Você está na página 1de 6

..

- ~ ~
COMO SE FAZ

UMA BOMBA ATÔMICA


Q~~
-o ~

JosG GOLDENBERG
Instituto de F(sica da USP

Existem diversas substâncias qu(micas que po- Como as forças nucleares são cerca de 1 milhão
dem sofrer transformações muito rápidas:ao serem de vezes mais fortes que as forças qu(micas, as
aquecidas, ao sofrerem um choque,ou misturadas energias libertadas podem ser muito maiores,
com outras, estas substâncias "explodem"; o que isto é, com a explosão de 1 quilo de material nu-
esta explosão significaé que a substânciasofre uma clear pode-se obter uma explosão equivalente a
reação qu (mica incontrolávelque só acaba quando um milhão de quilos de TNT.
os ingredientes dispon(veis são totalmente consu- O material nuclear com o qual se podem fazer
midos. bombas atômicas é o urânio; este é o elemento
A pólvora, a dinamite, a trinitroglicerina são mais pesado que se encontra na natureza; todos os
exemplos de tais substâncias; numa espoleta, a elementos mais pesados que ele são chamados
explosão é iniciada pela pancada do gatilho sobre transurânicose são instáveis,não existindo na natu-
ela; já num foguete de São João, é o calor que reza, só podendo ser produzidos artificialmente.
iniciaa explosão. Mesmo o urânio não é muito estável; de vez
A grande maioria das reações qu(micas (ou a em quando, espontâneamente, emite part(culas
combustão) se processa lentamente e, apesar de alfa - isto é, o urânio é radioativo - o que indica
consumir as substâncias existentes, não são explo- que ele pode ser levadoa explodir.
sivas; o exemplo mais simples é a queima de um Da mesma forma que um rearranjo dos átomos
palito de fósforo: uma vez iniciadaa queima - pa- pode libertar energia, como na queima de um com-
ra o que é necessário um estopim ou fósforo - a busHvel (madeira, gás ou petróleo, que são com-
madeira toda queima,mas não de forma explosiva. postos qu(micos), um rearranjono núcleo dos áto-
A energia libertada na explosão pode ser muito mos pode também libertar energia, mas em quanti-
grande; por exemplo, um quilo de trinitroglicerina, dades maioresdo que nas reaçõesqu(micas.
ao explodir, pode destruir completamente uma casa Por exemplo, se um núcleo de urânio se desin-
de dois andares. Uma tonelada de trinitrotolueno tegrar em dois fragmentos (o estrôncio e o xenô-
(TNT) que é um outro tipo de explosivo,pode des- nio, por exemplo), uma grande quantidade de ener-
truir um quarteirão. gia pode ser liberada. Se, entretanto, todos os
Estes explosivos têm sido usados extensiva- núcleos de 1 kg de urânio se desintegrassem,a ener-
mente nas guerrasdeste século. gia liberadaseria maisde um milhão de vezesmaior
Não satisfeitos com isto, os cientistas desen- do que a energia liberada na queima de 1 kg de
volveram um outro tipo de explosivo: a bomba petróleo ou carvão.
atômica. O nome é devido ao fato de que, numa O problema é fazer o urânio queimar, ou seja,
bomba atômica, não ocorre uma reação qu(mica, fazer com que todos os átomos presentes numa
mas uma reação nuclear. massade 1 kgse desintegrem.
45
Isto é fácil de fazer com um pedaçode madei-
ra: uma vez que comece a queimar sob a ação de
um fósforo, por exemplo, a reação química se "\' '
II/s..~\,dl/I/~
' \'IJI// ::" 1///

~ $ ~aD~~~
~ ~ ,;:;..v --:::~ .-
propaga e só cessaquando todo o combustível ;:-{}~2-
~
~
=-
acaba. /" /' "/~,, '/ ~
Com o urânio isto é muito mais ditrcil de // \ ," ~ I ,\ v/" !J fi" \ ~
// '-
'\.\\I/:{/I\.\\I/í(/I\\III)11 '' / ' \\\11/ / \\/{ /
~
fazer. E poss(vel fazer um átomo se desintegrar
~ ~ -:.--;-~~tl: ---o-.-- :'1f~~ ~ -
/~'

