Você está na página 1de 45

ESCOLA TÉCNICA DE ELETRÔNICA FRANCISCO MOREIRA DA COSTA

FUNDAÇÃO DONA MINDOCA RENNÓ MOREIRA


CURSO DE TÉCNICO EM ELETRÔNICA

ADILSON COUTO POLICARPO JÚNIOR


FILIP CARLOS TWELSIEK
MARÍLIA MARTINS BONTEMPO

POSTRONIC – UMA PROPOSTA DE VIABILIZAÇÃO DA


SAÚDE NA MODERNIDADE: POSTURA PARA A VIDA

SANTA RITA DO SAPUCAÍ, 2009


ESCOLA TÉCNICA DE ELETRÔNICA FRANCISCO MOREIRA DA COSTA
FUNDAÇÃO DONA MINDOCA RENNÓ MOREIRA
CURSO DE TÉCNICO EM ELETRÔNICA
AV. SINHÁ MOREIRA, 350 – CEP: 37540-000
SANTA RITA DO SAPUCAÍ-MG

ADILSON COUTO POLICARPO JÚNIOR


FILIP CARLOS TWELSIEK
MARÍLIA MARTINS BONTEMPO

POSTRONIC – UMA PROPOSTA DE VIABILIZAÇÃO DA


SAÚDE NA MODERNIDADE: POSTURA PARA A VIDA

Orientador: Prof. Fábio Carli Rodrigues Teixeira


Co-orientador: Lucy Barbosa

Período de desenvolvimento: 12/02/2009 a 07/10/2009


INSCRIÇÃO:
3

Santa Rita do Sapucaí, 2009


A Deus, pelas bênçãos concedidas e por nos iluminar durante esse
trabalho. A todos os familiares da equipe, professores e funcionários da
Escola Técnica de Eletrônica "Francisco Moreira da Costa" que nos
ajudaram de várias formas, desde o fornecimento de componentes para
o desenvolvimento do projeto ao compartilhamento de experiências.
5

AGRADECIMENTOS

Destaque a algumas instituições responsáveis por concretizar mais que um


simples projeto, um conjunto de sonhos. Dentre elas estão algumas empresas,
assim como alguns especialistas formados na área de saúde. Todo
reconhecimento aos empresários locais responsáveis pela Prodmec, JFL,
Cirvale, Talcar. À Dra. Linda Mary Gouget de Paiva, médica do trabalho em
Santa Rita do Sapucaí-MG, pelo acompanhamento em pesquisas. À professora
Dra. Sílvia Maria Amado João, coordenadora do curso de fisioterapia da
Universidade de São Paulo, autora do livro “Métodos de Avaliação Clínica e
Funcional em Fisioterapia" e editora de Área da Revista “Fisioterapia e
Pesquisa” pela disponibilização de sua literatura e auxílio nas questões
fisioterápicas. Ao professor Luiz Fernando Barca, professor da UNIFEI –
Universidade Federal de Engenharia de Itajubá, que auxiliou na descoberta de
soluções mecânicas. Ao Dr. Maurício Lima dos Santos, fisioterapeuta e
proprietário de uma clínica de correção postural em Santa Rita do Sapucaí-MG,
pela parceria, investimento e apoio que se manifestaram desde o início da
elaboração do projeto.
6

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO............................................................................................... 7
1.1 Justificativa..................................................................................................... 7
1.2. Motivadores................................................................................................... 8

2. OBJETIVOS E RELEVÂNCIA DO TRABALHO..................................... 9

3. DESENVOLVIMENTO DO PROJETO.................................................... 11
3.1. Procedimentos de teste de hipóteses............................................................ 11
3.2. Descrição Geral............................................................................................ 13
3.3. Descrição do Funcionamento....................................................................... 15
3.3.1. Chave Liga/Desliga................................................................................... 15
3.3.2. Chave Hold/Controle................................................................................ 15
3.3.3. Sensor de Presença................................................................................... 15
3.3.4. Sensor de Ajuste de Altura....................................................................... 15
3.3.5. Sensor de Fim de Curso............................................................................ 15
3.3.6. Sensores de Posicionamento..................................................................... 15
3.3.7. Temporizador........................................................................................... 16
3.3.8. Selo Automático....................................................................................... 16
3.3.9. Sensores de Mapeamento da Coluna........................................................ 16
3.3.10. Driver...................................................................................................... 16
3.3.11. Regulador da Coluna.............................................................................. 16
3.3.12. Medidor da Pressão sobre Calçados....................................................... 17
3.3.13. Sinalização............................................................................................. 17
3.4. Custos.......................................................................................................... 18
7

4. RESULTADOS DO PROJETO.................................................................. 19

5. CONCLUSÕES............................................................................................. 21

6. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS....................................................... 22

7. ANEXOS....................................................................................................... 25
..

7.1. Diagrama em Blocos.......................................................................................... 25

7.2. Esquema Elétrico............................................................................................... 26

7.3. Layout Placa Circuito Impresso........................................................................... 28

7.4. Opinião de um Profissional da Área...................................................................... 30

7.5. Modelo para Pesquisa......................................................................................... 31

7.6. Informações Complementares.............................................................................. 32


RESUMO

Olhando ao redor, não é difícil perceber o quanto a tecnologia tem influenciado nosso
modo de viver. Ela facilita e resolve muitos dos problemas do dia a dia, mas questiona-se até
que ponto essa praticidade efetivamente faz bem ao ser humano. Junto das maravilhas da
modernidade, é possível identificar o surgimento de um novo conceito: o sedentarismo. A
palavra sedentário vem do latim “sedere”, que significa sentar. O homem atual passa grande
parte do tempo sentado no trabalho, na escola, no trânsito, em casa, descansando em frente à
televisão, ou ao computador, sentado mais uma vez.
“Postronic” visa a correção postural do usuário em qualquer circunstância. Consiste
em um conjunto de dispositivos que por meio de um sensoriamento específico, computação
gráfica, eletrônica e mecânica, estimula automaticamente uma correção progressiva, sem uso
de equipamentos que forcem a coluna vertebral. A detecção de condições que, dentre outras,
inclui o mau posicionamento em uma cadeira, a curvatura demasiada da coluna vertebral, o
excesso de pressão em determinadas áreas por um calçado faz com que vários tipos de
sinalização sejam acionados. Essas sinalizações só são desabilitadas diante da correção do
usuário.
O projeto dispõe de duas versões: uma portátil e outra fixa. A portátil é destinada ao
uso em pé, a fim de estimular um tratamento sem necessidade de frequentes consultas
médicas. A fixa faz parte de uma cadeira dinâmica que está totalmente adequada àquele que
está sentado, corrigindo até mesmo a proximidade excessiva a um computador. Já para o
caminhar, um calçado fica responsável por detectar uma pisada anormal.
Aprovado por profissionais de credibilidade na área, o uso de tais dispositivos garante
que as oito horas que se passa, em média, sentado, em um dia, ou do restante, em pé, tornem-
se instantes agradáveis.
Ainda que o fisioterapeuta francês Bernard veja o mundo globalmente sentado, é com
Postronic que surge um mundo globalmente saudável.

Palavras-Chave: correção postural; ergonomia; tecnologia.


