Você está na página 1de 1

Apostila Professor – Ricky – 08 de janeiro

1- A partir da nova Constituição da República, várias iniciativas institucionais, legais


e comunitárias foram criando as condições de viabilização plena do direito à
saúde. Destacam-se, neste sentido, no âmbito jurídico institucional, as chamadas
Leis Orgânicas da Saúde (Nº. 8.080/90 e 8.142/90), o Decreto Nº.99.438/90 e as
Normas Operacionais Básicas (NOB), editadas em 1991 e 1993. A Lei Nº
8.080/90, regulamenta:
A) O Sistema Único de Saúde - SUS.
B) Programa de Saúde da Família - PSF.
C) A Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA.
D) O Conselho Nacional de Saúde - CNS.

2- A Lei de nº 8080, de 19 de setembro de 1990, também conhecida como a


legislação que regulamentou o Sistema Único de Saúde no Brasil, apresenta no
artigo 7º.: “[...]universalidade de acesso aos serviços de saúde em todos os níveis
de assistência”. Assinale a alternativa correta sobre a universalidade citada, que é
correspondente:
A) aos princípios e diretrizes do SUS
B) aos objetivos do SUS
C) às atribuições do SUS
D) à organização, direção e gestão do SUS
3- Sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a
organização e o funcionamento dos serviços correspondentes, assinale a
alternativa correta.
A) O dever do Estado exclui o das pessoas, da família, das empresas e da sociedade.
B) A iniciativa privada poderá participar do Sistema Único de Saúde (SUS), em
caráter complementar.
C) A vigilância sanitária não está no campo de atuação do Sistema Único de Saúde
(SUS).
D) A direção do Sistema Único de Saúde (SUS) é múltipla, sendo exercida em cada
esfera de governo.
E) Ao Distrito Federal competem as atribuições reservadas à União, quanto a direção
do Sistema Único de Saúde (SUS).

4- A Constituição Federal de 1988 (art.197) estabelece que são de relevância pública


as ações e serviços de saúde pública, cabendo ao Poder Público dispor, nos termos
da lei, sobre sua regulamentação, fiscalização e controle, devendo sua execução
ser feita
A) diretamente ou por meio de terceiros e, também, por pessoa física ou jurídica de
direito privado.
B) por empresas filantrópicas, exclusivamente em convênio com o Governo Federal.
C) pelos Estados, que poderão estabelecer convênio, desde que autorizados pelo
Governo Federal.
D) diretamente pelos serviços terceirizados contratados unicamente pelo Governo
Federal.
E) por pessoas físicas, desde que credenciadas pelo Ministério da Saúde.

Você também pode gostar