Você está na página 1de 4

I – IDENTIFICAÇÃO

ESTUDANTE

ALINNE VIANA LIMA

DAIANE FERREIRA MARQUES

ORIENTADORA:

CLAUDIA MARIA LAZZERI DA SILVA

LINHA DE PESQUISA:

LINHA TEORICA – 01 – Políticas Sociais, questões Sociais e Direito Sociais.

AREA DE ESTÁGIO:

TEMA: GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA

TITULO: Uma abordagem sobre a política de atendimento junto as


adolescentes inseridas no programa de planejamento familiar na unidade básica de
saúde – funasa II da cidade de Manacapuru.

DELIMITAÇÃO: Fazer uma abordagem sob política de atendimento junto as


adolescente inseridas no programa de planejamento familiar na unidade básica de
saúde, da cidade de Manacapuru (Funasa II), com adolescente de 12 a 17 anos, do
sexo feminino. Pretende-se pesquisar 50% das adolescentes. Serão utilizadas
pesquisas quantitativa, qualitativa, exploratória, bibliográfica como instrumento será
utilizado questionário e autores como ECA ESTATUTO DA CRIANÇA E
ADOLESCENTE.

II – JUSTIFICATIVA:

A gestação na adolescência é um problema em todo Brasil, e uma


preocupação muito grande para os profissionais e gestores das políticas publicas,
principalmente na área da saúde e com isso sua importância vai alem da pratica
assistencial, e portanto vem aumentando constante o numero de adolescentes
grávidas.
As adolescentes quando grávidas elas trazem serias implicações,
principalmente familiares, psicológicas e econômicas e nesse decorrer de sua vida a
adolescente atinge também a sociedade como um todo, limitando ou adiando as
possibilidades de desenvolver um engajamento dessas jovens na sociedade.

No entanto as políticas publicas inseridas, juntas as adolescentes grávidas


são aplicadas, quando se inicia a gravidez e geralmente não bem absorvidas pelas
as mesmas, pois para que as adolescentes grávidas tenham acesso as informações
elas tem que ser inseridas, nos programas, ate mesmo no setor de que faz algum
tipo de planejamento familiar.

E de estima importância que os profissionais que lidam com adolescentes


grávidas tenham sensibilidade para perceber em sua totalidade física e psicológicas,
respeitando suas origens seus preconceitos e tabus. E por esses fatores as políticas
inseridas não são absorvidas por essas adolescentes, por que todas tem
conseqüências como: começando com o conhecimento insatisfatório sobre o corpo e
sexualidade, condições socioeconômicas precárias, liberação e inicio precoce das
relações sexuais.

Acrescentam-se ainda outros fatores importantes: pressão de amigos, falta de


orientação da família e falta também de contraceptivos que é uma das políticas
usadas junto as adolescentes, e isso não ocorre, ao que poderia ser feito dentro das
famílias, uma educação e orientação sexual. Isso tudo surge uma grande
preocupação para os gestores e profissionais.

Podemos ressaltar que a família é a principal figura que poderia discutir e


orientar seus filhos com relação a essa toda problemática. No entanto este projeto
pretende mostrar as adolescentes grávidas as políticas inseridas no programa de
saúdee uma nova visão para um planejamento familiar.
III – OBJETIVO GERAL: refletir sob as políticas do planejamento familiar que
contribui para as adolescentes grávidas;

OBJETIVO ESPECIFICO:

1- Analisar conceitos pertinentes sobre a gravidez na adolescência e suas


conseqüências;

2- Detectar os aspectos sócio econômico, cultural e familiar;

3- Abordar o papel do Serviço Social junto aos Programas voltados para a


Gravidez na Adolescência;

IV: PROCEDIMENTOS METODOLOGICOS

Metodologia cientifica é o conjunto de técnicas, métodos e meios utilizados


para construção de uma pesquisa cientifica, pois a mesma viabilizar por
procedimentos teóricos metodológicos contem plano ainda a fase de exploração de
campo, assim como, a definição de instrumento.

A gravidez na adolescência é um assunto muito abordado no País. De modo,


que o método utilizado dentro dessa problemática, possamos compreender esse
problema social e suas consequências.

Esta pesquisa consiste em um estudo a qual tem como o adolescente na faixa


de 12 a 17 anos de idade e sexo feminino.

Esta pesquisa será de natureza qualitativa, quantitativa e exploratória e


bibliográfica, sendo que ambas se complementam no processo de pesquisa, com
isso será utilizado o questionário aejo objetivo e obter informações, em que a
mesma a pesquisadora terá um contato melhor com as adolescentes grávidas.

A gravidez na adolescência traz sérias implicações biológicas, familiares,


psicológicas e econômicas alem das jurídico-sociais, que atingem o individuo
adolescente e a sociedade como um todo, limitando ou adiando possibilidades de
desenvolver o engajamento destas jovens na sociedade. Somando-se aos dados
quantitativos e aos fatores influenciadores da gravidez, inserem-se os argumentos
profissionais das áreas do setor saúde e social, que vem sendo utilizados para
justificar a magnitude dessa questão e a adoção de praticas e políticas para o seu
afetivo controle no país.
REFERENCIAS BIBLIOGRAFICAS

ECA

BRASIL, Ministério da Saúde. Programe de Saúde do Adolescente. Prosad.


Bases. Programáticas. 2ª. Ed. Brasília, 1996.

Dadoarim, Diana. Pronta para Voar: Um Novo Olhar sobre a gravidez na


Adolescência. Rio de Janeiro: Roco. 2000.

Maternidade. In: Cannon, Lucimar Rodrigues Cesar, Cadernas Juventude


Saúde e Desenvolvimento. Brasília: Ministério da Saúde, 1999.

Coletânea de leis / conselho Regional de Serviço Social: 15ª Região


Amazonas/ Roraima 2ª. Manaus Editora Valer 2010.

BECKER, Daniel. O que adolescência. São Paulo: Brasiliense. 10 ed. 1993.

MIOTO, R. C. T. a maternidade na Adolescência e (DES) Proteção Social In:


Serviço Social e Sociedade nº 83, São Paulo, Cortez 2005.