Você está na página 1de 21

EDITAL

O INSTITUTO DE PESQUISAS JARDIM BOTÂNICO DO RIO DE JANEIRO (JBRJ),


entidade PROMOTORA, e o DEPARTAMENTO DO RIO DE JANEIRO DO INSTITUTO
DE ARQUITETOS DO BRASIL (IAB-RJ), entidade ORGANIZADORA, por meio deste
Edital, dão conhecimento público das bases que instituem o “Concurso Público
Nacional para escolha do Estudo Preliminar de Arquitetura e Urbanização para a
Expansão do Museu do Meio Ambiente - MuMA”.

1. DO OBJETO DO CONCURSO

1.1. O presente Concurso tem por objeto a seleção, dentre as propostas apresentadas,
da solução arquitetônica e de urbanização mais adequada ao conjunto doravante
denominado Expansão do Museu do Meio Ambiente, a ser localizado em área
de aproximadamente 8.600m2, situada no Jardim Botânico do Rio de Janeiro,
conforme descrição do Termo de Referência – Anexo 1 deste Edital.

1.2. As novas edificações previstas, conforme descrição do Termo de Referência –


Anexo 1, terão cerca de 1.400,00m2 (hum mil e quatrocentos metros quadrados),
sendo uma destinada a abrigar a Exposição de Longa Duração do Museu do Meio
Ambiente e a outra destinada a abrigar a Administração e o Auditório do Museu do
Meio Ambiente.

1.3. Os concorrentes terão total liberdade para elaborar as suas proposições, sendo,
entretanto, obrigatório, atender às normas contidas no programa de necessidades,
nas indicações e nas determinações deste Edital e dos respectivos Anexos,
especialmente aquelas contidas no Termo de Referência do Concurso,
documentos estes que compõem um conjunto intitulado BASES DO CONCURSO,
doravante assim denominado.

1.4. O custo estimado para a obra, incluído o tratamento paisagístico da área de


intervenção, é de R$ 5.440.000,00 (cinco milhões, quatrocentos e quarenta mil
reais).

2. COORDENAÇÃO GERAL E TÉCNICA DO CONCURSO

2.1. O IAB-RJ delegou ao Arquiteto Henrique Gaspar Barandier, inscrito no CREA-RJ


sob o nº 141687-D, a função de Coordenador Geral do Concurso.

2.2. A Coordenação do Concurso é composta também por uma equipe de quatro


Consultores Especializados, a saber:

2.2.1. Arquiteta Patrizia de Trapano, como consultora especializada em


sustentabilidade das construções;

2.2.2. Arquiteta Monica Rocio Neves, como consultora especializada em


conservação e patrimônio histórico;

2.2.3. Museóloga Luisa Rocha, como consultora especializada em museologia;

2.2.4. Arquiteta Lucia Costa, como consultora especializada em paisagismo.

3. DA ABRANGÊNCIA E DA MODALIDADE DO CONCURSO

3.1. O Concurso é Aberto e Nacional, regido pelas disposições da Lei nº 8.666/93 e


pelos preceitos técnicos das Normas do Instituto de Arquitetos do Brasil para
Organização de Concursos Públicos de Arquitetura e Urbanismo, instituídas
por Resolução aprovada na 127ª reunião do Conselho Superior do IAB – COSU,
em outubro de 2007.

3.2. O Concurso é de Estudo Preliminar e tem por finalidade a execução da obra do


conjunto referido nos itens 1.1 e 1.2 acima, e, conseqüentemente, a escolha de
um Projeto que permita uma clara compreensão da solução proposta por meio de
seus elementos de representação.

3.3. O Concurso é destinado a todos os arquitetos e urbanistas regularmente


habilitados nos termos da legislação que regula a profissão, com alcance nos
limites do território nacional.

4. DAS ETAPAS DE DESENVOLVIMENTO DO CONCURSO

O Concurso será desenvolvido em uma Etapa Única descrita a seguir.

4.1. Etapa Única

4.1.1. Nesta Etapa Única a Comissão Julgadora selecionará, dentre todos os


trabalhos apresentados, apenas 03 (três) propostas – aquelas que a juízo da
Comissão melhor atenderem às Bases do Concurso.
5. DAS CONDIÇÕES E DOS REQUISITOS À PARTICIPAÇÃO

5.1. Da Habilitação

5.1.1. Está apto a participar do certame todo profissional, arquiteto e urbanista,


legalmente habilitado para executar as atribuições exigidas para a execução
dos serviços constantes do objeto deste Concurso, e em situação regular no
Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia - CREA, integrante
do sistema CONFEA em todo o território nacional.

5.2. Da Inscrição

5.2.1. A inscrição poderá ser feita exclusivamente por Pessoa Física.

5.2.2. A inscrição deverá ser feita, dentro do prazo constante do item 6.1 abaixo, por
profissional devidamente habilitado – Profissional Responsável pela
Inscrição e Apresentação do Trabalho – o qual será o único responsável pelo
trabalho apresentado para efeito das obrigações inerentes às Bases deste
Concurso – Edital e Anexos.

