Você está na página 1de 23

John Broadus Watson

Luiz Henrique Santana

Universidade Federaldo ABC


Objetivos
§Apresentar a obra deWatson avaliandosua repercussão na psicologia

§Relacionar o trabalho de Watson à produção de seus contemporâneos e


identificar influências científicas e filosóficas

§Avaliar a herança de Watson a produção contemporânea para a Psicologia


combasenas ciências naturais.
Tópicos Didáticos
§Linha dotempo
§Panorama Histórico
§Notas biográficas
§Organizandoo estudo deWatson
§O behaviorismoalémdeWatson
§A mortedo behaviorismo
§O legadodobehaviorismo
§A Psicologia Baseada emevidências
Wundt funda seu laboratório em

1879
Leipizig

William James publica seu livro

1890

Princípios”

Watson conquista seu título de

1903
Doutor
Freud publica seus “Ensaios sobre

1905
a teoria da sexualidade”

Watson conquista uma vaga na

1908
John Hopkins University como
professor de psicologia

Watson puublica o artigo


1913


Psychology as behaviorist views it”

Watson publica seu livro


1924

“Behaviorism”
Linha do tempo

Morre John B. Watson


1958
Panorama histórico
§A influência de Pavlov
- O condicionamento como modelo de
investigação
- A aquisição de repertório como critério de
aprendizagem

§A influência de James
- A verdade sob o critério pragmático
Notas Biográficas
§John Broadus Watson (1878-1958)
- Educação
§John Hopkins University: Professor do
departamento de psicologia (1908)
§University of Chicago

- Carreira Acadêmica
§Estudos iniciais em “
Etologia”Animal.
§Estudo de medo condicionado no Pequeno Albert

- Carreira Comercial
§Tecnologia do Comportamento aplicada ao
mercado publicitário.
Organizando o estudo de Watson
§Período Pré-Manisfesto

§O “
Manifesto Behaviorista”(1913)

§O Behaviorismo entre 1913 e 1924


O behaviorismo alémde Watson
§KarlSpencer Lashley
- O cérebro como base da psiqué
O behaviorismo alémde Watson
§Clark Leonard Hull
- Desenvolvendo modelos matemáticos para a
mente
O behaviorismo alémde Watson
§Edward Chace Tolman
- Integrando variáveis para um modelo integrale
operacional.
O behaviorismo alémde Watson
§Buhrrus Frederic Skinner (1904-1990)
- Comportamento como objeto definitivo,
histórico e relacional.
A morte do behaviorismo
§O legado de Watson
- Psicologia para além da mente

§O projeto cognitivo para a ciência da mente


- Donald Olding Hebb
- Howard Gardner
A morte do behaviorismo
§O projeto cognitivo para a ciência da mente
- Ulrich Neisser

O termo "cognição" refere-se a todos os processos pelos quais a


entrada sensorial é transformada, reduzida, elaborada, armazenada,
recuperada e usada. Estes se referem a processos, mesmo quando
eles operam na ausência de estímulo relevante, como imagens e
alucinações. ... Dada uma definição tão arrebatadora, é evidente que a
cognição está envolvida em tudo o que um ser humano pode
possivelmente fazer; que todo fenômeno psicológico é um fenômeno
cognitivo. Mas, embora a psicologia cognitiva esteja preocupada com
toda a atividade humana, em vez de alguma fração dele, a
preocupação é a partir de um determinado ponto de vista. Outros
pontos de vista são igualmente legítimos e necessários. Psicologia
dinâmica, que começa com motivos mais do que com a entrada
sensorial, é um caso em questão. Em vez de perguntar como as ações
e experiências de um homem resultam daquilo que ele viu, lembrou-
se, ou acreditava, o psicólogo dinâmico pergunta como eles seguem
de metas do indivíduo, necessidades, ou instintos. (Neisser, 1967, p.4)
A morte do behaviorismo?
§Modificação do Comportamento
- Tecnologia de intervenção aplicada principalmente nos
EUAnos anos 1950’ s.

§Análise Experimentaldo Comportamento


- Inaugurada pelos trabalhos seminais de Skinner (1930-
1938) e continuado até hoje.

§Análise Aplicada do Comportamento


- Desenvolvida a partir das práticas de modificação do
comportamento e terapia comportamental
- Reformulada a partir do desenvolvimento de
pesquisas em subjetividade e linguagem e AC nos anos
1980.
A morte do behaviorismo?
§Behaviorismo Radical
- Comportamento: Objeto.
- Contingência: Unidade de análise
- Causalidade: consequência, história e seleção
- Método: definido a partir do problema (não
elimina a introspecção).
- Influências filosóficas: William James x Bertrand
Russel x Ernst Mach x Ludwig Wittgenstein x
Interbehaviorismo: Willard O. Quine
Jacob Robert Kantor (1888- - Critério de verdade: pragmático (definido a
1984) partir da análise de consequências)
- Atividades: Sistema, Modelos, Técnicas.
O legado de Watson
§Tensão entre projetos de Ciência:
- Mente x Comportamento

§Comportamento e Cognição hoje


- Em que pé está essa dicotomia?
A Psicologia baseada emevidências

Norcross, John C.; Rogan,


Jessica D. (2013). Psychologists
conducting psychotherapy in
2012: Current practices and
historical trends among Division
29 members. Psychotherapy,
50(4), 490-495.
Bastos, A. V. B. Gomide, P. I. C.
(1989). O psicólogo brasileiro:
sua atuação e formação
profissional. Psicologia: Ciência
e Profissão, 9(1), 6-15.
Carvalho, A. M. P. Camargo, G.
V. P. A. (2001). A psicologia na
produção científica nacional de
enfermagem. Revista Latino-
Americana de Enfermagem
[ online], 9(2), . 61-66.
“A Psicologia não possui uma unidade conceitual (e, conseqüentemente,
não possui também uma unidade metodológica), não porque os
psicólogos sejam neuróticos, competitivos ou inseguros, mas porque
basicamente ainda não chegaram a um consenso sobre qual seja seu
objeto de estudo (ou seja, a questão não é uma questão de personalidade,
e simde comportamento)” . (Matos, 2001)
A Psicologia baseada emevidências
§Convergências:
- Objetos de estudo: noção x definição

- Método(s) das ciências naturais.

- Perspectiva bio-psico-social

- Psicologia e Eliminativismo
A Psicologia baseada emevidências
§Divergências:
- Objetos de estudo: tensões epistemológicas

- Trocando conceitos por metáforas


§Hardware x Software

- Estendendo antigas tensões?


§Neurociência Cognitiva x Comportamental
Obrigado!

santana.lhc@gmail.com

Você também pode gostar