Você está na página 1de 39

Escola SENAI “Gaspar Ricardo Júnior”

Alessandro de Castro Fonseca

Amanda Costa

Bruno Leonardo Romão

Cláudio de Toledo

Diego de Oliveira Ribeiro

Estudo de caso – fundição de peças

Sorocaba
2010
Alessandro de Castro Fonseca

Amanda Costa

Bruno Leonardo Romão

Cláudio de Toledo

Diego de Oliveira Ribeiro

Estudo de caso – fundição de peças

Profº Jefferson Aparecido Dias

Sorocaba
2010
Sumário

Sumário.............................................................................................................................3

1. Estudo de Caso - Fundição de Peças A Empresa.........................................................4

1.1. O Problema..............................................................................................................4

1.2. Entrevistas Com o Pessoal da Fábrica...................................................................5

1.3. TAREFAS................................................................................................................8

2. Tabelas e gráficos..........................................................................................................8

2.1. Dados de peças defeituosas dos últimos seis meses de produção........................8

2.2. Dados dos seis últimos dias de produção...............................................................8

2.2.1. Gráficos mensais...............................................................................................8

2.2.2. Segunda-Feira.................................................................................................11

2.2.3. Terça-Feira......................................................................................................15

2.2.4. Quarta-Feira....................................................................................................20

2.2.5. Quinta-Feira....................................................................................................24

2.2.6. Sexta-Feira......................................................................................................29

2.2.7. Sábado............................................................................................................33

3. Diagrama de causa e efeito.........................................................................................38

.........................................................................................................................................38

4. Conclusão.....................................................................................................................38

3
1. Estudo de Caso - Fundição de Peças A Empresa

A firma PROFUND LTDA. é uma fundição de latão de médio porte cujos dois
produtos principais são conexões de grande tamanho tipo "cotovelo", fundidos em liga
especial de latão e derivações tipo "tê" fundidas em liga padrão. Há três meses a
empresa aumentou sua linha de produção com a instalação de uma segunda linha de
produção que passamos a denominar de linha II e foi necessário aumentar o número
das turmas de revezamento de duas letras A e B para três letras A, B e C. Com isso foi
preciso remanejar pessoal experiente da produção (moldadores, vazadores,
rebarbadores) das turmas A e B para a turma C e contratar técnicos para cargos de
inspetores e chefes de turma.

O processo produtivo consiste, simplificadamente, em duas linhas de produção


independentes (linha 1 e linha II) compostas de moldagem, vazamento, rebarbação,
inspeção, estoque e expedição. A seqüência de produção inicia com a preparação da
carga do forno, orientada pela chefe de turma, onde o operador do forno (forneiro) pesa
e adiciona as matérias primas (sucata de latão, ligas). Após a fusão o vazador enche os
moldes que vieram do setor de moldagem, transferindo-os para a área de resfriamento
e desmoldagem. Em seguida, as peças desmoldadas vão para a rebarbação e
esmerilhamento. Após o esmerilhamento as peças sofrem inspeção 100% , onde são
separadas as peças boas das defeituosas. Tradicionalmente registram-se três grandes
famílias de defeitos:

a. Trincas (fissuras, rachaduras);

- b. Porosidades (bolhas, vazios, poros);

- c. Dimensional (esmerilhamento excessivo, falta de material).

As peças com os defeitos dessas três famílias, ou são refugadas (sucateadas)


ou retornam à produção para serem retrabalhadas. De qualquer forma causam um
aumento indesejável de custos.

1.1. O Problema

A produção vem atendendo o programa de produção e as vendas ocorridas


normalmente. Porém o setor financeiro reclamou um aumento de custos de refugos e
4
retrabalhos a partir da entrada da nova linha em operação. Sendo assim, o Diretor
Presidente, ao constatar irritado que nos últimos meses houve um aumento nos refugos
e retrabalhos, ligou para o Gerente de Produção reclamando providências pois o
problema, segundo informações da área comercial, estava no aumento do número de
peças defeituosas.

O Gerente de Produção então decidiu colher informações a partir do contato


direto com diversos funcionários envolvidos com a produção. Solicitou, também,
levantamento de dados gerais dos últimos meses de produção e dados detalhados dos
seis últimos dias recentes.

