Você está na página 1de 2

Ficha de Trabalho nº 3

1. Abra um novo documento no Microsoft Word;


2. Transcreva o seguinte texto:

História do Vinho
Não se sabe ao certo quando surgiu o vinho em Portugal, admitindo-se que tenham sido
os fenícios os primeiros aqui a cultivar a vinha.
A cultura da vinha em Portugal, pelas condições do solo e clima aliado à existência de
diferentes castas em cada região, permite a produção de vinhos de qualidade e com
manifesta tipicidade.
Desde há muito constatado tal facto, levou a que diversas regiões vitivinícolas tivessem
sido estruturadas de modo a permitir uma regulamentação conveniente na produção e
comércio dos vinhos de qualidade.
É neste especto importante salienta que Portugal foi dos primeiros, se não mesmo o
primeiro país do mundo vitícola, a estabelecer e regulamentar uma região demarcada,
a Região do Douro, por alvará régio de 1756. Mais tarde, por carta de lei de 1907-1908,
foi dado início ao processo de demarcação e regulamentação das Regiões dos Vinhos
Verdes, Dão, Colares, Carcavelos, Bucelas, Moscatel de Setúbal, e Madeira, para além
da Região do Douro, que atualmente contempla as denominações de origem Porto e
Douro. Posteriormente, e apenas em 1979, foi reconhecida a denominação Bairrada.
Em 1980 foi reconhecida a denominação Algarve (mais tarde regulamentada – 1990 – e
substituída por quatro denominações: Lagoa, Lagos, Portimão e Tavira), tendo-se
procedido então à sua demarcação.
Em 1986 foram reconhecidas as primeiras regiões do Alentejo – Borba, Redondo,
Reguengos, Portalegre e Vidigueira – tendo sido reconhecidas em 1991, Évora, Moura e
Granja-Amareleja.
Também em 1986 foram reconhecidas, como denominações de origem correspondente
aos vinhos de qualidade produzidos em zonas vitícolas de interesse, as seguintes
regiões: Chaves, Planalto Mirandês, Valpaços, Castelo Rodrigo, Pinhel, Cova da Beira,
Encostas de Nave, Varosa, Lafões, Alcobaça, Encostas de Aire, Óbidos, Arrábida,
Palmela, Almeirim, Cartaxo, Chamusca, Coruche, Santarém, Tomar, Alenquer, Arruda e
Torres Vedras.
Em 1994 obtiveram reconhecimento de denominação Biscoitos, Graciosa e Pico.

3. Formate o documento da seguinte forma:


a) Título:
- Tipo de letra: Times New Roman, [Pelo separador Base, grupo Tipo de Letra]
- Tamanho 16, [Pelo separador Base, grupo Tipo de Letra]
- Negrito, sublinhado. [Pelo separador Base, grupo Tipo de Letra]
- Parágrafo centrado. [Pelo separador Base, grupo Alinhamento]

b) Restante texto:
- Tipo de letra: Times New Roman, [Pelo separador Base, grupo Tipo de Letra]
- Tamanho 12; [Pelo separador Base, grupo Tipo de Letra]
- Parágrafo justificado. [Pelo separador Base, grupo Alinhamento]

c) Margens de Página:
- Margem superior, inferior e direita com 2cm,
- Margem esquerda com 3cm. [Pelo separador Esquema de Página, Margens]

4. Visualize o documento no modo Normal. [Pelo separador Ver – Esquema de Impressão]

5. Visualize-o agora no modo Esquema de Página. [Pelo separador Ver – Esquema Web]

6. Visualize a forma como o documento seria impresso numa impressora. [Pelo Botão do
Office ou FICHEIRO – Imprimir – Pré-visualizar]

7. Selecione o primeiro parágrafo do texto e mova-o para o final do texto.

8. Anule a operação que acabou de executar. [Pela barra de título – Botão Anular]

9. Localize todas as palavras “vinho” do texto e substitua-as por “sumo de uva”. [Pelo
separador Base, grupo Editar – Substituir]

10. Grave o documento na sua pasta, como o nome EXERCÍCIO 3 – nome do formando. [Pelo
Separador Ficheiro – Guardar Como]

11. Feche o documento. [Pelo Separador Ficheiro – Fechar]

12. Abra novamente o documento EXERCÍCIO 3 – nome do formando. [Pelo Separador – Abrir]

13. Feche o Microsoft Word. [Pelo Separador Ficheiro – Sair]

14. Guarde o documento com o nome EXERCICIO 3 – Nome do formando, na sua


pasta dos trabalhos realizados que se encontra na Área do Formando > Ficheiros >
Trabalhos dos Formandos > Pasta com o Nome do Formando.

Bom Trabalho
Formadora: Sofia Gonçalves

Você também pode gostar