Você está na página 1de 322

Exercício 1.

>
Exercício 2.>
Exercício 3.>
Exercício 4.>

Exercício 5.>
MAR=16 bits número max células = 216
MAR=32 bits número max células = 232
MAR=64 bits número max células = 264

Exercício 6.>

Exercício 7.>
Exercício 8.>

Exercício 9.>

Exercício 10.>

Exercício 11.>
Exercício 11.>

Exercício 12.>
Exercício 12.>
Exercício 12.>

Exercício 13.>

Exercício 13.>
Exercício 14.>

Exercício 14.>

Exercício 14.>
Exercício 15.>
Exercício 16.>
Exercício 17.>

Exercício 18.>
Exercício 18.>

Exercício 19.>

Exercício 19.>

Exercício 20.>
Exercício 1.>
Exercício 1.>
Exercício 2 .>

Exercício 3.>
Exercício 3.>

Exercício 3.>
Exercício 7.>
Exercício 8.>
Exercício 9.>
1. Defina concorrência, e como esse conceito está presente nos sistemas operacionais multiprogramáveis? R: Concorrência é o princípio básico para a projeção e implementação
dos SO multiprogramáveis onde é possível o processador executar ordens em paralelo com operações de I/O. Ela possibilita a utilização concorrente da UCP por diversos
programas, sendo implementada de forma que, quando um programa entra em espera e depois retorna, seu estado deve ser idêntico ao do momento em que foi interrompido. O
programa deverá continuar sua execução exatamente na instrução seguinte àquela em que havia parado, como se nada tivesse acontecido. 2. Qual a importância do mecanismo de
interrupção para a implementação da multiprogramação? R: A importância desse mecanismo é sua função de controlar dispositivos e sincronizar a execução de todas as suas rotinas
e dos programas dos usuários. 3. Como se dá o mecanismo de funcionamento das interrupções. R: Ao final da execução de cada instrução, a unidade de controle verifica se ocorreu
uma interrupção. O programa em execução é interrompido e o controle desviado para uma rotina que trata o evento ocorrido, a rotina de tratamento de interrupção. Para que o
programa possa posteriormente voltar à sua execução, é necessário que, no momento da interrupção, um conjunto de informações sobre a sua execução seja mantido. Elas
consistem no conteúdo de registradores, que deverão ser restaurados para a continuação do programa. 4. Defina eventos síncronos e assíncronos? Como esses eventos estão
relacionados ao mecanismo de interrupção e exceção? R: Eventos síncronos são resultados diretos da execução do programa corrente. Eles são previsíveis e só podem ocorrer um
de cada vez. Os assíncronos não são relacionados à instrução do programa corrente. Esses eventos, por serem imprevisíveis, podem ocorrer várias vezes, como no caso de
diversos dispositivos I/O informarem ao processador que estão prontos para receber ou transmitir dados. Uma interrupção é um evento assíncrono e uma exceção é um evento
síncrono. 5. Dê exemplos de eventos associados ao mecanismo de exceção. R: O overflow e a divisão por zero. 6. Qual a vantagem da E/S controlada por interrupção comparada
com a técnica de spooling? R: A vantagem é a eficiência pois na E/S controlada por interrupção o processador, após a execução de um comando de leitura ou gravação, permanece
livre para o processamento de outras tarefas.
7. Defina DMA, e qual a vantagem dessa técnica? R: O Acesso direto à memória (Direct Memory Access) é um modo de acesso pelo qual um dispositivo acessa diretamente a
memória, sem antes ter que passar pelo processador. A vantagem dela é sua velocidade em comparação com as demais. 8. Como o uso de buffering permite aumentar a
concorrência em um sistema computacional? R: Com ela é possível minimizar o problema da disparidade da velocidade de processamento existente entre o processador e os
dispositivos de E/S, ela permite manter o processador e os dispositivos ocupados. 9. Explique o mecanismo de spooling de impressão. R: No momento que um comando de
impressão é executado, as informações que serão impressas são gravadas antes de tudo em um arquivo em disco, o arquivo de spool, liberando imediatamente o programa para
outras atividades. Posteriormente, o SO encarrega-se em direcionar o conteúdo do arquivo de spool para a impressora. 10. Suponha que em um sistema multiprogramável,
alguns usuários estejam utilizando o mesmo editor de textos (200 Kb), compilador (300 Kb), software de correio eletrônico (200 Kb) e uma aplicação corporativa (500 Kb). Caso o
sistema não implemente reentrância, qual o espaço de memória principal ocupado pelos programas quando 10 usuários estiverem utilizando todas as aplicações
simultaneamente? Qual o espaço liberado quando o sistema implementa reentrância em todas as aplicações? R: Sem a reentrância: 10 x (200 Kb + 300 Kb + 200 Kb + 500 Kb) =
12.000 Kb. Com reentrância: (200 Kb + 300 Kb + 200 Kb + 500 Kb) = 1.200 Kb. (12K – 1,2 K) Kb = 10.800 Kb liberados.
Exercício 1.>
Exercício 2.>
Resposta exercício 2: O processador se
comunica com o sistema operacional através
de funções, que podem ser executadas
basicamente em dois modos: kernel e
usuário.

O modo kernel é conhecido como privilegiado


por ter acesso completo ao computador, a
todas as partes do hardware. Já o modo
usuário, que limita as ações para garantir a
segurança e não comprometer nenhuma
parte do próprio sistema. neste modo, é mais
difícil de um aplicativo violar a privacidade de
outro.

Este mecanismo, garante que nenhuma parte


da memória será violada por outro aplicativo.

Você também pode gostar