Você está na página 1de 4

c 


        

ontem, 8 de maio de 2011, 06:17:21


Como não recebi as revistas solicito o cancelamento do contrato nº 10114449 e o reembolso das parcelas pagas.

c  
         

ontem, 8 de maio de 2011, 05:57:55


Assinei contrato com esta empresa à quase 2 meses , paguei no cheque parcelado, porém ainda não recebi nenhuma
assinatura. á comecaram a descontar os cheques e nada de revista. No entanto cancelei o restante dos cheques que
passei.

c  
       c!" #$
% c&% " c!c!c% !'(%  

quinta-feira, 31 de março de 2011, 08:08:35


Olá, me chamo Carolina, busco através deste site uma solução URGENTE para o problema que estou tendo. Busquei
primeiramente resolver o problema diretamente com a empresa, mas por falta de resposta até hoje (31.03.2011), e
pelo desrespeito da empresa com o consumidos, resolvi postar aqui minha reclamação e minha indignação com o
ocorrido. Menciono apenas que o texto a seguir, assemelha -se muito a outros já publicados aqui pois trata -se
exatamente do mesmo golpe aplicado a outros consumidores. Prezados Senhores. No dia 03 de março de 2011, por
volta das 12:00 horas eu e minha avó fomos abordadas no aeroporto Santos Dumont do Rio de Janeiro p or uma moça,
que nos ofereceram dois exemplares da revista ISTO É. Nesta ocasião elas se apresentaram dizendo serem
funcionarias/representantes da revista, inclusive estavam em um STAND (com certeza autorizado pela direção do
aeroporto), com o nome ISTO É bem destacado. Conhecendo e acreditando no nome da revista e na credibilidade
nacional que a mesma possui jamais poderia imaginar que eu e todas aquelas diversas pessoas que estavam sendo
abordadas junto comigo, seriamos literalmente enganados , ainda mai s porque o STAND encontrava-se localizado
dentro das dependências de um local sério como um aeroporto. Quando elas nos entregaram os dois exemplares
antigos para levarmos na viagem, também nos explicaram que ganharíamos um brinde (mochila ou GPS) caso
optássemos por uma assinatura de uma revista mensal e uma semanal. Pediu que eu indicasse 2 revistas e eu indiquei
a ISTOÉ (semanal) e a PLANETA (mensal). Então, ela nos explicou que nessa assinatura receberíamos 1 exemplar
da revista ISTOÉ semanalmente e 1 ex emplar da revista PLANETA mensalmente, durante 10 meses por um valor de
R$ 5,80 por mês, totalizando R$ 55,80 ao final de 10 meses. Por um momento desconfiei da promoção, então
questionei diversas vezes quais eram as regras, o quanto teria que pagar, como eu poderia fazer para cancelar a
assinatura e, em todas as diversas vezes que foi questionada, a atendente afirmou veementemente que a única taxa
cobrada seria R$ 5,80 por mês. Nesta ocasião, ainda tentando nos convencer, nos mostrou que a assinatura, por mês,
sairia por menos da metade do preço de uma única revista ISTOÉ. Na pressa de irmos pegar o avião, tivemos pouco
tempo para decidir e não tínhamos como consultar a opinião dos consumidores a respeito da empresa Três Comércio
de Publicações Ltda., pois se tivéssemos ao menos acesso a internet obviamente teríamos recusado assinar qualquer
contrato com esta empresa, visto que ao colocar seu nome em qualquer pagina de busca, só aparecem reclamações e
clientes insatisfeitos. Enfim, sem tempo para agir da for ma que gostaria, confiei no nome da ISTO É. Escolhi o
brinde, no caso um GPS, e após preencher o formulário, a vendedora nos disse que a única despesa seria de R$ 5,58
(cinco reais e oitenta centavos) por mês , mas que por ser uma campanha de incentivo a c ultura com preços super
reduzidos, para torná-la possível, fizeram um convênio com as empresas de cartões de crédito (no caso do meu cartão
VISA) no qual as 10 parcelas deveriam ser pagas de uma única vez, ou seja, em uma única parcela de R$ 55,80.
Neste momento, achei estranho pois teria que pagar adiantado por 10 meses de assinatura! Mais uma vez a moça
insistiu, mostrou o GPS, nos mostrou quanto custava um aparelho daqueles, nos mostrou novamente todas as
vantagens da promoção. Realmente, da forma enganosa com a qual nos apresentou a promoção, ela parecia ser ótima!
Eu assinaria 2 revistas pelo preço de metade de uma revista e ainda ganharia um GPS! Fiquei em dúvida, a moça
insistindo, e ao olhar no relógio percebi que já estava na hora de nosso embarque. Foi uma pressão tão grande para
tomar uma decisão que quando percebi, estava assinando um contrato sem ler, por falta de tempo e por confiança na
revista ISTOÉ. Confiei no nome da ISTO É e quando acabei de assinar o contrato e pegar minha via, percebi que eu
estava negociando com a TRES Comercio de Publicações LTDA., neste momento, fiquei com receio mas me
tranqüilizei quando me dei por conta que esta também era uma empresa séria e reconhecida nacionalmente. Entreguei
meu cartão de crédito, a moça colocou -o embaixo da folha do contrato e com um lápis foi pintando por cima da folha
do contrato de forma com que o relevo marcasse toda numeração do cartão de credito assim como os demais dados.
Questionei o motivo pelo qual ela precisava ter anotado todos esses dados e ela me informou que era devido ao
convenio que fizeram com a VISA, tinham que passar os dados de todos os cartões para eles. Eu, ingenuamente,
acreditei. Dias depois quando chegou a fatura do cartão de crédito, meu pai foi verificá -la com detalhes. Foi aí que ele
percebeu que ao lado da parcela de cobrança da assinatura da revista havia a seguinte indicação: 1/10. Ou seja, a
parcela que seria ÚNICA, se transformou em 10 PARCELAS! Me enganaram dizendo que seriam 10 parcelas de R$
5,58 pagas de uma só vez, totalizando R$ 55,80! Agora estão querendo me cobrar 10 parcelas de R$ 55,80! Se
tivessem me dito que o valor era este, eu jamais participaria da promoção, não foi este o acordado entre os dois lados.
Quando meu pai me mostrou a fatura do cartão, por um momento não acreditei. Depois, analisando bem e procurando
sobre a empresa no Google (onde só há reclamações) fiquei muito surpresa e revoltada. Percebi que fomos
enganadas. Para complicar ainda mais, esta situação gerou uma briga entre eu e meu pai, p ois meu cartão de crédito
era vinculado à conta dele. Desta forma, estou me sentindo prejudicada não só financeiramente, mas também
moralmente. Diante do acontecido, me sinto desrespeitada, humilhada e envergonhada por tudo que estou passando.
A única coisa que eu quero neste momento é resolver tudo isso e colocar um ponto final nesta situação. Se o preço
por aprender a não confiar mais em promoções é este, eu concordo em pagar o que combinei verbalmente e comprei,
ou seja, pagar uma ÚNICA parcela de R$ 55, 80 (cinqüenta e cinco reais e oitenta centavos). Não pagarei nada mais
que isso. Quero solicitar que não me seja cobrada mais nenhuma parcela. Caso isso ocorra, farei nova reclamação e
solicitarei a devolução dos valores. Certos da idoneidade, da honestida de, da integridade de vossas empresas,
aguardamos o contato para acerto dos valores cobrados. Segue abaixo o número do contrato. Contrato nº 10106495
Atenciosamente, São Paulo,31 de março de 2011