5.3. Da Participação

5.3.1. A participação poderá ser individual ou por equipe.

5.3.2. No caso de participação por equipe, esta será representada exclusivamente


pelo Profissional Responsável pela Inscrição e Apresentação do Trabalho.

5.3.3. O profissional inscrito e os demais membros de equipe participante somente


poderão vincular-se a um único trabalho do Concurso. É vedada a participação
de um mesmo profissional na apresentação de mais de um projeto, ainda que
através de co-autoria, colaboração ou consultoria, independentemente do grau
de participação.

5.3.3.1. Na hipótese de se constatar, após a abertura dos envelopes de


identificação, a participação de um mesmo profissional na apresentação
de mais de um projeto, isoladamente ou em equipe(s), os respectivos
projetos serão desclassificados automaticamente, não podendo fazer jus
a premiações ou distinções que eventualmente lhes tenham sido
atribuídas.
5.3.4. Os nomes dos co-autores, colaboradores, consultores e demais membros da
equipe, obrigatoriamente serão relacionados na Ficha de Identificação (Anexo
3), devidamente assinada pelo Profissional Responsável pela Inscrição

5.3.5. A entidade Organizadora e a entidade Promotora do presente Concurso não


são responsáveis pelas relações de trabalho ou outra modalidade de
contratação existente entre o Profissional Responsável pela Inscrição e
Apresentação do Trabalho e os demais membros da equipe ou outros
nominados na Ficha de Identificação (Anexo 3).

5.3.6. Até a divulgação final dos resultados, a Organizadora do Concurso se obriga


a manter o anonimato dos concorrentes.

5.4. Das Infrações

5.4.1. É facultado a qualquer pessoa, até a data de lavratura da ata final de


julgamento, denunciar eventual infração às prescrições do Edital e das Bases
do Concurso, por meio de representação formal, devidamente acompanhada
dos respectivos documentos comprobatórios das alegações, dirigida à
Coordenação Geral do Concurso, que a encaminhará à Comissão
Julgadora para análise, cujo acatamento ou rejeição será devidamente
motivado.

5.4.2. Para efeito deste Concurso, a denúncia formal de fraude ou plágio poderá
ser apresentada à Comissão Julgadora até o prazo máximo de 5 (cinco) dias
úteis, contados da promulgação dos resultados, findo o qual não será recebida.

5.5. Da aceitação dos resultados

5.5.1. A Comissão Julgadora é soberana em suas decisões, obrigando-se, porém,


a respeitar às disposições do Edital e das Bases do Concurso. Não caberá,
portanto, qualquer espécie de recurso à entidade Organizadora sobre as
decisões da Comissão Julgadora, as quais serão devidamente registradas em
Atas por ela própria elaboradas.

5.6. Dos impedimentos

5.6.1. Estão impedidos de se inscrever e de participar deste Concurso:

5.6.1.1. Dirigentes e funcionários dos quadros funcionais, da administração,


direta e indireta, do Ministério do Meio Ambiente;

5.6.1.2. Membros do Conselho Administrativo do Departamento Rio de


Janeiro e da Direção Nacional do Instituto de Arquitetos do Brasil;

5.6.1.3. Membros Titulares e Suplentes da Comissão Julgadora;

5.6.1.4. O Coordenador Geral, os Consultores especializados e demais


colaboradores contratados para prestarem serviços inerentes à
organização deste Concurso.

5.6.1.5. Sócios formais e/ou parentes, ascendentes, descendentes ou


colaterais dos profissionais supracitados.

6. DAS INSCRIÇÕES E DA DOCUMENTAÇÃO

6.1. Do Prazo

6.1.1. O período das inscrições no Concurso iniciará às 12:00h do dia 02 de março


de 2010 e se encerrará às 18:00h do dia 16 de abril de 2010.

6.2. Da Forma

6.2.1. Os candidatos devem acessar o portal do Concurso –


www.iabrj.org.br/concursomuma - baixar o arquivo da Ficha de Inscrição
(Anexo 2), preenchê-la em todos os seus campos, assiná-la e encaminhá-la à
Coordenação Geral do Concurso, com a maior brevidade possível,
acompanhada da documentação abaixo relacionada, necessária à
homologação da inscrição:

6.2.1.1. Cópia da Carteira de Identidade Profissional do CONFEA/CREA;

6.2.1.2. Cópia do Comprovante de regularidade com o CREA;

6.2.1.3. Cópia do Comprovante de pagamento da Taxa de Inscrição.

6.2.1.4. Cópia do Comprovante de regularidade com o IAB (opcional).

6.2.2. Esta documentação deverá ser enviada por:


6.2.2.1. Via postal (Correios/Courrier) na modalidade AR (Aviso de
Recebimento) à:

Coordenação Geral do “Concurso Expansão do Museu do Meio


Ambiente”

Departamento do Rio de Janeiro do Instituto de Arquitetos do Brasil

Rua do Pinheiro, 10 – Flamengo - CEP 22.220-051 – Rio de Janeiro – RJ

6.2.2.2. Via fax para o número (21) 2557-4192, para garantir a inscrição
dentro do prazo referido no item 6.1.1, e ato continuo enviá-la via postal.