Se você fosse o Gerente de Produção, qual o caminho que tomaria para


compreender claramente a situação e tomar a melhor atitude diante da reclamação do
Diretor Presidente?

Observações:

1. A situação apresentada é totalmente fictícia e o contexto do problema foi bastante


simplificado para facilitar a análise e conclusões;

2. As informações colhidas pelo Gerente de Produção estão detalhadas nos anexos


abaixo relacionados:

a) Anexo 1 - Dados dos seis últimos meses de produção; b) Anexo 2 - Dados dos seis
últimos dias de produção; c) Anexo 3 - Entrevistas com o pessoal da fábrica.

1.2. Entrevistas Com o Pessoal da Fábrica

O Gerente de Produção organizou uma reunião com todos os elementos da


Fábrica, relacionados diretamente com o processo produtivo. Estavam presentes os
seguintes elementos:

• Supervisor da Manutenção;

• Coordenador Técnico de Apoio à Produção;

• Supervisor da Produção;

• Supervisor do Laboratório;

• Técnico de Operação;

5
• Supervisor da Inspeção;

• Inspetor de Qualidade; Chefe da Turma A.

Nesta reunião, o Gerente da Produção colocou a seguinte questão:

Recebi informações que houve aumento na quantidade de peças defeituosas nas


linhas de produção, porém não se sabem os detalhes e as causas. Vocês têm alguma
idéia do que poderia estar causando um aumento de defeitos?

A seguir cada um dos presentes à reunião teceu comentários a respeito do


questionamento colocado pelo Gerente de Produção.

Resposta do Supervisor da Manutenção

Todos sabemos que a Linha de Produção antiga tem produtividade mais baixa e
que dá muito mais manutenção. Na minha visão é evidente que os defeitos provem
dessa linha e que a solução é o sucateamento da linha antiga e compra de uma nova.
Tenho absoluta certeza que a linha antiga está gerando o aumento de defeitos!

Resposta do Coordenador Técnico de Apoio à Produção

Não queremos acusar ninguém, mas sabe-se que a operação está enfrentando
sérios problemas com o pessoal. Essa alteração das turmas com o remanejamento de
pessoal gerou insatisfação geral e era de se esperar um aumento no nível de defeitos.
Na verdade estou prevendo problemas com o Sindicato brevemente. Como sugestão o
senhor poderia fazer uma reunião com o pessoal das turmas e também com o Sindicato
para acalmar os ânimos.

Resposta do Supervisor da Produção

É claro que o problema está na nova linha de produção, pois a manutenção


ainda não domina o equipamento. Se houve aumento de peças defeituosas só pode ser
por culpa dos problemas de manutenção da linha nova! Na minha visão o aumento do
número de defeitos aconteceu depois da entrada em operação da linha nova. A
manutenção precisa é de um puxão de orelha!

Resposta do Supervisor do Laboratório

6
Já cansamos de alertar a área de compras que a matéria prima que passou a ser
adquirida (Sucata de Latão) a partir do mês passado está vindo com resíduos de óleo e
graxa. Talvez seja esta a causa de aumento de defeitos (porosidade). Como sempre o
pessoal de compras procura preço e esquece o resto. Como o senhor tem contato com
o pessoal "lá em cima" poderia dar uma força!

Resposta do Técnico de Operação

Esse negócio de trabalhar no horário noturno é que está nos prejudicando. O


senhor sabia que a iluminação em toda área de trabalho está péssima? Pois é, os
operários reclamam que a noite o trabalho é mais difícil. Acho que isto está causando
muito erro no esmerilhamento das peças e devem estar estragando muitas peças boas.
As peças desviadas por problemas dimensionais só pode ter aumentado. Já falei com o
inspetor da manutenção elétrica umas tantas vezes, mas até agora nada! Mas a
propósito, o senhor podia pegar esta ordem de serviço e passar para o chefe da
manutenção, assim, pelo menos, já resolvia o problema uma vez por todas!

Resposta do Supervisor da Inspeção

O problema, como sempre, deve estar na liga especial para fabricação das
peças tipo cotovelo. O senhor deve saber que esta liga é problemática no aspecto da
porosidade e que qualquer variação na quantidade dos elementos de liga adicionados
provoca aparecimento de bolhas e poros. Tenho quase certeza que os chefes de turma
que controlam a preparação da liga estão "chutando" o peso dos materiais carregados
no forno.

