Você está na página 1de 12

Índice

Introdução........................................................................................................................................1

1ª Secção..........................................................................................................................................2

Texto Informativo........................................................................................................................2

Secção 2...........................................................................................................................................5

Secção 3...........................................................................................................................................7

Secção 4...........................................................................................................................................8

Conclusão......................................................................................................................................10

Bibliografia....................................................................................................................................11
Introdução

O presente trabalho insere-se à cadeira de Técnicas de Expressão em Língua Portuguesa, visa


apresentar notas de Reflexão correspondentes a metade das unidades contidas nesta cadeira.
Estas notas de Reflexão compreendem as técnicas de estudo, o exercício de leitura, como Fazer
Anotações? O Resumo, A Síntese, A Ortografia, A Pontuação, Classes de Palavras, Estudo do
Verbo, A Frase e seus Constituintes, Textos Informativos, Concordância do Sujeito com o
Verbo.

Objectivos

Este trabalho visa de forma geral Responder as questões dadas e especificamente, distinguir os
textos informativos de outros, diferenciar os métodos de estudo do ensino superior dos métodos
do ensino secundário, compreender os propósitos duma leitura, distinguir as várias técnicas de
anotação, explicar os percursos da sua elaboração do resumo e síntese, distinguir as classes das
palavras, distinguir dos transitivos dos intransitivos, distinguir os conceitos de frase, oração e
estabelecer a concordância entre o sujeito e o verbo.

Metodologia

Para realização eficiente e eficaz deste trabalho foi feita uma leitura criteriosa do módulo
disponibilizado, visto que ele é rico em informações, foram dispensadas outras fontes de
informações.

1
1ª Secção

Texto Informativo

É um tipo de texto em que a intenção comunicativa veicula conhecimentos da realidade da qual


oferece um saber, transmite dados organizados e hierarquizados sem, contudo, procurar persuadir
ou explicar.

O seu objectivo é, portanto, comunicar de forma clara e pormenorizada, em poucas linhas, a um


leitor determinado, o que deve saber de um facto, de um assunto ou de um problema. Este tipo de
texto possui três características importantes a saber, a clareza, a correcção e a concisão.

2.Producão Agrícola Promissora em Chiuta

Os produtores agrícolas do distrito de chiuta, na província de Tete estão esperançosos na


obtenção de bons resultados na primeira época da presente safra, devido ao desenvolvimento
positivo que as diversas culturas estão a registar no seu ciclo vegetativo.

Respondendo as questões do LEAD:

Quem? -Os produtores agrícolas.

O quê? - Estão esperançosos na obtenção de bons resultados.

Quando? - Na primeira época da presente safra.

Onde? - Distrito de chiuta, na província de Tete.

Porquê? - Devido ao desenvolvimento positivo que as diversas culturas estão a registar no seu
ciclo vegetativo.

3. Objectividade - redacção na 3ª pessoa (a não pessoa): expõe-se de modo imparcial e com a


maior fidelidade, a realidade ou os seus fundamentos;

Função informativa ou referencial da linguagem

2
A função referencial a que predomina na notícia, não se excluindo, por vezes, a função emotiva
da linguagem, quando transparece a presença do emissor, através da valoração pessoal que ele
pode conferir ao enunciado, ou de sentimentos de adesão ou de recusa que conduzem à emoção
por parte do público e não propriamente à informação.

4.Noticia

Duas Pessoas Atropeladas mortalmente

Duas pessoas com as idades compreendidas por 19 e 23 anos, foram atropeladas mortalmente no
domingo, por volta das 18 horas, no posto administrativo 3 de Fevereiro, devido ao excesso de
velocidade e a ma atravessia dos peões.

O sinistro ocorreu quando as duas pessoas pretendiam atravessar a estrada de regresso a casa,
nisto a viatura de marca Toyota Corola, cuja placa de inscrição identificada, colheu-as
violentamente uma tenha morte no local e outra a caminho da unidade sanitária.

Segundo as testemunhas a colocação de lombas e uma placa de sinalização são medidas para
evitar o banho de sangue.

Respostas do Lead:

Quem? - Duas Pessoas

O Quê? - Morrem vítima de atropelamento

Quando? - No domingo por volta das 18 horas

Onde? No posto administrativo 3 de Fevereiro

Porquê? - Devido ao excesso de velocidade e a ma atravessia dos peões.

3
Pirâmide Invertida da Noticia

Duas Pessoas Atropeladas mortalmente

Quem? - Duas Pessoas

O Quê? - Morrem vítima de atropelamento

Quando? - No domingo por volta das 18 horas

Onde? No posto administrativo 3 de Fevereiro

Porquê? - Devido ao excesso de velocidade e a ma atravessia dos peões.