6.2.3. Efetivada a inscrição, além da disponibilização de senha aos concorrentes


para acesso à área restrita da página do Concurso na internet, lhes será
fornecido CD-ROM contendo as Bases do Concurso: o Edital, o Termo de
Referência, os Anexos e a Minuta de Contrato entre a entidade Promotora e o
vencedor do Concurso.

6.2.3.1. A senha para acesso à página do Concurso na internet será


disponibilizada em até 2 (dois) dias úteis após a efetivação da inscrição.

6.3. Da Taxa de Inscrição

6.3.1. O valor da taxa de inscrição é R$ 150,00 (cento e cinqüenta reais), a ser paga
somente por meio de depósito bancário em favor de:

Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento Rio de Janeiro

CNPJ: 33.818.600/0001 – 10

Banco do Brasil

Agência: 1251-3; Conta Corrente: 32688-7

6.4. Das fichas de Inscrição e de Identificação

6.4.1. A Ficha de Inscrição (Anexo 2) deverá ser apresentada pelo candidato no


ato da inscrição do seu Trabalho, e designará o nome, qualificação e os demais
dados do cadastro do Profissional Responsável pela Inscrição e
Apresentação do Trabalho, que será o único interlocutor habilitado a dirigir-se
à Coordenação Geral do Concurso, durante o desenvolvimento do certame,
para a formulação de dúvidas, consultas e outros fins.

6.4.2. A Ficha de Identificação (Anexo 3) deverá ser apresentada no ato da


entrega do Trabalho contendo obrigatoriamente, na hipótese de trabalho de
equipe, os nomes do autor, co-autores, colaboradores e consultores do trabalho
apresentado, e será assinada somente pelo Profissional Responsável pela
Inscrição e Apresentação do Trabalho, que atestará a fidelidade e a
veracidade das informações prestadas.

6.4.3. O Profissional Responsável pela Inscrição e Apresentação do Trabalho


vencedor fica ciente de que deverá indicar, oportunamente, pessoa jurídica,
devidamente registrada no sistema CONFEA/CREA e, nos termos da legislação
então vigente, com regularidade fiscal, financeira e jurídica no SIAFI – Sistema
Integrado de Administração Financeira do Governo Federal e no SIASG –
Sistema Integrado de Administração de Serviços Gerais, para a contratação da
elaboração do projeto.

7. DAS CONSULTAS

7.1. Do prazo

7.1.1. Os inscritos poderão formular, na forma prevista na cláusula 7.2.1 pedidos de


esclarecimentos ou consultas relativos às Bases do Concurso, no período
compreendido entre 02 de março de 2010 e 16 de abril de 2010.

7.2. Da forma

7.2.1. Os pedidos de esclarecimentos ou consultas deverão ser feitos


exclusivamente através da Internet, conforme determina o presente Edital, na
área restrita da página do Concurso na internet:
www.iabrj.org.br/concursomuma.

7.3. Das respostas

7.3.1. Todas as consultas e pedidos de esclarecimentos formulados serão


respondidos pela Coordenação Geral do Concurso, via Internet, na área
restrita da página do Concurso na internet, observadas as disposições do
Edital do Concurso relativas à manutenção de sigilo dos nomes dos
consulentes e do cronograma de distribuição dos lotes de respostas.

7.3.2. A Coordenação Geral do Concurso, por iniciativa própria, poderá também


encaminhar aos inscritos e à Comissão Julgadora, outras informações
suplementares que julgar necessárias, observadas as regras dos itens
anteriores.

7.3.3. As respostas às consultas e os esclarecimentos prestados pela


Coordenação Geral do Concurso aos inscritos, bem como as informações
suplementares, passarão a integrar as Bases do Concurso, sendo da
exclusiva responsabilidade dos participantes consultar periodicamente o
conteúdo da página do Concurso na internet.

8. DA ENTREGA DOS TRABALHOS

8.1. Os Trabalhos deverão ser encaminhados à Sede do Departamento do Rio de


Janeiro do IAB (IAB-RJ), aos cuidados do Coordenador Geral do “Concurso
Expansão do Museu do Meio Ambiente”, para o endereço indicado no item
6.2.2.1, via postal, ou através de empresas transportadoras, proibida qualquer
outra forma para remessa e recebimento.

8.2. Somente serão recebidos os Trabalhos comprovadamente postados nos Correios


ou entregues a transportadoras até às 20:00 horas do dia 03 de maio de 2010,
sendo certo que o prazo limite para o respectivo recebimento na Sede do IAB-RJ
encerra-se às 18:00 horas do dia 05 de maio de 2010. A Coordenação Geral do
Concurso e a Comissão Julgadora não aceitarão nenhum trabalho recebido
após o horário acima estabelecido, ainda que postado no dia 03 de maio de
2010 até às 20:00 horas.

