Você está na página 1de 1

Há 08 anos

Já imaginou sempre tirar NOTA MÁXIMA em seu Portfólio assim como os demais Cursistas
fazem sem precisar quebrar cabeça e perder noites confeccionando-o?
Então, seja muito bem vindo(a), meu nome é RAILDO, sou especialista em confecção de portfolios de Ciências
Contábeis, Economia, Administração, Gestão Financeira, Gestão Comercial, Gestão Púbica, Educação Física,
Serviço Social entre outros Cursos da UNOPAR e ANHNAGUERA, estou no mercado há 08 (OITO) anos, tenho
muitos clientes satisfeito Graças a DEUS. Estou aqui para te ajudar a tirar uma nota máxima em seu trabalho
acadêmico e já tenho pronto para envio este:
PORTFÓLIO 2º E 3º SEMESTRE GESTÃO PÚBLICA 2022-1 - “Desafios na Gestão Pública
Municipal: buscando uma gestão efetiva em um contexto atípico”.

Acesse o Site https://passandofacil.com.br

Vamos conhecer a SGA?


“Desafios na Gestão Pública Municipal: buscando uma gestão efetiva em um contexto atípico”.

Sabemos que são inúmeros os desafios enfrentados na busca por uma gestão efetiva e transparente nos
municípios! Pensando em discutir a temática a fim de ampliar o olhar frente às possíveis boas práticas e solução de
problemas, o Tribunal de Contas da União (TCU), no âmbito do programa TCU+Cidades – que configura um
programa voltado à orientação junto aos municípios brasileiros, visando contribuir com a qualificação de gestores
municipais para que melhor utilizem dos recursos públicos – realizou em maio de 2021 um seminário sobre gestão
fiscal nas cidades. Em dois painéis, o evento discutiu os princípios da gestão fiscal e estrutura de governança fiscal.

IMAGINE A SEGUINTE SITUAÇÃO

Josué Ferreira, prefeito de uma cidade com cerca de 500 mil habitantes, localizada na região sul do Brasil,
está em seu primeiro mandato, tendo sido eleito nas últimas eleições municipais, em um contexto bastante
atípico: o da pandemia do coronavírus (COVID-19). Conforme rege a legislação, o primeiro ano de mandato é
governado segundo o PPA do gestor anterior, sendo preciso que o prefeito atual, junto de sua equipe de
secretários, elabore o Plano Plurianual (PPA) para os próximos quatro anos.
Josué, dentre suas promessas de campanha, deu destaque à sua intenção de reestruturar a máquina
administrativa, implementando um novo plano de cargos e salários para o funcionalismo público, bem como à
otimização da prestação dos serviços nas áreas de saúde, educação e segurança a partir da contratação de novos
profissionais mais especializados.
No entanto, seu Secretário da Fazenda o alertou quanto à uma situação preocupante ao analisar as contas
públicas. Segundo o secretário, o Município está no limite máximo permitido para gastos com pessoal pela Lei de
Responsabilidade Fiscal (LRF), o que prejudica – grandemente – o plano de novas contratações. Ainda, tais
aspectos legais trazem impeditivos para a criação de novos cargos, o que envolve alteração da estrutura de
carreira e provimento de cargo. Além, claro, do contexto da pandemia que implicou em transformações no
gerenciamento das finanças públicas municipais, onde grande parte das cidades – assim como a cidade de Josué –
gastaram um montante expressivo de seus orçamentos na área da saúde, gerando uma pressão sobre o orçamento
geral dos municípios.

Caso tenha interesse entre em contato:


WhatsApp: 073 99912 5456
E-mail: raildoyy@gmail.com

Você também pode gostar