Você está na página 1de 4

OAB MÓDULO I

Disciplina: Ética
Prof. Marco Antônio
Aula nº02

TEMAS TRATADOS EM AULA

1. Inscrição da OAB:

1.1 Requisitos no art. 8º, EA.


a) capacidade civil.
b) Diploma / certidão.
c) Título eleitor/ militar.
d) Aprovação no exame da OAB.
e) Não exercer atividades incompatíveis:

Incompatibilidade é a proibição total do exercício da advocacia: art. 28, V – polícia e VIII –


gerente de banco.

f) idoniedade moral: é nunca ter sido condenado pela prática de crime infamante, salvo se reabilitado
judicialmente.

Crime infamante: é qualquer crime contra a honra, a dignidade e a boa-fama de quem pratica. É um
conceito aberto.

g) compromisso perante o Conselho Seccional: assumir o juramento do advogado. Tem 03


características: a) formal; b) solene; c) personalíssimo.

1.2 Inscrição principal: local aonde exercerá o domicílio profissional.

1.3 Certidão de aprovação no exame da OAB: só é emitida para quem cumpriu os requisitos do edital.
a) não tem prazo de validade.
b) não tem pagamento de anuidade.

1.4 atuação em outro Estado: até 05 causas por ano.

1.5 Inscrição suplementar: mais de 05 causas por ano. Quantas inscrições suplementares podem ter?
quantas quiserem, cada nova inscrição é se paga nova anuidade.

1.6. Cancelamento: art. 11, EA - é a interrupção definitiva da inscrição. Motivos:


a) a pedido do advogado.
b) o advogado sofre a pena de exclusão.
c) o advogado passar a exercer de forma definitiva atividade incompatível com a advocacia.
d) falecimento.
e) perda de qualquer dos requisitos para a inscrição.

- Cancelar de ofício ou a requerimento de qualquer pessoa.

- única hipótese que exige novo exame de ordem é a exclusão.

1.7 gráfico da incompatibilidade:

CURSO – OAB MÓDULO I – Ética – Marco Antônio – Aula n. 02.


a) Incompatibilidade (antes da inscrição): não se inscreve.

b) Incompatibilidade (depois da inscrição):

b.1) cargo definitivo - cancelamento da inscrição.

b.2) cargo temporário – ocorre o licenciamento da inscrição.

1.8 Licenciamento: é a interrupção temporária da inscrição.

1.8.1 Licenciamento x suspensão:

a) suspensão: é uma pena. Não pode advogar, mas continua pagando anuidade para OAB.

b) Licenciamento: é um benefício. Não pode advogar e não paga a anuidade.

1.8.2 Hipóteses de licenciamento:


a) pedido justifica do advogado.
b) o advogado passar exercer de forma temporária atividade incompatível com a advocacia.
c) doença mental curável: prazo que o laudo solicitar.

2. Sociedade de advogados: é a união de dois ou mais advogados para a formação de pessoa jurídica. Art.
15 a 17, EA e o Regulamento geral.

a) dois ou mais advogados. Na hipótese de uma sociedade ser formada por dois, se um deles sofre o
cancelamento da inscrição, o sócio remanescente terá 180 dias para indicar novo sócio, sob pena de
extinção da sociedade.
b) estagiário não pode ser sócio.
c) formada exclusivamente por advogados.

2.1 personalidade jurídica: registro no Conselho da OAB da sede do Conselho Seccional. Nunca em Junta
comercial ou Cartório.

2.2 nome ou razão social:


a) nome de um dos sócios mais uma expressão “chave”, é uma expressão que indica uma pessoa
jurídica.
b) parte do nome dos sócios mais uma expressão “chave”.

- Nome fantasia é vedado.

- Nome do sócio morto: só é permitido se o contrato social autorizava antes do falecimento.

2.3 Provimento 112/2006: é permitida a utilização do termo “&” como conjuntivo do nome do sócio.

Artigos para leitura: Art. 2º: I; IX; X; XI; XV e Art. 5º

2.4 Sócios:

2.4.1 registros dos sócios: paga anuidade para a OAB do local do registro da sociedade.
Onde for registrada a sociedade todos os sócios devem ter inscrição no local.
Filial: o registro é estadual.

