Você está na página 1de 3

A divisão do trabalho - Durkheim

Obra que Durkheim vai estudar o direito como funcionamento bem pra qur todos vivam bem.
fato social. Ou seja, secundariamente produtividade, mas
em primeira instancia solidariedade entre nós
O que faz com que os homens mantenham-se
em sociedade, ou seja, por que os Solidariedade mecânica:
agrupamentos humanos não costumam • É a base da coesão social; primeiro
desfazer-se facilmente e, ao contrário, tipo de coesão,ex tribus, clãs
desenvolvem mecanismos para lutar contra • Crenças e valores partilhados
controlam a conduta social - A
ameaças de desintegração? Porque msm
coletividade domina o indivíduo –
perdendo individualidade ainda quero viver em “Tipo coletivo”;
sociedade? • Há apenas um desenvolvimento
rudimentar da autoconsciência
Durkheim quer saber que tipo de ordem individual;
MORAL serviria para a nova sociedade baseada • Não há propriedade privada.
na DIVISÃO DO TRABALHO, na ESPECIALIZAÇÃO • Um poder absoluto;
DOS INDIVÍDUOS e na SOLIDARIEDADE • Pré-capitalista;
ORGÂNICA. . • Os indivíduos se identificam através da
• família, da religião, da tradição, dos
A divisão do trabalho: É o maior ato de costumes;
• A coesão resulta exclusivamente das
solidariedade porque o trabalhador larga sua
semelhanças – compõe-se de uma
vontade para realizar seu trabalho, que vai massa absolutamente homogênea.
contribuir para toda a sociedade. (cada um (parece que ngm é diferente e tem
fazendo sua parte, o todo é beneficializado) O individualidades)
trabalho é maior ato de solidariedade. • O indivíduo não se pertence; porque
pertence ao grupo
Solidariedade: • Bens coletivos;
• Liga diretamente o indivíduo à
• Os laços que unem os membros entre sociedade, sem intermediário;
• Consenso moral abrangente (todos
si e ao próprio grupo. Porque o ser
participam)
humano tem necessidade de viver em
sociedade
Solidariedade Orgânica: (sociedade
industriaal)
• O ser humano tem necessidade de
• Aumenta a divisão do trabalho –
viver em conjunto. Reduz a solidariedade mecânica e é
gradativamente substituída pela
ORGÂNICA; a divisão do trabalho na
Visando explicar tal problema: Durkheim mecânica é sexual, já aqui a divisão é
elaborou o conceito de SOLIDARIEDADE social mesmo, onde as pessoas são
SOCIAL, procurou mostrar como se constitui e dividas pela profissão.
se torna responsável pela coesão entre os • Processo de individualização dos
membros dos grupos, e de que maneira varia membros da sociedade que passam a
segundo o modelo de organização social. Ele vai ser solidários por terem uma esfera
dividir a solidariedade para as sociedades, própria de ação;
criando 2 tipos • Interdependência entre os membros;
• O meio natural e necessário a essa
O efeito mais importante da divisão do trabalho sociedade é o meio profissional, onde
não é o aumento da produtividade, mas a o lugar de cada um é estabelecido pela
solidariedade que gera entre os homens. Ex: função que desempenha e a estrutura
prof vai da aula, menino bota TV, outro paga na dessa sociedade é complexa. Ele
secretária. Ele não vê que a divisão do trabalho entende que uma sociedade que n
aumenta produtividade, ele acha que aumenta industrial, é uma mais simples
coesão (solidariedade entre nós), e maquina
• Funcionamento de uma sociedade – • Se as mudanças se tornam estáveis,
um organismo vivo; onde cada parte NORMAIS, o sistema legal se
desempenha uma função, precisando organizará para ajustá-las às formas
assim, de maior coersão. morais recém desenvolvidas Quando a
• A saúde do corpo é mantida porque sociedade sai de uma p outra, há
cada uma das partes, que são muito anomia, mas ai o código vai ser
diferentes, cumprem suas funções e reajustar.
interdependem umas das outras;
• Os indivíduos dependem cada vez mais Todas as leis envolvem sanções:
uns dos outros. Porque são diferentes As sanções expressam o caráter obrigatório dos
• Se cada um cumprir a sua função a códigos morais. Se não tiver, ninguém vai
sociedade se manterá saudável; cumprir a lei.
• Baseada nas relações de troca; (se
inicia com o fim do feudalismo) O Direito é uma forma estável e precisa, e
• Divisão diferenciada do trabalho; serve, portanto, de fator externo e objetivo que
• Não é o resultado de interesse simboliza os elementos mais essenciais da
próprio; porque é pro coletivo. solidariedade social. Por outro lado, as sanções
• Expressa a emergência de novos que são aplicadas aos preceitos do Direito
preceitos morais: COOPERAÇÃO. Para mudam de acordo com a gravidade destes,
que a sociedade funcione, precisa de sendo assim possível estudar suas variações. É
uma compreensão forte, porque preciso um instrumento que de objetividade e
somos diferentes um dos outros. neutralidade, sendo o direito.