O sinistro ocorreu
quando as duas
pessoa
s pretendiam
atravessar
a estrada de
regresso a casa
, nisto a viatura de
marca Toyota
Corola, cuja placa
de inscrição
identificada,
colheu-as
violentamente
uma tenha
morte
no local
e outra
a caminho
da
unidade
sanitária.

4
Secção 2

1.Ao ingressarmos numa instituição temos de prestar atenção a algumas mudanças relacionadas
aos métodos de estudo.

O método PBL que centraliza o processo de ensino e aprendizagem no estudante. Neste método
o estudante é o centro da aprendizagem e todas as atenções estão viradas para o seu
desenvolvimento, com tendência a resolução de problemas específicos da vida quotidiana.

Os estudantes devem possuir uma postura que os identifique como mais pesquisadores e menos
dependentes do docente, desenvolvendo-se neles maior autonomia na aprendizagem. Um
estudante do ensino universitário deve ser pontual, responsável e assíduo às aulas, pautando por
uma programação regular das actividades diárias.

2. Segundo Estanqueiro (2001) o estudante deve ser capaz de dispor de tempo para estudar ou
mesmo para frequentar todas as aulas do curso. Assim, torna-se indispensável que o estudante
descubra o tempo para o desenvolvimento desta e das outras actividades, Estanqueiro também
cita a necessidade de se ocupar as melhores horas do dia para o estudo individual.

De acordo com Ruiz, (1991) estudante deve cingir-se no cumprimento do horário estabelecido.
Deste horário devem constar todas as actividades inclusive as actividades de estudo individual:
preparação para a aula, revisão de aula, revisões gerais para as provas e exames e até os tempos
de lazer.

Não importa se o tempo de estudo de cada cadeira ou disciplina é pouco ou não, porque se
usarmos correctamente as técnicas de leitura, revisão, fichamento teremos um bom
aproveitamento. Nisto, é necessário desenvolver técnicas para tornar qualquer tempo produtivo
apela-nos para maior perseverança nas actividades programadas no horário individual.

3. De acordo com Estanqueiro as regras a serem seguidas na tomada de nota são

Não copiar longos textos, integralmente. Basta seleccionar as partes mais significativas.

Pôr entre aspas os textos copiados

5
4. Resumo é apresentar de forma contraída, reduzida ou abreviada, as ideias principais de um
texto. E para chegarmos a ele, há que fazermos uma operação mental insubstituível:
dispensarmos o que não é significativo ao passe que síntese é um género de texto elaborado, de
dimensão reduzida, mas redigida de forma simples, clara e consistente.

5. Na elaboração de um resumo são aplicadas técnicas como:

O apagamento, que consiste em apagar as partes que são desnecessárias. Geralmente essas partes
são os adjectivos e os advérbios, ou frases equivalentes a eles.

A construção, que consiste em substituir uma sequência de fatos ou proposições por uma única,
que possa ser presumida a partir delas, também baseando-se no significado.

A generalização, que consiste em reduzir os elementos da frase através do critério semântico, ou


seja, da compressão do significado.

O sublinhado, que consiste em sublinhar as palavras ou frases mais significativas, que expressam
ideias que tenham mais importância. Depois, junta-se os sublinhados e, com eles, se forma um
texto.

6. Desvantagens do resumo

Não admite a exploração simultânea de vários textos.

─ Não é permitida a indicação do nome do autor de nenhum dos textos (nem do texto original
nem do resumo).

─ A enunciação é feita na pessoa gramatical do texto original.

7. Para detectar, referenciar, descobrir, apreender, e apontar as ideias de fundo, directrizes,


mestras, essenciais ou centrais, é necessário seguir o método rasero:

 Rápida leitura do texto;


 Atenta leitura do texto;
 Sublinhar as ideias Chave;
 Esquematizar;
 Resumir e;
6
 Operatividade.

Defeitos a evitar:

 A utilização de frases ou expressões inteiras do texto que se quer resumir;


 Acrescentamento de comentários pessoais;
 A ausência de elos de ligação entre as frases e os parágrafos.

Secção 3

1.A Ortografia é a parte da Gramática que ensina a maneira correcta de escrever as palavras.
(Pinto; Lopes; Neves: 2001: 4)

A escrita é um instrumento fundamental para informar, demonstrar, persuadir ou simplesmente


para interessar os outros pelas nossas ideias.

Os erros ortográficos podem ter como causas a deficiente aprendizagem no ensino, a falta de
tempo e de motivação para a leitura ou ainda a desvalorização da escrita em relação a outras
formas de expressão. A maioria dos erros é um reflexo da oralidade. As pessoas escrevem as
palavras como as pronunciam na linguagem oral. Falando mal, pioram na escrita.