7

1. Introdução

Postronic é um conjunto de dispositivos, incluindo uma cadeira e dois sensores


mecânicos, que tem como objetivo a correção postural em qualquer circunstância. Em pé,
pode-se estimar um tratamento progressivo sem necessidade de freqüência em consultas
médicas. Caso contrário, uma cadeira dinâmica adequa-se totalmente àquele que está sentado,
informando até mesmo a proximidade excessiva a um computador.

1.1. Justificativa

Atualmente, as pessoas passam a maior parte do tempo sentadas: no trabalho, na escola e


até mesmo para o lazer. A cadeira tornou-se um objeto de grande utilidade, embora muitos
desconheçam a importância de permanecer nela na posição correta.
Postronic simplifica o dia-a-dia, pois ao sentar-se, realiza as adaptações necessárias de
modo automático, garantindo total conforto a qualquer pessoa. Trata-se da união de
praticidade para a vida e benefícios para o corpo.
“Cerca de 90% da população dos países modernos sofre ou vai sofrer de dores na coluna”, diz
a fisioterapeuta Janaína Costa, cujo estudo foi embasado em pesquisas mundiais. Isso prova
que algo deve ser feito quanto à prevenção desse grande problema. A partir de um
sensoriamento da inclinação vertebral, esse projeto garante ao usuário a programação da
máxima curvatura na coluna e, pouco a pouco, é possível alcançar a correção da postura. A
evolução no tratamento pode ser comprovada por um médico.
O envelhecimento inicia-se aos trinta anos, porém a prevenção deve vir muito antes disso.
Uma postura correta significa qualidade de vida, diminuindo preocupações e aumentando o
bem-estar. Cada parte do corpo influi diretamente nas outras, ou seja, cuidar de si mesmo está
relacionado à disposição para enfrentar uma sociedade acelerada. Se é por essa pressa que se
vive despreocupado com coisas simples como a posição da coluna, deve haver mais pressa
ainda para resolver essa questão. Se a evolução da tecnologia faz o mundo globalmente
sentado, essa é capaz de fazê-lo globalmente saudável.
8

1.2. Motivadores

A proposta de um projeto traz consigo uma série de valores agregados, tanto para o
criador como para aquele que irá fruir da criação.
Para um planejamento em grupo, dividir conhecimentos, descobertas e realizações são o mais
importante. A cada obstáculo, conhece-se uma nova solução e de soluções edificamos um
sonho maior: de um grande esforço vem uma enorme recompensa.
Saber que ela trará benefícios à saúde de muitas pessoas, possibilitando alguma forma de
melhoria para a sociedade, representa sem dúvida um dos fatores que nos incita determinação.
Quando a vontade de aprender supera qualquer limitação, vale a pena investir no mais intenso
trabalho, afinal, dedicar-se ao desenvolvimento é acreditar no futuro.
9

2. Objetivos e relevância do trabalho

O mundo caminha com os constantes avanços tecnológicos da automação e


mecanização das atividades, substituindo o que antes era executado com o esforço físico do
ser humano. Constata-se, com essa tendência, a elevação nos problemas decorrentes de
postura inadequada. Por isso concentramos nossos esforços em minimizar os efeitos de uma
sociedade que procura sempre comodidade e esquece-se de algo ainda mais importante: a
saúde.
Grande parte da população passa muito tempo sentada. Se no trabalho, na escola, no
trânsito, sentar é uma necessidade, ao chegar em casa, continua-se sentado em frente à TV ou
ao computador. E ainda: ao arriscar caminhar pelas ruas com saltos enormes, mochilas
pesadas ou simplesmente com a coluna curvada, não se observam os prejuízos causados, que
vão desde o estresse a dores acompanhadas por conseqüências mais sérias.

Observando o cotidiano de uma criança, por exemplo, constatamos que a


maioria das relações se faz sentada, dentro do carro, em casa (refeição,
televisão, computador) e na escola, que ocupa grande parte do dia. Levando
isso em consideração e vários outros fatores — principalmente, a má
postura e os assentos não adaptados — teremos uma coluna com todas as
curvaturas invertidas, grande fadiga muscular e problemas vasculares em
membros inferiores (falta de retorno venoso, varizes e inchaços). (COSTA,
2008, p. 64, grifo nosso).

É necessário adotar medidas efetivas e de acompanhamento em tempo real, evitando


problemas relacionados com a estrutura do corpo humano.
Buscar meios de corrigir a postura de uma pessoa sem incomodá-la é algo a se pensar.
Não basta apresentar uma solução para fazer das pessoas seres saudáveis. É preciso
convencê-las de que ser saudável é algo simples e traz tantos benefícios que o preço das
exigências passa a ser pequeno. É por isso que Postronic representa uma inovação para a
ergonomia bem como para propósitos fisioterápicos: trata-se de um conjunto de dispositivos
cuja finalidade é definida por não causar incômodo nas pessoas durante a correção postural.
Quando o usuário for se sentar na cadeira, não precisa se preocupar com regulagem de altura,
distância de um computador, em saber se está na posição ideal, visto que uma série de
circuitos eletrônicos faz automaticamente esse tipo de correção. Se o usuário desejar
10

caminhar, pode ser notificado caso curve a coluna além dos limites previamente
estabelecidos. O intento é provocar um tratamento progressivo verdadeiro, o que dispensa a
necessidade de freqüentes consultas a um médico.
Considerando que o método de tratamento com RPG - Reeducação Postural Global é
totalmente isento de medicamentos e consiste em manipulações vertebrais e de membros, a
elaboração de um mecanismo como o nosso, que trabalhe reeducando o usuário de maneira
automática, também provoca resultados positivos.
Como acreditar no progresso de uma sociedade doentia, sedentária? A resposta é
simples. A própria tecnologia pode fazê-lo com Postronic. Uma prova de que a eletrônica
tem tudo a ver com qualidade de vida.
11

3. Desenvolvimento do projeto

3.1. Procedimentos de teste de hipóteses

As etapas para o desenvolvimento foram organizadas por ordem relevância no projeto:


• Consulta a especialistas na área de fisioterapia, pesquisa focada nas consequências do
uso de um dispositivo que atue como Postronic;
• Feita uma análise dos riscos e benefícios que o projeto pode trazer, dá-se o inicio da
parte prática: projeto do circuito responsável por enviar as condições lógicas para o
acionamento elétrico de um mecanismo que promova o ajuste da altura da cadeira;
• Testes para avaliação do mecanismo mais apropriado para elevar/abaixar a cadeira:
inserção de pesos elevados em macaco de automóveis, eixo parafusado ou barras de
ferro armadas no formato de tesoura; avaliação da necessidade de motores e, para o
caso positivo, realização de experiências para a descoberta da força necessária,
novamente utilizando pesos que indiquem os motores que não os suportam e os que
causam impacto ao funcionar;
• Implementação da parte mecânica com o acionamento elétrico: montagem de

engrenagens e cálculos para determinar o tamanho da alavanca necessária para

elevar/abaixar a cadeira;

F=m*a

• Projeto do circuito que analise as condições para ajustar a distância ideal do

computador, orientando-se por pesquisas;

• Análise com especialistas sobre pontos decisivos da coluna ao sentar-se;


