Você está na página 1de 31

“Como economizar na Instalação

do SPDA atendendo a NBR 5419”

▪ Eu já passei por isso...


A principal preocupação de uma empresa
que realiza instalação de SPDA, ou um
projetista que é contratado para projetar o
sistema, é relacionado aos meios para tornar a
instalação o mais rentável possível.

“Lembro quando
fui fazer meu primeiro
projeto de SPDA, e
sempre pesquisava no
Google por imagens
dos captores e
mastros.”

Todos já devem ter feito isso, na intenção de


buscar a melhor escolha técnica para o cliente.

Aqui pode ser o início de um grande


problema, pois em 2015 a NBR 5419, norma
que define os critérios para as Proteções contra
Descargas Atmosféricas sofreu grandes
atualizações.

Ela se tornou muito mais rigorosa, e


apresentou outras possibilidades de materiais,
e também, restringiu alguns.

Guia ELÉTRICA ACADEMY – VOL. 01 01


www.eletricaacademy.com.br
“Como economizar na Instalação
do SPDA atendendo a NBR 5419”

O que eu mais gostei nessa atualização da


norma são os detalhes que ela define, ou seja,
os conceitos são bem explicados, quebrando
assim muito da péssima cultura que existe
sobre SPDA.
Muitas crenças foram quebradas, e o
profissional desatualizado dos conceitos, com
certeza absoluta, vai ficar para trás!
Afirmo isso pois em todos esses anos que a
norma atualizada está em vigor vi muitos
colegas serem engolidos pela concorrência.
Principalmente pelo fato de só focarem em
métodos tradicionais, que foram divulgados de
imagem em imagem no Google, com erros
repetidos pela preguiça de ler a norma. (esse é
meu posicionamento)
E depois de mais de 510 laudos de SPDA,
resolvi colocar nesse Guia um resumo rápido
sobre os principais conceitos que podem fazer
muita diferença na construção do SPDA.

E só para deixar claro, não é “esqueminha”


não, e sim possibilidades que a norma nos
permite, e que somente quem a estudou,
saberá usar!

Guia ELÉTRICA ACADEMY – VOL. 01 02


www.eletricaacademy.com.br
Capítulo 01: O que seria um
Sistema de Proteção contra
Descargas Atmosféricas?
“Como economizar na Instalação
do SPDA atendendo a NBR 5419”

▪ Capítulo 01: O que seria um


Sistema de Proteção contra
Descargas Atmosféricas?

Antes de tudo, entenda que o SPDA é um


dos serviços de consultoria mais rentáveis do
setor elétrico.
Falo isso pois até hoje é o serviço que mais
realizamos dentro da empresa, e que nos
permitiu investir em equipe e equipamento ao
longo do tempo.
Mas para entender o conceito por trás desse
serviço, você entender que o SPDA não é
somente aqueles “cabos que ficam na
cobertura”.
Por isso que nesse capítulo vou resumir os
principais itens de um SPDA, que gosto de
tratar como pilares:

Vou falar de
forma resumida de
cada um desses
pilares.

Guia ELÉTRICA ACADEMY – VOL. 01 03


www.eletricaacademy.com.br
“Como economizar na Instalação
do SPDA atendendo a NBR 5419”
Vou falar de forma resumida de cada um
desses pilares.

Antes de tudo, entenda que o SPDA é um


dos serviços de consultoria mais rentáveis do
setor elétrico.
Falo isso pois até hoje é o serviço que mais
realizamos dentro da empresa, e que nos
permitiu investir em equipe e equipamento ao
longo do tempo.
Mas para entender o conceito por trás desse
serviço, você entender que o SPDA não é
somente aqueles “cabos que ficam na
cobertura”.
Por isso que nesse capítulo vou resumir os
principais itens de um SPDA, que gosto de
tratar como pilares:

Guia ELÉTRICA ACADEMY – VOL. 01 03


www.eletricaacademy.com.br
Capítulo 02: Tudo depende do
Gerenciamento de Riscos!
“Como economizar na Instalação
do SPDA atendendo a NBR 5419”

▪ Capítulo 02: Tudo depende do


Gerenciamento de Riscos!
O erro de muitos profissionais é achar que
dimensionar um PDA é muito simples! Eu já
achei isso, rsrs
Para fazer tudo da maneira correta, temos
que seguir alguns passos cruciais:
- Primeira etapa: Verificar todos os
Layouts da edificação, verificar o que terá na
cobertura, qual o tipo de utilização, quantas
pessoas devem conter, e a vizinhança.