Resposta do Inspetor de Qualidade

O problema deve estar localizado na área de moldagem, pois como todos


sabem, é lá que está todo o segredo da coisa e os moldes são os principais causadores
das trincas. Se lembrarmos que houve remanejamento de pessoal, apesar de todas as
turmas estarem com chefes antigos e experientes (exceto a turma B onde foi contratado
chefe novo), foi a moldagem da turma A que recebeu os piores moldadores.Não adianta
mais falar com a operação! Era bom o senhor chamar a turma toda para dar um
"aperto"!

Resposta do Chefe da Turma A

Eu acho que o problema é na realidade o procedimento dos inspetores de


qualidade que agora deram para descobrir "chifres em cabeça de cavalo" e estão
7
perseguindo a turma A. Se, está havendo aumento de defeitos deve ser porque estão
exigentes demais! Se o senhor mandar reinspecionar todas as peças produzidas verá
que todos os tipos de defeitos vão diminuir em todas as peças! Bato uma aposta nisto

1.3. TAREFAS

1. Estudar os dados históricos do Anexo 1, através de Gráficos Seqüenciais e de Pareto


para concluir de forma clara sobre o Problema Real da Empresa PROFUND;

2. Estudar os dados do Anexo 2 estratificandos por produto, local, linha, tipo de defeito,
turma, turno, dia da semana para concluir de forma detalhada o verdadeiro problema da
Empresa;

3. Analisar as informações contidas no Anexo 3, construir um diagrama de Causa e


Efeito para a identificação da causa do Problema.

2. Tabelas e gráficos

2.1. Dados de peças defeituosas dos últimos seis meses de


produção

Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho


Total 27350 27350 27300 57200 57400 57000
Trincas 682 680 675 1410 1415 1400
Porosidade 880 885 875 2065 2075 2060
Dimensão 340 335 342 652 660 650

% Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho


Trincas 2,49% 2,49% 2,47% 2,47% 2,47% 2,46%
Porosidade 3,22% 3,24% 3,21% 3,61% 3,61% 3,61%
Dimensão 1,24% 1,22% 1,25% 1,14% 1,15% 1,14%
Total 6,95% 6,95% 6,93% 7,22% 7,23% 7,21%

2.2. Dados dos seis últimos dias de produção

2.2.1. Gráficos mensais

8
Peças Defeituosas - Fevereiro

10,00%

8,00% 6,95%

6,00%

4,00% 3,22%
2,49%
2,00% 1,24%

0,00%
Trincas Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Março

10,00%

8,00% 6,95%

6,00%

4,00% 3,24%
2,49%
2,00% 1,22%

0,00%
Trincas Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Abril

10,00%

8,00% 6,93%

6,00%

4,00% 3,21%
2,47%
2,00% 1,25%

0,00%
Trincas Porosidade Dimensão Total

9
Peças Defeituosas - Maio

10,00%

8,00% 7,22%

6,00%
3,61%
4,00%
2,47%
2,00% 1,14%

0,00%
Trincas Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Junho

10,00%

8,00% 7,23%

6,00%
3,61%
4,00%
2,47%
2,00% 1,15%

0,00%
Trincas Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Julho

10,00%

8,00% 7,21%

6,00%
3,61%
4,00%
2,46%
2,00% 1,14%

0,00%
Trincas Porosidade Dimensão Total

10
2.2.2. Segunda-Feira

Inspetor:José 15/08/88 Segunda-Feira


Horário Local Peça Produção Trinca Porosidade Dimensão Total
Cotovelo 350 7 11 4 22
Linha 1
Tê 150 6 6 3 15
Diurno Turma:A
Cotovelo 500 11 15 4 30
Linha 2
Tê 100 4 4 2 10
Total 1100 28 36 13 77
Cotovelo 500 12 24 6 42
Linha 1
Tê 50 2 2 1 5
Noturno Turma:B
Cotovelo 300 6 14 4 24
Linha 2
Tê 250 9 10 5 24
Total 1100 29 50 16 95
Total Geral 2200 57 86 29 172

Diurno Linha 1 Diurno Linha 2


% Trinca Porosidade Dimensão Total % Trinca Porosidade Dimensão Total
Cotovelo 2,00% 3,14% 1,14% 6,29% Cotovelo 2,20% 3,00% 0,80% 6,00%
Tê 4,00% 4,00% 2,00% 10,00% Tê 4,00% 4,00% 2,00% 10,00%