c  
         

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011, 23:47:25


Fiz um contrato com essa empresa, nele constava que recberia a assinatura de um jornal local,isso faz um ano, depois
de muitas ligações e protocolos até hoje nâo recebi nem resposta de alguem justicando, perdi a conta de ligaçõe e
protocolos sem resultados,fora o atraso de entrega das revistas, um horror.Cuidado.

c  
       

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011, 07:30:27


Boa Noite Estava em uma feir a onde fui abordada por um rapaz,ele apresentou uma cartela com varios tipos de
cartoes de credito. Quem tivesse algum deles ganharia um brinde,fomos informados que nosso cartao gannharia esses
premios 1 revista isto é dinheiro,isto é mais um chapeu mas pa ra que nós levase estes brindes teria que fazer a
assinatura da revista que teria um unico custo de $4,60 que era do correio isso mensal. Pois o rapaz passou o meu
cartao de credito ai depois de algum tempo fui verificar o comprovante do cartao me cobraram $460,00 parcelado em
10x de $46,00. Liguei para a empresa para fazer o cancelamento da revista falei com Pedro ficou de retornarem em 7
a 8 dias pois nao retornaram tive que entrar em contato novamente. Fui recebida por uma moça nao lembro nome,ela
me disse que nao dava para fazer o estorno pois o banco ja tinha repassado o dinheiro para a empresa. Para que eu
ficasse com a assinatura das revista ela me ofereceu um brinde que eu receberia em 15 dias ja fazem2 meses ate agora
nada ainda mais ela oferceu tambem mais 6 meses da revista menu gratuita tambem nao recebi nada. Fico pensando
que essas pessoas devem achar que todo mundo é palhaço,fazem proposta e nao cumprem só para ficar com nossos
dinheiro. Todos nós temos nossos direitos de consumidor,pois se voc es nao resolverem o meus problema o mais
rapido possivel vou procurar meus direitos. MUITO OBRIGADO espero respostas