Gosto de usar o Google Maps e


levantamento em campo.
Quanto mais detalhes você tiver, melhor a
chance de você acertar, e entregar a solução
ideal.

Guia ELÉTRICA ACADEMY – VOL. 01 03


www.eletricaacademy.com.br
“Como economizar na Instalação
do SPDA atendendo a NBR 5419”

Confesso que eu só dei valor a esse


primeiro passo após errar muito, e isso se
chama maturidade profissional..”
Após tudo bem definido, vamos para a
segunda etapa:

- Segunda Etapa: Entender todas as fórmulas


que são necessárias para o Gerenciamento
de Risco.
Nesta etapa, sugiro sempre uma ferramenta
de cálculo, que pode ser um software, ou
uma planilha (eu desenvolvi uma planilha
para nossos alunos, mais tarde posso falar
sobre isso).

Essa ferramenta de cálculo é fundamental


para definir o Nível de Proteção, e os métodos
de proteção por descargas diretas e indiretas.
Lembre-se, a descarga atmosférica vai gerar
danos diretos, e indiretos através de surtos que
vão danificar, principalmente, os equipamentos
eletrônicos.
Claro que, a análise de riscos deve ser
avaliada de maneira rigorosa, para se chegar
aos métodos de instalação ou proteção
adequados com a necessidade da edificação,
recebendo assim a maior prioridade técnica.

Guia ELÉTRICA ACADEMY – VOL. 01 04


www.eletricaacademy.com.br
“Como economizar na Instalação
do SPDA atendendo a NBR 5419”

Este é o principal ponto para quem projeta


um SPDA, e também o mais complicado pois o
método de Gerenciamento de Riscos
apresentado pela NBR 5419:2015 traz uma
carga absurda de cálculos e verificações.
Todos esses cálculos tornam quase
impossível a realização dessa análise sem o
auxílio de uma ferramenta computacional, por
conta de verificações condicionais paralelas que
ocorrem em todo o processo de gerenciamento
de riscos.
Um gerenciamento
de risco de maneira
correta, encontrando o
nível de proteção
mínimo adequado à
edificação torna-se
um processo de
redução de custos.

Algumas vezes, o projetista acaba optando


pelo nível de proteção mais rigoroso (Nível de
Proteção I), e podem ocorrer situações em que
a edificação não necessite de tanta proteção.
Neste caso (somente neste caso), ocorrerá
“desperdício de material”, pois o SPDA estará
superdimensionado.

Guia ELÉTRICA ACADEMY – VOL. 01 05


www.eletricaacademy.com.br
“Como economizar na Instalação
do SPDA atendendo a NBR 5419”

A imagem abaixo corresponde a ao


Gerenciamento de risco obtido em nossa
Planilha de Gerenciamento:

Nesta aba de resultados percebemos que os


riscos atuais cadastrados da edificação estão
acima dos valores toleráveis.
Precisamos aumentar os níveis de proteção
ou utilizar sistemas e equipamentos, como os
DPS (Dispositivos de Proteção contra Surtos),
para minimizar os riscos a valores toleráveis.
Esse é o maior desafio dos profissionais, e
foi o que me motivou a detalhar e exemplificar
bastante no nosso treinamento online de
Projeto e laudo de SPDA e MPS.
Se o profissional errar no gerenciamento,
estragou tudo!

Guia ELÉTRICA ACADEMY – VOL. 01 06


www.eletricaacademy.com.br
“Como economizar na Instalação
do SPDA atendendo a NBR 5419”

Após a etapa de gerenciamento de riscos ter


sido previamente definida, o projetista precisa
definir os componentes da instalação do SPDA,
para que o mesmo siga com qualidade técnica e
que também reduza custos.
- Existem algumas maneiras de reduzir esses
custos, e assim aumentar a margem de
lucro do instalador e a chance de se
contratar o serviço por parte do cliente.

