba que ele deriva do elemento 0.

No item III, temos: assertiva verdadeira, tendo em vista que o elemento está descrito no
conjunto A, ou seja, pertence ao conjunto mencionado.

Gabarito: A

3 DESCRIÇÃO E REPRESENTAÇÃO DE CONJUNTOS

Em linhas gerais, existem três formas de representação de conjuntos, quais sejam:

a) Enumeração ou Listagem:

Nesta forma de representação, os conjuntos são descritos, listando todos seus elementos,
que estarão sempre entre chaves.

A = {a; b; c}

B = {2; 3; 5; 7}

Das aplicações acima, podemos deduzir que, cada par de chaves, mais ao extremo possível,
representa um determinado conjunto.

A = {1; {2}; 3}

O conjunto A possui os elementos: 1; {2}; 3.

Perceba que o elemento {2} também é um conjunto, que está sendo tratado como elemento
de A, ou seja: {2} A

Observe que o conceito de elemento é relativo. Por exemplo, um conjunto pode ser
elemento de outro conjunto.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 22
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

b) Característica ou Propriedade:

É uma forma sintética de listagem. Neste caso, o conjunto é representado por uma
propriedade comum a todos os elementos.

A = {x/x é vogal} B = {x /1 x 5}

É de fácil percepção que o conjunto A é formado pelas vogais do nosso alfabeto. Por sua vez,
o conjunto B, é formado pelos números naturais pertencentes ao intervalo fechado de 1 a 5. Essa é
a leitura correta feita pelas representações dos conjuntos acima. Perceba que a representação por
Característica ou Propriedade é uma forma bem reduzida de apresentar um conjunto com muitos
elementos.

c) Diagrama de Venn-Euler

Nada mais é que listar os elementos dentro de uma linha poligonal fechada, em regra, um
círculo que contorna todos os elementos.

Cada objeto descrito dentro do diagrama pertencerá ao conjunto mencionado. Por sua vez,
não pertencerão ao conjunto, aqueles elementos descritos fora desta linha poligonal.

4 CONJUNTOS NOTÁVEIS

a) Conjunto Vazio:

É aquele conjunto que não possui elemento algum. Isso se faz possível pelo fato deste
conjunto ser definido por uma sentença contraditória.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 23
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

A = {x /0 X 1}

Perceba que na listagem acima o conjunto A é vazio, pois não existe elemento natural que
pertença ao intervalo entre 0 e 1.

O conjunto vazio pode ser representado, então, por três formas diferentes:

 A=
 A={ }
 A = {x / x é aluno do Estratégia reprovado na EsPCEx}; Sentença Contraditória

Muito cuidado com as pegadinhas de prova. O vazio dentro de um par de chaves TORNA-
SE ELEMENTO, ou seja, o dado conjunto deixa de ser vazio e passa a ser unitário.

A={ } Conjunto Unitário, com o como elemento.

b) Conjunto Unitário:

É o conjunto no qual apenas um elemento satisfaz as características apresentadas.

C = {x / x é par e primo} C = {2}

c) Conjunto Universo:

É o conjunto fundamental para a determinação das soluções de um problema. Este conjunto


possui todos os elementos possíveis, por ser o mais amplo. Sua representação é dada pela letra
maiúscula U.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 24
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Exemplo: Resolva a equação no conjunto dos números reais.

4
x2  0
9
4 2
x x 
9 3
 2 2
Logo : S   ;  
 3 3

Ou seja, a equação acima possui duas soluções nos reais (conjunto universo), que possui
todos os tipos de números naturais, inteiros, racionais e irracionais.

Perceba que, caso o conjunto universo da questão fosse o conjunto dos naturais, o problema
não possuiria solução, pelo simples fato de as soluções não pertencerem a este conjunto.

Quando determinada questão não mencionar o conjunto universo, deve-se considerar


o mais amplo possível, para fins de resolução.

d) Conjunto Finito:

É todo conjunto que possui uma quantidade limitada de elemento, ou seja, fazendo-se o
processo de contagem destes elementos, chega-se ao fim.

A = {x /0 x 3} A = {0; 1; 2; 3} ; possui 4 elementos

e) Conjunto Infinito:

É todo conjunto que possui uma quantidade ilimitada de elementos, ou seja, não se dá para
contar.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 25
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

B = {1; 3; 5; 7; 9; ...} B = { x/ x é ímpar} ; possui infinitos números primos

f) Conjunto Solução:

Também chamado de conjunto verdade, é o conjunto das respostas (soluções) de um


problema dado. Sua representação é dada pela letra maiúscula S.

Ex. 2x 1 = 0
2x = 1
1
x=
2

1 
Logo, o conjunto solução é S=  
2

g) Conjuntos Iguais:

Por definição, dois conjuntos são ditos iguais quando possuírem os mesmos elementos,
independente da ordem que estejam listados, bem como da quantidade apresentada.

A = {2; 5; 7}
B = {5; 2; 7}
A=B

Assim, para dois conjuntos serem iguais, deve-se ocorrer a seguinte relação:

A=B { x; x Aex B}

Vejamos agora um exemplo bem ilustrativo para que você não caia nesta pegadinha em
prova. Ok?

Imagine o conjunto K, formado pelos elementos (letras) da palavra AMAR:

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 26
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

E = {a; m; a; r},

Imagine ainda o conjunto W, formado pelos elementos (letras) da palavra AMARRAR:

W = {a; m; a; r; r; a; r}

Este exemplo é bastante prático para que possa observar que não há necessidade de
repetir elementos de um mesmo conjunto; basta indicar uma só vez. Ou seja, podemos perceber
que os conjuntos mencionados são iguais entre si. Observe!

E = W = {a; m; a; r} = {a; m; a; r; r; a; r} = {a; m; r}

h) Conjuntos Diferentes ou Desiguais:

Dois conjuntos são ditos diferentes quando pelo menos um dos elementos que pertença a
um dos conjuntos não pertença ao outro conjunto.

C = {1; 3; 7}
D = {3; 7}
C D

Observe que o elemento 1 não pertence ao conjunto D, logo, C D

i) Conjuntos Disjuntos:

Dois conjuntos são ditos disjuntos quando não possuem interseção, ou seja, não existe
elemento em comum.

Desta forma, sua interseção é vazia.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 27
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

j) Subconjunto:

Diz-se que A é subconjunto de B se, e somente se, todo elemento de A for também elemento
de B. Em notação matemática, tem-se:

A B { x A x B}

Quando A é subconjunto de B, dizemos que A está contido em B (A B), B contém A (B A)


ou até A é parte de B.

Estes símbolos representam as relações de inclusão/continência. Relações estas que só


podem ser feitas de subconjunto para conjunto e vice-versa.

A = {2; 5; 9}
B = {2; 5; 7; 9}
Perceba que A B e B A. Ou seja, A é subconjunto de B.

Todo subconjunto também é considerado um conjunto e todo conjunto é


subconjunto, no mínimo, do conjunto Universo.

O conjunto vazio é subconjunto de qualquer conjunto, seja este último vazio ou não.

A ; A

Este tema, subconjuntos, é muito recorrente em provas, por este motivo, elenco abaixo
algumas propriedades de inclusão.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 28
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

 P 1: A U
 P2: A A
 P 3: A BeB A A=B
 P4 “ A A
2n

k) Conjunto das Partes ou Conjunto Potência:

É o conjunto formado pelos subconjuntos de dado conjunto. Sua representação é dada pela
letra maiúscula P.

Imaginemos o conjunto A formado pelos elementos 1, 2 e 3.

A = {1; 2; 3}

O conjunto potência de A é:
P(A) = { ; {1}; {2}; {3}; {1;2}; {2;3}; {1;3}; {1;2;3}}

Observe que o é subconjunto de qualquer conjunto. Repare ainda que todo conjunto é
subconjunto dele próprio e que todo subconjunto não fica explícito na representação do conjunto
inicial.

Todo subconjunto, exceto o , será representado por elementos com par de chaves.
Essa dica ajuda e muito na resolução de questões.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 29
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

5 OPERAÇÕES ENTRE CONJUNTOS

a) União ou Reunião:

Dados dois conjuntos A e B, define-se A B como o conjunto formado por todos os elementos
que pertencem ao conjunto A ou ao conjunto B.

A B = {x/x A ou x B}

F E , ou seja, o elemento x pode


pertencer somente a A, somente a B ou a ambos. Assim, para exemplificar:

A = {2; 5; 7}
B = {1; 7; 9}
A B = {1; 2; 5; 7; 9}

Para fins de prova, vale ressaltar algumas propriedades da União de Conjuntos:

 A  A  A (Idempotente)
 A  A (Elemento Neutro)
 A  B  B A (Comutativa)
  A  B  C  A  B  C (Associativa)
 A 
 A ( B  C )  ( A B)  (A C)

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 30
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

b) Interseção ou Intersecção:

Esta operação, representada por A B, define o conjunto formado pelos elementos comuns
ao conjunto A e ao conjunto B.

A B = {x/ x Aex B}

F E x deve
pertencer tanto ao conjunto A quanto ao conjunto B.

Dois conjuntos são disjuntos quando sua interseção for VAZIA , ou seja, não possui
elemento.