• Elaboração de um sensoriamento desses pontos; testes para a melhor opção: usar
chaves eletrônicas, molas, pinos com placas perfuradas, e exercer pressão sobre elas
para analisar qual oferece contato com melhor facilidade;
• Implementação de um protótipo: placa com as chaves, molas ou perfurações e de
acordo com suas características, definir o modo de sinalização; preparação de um
circuito sinalizador ou de um programa de mesma função;
• Início da versão portátil do projeto: investigação de formas de medir inclinação;
12

• Implementação reduzida de dispositivos com o mercúrio, água, luz, componentes


eletrônicos e materiais flexíveis;
• Testes e medidas para a escolha do instrumento mais preciso: simulação de inclinação
da coluna de um integrante da equipe;
• Implementação do dispositivo portátil com o instrumento mais preciso; investigação
sobre a melhor forma de sinalização para que, somente, o usuário possa ser alertado;
• Pesquisa aprofundada a respeito de formas de medição de pressão em calçados;
• Execução da melhor hipótese: experiências com elementos de efeito capacitivo e
resistivo através da simulação de pressão sobre borrachas condutoras e materiais
dielétricos;
• Implementação do dispositivo com o auxílio de um médico;
• Testes finais: colocar todos os três dispositivos para funcionar separadamente, prever
possíveis falhas para realizar os últimos ajustes.

Materiais necessários: macaco de automóveis, eixo parafusado, barra de ferro, sensores


magnéticos, componentes eletrônicos analógicos e digitais, material flexível, porção de
material condutor, porção de material dielétrico, motores de grande potência, contator tripolar,
polia, mercúrio, emissores de luz e engrenagens, transferidor, equipamentos de medição,
como multímetros, osciloscópio e outros.

Métodos de base: eletrônica, programação, mecânica e física.

Métodos de pesquisa: consiste em um roteiro a ser seguido (exposto em anexo), onde o


resultado final serve de base para a construção do projeto (estas são informações iniciais, uma
pesquisa mais aprofundada deve ser feita posteriormente).
13

3.2. Descrição Geral

A primeira parte do projeto contém um equipamento que proporciona o


monitoramento e sinalização da posição da coluna. Ao detectar que essa está incorreta, através
de seus sensores, o sistema sinaliza o distúrbio e só para se a postura for corrigida.
A segunda parte consiste em uma cadeira capaz de adaptar-se ao corpo de quem está sentado
(na frente do computador, por exemplo). Ela é orientada por diversos controles, que regulam a
altura, a distância da tela do computador, as partes das costas que não estão devidamente
posicionadas no encosto e o tempo em que a pessoa permanece sentada.
O usuário, ao utilizar a cadeira, aciona com seu peso um sensor integrado no assento
que, com o auxílio de um circuito e um elevador, regula a altura apropriada para ele. Pode
também, tomar conhecimento sobre onde suas costas não estão apoiadas no encosto. Se o
usuário estiver sentado por muito tempo, o sensor aciona um sinal, através do computador,
para alertá-lo.
As Figuras 1 e 2 ilustram o projeto desenvolvido.

1 – Esquema do Regulador da Coluna


14

Figura 3 – Esquema da Cadeira Automatizada

As principais características do projeto são:


• Monitorar a altura ideal (pés apoiados no chão) para uma postura saudável para o
usuário sentado;
• Mapear as partes das costas do usuário que não estão devidamente posicionadas no
encosto;
• Calcular o tempo que a cadeira permaneceu em uso;
• Garantir ao usuário a programação da máxima inclinação desejada para a coluna;
• Monitorar a postura do usuário em pé, através de sensores;
• Informar se a posição das costas está incorreta.
15

3.3. Descrição do Funcionamento

3.3.1. Chave Liga/Desliga

São três botões que acionam todas as partes do sistema ao permitirem sua alimentação.

3.3.2. Chave Hold/Controle

Chave que mantém a cadeira em estado de espera para conservá-la em determinada


posição, até que ela seja desligada, ou durante o tempo programado pelo usuário.

3.3.3. Sensor de Presença

O sensor de presença é uma chave utilizada em todos os recursos da cadeira. Quando o


usuário senta, a chave é pressionada, fazendo com que a cadeira se ajuste a ele.

3.3.4. Sensor de Ajuste de Altura

Esse sensor é utilizado para desativar a descida da cadeira. É composto basicamente por
um laser e um circuito envolvendo um LDR. Quando o pé do usuário encostar-se ao chão
impede que a luz interaja com o sensor, o que faz com que a cadeira pare na posição correta.

3.3.5. Sensor de Fim de Curso

Acusa a máxima altura que a cadeira pode chegar. É implementado por um Read Switch.

3.3.6. Sensores de Posicionamento

São dois os sensores de fim de curso, cuja utilidade é tanto para tomar conhecimento se a
cadeira está na distância exata do computador, como para afastá-la das suas proximidades,
permitindo que o usuário se retire.
16

3.3.7. Temporizador

O temporizador é composto por um Circuito Integrado (CI), o 555, associado a um


conjunto de resistores, um capacitor, um trimpot e ao sensor de presença. Quando a chave que
detecta presença é pressionada, o temporizador é desativado, e se não houver quem a ative, o
temporizador envia essa informação logo após acionado. No momento em que o tempo se
esgotar, a cadeira volta à posição original. Esse tempo é utilizado para permitir uma tolerância
ao usuário que pode levantar-se rapidamente se desejar que a cadeira não mude de posição.

3.3.8. Selo Automático

Tem como parte principal um relé de dois contatos, que está ligado ao temporizador e ao
sensor de ajuste de altura. Esse, por sua vez, se desligado rompe o selo, fazendo com que seja
garantido que a cadeira mantenha-se na mesma posição, ainda que se removam os pés do chão
momentaneamente.

3.3.9. Sensores de Mapeamento da Coluna

Constituídos de dezesseis chaves liga/desliga dispostas em pontos estratégicos do encosto


da cadeira. São pressionadas com o peso do usuário, o que significa que quanto mais chaves
acionadas, melhor está sua posição.

3.3.10. Driver

O driver tem a função de adaptar as condições elétricas encontradas nas saídas dos
circuitos da cadeira às exigências de cargas maiores. Formado por alguns transistores que
antecedem seu relé correspondente, ficam adequados à tensão e à corrente para o acionamento
da bateria.

3.3.11. Regulador da Coluna

Construído mecanicamente com o objetivo de captar toda e qualquer inclinação fora dos
padrões de uma coluna vertebral. Tais alterações são encontradas através de uma mola presa a
17

uma resistência. Se a mola for esticada proporcionalmente as vértebras do usuário, sua


resistência sofre uma variação. Através dessa, é possível associá-la a uma inclinação. A
inclinação máxima pode ser controlada pelo usuário dentro de uma faixa proposta na
montagem do dispositivo.