Isso tudo sem deixar de seguir os requisitos


técnicos estabelecidos pela norma NBR
5419:2015, que trouxe muitos avanços
técnicos quanto ao gerenciamento de risco e
métodos de instalação e manutenção de todo o
sistema de SPDA.
Para os profissionais que atuam no mercado
de construção, saber economizar com boas
práticas e utilização de materiais equivalente
técnicos mais acessíveis financeiramente, pode
ser um dos gargalos para fugir da recessão
econômica instaurada no Brasil, e para
prospectar ainda mais clientes em potencial.
Nos próximos capítulos citaremos alguns
desses procedimentos, observados durante
toda a experiência com execuções de
instalações e projetos relacionados com o
Sistema de Proteção contra Descargas
Atmosféricas, enquanto estive na diretoria da
SLV Engenharia e Automus Engenharia.
Guia ELÉTRICA ACADEMY – VOL. 01 07
www.eletricaacademy.com.br
Capítulo 03: Uso de Captores
Naturais (Telhas metálicas)
“Como economizar na Instalação
do SPDA atendendo a NBR 5419”

▪ Capítulo 03: Uso de Captores


Naturais (Telhas metálicas)
Um ponto bastante discutido é a utilização
de coberturas com telhas metálicas como
captor natural, pois além de gerar grande
economia, pode fornecer maior eficiência
técnica.
Porém a Norma NBR 5419:2015, especifica
alguns pontos a serem avaliados antes de se
escolher a telha metálica, ou outro material
metálico como captor natural.

Guia ELÉTRICA ACADEMY – VOL. 01 08


www.eletricaacademy.com.br
“Como economizar na Instalação
do SPDA atendendo a NBR 5419”

Basicamente a norma divide as dimensões das


espessuras do captor natural devido ao tipo de
edificação. Conforme a Tabela abaixo:

Fonte: ABNT NBR 5419:2015

Temos na tabela duas colunas principais, a


coluna t e a coluna t’, que representam dois
tipos de aplicações:
a) Coluna t: b) Coluna t’ :
Quando existe a Sem necessidade de
necessidade de prevenir prevenir contra
contra perfurações, perfurações, pontos
pontos quentes ou quentes ou ignição.
ignição.
Aqui não se preocupa
Quando há risco de com riscos de Explosão
Explosão ou Incêndio
Guia ELÉTRICA ACADEMY – VOL. 01 10
www.eletricaacademy.com.br
“Como economizar na Instalação
do SPDA atendendo a NBR 5419”

Se a edificação possui risco de explosão em


decorrência de uma descarga atmosférica
direta, as espessuras dos captores naturais
devem possuir espessura mínima de 4mm para
aço e 7mm para alumínio.

Fonte: Termotécnica

Porém se a edificação não apresenta esse


risco de explosão, como por exemplo, ginásios,
galpões industriais, a rigorosidade diminui, e
admite-se captores naturais com espessuras
mínimas de 0,5mm para telhas de aço
galvanizado, se enquadrando neste caso as
telhas metálicas.
Mas além da verificação de sua espessura,
deve-se avaliar as conexões entre as telhas, e a
estrutura metálica ou de concreto que as
suportam.
Existem muitos outros fatores que devem
ser considerados, e mostramos todos no nosso
Treinamento online de Projeto e Laudo de SPDA
e MPS.

Guia ELÉTRICA ACADEMY – VOL. 01 11


www.eletricaacademy.com.br
Capítulo 04: Descidas
estruturais, o método mais seguro e
barato!
“Como economizar na Instalação
do SPDA atendendo a NBR 5419”

▪ Capítulo 04: Descidas Estruturais, o


método mais seguro e barato!
De longe esse é o método mais seguro
(depois vamos falar mais sobre isso), e o mais
barato.
Porém, muitos profissionais ainda insistem
em fazer o “Ctrl + C” e “Ctrl +V” das imagens
da internet, ou de projetos defasados.
Confesso que eu já fiz isso no início, mas
depois percebi o quanto fiz meu cliente gastar
com sistema convencional de cobre.