8.3. A forma de apresentação dos trabalhos, descrita a seguir, visa à padronização das
propostas dos concorrentes, para garantir a estes condições de sigilo, e, também,
a avaliação isenta da Comissão Julgadora.

8.4. Para aceitação pela Coordenação Geral do Concurso, os trabalhos concorrentes


deverão ser encaminhados ao IAB-RJ em volume único contendo
obrigatoriamente a seguinte documentação, condição essencial para a habilitação
do concorrente ao Concurso:

 Ficha de Identificação corretamente preenchida (Anexo 3);


 Pranchas Impressas com o Estudo Preliminar;

 Cópias em formato A3 das Pranchas Impressas

 Mídia Digital

Cada documento terá sua própria embalagem, conforme as especificações dos


itens 8.4.1 a 8.4.5.

8.4.1. Da Entrega da Ficha de identificação

 A Ficha de Identificação (Anexo 3), deverá estar corretamente preenchida


e assinada pelo Profissional Responsável pela Inscrição e
Apresentação do Trabalho, conforme disposto no item 6.4.2, e será
entregue em envelope lacrado, específico para esta finalidade, na cor
parda, em formato A5, com a seguinte inscrição: “Ficha de Identificação”.

 Os envelopes lacrados com as Fichas de Identificação só serão abertos no


ato público de divulgação dos resultados do Concurso.

8.4.2. Da Entrega das Pranchas Impressas com o Estudo Preliminar

 Será apresentado um conjunto com número exato de 4 (quatro) pranchas,


numeradas de 01 a 04;

 Cada prancha terá o Formato A1 (840 x 594 mm);

 As pranchas em formato A1 (840 x 594 mm) serão dispostas na posição


horizontal, de acordo com as especificações do Anexo 6 deste Edital;

 Desenhos e textos, quando impressos, poderão ser apresentados em


qualquer técnica instrumental e/ou processo gráfico (fotomontagens,
perspectivas, croquis, imagens de maquetes, detalhes construtivos),
proibida a apresentação de anexos.

 Desenhos e textos, quando impressos, podem ser expressos com total


liberdade de composição e representação (colagens, montagens, e
similares) desde que bidimensional.

 As pranchas deverão ser impressas em papel branco de gramatura mínima


de 90gr;

 As pranchas deverão ser fixadas em bases semi-rígidas, tipo “pluma” ou


foam, nas mesmas dimensões das pranchas, com a espessura mais
aproximada possível de 5mm de modo a formar painéis que facilitem a
montagem da exposição dos trabalhos;

 Ao critério dos concorrentes as pranchas poderão ser envolvidas em plástico


transparente a fim de proteger o trabalho apresentado;

 O conjunto de 4 (quatro) pranchas deverá ser acondicionado em embalagem


de papel pardo, com a seguinte inscrição: “Pranchas Impressas com o
Estudo Preliminar”.

8.4.3. Da Entrega das Cópias em Formato A3 das Pranchas Impressas

 Será apresentado um conjunto com número exato de 4 (quatro) pranchas


em formato A3 (420 x 297mm), numeradas de 01 a 04, com o mesmo
conteúdo das Pranchas Impressas

 As cópias em formato A3 deverão ser impressas em papel branco de


gramatura mínima de 75gr;

 O conjunto de cópias em formato A3 deverá ser acondicionado em


embalagem de papel pardo, com a seguinte inscrição: “Cópias em Formato
A3 das Pranchas Impressas”.

8.4.4. Da Entrega da Mídia Digital

 Será apresentado CD ou DVD contendo as versões digitais das Pranchas


com o Estudo Preliminar;

 Cada uma das Pranchas numeradas de 01 a 04 corresponderá a um arquivo


digital no formato A1 (840 x 594 mm) e um arquivo digital no formato A3
(420 x 297mm);

 Os arquivos digitais das Pranchas numeradas de 01 a 04 serão


apresentados em formato .jpg, com resolução de 300 dpi e largura máxima
de 600 pixels.
 O CD ou DVD deverá conter ainda:

(i) foto digital do Profissional Responsável pela Inscrição e


Apresentação do Trabalho e da equipe, quando for o caso, em
formato .jpg com resolução de 300 dpi e largura máxima de 600
pixels;

(ii) arquivo digital em formato .pdf contendo texto resumo da proposta


com no máximo 25 linhas.

(iii) 03 (três) imagens representativas da proposta em formato .jpg com


resolução de 300 dpi e largura máxima de 600 pixels. Estas imagens
poderão ser utilizadas pela entidade Organizadora ou pela entidade
Promotora para divulgação e outros fins, podendo ser editadas desde
que preservada a integridade do seu conteúdo.

 O CD ou DVD será entregue em envelope lacrado, específico para esta


finalidade, na cor parda, em formato A5, com a seguinte inscrição: “Mídia
Digital”.

 Os envelopes lacrados com os CDs ou DVDs só serão abertos no ato


público de divulgação dos resultados do Concurso.