Perceba, abaixo, algumas das propriedades da Interseção de Conjuntos:

 AA  A (Idempotente)
 A  

 A  B  B A (Comutativa)
  A  B  C  A  B  C (Associativa)
 A  A (Elemento Neutro)
 A ( B  C )  ( A B)  (A C)

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 31
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

c) Diferença:

Considere dois conjuntos A e B quaisquer, define-se A B o conjunto formado por elementos


de A que não pertencem a B. Ou seja:

A B = {x/x Aex B} B A = {x/x Aex B}

A diferença de conjuntos não exige que B A. Esta condição só se faz presente na


operação complementar de conjuntos, que será vista a seguir.

Seguem, abaixo, algumas propriedades da diferença de conjuntos.

 A- =A

 A- =
 A A=
 A B B A ; se A B
 Se A e B forem disjuntos, então A B = A

c) Complementar:

Sejam A e B dois conjuntos quaisquer, com a seguinte condição B A, denomina-se


complementar de B em relação a A, o conjunto dos elementos que se deve acrescentar a B para que
este fique igual ao A.

Note que o complementar de B em A, representado por ou (B) , só está definido quando


B A.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 32
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

=A B

Este tópico é muito delicado, tendo em vista as suas diversas representações. Vamos a elas!

CUA   A  AC  A'  A  A

Todas estas representações são sinônimas, ou seja, representam o complementar de A em


relação ao universo. Cabe ressaltar que este complementar está definido tendo em vista A ser
subconjunto de (Conjunto Universo).

Vamos nos atentar às propriedades do complementar

 =

 =
 A ( )= ( ) = (AC)C = A

Esta última nos mostra que o complementar do complementar é o próprio conjunto. A grosso
modo, se tivermos um número par de Operações Complementar, a operação nos levará ao conjunto
original.

Por meio desta operação surgem duas propriedades que caem muito em prova: as Leis de De
Morgan.

A B  A B
A B  A B

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 33
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

d) Diferença Simétrica:

Dados dois conjuntos A e B, define-se A B, o conjunto formado por todos os elementos dos
conjuntos A e B, mas que não pertençam a ambos ao mesmo tempo. Assim, na diferença simétrica,
o conjunto é formado por elementos que pertencem só ao conjunto A e só ao conjunto B.

AB   A  B  B  A    A  B   A  B

Vejamos algumas de suas propriedades:

 A A=
 A B=B A (Comutativa)
 A = A (Elemento Neutro)

6 CARDINALIDADE DA UNIÃO ENTRE CONJUNTOS PRINCÍPIO DA INCLUSÃO E EXCLUSÃO

Cardinalidade da União de Conjuntos:

Chama-se cardinalidade de um conjunto A (finito), o número de elementos desse dado


conjunto. Podemos ainda encontrar, segundo o Princípio da Inclusão e Exclusão, a cardinalidade da
União de dois ou mais conjuntos. Irei apresentar somente até três conjuntos, tendo em vista ser o
suficiente para o seu certame.

Existem algumas formas de representação, a saber:

n (A) ; NA ; A ; card A

É fácil notar que a cardinalidade do conjunto vazio é zero. Podemos ainda perceber que, se A
e B forem disjuntos, temos a cardinalidade da União dada por:

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 34
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

A B    n(A B)  n(A)  n(B)

Por sua vez, nos casos de A e B não serem disjuntos, temos que:

n(A B)  n(A)  n(B)  n(A B)

Ex.

A = {2, 3, 5}

B = {5, 7, 9}

A B = {2, 3, 4, 5, 7, 9} n(A B) = n(A) + n(B) n(A B) = (3 + 3) 1 = 5 elementos

Analogicamente, temos, a equação para calcular a cardinalidade de três conjuntos finitos.


Vamos a ela?

Imaginemos três conjuntos finitos A, B e C, conforme o diagrama abaixo:

A cardinalidade da União dos conjuntos A, B e C, será representada pela seguinte equação:

n( A B  C)  n( A)  n( B)  n(C)  n( A B)  n( A C)  n( B  C)  n( A B  C)

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 35
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Importante saber também que, podemos calcular a cardinalidade do Conjunto das Partes,
ou seja, saber a quantidade de subconjuntos de determinado conjunto. Para descobrir esta
quantidade, basta calcular uma potenciação. Vamos a ela?

# (P (A)) = 2#(A)

Por exemplo. Imaginemos um conjunto A com 4 elementos. Para calcular a quantidade de


subconjuntos de A, basta fazer:

# (P (A)) = 2#(A) -> # (P (A)) = 24 = 2.2.2.2 = 16 subconjuntos.

Fácil, não? Pois é! Nunca esqueça dessa dica!

Vamos dar uma olhada como esses tópicos são cobrados?

3. (Exercício - Modelo)
Considere os seguintes conjuntos: A = {1, 2, {1,2}} B = {{1}, 2} e C = {1, {1}, {2}}
Assinale abaixo a alternativa falsa:
a) A  B = {2}
b) B  C = {{1}}
c) B C = A  B
d) B  A
e) A  P(A) = {{1,2}}, onde P(A) é o conjunto dos subconjuntos de A.

Comentário:

Vamos ver que dados podemos inferir do enunciado da questão.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 36
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

 A = {1, 2, {1,2}} é um dos conjuntos serem analisados

 B = {{1}, 2} é um dos conjuntos serem analisados

 C = {1, {1}, {2}} é um dos conjuntos serem analisados

Já sabemos que para fazer relações de elemento para conjunto deve-se utilizar a PERTINÊNCIA.

Passaremos analisando cada alternativa, para acharmos a falsa, ok?

Na letra a, temos: assertiva verdadeira, pois, A  B = {2} , que é o elemento em comum.

Na letra b, temos: assertiva verdadeira, pois, B  C = {{1}}, que é o elemento em comum. Perceba
que a resposta tem um duplo par de chaves, isto se dá pelo fato da resposta da operação Interseção
ser sempre precedida de um par de chaves, que somada a já existente do elemento, torna-se um
duplo par.
Na letra c, temos: assertiva verdadeira, pois, B C = {2} = A  B, que são conjuntos iguais.

Na letra d, temos: assertiva falsa, pois, B A , tendo em vista nem todos os elementos de B
pertencerem ao conjunto A.

Na letra e, temos: assertiva verdadeira, pois, A  P(A) = {{1,2}}, onde P(A) é o conjunto dos
subconjuntos de A.

Gabarito: D

4. (Exercício - Modelo)

Sobre A, B, C, três subconjuntos quaisquer do universo, considere as proposições:


1) A   = 
2) A  U = U
3) A  A = A
4) A  (B  C) = (A  B)  (A  C)
5)   A
6) A B = {x  U / x  A e x  B}

Das proposições acima são verdadeiras:


a) 3, 5 e 6
b) 2, 3 e 5

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 37
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

c) 1, 3 e 5
d) 2, 3 e 4
e) todas
Comentário:

Já conhecemos algumas propriedades da Teoria dos Conjuntos. Podemos então, analisar cada
assertiva.

Na 1, temos: assertiva falsa, pois, A   = A, tendo em vista que na União o conjunto Vazio é
elemento neutro.

Na 2, temos: assertiva verdadeira, pois, A  U = U, tendo em vista que todo conjunto, a exemplo
do conjunto A, é subconjunto do Universo, assim, a operação União resulta o maior deles.

Na 3, temos: assertiva verdadeira, pois, A  A = A, devido a propriedade da Idempotência.

Na 4, temos: assertiva falsa, pois, A  (B  C) = A  B  C. O que difere da afirmativa do enunciado.

Na 5, temos: assertiva verdadeira, pois, o conjunto vazio está contido em qualquer outro conjunto.

Na 6, temos: assertiva falsa, pois, A B = {x  U / x  A e x B}. Ou seja, a diferença de conjuntos A


B, resulta elementos que pertençam a A, mas não a B.

Gabarito: B

5. (Exercício - Modelo)
Considerando os conjuntos A= {x; y; z} e B= {p; u; v; x}, assinale a alternativa que apresenta o conjunto
formado pelos elementos que pertencem a A ou pertencem a B.

a) {x}

b) {p; u; v}

c) {v; x; y; z}

d) { }

e) {p;u;v;x;y;z}

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 38
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Comentário:

Já conhecemos algumas Operações de Conjuntos. Podemos então, analisar a questão sem mais
problemas.

Quando o enunciado diz: conjunto formado pelos elementos que pertencem a A ou pertencem a B,
ele está querendo que encontre os elementos da União destes dois conjuntos.

Assim, temos:

A B = {x; y; z} {p; u; v; x} = {p;u;v;x;y;z}

Gabarito: E

6. (Exercício - Modelo)
D A B C “ A B Ø C A B, é correto afirmar que

B C C

A C A

c) A C = A.

d) B C = Ø.

e) A C.

Comentário:

Q A B Ø
possuem elementos em comum. Assim, a União destes conjuntos nada mais será que a junção de
todos os elementos. Desta forma, podemos afirmar que o conjuntos C possui todos os elementos de
A e de B, ao mesmo tempo.

Com as informações acima, podemos concluir que o conjunto C contém os conjuntos A e B.

Vamos ilustrar elementos para estes conjuntos, para ficar mais simples. Simbora!