Para que o sistema seja confiável, é


imprescindível garantir a continuidade elétrica
de pilares, vigas e lajes

Fonte: Termotécnica
Guia ELÉTRICA ACADEMY – VOL. 01 13
www.eletricaacademy.com.br
“Como economizar na Instalação
do SPDA atendendo a NBR 5419”

Como a amarração intencional destas


armaduras não é o procedimento padrão nas
edificações de concreto armado, o método
mais seguro é a introdução de barras
específicas para esta finalidade, as chamadas
REBARS ou barras de aço galvanizado a quente.
Na maioria dos casos, é também o método
mais econômico, se comparado aos sistemas
externos desde que instalados a partir das
fundações.

Fonte: Montal para-raios

Guia ELÉTRICA ACADEMY – VOL. 01 14


www.eletricaacademy.com.br
“Como economizar na Instalação
do SPDA atendendo a NBR 5419”

Ensaios de Continuidade Elétrica das


Armaduras:
Conforme anexo F da NBR-5419-3 de 2015,
deverão ser efetuadas ao menos duas
verificações da continuidade elétrica das
armaduras do concreto armado.
A primeira verificação é feita em todos os
pilares que são utilizados como descidas e nos
trechos de vigas baldrames que fazem parte do
anel de aterramento ao nível do solo. Os
valores de resistência medidos por
instrumentos adequados devem ser inferiores
a 1Ω nestes trechos.
A instalação de Conectores nestes pontos
de medição durante a construção evita a
quebra do cobrimento de concreto e a
exposição das ferragens.
Utilize o miliomímetro
ou microhmímetro para
o teste.

É PROIBIDO USAR
MULTÍMETRO!

Fonte: ABNT NBR 5419

Guia ELÉTRICA ACADEMY – VOL. 01 15


www.eletricaacademy.com.br
“Como economizar na Instalação
do SPDA atendendo a NBR 5419”

A verificação final de continuidade é feita


após a conclusão da instalação do SPDA. A
medição da resistência deve ser realizada entre
a parte mais alta do subsistema de captação e
o aterramento, preferencialmente no BEP
(Barramento de Equipotencialização principal).
O valor máximo permitido para o ensaio de
resistência nesse trecho é de 0,2Ω.

Os ensaios deverão ser


acompanhados de certificado
de conformidade e ART junto
ao CREA ou ao CRT.

Entender como projetar esse tipo de SPDA


estrutural, e como fazer os testes é uma
grande dúvida para os profissionais que
trabalham ou querem trabalhar na área.
Por isso que fizemos muitas vídeos práticos
de medições e projetos no nosso treinamento
online de Projeto e Laudo de SPDA e MPS.

Fizemos da forma mais prática possível,


para que você possa resolver os problemas
reais do seu cliente, e se destacar na sua
região, como aconteceu conosco!

Guia ELÉTRICA ACADEMY – VOL. 01 16


www.eletricaacademy.com.br
Capítulo 05: Uso de barras
chatas de alumínio no subsistema
de captação e descida
“Como economizar na Instalação
do SPDA atendendo a NBR 5419”

▪ Capítulo 05: Uso de barras chatas


de alumínio no subsistema de
captação e descida
Caso não seja possível utilizar no seu
projeto o SPDA estrutural ( que é o mais
eficiente), você pode adotar como SPDA
convencional a utilização de Barras chatas de
alumínio no subsistema de captação e descida.
Mas NUNCA use o alumínio no aterramento,
ou no concreto.
Essa dica é que resulta em
maior impacto de
economia na obra de
SPDA convencional, pois
após a análise do
gerenciamento de risco
nos fornecer a quantidade
de descidas e meshs de
captação.
Fonte: Gelcam

Após isso você pode substituir as topologias


tradicionais de instalação de SPDA que utilizam
cabos de cobre na cobertura e descidas com
isoladores específicos, por barras chatas de
alumínio de mesma equivalência técnica,
tornando muito mais barato o custo global da
obra com material e mão-de-obra.

Guia ELÉTRICA ACADEMY – VOL. 01 18


www.eletricaacademy.com.br
“Como economizar na Instalação
do SPDA atendendo a NBR 5419”

A NBR 5419:2015 delimita as seções


transversais mínimas para captação e descidas
do SPDA com a utilização de cobre com no
mínimo 35 mm², e alumínio com 70 mm².
A própria norma descreve que o cabo ou
barra chata de alumínio de 70 mm² tem as
mesmas propriedades condutivas do cabo de
cobre de 35 mm², tornando essa manobra
técnica segura e regulamentada.