3.3.12. Sinalização

A sinalização é feita de várias maneiras. Para os Sensores de Mapeamento da Coluna do


encosto da cadeira, utiliza-se um programa escrito no ambiente Visual Basic, que aponta, em
uma imagem tridimensional, as partes da coluna que estão fora da cobertura de análise. Ainda
nesse mesmo programa, caso o usuário permaneça muito tempo sentado, é aconselhado que
ele faça as devidas pausas.
Para o dispositivo mecânico de Regulagem da Coluna, a sinalização será visual e através
de vibração.
18

3.4. Custos

Destino Valor
Circuitos eletrônicos R$60,00
Motor 10A / 12V R$150,00
Contator Tripolar 9 A / 220 V¹ R$34,50
Bateria automotiva Moura MI60GD 60A/12V R$279,00
Coluna a gás pneumática + suporte metálico para a cadeira R$65,00
Estofado cadeira R$50,00
Suporte para a coluna (produto fisioterápico) R$12,00
Materiais condutores e dielétricos (utilizar materiais
reaproveitados)
Total R$650,50

O custo final da cadeira foi de $600,00, o que corresponde a mais de 83% a menos que a
cadeira ideal divulgada na revista Veja, uma Freedom (da Humanscale) de valor médio de
R$4 000,00. Consoante a revista, o preço médio das cadeiras ergonômicas é de R$500,00.
Se considerarmos que a cadeira do Postronic possui um conjunto de recursos, pode-se
fabricá-la em diferentes versões. Uma versão mais simples, dispensando alguns dos itens,
teria o preço semelhante ao de uma cadeira ergonômica comum, enquanto uma versão mais
equipada ofereceria mais proteção para a saúde e mais conforto para o usuário.
Já o regulador de coluna (que alerta a inclinação excessiva da coluna de quem o usa) é
demasiadamente barato e simples, o que o tornou atrativo para muitos fisioterapeutas da
região.
O projeto demonstra, através de seus dispositivos, a junção de saúde e eletrônica
popularizando a qualidade de vida de modo efetivo.

4. Resultados
19

Com a implementação do projeto, testes foram realizados para comprovar a eficiência


do sistema proposto.
A cadeira automática suporta até 200 kg e se ajusta à altura do usuário de maneira
ideal. Isso porque foi utilizada uma alavanca de 80N para facilitar o trabalho. Apenas massas
acima de 25 kg acionam o dispositivo contido no assento. O sistema utilizado para levantar e
abaixar a cadeira é pneumático.
O sensoriamento da coluna do usuário sentado não funciona se construído com molas,
pois a variação do peso e da pressão sobre o encosto não pode ser definida e indica medidas
não-lineares. Quanto às duas placas perfuradas que ficam no encosto (avalia-se o número de
pinos da primeira que ultrapassam os furos da segunda, após o posicionamento das costas do
usuário no encosto) não funcionam devido a desvios que os pinos podem sofrer, deixando de
fornecer informações reais. A utilização de chaves eletrônicas é a alternativa mais adequada
às necessidades, uma vez que não oferece qualquer limitação para medidas.
O regulador da coluna (aparelho desenvolvido para detectar inclinações anormais na
coluna) capta variações de 0º a 70°, possibilitando a detecção eficaz de uma postura curvada.
Tal dispositivo permite ao usuário o controle sobre sua máxima inclinação, um valor nessa
mesma faixa de ângulos. O regulador de coluna atua sobre a torácica, não influenciando de
forma alguma nas outras regiões da coluna vertebral. Ele, também, deve permanecer bem
fixado nas costas. Caso contrário, a probabilidade de leitura de dados falsos cresce para 25%.
O medidor de pressão sobre calçados (palmilha especial) foi uma hipótese rejeitada, já
que oferece uma grande sensibilidade a qualquer variação de força exercida e a alterações das
condições do ambiente. Outro fator negativo é a característica de apresentar grandes
diferenças em relação as demais partes do projeto. Por essa razão, o medidor de pressão sobre
calçados exigiria outro tipo de pesquisa aprofundada, fazendo com que nos distanciássemos
de nosso objetivo que é a qualidade e não a quantidade.

Confiabilidade dos dispositivos:


20

Cadeira automática
5% erros

5% sem
medições

90%
medidas
corretas

Regulador de coluna
5% erros

15% sem
medições

80%
medidas
corretas

5. Conclusões
21

Ao final desta caminhada, concluímos com êxito todas as propostas, superando os


obstáculos que encontramos.
A eficácia foi comprovada por uma série de testes que simulam as condições necessárias.
O resultado alcançado foi de, efetivamente, proporcionar a junção de saúde, economia e
conforto, onde o que foi feito pode ser considerado uma inovação no ramo da ergonomia.
O sistema foi analisado pelo médico fisioterapeuta Maurício Lima dos Santos,
acompanhante da equipe, formado em trauma – ortopedia, especialista em dores na coluna e
membro da Associação Brasileira de Acupuntura e Medicina Oriental. Segundo Maurício, os
resultados foram mais que satisfatórios e cumprem as exigências para a aplicação no mercado.
A aprovação dos clientes que ele consultou reforça a idéia de que este tipo de inovação faz-se
necessária na sociedade.
O próximo passo é a tentativa da obtenção de um fundo perdido do governo para o
aperfeiçoamento do projeto e conseqüente comercialização a clínicas de fisioterapia. Com o
dinheiro, também se pretende investir na patente da idéia.
Diante de tudo terminado, resta-nos agora agradecer à oportunidade de trabalhar para este
projeto e orgulharmos pela certeza de que não somente crescemos como profissionais, mas
como cidadãos que usam de seu conhecimento para garantir a acessibilidade comum a um
direito fundamental que é a qualidade de vida para todos.

“Aquilo que se faz por amor está sempre além do bem e do mal.” (Friedrich Nietzsche.
[S.1]: c1869. Disponível em < http://pt.wikipedia.org/wiki/Friedrich_Nietzsche>. Acesso em:
01 set. 2009, grifo nosso).

6. Referências bibliográficas
22

• Revista ELETRÔNICA TOTAL. Ano 19 – Nº 127 - Nov-Dez/07


• KAZUITO, FUKE, CARLOS. Os alicerces da física 1– Mecânica. São Paulo. Ano:
2005.
• PENHA, Patrícia Jundi; BALDINI, Marina; JOÃO, Sílvia Maria Amado. Spinal
Postural Alignment Variance According to Sex and Age in 7 – and 8 – Year-Old
Children. 2009.159f. Tese (PHD) – FMUSP, São Paulo.
• JOÃO, S. M. A. ; KUSSUKI, Mari Oliveira Mota ; CUNHA, Ana Claúdia Pereira da .
Caracterização postural da coluna de crianças obesas de 7 a 10 anos. In: XXI
FESBE- 23 a 26 de agosto, 2006, Águas de Lindóia, 2006.
• JOÃO, S. M. A. ; GUIMARÃES, Marina Mathias Baptista ; SACCO, Isabel de
Camargo Neves . Caracterização postural da jovem praticante de ginástica
olímpica. Revista Brasileira de Fisioterapia, v. 11, p. 213-219, 2007.
• TEIXEIRA, Clarissa Stefani; MERINO Eugenio Andrés Díaz. A postura adotada no
trabalho com a hidroponia: contribuições da ergonomia. Revista Digital. Ano 14 ,
Nº 132, p.9. Buenos Aires, 2009.
• Projetos. Disponível em: www.iconocast.com. Acesso em 03 de março de 2009.
• Projetos. Disponível em: translate.google.com.br/translate?hl=pt
BR&sl=en$u=http://www.nytimes.com/2009/02/13/us/13senior.html%253Fref
%253Dhealth%26hl%pt-Br%26lr%3Dlang_pt
• Extensômetro. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Extens%C3%B4metro.
Acesso em: 08 de maio de 2009.
• Acelerômetro. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Aceler%C3%B4metro.
Acesso em: 08 de maio de 2009.
• Acelerômetro LIS302ALK. Disponível em: http://www.nei.com.br/lancamentos-
/lancamento.aspx?i=11673. Acesso em: 08 de maio de 2009.
• Como medir velocidade e deslocamento a partir de um acelerômetro. Disponível em:
http://camilasoares.wordpress.com/2009/05/10/como-medir-velocidade-e-
deslocamento-a-partir-de-um-acelerometro/. Acesso em: 23 de maio de 2009.
• Manual do CI ADLX202. Disponível em: www.alldatasheet.com. Acesso em: 23 de
maio de 2009.
• Manual do Sensor MR406. Disponível em: www.alldatasheet.com. Acesso em: 23 de
junho de 2009.
23

