Você está na página 1de 6

Introdução

O estudo dos fenômenos elétricos é importante para compreensão dos complexos


processos físicos e químicos que envolvem a vida, são chamados de fenomenos
eléctricos os fenómenos que envolvem a eletricidade como a tensão, a corrente, o
campo magnético, a eletrostática a eletrólise, os trovões, os raios, os condutores, os
isolantes etc.
Este trabalho irá abordar de uma forma resumida acerca dos fenómencs elétricos, sua
história e a importancia que têm no cotidiano e na sociedade em geral.

0
1.1-Fenômenos elétricos

Com base o conhecimento adiquirido podemos dizer que o estudo detalhado de


fenômenos obtidos pela presença e fluxo das cargas elétricas, denominão-se
fenômenos elétricos.
Alguns dos exemplos de eletricidade são os fenômenos naturais causados pelos
relâmpagos, a eletricidade estática e correntes elétricas.
O fenômeno da eletricidade estática ocorre quando a quantidade de elétrons gera
cargas positivas ou negativas em relação à carga elétrica dos núcleos dos átomos.
Para que tenhamos um conhecimento mais abrangente sobre os fenômenos
elétricos é necessário que conheçamos a breve hestoria da eletricidade.

1.2-Breve hestorial da eletricidade


O conceito de eletricidade foi desenvolvido por volta de 600 a.c pelo matemático
grego Tales de Mileto, popularmente conhecido como “pai da Ciência”. Este estudo
foi possível graças ao experimento em que o filósofo esfregou um âmbar (uma resina
obtida através do fóssil de árvores antigas) em um pedaço de pele de carneiro e
observou que fragmentos de madeiras e palhas começaram a ser atraídos pelo âmbar,
como uma espécie de imã. Esta experiência feita por Tales foi responsável por nomear
palavra eletricidade que vem do latim electrum (âmbar).
Em 1752 o físico Benjamin Franklin faz uma descoberta que mudaria a história
da eletricidade, ele criou a energia elétrica, passando a ser chamado de “pai da
eletricidade”. O experimento foi feito por ele em meio a uma tempestade de raios,
Franklin resolveu utilizar um fio de metal preso em uma chave metalizada para
empinar uma pipa de seda. A partir daí ele observou que a carga elétrica dos raios
descia pelo dispositivo, provando aos cientistas da época que o raio é apenas uma
corrente elétrica de grandes proporções. Com o experimento, Benjamim pôde concluir
que hastes de ferro ligadas à terra e posicionadas próximo às edificações serviriam de
condutores de descargas elétricas atmosféricas criando o primeiro para-raios. Outro
momento importante foi a criação da lâmpada incandescente (em corrente continua)
criada em 1880 por Thomas Alva Edson. O primeiro sistema de corrente contínua foi
instalado na cidade de Nova York, em 1882.

1.3-Electricidade
A eletricidade abrange uma variedade de fenômenos resultantes da presença e do
fluxo de carga elétrica. Esses incluem muitos fenômenos facilmente reconhecíveis,
tais como relâmpagos, eletricidade estática, e correntes elétricas em fios elétricos.
Além disso, a eletricidade engloba conceitos menos conhecidos, como o campo
eletromagnético e indução eletromagnética. A palavra deriva do termo em neolatim
"ēlectricus", que por sua vez deriva do latim clássico "electrum", "amante do âmbar",

