Você está na página 1de 15

Questões de Vestibular

Por Leandro Villela de Azevedo e Bruno Zequin

professorleandrovillela@gmail.com

Aqui está uma pequena seção de algumas questões referentes ao mundo islâmico, desde questões de vestibulares, a outra formuladas por nós, com temas atuais nesta área, como o discurso de Obama no Cairo (Maio de 2011) ou as revoluções no Egito, Tunísia e Líbia (Início de 2011)

1 – Na charge a seguir temos o presidente Mubarack do Egito e Barack Omama, dos Estados Unidos.

a-) Explique o cenário político existente no Egito que permitia que houvesse um governo aparentemente

a-) Explique o cenário político existente no Egito que permitia que houvesse um governo aparentemente democrático, mas que de fato era uma ditadura

b-) Explique como se deu o processo do fim do governo de Mubarack

c-) Analise uma das duas charges acima, feitas pelo cartunista Latuff e publicadas em seu site pessoal

2 – Na imagem a seguir temos a bandeira da Tunísia e o rosto de Mubarack, presidente do Egito.

da Tunísia e o rosto de Mubarack, presidente do Egito. a-) Relacione a charge com os

a-) Relacione a charge com os acontecimentos que levaram a sua criação

b-) Essa charge foi criada há algumas semanas. Já sabemos a consequência destas quedas que aqui aparecem. Em sua opinião, de quem deveria ser o rosto na próxima peça de dominó? Justifique sua resposta.

1 – As duas charges a seguir possuem o presidente da Líbia, Muammar Kadafi, como personagem central.

sua resposta. 1 – As duas charges a seguir possuem o presidente da Líbia, Muammar Kadafi,
a-) Explique o cenário político existente no Líbia, que permitia que esse país mantivesse uma

a-) Explique o cenário político existente no Líbia, que permitia que esse país mantivesse uma ditadura, mas fosse oficialmente considerado uma democracia.

b-) Explique como se originou a atual situação de Guerra Civil na Líbia

c-) Analise CADA UMA das duas charges acima, inclusive explicando as relações com outras notícias internacionais, quando necessário.

2 – Leia a seguir a reportagem feita no dia 31 de Marco de 2011, pelo jornal A Fronteira, que é voltado para brasileiros que moram no exterior:

“O Egito disse sim a democracia”, comemora egípcio de Foz no Egito

disse sim a democracia”, comemora egípcio de Foz no Egito Filho de Mohamad carrega as bandeiras

Filho de Mohamad carrega as bandeiras do Brasil e do Egito. Menino será a primeira geração a ver eleições para presidente

A primeira eleição após 32 anos de ditadura e a primeira primavera sem Mubarack. As duas datas marcam o início de um novo tempo para o Egito. “Agora temos a democracia como no Brasil”

Sônia Inês Vendrame – Fotos do Egito Mohamad Fescher

Dos 18,5 milhões de egípcios que estiveram nas urnas 77% votou pela reforma politica do Egito. “Tinha gente votando de todos os lados! Agora aqui tem democracia também”, repetia o egípcio Mohamad Fescher, 49. O morador de Foz do Iguaçu está no Egito. Viajou para o país de origem dois dias após a queda do ditador Osni Mubarack.

Desde então tem mantido contato diário por MSN com o Afronteira. Fescher não tem previsão para retornar ao Brasil. Seus planos agora são os de passear com a mulher e filhos pelas ruas do país. “A primavera esta chegando. Vai ser bom sair e fazer fotos de tudo. Não ter medo da polícia. Não ter medo que de nossa máquina seja apreendida”.

O direito a liberdade tanto desejado pelo egípcio naturalizado brasileiro deixou de ser

apenas um sonho e desde ontem, no final da tarde, é oficial no Egito por meio do resultado do

plebiscito. No referendo, realizado sábado, dos 41,2% dos eleitores registrados maioria era a primeira vez que votava. Do total menos de 43% votou pelo "não".

O percentual negando a reforma teria dois motivos: o primeiro é o de moradores,

servidores do ex-presidente. A outra parcela ainda teme por represália do velho ditador. Para

os 77% que disseram sim as reformas constitucionais, inauguraram o direito de retornar as urnas em breve, para as eleições democráticas.

A data para o pleito será setembro. Ao ser anunciado o resultado no meio da tarde

deste domingo, o chefe do comitê judicial que supervisionou a eleição, Mohammed Ahmed Attiyah, considerou a presença dos eleitores como "um sucesso". As mudanças constitucionais

propostas pelo novo governo incluem a redução dos mandatos presidenciais de seis anos para quatro anos e o limite de dois mandatos por presidente.

Uma nova lei também obrigará o presidente a escolher um vice até 30 dias após a eleição e novos critérios devem ser definidos para candidatos presidenciais, como a obrigação de ter mais de 40 anos de idade e a proibição de serem casados com estrangeiros.

Os candidatos a primeira eleição com voto popular devem ser representantes dos dois principais grupos políticos egípcios – o Partido Nacional Democrático, de Mubarak, e a Irmandade Muçulmana. “Vai ter tudo que tem em um país com democracia”, previu o egípcio que não parava de repetir: “Egito Democrático! Egito Livre! Viva Egito”.