-::..::: ~
:
-:::- :::-:::: -::-:: ~ --:::
"incendiando-o", como um fósforo faz com a
-- -

~ '-
'"
madeira. Um bom agente para isto são feixes de
////I\\" o/~" /IIII \ ~/~> //1/1\\\
partículas, que os cientistas aprenderama fabricar
a partir de 1930. Feixesde nêutrons são excelen- ~,~>/ \,\ 1// ',\' 1// I
~~:- ,~-- . ~~~
~ -
tes desintegradoresde átomos de urânio, através ~
;::: ~"~ ft*~ . :~*. =o ..,
da reaçãonuclear representadana figura 1. /" ~"-- ';qg ....
/1111\\'\ /111\"'- /I'fI'"

Fig. 2 - Reação Nuclear "em cadeia': em que


toda a massade urâniose "incendeia"

. .~ \
f~ Leo Szilard teve, na décadade 1930, a idéia
de tentar realizar na prática uma reaçãoem cadeia,
e isto de fato foi conseguido por Enrico Fermi
pela primeira vez, em 1942.

~ a resultado imediato da confirmação da idéia


de que era poss(velfazer uma reação nuclear em
cadeiacom o urânio levouà construçãodasprimei-
ras bombas atômicas do tipo que foi lançadosobre
Hiroxima e Nagasaki.Nestasbombas,bastou "quei-
mar" 4 ou 5 kg de urânio (dos 20 kg que a bomba
Fig. 7-A desintegraçãodo urânio, bombardeado possuía) para obter um efeito explosivo equivalen-
por nêutrons, em dois fragmentos, com a produ- te à explosão de 20.000 toneladas de trinitrogli-
cerina.
ção de váriosoutros nêutrons.
NeutfÔns + urânio --+ estfÔncio + xenônio + 3 Pela sua própria natureza de bomba, toda a
nêutrons + energia reação em cadeia ocorre rapidamentenum tempo
menor do que um milésimo de segundo,da mesma
forma que num explosivo comum. Um tanque de
gasolina também pode ~xplodir, mas em geral ela
Contudo a probabilidade de que um nêutron é usada de forma controlada, "queimando-se" a
acerte num núcleo de urânio é muito pequenapor- gasolinaaospoucosdentro do motor.
que elessãomuito pequenos. a mesmo pode ocorrer com o urânio, numa
E de se notar, contudo, que, da desintegração reaçãoem cadeia;ou ele "explode", isto é, "quei-
do urânio na reaçãoacima,resultam três nêutrons. ma" rapidamente,ou então "queima" lentamente.
Surgiu dar uma idéia revolucionária, que é a se- A quantidade total de energia produzida é a
guinte: se o 1!J nêutron produz 3 outros e secada mesma,masela se manifestade formas diferentes.
um delesproduz outros 3, teremosuma reaçãoem No primeiro caso é a fantástica explosão nuclear,
cadeiaem que o número de desintegraçõesnuclea- com produção de quantidades assombrosasde
resseguea sequência: luz, calor e outras radiaçõescapazesde matar cen-
1, 3, 9, 27, 81, 243, 729, 2187, etc. tenas de milhares de pessoas.No segundocaso,a
progressãoestaque crescerapidamente.Na prática, "queima" do urânio produz basicamente calor,
toda a massade urânio poderia "se incendiar", que aquece as barras nas quais se encontra o urâ-
como indica a figura 2. nio.