• Pesquisa Smartchair Biofeedback, Uma Cadeira Inteligente


http://digitaldrops.com.br/drops/2008/05/smartchair-biofeedback-uma-cadeira-
inteligente.html. Acesso em 26 de maio de 2009.
• Pesquisa Fábricas pesquisam cadeiras inteligentes. Disponível em:
http://virgula.uol.com.br/ver/noticia/tecnologia/2009/01/27/23482-fabricas-
pesquisam-cadeiras-inteligentes .Acesso em 26 de maio de 2009.
• Pesquisa Formas de Sentar. Disponível em: http://www.expansao.com/si/site/0304?
idioma=portugues . Acesso em 26 de maio de 2009.
• Pesquisa Correção Postural Evita Dores. Disponível em:
http://www.dihitt.com.br/noticia/correcao-postural-ervita-dores-1. Acesso em: 27 de
maio de 2009.
• Circuito Temporizador. Disponível em: www.elbest.eng.br/circuitos/timer555.gif.
Acesso em: 22 de junho de 2009.
• Manual do CI 7402. Disponível em: www.alldatasheet.com. Acesso em: 10 de julho
de 2009.
• Pesquisas Postura no Computador. Disponível em:
http://www2.ufpa.br/rcientifica/artigos_cientificos/ed_09/pdf/rev_cie_ufpa_vol7_num
_cap1.pdf. Acessado em: 15 de julho de 2009.
• Pesquisas Postura no Computador. Disponível em:
http://www.weblivre.net/artigo/saude-no-trabalho/postura-voce-senta-da-maneira-
correta/. Acessado em: 15 de julho de 2009.
• Pesquisas Postura no Computador. Disponível em:
http://www.orientacoesmedicas.com.br/posturanocomputador_colunaepostura.asp.
Acessado em: 15 de julho de 2009.
• Pesquisas Postura no Computador. Disponível em:
http://desviosdacoluna.blogspot.com/2009/06/posicao-correta-para- usar- o
computador. Acessado em: 15 de julho de 2009.
• Modelos de Cadeiras, A cadeira ideal. Disponível em:
www.histeo.dec.ufms.br/.../15%20-%20Revista%20Veja%20-%20E
%202077%20setembro%20de%202008-2.pdf. Acessado em: 06 de agosto de 2009.
• Manual do Transistor BC548. Disponível em: www.alldatasheet.com. Acessado em:
17 de agosto de 2009.
• Manual do CI 7476. Disponível em: www.alldatasheet.com. Acessado em: 27 de
agosto de 2009.
24

• Manual do CI 7408. Disponível em: www.alldatasheet.com. Acessado em: 28 de


agosto de 2009.
• Manual do LM741. Disponível em: www.alldatasheet.com. Acessado em: 28 de
agosto de 2009.
• Manual do CI 7404. Disponível em: www.alldatasheet.com. Acessado em: 28 de
agosto de 2009.
• Manual do CI 7474. Disponível em: www.alldatasheet.com. Acessado em: 28 de
agosto de 2009.
• Pesquisa Modelos de Cadeira. Disponível em:
www.blig.ig.com.br/acessivelparatodos/. Acessado em: 29 de agosto de 2009.
• Pesquisa Modelos de Cadeira. Disponível em:
www.digitaldrops.com.br/vertechair_1.jpg. Acessado em 29 de agosto de 2009.
• Pesquisa Angulação da Coluna. Disponível em:
http://www.pgmec.ufpr.br/dissertacoes/dissertacao_043.pdf (pag. 45). Acessado em:
31 de agosto de 2009;
• Pesquisa Ângulos da Coluna. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Escoliose.
Acessado em: 31 de agosto de 2009.
• Pesquisa Coluna Vertebral. Disponível em:
http://www.scribd.com/doc/7252525/Coluna-Vertebral. Acessado em: 19 de setembro
de 2009.
• Pesquisa Modelos de Cadeira. Disponível em:
http://www.compras.df.gov.br/publico/item_futuras.asp?id=12488 . Acessado em: 20
de setembro de 2009.
• DIGI PROTECTOR. Siga estes conselhos para uma boa postura ao usar um
computador, SP, Disponível em: http://www.digiprotector.com.br/postura.html.
Acesso em: 07 setembro 2009;
• Runner’s. Aprende a elegir tu calzado. Tipos de Pisada. Disponível em:
http://www.runners.es/rcs/equipamiento/2008/03_Mar/TiposPisada. Acesso em: 07 de
set. 2009.

7. Anexos

7.1. Diagrama em Blocos


25

S e n s o r d e A j u s te
S e n s o re s d e M a p e a m e n to d e A lt u r a C h a v e H o l d /C o n t ro l e
d a C o lu n a

C h a v e L ig a / S e lo
D e s l ig a I

T e m p o ri z a d o r

D ri v e
P r o g ra m a

S e n so r d e P res en ça
S e n s o r d e F im
S i n a l iz a ç ã o V B de C urso

S en sor es d e
D r iv e B a te ri a P istão a G ás
P o s i c io n a m e n to

C or r e çã o d o M od o
d e S e n ta r

C o n t r o le
C h a v e L i g a / D e s l ig a I I C o m p a ra d o r S i n a li z a ç ã o
R e g u la d o r ( U s u á r io )
C o r re ç ão d a P o stu r a d a C o lu n a
em P é

M e d id o r d e
C h a v e L i g a / D e s l ig a I II P ressã o C om p ara do r S in a li z a ç ã o
S o bre C alçad os
C o r re çã o d o M o d o
d e C a m in h a r

7.2. Esquema Elétrico


26

Figura 4 - Cadeira automática

Figura 6 - Temporizador

Figura 5 – Sensor dos pés (cadeira automática)


27

Figura 6 - Multiplexador para Sensores de Mapeamento da Coluna

Figura 7 - Regulador da Coluna

Figura 8 - Medidor da Pressão Sobre Calçados


28

7.3. Layout Placa Circuito Impresso

Figura 9 - Cadeira Automática

Figura 10 - Temporizador Figura 11 - Sensor dos Pés (Cadeira automática)

Figura 12 - Multiplexador para Sensores de Mapeamento da Coluna


29

Figura 13 - Regulador
da Coluna

Figura 14 - Medidor da Pressão Sobre Calçados


30

7.4. Programa

Option Strict Off


Option Explicit On

'Module InpOut32_Declarations
'Public Declare Function Inp Lib "inpout32.dll" Alias "Inp32" (ByVal PortAddress As Short)
As Short
'Public Declare Sub Out Lib "inpout32.dll" Alias "Out32" (ByVal PortAddress As Short,
ByVal Value As Short)
'End Module