c  
          ) * 

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011, 04:50:04


No dia 18/09/2010 realizei a assinatura de algumas revistas da Editora T rês pagando em 4 parcelas de R$ 133,20,
totalizando o valor de R$ 532,80. A última parcela foi debitada no mês passado. Qual a minha surpresa ao saber que
foi lançado um novo débito no valor de R$ 266,40 novamente pela Editora Três, sem a minha autorização ? Ao entrar
em contato pelo atendimento telefônico fui informado que quando assinei a revista, a operadora do cartão de crédito
só autorizou 4 parcelas (obviamente, afinal eu só autorizei 4 parcelas) e que agora fizeram o novo lançamento para
complementar 6 parcelas. No ato da compra foi -me oferecido o pacote por este valor de 6 parcelas e eu não me
interessei. Foi então que a vendedora ofereceu o mesmo pacote por 4 parcelas apenas. Acabei aceitando. Gostaria de
saber como a Editora Três conseguiu fazer est e lançamento sem a minha autorização na data de ontem (18/01/2011).
Eu possuo o comprovante de autorização das 04 parcelas, caso a empresa necessite para investigação. No contato
telefônico acabei entrando em acordo para não cancelar as assinaturas. No ent anto, preciso saber: 1-Quem autorizou
este débito? 2-Que garantia eu tenho de que a renomada editora não fará novos lançamentos à revelia para ajustes de
erros de venda? Lembro-me inclusive de no momento da assinatura ter marcado um checkbox dizendo que nã o
autorizava novos débitos em meu cartão nem renovação automática de assinatura. 3 -Se a vendedora não tinha
autorização para oferecer tal oferta, então gostaria que fosse aberta uma investigação interna para apuração dos fatos
e que me dessem uma satisfaçã o devida.

c  
          
domingo, 2 de janeiro de 2011, 02:19:34
A Editora Três renovou novamente a minha assinatura das Revistas IstoÉ Gente e IstoÉ planeta sem a minha
autorização. Me ligaram ao final do contrato que seria 10 meses para r enovação e informei que nao queria mais,
mesmo assim veio cobrando a assinatura. Peço o cancelamento imediato das cobranças, sob pena de serem
demandados judicialmente pela prática abusiva.

c  
       +
  % ,

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010, 04:22:31


A Editora Três renovou novamente a minha assinatura das Revistas IstoÉ e IstoÉ dinheiro sem a minha autorização.
Peço o cancelamento imediato das cobranças, sob pena de serem demandados judicialmente pela prática abusiva.

c  
       ! -

domingo, 19 de dezembro de 2010, 23:17:07


Meu marido, Lucas de Gois Campos é assinante da Revista Isto É, código de assinante 004968289, CPF
726.809.038-20. Há um tempo atrás , a Editora Três fez uma renovação da assinatura da Revista Isto É SEM
AUTORIZAÇÃO do assinante com débito no cartão de crédito de meu marido que, desde então, não mais teve
interesse em renovar a assinatura da revista. Atualmente a Editora Três tem ligado em média de 4 a 6 vezes por dia
em minha residência, com a proposta de renovação da assinatura. Já pedi educadamente que retirassem o meu número
de telefone do setor de telemarketing; já solicitei, nem tão educadamente, que parassem de me perturbar em min ha
residência; já deixei bem claro que não temos interesse em renovar a assinatura; já falei no atendimento com: Ednéia,
Marcos, Sonia, Solange, Elton Rodrigues, Lucinéia e Wesley; já disse que moverei um processo por perturbação de
sossego contra a editora e, quiçá, de indenização por danos morais, tudo sem resultado. As ligações continuam e eu
não aguento mais tanta perturbação. Ah! E também já cadastrei o número de telefone para não mais receber ligações
de telemarketing. As ligações da editora três come çam por volta das 08h30 e continuam ao longo do dia até às 19h30.
Como trabalho em minha residência e nela permaneço a maior parte do dia, sinto -me invadida em minha privacidade
e extremamente perturbarda com tantos telefonemas. É só.

c  
        .

quinta-feira, 25 de novembro de 2010, 06:12:47


Fiz assinatura da revista Isto é no inicio do ano. Após solicitar o cancelamento (pois a revista é tendenciosa, ao invez
de imparcial), a editora só fez metade do estorno no valor da assinatura, e ainda me enviou um livro (que nunca
solicitei). Não consigo fala r com a editora para saber o que realmente está aconteçendo (o telefone não atende e o e -
mail não é retornado).