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 39
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

 A = {1}
 B = {2}
 C = A B = {1, 2}

Opa! Ficou mais simples, né! Vamos agora analisar cada assertiva.

Na letra a, temos: assertiva falsa B C = {2}.

Na letra b, temos: assertiva verdadeira A C

Na letra c, temos: assertiva falsa, pois, A C = {1, 2}.

Na letra d, temos: assertiva falsa, pois, B C = {1, 2}.

Na letra e, temos: assertiva falsa, pois, A C , pois trata-se de relação entre conjuntos.

Gabarito: B

7. (Exercício - Modelo)

Considere os conjuntos A = {1, 2, 3} e B = {1, 2, 3, 4, 5}. O número de elementos de CBA é:

a) 0.

b) 1.

c) 2.

d) 3.

e) 5.

Comentário:

Quando o enunciado nos diz CBA, ele quer saber o complementar de A em relação a B. Ou seja, quais
elementos faltam ao A para que ele se iguale ao conjunto B.

Assim, temos que:

CBA = B A = {1, 2, 3, 4, 5} - {1, 2, 3} = {4, 5}.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 40
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Ou seja, faltam dois elementos.

Gabarito: C

8. (Exercício - Modelo)

Dado o conjunto A = {1, 2, {1}, {2}, {3}, {1,2}} e as afirmações:

I) {1} A

II) {1} A

III) {1,2,3} A

IV) 3 A

Considerando V (verdadeiro) e F (falso) pode-se dizer que as afirmações I, II, III e IV são,
respectivamente:

a) V, F, V, V

b) V, V, F, F

c) V, F, F, V

d) V, V, V, F

Comentário:

Vamos analisar cada assertiva. OK?

Na 1, temos: assertiva verdadeira, pois, se 1 A, então {1} A, que é subconjunto de A.

Na 2, temos: assertiva verdadeira, pois, {1} A. Este elemento está de fato descrito no conjunto.

Na 3, temos: assertiva falsa, pois o subconjunto {1,2,3} não é possível ser formado com os
elementos pertencentes a A.

Na 4, temos: assertiva falsa, pois o elemento 3 não está descrito no conjunto A. Fique atento: 3 é
diferente de {3}.

Gabarito: B

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 41
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

9. (Exercício - Modelo)

Dados três conjuntos M, N e P não vazios, tais que M N = P. Considere as afirmativas:

I) P N Ø
II) M P P
III) P M N M

Com relação a estas afirmativas, conclui-se que:


a) Todas são verdadeiras
b) Somente a II e a III são verdadeiras
c) Somente a I e a II são verdadeiras
d) Somente a I e a III são verdadeiras
e) Nenhuma é verdadeira

Comentário:

Vamos utilizar a técnica de inclusão de valores para os conjuntos, para que possa ficar mais simples
a explicação. Blz?

Imaginemos, então:

 M = {1, 2}
 N = {2}

Assim, a diferença entre esses conjuntos ficaria: M N = P = {1}

Passaremos agora a analisar cada assertiva apresentada pela banca.

Na 1, temos: assertiva verdadeira, pois, P N Ø. Isso se verifica pelo fato dos conjuntos serem
disjuntos.

Na 2, temos: assertiva verdadeira, pois, M P

Na 3, temos: assertiva verdadeira, pois, P M N {2} = {1, 2} = M

Gabarito: A

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 42
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

10. (Exercício - Modelo)

Se A  B = {0, 1, 2, 3, 4}, A  B = {2, 3} e A B = {0, 1}, então A e B serão :


a) A = {1,2,3} e B = {0,2,3,4}
b) A = {2, 3} e B = {0, 1, 2, 3, 4}
c) A = {2, 3, 4} e B = {0, 1, 2, 3}
d) A = {0, 1, 2, 3} e B = {2, 3, 4}
e) A = {0, 1, 2, 3, 4} e B = {2, 3}

Comentário:

Vamos analisar cada dado fornecido pelo enunciado.

 A B = {0, 1} mostra os elementos que só pertencem ao conjunto A

 A  B = {2, 3} mostra os elementos comuns aos dois conjuntos.

Podemos concluir que:

A = {0, 1, 2, 3}

Sabendo que A  B = {0, 1, 2, 3, 4}, e que A = {0, 1, 2, 3}, pode-se concluir que o elemento 4
pertence ao conjunto B.

Assim,

B = {2, 3, 4}

Gabarito: D

Entramos, por fim, no último tópico a ser abordado nesta aula. Espero que estejam gostando.
Sigamos em frente, Futuro Sargento!

4 INTERVALOS REAIS

1 INTRODUÇÃO

A V M
o que tem a ver intervalos reais com Teoria dos C Eu respondo: TUDO!

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 43
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Neste novo tópico, iremos trabalhar em especial, com: subconjuntos dos números reais,
representados por meio de retas, que são (levando em consideração o conceito geométrico) um
conjunto de pontos.

Perceba que uma reta real numérica possui infinitos pontos e cada ponto desse representa
um número real. Assim, é de suma importância saber realizar operações entre esses conjuntos, em
especial para soluções de equações, inequações, funções etc.

Imaginemos uma reta orientada para a direita, ou seja, os números crescem à medida em que
se afastam da origem (ZERO) em direção à orientação da reta. A partir dessa reta e dessa origem,
vamos selecionar dois pontos quaisquer a e b, de modo que eles sejam distintos entre si.

Lembre-se que, se estamos diante de uma reta numérica, ou seja, cada ponto selecionado
representa um número real. Assim, temos a seguinte constatação:

A partir deste exemplo modelo, podemos tirar algumas conclusões, quais sejam:

a
b
a 0
b0
a b
a b
Ainda deste exemplo, podemos entender que, dados dois números reais a e b, uma e apenas
uma das três seguintes é verdadeira.

a=b ou a>b ou a<b

Estas relações formam a tricotomia dos números reais. Delas recorrem algumas
propriedades, quais sejam:

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 44
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

a  b  a b  0
a  b  a b  0
a  b  a b  0
Para o nosso estudo, tenha em mente que estes elementos a e b escolhidos representam as
extremidades superiores e inferiores, respectivamente. Saiba ainda que o espaço delimitado por
estas extremidades é chamado de INTERVALO REAL, o qual possui infinitos números reais.

b 0 a

Na figura acima temos:

 b: extremidade inferior
 a: Extremidade superior
 0: Origem
 Segmento em vermelho: subconjunto dos reais com infinitos elementos (números)

Em outras palavras, o intervalo real é o modo mais prático de se representar um conjunto


numérico com muitos elementos.

2 INTERVALOS

Para entendermos os diversos tipos de intervalos, precisamos adotar dois números reais a e
b, sendo a < b. A partir de agora, vamos considerar alguns subconjuntos importantes dos reais.
Beleza?

1º) O conjunto formado pelos reais compreendidos entre a e b, não incluindo a e b, é denominado
intervalo aberto e representado por ]a ; b[ ou (a ; b)

a, b   a, b  x  a  x  b

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 45
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Representação:

2º) O conjunto formado por a e b e pelos reais compreendidos entre a e b é denominado intervalo
fechado e representado por [a ; b]

a, b  x  a  x  b

Representação:

Note que, por se tratar de intervalo que inclui os elementos a e b, as extremidades ficam com a

3º) Intervalo aberto à esquerda e fechado à direita:

a, b   a, b  x  a  x  b

Representação:

Note que, por se tratar de intervalo que inclui somente o elemento b, esta extremidade fica com a

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 46
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

4º) Intervalo fechado à esquerda e aberto à direita:

a, b  a, b   x  a  x  b

Representação:

5º) Intervalo fechado à esquerda e aberto em mais infinito:

a,   a,   x  x  a

Representação:

6º) Intervalo aberto à esquerda e aberto em mais infinito:

a,    a,   x  x  a

Representação:

7º) Intervalo aberto menos em infinito e fechado à direita:

,a    ,a   x  x  a

Representação:

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 47
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

8º) Intervalo aberto em menos infinito e aberto à direita:

,a   ,a   x  x  a

Representação:

Os símbolos - (leia =: menos infinito) e + (leia: mais infinito) não representam números reais.
N

Note que, por se tratar de intervalo que inclui somente o elemento a, esta extremidade fica com a
.

Observe o intervalo abaixo:

A partir dele podemos extrair algumas conclusões bastantes importantes para sua prova.

Supondo que esta reta real seja a representação do conjunto A, então:

A = {x /x 0 ou x 0}

A={x /x 0}

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 48
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

3 OPERAÇÕES ENTRE INTERVALOS

Assim como na Teoria dos Conjuntos, na qual aprendemos operações entre conjuntos finitos,
neste capítulo iremos entender como realizar as operações de união, interseção e diferença de
intervalos reais.

Para um bom entendimento, é necessário que a teoria seja explícita a partir de um exemplo
prático. Assim, tomemos os exercícios abaixo como motivadores.

Imaginemos dois intervalos reais A e B, tais que:

A = [0 ; 7[ B = [1 ; 5[

a) União de Intervalos:
Nesta operação, devemos descrever cada conjunto em sua respectiva reta real, para que a
partir da O U J U
conjunto sempre vence. Ou seja, aquele que possui as maiores extremidades em valores
absolutos. Vale destacar que, além do dos elementos do conjunto vencedor, o resultado
deverá também possuir os elementos que não são comuns a ele.