8.5. Das Condições Gerais para Entrega

8.5.1. As embalagens dos conteúdos descritos no item 8.4 (Ficha de Identificação,


Pranchas Impressas com o Estudo Preliminar, Cópias em formato A3 das
Pranchas Impressas e Mídia Digital) não poderão trazer registro de qualquer
tipo de identificação, tais como nomes, símbolos, marcas ou logomarcas sob
pena de desclassificação por identificação e quebra de sigilo.

8.5.2. O volume formado pelo conjunto das embalagens dos respectivos conteúdos
descritos no item 8.4, deverá ser lacrado em papel pardo, opaco (Kraft),
endereçado e enviado conforme o estabelecido no item (6.2.2.1).

8.5.3. Somente nesta embalagem final poderá constar o nome e o endereço do


remetente.

8.5.4. Estes documentos permanecerão sob guarda e sigilo da entidade


Organizadora para serem disponibilizados somente após a divulgação do
resultado do Concurso.

9. DA COMISSÃO JULGADORA E DO JULGAMENTO

9.1. Das Condições Gerais que antecederão ao Julgamento

9.1.1. Findo o prazo de recebimento dos trabalhos, a Coordenação Geral do


Concurso organizará a recepção dos trabalhos, procederá à contagem,
registrará o número de participantes, verificará as datas de entrega, separará e
listará os casos de descumprimento do Edital e das Bases do Concurso.

9.1.2. Em seguida, em condições de absoluto sigilo, o representante da entidade


Organizadora procederá à abertura das embalagens externas, que identificam
os trabalhos, sem a presença do Coordenador Geral do Concurso.

9.1.3. O representante da entidade Organizadora então entregará os trabalhos,


sem qualquer identificação, ao Coordenador Geral do Concurso. Nessa
oportunidade será feita, pelo Coordenador Geral do Concurso, sem a
presença do representante da entidade Organizadora que tenha aberto as
embalagens externas, a organização dos trabalhos concorrentes.

9.1.4. O Coordenador Geral do Concurso deverá separar e listar os trabalhos


concorrentes com código numérico para, em seguida:

9.1.4.1. destacar os envelopes lacrados com as inscrições “Ficha de


Identificação” e “Mídia Digital”.

9.1.4.2. abrir as embalagens com as inscrições “Pranchas Impressas com o


Estudo Preliminar” “Cópias em Formato A3 das Pranchas
Impressas”.

9.1.4.3. identificar os envelopes com as inscrições “Ficha de Identificação”


e “Mídia Digital” (mantendo-os fechados) e cada uma das Pranchas e
Cópias em Formato A3 correspondentes, com uma mesma numeração,
assegurando-se da inexistência de marcas identificadoras nas mesmas;

9.1.4.4. separar e listar os casos de descumprimento do Edital;

9.1.4.5. guardar, sob custódia e sigilo, todos os envelopes fechados, até a


divulgação e leitura da Ata do Julgamento em ato público.

9.1.5. O Coordenador Geral do Concurso encaminhará à Comissão Julgadora


as pranchas por ele numeradas para a montagem da exposição de todos os
trabalhos habilitados, destinados às sessões de julgamento, o que ocorrerá em
local fechado e privado.

9.1.6. O Coordenador Geral do Concurso elaborará um relatório sobre os


trabalhos considerados não habilitados, discriminando o motivo de sua
desconsideração, bem como a relação dos trabalhos habilitados para o
julgamento, entregando todos à Comissão Julgadora, no ato da instalação
desta, para o devido julgamento de mérito.

9.2. Da Comissão Julgadora

9.2.1. A Comissão Julgadora do Concurso será composta por 05 (cinco)


julgadores, 02 (dois) dos quais indicados pela Promotora e os outros 03 (três)
indicados pela Organizadora, a saber:

 Paulo Bastos – Titular, indicado pela entidade Promotora

 Ruy Rezende – Titular, indicado pela entidade Promotora

 Antonio Paulo Cordeiro – Suplente, indicado pela entidade Promotora

 Hector Vigliecca – Titular, indicado pela entidade Organizadora

 Pedro da Luz – Titular, indicado pela entidade Organizadora

 Cyro Illidio C. de Oliveira Lyra – Titular, indicado pela entidade Organizadora

 Ricardo Villar – Suplente, indicado pela entidade Organizadora

9.2.2. Os membros da Comissão Julgadora cumprirão sua tarefa com observância


rigorosa do Edital, do Termo de Referência e dos Anexos, integrantes das
Bases do Concurso, devendo ser considerada ainda, além dos critérios e
requisitos delas constantes, a qualidade das propostas relativamente aos
seguintes aspectos:

9.2.2.1. resolução ambiental e funcional do empreendimento;


9.2.2.2. relação com seu entorno;

9.2.2.3. adequação de fluxos e acessos;

9.2.2.4. clareza da proposição;

9.2.2.5. solução arquitetônica;

9.2.2.6. solução paisagística;

9.2.2.7. criatividade e plasticidade;

9.2.2.8. exeqüibilidade da proposta.