2. E importante pontuar uma frase escrita porque corresponde ao estabelecimento de pausas na


comunicação. A pontuação permite ao emissor expressar-se com exactidão e precisão. A má
utilização dos sinais de pontuação pode resultar na ambiguidade comunicativa e gerar
consequências de gravidade imprevisível.

Exemplo:

Ela gosta de salada de frutas.

3. Qualquer vocábulo da língua portuguesa enquadra-se numa respectiva classe de palavras,


nomeadamente:

Variáveis: Substantivo, Adjectivo, Artigo, Verbo, Pronome, Advérbio, Numeral,

Invariáveis: Interjeição, Conjunção, Preposição,

7
Secção 4

1.É uma sequência coerente e coesa de palavras, as quais obedecem a uma estrutura formal
(Sujeito + Verbo + Objecto) e transmitem um sentido autónomo e relativamente completo para a
comunicação. A acepção alargada de frase distancia-se da acepção de oração (no contexto
gramatical), pois que esta rejeita os enunciados e as expressões, pelo facto de que essas, por
natureza, não possuem autonomia semântica e adquirem valor somente quando enquadradas no
respectivo contexto de produção

2. A frase comporta constituintes mediatos e imediatos.

A estrutura básica duma frase é SVO. A constituição da frase comporta elementos imediatos e
mediatos, cada um dos quais com sua função específica ao longo da frase.

3.Verbo é o nome dado à classe gramatical que designa uma ocorrência ou situação. É uma das
duas classes gramaticais nucleares do idioma, sendo a outra o substantivo. É o verbo que
determina o tipo do predicado, que pode ser predicado verbal, nominal ou verbo-nominal. O
verbo pode designar acção, estado ou fenómeno da natureza.

Classificação dos Verbos

Quanto à Semântica

Verbos transitivos: são aqueles que designam acções voluntárias, causadas por um ou mais
indivíduos, e que afectam outros indivíduos ou alguma coisa, exigindo um ou mais objectos na
acção. Podem ser:

Directo (que não possui sentido completo, necessitando de um complemento directo) ,

Indirecto (que não possui sentido completo, necessitando de um complemento indirecto; exige
necessariamente uma preposição antes do objecto) ou

Directo e indirecto (que não possui sentido completo, necessitando simultaneamente de


complementos directo e indirecto). Exemplos: dar, comer, fazer, vender, escrever, amar etc.

8
Verbos intransitivos: são aqueles que possuem sentido completo. Designam acções que não
afectam outros indivíduos. Exemplos: andar, existir, nadar, voar etc

9
Conclusão

O texto informativo é todo aquele que procura comunicar, de forma clara e pormenorizada ou
então em poucas linhas, aos leitores um determinado assunto. A adopção de um ou do outro
método de estudo nos estabelecimentos educacionais tem como objecto alcançar os objectivos
preconizados nos programas. A qualidade de uma leitura é a soma de todos os elementos que
estão presentes nele, que influenciam no êxito que um grupo de leitores consegue com ela. A
velocidade óptima é tida como interessante. A actividade de tirar apontamento constitui um dos
processos fundamentais para a captação e retenção da matéria, pois por meio dos apontamentos
aprendemos melhor e as nossas informações ficam guardadas para sempre. Resumir é apresentar
de forma contraída, reduzida ou abreviada, as ideias principais de um texto. Para tal precisamos
dispensar o que não é significativo. Um resumo bem feito é económico em palavras e rico em
significado. A elaboração de uma síntese implica um bom domínio das técnicas de leitura e de
escrita. Na produção duma síntese, há que se evitar os seguintes aspectos: utilizar frases e
expressões inteiras do texto; fazer comentários ao texto. A correcção na escrita é indispensável
porque saber escrever é ter a ferramenta necessária para o sucesso no contacto em toda
sociedade. Pontuar uma frase escrita corresponde ao estabelecimento de pausas na comunicação.
A pontuação permite ao emissor expressar-se com exactidão e precisão. A má utilização dos
sinais de pontuação pode resultar na ambiguidade comunicativa e gerar consequências de
gravidade imprevisível. Qualquer vocábulo da língua portuguesa enquadra-se numa respectiva
classe de palavras. As classes de palavras variam de acordo com as abordagens de cada
gramático. Um parágrafo pode ser constituído por vários períodos a que semanticamente
designamos por frase. A estrutura básica duma frase é SVO. A constituição da frase comporta
elemento imediato e mediato, cada um do qual com sua função específica ao longo da frase e por
fim a concordância entre o sujeito e o verbo ocorre quanto ao número e à pessoa. Essa
concordância evita a repetição do sujeito na mesma frase/ discurso, passando esse a ser indicado
pela flexão verbal a ele ajustada.

10
Bibliografia

 U. C. M CED, Técnicas de Expressão em Língua Portuguesa, beira, Moçambique.

11

Você também pode gostar