Friend Class Form1


Inherits System.Windows.Forms.Form
Dim CH13, CH11, CH9, CH7, CH5, CH3, CH1, CH0, CH2, CH4, CH6, CH8, CH10,
CH12, CH14 As Integer
Dim CH15, CH16 As Integer
Dim ASSENTO As Integer
Dim Sensor2, Sensor1, Sensor3, Sensor4 As Integer
Dim DadoRx As Byte
Dim entrada As Byte

Dim nid As NOTIFYICONDATA ' trayicon variable

Sub minimize_to_tray()
Me.Hide()
nid.cbSize = Len(nid)
nid.hwnd = Me.Handle.ToInt32
nid.uId = VariantType.Null
nid.uFlags = NIF_ICON Or NIF_TIP Or NIF_MESSAGE
nid.uCallBackMessage = WM_MOUSEMOVE
nid.hIcon = CInt(CObj(Me.Icon)) ' the icon will be your Form1 project icon
nid.szTip = "Abrir Postronic" & vbNullChar
Shell_NotifyIcon(NIM_ADD, nid)
End Sub

Private Sub Command1_Click(ByVal eventSender As System.Object, ByVal eventArgs As


System.EventArgs) Handles Command1.Click
minimize_to_tray()
End Sub

Private Sub Command2_Click()


31

'UPGRADE_WARNING: Couldn't resolve default property of object Sensor1. Click for


more: 'ms-help://MS.VSCC.v80/dv_commoner/local/redirect.htm?keyword="6A50421D-
15FE-4896-8A1B-2EC21E9037B2"'
Sensor1 = 15

End Sub

Private Sub Command3_Click()


'UPGRADE_WARNING: Couldn't resolve default property of object Sensor2. Click for
more: 'ms-help://MS.VSCC.v80/dv_commoner/local/redirect.htm?keyword="6A50421D-
15FE-4896-8A1B-2EC21E9037B2"'
Sensor2 = 15
End Sub

Private Sub Command4_Click()


'UPGRADE_WARNING: Couldn't resolve default property of object Sensor3. Click for
more: 'ms-help://MS.VSCC.v80/dv_commoner/local/redirect.htm?keyword="6A50421D-
15FE-4896-8A1B-2EC21E9037B2"'
Sensor3 = 15
End Sub

Private Sub Command5_Click()


Sensor4 = 15
End Sub

Private Sub Command6_Click()


'UPGRADE_WARNING: Couldn't resolve default property of object Sensor1. Click for
more: 'ms-help://MS.VSCC.v80/dv_commoner/local/redirect.htm?keyword="6A50421D-
15FE-4896-8A1B-2EC21E9037B2"'
Sensor1 = 1
End Sub

Private Sub Command7_Click()


'UPGRADE_WARNING: Couldn't resolve default property of object Sensor2. Click for
more: 'ms-help://MS.VSCC.v80/dv_commoner/local/redirect.htm?keyword="6A50421D-
15FE-4896-8A1B-2EC21E9037B2"'
Sensor2 = 1
End Sub

Private Sub Command8_Click()

Sensor3 = 1
End Sub

Private Sub Command9_Click()


Sensor4 = 1
End Sub

'---------------------------------------------------
'-- Tray icon actions when mouse click on it, etc --
32

'---------------------------------------------------
Private Sub Form1_MouseMove(ByVal eventSender As System.Object, ByVal eventArgs
As System.Windows.Forms.MouseEventArgs) Handles MyBase.MouseMove
Dim Button As Short = eventArgs.Button \ &H100000
Dim Shift As Short = System.Windows.Forms.Control.ModifierKeys \ &H10000
Dim x As Single = VB6.PixelsToTwipsX(eventArgs.X)
Dim y As Single = VB6.PixelsToTwipsY(eventArgs.Y)
Dim msg As Integer
Dim sFilter As String
msg = x / VB6.TwipsPerPixelX
Select Case msg
Case WM_LBUTTONDOWN
Me.Show() ' show form
Shell_NotifyIcon(NIM_DELETE, nid) ' del tray icon
Case WM_LBUTTONUP
Case WM_LBUTTONDBLCLK
Case WM_RBUTTONDOWN
Case WM_RBUTTONUP
Me.Show()
Shell_NotifyIcon(NIM_DELETE, nid)
Case WM_RBUTTONDBLCLK
End Select
End Sub

'------------------------------
'--- form Actions On unload ---
'------------------------------
Private Sub Form1_FormClosed(ByVal eventSender As System.Object, ByVal eventArgs
As System.Windows.Forms.FormClosedEventArgs) Handles Me.FormClosed
Shell_NotifyIcon(NIM_DELETE, nid) ' del tray icon
End Sub

Private Sub lechaves()


Sensor1 = entrada And &H2
If Sensor1 <> 0 Then
Sensor1 = 0
Else
Sensor1 = 1
End If
Sensor2 = entrada And &H8
If Sensor2 <> 0 Then
Sensor2 = 0
Else
Sensor2 = 1
End If
Sensor3 = entrada And &H1
If Sensor3 <> 0 Then
Sensor3 = 0
Else
33

Sensor3 = 1
End If
Sensor4 = entrada And &H20
If Sensor4 <> 0 Then
Sensor4 = 0
Else
Sensor4 = 1
End If
End Sub

Private Sub Form_Minimize()


minimize_to_tray()
End Sub

Private Sub Timer1_Tick(ByVal eventSender As System.Object, ByVal eventArgs As


System.EventArgs) Handles Timer1.Tick
entrada = DadoRx
Label2.Text = entrada
lechaves()
lechaves2()

If Sensor1 = 0 And Sensor2 = 0 And Sensor3 = 0 And Sensor4 = 0 Then


Label1.Text = "Posicao correta"
MP.URL = "c:\cadeira\0.WMV"
MP.Ctlenabled = True
Timer1.Enabled = False
Timer2.Enabled = True
ElseIf Sensor1 > 0 And Sensor2 = 0 And Sensor3 = 0 And Sensor4 = 0 Then
Label1.Text = "Encoste a região torácica esquerda."
MP.URL = "c:\cadeira\2.WMV"
MP.Ctlenabled = True
Timer1.Enabled = False
Timer2.Enabled = True
ElseIf Sensor1 = 0 And Sensor2 > 0 And Sensor3 = 0 And Sensor4 = 0 Then
Label2.Text = "Encoste a região torácica direita."
MP.URL = "c:\cadeira\3.WMV"
MP.Ctlenabled = True
Timer1.Enabled = False
Timer2.Enabled = True
ElseIf Sensor1 = 0 And Sensor2 = 0 And Sensor3 > 0 And Sensor4 = 0 Then
Label2.Text = "Encoste a região lombar esquerda."
MP.URL = "c:\cadeira\4.WMV"
MP.Ctlenabled = True
Timer1.Enabled = False
Timer2.Enabled = True
ElseIf Sensor1 = 0 And Sensor2 = 0 And Sensor3 = 0 And Sensor4 > 0 Then
Label3.Text = "Encoste a região lombar direita."
MP.URL = "c:\cadeira\5.WMV"
MP.Ctlenabled = True
34

