Você está na página 1de 29

SISTEMA LINFÁTICO

*Profa. Adriana Simões


SISTEMA LINFÁTICO
1Características gerais:
O Sistema Linfático faz o transporte de
produtos residuais do metabolismo
celular dos locais onde foram
produzidos até os órgãos
encarregados da eliminação.
Uma vasta rede de vasos que se
distribuem por todo o corpo –os vasos
linfáticos- recolhem o líquido
intersticial e transportam até os
linfonodos.
SISTEMA LINFÁTICO
Nos linfonodos são filtrados e após
isso são reconduzidos a circulação
sanguínea.
O Sistema Linfático faz parte do
Sistema imunológico, pois colabora
com células de defesa que atuam
contra microrganismos invasores.
SISTEMA LINFÁTICO
-Sistema Linfático: formado pelos
1-Vasos condutores de linfa (capilares linfáticos,
vasos linfáticos e troncos linfáticos)
2-E por órgãos linfóides (linfonodos, timo e
baço)
Os vasos condutores de linfa-vasos linfáticos
estão conectados com os linfonodos (gânglios
linfáticos) que funcionam como filtros para
substâncias nocivas ao organismo.
SISTEMA LINFÁTICO
-Vasos condutores de linfa conectados
aos linfonodos.
SISTEMA LINFÁTICO
-Vasos Linfáticos: Vasos que drenam o
excesso de líquido que banha as células. Esse
líquido é levado aos órgãos linfoides para ser
filtrado e depois é devolvido ao sangue.
-Líquido Intersticial: Líquido que banha as
células.
-Linfonodos: ou gânglios linfáticos-
agregados de tecido linfoide (tecido que
contém linfócitos) que realizam a filtragem
da linfa. Agem como uma barreira contra a
penetração de organismos invasores, toxinas,
e substâncias.
SISTEMA LINFÁTICO
*Linfócitos- tipo de leucócito (glóbulos brancos
do sangue) responsáveis pela defesa
imununólogica específica do organismo.
Produzem anticorpos. São células de defesa.
SISTEMA LINFÁTICO
2- O que é a linfa???
È o líquido encontrado dentro dos vasos
linfáticos que foi retirado do espaço
intersticial, (espaço entre as células), ou
que foi coletado ao sair dos capilares
sanguíneos. É composto por água, sais
minerais, hormônios, poucas proteínas,
macromoléculas de gordura, substâncias
resultantes do metabolismo celular,
bactérias e células danificadas e glóbulos
brancos e anticorpos.
É um líquido incolor e viscoso, com
composição semelhante ao do plasma
sanguíneo.
SISTEMA LINFÁTICO
-A linfa pode conter
microorganismos e
estes quando passam
gânglios linfáticos e
baço são eliminados.
("íngua“).
-A circulação da linfa
ocorre em uma única
direção, pois ela não
precisa voltar para os
tecidos, depois de
filtrada, pelos órgãos
linfáticos é devolvida a
corrente sanguínea.
SISTEMA LINFÁTICO
3- Divisão do Sistema Linfático:
3.1Capilares linfáticos- rede de vasos linfáticos
muito pequenos. (Medem de20 a 60 mícron de diâmetro. (Um
mícron = 1/1.000.000 M). São mais calibrosos que os
capilares sanguíneos.
SISTEMA LINFÁTICO
-Os capilares linfáticos são mais irregulares e
mais calibrosos que os sanguíneos e terminam
em fundo cego. Esses vasos levam a linfa para
os linfonodos para ser filtrada e depois
devolvida a corrente sanguínea.
SISTEMA LINFÁTICO
3.2Vasos linfáticos- rede corporal de vasos que
se originam dos plexos linfáticos.
SISTEMA LINFÁTICO

3.3 Troncos Linfáticos: são vasos de


maior calibre que recebem o fluxo
linfático, e compreendem os vasos
linfáticos lombares, intestinais, mediastinais,
subclávios, jugulares e descendentes
intercostais.
A união dos troncos intestinais, lombares e
intercostais forma o ducto torácico.
Os troncos linfáticos recebem a linfa e
devolvem o material filtrado a corrente
sanguínea.
SISTEMA LINFÁTICO
Troncos linfáticos:
SISTEMA LINFÁTICO