c  
       c!/// 

segunda-feira, 9 de agosto de 2010, 22:33:11


Bom dia, Hoje, dia 10/08/2010 - acessei o site da revista ISTO É DINHEIRO, e quis fazer uma assinatura anu al.
Olhei os preços para assinatura de um e dois anos e escolhi assinar por apenas um ano. Valor no site: 299,40. Ao rolar
a página para baixo, reparei que por outros valores eu receberia um brinde, estranhei pois a mensagem era bem
CLARA - assine e GANHE O BRINDE. Fiquei interessado em receber o brinde que era um receptor de TV Digital
USB, porém o valor da assinatura alterava para 399,90. Na mesma página você poderia ASSINAR E GANHAR um
Lap-Fit - valor da assinatura seria 299,90 ou no mesmo valor de assin atura escolher o BRINDE mochila para Lap -top
ou até uma pasta executiva. Com essas diferenças de valores em uma promoção em que você GANHA o brinde,
liguei para a Editora Três por quatro vezes, sendo atendido por duas vezes ou mais pela Cristina, para sabe r do por
que existia essa diferença de valores. As três primeiras ligações, logo após eu relatar minha dúvida e ficar cerca de 3
MINUTOS aguardando uma resposta decente, as ligações cairam. O que depois da segunda vez, nos leva a pensar
que foi proposital. Na quarta ligação, ao conversar com outra atendente ouvi coisas como : - Sr faça a assinatura
normal, sem o brinde - O senhor não é obrigado a assinar a revista, deseja assinar com essas condições ou não ?
Fiquei mais supreso ainda por esta falta de educa ção e falta de respeito com o consumidor. Fico chateado pois uma
revista que tem como tema principal ECONOMIA E NEGÓCIOS, veicular ao que me parece propaganda enganosa e
pior, contar com uma equipe desqualificada de atendimento, incapaz de resolver uma dúv ida simples vai contra os
princípios da própria revista.Em último caso avisei que iria escrever para reclamar e mesmo assim a situação não foi
nem de perto esclarecida. Obrigado por este espaço para protestar contra este lamentável episódio.
c  
       %  0   )    0
c c!

terça-feira, 6 de abril de 2010, 07:13:25


Verifiquei a cobrança indevida na fatura do meu cartão de crédito de uma possível renovação de assinatura de uma
revista que não solicitei. Solicitei o cancelament o deste "contrato" imediatamente e o estorno das parcelas que
porventura seriam pagas, mas não tive retorno. O "Fale Conosco" do site da Editora "envia" as mensagens, mas logo
após recebemos em nosso e-mail um aviso de as mesmas não foram enviadas. A Edito ra deve respeitar seus
consumidores e JAMAIS cobrar por algo que não foi solicitado. Respeito ao consumidor!

c  
       %  0   )    0
c %1!0

terça-feira, 6 de abril de 2010, 07:07:58


Verifiquei a cobrança indevida na fatura do meu cartão de crédito de uma possível renovação de assinatura de uma
revista que não solicitei. Solicitei o cancelamento deste "contrato" imediatamente e o estorno das parcelas que
porventura seriam pagas, mas não tive retorno da Edi tora. O "Fale Conosco" disponível no site da Editora "envia" as
mensagens, mas logo após recebemos no nosso e-mail a informação de que a reclamação não foi enviada. A Editora
deve respeitar seus consumidores e JAMAIS cobrar por algo que não foi solicitado. Respeito ao consumidor!

c  
      !(

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010, 06:26:07


Nunca pedi para receber emails da Editora 3 e eu os estou recebendo, o que configura SPAM. Favoe excluírem o meu
email da sua mailing list. Dados do SPAM: Acesse o mundo digital aonde você quiser!‏ From: Editora Três
(mkdassinaturas@editora3.com.br) Medium riskYou may not know this sender.Mark as safe|Mark as junk Sent:
Wednesday, January 20, 2010 11:14:53 AM To: xxxxx@hotmail.com (EMAIL CORRETO SEGUE NOS DADOS
DA DENÚNCIA) Character set: Learn more Caso você não consiga visualizar este e -mail, Se não deseja mais
receber este informativo,

c  
       +
  %  %   2 

domingo, 20 de dezembro de 2009, 06:29:19


Eu não autorizei a renovação da assinatura das Revistas Istoé e Istoé Dinheiro, no entanto, a Editora Trê s procedeu
com a renovação automática lançando débitos inautorizados em meu cartão de crédito o que é um absurdo, pois eu
não dei qualquer autorização neste sentido. Espero que efetuem imediatamente com o cancelamento, pois eu odeio
este tipo de prática ab usiva adotada pelas editoras brasileiras.
p