Timer1.Enabled = False
Timer2.Enabled = True
ElseIf Sensor1 > 0 And Sensor2 > 0 And Sensor3 = 0 And Sensor4 = 0 Then
Label3.Text = "Encoste toda sua região torácica."
MP.URL = "c:\cadeira\6.WMV"
MP.Ctlenabled = True
Timer1.Enabled = False
Timer2.Enabled = True
ElseIf Sensor1 > 0 And Sensor2 > 0 And Sensor3 > 0 And Sensor4 > 0 Then
Label4.Text = "Posicione suas costas na cadeira."
MP.URL = "c:\cadeira\1.WMV"
MP.Ctlenabled = True
Timer1.Enabled = False
Timer2.Enabled = True
ElseIf Sensor1 = 0 And Sensor2 > 0 And Sensor3 > 0 And Sensor4 = 0 Then
Label4.Text = "Encoste toda a sua torácica esquerda e sua lombar direita."
MP.URL = "c:\cadeira\10.WMV"
MP.Ctlenabled = True
Timer1.Enabled = False
Timer2.Enabled = True
ElseIf Sensor1 = 0 And Sensor2 > 0 And Sensor3 > 0 And Sensor4 > 0 Then
Label4.Text = "Encoste toda a lateral direita da coluna e a sua lombar esquerda."
MP.URL = "c:\cadeira\11.WMV"
MP.Ctlenabled = True
Timer1.Enabled = False
Timer2.Enabled = True
ElseIf Sensor1 = 0 And Sensor2 = 0 And Sensor3 > 0 And Sensor4 > 0 Then
Label4.Text = " Encoste toda a parte torácica da coluna."
MP.URL = "c:\cadeira\15.WMV"
MP.Ctlenabled = True
Timer1.Enabled = False
Timer2.Enabled = True
ElseIf Sensor1 > 0 And Sensor2 = 0 And Sensor3 > 0 And Sensor4 = 0 Then
Label4.Text = "Encoste toda a lateral direita da coluna."
MP.URL = "c:\cadeira\8.WMV"
MP.Ctlenabled = True
Timer1.Enabled = False
Timer2.Enabled = True
ElseIf Sensor1 = 0 And Sensor2 > 0 And Sensor3 = 0 And Sensor4 > 0 Then
Label4.Text = "Encoste a parte lateral direita da coluna."
MP.URL = "c:\cadeira\9.WMV"
MP.Ctlenabled = True
Timer1.Enabled = False
Timer2.Enabled = True
ElseIf Sensor1 > 0 And Sensor2 = 0 And Sensor3 = 0 And Sensor4 > 0 Then
Label4.Text = "Encoste a região torácica direita e sua lombar esquerda."
MP.URL = "c:\cadeira\7.WMV"
MP.Ctlenabled = True
Timer1.Enabled = False
Timer2.Enabled = True
35

ElseIf Sensor1 > 0 And Sensor2 = 0 And Sensor3 > 0 And Sensor4 > 0 Then
Label4.Text = "Encoste toda a lateral esquerda da coluna."
MP.URL = "c:\cadeira\12.WMV"
MP.Ctlenabled = True
Timer1.Enabled = False
Timer2.Enabled = True
ElseIf Sensor1 > 0 And Sensor2 > 0 And Sensor3 > 0 And Sensor4 = 0 Then
Label4.Text = "Encoste toda a lateral esquerda da coluna."
MP.URL = "c:\cadeira\13.WMV"
MP.Ctlenabled = True
Timer1.Enabled = False
Timer2.Enabled = True
ElseIf Sensor1 > 0 And Sensor2 > 0 And Sensor3 = 0 And Sensor4 > 0 Then
Label4.Text = "Encoste toda a lateral esquerda da coluna."
MP.URL = "c:\cadeira\14.WMV"
MP.Ctlenabled = True
Timer1.Enabled = False
Timer2.Enabled = True
End If

End Sub

Private Sub Picture1_Click(ByVal sender As System.Object, ByVal e As


System.EventArgs) Handles Picture1.Click

End Sub

Private Sub Form1_Load(ByVal sender As System.Object, ByVal e As System.EventArgs)


Handles MyBase.Load
SerialPort1.Open()
Label5.Text = "Você deve fazer um intevalo"
Label5.Visible = False
End Sub

Private Sub lechaves2()


'Dim RE2, RE1OFF, RE2OFF, OFF As Integer
'Dim entrada As Integer
Dim buffer(10) As Byte
Dim FimCurso1 As Byte
Dim FimCurso2 As Byte
Dim Assento As Byte
Dim Pe As Byte

FimCurso1 = 1
FimCurso2 = 1
Assento = 1
36

Pe = 1

'entrada = Inp(&H379) - 136


'entrada = DadoRx
'Label2.Text = entrada

FimCurso1 = entrada And &H80 'posicao de fimcurso1 = 1


If FimCurso1 <> 0 Then
FimCurso1 = 0
Else
FimCurso1 = 1
End If
FimCurso2 = entrada And &H4 'posicao de fimcurso2 = 2
If FimCurso2 <> 0 Then
FimCurso2 = 0
Else
FimCurso2 = 1
End If
Assento = entrada And &H40
If Assento <> 0 Then
Assento = 0
Timer4.Enabled = True
Else
Assento = 1
Timer4.Enabled = False
Label5.Visible = False
End If
Pe = entrada And &H10
If Pe <> 0 Then
Pe = 0
Else
Pe = 1
End If

If Assento = 0 And FimCurso1 = 1 And FimCurso2 = 0 And Pe = 0 Then


buffer(0) = 0
SerialPort1.Write(buffer, 0, 1)
ElseIf Assento = 1 And FimCurso1 = 1 And FimCurso2 = 0 And Pe = 0 Then
buffer(0) = &H40 'rel1 on
SerialPort1.Write(buffer, 0, 1)
ElseIf Assento = 1 And FimCurso1 = 0 And FimCurso2 = 0 And Pe = 0 Then
buffer(0) = &H40 'rel1 on
SerialPort1.Write(buffer, 0, 1)
ElseIf Assento = 1 And FimCurso1 = 0 And FimCurso2 = 1 And Pe = 0 Then
buffer(0) = &H40 'rel1 on
SerialPort1.Write(buffer, 0, 1)
ElseIf Assento = 1 And FimCurso1 = 0 And FimCurso2 = 1 And Pe = 1 Then
buffer(0) = 0
SerialPort1.Write(buffer, 0, 1)
ElseIf Assento = 1 And FimCurso1 = 0 And FimCurso2 = 0 And Pe = 1 Then
37

buffer(0) = &H80 'rel2 on


SerialPort1.Write(buffer, 0, 1)
ElseIf Assento = 1 And FimCurso1 = 1 And FimCurso2 = 0 And Pe = 1 Then
buffer(0) = &H0 'reles off
SerialPort1.Write(buffer, 0, 1)
ElseIf Assento = 0 And FimCurso1 = 1 And FimCurso2 = 0 And Pe = 0 Then
buffer(0) = &H40 'rel1 on
SerialPort1.Write(buffer, 0, 1)
ElseIf Assento = 0 And FimCurso1 = 0 And FimCurso2 = 0 And Pe = 0 Then
buffer(0) = &H40 'rel1 on
SerialPort1.Write(buffer, 0, 1)
ElseIf Assento = 0 And FimCurso1 = 0 And FimCurso2 = 1 And Pe = 0 Then
buffer(0) = &H80 'rel2 on
SerialPort1.Write(buffer, 0, 1)
ElseIf Assento = 0 And FimCurso1 = 0 And FimCurso2 = 0 And Pe = 0 Then
buffer(0) = &H80 'rel2 on
SerialPort1.Write(buffer, 0, 1)
ElseIf Assento = 0 And FimCurso1 = 1 And FimCurso2 = 0 And Pe = 0 Then
buffer(0) = &H0 'reles off
SerialPort1.Write(buffer, 0, 1)
End If
End Sub

