Você está na página 1de 2

Quando se gasta mais do que se ganha, se torna pouco provável ter

disciplina necessária para conseguir traçar um propósito, por isso, é preciso ter
um olhar mais rígido em relação ao hábito de economia. É necessário entender
que todas as pessoas que conseguiram alcançar o sucesso tiveram
primeiramente que corrigir seus hábitos financeiros.

Diversos indivíduos se veem na situação de limitação pelo fato de


desenvolver o habito do gosto ao invés da economia, assim tornam-se
incapazes de conseguir perceber que a situação em que se encontra é
decorrente das suas próprias escolhas, pois os resultados que obtemos são
consequência das ideias que trabalhamos em nossa mente. O hábito de
economia está tanto ligado ao quanto você consegue guardar do dinheiro,
como também ao estado mental que a sua renda o proporciona.

A lei do hábito funciona a partir da ideia de que se você seguir um


caminho ou pensamento com muita frequência, em questão de tempos isso se
tornará um hábito, que caso um dia resolver mudar e não se atentar a prática
criada, a mesma irá te conduzir a um caminho sem mudanças.

Essa lei também se aplica para o acumulo de dívidas, pois ao invés do


desenvolvimento do costume da economia cresce o do gosto, que por sua vez
começa de forma sutil, mas ao longo do tempo, faz com que o indivíduo se
endivide, tornando as chances de economizar muito pequenas.

Tal fato se da pelas seguintes razões: Medo, causando isolamento e


evitando qualquer oposição para sua circunstância, padrão mental sem hábitos
de economia e sensação de ameaça causada pela situação em que se
encontra. Há dois tipos de dívidas, as feitas por compras de coisas supérfluas
(deve ser evitado) e a que é decorrente de aquisições de bens (poderá ser
tolerado se o individuo não ultrapassar os limites permitidos)

Para as pessoas endividadas, há uma estratégia no qual a mesma deve


executar para se livrar de suas dívidas, além do fato de abdicar completamente
o habito de compras no crédito.

1º Identificar suas dívidas;


2º Criar um orçamento;
3º Procurar seus credores para renegociação;
4º Honrar os acordos com os credores;
5º Seguir a rigor com o planejado;
6º Começar a investir.

Portanto, somente quando estiver livre das dívidas, estará pronto para a
formulação de novos hábitos mentais e para o redirecionamento do caminho
com direção ao seu propósito.

Para economizar planejo meu mês financeiramente anotando todos os gastos


fixos, quais serão os ganhos do mês, dividas emergenciais e guardo o que for
excedente.
Objetivo Capitulo 3

Meu objetivo é trabalhar na empresa Nestle como engenheira de alimentos


responsável pela área de qualidade dos produtos produzidos pela mesma, e
para alcançar este objetivo meu plano é ingressar em um curso de inglês antes
de terminar a graduação, após o termino da mesma começar fazer uma pós em
tecnologia dos alimentos e em paralelos me especializar em cursos voltados
para minha área de interesse

Você também pode gostar