Noturno Linha 1 Noturno Linha 2


% Trinca Porosidade Dimensão Total % Trinca Porosidade Dimensão Total
Cotovelo 2,40% 4,80% 1,20% 8,40% Cotovelo 2,00% 4,67% 1,33% 8,00%
Tê 4,00% 4,00% 2,00% 10,00% Tê 3,60% 4,00% 2,00% 9,60%

Total Diurno Total Noturno


% Trinca Porosidade Dimensão Total % Trinca Porosidade Dimensão Total
Peças 2,55% 3,27% 1,18% 7,00% Peças 2,64% 4,55% 1,45% 8,64%

Total Geral
% Trinca Porosidade Dimensão Total
Peças 2,59% 3,91% 1,32% 7,82%

11
Peças Defeituosas - Diurno Linha 1 - Cotovelos

10,00%

8,00%
6,29%
6,00%

4,00% 3,14%
2,00%
2,00% 1,14%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Diurno Linha 1 - Tê


10,00%
10,00%

8,00%

6,00%
4,00% 4,00%
4,00%
2,00%
2,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Diurno Linha 2 - Cotovelo

10,00%

8,00%
6,00%
6,00%

4,00% 3,00%
2,20%
2,00% 0,80%
0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

12
Peças Defeituosas - Diurno Linha 2 - Tê
10,00%
10,00%

8,00%

6,00%
4,00% 4,00%
4,00%
2,00%
2,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Total Diurno

10,00%

8,00% 7,00%

6,00%

4,00% 3,27%
2,55%
2,00% 1,18%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Noturno Linha 1 - Cotovelo

10,00%
8,40%
8,00%

6,00% 4,80%
4,00%
2,40%
2,00% 1,20%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

13
Peças Defeituosas - Noturno Linha 1 - Tê
10,00%
10,00%

8,00%

6,00%
4,00% 4,00%
4,00%
2,00%
2,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Noturno Linha 2 - Cotovelo

10,00%
8,00%
8,00%

6,00%
4,67%
4,00%
2,00%
2,00% 1,33%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Noturno Linha 2 - Tê

9,60%
10,00%

8,00%

6,00%
3,60% 4,00%
4,00%
2,00%
2,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

14
Peças Defeituosas - Total Noturno

10,00%
8,64%
8,00%

6,00%
4,55%
4,00% 2,64%
2,00% 1,45%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Total Geral

10,00%
7,82%
8,00%

6,00%
3,91%
4,00%
2,59%
2,00% 1,32%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

2.2.3. Terça-Feira
Inspetor:José 16/08/88 Terça-Feira
Horário Local Peça Produção Trinca Porosidade Dimensão Total
Cotovelo 350 7 10 4 21
Linha 1
Tê 150 6 5 2 13
Diurno Turma:A
Cotovelo 500 10 14 4 28
Linha 2
Tê 100 3 3 1 7
Total 1100 26 32 11 69
Cotovelo 500 11 15 5 31
Linha 1
Tê 50 2 2 1 5
Noturno Turma:C
Cotovelo 300 7 8 3 18
Linha 2
Tê 250 8 9 2 19
Total 1100 28 34 11 73
Total Geral 2200 51 66 22 142

15
Diurno Linha 1 Diurno Linha 2
% Trinca Porosidade Dimensão Total % Trinca Porosidade Dimensão Total
Cotovelo 2,00% 2,86% 1,14% 6,00% Cotovelo 2,00% 2,80% 0,80% 5,60%
Tê 4,00% 3,33% 1,33% 8,67% Tê 3,00% 3,00% 1,00% 7,00%

Noturno Linha 1 Noturno Linha 2


% Trinca Porosidade Dimensão Total % Trinca Porosidade Dimensão Total
Cotovelo 2,20% 3,00% 1,00% 6,20% Cotovelo 2,33% 2,67% 1,00% 6,00%
Tê 4,00% 4,00% 2,00% 10,00% Tê 3,20% 3,60% 0,80% 7,60%

Total Diurno Total Noturno


% Trinca Porosidade Dimensão Total % Trinca Porosidade Dimensão Total
Peças 2,36% 2,91% 1,00% 6,27% Peças 2,55% 3,09% 1,00% 6,64%