Enquanto estudávamos as transformações ocorridas no Egito e na Tunísia, verificamos as possibilidades de todo o processo de protestos e saída de Mubarack do poder, no final, não terem o fim desejado pelos manifestantes. Utilize-se das informações presentes no texto acima e de outras informações que possua, para fazer um panorama sobre o Egito após a queda de Mubarack e os provável rumos para esse pais.

1- A seguir temos um gráfico que demonstra a variação do preço do barril de petróleo segundo a bolsa de valores de Nova York

Qual alternativa melhor analisa esse gráfico? a-) O preço do petróleo se manteve relativamente estável

Qual alternativa melhor analisa esse gráfico?

a-) O preço do petróleo se manteve relativamente estável no período, apesar de todos os conflitos no Mundo Islâmico

b-) O preço do petróleo teve um aumento significativo após as recentes crises no Mundo Islâmico

c-) O preço do petróleo vinha em uma queda grande, devido à grande produção, tendo tido uma reversão ao preço original com as atuais crises no Mundo Islâmico

d-) O preço do petróleo sempre está em ascensão uma ver que se trate de um recurso não renovável

8 – Que crítica aparece implícita nesta charge?

Fonte: Gazeta de Ribeirão (SP) a-) O imenso poder atômico dos países membros do conselho

Fonte: Gazeta de Ribeirão (SP)

a-) O imenso poder atômico dos países membros do conselho de segurança da ONU fazem com que eles não tenham moral alguma para criticar o programa nuclear iraniano

b-) Os Estados Unidos possuem muito mais armas do que quaisquer outros países do mundo e mesmo assim criticam todos os outros que possuem armas atômicas

c-) O Irá está mentindo, fingindo que sua tecnologia tem fins pacíficos, mas na verdade quer construir armas como todos os outros

d-) Os países que não possuem armas atômicas não possuem a menor chance de defesa contra os que possuem essas armas

e-) A pressão mundial contra o Irã tem origem nos Estados Unidos.

1.

(VUNESP) As noções de islamismo, pensamento ocidental e cultura indiana remetem para

a categoria de:

A) Raças

B) Nacionalidades

C) Civilizações

D) Etnias

E) Religiões

2. (VEST-RIO-Adaptada) A Guerra de Yon Kipur feita por Israel, a Invasão do Iraque pelos EUA em 2003, a questão Palestina, a Guerra do Golfo são alguns dos conflitos que marcam ou marcaram o Oriente Médio. Das alternativas abaixo, aquela que corretamente explica essa situação conflitosa é:

A) A disputa de terras favoráveis ao cultivo, como as encontradas na planície da Mesopotâmia,

numa área desértica

B) Os grandes lucros provenientes do petróleo que não beneficiam a maioria da população nos

países árabes

C) O aumento, de forma rápida, do preço do barril de petróleo nos países membros da OPEP

D) A criação do Estado de Israel, sob a tutela britânica, numa região de ricas reservas de

petróleo

E) O emaranhado de culturas, religiões e interesses estrangeiros numa área localizada a meio

caminho entre a Ásia, Europa e África

3. (OSEC-adaptada) As guerras entre árabes e judeus, que se verificam no Oriente Médio,

tiveram como causa principal:

A) Um discurso do líder Yasser Arafat, na Assembléia na ONU

B) As revoluções populares ocorridas no Egito, Líbia e Tunísia, que se espalharam através de

meios de comunicação modernos, como a Internet

C) O problema de um mesmo pertencendo a dois povos em momentos diferentes da história e

sua disputa após a formação do Estado de Israel pela ONU

E) O fato de que maiores reservas mundiais de petróleo, se localizam nos países árabes

4. (UnB) As discordâncias entre árabes e israelenses apresentam as seguintes características, EXCETO:

A) Interesses ideológicos

B) Interesses industriais

C) Controle de rotas marítimas

D) Interesses raciais e religiosos

E) Acesso às terras férteis banhadas pelo rio Jordão

Utilizar esse mapa para responder as questões 7 e 8:

Utilizar esse mapa para responder as questões 7 e 8: A região retratada acima é conhecida

A região retratada acima é conhecida pelo nome de Oriente Médio. Observando atentamente o

mapa e com posse dos seus conhecimentos analise as informações abaixo

I – Por ser uma região banhada por diversos mares e ficar entre três continentes, possui uma importância estratégica e econômica vital.

II – Por ser uma região rica em petróleo, passa a ser cobiçada por diversos países, entre eles

os

Estados Unidos

III

– É uma região de grande importância religiosa, uma vez que foi berço das principais

religiões monoteístas e possui intensas disputadas religiosas até os dias de hoje

IV – Por ser uma região densamente povoada e possuir cerca de 35% da população mundial,

passa ser disputada como principal mercado consumidor do mundo moderno.