Vejamos um exemplo!

Assim, (A B) = [0 ; 7[ , que representa o conjunto de maior extremidade.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 49
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

b) Interseção de Intervalos:
Nesta operação, devemos descrever cada conjunto em sua respectiva reta real, para que a
partir daí possamos fazer a Operação da Interseção em si. Já é sabido que, na Interseção, o
O dades em
valores absolutos. Vale destacar que, no resultado desta operação, todos os elementos
deverão pertencer a todos os conjuntos mencionados.

Vejamos um exemplo!

Assim, (A B) = [1 ; 5[ , que representa o intervalo comum aos dois conjuntos.

c) Diferença de Intervalos:
Nesta operação, devemos descrever cada conjunto em sua respectiva reta real, para que a
partir daí possamos fazer a Operação Diferença em si. Já é sabido que, na Diferença de
Conjuntos, o que interessa são os elementos que pertençam a somente um dos conjuntos
mencionados. Vale destacar que, o resultado deverá possuir os elementos que pertençam ao
primeiro, mas não ao segundo conjunto. Vejamos um exemplo!

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 50
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Assim, (A B) = [0; 1[ [5; 7[ , que representa os intervalos só pertencentes ao conjunto A, ou


seja, que não estão em B.

Abordaremos questões de bancas militares da EsPCEx, bem como de outras escolas,


justamente para melhor fixar o conteúdo! Vamos exercitar um pouco??

11. (EsSA - 1991)


Numa escola existem 195 alunos, 55 estudam física, 63 estudam química e 100 alunos não estudam
nenhuma das duas matérias. Os alunos que estudam as duas matérias são:

a) 23
b) 25
c) 95
d) 32
e) 40

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 51
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Comentário:

Sempre ao iniciar a resolução de qualquer questão de matemática, tenha em mente que se deve
anotar os principais dados do enunciado, para que possa trabalhar na resolução do problema. Assim,
vamos aos dados que podemos extrair desta questão!

 O enunciado nos diz que o conjunto universo é = 195. Sabemos ainda que o conjunto
universo é a soma de todas as partes.
 Diz ainda que: Física = 55 alunos; Química = 63 alunos; Nenhuma disciplina = 100 alunos
 Questão sobre conjuntos, em que F (conjunto dos alunos de física), Q (conjuntos dos alunos
de química), U (conjunto dos alunos da escola).
 Não sabemos quantos alunos estudam as duas disciplinas, que inclusive é o que a banca nos
pede, então: chamamos de alunos
 Estudam SÓ FÍSICA: 55 - x alunos
 Estudam SÓ QUÍMICA: 63 x alunos
 Não estudam NENHUMA DAS DISCIPLINAS: 100 alunos

Construindo o diagrama, ficamos com:

(55  x)  x  (63  x)  100  195


55  63  x  100  195
118  100  195  x
x = 23 alunos

Gabarito: A

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 52
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

12. (EsSA - 1992)


Marcelo resolveu corretamente 90% das questões da prova e André 70%. Se nenhuma questão da
prova ficou sem ser resolvida pelo menos por um deles, e 18 delas foram resolvidas corretamente
pelos dois podemos concluir que a prova constava de:
a) 148 questões
b) 100 questões
c) 50 questões
d) 30 questões
e) 20 questões

Comentário:

Como disse na questão anterior, sempre ao iniciar a resolução de qualquer questão de matemática,
tenha em mente que se deve anotar os principais dados do enunciado, para que possa trabalhar na
resolução do problema. Assim, vamos aos dados que podemos extrair desta questão! OK?

 O enunciado não nos fornece o conjunto universo. Porém, pelo simples fato da questão tratar
de percentagem, isso nos dá certa segurança para atribuir um valor múltiplo de 100 para o
nosso Universo. Assim, ficamos com = 100x. Desta forma podemos inferir que Marcelo
resolveu 90x e André resolveu 70x, respectivamente, 90% e 70%.
 Diz ainda o percentual de acerto de cada: Marcelo = 90% das questões; André = 70% das
questões; Questões não resolvidas por eles = 0 questões e Marcelo e André = 18 questões

 Questão sobre conjuntos, em que M (total de questões resolvidas por Marcelo), Q (total de
questões resolvidas por André), M A(total de questões resolvidas por Marcelo e André).
 Questões resolvidas SÓ POR MARCELO: 90x - 18 questões
 Questões resolvidas SÓ POR ANDRÉ: 70x 18 questões
 Questões resolvidas POR MARCELO E ANDRÉ: 18 questões
 Questões não resolvidas: 0

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 53
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Construindo o diagrama, ficamos com:

 100 x
(90 x  18)  70 x  18  18  100 x
90 x  70 x  100 x  18
60 x  18
18
x
60
3
x
10

 3
Assim:  100 x  100.    30 questões
 10 

Gabarito: D

13. (EsSA - 1991)

No diagrama seguinte a região hachurada representa o conjunto.

a) ( A B)  C

b) ( B  C)  A

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 54
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

c) ( A B)  C

d) A ( B  C)

e) A ( B  C )

Comentário:

Estamos diante de uma questão de Diagrama, na qual a banca do Exército pede qual alternativa
representa a parte hachurada da figura. Tudo bem, até aqui? Então, prossigamos!

Neste tipo de questão, basta considerarmos que dentro de cada pedaço do diagrama exista um
determinado elemento, que na resolução do problema utilizarei números de 1 a 7, conforme a figura
abaixo. Isso irá facilitar sobremaneira a análise. Vamos nessa?

Imagine os conjuntos A, B e C, com o seguinte diagrama:

A partir dele, podemos extrair algumas informações, quais sejam:

 A = {1, 2, 4, 5} parte que pertence a TODO CONJUNTO A.

 B = {2, 3, 5, 6} parte que pertence a TODO CONJUNTO B.

 C = {4, 5, 6, 7} parte que pertence a TODO CONJUNTO C.

 A B = {2, 5} parte que pertence aos conjuntos A e B.

 A C = {4, 5} parte que pertence aos conjuntos A e C.

 B C = {5, 6} parte que pertence aos três conjuntos B e C.

 A B C = {5} parte que pertence aos três conjuntos A, B e C.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 55
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

 (B C) = {2, 3} parte que pertence a B mas não a C.

Pegando-se o diagrama da questão e sobrepondo-se a este que montamos, fica de fácil percepção
que a área hachurada representa um conjunto K, tal que:

K = {1, 2, 4}

A partir daí, basta analisarmos cada alternativa e verificar qual delas possui conjunto igual ao
conjunto K.

Analisando uma a uma:

a) (A  B)  C = A  B  C = {1, 2, 3, 4, 5, 6, 7} ==0==

b) (B  C) A = {5, 6} {1, 2, 4, 5} = {6}


c) (A  B)  C = {2, 5}  {4, 5, 6, 7} = {2, 4, 5, 6, 7}
d) A (B  C) = {1, 2, 4, 5} {5, 6} = {1, 2, 4} = K
e) A (B C) = {1, 2, 4, 5} - {2, 3} = {1, 4, 5}

Gabarito: D

14. (EsSA-2008)

Quantos múltiplos de 9 ou 15 há entre 100 e 1000?


a) 100
b) 120
c) 140
d) 160
e) 180

Comentário:

Questão bem interessante, envolvendo Teoria de Conjuntos e Múltiplos de Naturais. Por mais que
não tenhamos aprendido o conteúdo de MMC (Menor Múltiplo Comum) achei por bem abordar esta
questão. Sem mais, vamos à resolução!

Como disse em questões anteriores, sempre ao iniciar a resolução de qualquer questão de


matemática, tenha em mente que se deve anotar os principais dados do enunciado, para que possa

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 56
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

trabalhar na resolução do problema. Assim, vamos aos dados que podemos extrair desta questão!
OK?

 O enunciado nos fornece o conjunto universo, que é representado pelos números entre 100
a 1000.
 Imaginemos que N = conjunto dos múltiplos de 9
 Imaginemos que Q = conjunto dos múltiplos de 15
 Imaginemos N Q = conjunto dos múltiplos de 9 e 15, ao mesmo tempo. Ou seja, este
conjunto é composto pelos números múltiplos de 45, que é o MMC de 9 e 15.
 Vamos calcular a quantidade de múltiplos de 9 dentro do intervalo dado.

Para isso temos que encontrar o múltiplo de 9 mais próximo de 100 que o ultrapassa, e o múltiplo
mais próximo de 1000 que não o ultrapasse. Assim, temos:

9 . 12 = 108

9 . 111 = 999

Observe que: de 12 a 111 temos, 100 números. Assim, a quantidade de múltiplos de 9 é 100.

 Vamos calcular, agora, a quantidade de múltiplos de 15 dentro do intervalo dado.

Para isso temos que encontrar o múltiplo de 15 mais próximo de 100 que o ultrapassa, e o múltiplo
mais próximo de 1000 que não o ultrapasse. Assim, temos:

15 . 7 = 105

15 . 66 = 990

Observe que: de 7 a 66 temos, 60 números. Assim, a quantidade de múltiplos de 15 é 60.

