Você está na página 1de 4

DEFINIÇÃO E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DE

PASSIVO DE PATRIMONIO LIQUIDO

Passivo: Obrigação é um dever ou uma responsabilidade de agir ou de cumprir


alguma situação ou “coisa”. Obrigações podem ser legalmente executáveis como
conseqüência de um contrato restrito ou algum requisito estatutário ou legal.
Exemplo: valores a pagar ou a receber correspondente a produtos e serviços.

Praticas Comerciais: Obrigação que surge como conseqüência de praticas


comerciais, usuais, hábitos comerciais ou necessidade de manter boas relações
comerciais e agir de forma justa e eqüitativa.

Pagamentos: A liquidação de uma divida, obrigação ou exigibilidade pode


ocorrer de diversas formas, por exemplo, a- pagto. em dinheiro; b- transferência
de outros ativos; c- execução de serviços; d- substituição daquela exigibilidade por
outra; e- conversão da exigibilidade em capital ou outro item do Patrimônio
Liquido.

Provisões: Algumas exigibilidades somente podem ser mensuradas se utilizar


um grau substancial de estimativa. Em alguns países as provisões não são
consideradas exigibilidades porque esse conceito definido deforma estreita, a qual
somente inclui montantes sem necessidades de fazer estimativa.

Juros a vencer: Esses são decorrentes de empréstimos, devem ser expressos


nos balanços em moeda corrente do país.

Outras Classificações do passivo:


Exigíveis Onerosos e Não Onerosos:
Exigíveis Onerosos esses custam à empresa mensalmente juros e encargos
bancários: financiamentos, empréstimos bancários etc..
Não Onerosos são obrigações com as quais a empresa não paga encargos
financeiros; salários; fornecedores.
Exigíveis Fixos e Exigíveis Variáveis:
Os exigíveis fixos não variam com o volume de vendas.
As variáveis tem relação com o volume de vendas: ICMS e IPI a recolher,
fornecedores, salários etc...

1
Exigíveis de Coligadas e Exigíveis de Terceiros: As coligadas são
aquelas contraídas junto a outras empresas do grupo. Dando maior flexibilidade
financeira e menor risco de falência.
As obrigações com terceiros são contraídas junto a empresas que não possuem
qualquer vinculo com a tomadora do empréstimo.

Exigíveis Preferenciais e Exigíveis Quirografários: Em caso de


falência são dividas que serão liquidadas em primeiro lugar; empregados e
encargos entre outros...
No caso da Quirografários são as que não enquadram nos preferenciais;
fornecedores,dividendos etc..

Valor Presente no passivo: As obrigações, encargos, riscos classificados no


passivo serão ajustados ao seu valor presente, sendo os demais passivos
ajustados quando houver efeito relevante.

Patrimônio Liquido: Pode ser caracterizado como diferença entre ativo e


exigibilidade (Passivo).

Reservas: A criação de reservas é, às vezes requerida por disposições


estatutárias ou legal a fim de dar à entidade e seus credores uma medida
adicional da proteção com relação ao efeito de possíveis perdas. Outras reservas
podem ser feitas de acordo com as legislações de vários países.

Teoria do proprietário: O Patrimônio Liquido pode ser visualizado também


conforme a teoria de controle predominante. O Patrimônio Liquido como diferença
entre ativo e passivo, pertence ao proprietário. Assim a equação patrimonial é
expressa por: ATIVO -
PASSIVO= PATRIMONIO LIQUIDO.

Teoria da entidade: Pela Teoria da entidade, o patrimônio dos acionistas ou


quotistas, pessoas físicas ou jurídicas, não se confunde com o patrimônio liquido.
Pela Teoria da entidade a equação patrimonial é expressa como ATIVO =
PASSIVO + PATRIMONIO DA ENTIDADE. A Teoria da Entidade é a que mais
influencia o desenvolvimento da contabilidade de nossos dias.

Teoria dos fundos: Segundo essa teoria o Ativo é o somatório das aplicações
possíveis com a utilização dos recursos provindos de terceiro se de capitais
próprios.

2
Teoria do comando: É uma espécie de visualização do conjunto patrimonial
de uma entidade de grandes proporções por parte de sua administração
profissional.
Os administradores tem possibilidade de comando somente sobre aquela parcela
do patrimônio que pode ser movimentada por meio de uma simples orientação da
adm. profissional, sem precisar de autorização dos acionistas.