Abrir a filial: deve estar previsto na matriz. A verba da matriz arquiva na filial.

CURSO – OAB MÓDULO I – Ética – Marco Antônio – Aula n. 02.


O mesmo advogado pode integrar mais de uma sociedade de advogados em Conselhos Seccionais
distintos, contudo não poderá integra mais de uma sociedade no mesmo Conselho Seccional (matriz
ou filial).

2.5 Para quem se outorga poderes? Pessoa física podendo constar o nome da pessoa jurídica, art. 15, § 3º,
EA.

2.6 sócios de uma mesma sociedade ou unidos em caráter de cooperação não poderão defender em juízo
clientes com interesses opostos (art. 15, § 6º, EA) sob pena de caracterizar o crime de tergiversação, art. 355,
parágrafo único, CP.

2.7 Qual é o reflexo do licenciamento do sócio: gera averbação no contrato social. Se houve cancelamento
de um dos sócios gera alteração do contrato social.

2.8 Responsabilidade na sociedade de advogado:

a) responsabilidade criminal: é individual, quem responde é quem praticou o crime.


b) responsabilidade disciplinar: é individual.
c) responsabilidade civil: se o contrato foi feito pela sociedade, ela responde.

A responsabilidade dos sócios para a sociedade é subsidiária e ilimitada.

Entre os sócios a responsabilidade é solidária, salvo se o contrato prevê de forma diferenciada.

2.9 modalidades de advogados na sociedade:

a) advogado sócio.
b) advogado associado: participação nos resultados de determinadas ações. Não tem vínculo
empregatício, art. 39 do Regulamento geral da OAB - RG.
c) Advogado empregado: contratado pela sociedade, art. 18 a 21, EA e art. 11 a 14, RG da OAB e art.
4º do CED.

- não retira isenção técnica.


- independência profissional.
- não é obrigado a prestar serviço pessoal do empregador.

- salário mínimo do advogado empregado será fixado em sentença normativa, salvo se ajustado em
acordo ou convenção coletiva.

- jornada de trabalho não pode exceder 04 horas diárias e 20 semanais, salvo acordo coletivo ou
cláusula de exclusividade.

- honorário advocatício: art. 21, EA. Os honorários de sucumbência de advogado empregado não
integram o salário.

CURSO – OAB MÓDULO I – Ética – Marco Antônio – Aula n. 02.


QUESTÕES SOBRE O TEMA

1. (OAB – CESPE 2009.1) No que concerne à sociedade de advogados, assinale a opção correta.
(A) Nenhum advogado pode integrar mais de uma sociedade de advogados, com sede ou filial na mesma
área territorial do respectivo Conselho Seccional.
(B) É possível registrar no Cartório de Registro Civil de Pessoas Jurídicas sociedade que inclua, entre outras
finalidades, a atividade de advocacia.
(C) De acordo com o Estatuto da OAB, a sociedade de advogados adquire personalidade jurídica quando do
registro dos atos constitutivos perante a junta comercial em cuja base territorial tiver sede.
(D) Advogados sócios da mesma sociedade profissional podem representar em juízo clientes de interesses
opostos, desde que mantenham o decoro e a autonomia funcional.

2. (OAB – CESPE 2008.3) No tocante à sociedade de advogados, assinale a opção correta.


(A) A sociedade de advogados pode associar-se com advogados apenas para participação nos resultados,
sem vínculo de emprego.
(B) Com o falecimento do sócio que dava nome à sociedade de advogados, o conselho seccional deverá
notificar de imediato os demais sócios para a alteração do ato constitutivo, independentemente de previsão
de permanência do nome do sócio falecido.
(C) Os advogados associados não respondem pelos danos causados diretamente ao cliente, sendo essa
responsabilidade exclusiva dos sócios do escritório.
(D) Ainda que condenado judicialmente por dano causado a cliente, o advogado não deverá sofrer qualquer
sanção disciplinar no âmbito da OAB.

GABARITO:

1. A
2. A

CURSO – OAB MÓDULO I – Ética – Marco Antônio – Aula n. 02.

Você também pode gostar