46
Não é o urânio que se encontra na natureza as grandespotências possuema tecnologia neces-
que pode explodir da maneira descrita acima; sária para isso. E poss(vel,porém, obter um outro
o urânio como se encontra na natureza é for- explosivo nuclear que é o plutônio. Ele é formado
mado por uma mistura de dois tipos de átomos: por uma transformação do urânio 238 - que é
o urânio 235 na proporção de 0,7% e o urânio inerte do ponto de vista explosivo - em plutônio
238 na proporção de 99,3%. O primeiro deles 239. Esta transformação ocorre num reator nu-
é bastante raro. Num quilo de urânio s6 existem clear: colocando uma camisa de urânio natural
7 gramasde urânio 235. E como se tivéssemos em torno de um reator nuclear, ele aos poucos
um saco de feijão com grãos de 2 tamanhos; os vai absorvendo nêutrons e se transformando em
menores representariam o urânio 235 e os maio- plutônio. Desta forma é poss(vel obter vários
res, o urânio 238. Em cada 1.000 grãosde feijão, quilos de plutônio por ano, usando um reator de
7 representariamurânio 235 e 993 representariam pequeno porte. Por esta razão, bombas atômicas
urânio 238. constru(dascom plutônio são denominadas"bom-
E o urânio 235 que pode explodir facilmente, basatômicasdos pobres".
mas é difícil obtê-Io de forma pura. Para isto é Obtido o urânio enriquecido a 80%, ou o plu-
necessário"enriquecer" o urânio natural, ou seja tônio, é poss(velconstruir uma bomba atômica de
aumentar a proporção de átomos de urânio 235 acordo com o esquema apresentadona figura 3.
na mistura. Este enriquecimento precisaelevar a O urânio ou plutônio são montados na forma
proporção de átomos de urânio 235 a 80% ("enri- de uma esfera oca no interior da qual se coloca
quecimento a 80%"). Reatores nucleares,para a uma fonte de nêutrons ("iniciador"). A esferade
produção de eletricidade em geral, usam urânio urânio é envolvida por outra esferaoca de berflio
enriquecido a apenas3%. Isto podeserconseguido que é um bom "refletor" de nêutrons e que devol-
atravésde processosmuito carose complicados.S6 ve para o centro nêutrons originados no "inicia-

1, 2, 3,4: Espoleta e carga explosiva

Refletlor de
nêutrons (berilio)

Fonte de nêutrons
ou "iniciador" Esfera oca de
urânio ou plutônio

Fig. 3 - Esquemade bomba ardmica


47
Isto é fácil de fazer com um pedaçode madei-
ra: uma vez que comece a queimar sob a ação de
um fósforo, por exemplo, a reação qu rmica se '\.\\ I 1/~.~ \Ilill//~~\\II//

..r ~,-- ~/'~~ ~..;:r- ~ " \\ /1/


propaga e só cessaquando todo o combustrvel
acaba. ~ ~
---'/ ~
- ---oó~"~~::-.
'

-- ~--
--- /

" / ~ "
/J I I ,\ \ ~"
1t:
//

Com o urânio isto é muito mais ditrcil de / \' ~ I \\ '11 I'


fazer. E poss(vel fazer um átomo se desintegrar // "
".\\1/)(1/\\\111/1\\111)11
\\\1// \I/fl
"incendiando-o", como um fósforo faz com a
madeira. Um bom agente para isto são feixes de -+t: ~
--
-
..- --
/-,
-~--.
o",,~~/
~--
o~~
,~/
'~/
-é:a ~ ~~~
---;...
:-~. -- --
,~~~/"
'~~
~ ~

~
---

partrculas, que os cientistas aprenderama fabricar ///II\\" o~" /II'\ \ ~/~> //III\\\'
a partir de 1930. Feixes de nêutrons são excelen- ~,\
tes desintegradoresde átomos de urânio, através
.;::;-
- ~~ II///./ -:
-..
"\\\///
~
,',\1
.i8II'ib../ -----
~ ~---
li;

da reaçãonuclearrepresentadana figura 1. -:~~~p -. .:~=CI


II\\'\::
////I /.~,..:::
I/!\\
'//"~
11\' " ~

Fig. 2 - Reaçio Nuclear "em cadeia'~ em que


toda a massade urâniose "incendeia"