 Por fim, iremos calcular a quantidade de múltiplos de 45 dentro do intervalo dado.

Para isso temos que encontrar o múltiplo de 45 mais próximo de 100 que o ultrapassa, e o múltiplo
mais próximo de 1000 que não o ultrapasse. Assim, temos

45 . 3 = 135

45 . 22 = 990

Observe que: de 3 a 22 temos, 20 números. Assim, a quantidade de múltiplos de 45 é 20.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 57
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Resumindo:

 N = 100

 Q = 60

 N Q = 20

#(N Q) = #(N) + #(Q) - #(N Q) (100 + 60) 20 = 140 elementos

Gabarito: C

15. (EsPCEx)

Sejam A , B e C conjuntos finitos, o número de elementos de A  B é 25 , o número de elementos de


A  C é 15 e o número de elementos de A  B  C é 10. Então o número de elementos de A  (B 
C) é :

a) 30
b) 10
c) 40
d) 20
e) 15

Comentário:
Observe o diagrama modelo, criado para entender o que se pede pela banca:

É fácil perceber que ( B  C)  {2;3;4;5;6;7} .No entanto, a questão nos pede A ( B  C ) , assim:

A ( B  C)  {2;4;5}

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 58
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Podemos observar que este conjunto {2, 4, 5}, pode ser visualizado numa forma hachurada,
conforme o diagrama:

Observe agora os dados do enunciado:

Logo: n( A ( B  C))  5 + 10 + 15 = 30 elementos

Gabarito: A

16. (EsPCEx)

Numa pesquisa feita junta a 200 universitários sobre o hábito de leitura de dois jornais (A e B),
chegou-se às seguintes conclusões:
1) 80 universitários leem apenas um jornal.
2) O número dos que não leem nenhum dos jornais é o dobro do número dos que leem ambos os
jornais.
3) O número dos que leem o jornal A é o mesmo dos que leem apenas o jornal B.

Com base nesses dados, podemos afirmar que o número de universitários que leem o jornal B é:

a) 160
b) 140
c) 120
d) 100
e) 80

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 59
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Comentário:
Há casos em que a questão irá te dar mais dados que o necessário. Isso se você observar a solução
mais curta. Vamos a ela?

Dados da questão:

 Conjunto Universo:  200 universitários. Ou seja, soma de todas as partes.

 A e B: jornais lidos pelos universitários

 Número dos que leem ambos os jornais: x universitários

 Não leem nenhum dos jornais: 2x universitários

 Número dos que leem SOMENTE B: y universitários

 Número dos que leem SOMENTE A: y x universitários

 Número dos que leem B: x + y universitários

Observe agora o diagrama:

Assim:

( y  x)  x  y 2 x  200
2 y 2 x  200
y x  100

Temos que:

n(B)  x  y  100 leitores

Gabarito: D

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 60
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

17. (EEAr)

Sejam A o conjunto dos candidatos a cabo, B o conjunto de candidatos a sargentos, C o conjunto de


candidatos a oficial e U o conjunto de alunos de um curso preparatório às escolas militares. O
conjunto que representa os alunos que são candidatos a oficial e que não são nem para cabos e nem
para sargentos é:
a) C  (B A)

b) C  (B A)

c) ( A B)  C

d) ( B  C)  ( A B)

Comentário:

Perceba que, nesta questão, por já possuirmos um certo conhecimento, podemos analisar o que
se pede e verificar qual assertiva é a correspondente. Vamos nessa?

 Conjunto dos alunos candidatos a oficial: C

 Conjunto dos alunos candidatos a cabo: A

 Conjunto dos alunos candidatos a sargento: B

 Conjunto dos alunos candidatos a oficiais e não a sargento: C - B

 Conjunto dos alunos candidatos a oficiais e não a cabo: C - A

Por meio da propriedade, podemos dizer que:

C (B  A) = (C B)  (C A)

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 61
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Assim, a única alternativa que representa o que se pede na questão é a alternativa a.

Gabarito: A

18. (EAM-2000)

Em uma escola foi feita uma pesquisa entre os alunos para saber que revista costumavam ler.
O resultado foi:
- 42% le V
- 35% le É
- 17% le V É

Sendo assim, o percentual de alunos que leem apenas uma das duas revistas é:

a) 94

b) 70

c) 43

d) 40

e) 17

Comentário:

Vamos ver que dados podemos extrair desta questão! OK?

 O enunciado não nos fornece o conjunto universo. Porém, pelo simples fato da questão tratar
de percentagem, isso nos dá certa segurança para atribuir um valor múltiplo de 100 para o
nosso Universo. Assim, ficamos com = 100.
 L V 42 alunos
 L É 35 alunos
 L V É 17 alunos

 L V 17 = 25

 L É -17 = 18

Observe o diagrama abaixo:

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 62
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Podemos observar que, os alunos que leem apenas uma das duas revistas é:

25 + 18 = 43

Obs.: Perceba que poderíamos resolver a questão utilizando a Operação Diferença Simétrica.

Gabarito: C

19. (EEAr-2002)

Numa pesquisa de mercado sobre o consumo de cerveja, obteve-se o seguinte resultado: 230
pessoas consomem a marca A; 200 pessoas, a marca B; 150, ambas as marcas; e 40 não consomem
cerveja.

O número de pessoas pesquisadas foi:

a) 620
b) 470
c) 320
d) 280

Comentário:

Vamos ver que dados podemos inferir do enunciado da questão.

 O enunciado não nos fornece o Conjunto Universo - U. Inclusive é o que se pede na questão.
 Consomem a marca A: 230 alunos

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 63
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

 Consomem a marca B: 200 alunos


 Consomem ambas as marcas: 150 alunos

 Não consomem cerveja: 40 alunos

Observe o diagrama abaixo:

Só A: 230 150  80

Só B: 200 150  80

A e B: 150  150

 80  50  150  40  320

Gabarito: C

20. (EsPCEx)

Se A é o conjunto dos números naturais múltiplos de 15 e B o conjunto dos números naturais múltiplos
de 35, então A  B é o conjunto dos números naturais múltiplos de:

a) 15
b) 35
c) 105
d) 525

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 64
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Comentário:

 A  Conjuntos dos múltiplos de 15


 B  Conjuntos dos múltiplos de 35

Assim, A B  múltiplos de 15 e 35, ao mesmo tempo. Ou seja, mmc (15;35) = 105

Gabarito: C

21. (EsPCEx)

Sejam os conjuntos A com 2 elementos, B com 3 elementos e C com 4 elementos. O número de


elementos do conjunto C [(A  B)  C] pode variar entre:

a) 2 e 4

b) 2 e 3

c) 0 e 4

d) 0 e 3

e) 0 e 2

Comentário:

Questão bem interessante. Vamos a sua resolução!

 Conjunto A = 2 elementos

 Conjunto B = 3 elementos

 Conjunto C = 4 elementos

Observe que a questão pede a cardinalidade, ou seja, a quantidade de elementos do conjunto:


n(C [(A B)  C] .

Para resolvermos esta questão, temos que pensar em duas situações, ou seja, duas possibilidades.
Uma que retornará a menor cardinalidade e outra que resultará na maior cardinalidade.

Assim:

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 65
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

1ª situação: A menor cardinalidade, no caso em questão, ocorre para conjuntos que possuam
interseção como a do diagrama abaixo.

Assim: n(C [(A B)  C] = n(C) n(A B C) = 4 2 = 2 elementos

2ª Situação: A maior cardinalidade, no caso em questão, ocorre para conjuntos que sejam
disjuntos, ou seja, não possam interseção.

Assim: n(C [(A B)  C] = n(C) n(A B C) = 4 0 = 4 elementos

Desta forma, a cardinalidade do conjunto mencionado pode variar de 2 a 4.

Gabarito: A

22. (EsPCEx)

Considerando-se que:
A  B  C = {n  IN / 1< n <10 }
A  B = {2, 3, 8}
A  C = {2, 7}
B  C = {2, 5, 6}

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 66
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

A  B = {n  IN / 1< n < 8 }

Pode-se afirmar que o conjunto C é :


a) {9, 10}

b) {5, 6, 9, 10}

c) 2, 5, 6, 7, 9, 10}

d) 2, 5, 6, 7}

e) A B

Comentário:

Vamos ver que dados podemos inferir do enunciado da questão.

A B  C  {1; 2;3; 4;5;6;7;8;9;10}


A B  {2;3;8}
A C  {2;7}
B  C  {2;5;6}
A B  {1; 2;3; 4;5;6;7;8}

Observe, abaixo, o diagrama que possui por base as informações extraídas das interseções
dos três conjuntos:

Podemos perceber ainda que:

(A B C) (A B “Ó C

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 67
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

{1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10} {1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 “Ó C

“Ó C = {9, 10}

Observe como fica a solução no diagrama abaixo:

C = {2, 5, 6, 7, 9, 10}

Gabarito: C

23. (CMRJ)

Considere os conjuntos A, B e C tais que A  B = {1,2,3,4,6}, A  C = {1,2,4,5,6}, B  C={1}, A  C = {1,4}


e A  B = {1,2}. Podemos, então, afirmar que:

a) O conjunto A tem 3 elementos


b) O conjunto B tem 3 elementos
c) O conjunto C tem 4 elementos
d) O número de elementos do conjunto B é igual ao número de elementos do conjunto A, mas não
é três.
e) O número de elementos do conjunto A é igual ao número de elementos do conjunto C.