Total Geral
% Trinca Porosidade Dimensão Total
Peças 2,32% 3,00% 1,00% 6,45%

Peças Defeituosas - Diurno Linha 1 - Cotovelos

10,00%

8,00%
6,00%
6,00%

4,00% 2,86%
2,00%
2,00% 1,14%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

16
Peças Defeituosas - Diurno Linha 1 - Tê

10,00% 8,67%
8,00%

6,00%
4,00%
4,00% 3,33%

2,00% 1,33%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Diurno Linha 2 - Cotovelo

10,00%

8,00%
5,60%
6,00%

4,00% 2,80%
2,00%
2,00% 0,80%
0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Diurno Linha 2 - Tê

10,00%

8,00% 7,00%

6,00%

4,00% 3,00% 3,00%

2,00% 1,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

17
Peças Defeituosas - Total Diurno

10,00%

8,00%
6,27%
6,00%

4,00% 2,91%
2,36%
2,00% 1,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Noturno Linha 1 - Cotovelo

10,00%

8,00%
6,20%
6,00%

4,00% 3,00%
2,20%
2,00% 1,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Noturno Linha 1 - Tê


10,00%
10,00%

8,00%

6,00%
4,00% 4,00%
4,00%
2,00%
2,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

18
Peças Defeituosas - Noturno Linha 2 - Cotovelo

10,00%

8,00%
6,00%
6,00%

4,00% 2,67%
2,33%
2,00% 1,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Noturno Linha 2 - Tê

10,00%
7,60%
8,00%

6,00%

3,20% 3,60%
4,00%

2,00% 0,80%
0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Total Noturno

10,00%

8,00%
6,64%
6,00%

4,00% 3,09%
2,55%
2,00% 1,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

19
Peças Defeituosas - Total Geral

10,00%

8,00%
6,45%
6,00%

4,00% 3,00%
2,32%
2,00% 1,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

2.2.4. Quarta-Feira
Inspetor:José 17/08/88 Quarta-Feira
Horário Local Peça Produção Trinca Porosidade Dimensão Total
Cotovelo 350 8 16 4 28
Linha 1
Tê 150 7 6 2 15
Diurno Turma:B
Cotovelo 500 9 24 5 38
Linha 2
Tê 100 3 4 1 8
Total 1100 27 50 12 89
Cotovelo 500 10 15 6 31
Linha 1
Tê 50 2 2 1 5
Noturno Turma:C
Cotovelo 300 6 9 4 19
Linha 2
Tê 250 8 9 3 20
Total 1100 26 35 14 75
Total Geral 2200 53 85 26 164

Diurno Linha 1 Diurno Linha 2


% Trinca Porosidade Dimensão Total % Trinca Porosidade Dimensão Total
Cotovelo 2,29% 4,57% 1,14% 8,00% Cotovelo 1,80% 4,80% 1,00% 7,60%
Tê 4,67% 4,00% 1,33% 10,00% Tê 3,00% 4,00% 1,00% 8,00%

Noturno Linha 1 Noturno Linha 2


% Trinca Porosidade Dimensão Total % Trinca Porosidade Dimensão Total
Cotovelo 2,00% 3,00% 1,20% 6,20% Cotovelo 2,00% 3,00% 1,33% 6,33%
Tê 4,00% 4,00% 2,00% 10,00% Tê 3,20% 3,60% 1,20% 8,00%

Total Diurno Total Noturno


% Trinca Porosidade Dimensão Total % Trinca Porosidade Dimensão Total
Peças 2,45% 4,55% 1,09% 8,09% Peças 2,36% 3,18% 1,27% 6,82%

Total Geral
% Trinca Porosidade Dimensão Total
20
Peças 2,41% 3,86% 1,18% 7,45%

Peças Defeituosas - Diurno Linha 1 - Cotovelos

10,00%
8,00%
8,00%

6,00%
4,57%
4,00%
2,29%
2,00% 1,14%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Diurno Linha 1 - Tê


10,00%
10,00%

8,00%

6,00%
4,67%
4,00%
4,00%

2,00% 1,33%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Diurno Linha 2 - Cotovelo