Leo Szilard teve, na década de 1930, a idéia


de tentar realizar na prática uma reaçãoem cadeia,
e isto de fato foi conseguido por Enrico Fermi
pela primeiravez, em 1942.
a resultado imediato da confirmação da idéia
de que era possrvel fazer uma reação nuclear em
cadeia com o urânio levouà construção das primei-
ras bombas atômicas do tipo que foi lançadosobre
Hiroximae Nagasaki.Nestasbombas, bastou "quei-
mar" 4 ali 5 kg de urânio (dos 20 kgque a bomba
Fig.1-A desintegraçio do urânio, bombardeado possu(a) para obter um efeito explosivoequivalen-
por nêutrons, em dois fragmentos, com a produ- te à explosão de 20.000 toneladas de trinitrogli-
çio de váriosoutros nêutrons. cerina.
Neutrdns + urânio---+estrdncio + xenônio + 3 Pela sua própria natureza de bomba, toda a
nêutrons +energia reação em cadeia ocorre rapidamente num tempo
menor do que um milésimo de segundo,da mesma
forma que num explosivo comum. Um tanque de
gasolina também pode explodir, mas em geral ela
Contudo a probabilidade de que um nêutron é usada de forma controlada, "queimando-se" a
acerte num núcleo de urânio é muito pequenapor- gasolinaaos poucos dentro do motor.
que elessãomuito pequenos. a mesmo pode ocorrer com o urânio, numa
E de se notar, contudo, que, da desintegração reação em cadeia; ou ele "explode", isto é, "quei-
do urânio na reaçãoacima,resultam três nêutrons. ma" rapidamente, ou então "queima" lentamente.
Surgiu dar uma idéia revolucionária, que é a se- A quantidade total de energia produzida é a
guinte: se o 1P nêutron produz 3 outros e secada mesma, mas ela se manifesta de formas diferentes.
um delesproduz outros 3, teremosuma reaçãoem No primeiro caso é a fantástica explosão nuclear,
cadeiaem que o número de desintegraçõesnuclea- com produção de quantidades assombrosas de
resseguea sequência: luz, calor e outras radiações capazes de matar cen-
1,3,9,27, 81, 243, 729, 2187, etc. tenas de milhares de pessoas. No segundo caso, a
progressãoestaque crescerapidamente.Na prática, "queima" do urânio produz basicamente calor,
toda a massade urânio poderia "se incendiar", que aquece as barras nas quais seencontrao urâ-
como indica a figura 2. nio.
46
Não é o urânio que se encontra na natureza as grandespotências possuema tecnologia neces-
que pode explodir da maneira descrita acima; sáriaparaisso.E poss(vel,porém, obter um outro
o urânio como se encontra na natureza é for- explosivo nuclear que é o plutônio. Ele é formado
mado por uma mistura de dois tipos de átomos: por uma transformação do urânio 238 - que é
o urânio 235 na proporção de 0,7% e o urânio inerte do ponto de vista explosivo - em plutônio
238 na proporção de 99,3%. O primeiro deles 239. Esta transformação ocorre num reator nu-
é bastante raro. Num quilo de urânio só existem clear: colocando uma camisa de urânio natural
7 gramas de urânio 235. E como se tivéssemos em torno de um reator nuclear, ele aos poucos
um saco de feijão com grãos de 2 tamanhos; os vai absorvendo nêutrons e se transformando em
menores representariam o urânio 235 e os maio- plutônio. Desta forma é poss(vel obter vários
res, o urânio 238. Em cada 1.000 grãosde feijão, quilos de plutônio por ano, usando um reator de
7 representariamurânio 235 e 993 representariam pequeno porte. Por esta razão, bombas atômicas
urânio 238. constru(dascom plutônio são denominadas"bom-
E o urânio 235 que pode explodir facilmente, basatômicasdos pobres".
mas é dif(cil obtê-Io de forma pura. Para isto é Obtido o urânio enriquecido a 80%, ou o plu-
necessário"enriquecer" o urânio natural, ou seja tônio, é poss(velconstruir uma bomba atômica de
aumentar a proporção de átomos de urânio 235 acordo com o esquema apresentadona figura 3.
na mistura. Este enriquecimento precisaelevar a O urânio ou plutônio são montados na forma
proporção de átomos de urânio 235 a 80% ("enri- de uma esfera oca no interior da qual se coloca
quecimento a 80%"). Reatores nucleares,para a uma fonte de nêutrons ("iniciador"). A esferade
produção de eletricidade em geral, usam urânio urânio é envolvida por outra esferaoca de bedlio
enriquecido a apenas3%. Isto podeserconseguido que é um bom "refletor" de nêutrons e que devol-
atravésde processosmuito carose complicados.Só ve para o centro nêutrons originados no "inicia-

1. 2, 3, 4: Espoleta e carga explosiva

Refletlor de
nêutrons (berilio)