9.2.3. A Coordenação Geral do Concurso colocará à disposição da Comissão


Julgadora, no ato da respectiva instalação, todos os trabalhos habilitados, e,
em seguida, entregará o relatório de preparação do julgamento, bem como
indicará os trabalhos considerados não habilitados. Estes, uma vez recebidos e
conferidos pela Comissão Julgadora, serão objeto de uma primeira análise
para avaliação de suas eventuais desclassificações, o que será registrado na
primeira súmula e na ata final de julgamento.

9.2.4. Os membros da Comissão Julgadora decidirão sobre os procedimentos dos


seus trabalhos, escolhendo um relator e elegendo um presidente.

9.2.5. As sessões da Comissão Julgadora serão secretas e suas deliberações


serão registradas em súmulas, as quais subsidiarão a redação da Ata Final de
Julgamento, constando de: data, local, número de sessões, participantes,
procedimentos e os fatores ajustados aos critérios adotados para julgamento,
com parecer sobre cada um dos trabalhos premiados.

9.2.6. As sessões de julgamento somente serão realizadas com a presença de pelo


menos 03 (três) membros da Comissão Julgadora.

9.2.7. A Comissão Julgadora poderá solicitar à Coordenação Geral do Concurso


providências para obter a colaboração dos Consultores especializados
indicados nos itens 2.2.1 a 2.2.4 para auxiliá-la no estudo e análise de aspectos
especiais dos trabalhos apresentados e submetidos a julgamento, ressalvado
que somente os membros da Comissão Julgadora têm direito a voto.
9.2.8. Os membros da Comissão Julgadora, o Coordenador Geral do Concurso,
e os Consultores Especializados porventura convidados, bem como todos os
demais auxiliares que, por qualquer motivo, tiverem acesso aos trabalhos,
deverão comprometer-se expressamente a manter absoluto sigilo das
atividades da Comissão Julgadora, e abster-se de emitir qualquer comentário
sobre os trabalhos ou sobre o processo de julgamento, durante e após a
divulgação do resultado do concurso.

9.2.9. As decisões da Comissão Julgadora serão por maioria simples de voto,


respeitadas sempre as disposições do Edital e das Bases do Concurso. Não
caberá, portanto, qualquer espécie de recurso à entidade Organizadora sobre
o que for decidido pela Comissão Julgadora e registrado na Ata Final de
Julgamento, por serem finais e inapeláveis suas decisões, exceto na hipótese
de comprovação de plágio ou fraude, ou outras irregularidades previstas em lei.

9.2.10. A Comissão Julgadora deverá indicar os 03 (três) primeiros classificados,


por ordem de mérito, proclamando um único Vencedor, não podendo haver
empate, aos quais serão atribuídos os prêmios de 1º, 2º e 3º lugar.

9.2.11. A Comissão Julgadora poderá, a seu critério, eventualmente indicar


Menções Honrosas e/ou destaques.

9.2.12. A Comissão Julgadora, por meio de seu Presidente eleito, será


responsável pela entrega à Coordenação Geral do Concurso do texto integral
da Ata Final de Julgamento, redigida pelo jurado relator e assinada pelos
membros da Comissão. A Comissão Julgadora deverá estar representada,
preferencialmente por seu Presidente, no ato público da divulgação dos
resultados do Concurso.

9.2.13. Os trabalhos e a responsabilidade da Comissão Julgadora encerram-se


após a homologação do resultado final do concurso e findo o período de
resposta a eventuais recursos apresentados.

9.2.14. A Coordenação Geral do Concurso poderá denunciar qualquer


irregularidade que implique na desclassificação de trabalhos concorrentes ou na
anulação do julgamento da Comissão Julgadora, por quebra de sigilo ou
desobediência ao Edital e às Bases do Concurso.

9.2.15. A Coordenação Geral do Concurso manterá sigilo ao providenciar a


edição dos documentos inerentes ao Concurso, tais como: súmulas, relatórios e
a Ata Final de Julgamento.

9.3. Impedimentos e substituições

9.3.1. Caso se verifique o impedimento de qualquer dos jurados, dentro do prazo de


até quinze dias antecedentes ao início do julgamento, será indicado um
substituto, cujo nome será imediatamente comunicado aos participantes no site
do concurso.

9.4. Da etapa única de julgamento

9.4.1. O resultado do julgamento da Etapa Única do Concurso - Estudo


Preliminar, com a identificação dos autores dos trabalhos, será divulgado em
ato público, a realizar-se em 10 de maio de 2010.