Comentário:

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 68
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Vamos ver que dados podemos inferir do enunciado da questão.

 A  B = {1,2,3,4,6}
 A  C = {1,2,4,5,6}
 B  C={1}
 A  C = {1,4}
 A  B = {1,2}

Adaptando estas informações no diagrama abaixo, ficamos com:

É fácil perceber que o conjunto B ficou com 3 elementos: B = {1, 2, 3}

Gabarito: B

24. (CMRJ)

Se A={1,{9},9,2}, assinale a afirmativa errada.


a) 1 A

b) 9 A

c) {9} A

d) {9} A

e) 2 A

Comentário:

Vamos ver que dados podemos inferir do enunciado da questão.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 69
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

 A é o conjunto a ser analisado

 1, {9}, 9, 2 são elementos do conjunto A

Já sabemos que para fazer relações de elemento para conjunto deve-se utilizar a PERTINÊNCIA.

Passaremos analisando cada alternativa, ok?

Na letra a, temos: assertiva verdadeira, tendo em vista que o elemento 1 está de fato descrito
no conjunto A, ou seja, pertence ao conjunto mencionado.

Na letra b, temos: assertiva verdadeira, tendo em vista que o elemento 9 de fato está descrito
no conjunto A, ou seja, pertence ao conjunto mencionado.

Na letra c, temos: assertiva verdadeira, tendo em vista que o elemento {9} está descrito no
conjunto A, ou seja, pertence ao conjunto mencionado.

Na letra d, temos: assertiva verdadeira, tendo em vista que o subconjunto {9} está de fato
contido no conjunto A. Este subconjunto surge quando listamos os conjuntos das partes de A.

Na letra e, temos: assertiva falsa, tendo em vista que o elemento 2 está descrito no conjunto
A, ou seja, pertence ao conjunto mencionado, mas NÃO ESTÁ CONTIDO, como assertiva nos mostra.

Gabarito: E

25. (CMRJ)

Sejam A e B conjuntos quaisquer, A  B = A  B, se e somente se :

a) A =
b) A B
c) A  B
d) A B ou B A
e) A BeB A

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 70
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

Comentário:

Vamos ver que dados podemos inferir do enunciado da questão.

 AeB são os conjuntos a serem analisados

 A B União de Conjuntos

 A B Interseção de Conjuntos

Quando se fala em Interseção, estamos querendo passar que são elementos em COMUM a todos os
conjuntos mencionados.

Porém, quando se fala em União, estamos querendo passar que são elementos em COMUM E NÃO
COMUNS a todos os conjuntos mencionados.

O enunciado diz que a União é igual a Interseção, ou seja, todos os elementos devem ser comuns a
todos os conjuntos mencionados. Desta forma, o conjunto A deve ser igual ao conjuntos B.

Para que isso aconteça, A = B, devemos ter a seguinte relação de inclusão:

ABeBA

Gabarito: E

26. (EAM-2000)

A parte hachurada no desenho abaixo é igual a:

A B

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 71
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

a) A C

b) (A B) C

c) (A C) C

d) B C

e) (A C) B

Comentário:
Observe o diagrama modelo, criado para entender o que se pede pela banca:

Podemos perceber que a região que se pede na questão é representada pelo conjunto formado
pelos elementos {4, 5, 6}. Tudo bem até aqui? Show!

A partir de agora iremos analisar alternativa a alternativa, para encontrar qual delas coincide com o
conjunto da parte hachurada. OK? Vamos nessa!

 A C = {4, 5}
 (A B) C = {1, 2, 3, 4, 5, 6} {4, 5, 6, 7} = {4, 5, 6}
 (A C) C = {4, 5} {4, 5, 6, 7} = {4, 5, 6, 7}
 B C = {5, 6}
 (A C) B = {1, 2, 4, 5, 6, 7} {2, 3, 5, 6} = {2, 5, 6}

Observe que a única alternativa que representa um conjunto com os mesmos elementos da parte
hachurada é a assertiva b.

Gabarito: B

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 72
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

27. (EEAr-2004)

No diagrama, o hachurado é o conjunto:

a) complementar de (M  N) em relação a U.
b) complementar de (M N) em relação a U.
c) complementar de (M  N) em relação a U.
d) (M N)  (N M).

Comentário:

Vamos ver que dados podemos inferir do enunciado da questão.

 MeN Conjuntos quaisquer

 U Conjunto Universo que contém os subconjuntos M e N.

 Parte do diagrama que está em brando, ou seja NÃO HACHURADO (M N)

Já aprendemos na teoria que, quando falamos de Complementar, a ideia que se passa é


de achar quais elementos falta para chegar ao maior conjunto. Perceba que, no
diagrama, o que está hachurado é exatamente o que falta ao conjunto (M - N) para
chegar ao Universo.

Assim, temos que a região representa o complementar de (M N) em relação a U.

Gabarito: B

Vamos agora partir para uns desafios? Preparados??? Vamos nessa, então!

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 73
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

28. (EPCAr 2002) No concurso para o CPCAR foram entrevistados 979 candidatos dos quais 527
falam a língua inglesa, 251 a língua francesa e 321 não falam nenhum desses idiomas. O número de
candidatos que falam as línguas inglesas e francesas é
a) 778
b) 658
c) 120
d) 131

COMENTÁRIO:

O diagrama a seguir representa a situação descrita no enunciado. O preenchimento do diagrama


deve sempre começar pela interseção dos conjuntos. Sabemos ainda que o conjunto Universo é
soma das partes, então:

979  321  527  x  251  x  x  x  120

Outra forma é observar que # I  F  979  321  658 e que:

# I  F  # I  # F  # I  F 
 658  527  251  # I  F  # I  F  120

Assim, o número de candidatos que falam as línguas inglesas e francesas é # I  F  120 .

Gabarito: C

29. (EPCAR 2000) Numa cidade residem n famílias e todas leem jornais. Nela há três jornais, A, B e
C, e sabe-se que 250 famílias leem jornal A, 180leem o jornal B, 150 leem C, 110leem A e B, 95 leem
A e C, 80 leem B e C e 40 leem A, B e C. O número de famílias que leem SOMENTE os jornais A ou B
é

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 74
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

a) 70
b) 185
c) 320
d) 280

COMENTÁRIO:

O diagrama a seguir representa a situação descrita no enunciado. O preenchimento do diagrama


deve começar pela interseção dos três conjuntos.

O número de famílias que leem SOMENTE os jornais A ou B é # A  B  C  85  70  30  185 que


é a região sombreada do diagrama. Desta forma, não pode entrar no cômputo da questão os
elementos pertencentes a C.

Gabarito: B

30. (EPCAR 2004) Dados os conjuntos A, B e C tais que A  A  B  B  C , pode-se afirmar,
necessariamente, que
a) C   A  B
b) n  A  B  n B
c) n  A  C  n A  B  n B
d) n B  C  n C

COMENTÁRIO:

Note que  A  A  B não possui nenhum elemento do conjunto B, portanto a sua interseção com B
é o conjunto vazio, ou seja, C   , ou seja, conjuntos são disjuntos!

Assim, B  C  B      n B  C  n C  0 .

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 75
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

A conclusão também segue das propriedades das operações entre conjuntos:

C   A   A  B  B   A   A  B  B 

  A   A  B  B   A  A    A  B  B 


    A  B  B   A  B  B  A  B  B 
 A  
Esta forma, porém, um pouco mais complicada de se chegar!

Gabarito: D

31. (EPCAR 2006) Para uma turma de 80 alunos do CPCAR, foi aplicada uma prova de matemática
valendo 9,0 pontos distribuídos igualmente em 3 questões sobre:

1a) FUNÇÃO
2a) GEOMETRIA
3a) POLINÔMIOS
Sabe-se que:
 apesar de 70% dos alunos terem acertado a questão sobre FUNÇÃO, apenas 1
da turma
10
conseguiu nota 9,0;
 20 alunos acertaram as questões sobre FUNÇÃO e GEOMETRIA;
22 acertaram as questões sobre GEOMETRIA e POLINÔMIOS; e
 18 acertaram as questões sobre FUNÇÃO e POLINÔMIOS.

A turma estava completa nessa avaliação, ninguém tirou nota zero, no critério de correção não
houve questões com acertos parciais e o número de acertos apenas em GEOMETRIA é o mesmo que
o número de acertos apenas em POLINÔMIOS.

Nessas condições, é correto afirmar que

a) o número de alunos que só acertaram a 2a questão é o dobro do número de alunos que acertaram
todas as questões.
b) metade da turma só acertou uma questão.
c) mais de 50% da turma errou a terceira questão.
d) apenas 3 da turma atingiu a média maior ou igual a 5,0
4

COMENTÁRIO:

70
Corresponde aos alunos acertaram a questão de função: 100  80  56

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 76
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

1
Corresponde aos alunos acertaram todas as questões: 10  80  8

Colocando todas as informações num diagrama de Venn:

x  x  8  10  12  14  26  80  x  5

Analisando as opções, verifica-se que apenas a opção c é correta, pois 26  12  5  43 alunos erraram
a 3ª questão o que é mais de 50% da turma.

