Você está na página 1de 10

Metais

Índice
Introdução ……………………………………………………………………….
……………………………………………….. 3

Metais ……………………………………………………………………………..
……………………………………………….. 4

Origem
……………………………………………………………………………………………………
…………………………. 4

Propriedades e características ………………………………….


………………………………….……………………. 4

Ligas metálicas …………………………………………………………..


………………………………………………………. 4

Ligas Ferrosas ………………………………………..


………………………………………………………………. 5

Liga Não Ferrosa ………………………….….


…………………………………………………………………….. 5

Técnicas de transformação ………………………..


………………………………………………………………………….. 6

Reciclagem de Metal
………………………………………………………………………………………………….
………… 8

Conclusão
……………………………………………………………………………………………………
……………………….. 9

Bibliografia
……………………………………………………………………………………………………
……………………… 9

2
Metais

Introdução
O trabalho que vou apresentar fala sobre metais

No início falo sobre o primeiro metal a ser descoberto e depois a origem


dos metais.

Depois falo sobre as propriedades e as características dos metais e das


ligas metálicas em que distingo as Ligas Ferrosas e Liga Não Ferrosa.

Em seguida indico algumas Técnicas de transformação e apresento


ferramentas para trabalhar os metais.

Por fim falarei sobre a reciclagem e matérias que podem ou não ser
reciclados.

3
Metais

Metais
O primeiro metal descoberto foi o cobre, ainda na pré-história, no oriente
médio. Com a descoberta deste material e posteriormente de outros metais
foi possível desenvolver ferramentas mais eficientes que as de pedra.

Origem
Os metais são extraídos de minérios que se
encontram na natureza, em minas que poderão ser no
interior da terra ou a céu aberto.

O ouro e o cobre foram os primeiros metais a serem


descobertos por aparecerem na terra num
estado quase puro.

Ouro

Cobre
Propriedades e características
Condutibilidade - os metais possuem certas propriedades físicas
características, entre elas são condutores térmicos e eléctricos.

4
Metais

Cor - geralmente apresentando cor prateada ou amarelada, um alto ponto


de fusão e de ebulição e uma elevada dureza. Existem metais que têm mais
de uma cor; este fenómeno denomina-se policromismo.

Maleabilidade - é a propriedade que os metais possuem de se poderem


reduzir a laminas ou a fios.

Densidade - existem metais que são mais densos e pesados do que


outros. Um volume de alumínio igual a um volume de chumbo, este é mais
denso e mais pesado.

Ligas metálicas
Os metais e outros elementos, quando misturados entre si no estado
líquido em proporções convenientes, resultam num novo material
denominado liga metálica. Estas podem ser de dois tipos: ligas metálicas
ferrosas e ligas metálicas não ferrosas.

• Ligas Ferrosas
São aquelas onde o ferro é constituinte principal. Essas ligas são
importantes como materiais de construção em engenharia. As ligas ferrosas
são extremamente versáteis, no sentido em que elas podem ser adaptadas
para possuir uma ampla variedade de propriedades mecânicas e físicas. A
desvantagem dessas ligas é que elas são muito susceptíveis à corrosão.

Aços: são ligas ferro-carbono que podem conter concentrações apreciáveis


de outros elementos de liga. As propriedades mecânicas são sensíveis ao
teor de carbono, que é normalmente inferior a 1%.

1. Aços com baixo teor de carbono, essas ligas contem geralmente menos
que 0,25% de C. como consequência essas ligas são moles e fracas, porém
possuem uma ductilidade e uma tenacidade excepcionais; além disso, são
usináveis soldáveis e, dentre todos os tipos de aço, são os mais baratos de
serem produzidos. Aplicações típicas para este tipo de liga incluem os
componentes de carcaças de automóveis e chapas usadas em tubulações,
edificações e latas estanhadas.

2. Aços com médio teor de carbono: esses aços possuem concentrações


de carbono aproximadamente de 0,25 e 0,60%p de carbono. As maiores
aplicações destas ligas se encontram em rodas de trens, engrenagens,
virabrequins e outras peças de alta resistência que exigem uma combinação
de elevada resistência, resistência à abrasão e tenacidade.

3. Aços com alto teor de carbono: esses aços apresentam em média uma
concentração de carbono e 0,60 a 1,4%p. são mais duros, mais resistentes
e, porem, os menos dúcteis dentre todos os aços de carbono. Esses aços
são usados geralmente como ferramentas de corte, bem como para a

5
Metais

fabricação de facas, laminas de serras para metais, molas e arames com


alta resistência.

• Liga não ferrosa


São ligas que não possuem como constituinte principal o elemento ferro.

Ligas de cobre: o cobre, quando não se encontra na forma de ligas, é tão


mole e dúctil que é muito difícil de ser usinado. As ligas de cobre mais
comuns são os latões, onde o zinco, na forma de uma impureza
substitucional, é o elemento de liga predominante. Ligas de cobre-zinco com
concentrações aproximadamente de 35%p de zinco são relativamente
moles, dúcteis e facilmente submetidos à deformação plástica a frio. As
ligas de latão que possuem um maior teor de zinco são mais duras e mais
resistentes.

Os bronzes são ligas de cobre com vários outros elementos, incluindo o


estanho, alumínio, o silício e o níquel. Essas ligas são relativamente mais
resistentes do que os latões, porém ainda possui um elevado nível de
resistência a corrosão.

Alguns outros exemplos de ligas não ferrosas são as ligas de alumínio, que
são caracterizadas por uma densidade relativamente baixa, condutividade
elétrica e térmica elevada, e uma resistência à corrosão em alguns
ambientes comuns, com a atmosfera ambiente.

Liga de magnésio é caracterizada pela baixa densidade do magnésio que é


a mais baixa dentre todos os metais estruturai; dessa forma suas ligas são
usadas onde um peso leve é considerado importante, como por exemplo,
em componentes de aeronave.

6
Metais

Técnicas de
transformação
Utensílios e ferramentas são usados na
aplicação das técnicas de transformação dos
metais.

O banco de trabalho é dos utensílios mais usado.

Ferramentas de verificação

Ferramentas para dobrar

Ferramentas para cortar com aperto

7
Metais

Ferramentas para cortar

Ferramentas para limar

Ferramentas para furar

Reciclagem de Metal
A reciclagem do metal é considerada o processo secundário de obtenção
deste material, e neste caso é feita a fusão do metal já usado com um
consumo de energia menor. Portanto, uma das mais importantes vantagens

8
Metais

da reciclagem dos metais é a economia de energia, quando comparado a


sua produção desde a extracção do minério até seu beneficiamento.
A sua reciclagem ocorre em diferentes unidades industriais dependendo
do tipo e no caso dos metais pesados, o processo é mais complexo.
Os materiais ferrosos podem ser facilmente separados dos demais
através de uma máquina com imã que atrai os objectos de aço.

Conclusão
Este trabalho foi elaborado para a disciplina de Área de Projecto.

O tema não é interessante, na minha perspectiva, mas gostei de fazer o


trabalho porque aprendi muitas coisas sobre os metais entre os quais o
primeiro metal descoberto pelo homem.

A minha opinião sobre este assunto é que os metais foram uma grande
descoberta para homem , principalmente na sua vida quotidiana.

Bibliografia

9
Metais

http://livroevt2.no.sapo.pt

http://pt.wikipedia.org

10