Pré-condições históricas da solidariedade • Enquanto as sanções impostas pelo


orgânica: costume são difusas, as que se
• Separação das tarefas econômicas das impõem através do Direito são
obrigações familiares; na mecânica há organizadas. Mecânica lei difusa
família, tribo, divisão por sexo. Já aqui (consuetudinário), orgânica direito
é profissional. positivio (sanções organizadas)
• Concentração da autoridade legítima
nas mãos de um organismo central Sanções envolvidas em códigos legais:
(Casa Monárquica ou Estado); Não é • REPRESSIVAS – Impõem alguma forma
mais um chefe, e sim a figura de um de sofrimento. Ex.: Perda de liberdade.
estado. Aqui já esta racionalizado. Solidariedade mecânica.
• Inicia com a ascensão do • RESTITUTIVAS – Restauração do
comercialismo, mas tem impulso com estado de coisas que existia antes da
a industrialização; agressão.
Objetivo: Reajustamento solidariedade
Pressupõe justiça social e igualdade de orgânica, mais restitutiva mais
oportunidades, pois do contrário não pode orgânica
funcionar “normalmente”. Parece uma
sociedade sem classe (como se essa sociedade Sanções repressivas: Infligem ao
fosse igualitária) culpado uma dor, uma diminuição, uma
privação;
Para documentar a progressão da solidariedade A maior ou menor presença de regras
mecânica para a orgânica, Durkheim examinou repressivas pode ser atestada através da fração
o desenvolvimento do sistema de leis. Como ocupada pelo Direito Penal ou Repressivo no
vou saber quando saiu da mecânica para sistema jurídico da sociedade. (mesmo na
orgânica? orgânica, tipo p morte)

• Para se estudar os FENÔMENOS


MORAIS deve-se usar um índice Sanções restitutivas:
exterior (busca da objetividade): Se as • Que fazem com que as coisas e
leis é a moral positivada, então é um relações perturbadas sejam
código de lei. Os códigos vão dar a restabelecidas à sua situação anterior,
objetividade. levando o culpado a reparar o dano
causado.
• ´Código civil, tributário etc.
CÓDIGOS LEGAIS
 Expressão formal prescrições morais.
Crime:
• Mobiliza o pensar moral da compartilhado que tenha para a
comunidade contra o ofensor. É um sociedade a função central de
fenômeno penal. A sociedade vai assegurar sua unidade. A moral ta ali e
clamar e se mobilizar contra aquele vc transrediu, então sociedade quer
ato, somos nos que determinamos se vingar (principalmente na mecânica )
aquilo é crime ou não.
• Pode ser considerado crime qualquer Castigo:
ato que “invoque” contra o seu autor a • O castigo não existe como freio – É um
reação característica a que damos o ato de VINGANÇA, uma resposta
nome de castigo”. Tipo: se eu n posso emotiva produzida pela violação de
fazer, vc Tb n pode valores. A gente castiga pra se vingar
• daquele que transgrediu a moral.
Não reprovamos uma coisa porque é crime, • Leis repressivas – manifestam o
mas sim é crime porque a reprovamos. predomínio de crenças morais
coletivas: CONSCIÊNCIA COLETIVA.
Características comum a todos os crimes: • Predomínio de leis repressivas na
O fato de transgredirem crenças morais Solidariedade Mecânica Crenças
coletivamente adotadas com vigor e que por coletivas concentradas na religião.
isso, reclamam uma reação punitiva da Porque o direito penal é o direito
sociedade. Transgreção do acordo que a religioso.
sociedade fez (aquilo que ela determinou ser LEI PENAL = LEI RELIGIOSA
certo)
Aqueles que ameaçam ou abalam a unidade do
Na solidariedade mecânica: corpo social devem ser punidos a fim de que a
• Não há necessidade de prescrever as coesão seja protegida. Assim a pena “não
leis formalmente porque todos serve, ou só serve secundariamente, para
compartilham das mesmas crenças corrigir o culpado ou para intimidar seus
morais e todos sabem quais são elas. possíveis imitadores!” Ela existe para sustentar
• Um comportamento desviante é a vitalidade dos laços que ligam entre si os
punido por meio de ações que têm membros dessa socedade, evitando que se
profundas raízes nos costumes. Os relaxem e debilitem, assim, a solidariedade que
membros dessas coletividades mantém unidos tais membros. Porque se
participam conjuntamente de uma dependemos um do outro, se alguém
espécie de vingança contra aqueles transgredi já vai abalar a estrutura.
que violaram algum forte sentimento

Você também pode gostar