Composição do PL: É constituído pelos seguintes grupos principais:


- Capital Contribuído pelos sócios (efetivamente integralizado)
- Reservas de Lucros
- Reservas Especiais de Capital
- Lucros (ou prej) acumulados.
Após analisado é o resultado final de todo o esforço feito pela entidade para alocar
seus ativos da forma mais eficiente e lucrativa.

Manutenção do PL: É desejo de toda administração ao final de um período


contábil, preservar o poder aquisitivo do Patrimônio Liquido como iniciou o
período. A intenção é obter um patrimônio liquido final igual ao inicial multiplicado,
ouse já um retorno satisfatório.

Constituição do Patrimônio Liquido conforme a legislação


brasileira:
De acordo com nossa legislação o Patrimônio Liquido é constituído:
- Capital Social
- Reservas de Capital
- Reservas de Reavaliação (lei 11.638-07)
- Reservas de Lucros
- Lucros ou prejuízos acumulados (lei 11638/07)
- Ações em tesouraria

Capital Social: Representa todo o investimento realizado na empresa por seus


proprietários.

Sociedade por ações de Capital Autorizado: O estatuto pode conter


autorização para aumento do capital social por sucessivas subscrições,
independentemente da reforma estatutária necessária a cada aumento de capital.

Divisão do capital social: O capital social divide-se em quotas nas


sociedades por responsabilidade ltda. E em todas as sociedades de pessoas e em
ações na Sociedades por Ações (S.A) e em todas as sociedades de capital.

Reservas de Capital: São aquelas que não se originam do resultado do


exercício isto é, não são apuradas pela Demonstração do Resultado do Exercício.

3
Diferença entre reservas e provisão: Há dois tipos de provisão, a de
Redução do Ativo, a mais conhecida é a Provisão para devedores duvidosos, na
qual estima o não recebimento de uma parte das duplicatas a receber. Outro tipo
de provisão é o aumento de passivo, são ocorrências para o futuro, uma vez que o
fato gerador já ocorreu. A contabilidade registra a despesa c/ func. (ferias/13º),
incorrida mas ainda não paga.E também
tem a provisão das reservas, que são acréscimos ao Patrimônio Liquido que
quase sempre são utilizados para aumento do capital.

Exemplo de origem das reservas de capital: As reservas de capital não


se originam do Lucro da companhia, mas de situações especiais. Exemplos: Ágio
na emissão de ações, quando uma companhia aumenta seu capital, emitindo
novas ações, ela pode vende-las ao publico por seu valor nominal, ou com lucro,
isto é, com excedente. A esse lucro ou excedente, denomina-se ágio.

Reservas de lucros: Nesse grupo as contas constituídas pela apropriação do


lucro do exercício serão classificadas como reservas tradicionais:
- reserva legal (assegurar a integridade do capital social, porem poderá ser
utilizada para compensar prejuízos)
- reservas estatutárias (o estatuto poderá criar reservas mas algumas regras)
- reservas para contingências (a assembléia geral poderá por proposta dos órgãos
da adm. destinar parte do lucro liquido á formação de reservas com a finalidade de
compensar em exercício futuro)
- reserva de lucros para expansão (A assembléia geral poderá por proposta dos
órgãos da adm. deliberar a retenção de parcela do lucro liquido do exercício
prevista em orçamento de capital, por ela previamente aprovado)
- reserva de lucros a realizar (essa reserva evidencia a parcela de lucro não
realizada financeiramente, o objetivo é evitar a distribuição de dividendos sobre a
parcela e até mesmo o pagamento do Imposto de Renda)

Lucros ou prejuízos acumulados: Após a destinação do lucro para


reservas ou dividendos fica um remanescente. Tal remanescente poderá ser
utilizado total ou parcialmente para aumento de capital.

Ajuste de Avaliação Patrimonial: Serão classificadas as contrapartidas de


aumento ou diminuição de valor atribuído a elementos do ativo e do passivo em
decorrência da sua avaliação "valor justo".

Ações em Tesouraria: Só em condições excepcionais as companhias podem


adquirir suas próprias ações. Quando isso ocorrer, deve-se destaca-la no balanço
patrimonial como dedução da conta Patrimônio Liquido.