10,00%
7,60%
8,00%

6,00% 4,80%

4,00%
1,80%
2,00% 1,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

21
Peças Defeituosas - Diurno Linha 2 - Tê

10,00%
8,00%
8,00%

6,00%
4,00%
4,00% 3,00%

2,00% 1,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Total Diurno


14,91%
15,00%
13,00%
11,00%
9,00% 7,73%
7,00%
5,00%
2,36% 2,36%
3,00%
1,00%
-1,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Noturno Linha 1 - Cotovelo

10,00%

8,00%
6,20%
6,00%

4,00% 3,00%
2,00%
2,00% 1,20%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

22
Peças Defeituosas - Noturno Linha 1 - Tê
10,00%
10,00%

8,00%

6,00%
4,00% 4,00%
4,00%
2,00%
2,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Noturno Linha 2 - Cotovelo

10,00%

8,00%
6,33%
6,00%

4,00% 3,00%
2,00%
2,00% 1,33%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Noturno Linha 2 - Tê

10,00%
8,00%
8,00%

6,00%

3,20% 3,60%
4,00%

2,00% 1,20%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

23
Peças Defeituosas - Total Noturno

10,00%

8,00% 6,82%
6,00%

4,00% 3,18%
2,36%
2,00% 1,27%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Total Geral

10,00%

8,00% 7,45%

6,00%
3,86%
4,00%
2,41%
2,00% 1,18%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

2.2.5. Quinta-Feira
Inspetor:José 18/08/88 Quinta-Feira
Horário Local Peça Produção Trinca Porosidade Dimensão Total
Linha Cotovelo 350 6 17 4 28
1 Tê 150 5 6 2 13
Diurno Turma:B
Linha Cotovelo 500 11 23 3 37
2 Tê 100 4 4 1 9
Total 1100 26 50 11 87
Linha Cotovelo 500 11 16 5 32
1 Tê 50 2 2 1 5
Noturno Turma:A
Linha Cotovelo 300 7 7 2 16
2 Tê 250 7 9 2 18
Total 1100 27 34 10 71
Total Geral 2200 53 84 21 158

Diurno Linha 1 Diurno Linha 2


24
% Trinca Porosidade Dimensão Total % Trinca Porosidade Dimensão Total
Cotovelo 1,71% 4,86% 1,14% 8,00% Cotovelo 2,20% 4,60% 0,60% 7,40%
Tê 3,33% 4,00% 1,33% 8,67% Tê 4,00% 4,00% 1,00% 9,00%

Noturno Linha 1 Noturno Linha 2


% Trinca Porosidade Dimensão Total % Trinca Porosidade Dimensão Total
Cotovelo 2,20% 3,20% 1,00% 6,40% Cotovelo 2,33% 2,33% 0,67% 5,33%
Tê 4,00% 4,00% 2,00% 10,00% Tê 2,80% 3,60% 0,80% 7,20%

Total Diurno Total Noturno


% Trinca Porosidade Dimensão Total % Trinca Porosidade Dimensão Total
Peças 2,36% 4,55% 1,00% 7,91% Peças 2,45% 3,09% 0,91% 6,45%

Total Geral
% Trinca Porosidade Dimensão Total
Peças 2,41% 3,82% 0,95% 7,18%

Peças Defeituosas - Diurno Linha 1 - Cotovelos

10,00%
8,00%
8,00%

6,00% 4,86%

4,00%
1,71%
2,00% 1,14%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Diurno Linha 1 - Tê

10,00% 8,67%
8,00%

6,00%
4,00%
4,00% 3,33%

2,00% 1,33%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

25
Peças Defeituosas - Diurno Linha 2 - Cotovelo

10,00%

8,00% 7,40%

6,00%
4,60%
4,00%
2,20%
2,00%
0,60%
0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Diurno Linha 2 - Tê

10,00% 9,00%

8,00%

6,00%
4,00% 4,00%
4,00%

2,00% 1,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Total Diurno

10,00%
7,91%
8,00%

6,00%
4,55%
4,00%
2,36%
2,00% 1,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

26
Peças Defeituosas - Noturno Linha 1 - Cotovelo

10,00%

8,00%
6,40%
6,00%

4,00% 3,20%
2,20%
2,00% 1,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Noturno Linha 1 - Tê


10,00%
10,00%

8,00%

6,00%
4,00% 4,00%
4,00%
2,00%
2,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Noturno Linha 2 - Cotovelo