Gabarito: C

32. (CMRJ 2011) Uma pesquisa realizada com 300 alunos do Prevest do CMRJ revelou que 135, 153
e 61 desses alunos pretendem fazer concurso para o IME, o ITA e a Escola Naval, respectivamente.
Ela mostrou, também, que nenhum dos entrevistados pretende prestar vestibular para as três
instituições; que vários deles farão dois desses concursos e que todos farão pelo menos um deles.
Sabendo que a quantidade de estudantes que farão as provas para o IME e o ITA é igual ao dobro da
quantidade dos que realizarão as provas para o IME e a Escola Naval que, por sua vez, é igual ao
dobro dos que prestarão concurso para o ITA e a Escola Naval, a quantidade de entrevistados que
farão apenas as provas para a Escola Naval é igual a:

a) 48
b) 45
c) 40
d) 36
e) 30

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 77
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

COMENTÁRIO:

Como há um total de 300 entrevistados e que todos os entrevistados farão ao menos um dos
vestibulares, então:

135  6x  153  5x  61 3x  4x  2x  x  300


.
x7

Logo, a quantidade de entrevistados que farão apenas as provas para a Escola Naval é igual a:

61 3x  61 3  7  40 .

Gabarito: C

33. (CN 1999) Dados dois conjuntos A e B tais que n  A  B  10 , n  A  B  5 e n  A   n B , pode-se
afirmar que a soma dos valores possíveis para n  A  B é:

(A) 10
(B) 11
(C) 12
(D) 13
(E) 14

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 78
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

COMENTÁRIO:

n  A  B  n B  A   n  A  B  n A  B 
 10  5  5  n A  B  5

Sabemos do enunciado que:


n  A   n B 
 n  A  B  n  A  B  n B  A   n A  B 
 n  A  B  n B  A 
5  n  A  B  n B  A   n  A  B  n  A  B 
 2,5  n  A  B  n  A  B  3

Assim:
 n A  B 3,4,5 .

Logo, a soma dos valores possíveis de n  A  B é 3  4  5  12 .

Gabarito: C

34. (CN 2001) Sejam os conjuntos A  x  | x  6n  3, n   e B  x  | x  3n, n   , onde é o


conjunto dos números inteiros. Então A  B é igual a:
(A) x  | x é par e múltiplo de 3
(B) x  | x é ímpar e múltiplo de 3
(C) x  | x é múltiplo de 3
(D) x  | x é múltiplo de 6
(E) x  | x é ímpar

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 79
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

COMENTÁRIO:

Todos os elementos de A são múltiplos de 3, então A  B A  B  A .

Perceba que o fator 3 divide e o fator 2 não divide, ou seja:

x  A  x  6n  3  3  2n  1  3 | x  2 | x
 A  B  A  x  | x é ímpar e múltiplo de 3

É necessário perceber que o elemento (2n+1) SEMPRE SERÁ ÍMPAR PARA N INTEIROS.

Gabarito: B

35. (EFOMM 2002) Na Bienal do Livro realizada no Riocentro, Rio de Janeiro, os livros A, B e C de um
determinado autor apresentaram os seguintes percentuais de vendas aos leitores:

 48% compraram o livro A;


 45% compraram o livro B;
 50% compraram o livro C;
 18% compraram os livros A e B;
 25% compraram os livros B e C;
 15% compraram os livros A e C; e
 5% não compraram nenhum dos livros.

Qual o percentual de leitores que compraram um, e apenas um, dos três livros?

a) 10%
b) 18%
c) 29%
d) 38%
e) 57%

COMENTÁRIO:

Questão bem interessante. Na qual trabalha somente com percentual e solicita o percentual de
leitores que compraram um, e apenas um, dos três livros.

Fique sempre atento ao que se é pedido na questão! OK?

Vamos a sua resolução:

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 80
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

15%  x  2%  x  10%  x  18%  x  15%  x 


25%  x  x  5%  100% 
 90%  x  100%  x  10%

Percentual de leitores que compraram um, e apenas um, dos três livros:
15%  x  2%  x  10%  x  27%  3x  57%

Gabarito: E

Como estamos? Tranquilo? Rsrsrsrs...

Agora é hora de praticar todas as questões trabalhadas!

Foi um prazer estar com vocês nesta aula! Vamos arrebentar!

Simbora?

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 81
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

5 LISTA DE QUESTÕES

01. Coloque V (verdadeiro) ou F (falso) nas sentenças abaixo sabendo-se que


A = {1, 2, 3, 4},
B = {4, 5, 6},
C = {{1}, {2, 3}, {1, 2, 3, 4}},
D = {1, 2, 3, 4, 5, 6}

a) 1D( )
b) 3B( )
c) 1C( )
d) 4A( )
e) {1}  C ( )
f) {2, 3}  C ( )
g) {{1}} C ( )
h) {1}  D ( )
i) {4,5}  D ( )
j) 5B( )

02. Dado o conjunto P  0,0 ,, , considere as afirmativas:


I) 0 P
II) 0  P
III)  P

Com relação a estas afirmativas conclui-se que:


a) todas são verdadeiras.
b) apenas a I é verdadeira.
c) apenas a II é verdadeira.
d) apenas a III é verdadeira.
e) todas são falsas.

03. Considere os seguintes conjuntos: A = {1, 2, {1,2}} B = {{1}, 2} e C = {1, {1}, {2}}
Assinale abaixo a alternativa falsa:
a) A  B = {2}

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 82
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

b) B  C = {{1}}
c) B C = A  B
d) B  A
e) A  P(A) = {{1,2}}, onde P(A) é o conjunto dos subconjuntos de A.

04. Sobre A, B, C, três subconjuntos quaisquer do universo, considere as proposições:


7) A   = 
8) A  U = U
9) A  A = A
10) A  (B  C) = (A  B)  (A  C)
11)   A
12) A B = {x  U / x  A e x  B}

Das proposições acima são verdadeiras:


a) 3, 5 e 6
b) 2, 3 e 5
c) 1, 3 e 5
d) 2, 3 e 4
e) todas

05. Considerando os conjuntos A= {x; y; z} e B= {p; u; v; x}, assinale a alternativa que apresenta o
conjunto formado pelos elementos que pertencem a A ou pertencem a B.

a) {x}

b) {p; u; v}

c) {v; x; y; z}

d) { }

e) {p;u;v;x;y;z}

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 83
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

06. D A B C “ A B Ø C A B, é correto afirmar que

B C C

A C A

c) A C = A.

d) B C = Ø.

e) A C.

07. Considere os conjuntos A = {1, 2, 3} e B = {1, 2, 3, 4, 5}. O número de elementos de C BA é:

a) 0.

b) 1.

c) 2.

d) 3.

e) 5.

08. Dado o conjunto A = {1, 2, {1}, {2}, {3}, {1,2}} e as afirmações:

I) {1} A

II) {1} A

III) {1,2,3} A

IV) 3 A

Considerando V (verdadeiro) e F (falso) pode-se dizer que as afirmações I, II, III e IV são,
respectivamente:

a) V, F, V, V

b) V, V, F, F

c) V, F, F, V

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 84
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

d) V, V, V, F

09. Dados três conjuntos M, N e P não vazios, tais que M N = P. Considere as afirmativas:

IV) P N Ø
V) M P P
VI) P M N M

Com relação a estas afirmativas, conclui-se que:

a) Todas são verdadeiras


b) Somente a II e a III são verdadeiras
c) Somente a I e a II são verdadeiras
d) Somente a I e a III são verdadeiras
e) Nenhuma é verdadeira

10. Se A  B = {0, 1, 2, 3, 4}, A  B = {2, 3} e A B = {0, 1}, então A e B serão :


a) A = {1,2,3} e B = {0,2,3,4}
b) A = {2, 3} e B = {0, 1, 2, 3, 4}
c) A = {2, 3, 4} e B = {0, 1, 2, 3}
d) A = {0, 1, 2, 3} e B = {2, 3, 4}
e) A = {0, 1, 2, 3, 4} e B = {2, 3}

11. Numa escola existem 195 alunos, 55 estudam física, 63 estudam química e 100 alunos não
estudam nenhuma das duas matérias. Os alunos que estudam as duas matérias são:
a) 23
b) 25
c) 95
d) 32
e) 40

12. Marcelo resolveu corretamente 90% das questões da prova e André 70%. Se nenhuma questão
da prova ficou sem ser resolvida pelo menos por um deles, e 18 delas foram resolvidas corretamente
pelos dois podemos concluir que a prova constava de:

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 85
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

a) 148 questões
b) 100 questões
c) 50 questões
d) 30 questões
e) 20 questões

13. No diagrama seguinte a região hachurada representa o conjunto.


B

a) ( A B)  C

b) ( B  C)  A

c) ( A B)  C

d) A ( B  C)

e) A ( B  C )

14. Quantos múltiplos de 9 ou 15 há entre 100 e 1000?


a) 100
b) 120
c) 140
d) 160
e) 180

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 86
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

15. Sejam A , B e C conjuntos finitos, o número de elementos de A  B é 25 , o número de elementos


de A  C é 15 e o número de elementos de A  B  C é 10. Então o número de elementos de A  (B
 C) é :

a) 30

b) 10

c) 40

d) 20

e) 15

16. Numa pesquisa feita junta a 200 universitários sobre o hábito de leitura de dois jornais (A e B),
chegou-se às seguintes conclusões:
4) 80 universitários leem apenas um jornal.
5) O número dos que não leem nenhum dos jornais é o dobro do número dos que leem ambos os
jornais.
6) O número dos que leem o jornal A é o mesmo dos que leem apenas o jornal B.