1
termo esse cunhado a partir do termo grego ήλεκτρον (elétrons) no ano de 1600 e
traduzido para o português como âmbar. O termo remonta às primeiras observações
mais atentas sobre o assunto, feitas esfregando-se pedaços de âmbar e pele.
No uso geral, a palavra "eletricidade" se refere de forma igualmente satisfatória a
uma série de efeitos físicos. Em um contexto científico, no entanto, o termo é muito
geral para ser empregado de forma única, e conceitos distintos contudo a ele
diretamente relacionados são usualmente melhor identificados por termos ou
expressões específicos. Alguns conceitos importantes com nomenclatura específica
que dizem respeito à eletricidade são: Carga elétrica, propriedade das partículas
subatômicas que determina as interações eletromagnéticas.
Dessas Matéria eletricamente carregada, é influenciada por, campos
eletromagnéticos. No SI (Sistema Internacional de Unidades): ampère segundo (A.s),
unidade também denominada coulomb (C). Campo elétrico: efeito produzido por uma
carga no espaço que a contém, o qual pode exercer força sobre outras partículas
carregadas. Unidade SI: volt por metro (V/m); ou newton por coulomb (N/C), ambas
equivalentes. Potencial elétrico: capacidade de uma carga elétrica de realizar trabalho
ao alterar sua posição. A quantidade de energia potencial elétrica armazenada em cada
unidade de carga em dada posição. Unidade SI: volt (V); o mesmo que joule por
coulomb (J/C). Corrente elétrica: quantidade de carga que ultrapassa determinada
secção por unidade de tempo. Unidade SI: ampère (A); o mesmo que coulomb por
segundo (C/s). Potência elétrica: quantidade de energia elétrica convertida por
unidade de tempo. Unidade SI: watt (W); o mesmo que joules por segundo (J/s).
Energia elétrica: energia armazenada ou distribuída na forma elétrica. Unidade SI: a
mesma da energia, o joule (J).Eletromagnetismo: interação fundamental entre o
campo magnético e a carga elétrica, estática ou em movimento.
Embora os primeiros avanços científicos na área remontem aos séculos XVII e
XVIII, os fenômenos elétricos têm sido estudados desde a antiguidade. Contudo, antes
dos avanços científicos na área, as aplicações práticas para a eletricidade
permaneceram muito limitadas, e tardaria até o final do século XIX para que os
engenheiros fossem capazes de disponibilizá-la ao uso industrial e residencial,
possibilitando assim seu uso generalizado.

O estudo da eletricidade está dividida em três partes: Eletrostática,


Eletrodinâmica e Eletromagnetismo.
• Eletrostática: é o ramo da eletricidade que estuda as propriedades e o
comportamento de cargas elétricas em repouso e abrange os conceitos de tipos de
eletrização, força eletrostática, campo elétrico e potencial elétrico.
Como ocorre a eletricidade estática? A eletricidade estática pode ser gerada
principalmente por contato / separação ou por indução. O mecanismo de contato /
separação é o mais comum na geração de eletricidade estática, sendo também
chamado de fricção ou triboeletrificação.
Exemplos:
Um exemplo comum no cotidiano é um monitor de computador carregado ou
televisão. Ao aproximar os pêlos do braço ou o cabelo, estes ficam esticados

2
conforme as forças de atração eletrostática devido à carga líquida do monitor.
Ao esfregar um balão em uma blusa, verá que após soltá-lo, ele voa e em seguida
adere à blusa. Veja as cargas na blusa, nos balões.

• Eletrodinâmica: é uma área da física que estuda o comportamento das cargas


elétricas em movimento. Refere-se principalmente aos conceitos associados à corrente
elétrica e aos circuitos elétricos com os seus componentes, como resistores, geradores
e capacitores.
Um exemplo comum de eletrodinâmica são os raios.

• Eletromagnetismo: O eletromagnetismo estuda a relação entre os fenômenos


elétricos e magnéticos ou ainda pode ser definido como sendo o ramo da física que
estuda unificadamente os fenômenos da eletricidade e do magnetismo. Esta teoria
baseia-se no conceito de que ambos são a corrente elétrica produzida pela variação de
campo magnético, bem como o campo magnético gerado por uma corrente elétrica.
No qual o campo magnético é resultado do movimento de cargas elétricas, ou seja, é
resultado de corrente elétrica. O campo magnético pode resultar em uma força
eletromagnética quando associada a ímãs.

1.4-Importância dos fenómenos elétricos


A importância dos fenômenos elétricos para a sociedade contemporânea não pode
ser subestimada. Por meio dela, a própria vida na sociedade moderna foi tornada
possível ao permitir a refrigeração de alimentos, a limpeza no cotidiano, a produção
crescente de alimentos e a iluminação noturna, entre muitos outros fatores.

3
Conclusão

Depois de todas as informações apresentadas, chegamos a conclusão de que os


fenómenos elétricos é estudo detalhado de fenômenos obtidos pela presença e fluxo
das cargas elétricas. Falar de fenómenos elétricos é falar da eletricidade, e o estudo da
eletricidade está dividida em três partes: Eletrostática, Eletrodinâmica e
Eletromagnetismo.
Esses por sua vez, facilitam nossa vida diária, permitindo a utilização de aparelhos
eletrónicos (telefone, computadores, TV e ar condicionado),conservação de alimentos
(arca, geleira) etc.
Fenómenos elétricos são importantíssimos na nossa vida porque cada vez mais somos
dependentes deles.

4
5

Você também pode gostar