Exemplo da
utilização de Barra
Chata de Alumínio
no Subsistema de
Captação e Descida

Para termos uma ideia do quanto a simples


modificação exerce uma economia enorme,
iremos analisar um estudo de caso de um
quantitativo realizado com a topologia
tradicional de cobre, e depois com a adaptação
para barra chata de alumínio.

Guia ELÉTRICA ACADEMY – VOL. 01 18


www.eletricaacademy.com.br
“Como economizar na Instalação
do SPDA atendendo a NBR 5419”

Os valores utilizados na tabela são


originados de 3 cotações realizadas em no
período de 7 dias, onde foram escolhidos os
menores valores comerciais, resultando em um
micro orçamento com apenas os equipamentos
da cobertura e descidas, que será analisado
abaixo:

Tabela 1: Orçamento do método de instalação Tradicional . Fonte: Autor

Não foi considerado para essa análise o


subsistema de aterramento, somente os
subsistemas de captação e descidas.

Guia ELÉTRICA ACADEMY – VOL. 01 18


www.eletricaacademy.com.br
“Como economizar na Instalação
do SPDA atendendo a NBR 5419”

Seguindo a mesma linha de raciocínio, foi


realizado para o mesmo quantitativo de
material o orçamento do método de instalação,
agora no lugar das cordoalhas de cobre foram
colocadas barras de alumínio, e com mudou-se
os captores e isoladores para atenderem a nova
demanda.
A Tabela 2 representa esse quantitativo e
valores expressos em reais.

Tabela 2: Orçamento do método de instalação com chapas de alumínio. Fonte: Autor

Pode-se comprovar que a mudança de método


de instalação provocou a redução significativa do
valor dos materiais em aproximadamente 40%, e
consequentemente, a redução global de todo o
orçamento, sem interferir no nível de proteção
calculado durante a análise de risco, pois foram
utilizados materiais tecnicamente análogos, que
atendem os requisitos da NBR 5419:2015, partes
1, 2 ,3 e 4.

Guia ELÉTRICA ACADEMY – VOL. 01 18


www.eletricaacademy.com.br
“Como economizar na Instalação
do SPDA atendendo a NBR 5419”

Além da redução no orçamento, a escolha


pela aplicação das barras chatas, facilita a
instalação e minimiza os riscos, já que o
operador não precisa ficar tanto tempo
trabalhando em altura.

Lembrando que todos os requisitos da NR 35


para trabalhos em altura devem ser atendidos.

´Gostou da comparação?
Imagina você mostrar isso para seu cliente,
imagina como ele vai te ver como um valor, e
não com um custo!
Assim que profissionais se destacam, usando
a norma a seu favor, e buscando viabilizar
financeiramente os projetos dos clientes.

Guia ELÉTRICA ACADEMY – VOL. 01 18


www.eletricaacademy.com.br
Capítulo 06: Elaborar um
quantitativo condizente com
estrutura
“Como economizar na Instalação
do SPDA atendendo a NBR 5419”

▪ Capítulo 06: Elaborar um


quantitativo condizente com
estrutura
Muitos colegas projetistas cometem erros
durante o processo de quantificação dos
materiais a serem empregados na obra, pois
não admitem as irregularidades da cobertura
da edificação, colunas de descidas e fachadas,
e do solo (onde será instalada a malha de
aterramento), e deste modo, quantificam para
mais ou para menos os materiais

A imagem ao lado
retirada da Norma NBR
5419:2015-parte II-
pag.15, demonstra
detalhes de instalação
abordados pela norma e
que devem ser levados
em consideração durante
o levantamento de
materiais.

Laço em um condutor de descida.


Fonte: NBR-5419:2015-parte II

Guia ELÉTRICA ACADEMY – VOL. 01 18


www.eletricaacademy.com.br
“Como economizar na Instalação
do SPDA atendendo a NBR 5419”

Claro que sabemos que não se pode


quantificar de forma exata todos os materiais,
porém, trabalhar as vistas e detalhes ajudam a
prever os possíveis pontos de desperdício de
material, principalmente em casos onde o
cliente é quem fornece o material.

Exemplos de contornos
que podem não ser
quantificados.

Guia ELÉTRICA ACADEMY – VOL. 01 18


www.eletricaacademy.com.br

Você também pode gostar