9.4.2. Neste ato será feita a leitura da Ata Final de Julgamento, na qual a
Comissão Julgadora descreverá os procedimentos adotados na avaliação dos
trabalhos concorrentes e anunciará os 03 (três) trabalhos selecionados, nos
termos estabelecidos no presente Edital, pela ordem:

9.4.2.1. A Coordenação Geral do Concurso entregará a um representante


da Comissão Julgadora os envelopes fechados e codificados, contendo
as fichas de identificação dos trabalhos premiados, para abertura;

9.4.2.2. Em seguida, o dito membro da Comissão Julgadora ordenará os


envelopes dos 1º, 2º e 3º colocados, vedado empate entre os trabalhos
concorrentes, devendo-se até então manter-se sigilo da autoria dos
trabalhos através da codificação;

9.4.2.3. Passa-se então ao ato de identificação e divulgação do Profissional


Responsável pela Inscrição e Apresentação do Trabalho e dos
demais autores e colaboradores, conforme constar das fichas de
identificação dos projetos premiados.

9.4.2.4. A Organizadora providenciará a imediata comunicação do resultado


e da premiação do Concurso e o envio da Ata de Julgamento, na seguinte
ordem, ao vencedor e aos demais premiados, e, subseqüentemente, a
todos os concorrentes, aos Departamentos do IAB e a sua Direção
Nacional.
9.4.2.5. Após a divulgação dos resultados, inicia-se o prazo improrrogável de
05 (cinco) dias úteis, para o recebimento pela Coordenação Geral do
Concurso de denúncia escrita e fundamentada de fraude, plágio, ou
qualquer irregularidade às disposições da Lei Federal nº 8.666/93
eventualmente ocorrida no Concurso.

9.4.2.6. A Comissão Julgadora terá o prazo de 3 (três) dias úteis, contados


do encerramento do prazo referido no item 9.4.2.5, para julgar os
recursos apresentados e homologar o resultado do certame.

9.4.3. A Organizadora providenciará a exposição dos trabalhos e a entrega dos


prêmios aos classificados em primeiro, segundo e terceiro lugares, em dia e
local divulgados oportunamente.

10. DA PREMIAÇÃO

10.1. Das Menções Honrosas

10.1.1. Além dos três trabalhos selecionados no julgamento final, a critério da


Comissão Julgadora, poderão ser conferidos Diplomas de Menção Honrosa aos
autores dos trabalhos que fizerem jus a esta honraria.

10.2. Dos Prêmios

10.2.1. Após a divulgação do resultado final do Concurso, sua homologação e da


classificação final dos trabalhos concorrentes da Etapa Única, serão conferidos
aos vencedores os seguintes Prêmios:

10.2.1.1. 1º Colocado: R$ 20.000,00 (vinte mil reais);

10.2.1.2. 2º Colocado: R$ 15.000,00 (quinze mil reais) e

10.2.1.3. 3º Colocado: R$ 10.000,00 (dez mil reais).

10.2.2. Os valores dos prêmios serão pagos à Pessoa Física ou Pessoa Jurídica
para tanto indica na Ficha de Identificação, dos quais serão abatidos os
impostos e encargos incidentes à data do pagamento, segundo a modalidade
de recebimento RPA – Pessoa Física ou Nota Fiscal – Pessoa Jurídica.
10.3. Da Contratação

10.3.1. Ao 1º Colocado será assegurada a adjudicação do contrato cujo objeto será


a elaboração do Anteprojeto e do Projeto Executivo de Arquitetura, Urbanização
e Paisagismo e dos Anteprojetos e dos Projetos Complementares referentes ao
conjunto denominado “Expansão do Museu do Meio Ambiente”, a ser celebrado
nos termos da Minuta de Contrato (Anexo 5), com o INSTITUTO DE
PESQUISA JARDIM BOTÂNICO DO RIO DE JANEIRO. Fica esclarecido que a
adjudicação não constituirá para o vencedor o direito automático à contratação,
a qual quando ocorrer será feita com estrita observância da ordem de
classificação.

10.3.2. A assinatura do contrato ocorrerá em data, hora e local divulgados


previamente.

10.3.3. Até o 5º dia útil anterior à data para a assinatura do contrato e como
condição para a sua celebração, o 1º colocado deverá apresentar à Promotora
os seguintes documentos:

10.3.3.1. Comprovante de registro da pessoa jurídica no sistema


CONFEA/CREA;

10.3.3.2. Registro comercial, no caso de empresa individual;

10.3.3.3. Ato Constitutivo, Estatuto ou Contrato Social em vigor, devidamente


registrado, em se tratando de sociedades profissionais e/ou comerciais e,
no caso de sociedades por ações, acompanhado dos documentos de
eleição de seus administradores;

10.3.3.4. Inscrição do ato constitutivo, no caso de sociedades civis,


acompanhada de prova da diretoria em exercício;

10.3.3.5. Prova de inscrição no cadastro de contribuintes estadual ou


municipal, se houver relativo ao domicílio ou sede do contratante,
pertinente ao seu ramo de atividade e compatível com o objeto contratual;

10.3.3.6. Prova de regularidade com a Fazenda Federal, Estadual e Municipal


do domicílio ou sede do contratante, ou outra equivalente, na forma da lei;
10.3.3.7. Prova de regularidade relativa à Seguridade Social (INSS) e ao
Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), comprovando situação
regular no cumprimento dos encargos sociais instituídos por lei;

10.3.3.8. Não se tratando de sócio majoritário, além dos documentos acima


referidos, deverá ser juntado o documento legal de mandato, de acordo
com a legislação vigente.