Com base nesses dados, podemos afirmar que o número de universitários que leem o jornal B é:

a) 160
b) 140
c) 120
d) 100
e) 80

17. Sejam A o conjunto dos candidatos a cabo, B o conjunto de candidatos a sargentos, C o conjunto
de candidatos a oficial e U o conjunto de alunos de um curso preparatório às escolas militares. O
conjunto que representa os alunos que são candidatos a oficial e que não são nem para cabos e nem
para sargentos é:
a) C  (B A)

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 87
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

b) C  (B A)

c) ( A B)  C

d) ( B  C)  ( A B)

18. Em uma escola foi feita uma pesquisa entre os alunos para saber que revista costumavam ler.
O resultado foi:
- 42% le V
- 35% le É
- 17% le V É

Sendo assim, o percentual de alunos que leem apenas uma das duas revistas é:
a) 94
b) 70
c) 43
d) 40
e) 17

19. Numa pesquisa de mercado sobre o consumo de cerveja, obteve-se o seguinte resultado: 230
pessoas consomem a marca A; 200 pessoas, a marca B; 150, ambas as marcas; e 40 não consomem
cerveja.

O número de pessoas pesquisadas foi:

a) 620
b) 470
c) 320
d) 280

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 88
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

20. Se A é o conjunto dos números naturais múltiplos de 15 e B o conjunto dos números naturais
múltiplos de 35, então A  B é o conjunto dos números naturais múltiplos de:

a) 15
b) 35
c) 105
d) 525

21. Sejam os conjuntos A com 2 elementos, B com 3 elementos e C com 4 elementos. O número de
elementos do conjunto C [(A  B)  C] pode variar entre:

a) 2 e 4

b) 2 e 3

c) 0 e 4

d) 0 e 3

e) 0 e 2

22. Considerando-se que:


A  B  C = {n  IN / 1< n <10 }
A  B = {2, 3, 8}
A  C = {2, 7}
B  C = {2, 5, 6}
A  B = {n  IN / 1< n < 8 }

Pode-se afirmar que o conjunto C é :


a) {9, 10}

b) {5, 6, 9, 10}

c) 2, 5, 6, 7, 9, 10}

d) 2, 5, 6, 7}

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 89
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

e) A B

23. Considere os conjuntos A, B e C tais que A  B = {1,2,3,4,6}, A  C = {1,2,4,5,6}, B  C={1}, A  C =


{1,4} e A  B = {1,2}. Podemos, então, afirmar que:

a) O conjunto A tem 3 elementos

b) O conjunto B tem 3 elementos


c) O conjunto C tem 4 elementos
d) O número de elementos do conjunto B é igual ao número de elementos do conjunto A, mas não
é três.
e) O número de elementos do conjunto A é igual ao número de elementos do conjunto C.

24. Se A={1,{9},9,2}, assinale a afirmativa errada.


a) 1 A

b) 9 A

c) {9} A

d) {9} A

e) 2 A

25. Sejam A e B conjuntos quaisquer, A  B = A  B, se e somente se :

a) A =
b) A B
c) A  B
d) A B ou B A
e) A BeB A

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 90
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

26. A parte hachurada no desenho abaixo é igual a:

A B

a) A C

b) (A B) C

c) (A C) C

d) B C

e) (A C) B

27. No diagrama, o hachurado é o conjunto:

a) complementar de (M  N) em relação a U.
b) complementar de (M N) em relação a U.
c) complementar de (M  N) em relação a U.
d) (M N)  (N M).

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 91
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

28. (EPCAr 2002) No concurso para o CPCAR foram entrevistados 979 candidatos dos quais 527
falam a língua inglesa, 251 a língua francesa e 321 não falam nenhum desses idiomas. O número de
candidatos que falam as línguas inglesas e francesas é
a) 778
b) 658
c) 120
d) 131

29. (EPCAR 2000) Numa cidade residem n famílias e todas leem jornais. Nela há três jornais, A, B e
C, e sabe-se que 250 famílias leem jornal A, 180leem o jornal B, 150 leem C, 110leem A e B, 95 leem
A e C, 80 leem B e C e 40 leem A, B e C. O número de famílias que leem SOMENTE os jornais A ou B
é
a) 70
b) 185
c) 320
d) 280

30. (EPCAR 2004) Dados os conjuntos A, B e C tais que A  A  B  B  C , pode-se afirmar,
necessariamente, que
a) C   A  B
b) n  A  B  n B
c) n  A  C  n A  B  n B
d) n B  C  n C

31. (EPCAR 2006) Para uma turma de 80 alunos do CPCAR, foi aplicada uma prova de matemática
valendo 9,0 pontos distribuídos igualmente em 3 questões sobre:

1a) FUNÇÃO
2a) GEOMETRIA
3a) POLINÔMIOS
Sabe-se que:
 apesar de 70% dos alunos terem acertado a questão sobre FUNÇÃO, apenas 1
da turma
10
conseguiu nota 9,0;
 20 alunos acertaram as questões sobre FUNÇÃO e GEOMETRIA;
22 acertaram as questões sobre GEOMETRIA e POLINÔMIOS; e
 18 acertaram as questões sobre FUNÇÃO e POLINÔMIOS.

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 92
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

A turma estava completa nessa avaliação, ninguém tirou nota zero, no critério de correção não
houve questões com acertos parciais e o número de acertos apenas em GEOMETRIA é o mesmo que
o número de acertos apenas em POLINÔMIOS.
Nessas condições, é correto afirmar que

a) o número de alunos que só acertaram a 2a questão é o dobro do número de alunos que acertaram
todas as questões.
b) metade da turma só acertou uma questão.
c) mais de 50% da turma errou a terceira questão.
d) apenas 3 da turma atingiu a média maior ou igual a 5,0
4

32. (CMRJ 2011) Uma pesquisa realizada com 300 alunos do Prevest do CMRJ revelou que 135, 153
e 61 desses alunos pretendem fazer concurso para o IME, o ITA e a Escola Naval, respectivamente.
Ela mostrou, também, que nenhum dos entrevistados pretende prestar vestibular para as três
instituições; que vários deles farão dois desses concursos e que todos farão pelo menos um deles.
Sabendo que a quantidade de estudantes que farão as provas para o IME e o ITA é igual ao dobro da
quantidade dos que realizarão as provas para o IME e a Escola Naval que, por sua vez, é igual ao
dobro dos que prestarão concurso para o ITA e a Escola Naval, a quantidade de entrevistados que
farão apenas as provas para a Escola Naval é igual a:

a) 48
b) 45
c) 40
d) 36
e) 30

33. (CN 1999) Dados dois conjuntos A e B tais que n  A  B  10 , n  A  B  5 e n  A   n B , pode-se
afirmar que a soma dos valores possíveis para n  A  B é:

(A) 10
(B) 11
(C) 12
(D) 13
(E) 14

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 93
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

34. (CN 2001) Sejam os conjuntos A  x  | x  6n  3, n   e B  x  | x  3n, n   , onde é o


conjunto dos números inteiros. Então A  B é igual a:
(A) x  | x é par e múltiplo de 3
(B) x  | x é ímpar e múltiplo de 3
(C) x  | x é múltiplo de 3
(D) x  | x é múltiplo de 6
(E) x  | x é ímpar

35. (EFOMM 2002) Na Bienal do Livro realizada no Riocentro, Rio de Janeiro, os livros A, B e C de um
determinado autor apresentaram os seguintes percentuais de vendas aos leitores:

 48% compraram o livro A;


 45% compraram o livro B;
 50% compraram o livro C;
 18% compraram os livros A e B;
 25% compraram os livros B e C;
 15% compraram os livros A e C; e
 5% não compraram nenhum dos livros.

Qual o percentual de leitores que compraram um, e apenas um, dos três livros?

a) 10%
b) 18%
c) 29%
d) 38%
e) 57%

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 94
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0
Ismael
Ismael de Paula dos Santos
Santos
Aula
Aula 00 00

6 GABARITO
1. V V F =- V V V F F F F 19. C
2. A 20. C
3. D 21. A
4. B 22. C
5. E 23. B
6. B 24. E
7. C 25. E
8. B 26. B
9. A 27. B
10. D 28. C
11. A 29. B
12. D 30. D
13. D 31. C
14. C 32. C
15. A 33. C
16. D 34. B
17. A 35.E
18. C

Matemática
Matemática I p/ Escola
I p/ EspCEx 2019Preparatória de Cadetes
(Escola Preparatória dedo Exército
Cadetes do(EsPCEx) 2019
Exército) Comvideoaulas
- Com Videoaulas 95
www.estrategiaconcursos.com.br
www.estrategiaconcursos.com.br

Aula Demonstrativa
0

Você também pode gostar