Fonte de nêutrons
ou "iniciador" Esfera oca de
urânio ou plutônio

Fig.3 - Esquema de bomba atômica


47
dor" que conseguiram escapar. Por sua vez,este re- Com 5 ou 6 quilos de urânio enriquecido a
fletor é coberto por umas cargas de explosivo co- 80%, ou quantidade equivalente de plutônio, é
mum (TNT), dispostas simetricamente que podem possível fazer uma bomba de poder explosivo
ser acionadas por detonadores alimentados por equivalente a 10.000 toneladas de TNT, capaz
uma corrente elétrica. O TNT é disposto de forma de destruir uma cidade inteira. Isto é o que ocor-
que a sua detonação dirija a força explosiva para o reu em Hiroshima e Nagasaki.
centro, esmagando a esfera de urânio ou plutônio;
ao ocorrer isto, ele sofre a reação em cadeia descri-
ta acima, numa "explosão nuclear".

FILIAISE REPRESENTANTES
DA FUNBEC

FUNBEC - BRASrLlA
SHS - Quadra 01 - Bloco A
Loja 15
70.300 - BRASrLlA - DF
LABOTRON - ENGENHARIA
ELETRONICA LTDA.
Rua Ferreira Coelho, 85 - Praia
do Suá
~
FUNBEC'
Fone: (061) 226-1608-Sr.Paulo 29.000 - VITORIA - ES
Carneiro Fone: (027) 227-1028- Sr. Vitor

FUNBEC - RECIFE
Av. José Osório,96 - Madalena JOMAC - REPRESENTAÇOES
50.000 - RECIFE - PE E SERViÇOS LTDA.
Fone: (081) 227-1275-Sr.Melko Rua Deputado SoaresFilho, 73
Serak Tijuca SANTA ISABEL - DISTRIBUI-
20.540 - RIO DE JANEIRO, RJ DORA DE MATERIAL HOSPI-
FRANCISCO ROBERTO DOS Fone: (021) 234-7164-228-7767 TALAR LTDA.
REIS FRANÇA Sr. JonasCelnik Rua Floriano Peixoto, 300 -
Av. Duque de Caxias,795 Caixa Postal68
66.000 - BELEM, PA 89.100 - BLUMENAU, SC
Fone: (091) 226-4672 PRISMA - COMERCIO DE Fone: (0473) 22-6615/22-5455/
PRODUTOS INFANTIS LTDA. 22-5158 - Srs. Jorge Alberto e
COMERCIO E REPRESENTA- R. Konkewicz
Av. Epitácio Pessoa,62 - Loja 31
ÇOES PRONORTE LTDA. 11100 - SANTOS, SP
RuaAssunção,412 Fone: (0132) 32-8732 - Sr. Car- P.C.D. - PROMOÇÃO,COMER-
60.000 - FORTALEZA, CE CIO E DISTRIBUiÇÃO LTDA.
los Henrique Ramalho
Fone: (085) 231-6444/231-8564 Rua Quintino Bocaiúva,698
Sr. João Batista 90.000 - PORTO ALEGRE, RS
EQUIPAMENTOS CARDIOVAS- Fone: (0512) 22-4803 - Sr.
DIAGNOSTICA E CIRÚRGICA CULARES RIO PRETO LTDA. Vanderley
DO NORDESTE LTDA. Rua Castelo D'Água, 3030 -
Redentora NAZA CIENTrFICA LTDA.
Rua São Jorge, 130 - Pinheiro
57.000 - Maceió- AL. 15.100-S.JOSE RIO PRETO, SP Rua Álvares Maciel, 337 - Santa
Fone: (082) 223-2135 Fone: (0172) 32-8522 Efigênia
Armindo PereiraLeite Sr. Higino 30.000- BELO HORIZONTE,MG
Fone: (031) 224-2774/224-2628
JACQUES EDOUARD DELlSLE CARDIOMED - REPRESENTA- Prof. Nazareth
Rua do Contorno, s/n.o - Jardim ÇOES E COMERCIO LTDA.
Encantamento - Lote 8 - Quadra Rua Augusto de Mari, 3699 KURTZ BIOMEDICA LTDA.
19 - Vila Ja-Ja - Itapoã 80.000 - CURITIBA, PR Rua Afonso Pena,3685
40.000 - SALVADOR, BA Fone: (041) 242-9212 38.400 - UBERLÂNDIA, MG
Fone: (071) 594-9325 Gilberto/Adib Fone: (034) 235-4831-Sr. Kurtz

48