10,00%

8,00%

6,00% 5,33%

4,00%
2,33% 2,33%
2,00% 0,67%
0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

27
Peças Defeituosas - Noturno Linha 2 - Tê

10,00%

8,00% 7,20%

6,00%
3,60%
4,00% 2,80%
2,00% 0,80%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Total Noturno

10,00%

8,00%
6,45%
6,00%

4,00% 3,09%
2,45%
2,00% 0,91%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Total Geral

10,00%

8,00% 7,18%

6,00%
3,82%
4,00%
2,41%
2,00% 0,95%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

28
2.2.6. Sexta-Feira

Inspetor:José 19/08/88 Sexta-Feira


Horário Local Peça Produção Trinca Porosidade Dimensão Total
Cotovelo 350 8 11 4 23
Linha 1
Tê 150 7 5 2 14
Diurno Turma:C
Cotovelo 500 10 15 5 30
Linha 2
Tê 100 3 4 2 9
Total 1100 28 35 13 76
Cotovelo 500 10 14 6 30
Linha 1
Tê 50 2 2 1 5
Noturno Turma:A
Cotovelo 300 6 9 3 18
Linha 2
Tê 250 9 9 2 20
Total 1100 27 34 12 73
Total Geral 2200 55 69 25 149

Diurno Linha 1 Diurno Linha 2


% Trinca Porosidade Dimensão Total % Trinca Porosidade Dimensão Total
Cotovelo 2,29% 3,14% 1,14% 6,57% Cotovelo 2,00% 3,00% 1,00% 6,00%
Tê 4,67% 3,33% 1,33% 9,33% Tê 3,00% 4,00% 2,00% 9,00%

Noturno Linha 1 Noturno Linha 2


% Trinca Porosidade Dimensão Total % Trinca Porosidade Dimensão Total
Cotovelo 2,00% 2,80% 1,20% 6,00% Cotovelo 2,00% 3,00% 1,00% 6,00%
Tê 4,00% 4,00% 2,00% 10,00% Tê 3,60% 3,60% 0,80% 8,00%

Total Diurno Total Noturno


% Trinca Porosidade Dimensão Total % Trinca Porosidade Dimensão Total
Peças 2,55% 3,18% 1,18% 6,91% Peças 2,45% 3,09% 1,09% 6,64%

Total Geral
% Trinca Porosidade Dimensão Total
Peças 2,50% 3,14% 1,14% 6,77%

29
Peças Defeituosas - Diurno Linha 1 - Cotovelos

10,00%

8,00%
6,57%
6,00%

4,00% 3,14%
2,29%
2,00% 1,14%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Diurno Linha 1 - Tê

10,00% 9,33%

8,00%

6,00%
4,67%
4,00% 3,33%

2,00% 1,33%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Diurno Linha 2 - Cotovelo

10,00%

8,00%
6,00%
6,00%

4,00% 3,00%
2,00%
2,00% 1,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

30
Peças Defeituosas - Diurno Linha 2 - Tê

10,00% 9,00%

8,00%

6,00%
4,00%
4,00% 3,00%
2,00%
2,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Total Diurno

10,00%

8,00% 6,91%

6,00%

4,00% 3,18%
2,55%
2,00% 1,18%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Noturno Linha 1 - Cotovelo

10,00%

8,00%
6,00%
6,00%

4,00% 2,80%
2,00%
2,00% 1,20%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

31
Peças Defeituosas - Noturno Linha 1 - Tê
10,00%
10,00%

8,00%

6,00%
4,00% 4,00%
4,00%
2,00%
2,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Noturno Linha 2 - Cotovelo

10,00%

8,00%
6,00%
6,00%

4,00% 3,00%
2,00%
2,00% 1,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Noturno Linha 2 - Tê

10,00%
8,00%
8,00%

6,00%
3,60% 3,60%
4,00%

2,00% 0,80%
0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

32
Peças Defeituosas - Total Noturno

10,00%

8,00%
6,64%
6,00%

4,00% 3,09%
2,45%
2,00% 1,09%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Total Geral

10,00%

8,00% 6,77%
6,00%

4,00% 3,14%
2,50%
2,00% 1,14%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