3.4Linfonodos ou
gânglios linfáticos-
agregados de tecido
linfóide (tecido que
contém linfócitos) que
realizam a filtragem da
linfa. Agem como uma
barreira contra a
penetração de
organismos invasores,
toxinas, e substâncias
SISTEMA LINFÁTICO

estranhas ao organismo.
Produzem anticorpos. Possuem linfócitos. São
palpáveis na axila e região inguinal. Como
reação a uma inflamação o linfonodo pode
intumescer e se tornar doloroso (íngua)
SISTEMA LINFÁTICO
3.5Baço- òrgão linfóide situado no lado
esquerdo da cavidade abdominal com a função
de reter partículas estranhas como vírus,
bactérias e parasitas e produzir anticorpos. O
baço também faz a destruição de hemácias
antigas.
SISTEMA LINFÁTICO
3.6Timo- órgão linfoide localizado na porção
antero-superior da cavidade torácica, no
mediastino, em frente ao coração e atrás do
esterno. Sua principal função é a maturação dos
linfócitos T.
SISTEMA LINFÁTICO
Linfedema: ocorre quando a linfa se acumula nos
tecidos do corpo. Esse acúmulo pode ser causado por
lesões no sistema linfático como queimaduras,
radioterapias, varizes, uso de corticóides, insuficiência
cardíaca. Acontece nos braços e nas pernas, sendo mais
comuns nestas.
Tratamento: drenagem linfática, terapia de compressão.
SISTEMA LINFÁTICO
Linfedema:
SISTEMA LINFÁTICO
4- Vasos linfáticos: todos os vasos linfáticos tem
válvulas.
SISTEMA LINFÁTICO
-A pressão exercida pelo aumento da quantidade
de linfa faz com que a válvula se abra e a linfa
entre no capilar.
-Quando um vaso enche o fechamento da válvula
impede o refluxo da linfa.
SISTEMA LINFÁTICO
5- Fatores que contribuem para o bombeamento
linfático:
-Válvulas nos vasos linfáticos que impedem o refluxo.
-pressão do líquido intersticial.
-bombeamento próprio e intermitente dos vasos
linfáticos;
-contração dos músculos esqueléticos circundantes;
-movimentação das partes do corpo;
-pulsações de artérias adjacentes aos linfáticos;
-compressão dos tecidos externos ao corpo.
*terapia de compressão, drenagem, exercício físico.
SISTEMA LINFÁTICO

ANTICORPOS: são moléculas de


proteínas, produzidas pelo corpo humano
que tem a função de reconhecer e
neutralizar antígenos para que eles
sejam eliminados pelas células de defesa.
Os anticorpos são extremamente específicos
para cada tipo de antígenos. São produzidos
pelos linfócitos B.
São encontradas no plasma sanguíneo, no
líquido intersticial, na superfície de algumas
células e no leite materno.
SISTEMA LINFÁTICO
-Imunoglobulinas com função de anticorpo
SISTEMA LINFÁTICO
ANTÍGENO: Qualquer partícula ou molécula
estranha ao organismo que quando
introduzida neste, deflagre uma reação através
dos anticorpos. Ex: vírus, bactérias.O anticorpo
se liga ao antígeno gerando uma resposta do
Sist. Imune.
SISTEMA LINFÁTICO
VACINA: São administrados antígenos
mortos ou atenuados a fim de que o
próprio organismo produza anticórpos
contra aquele agente invasor.
È uma imunidade ativa, pois desperta a
imunidade do próprio organismo. È
duradoura. È uma forma de prevenção.
SISTEMA LINFÁTICO
SORO: São injetados anticorpos já prontos
contra determinados antígenos. È feito após
o contato com o antígeno.
È uma imunização passiva e temporária.
É uma forma de cura.
SISTEMA LINFÁTICO

REFERÊNCIAS:
DANGELO, J.G.; FATTINI, C. A. Anatomia
humana básica. 2ed. São Paulo: Atheneu,
2002.

GUYTON, A.C.; HALL, J.E. Tratado de


Fisiologia Médica. 11ª ed. Rio de Janeiro,
Elsevier Ed., 2006.

MOORE, Keith L. Anatomia orientada


para a clínica. 7. ed. Rio de Janeiro:
Guanabara Koogan, 2014.

Você também pode gostar