Private Sub SerialPort1_DataReceived(ByVal sender As System.Object, ByVal e As


System.IO.Ports.SerialDataReceivedEventArgs) Handles SerialPort1.DataReceived
Dim len, tam As Integer
Dim buffer(100) As Byte
len = SerialPort1.BytesToRead
tam = 0
While tam < len
DadoRx = SerialPort1.ReadByte
tam = tam + 1
End While

End Sub

Private Sub Timer4_Tick(ByVal sender As System.Object, ByVal e As System.EventArgs)


Handles Timer4.Tick
Label5.Visible = True
End Sub

Private Sub Timer3_Tick(ByVal sender As System.Object, ByVal e As System.EventArgs)


'lechaves2()
End Sub

Private Sub Timer2_Tick(ByVal sender As System.Object, ByVal e As System.EventArgs)


Handles Timer2.Tick
Timer1.Enabled = True
End Sub
38

Private Sub CheckBox1_CheckedChanged(ByVal sender As System.Object, ByVal e As


System.EventArgs)
'CheckBox1.Checked = False
Dim Buffer(1) As Byte
Buffer(0) = 0
SerialPort1.Write(Buffer, 0, 1)

End Sub

Private Sub CheckBox2_CheckedChanged(ByVal sender As System.Object, ByVal e As


System.EventArgs)
'CheckBox2.Checked = False
Dim Buffer(1) As Byte
Buffer(0) = &H40
SerialPort1.Write(Buffer, 0, 1)
End Sub

Private Sub CheckBox3_CheckedChanged(ByVal sender As System.Object, ByVal e As


System.EventArgs)
' CheckBox3.Checked = False
Dim Buffer(1) As Byte
Buffer(0) = &H80
SerialPort1.Write(Buffer, 0, 1)

End Sub

Private Sub CheckBox4_CheckedChanged(ByVal sender As System.Object, ByVal e As


System.EventArgs)

End Sub

Private Sub Label2_Click(ByVal sender As System.Object, ByVal e As


System.EventArgs) Handles Label2.Click

End Sub

Private Sub Timer3_Tick_1(ByVal sender As System.Object, ByVal e As


System.EventArgs) Handles Timer3.Tick
Label6.Text = DadoRx
End Sub
End Class
39

7.5. Opinião de um Profissional da Área

Depoimento
Esse trabalho, desenvolvido pelo grupo, foi muito interessante. No início, pensei que
fossem iguais a outros que aqui estiveram, onde perguntavam muito e o final não dava em
nada. Eles não, sempre interessados e muito ativos. Por isso, tenho um imenso prazer de ter
colaborado com o projeto. Acho muito interessante a idéia de se trabalhar para a postura do
ser humano e espero que a pesquisa tenha continuidade, pois a idéia é ótima.

Dificuldades
Como todo inicio, o começo foi bem difícil, por que eu tentava entender o que o grupo
queria. No desenvolver de nossas reuniões, fui compreendendo a essência da idéia e tudo
começou a fluir.

Beneficio do projeto
O beneficio que o trabalho pode trazer para o ser humano é muito grande. Não há
riscos oferecidos. Se pensarmos a curto prazo, podemos citar o combate as doenças agudas
da má postura. E a longo prazo, o tratamento contra doenças que vão se desenvolvendo
durante anos decorrentes de uma má postura como: osteófitos marginais, diminuição do
espaço articular do disco , aumentos dos desvios posturais, etc.

Maurício Lima dos Santos – fisioterapeuta.


40

7.6. Modelo para pesquisa

Modelo para estudo de informações:

Alvo: pessoas entre 10 e 60 anos


Questões:
1. Quanto tempo você passa sentado (a)?
2. Quanto tempo passa em pé?
3. Pratica alguma atividade física?
4. Sofre frequentemente de dores na coluna? Se sim, qual a parte de sua coluna mais
prejudicada?
5. Já realizou algum tratamento para correção postural? Se sim, qual?
6. Senta-se em cadeiras confortáveis durante o dia?
7. Faz pausas quando pretende ficar muito tempo em frente ao computador?
8. Você acha que seria interessante um projeto que alertasse o usuário sobre sua postura
quando ela estiver errada?
9. Seus sapatos apresentam um maior desgaste de um lado só?
10. (Se for mulher) Anda muito de salto alto?
11. Sente estresse no fim do dia?
12. Comentários:

Demais informações devem ser pesquisadas em teses do assunto:


1. Os ângulos considerados ideais para uma coluna;
2. A posição ideal em frente a um computador;
3. Os pontos mais pressionados para pisadas incorretas;
4. Diferenças entre a postura das pessoas de acordo com a idade;
5. Regiões das costas que as pessoas costumam não encostar quando sentam.
41

7.7. Informações Complementares

FONTE: JOÃO, Sílvia Maria Amado; KUSSUKI, Mari Oliveira Mota ; CUNHA, Ana Claúdia Pereira da .
Caracterização postural da coluna de crianças obesas de 7 a 10 anos. In: XXI FESBE- 23 a 26 de
agosto, 2006, Águas de Lindóia, 2006.
42

Figura 15. Pontos utilizados para a identificação do ângulo


do tronco no plano sagital e frontal, respectivamente

FONTE: TEIXEIRA, Clarissa Stefani; MERINO Eugenio Andrés Díaz. A postura adotada no trabalho com
a hidroponia: contribuições da ergonomia. Revista Digital. Ano 14 , Nº 132, p.9. Buenos Aires, 2009

FONTE: DIGI PROTECTOR. Siga estes conselhos para uma boa postura ao usar um computador, SP, Disponível
em: http://www.digiprotector.com.br/postura.html. Acesso em: 07 set. 2009

Posição no Computador
1-Manter o topo da tela ano nível dos olhos e distante de um comprimento do braço;
2-Manter a cabeça e pescoço em posição reta, ombros e braços relaxados;
3-Manter a região lombar (as costas) apoiada no encosto da cadeira ou em um suporte para as
costas;
4-Manter o antebraço, punhos e mãos em linha reta (posição neutra do punho) em relação ao
teclado;
5-Manter o cotovelo junto ao corpo;
6 - Manter um espaço entre a dobra do joelho e a extremidade final da cadeira. Manter ângulo
igual ou superior a 30 graus para as dobras dos joelhos e do quadril;
7 - Manter os pés apoiados no chão ou quando recomendado, usar descanso para os pés.
43

Tipos de Pisada

FONTE: Runner’s. Aprende a elegir tu calzado. Tipos de Pisada. Disponível em:


http://www.runners.es/rcs/equipamiento/2008/03_Mar/TiposPisada. Acesso em: 07 de set. 2009.

FONTE: Runner’s. Aprende a elegir tu calzado. Tipos de Pisada. Disponível em:


http://www.runners.es/rcs/equipamiento/2008/03_Mar/TiposPisada. Acesso em: 07 de set. 2009.