Você está na página 1de 4

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MOÇAMBIQUE

FACULDADE DE EDUCAÇÃO E COMUNICAÇÃO


Estudante:
Docente:
Curso: contabilidade e Auditoria 2° ano, Disciplina: Cálculo Financeiro II

SISTEMA DE AMORTIZAÇÃO FRANCÊS

Quando um individuo contrai um empréstimo no Banco, pode optar varias formas de


pagamento dos empréstimos são chamados sistemas de amortização. O presente trabalho de
caracter avaliativo da disciplina de Cálculo Financeiro II visa abordar sobre sistemas de
amortizações de empréstimos. Especificamente do sistema de amortização Francês. É de
salientar que o principal objectivo deste trabalho é dar a conhecer Sistema de Amortização
Francês (SAF), mostrando como são calculados juros, amortizações e prestações. Este trabalho
está dividido da seguinte forma: I) Introdução – nesta parte esta enquadrada a delimitação
tema, apresentação dos objectivos do trabalho e a metodologia utilizada para a sua elaboração;
II) Desenvolvimento – nesta secção está apresentada a análise e discussão de ideias
consultada; III) Considerações finais - onde estão apresentadas as considerações finais
chegadas após a discussão das ideias. O tipo de pesquisa usada neste trabalho é pesquisa
bibliográfica: na medida em que a realização do presente trabalho foi elaborada a partir da
consulta de materiais ou documentos cujas fontes são: materiais gráficos- Manuais.

De acordo com Samanez (2010), Amortização é um processo financeiro pelo qual uma divida
ou obrigação é paga progressivamente por meio de parcelas, de modo que ao termino do prazo
estipulado o debito seja liquidado. Essas parcelas ou prestações são a soma de duas partes a
amortização ou devolução do principal emprestado e os juros correspondentes aos saldos do
empréstimo ainda não amortizado. Segundo Morganho (2006), “amortização é a extinção
gradual de um valor ou montante ao longo de um certo período de tempo” (p.111). por outro
lado, Bagatini (2010), os sistemas de amortizações são métodos pelos quais instituições
bancárias ou as empresas utilizam para o cálculo de determinados empréstimos pós facilitam
na determinação do pagamento periódico das parcelas e Juros.

1
Para Matias (2013); Teixeira e Netto (1998), o Sistema Francês ou Sistema Price é o mais
utilizado pelas instituições financeiras e pelo comércio em geral. O empréstimo é pago em
prestações periódicas iguais e postecipadas ao longo do prazo do empréstimo, compostas por
amortização e juro. É importante notar que, à medida que as prestações são realizadas o saldo
devedor é diminuído implicando, desta forma concomitante diminuição dos juros apurados
para o período em analise. Para o calculo do valor da prestação é feita a partir do Fator de
( 1+i )n .i
valor presente por operação múltipla R=P P . n
(1+ i) −1
De acordo com os autores acima referidos, amortização é a operação de resgate da divida ou
seja restituição sucessivo ao longo de um determinado período, bem como os juros acordados.
Sistema de amortização Francês é um processo que consiste em pagar uma divida em
prestações constantes ao longo do prazo do empréstimo.

Exemplo: considere que o senhor Incrível, contraiu uma divida de 80.000,00mt que foi
concedido no regime de amortizações Francês e será pago ao longo de dois anos através de 8
prestações trimestrais, sabendo que à taxa de 10% ao trimestre. Calcule o valor da prestação

( 1+i )n .i
R=P P . n
(1+ i) −1

( 1+0,1 )8 .0,16
R=80.000 8
(1+0,1) −1

R=¿1.499,56
PERÍODO SALDO AMORTIZAÇÃO JUROS PRESTAÇÃO SALDO
ACTUAL
DEVEDOR At Jt Rt = At + J t

0 ----- ----- ----- ----- 80.000,00


1 88.000 6.995,55 8.000 14.995,56 73.004,44
2 80.304,88 7.695,12 7.300,44 14.995,56 65.309,32
3 73.773,35 8.464,03 6.530,93 14.995,56 56.844,7
4 66.155,79 9.311,10 5.684,47 14.995,56 47.533,6
5 52.286.96 10.242,2 4.753,36 14.995,56 37.291,36
6 41.020,48 11.266,39 3.729,13 14.995,56 26.024,99
2
7 38.417,99 12.393,02 2.602.50 14.995,56 13.631,97
8 14.995,14 13.632,32 1.363,19 14.995,56 0,00
TOTAL ----- 80.000 39.964,02 119.964,48 ----

OBSERVAÇÕES:
Prestação é a soma da amortização aos juros calculados do período;
Juros: valor devedor anterior ao período de apuração de resultados;
Saldo actual é a diferença entre o saldo devedor e a prestação; e
Saldo devedor é a somados juros ao saldo anterior;

CONSIDERAÇÕES FINAIS
Com base no que foi apresentado, importa referir que a amortização é a operação de resgate da
divida ou seja restituição sucessivo ao longo de um determinado período, bem como os juros
convencionados. O Sistema Francês ou Sistema Price é o mais utilizado pelas instituições
financeiras e pelo comércio em geral. O empréstimo é pago em prestações periódicas iguais e
postecipadas ao longo do prazo do empréstimo, compostas por amortização e juro. É
importante notar que, à medida que as prestações são realizadas o saldo devedor é diminuído
implicando, desta forma concomitante diminuição dos juros apurados para o período em
analise

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
Básica:
Samanez, C. P. (2010). Matemática Financeira (5ª.ed.). São Paulo, Brasil: Person Prentice
Hall.
Matias, R. (2013). Calculo Finaceiro. Teoria e Pratica. (4ª.ed.). Lisboa, Portugal: Escolar
Editora.
Teixeira, J. & Netto, S. D. (1998). Matematica Financeira. São Paulo, Brasil: Person
Education.

Complementar:
Bagatani, A. F. (2010). Sistema de Amortização dos Empréstimos. Erechin, Brasil: URIAE.

Morgadinho, S. (2006). Calculo Financeiro e Noções de Estatística: Formação em Gestão.


Maputo, Moçambique: Texto Editores.
3
4

Você também pode gostar