10.3.4. Das penalidades

10.3.4.1. A não apresentação dos documentos a que se refere o item 10.3.3.1


supra e seguintes acarretará na automática desclassificação da proposta
vencedora.

10.3.4.2. O desinteresse ou o impedimento do vencedor em formalizar a


contratação a que se refere o item 10.3 e seguintes, implicará na sua
desclassificação do certame.

10.3.4.3. Ocorrendo as hipóteses previstas nos itens 10.3.4.1 e 10.3.4.2 acima,


a entidade Promotora reserva-se, também, o direito de, a seu critério,
contratar os serviços com o segundo classificado, que por via de
conseqüência passará a ser o primeiro classificado, e assim
sucessivamente.

10.4. Do Valor da Contratação

10.4.1. O valor do contrato entre o vencedor do Concurso e a Promotora para a


elaboração do Anteprojeto e do Projeto Executivo de Arquitetura, Urbanização e
Paisagismo e dos Anteprojetos e dos Projetos Complementares referentes ao
conjunto denominado “Expansão do Museu do Meio Ambiente” será de R$
400.000,00 (quatrocentos mil e duzentos reais).

11. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

11.1. Da divulgação

11.1.1. Todos os trabalhos habilitados e, portanto, analisados pela Comissão


Julgadora receberão Certificado de Participação e serão expostos em local
público a ser oportunamente divulgado, por um período mínimo de 01 (uma)
semana, em data e local a ser divulgados oportunamente.
11.2. Documentação

11.2.1. Fazem parte deste Edital os seguintes documentos, integrantes das Bases
do Concurso:

11.2.1.1. Anexo 1 – Termo de Referência

11.2.1.2. Anexo 2 – Ficha de Inscrição

11.2.1.3. Anexo 3 – Ficha de Identificação

11.2.1.4. Anexo 4 – Termo de Compromisso

11.2.1.5. Anexo 5 – Minuta do Contrato

11.2.1.6. Anexo 6 – Modelo de Prancha

11.3. Dos termos e condições

11.3.1. A inscrição e a entrega de proposta implicam na integral aceitação e


anuência do concorrente aos termos deste Edital e das Bases do Concurso,
do qual são partes integrantes o Termo de Referência e a Minuta de Contrato,
importando também na renúncia a quaisquer outros direitos eventualmente
existentes, em decorrência das disposições da legislação que rege o certame.

11.3.2. Fica assegurado à entidade Promotora, de acordo com suas conveniências


administrativas, o direito de não utilizar a proposta vencedora, bem como não
executar a obra programada.

11.3.3. Como condição de suas participações no certame, os concorrentes


concedem ao Promotor e ao Organizador do Concurso o direito de expor e
divulgar, a qualquer tempo, os trabalhos apresentados, sem que tais atos
importem no direito dos autores a qualquer forma de remuneração.

11.3.4. Nenhuma indenização, de qualquer natureza, será devida aos concorrentes


em decorrência da sua participação neste certame.

11.3.5. A participação dos inscritos no certame implica na sua integral anuência e


aceitação do Edital e das Bases do Concurso, em todos os seus termos e
condições, e no seu compromisso de abster-se de pleitear direitos conflitantes
com a legislação que rege este certame.

11.3.6. A Promotora e a Organizadora do Concurso se reservam o direito de, na


hipótese da Comissão Julgadora, após apreciação das propostas dos inscritos
ter constatado que estas não se adequaram às exigências das Bases do
Concurso, especialmente ao Programa de Necessidades e emitido parecer
nesse sentido, declarar o Concurso deserto, ou seja, sem vencedores.

11.3.7. Os Autores das propostas classificadas em primeiro, segundo e terceiro


lugares concordam com a condição de que suas premiações no Concurso
importarão na cessão dos seus direitos patrimoniais inerentes às propostas
vencedoras em favor da Promotora, que poderá utilizá-las de acordo com sua
conveniência.

11.3.8. Os trabalhos não premiados ficarão à disposição dos inscritos, na Sede do


IAB-RJ, para retirada pelo prazo de 30 (trinta) dias, contados da data do término
da exposição pública destes.

11.3.9. Os casos omissos serão resolvidos, em instância administrativa, pela


Promotora e a Organizadora, eleito o Fórum da Comarca do Rio de Janeiro
como único competente para dirimir qualquer pendência do concurso, que
eventualmente não seja resolvida pela via administrativa.

11.4. Da disponibilidade

11.4.1. O presente Edital encontra-se disponível na Sede do Instituto de Arquitetos


do Brasil - Departamento Rio de Janeiro, situado na Rua do Pinheiro, 10 –
Flamengo, Rio de Janeiro, RJ.

Rio de Janeiro, 01 de março de 2010.

Pela entidade PROMOTORA: _____________________________________


Sérgio Ferraz Magalhães

Pela entidade ORGANIZADORA: _____________________________________


Lizst Benjamin Vieira