2.2.7. Sábado

Inspetor:José 20/08/88 Sábado


Horário Local Peça Produção Trinca Porosidade Dimensão Total
Linha Cotovelo 350 7 11 5 23
1 Tê 150 6 5 3 14
Diurno Turma:C
Linha Cotovelo 500 12 15 6 33
2 Tê 100 3 3 2 8
Total 1100 28 34 16 78
Linha Cotovelo 500 11 25 5 41
1 Tê 50 2 2 0 4
Noturno Turma:B
Linha Cotovelo 300 6 15 3 24
2 Tê 250 8 9 3 20
Total 1100 27 51 11 89
33
Total Geral 2200 55 85 27 167

Diurno Linha 1 Diurno Linha 2


% Trinca Porosidade Dimensão Total % Trinca Porosidade Dimensão Total
Cotovelo 2,00% 3,14% 1,43% 6,57% Cotovelo 2,40% 3,00% 1,20% 6,60%
Tê 4,00% 3,33% 2,00% 9,33% Tê 3,00% 3,00% 2,00% 8,00%

Noturno Linha 1 Noturno Linha 2


% Trinca Porosidade Dimensão Total % Trinca Porosidade Dimensão Total
Cotovelo 2,20% 5,00% 1,00% 8,20% Cotovelo 2,00% 5,00% 1,00% 8,00%
Tê 4,00% 4,00% 0,00% 8,00% Tê 3,20% 3,60% 1,20% 8,00%

Total Diurno Total Noturno


% Trinca Porosidade Dimensão Total % Trinca Porosidade Dimensão Total
Peças 2,55% 3,09% 1,45% 7,09% Peças 2,45% 4,64% 1,00% 8,09%

Total Geral
% Trinca Porosidade Dimensão Total
Peças 2,50% 3,86% 1,23% 7,59%

Peças Defeituosas - Diurno Linha 1 - Cotovelos

10,00%

8,00%
6,57%
6,00%

4,00% 3,14%
2,00%
2,00% 1,43%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

34
Peças Defeituosas - Diurno Linha 1 - Tê

10,00% 9,33%

8,00%

6,00%
4,00%
4,00% 3,33%
2,00%
2,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Diurno Linha 2 - Cotovelo

10,00%

8,00%
6,60%
6,00%

4,00% 3,00%
2,40%
2,00% 1,20%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Diurno Linha 2 - Tê

10,00%
8,00%
8,00%

6,00%

4,00% 3,00% 3,00%


2,00%
2,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

35
Peças Defeituosas - Total Diurno

10,00%

8,00% 7,09%

6,00%

4,00% 3,09%
2,55%
2,00% 1,45%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Noturno Linha 1 - Cotovelo

10,00%
8,20%
8,00%

6,00% 5,00%

4,00%
2,20%
2,00% 1,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Noturno Linha 1 - Tê

10,00%
8,00%
8,00%

6,00%
4,00% 4,00%
4,00%

2,00%
0,00%
0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

36
Peças Defeituosas - Noturno Linha 2 - Cotovelo

10,00%
8,00%
8,00%

6,00% 5,00%

4,00%
2,00%
2,00% 1,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Noturno Linha 2 - Tê

10,00%
8,00%
8,00%

6,00%

3,20% 3,60%
4,00%

2,00% 1,20%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

Peças Defeituosas - Total Noturno

10,00%
8,09%
8,00%

6,00%
4,64%
4,00%
2,45%
2,00% 1,00%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

37
Peças Defeituosas - Total Geral

10,00%
7,59%
8,00%

6,00%
3,86%
4,00%
2,50%
2,00% 1,23%

0,00%
Trinca Porosidade Dimensão Total

3. Diagrama de causa e efeito

Meios de

controle
Mão de obra Método
Remanejamento
exigência
Falta de Molde
trabalho em
equipe

Peças
Máquinas
antigas Horário

a
Resíduos Ligas
Turma A
metálicas
Manutenção
Gestão
Material
Máquinas

4. Conclusão
38
A turma B, linha I e linha II, é a equipe que está errando mais e que tem pior
aproveitamento na produção de peças no formato cotovelo. A turma a também
apresenta baixo desempenho na produção de peças no formato “Tê” em ambas as
linhas. A solução encontrada para diminuir este problema é aplicar um treinamento para
os funcionários e material de melhor quantidade.

39