Estão corretas somente as afirmações:

a-) I, III e IV

b-) II e III

c-) I, II e III

d-) I e III

e-) Todas estão corretas

5. (FURG-Adaptada) As fronteiras políticas e econômicas estão, cada vez mais, cedendo lugar às fronteiras culturais. As crises e conflitos internacionais de atualidade mostram-se vinculados às diferenças culturais que separam cada uma das grandes civilizações. Um exemplo disso é o confronto cultural civilização islâmica e a ocidental. Qual das alternativas abaixo melhor demonstra esse confronto mais cultural do que econômico.

a-) O tratamento que a mídia dá ao islamismo, em especial à condição das mulheres, vestimentas e envolvimento com o terrorismo.

b-) O influência mantida pelos Estados Unidos em diversos países árabes através do apoio de governo ditatoriais, que no início de 2011 começaram a ser derrubados por levantes populares

c-) A disputa pelos centros produtos de petróleo, em especial na Arábia Saudita, Irã, Iraque, Bahrein e Emirados Árabes Unidos

d-) A disputa entre Israelenses e Palestinos pelas regiões próximas ao Rio Jordão, acesso ao mar mediterrâneo e controle das terras produtivas

e-) Tentativa de controle, por parte dos islâmicos, da produção cultural cinematográfica mundial, desbancando a supremacia secular de Hollywood.

6. (FUVEST) A chamada Ásia Ocidental constitui importante área de encontro de três continentes: a Ásia, a África e a Europa. É marcada, principalmente, pela instabilidade dos limites políticos, diversidade étnica da população e multiplicidade das crenças religiosas. Três grandes religiões consideram Jerusalém como uma cidade Sagrada e fazem peregrinações a ela. São elas:

A) Fetichismo, Islamismo e Judaísmo

B) Budismo, Induísmo e Maometismo

C) Judaísmo, Cristianismo e Islamismo

D) Cristianismo, Bramanismo e Islamismo

E) Budismo, Judaísmo e Islamismo

7. (VUNESP-Adaptada)

“Dizem que o problema é religioso, mas na verdade é político.

Dizem que o problema é político, mas na verdade é religioso.

Dizem que há um problema, mas na verdade não há solução.

Dizem que há uma verdade, mas na verdade só há mentiras.

Será que Deus está ouvindo?

está surda.”

Este poema, de autoria desconhecida, retrata a problemática existente em qual dos conflitos abaixo::

A) Disputa entre xiitas e sunitas dentro do islamismo

B) Disputa entre palestinos e israelenses

C) Levantes populares contra o governo de Mubarack no Egito

D) Uso de energia nuclear de forma insegura pelo Japão

E) Disputa entre PT e PSDB no Brasil pelo controle do legislativo federal

8 – Veja a charge a seguir:

PSDB no Brasil pelo controle do legislativo federal 8 – Veja a charge a seguir: Que

Que alternativa melhor analisa a charge?

a-) Após a Alemanha ter declarado que iá cancelar os seus programas nuclearas, a União Europeia se nega a cumprir o acordo.

b-) A União Europeia “esconde” a energia nuclear embaixo do chapéu, ou seja, eles continuam com seu uso, embora não deixem isso ficar aparente ao mundo

c-) A França se negou a desligar as suas usinas nuclearas, seguindo o exemplo da Alemanha, por isso a cabeça da “União Europeia” é feita de um reator atômico

d-) Todos os países da União Europeia possuem a maior parte de sua geração de energia elétrica baseada na energia nuclear, motivo pelo qual é impossível parar o seu uso

e-) O principal foco da charge é demonstrar a quantidade de poluição, fumaça, lançada pelas usinas atômicas européias.

9 – Veja a charge a seguir:

usinas atômicas européias. 9 – Veja a charge a seguir: Que opção melhor analisa a imagem?

Que opção melhor analisa a imagem?

a-) Trata-se de uma crítica ao governo Israelense, por não serem democráticos

b-) Trata-se de uma crítica ao governo americano por terem começado a apoiar os países árabes, em especial a palestina

c-) Trata-se de uma crítica ao governo palestino, por não possuírem eleições em seu território e serem todos governos autoritários e ditatoriais

d-) Trata-se de uma crítica aos governos islâmicos, por não permitirem a votação das mulheres, sendo uma democracia machista

e-) Trata-se de uma crítica ao governo Brasileiro, que semelhante aos árabes, não dá abertura para participação política das mulheres

10 – Na charge a seguir estão o presidente Obama, dos Estados Unidos e Benjamin Netanyahu, primeiro ministro de Israel.

Unidos e Benjamin Netanyahu, primeiro ministro de Israel. Que opção melhor analisa a charge? a-) Critica

Que opção melhor analisa a charge?

a-) Critica Israel por não estar aceitando ouvir os conselhos americanos para resolver o impasse entre Palestina e Israel

b-) Critica Obama por fazer propostas sem sentido e nexo para Israel

c-) Critica ambos os presidentes, por estarem mais interessados em seus próprios projetos pessoais, do que em conseguir o projeto de paz

d-) Critica os palestinos, não presentes na charge, por criarem imposições impossíveis de serem vencidas para a proposta de paz

e-) Critica à comunidade mundial, que se nega a aceitar que a paz realmente já está imperando no Oriente Médio.